Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Complexo do Pecém – Semace vai monitorar ar para identificar agentes poluidores

sensorrr

A Estação de Monitoramento da Qualidade do Ar do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) será apresentada pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) nesta quinta-feira (15), às 10 horas, na Unidade de Conservação do Pecém, onde está instalada. O ato terá as presenças do superintendente estadual, Ricardo Araújo, do secretário de Meio Ambiente, Artur Bruno, do presidente da Ceará Portos, Danilo Serpa, e de representantes das empresas locais.

O primeiro equipamento do gênero no Estado é composto por sensores de tecnologia sueca e italiana, que colocam o controle ambiental do Ceará no nível praticado pelos países mais desenvolvidos.

A estação, segundo a Semace, observa os níveis de gases como monóxido de carbono, dióxido de enxofre, ozônio, nitrato de oxigênio, hidrocarboneto, entre outros, que podem causar danos à saúde, quando estão acima dos parâmetros estabelecidos por lei. Também são observados os índices meteorológicos como temperatura, pressão, umidade do ar e velocidade do vento, que influenciam na avaliação do dano causado pelos agentes poluidores.

O novo serviço tem caráter preventivo, porque força as empresas a administrarem com mais rigor os riscos nos processos de produção. Para a Semace, fornece dados instantâneos e confiáveis para o licenciamento ambiental (e renovação) das empresas, além de disparar ações de fiscalização da autarquia, logo na primeira suspeita de crime ambiental. Os dados são coletados 24 horas por dia e disponibilizados pela Semace no site www.semace-.ce.gov.br.

Localização

A estação de monitoramento fica na rodovia CE-348, Km 58, em Pecém (São Gonçalo do Amarante) – próximo à unidade do Corpo de Bombeiros, com acesso pelo trevo rodoviário. O local foi escolhido por causa dos empreendimentos de grande impacto ambiental que atual no entorno do porto, como a uma siderúrgica e uma termelétrica.

(Foto – Divulgação)

São Gonçalo do Amarante ganha Selo Município Aprovado do Unicef

claudio-pinho-sga-noticias

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho (PDT), comemora com sua equipe a conquista da certificação do Fundo das Nações Unidas (UNICEF), que trata da preservação dos direitos básicos da criança e do adolescente: o “Selo Unicef Município Aprovado”. Esta é a sexta vez que o município recebe a certificação. No período avaliado, de 2013 a 2016, foram colocadas em prática 28 ações pautadas em quatro esferas: educação, saúde, Esporte e Assistência. Dentre os temas abordados nessas ações, assuntos como o cuidado com a primeira infância, ensino afro-indígena na rede municipal, combate ao trabalho infantil, inclusão social através do esporte e atendimento a crianças em conflito com a lei.

De acordo com a articuladora do Selo Unicef no município, Elica Honório, a conquista do selo só foi possível com o envolvimento de diversas secretarias. “Desde 2013, nós estamos trabalhando juntamente com as secretarias de Educação, Saúde, Esporte e Juventude, Cultura, Trabalho e Desenvolvimento Social e Meio Ambiente para executar as ações pró selo. Além do apoio direto prefeito Cláudio Pinho neste esforço. A conquista do selo é muito importante, pois representa o compromisso de São Gonçalo do Amarante com as crianças desde a primeira infância (de 0 a 6 anos) até a adolescência” ressalta ela.

“Acreditamos que um futuro melhor para São Gonçalo do Amarante precisa de uma juventude atuante. O Selo Unicef é uma grife importante, mas o essencial é esse movimento, que atrai a juventude, os adolescentes e as crianças”, destaca Cláudio Pinho.

(Foto – Divulgação)

Velório de Dom Paulo Evaristo Arns começa nesta quarta-feira à noite

dompauloevaristo

O velório do cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, terá início na Catedral da Sé, no centro da capital paulista, a partir das 19 horas desta quarta-feira (14).

O corpo de D. Paulo será sepultado na cripta da catedral, na sexta-feira (16), após celebração presidida pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano, às 15 horas. Durante o período do funeral, serão realizadas missas a cada duas horas.

As informações são da Arquidiocese de São Paulo.

(Agência Brasil)

Ministro diz estar pronto para o impeachment de Temer

Marco-Aurelio-Mello

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio de Mello, enviou ofício à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, para informar que está pronto para relatar a ação sobre o pedido de abertura de comissão especial do impeachment do presidente Michel Temer.

Em despacho enviado na noite de terça (13), Marco Aurélio afirma que está pronto desde maio para relatar o caso e que a inserção da ação na pauta do plenário fica a cargo da presidente Cármen Lúcia.

“Em 16 de maio último, declarei-me habilitado a relatar e proferir voto no plenário do Supremo. A inserção do processo na pauta dirigida é atribuição exclusiva da Presidência do Tribunal. 3. Remetam cópia do ofício do Presidente da Câmara -deputado Rodrigo Maia- e deste despacho à Presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia”, informa trecho da decisão do ministro.

O pedido de impeachment de Temer foi apresentado em dezembro de 2015 por um advogado mineiro.

Para o advogado, Temer cometeu crime de responsabilidade fiscal e atentou contra a lei orçamentária ao assinar decretos autorizando a abertura de crédito suplementar sem autorização do Congresso -as mesmas irregularidades que motivaram o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

O então presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) rejeitou instalar a comissão especial por considerar que não houve crime de responsabilidade por parte de Temer.

Para Marco Aurélio, Cunha não poderia ter arquivado o pedido, pois a decisão caberia à comissão especial formada por parlamentares. Ele concedeu concedeu uma liminar (decisão provisória) ao advogado, determinando a instalação da comissão.

A decisão do ministro está sendo descumprida desde então. Em maio, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se manifestou contra a decisão de Marco Aurélio.

Segundo ele, a decisão extrapolou o pedido feito pelo autor da ação, pois o objetivo do advogado era suspender o processo contra Dilma pela conexão com a situação de Temer até que o Supremo analisasse o mérito da questão.

Na semana passada, Marco Aurélio cobrou a demora da Câmara em instalar a comissão do impeachment. O atual presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), respondeu que não poderia indicar os integrantes da comissão, ato que depende dos líderes partidários.

Maia disse ainda que “levando em conta o ônus institucional acarretado pelo procedimento” e considerando que a decisão de Marco Aurélio “já completa oito meses de vigência”, solicita o apoio do ministro para levar a ação ao plenário do STF “até o encerramento deste ano judiciário ou, alternativamente, o mais brevemente possível”. O recesso do Supremo começa na terça (20).

(Folhapress)

Uece vai oferecer Doutorado em Sociologia

O Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS), da Universidade Estadual do Ceará
(Uece), acaba de receber aprovação de abertura de Doutorado em Sociologia, pela
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC). Estima-se que no decorrer do primeiro semestre de 2017 o edital de seleção seja lançado.

O novo Doutorado permitirá não apenas a ampliação dos cursos de pós-graduação stricto
sensu na Uece, mas também atenderá uma demanda da sociedade em termos de
diversificação da formação de profissionais qualificados na análise social de ponta.

Atualmente, o PPGS conta com as linhas de pesquisa: Cultura, diferença e desigualdade;
Sociabilidades e Poder; e Mobilizações sociais, campo e cidade. Como proposta de ampliação do processo formativo dos seus discentes, os professores do PPGS realizam periodicamente seminários, palestras e cursos de férias, buscando aproximar os discentes de outros processos.

Clodoveu Arruda recebe “Prêmio Prefeito Nota 10” em Brasília

sobralll

Por assegurar uma rede de ensino de qualidade, com o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil,

O prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT), recebeu, nesta quarta-feira, em Brasília, o “Prêmio Prefeito Nota 10″ como vencedor nacional. Conferida pelo Instituto Alfa e Beto para incentivar a equidade e a qualidade no ensino brasileiro, a premiação ocorreu em solenidade na sede do Ministério da Educação, com a presença do titular da pasta, Mendonça Filho.

“Esse prêmio nos estimula a continuar trabalhando para superar os problemas e dificuldades que ainda temos. Somos a melhor rede de educação do Brasil, mas ainda estamos muito atrasados em relação ao restante do mundo”, destacou o prefeito Veveu, que agradeceu e dividiu o reconhecimento: “Esse prêmio não é só meu, mas é um prêmio da população sobralense, da comunidade escolar, pais, alunos, professores, diretores, os que fazem a Secretaria de Educação, mas é um prêmio também do Cid, que iniciou esse trabalho, do Leônidas que prosseguiu”.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, elogiou o resultado da educação de Sobral frente às dificuldades socioeconômicas. “Sobral sendo um município do Semiárido do Nordeste brasileiro hoje é exemplo de que quando há foco e determinação os resultados aparecem. Os senhores são bons exemplos que devem ser seguidos e referenciados por mostrarem que, os resultados podem ser alcançados com determinação, vontade e cooperação com a população”.

Receberam menção honrosa os prefeitos de São Caetano do Sul (SP), Paulo Pinheiro, e de Joinville (SC), Udo Döhler, por seus municípios estarem à frente nas regiões Sudeste e Sul. Nas regiões Norte e Centro-Oeste nenhum município chegou perto dos critérios mínimos de qualidade e equidade.

Critério

O Prêmio Prefeito Nota 10 usou como base a análise dos microdados da Prova Brasil 2015, o percentual de alunos com aprendizagem adequada (anos iniciais e finais), o número de crianças avaliadas pelo exame nacional e o índice de crianças na rede municipal de ensino.

(Foto – MEC)

Filho de Bolsonaro diz ter vontade de “enfiar a porrada” em Juca Kfouri

O deputado estadual pelo Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro, filho do deputado federal Jair Bolsonaro, disse que tem vontade de “enfiar a porrada” no jornalista Juca Kfouri. O parlamentar não gostou de um comentário de Juca feito, na última segunda-feira, no programa “Linha de Passe”, da ESPN Brasil, no qual o jornalista afirmou que pessoas como os dois torcedores do Fluminense que intimidaram colorados em um trem do Rio de Janeiro “são do tipo que sai gritando Bolsonaro por aí”.

Flávio se manifestou via Facebook. “Juca Kfouri, quando assisto a uma declaração absurda como a sua, a primeira coisa que vem a minha cabeça, com toda a franqueza, é a vontade de te enfiar a porrada”, escreveu. “Mas, ao contrário do que você pensa, somos pessoas civilizadas e não resolvemos as coisas desse jeito. Agora que parei, respirei e pensei estou te dando algumas horas para se desculpar em público pelo seu crime, antes de te tomar as medidas penais e cíveis cabíveis”, finalizou.

Juca Kfouri reproduziu a publicação em seu Blog e ironizou: “Cômico, não fosse trágico”.

 

Siderúrgica cearense está na final de certame mundial do aço

foto CSPecém

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) está na final da competição mundial do aço, agendada para abril de 2017, em Pequim (China), informa a assessoria de comunicação do grupo.

É a 11ª edição do steelChallenge 2016, categoria “Indústria”, que será disputada pela empresa através do analista de tecnologia da CSP, Mateus Paulino (28). Mateus em 2012, como aluno de Engenheira Metalúrgica da Universidade Federal do Ceará (UFC), já havia integrado a equipe vencedora nas etapas regional e mundial da premiação na categoria “Estudante”.

PIS será liberado nesta quinta-feira para nascidos em dezembro

Trabalhadores nascidos em dezembro poderão sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) a partir desta quinta-feira (15). Neste ano, o valor do benefício será associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Quem trabalhou um mês no ano-base 2015 receberá 1/12 do salário-mínimo. Quem trabalhou dois meses receberá 2/12, e assim por diante. Só receberá o valor total quem tiver trabalhado o ano-base 2015 completo.

O benefício poderá ser retirado nos canais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal, por meio do Cartão do Cidadão, casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui ou nas agências da Caixa. Para quem tem conta no banco, o dinheiro será depositado nesta terça-feira (13), desde que haja movimentação com saldo positivo e um único titular.

Eliseu Padilha: “Não vou deixar o presidente Temer na mão”

Entrevista Mirian Belchior,ministra

Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha vem negando seu afastamento do governo desde que VEJA publicou a delação premiada de Cláudio Mello Filho.

Segundo o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Padilha participou ativamente de negociações de caixa 2.

A um interlocutor com acesso privilegiado, no entanto, Eliseu Padilha garantiu: “não vou deixar o presidente Temer na mão”.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Todos podemos ser Chape!

Com o título “A esperança do recomeço”, eis artigo do presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), o cearense Honório Pinheiro. Ele apregoa otimismo, a partir da tragédia que se abateu sobre o time da Chapecoense. Confira:

“Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo o impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando, porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.”

Esse trecho, extraído da crônica Quase, escrita por uma jovem catarinense de 21 anos, revela a profundidade de uma mente tão profícua, que muitos, inclusive um renomado jornal francês, chegaram a republicar o texto como sendo do grande Luís Fernando Veríssimo. Sarah Westphal é o nome dela. Quis o destino, do qual Sarah nos manda desconfiar, que uma das maiores tragédias do ano de 2016 vitimasse a Chapecoense, time de Santa Catarina, terra natal de Sarah. Quis o destino que essa tragédia acontecesse no fim do ano. E é impossível não traçar um paralelo entre essa tragédia que comoveu o mundo e as nossas atitudes nesta época.

As 71 vidas que se foram em território colombiano tinham muitos planos. Eram jovens fortes, competentes, realizadores. Eram o símbolo de um sonho, a prova de que o trabalho sério conquista as vitórias. Partiram no melhor momento de suas vidas, mas, ao partirem, nos apresentaram a um mundo solidário do qual alguns já ousavam desistir. Naquele avião, vimos a força de um dos sobreviventes, o jogador Neto, que resistiu por oito horas sob os escombros em condições absolutamente adversas, sob forte chuva e intenso frio. O nome disso é persistência!

Também não desistiram os responsáveis pelo socorro. Antes mesmo que as equipes oficiais chegassem ao local, os moradores da região já se organizavam, localizando, entre os residentes mais próximos, bombeiros, médicos e trilheiros que pudessem fazer os primeiros socorros. O nome disso é atitude! E essa atitude permitiu que a equipe oficial fosse mais rapidamente levada até os sobreviventes.

As tragédias nos comovem e nos dilaceram, mas elas também relembram a necessidade de recobrar as forças. Elas resgatam a fé no poder do amor humano em uma época marcada pela violência. O mundo chora conosco, e, em meio a essa dor, descobrimos um povo irmão, um povo admirável! Um povo que, na era de Escobar e na era do terrorismo das Farc, aprendeu o que é perder e precisar reconstruir, aprendeu que as fronteiras não estão em nossa essência humana, pois tudo nessa nossa essência é luta e reconstrução.

E é com essa lição colombiana que quero encerrar meu 2016, acreditando no fim da crise econômica, na retomada do crescimento, na capacidade de resistência da indústria e do comércio, na atitude e na persistência do trabalhador brasileiro. O tempo é de turbulência, mas ter atitude, persistir e resistir é condição de sobrevivência para quem empreende no Brasil.

Dezembro é o mês de nascimento, mesmo para os que não acreditam em Cristo, pois dezembro anuncia a chegada de um novo ano. É o mês em que lamentamos as perdas, mas negamos as derrotas, e, assim, planejamos reconstruções pessoais e profissionais. Apenas “não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo o impeça de tentar.” O nome disso é esperança!

Que 2017 nos traga um feliz recomeço!

*Honório Pinheiro

presidente@cndl.org.br

Presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e diretor presidente do Pinheiro Supermercado.

O propagador de Bárbara de Alencar

gylmarmr

Gylmar Chaves é autor de 18 livros. Nos últimos 15 anos, vem se dedicando a pesquisa sobre Bárbara de Alencar (1760-1832), uma das maiores figuras brasileiras que defendeu a cidadania no tempo da colônia e da escravidão. Bárbara foi talvez a mais consciente personalidade do que era cidadania numa época em que a dominação e os maus tratos eram considerados normais. Numa época que se construía clandestinamente as bases do ideário republicano.

Neste ano, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Gilmar realizou 60 palestras sobre Bárbara de Alencar e a construção do sentimento de cidadania em Centros Culturais e escolas públicas de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sousa (PB).

Este ciclo de palestras antecede as comemorações dos 200 anos da revolução de 1817, ocorrida em Pernambuco e estados circunvizinhos, da qual Bárbara de Alencar participou juntamente com seus filhos.

Assessor de Temer que teria recebido propina da Odebrecht pede demissão

yunee

Assessor do presidente Michel Temer, o advogado José Yunes, pediu demissão do cargo no Planalto nesta quarta-feira (14) após ter tido seu nome citado no acordo de delação premiada do ex-executivo da Odebrecht Claudio Melo Filho.

O delator afirmou que Yunes foi o destinatário de parte do repasse de R$ 10 milhões feito pela empreiteira ao PMDB, a pedido do próprio Temer, à época vice-presidente da República e candidato à reeleição ao cargo.
A demissão de Yunes vem após Marcelo Odebrecht ter confirmado à Lava Jato, segundo a “Folha de S.Paulo”, a versão de Melo Filho sobre pagamento de R$ 10 milhões.
Yunes, que é amigo pessoal de Temer, afirma na carta de demissão que não conhece o delator e que as afirmações de Melo Filho são “fantasiosas”.
(Com Portasl Uol)

Carlinhos Viana, o terceiro deficiente visual a ganhar diploma de Jornalista no Ceará

carosviai

O colega Carlos Viana (30), do O POVO, que é deficiente visual, está concluindo o curso de Jornalismo pela Faculdade Cearense (FAC). Ele apresentará nesta quarta-feira, às 18h30min, na sede da Instituição, na avenida João Pessoa (Bairro Damas), seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Carlos Viana abordou o tema “Sociabilização do Cego através do Sistema Dosvox (programa de computador para cegos criado na UFRJ).” Na orientação, a professora Clícia Fontenele.

Bom lembrar: Carlos trabalha na Editoria de Opinião do O POVO. Ele será o terceiro cego (faz questão de dizer) formado em Jornalismo no Ceará. O primeiro foi Gino Oliveira, já falecido, também o primeiro cego a ganhar diploma superior no Estado. Depois, veio depois José Roberto Santiago, que trabalha na assessoria de imprensa do Incra.

(Foto – Paulo MOska)

A Contrarreforma do Ensino Médio

122 1

Com o título “A Contrarreforma do Ensino Médio”, eis artigo da deputada federal Luizianne Lins (PT). Ela comenta a reforma do ensino médio, aprovada nessa terça-feira, e fala de perdas e danos para a educação neste clima de governo golpista. Confira:

O Plenário da Câmara dos Deputados concluiu na noite dessa terça-feira (13/12) a votação da reforma do ensino médio (MP 746). Desde que o governo golpista publicou essa medida, nós trabalhamos para a reversão de vários pontos que apontam não para um futuro melhor da educação dos nossos jovens, mas para o atraso, para o retrocesso, para a perda da já baixa qualidade do ensino público.

Nesta luta, obtivemos algumas vitórias. Algumas não na medida do nosso desejo, mas na medida da necessidade de evitar danos maiores à educação brasileira. No conjunto, não conseguimos mudar o seu caráter geral e autoritário na forma de “propor” e privatista no conteúdo das propostas.

Por meio de uma emenda nossa apresentada à comissão que analisou a matéria, conseguimos a volta da obrigatoriedade do ensino de artes e educação física e impedimos o absurdo da adoção de um sistema de créditos disciplinares durante o ensino médio. Aprovamos ainda a referência da garantia de oferta de ensino noturno, que era totalmente ausente na proposta original – tal era o desprezo pelos jovens das camadas mais pobres da população.

Em relação ao ensino de Sociologia e Filosofia, não conseguimos garantir a sua obrigatoriedade no ensino médio. Mas conseguimos assegurar que elas fizessem parte da Base Nacional Curricular Comum – e, à critério dos estados, elas possam ser ofertadas.

O texto aprovado incluiu pessoas “com notório saber” como profissionais da educação, abrindo espaço para a precarização sem limites destes profissionais, além da sua substituição por profissionais sem formação adequada e ao sabor de conveniências políticas.

E, mais grave ainda, já que vivemos a partir de hoje no contexto de um orçamento congelado por 20 anos, a MP passou sem garantir mais recursos para as escolas – inclusive para implementar o que essa MP diz querer implementar: ensino integral!

Estamos voltando ao tempo do desprezo pela educação ampla, humanística e universalizante. Os mais prejudicados serão os filhos da classe trabalhadora, que deixarão de ter acesso a conhecimento crítico e compreensão dos processos sociais. O modelo proposto é uma fábrica de mão-de-obra barata.

*Luizianne Lins

Deputada Federal do PT.

Morre dom Evaristo Arns

dompauloevaristo

Conhecido pela postura fraterna, por sua defesa dos direitos humanos e pela resistência à ditadura militar, o arcebispo emérito da Arquidiocese de São Paulo, dom Paulo Evaristo Arns, morreu nesta quarta, feira, aos 95 anos. O cardeal — que dedicou 71 anos ao sacerdócio e 76 à vida franciscana — estava internado desde 28 de novembro, com broncopneumonia, na capital paulista.

Catarinense de Forquilhinha, quinto da prole de 13 filhos de um casal de descendentes de alemães, dom Paulo fez parte de um clã de benfeitores dedicados à infância e à juventude brasileiras. Sua irmã mais ilustre, a pediatra Zilda Arns Neumann, fundou a Pastoral da Criança, com a colaboração do religioso. Ao chorar a morte de Zilda, uma das vítimas do terremoto do Haiti, em janeiro de 2010, dom Paulo, do alto de sua resignação sacerdotal, afirmou:

— Ela morreu de uma maneira muito bonita, morreu na causa em que sempre acreditou.

Dedicado à defesa de pobres, perseguidos e injustiçados na maior parte das suas nove décadas e meia de vida, o arcebispo comprou brigas com poderosos dentro e fora da Igreja.

Por causa de suas posições, estremeceu até mesmo o coração da cúpula católica. Seu nome era tão temido em Roma que, ao som dele, “arrepiavam-se todos os pelos dos braços” do alto clero, como declarou no final dos ano 1990 o então secretário de Estado do Vaticano, Agostino Casaroli.

Na luta contra os desatinos da ditadura militar no Brasil, dom Paulo levou generais à loucura visitando prisões, denunciando casos de tortura e se empenhando pessoalmente contra a censura. Em 5 de maio de 1971, revoltado com o que ocorria nos porões do país, o cardeal foi a Brasília para fazer um pedido formal ao presidente da República em nome dos bispos de São Paulo:

— Venho pedir que o senhor assuma a situação lá, onde pessoas estão sendo mortas, torturadas, ou então desaparecem.

Irritado, diante da batina preta do religioso, o general Emílio Garrastazu Médici levantou-se e sugeriu:

— O senhor cumpra a sua missão e fique na sacristia.

Acostumado a ver suas ordens cumpridas, o general presidente deu por encerrada a audiência-relâmpago no Palácio do Planalto com a certeza de ter sido claro e definitivo. Dom Paulo deixou o gabinete disposto a nunca aceitar aquele conselho.

Frade franciscano, o cardeal rebelde era desapegado de bens materiais. Quando decidiu vender o suntuoso Palácio Pio XII, a residência episcopal em São Paulo, foi criticado até mesmo por parte dos fiéis. Venceu as resistências e, com os US$ 5 milhões do negócio, construiu centros comunitários para pobres e nordestinos. Sua postura em defesa dos direitos humanos muitas vezes lhe valeu acusações de “protetor de bandidos”. Seus incontáveis defensores, porém, lhe apoiavam pelos mesmos motivos que outros lhe viravam o rosto.

Em 1992, em função de um acidente de carro na República Dominicana, dom Paulo sofreu uma fissura no crânio, teve de reduzir o ritmo de trabalho e se submeter a tratamento especial para evitar a perda da memória. Formado em Filosofia e Teologia, era doutor em Letras pela Universidade Sorbonne, na França. Sempre esteve lúcido o bastante para escrever dezenas de livros, entre eles, a sua autobiografia (Da Esperança à Utopia — Testemunho de uma Vida), lançada em setembro de 2001, quando completou 80 anos, revelando bastidores de suas atribuladas relações com o Vaticano e com os militares.

Uma de suas últimas aparições públicas foi em outubro, durante homenagem por seus 95 anos, completados no mês anterior. Fragilizado pela idade, dom Paulo falava pausadamente diante de um auditório repleto de militantes de movimentos sociais, como Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Pastoral do Povo de Rua. O cardeal não tocou no atual momento da política brasileira em sua fala:

— O discurso já está preparado, é uma palavra só, porque o povo está cansado: obrigado.

(Zero Hora)

UFCA continua recebendo inscrições para concurso de professor efetivo em várias áreas

A Universidade Federal do Cariri (UFCA) continua inscrevendo para concurso público que visa o preenchimento de  67 vagas para professor efetivo em diversas áreas. As inscrições podem ser feitas por meio da Plataforma Forms, com valores e período variáveis, de acordo com a área de interesse do candidato.
Estão disponíveis vagas para professores de Jornalismo; Libras; Filosofia; Saúde Materno-infantil/Pediatria/Internato; Engenharia Civil; Contabilidade; Matemática; Design; Computação; Administração; Estatística; Biblioteconomia; entre outras. O regime de trabalho para todos os cargos é de 40h/DE. Já a remuneração vai de R$  4.692,77 a R$ 9.572,67, conforme a titulação e o setor de estudo.
SERVIÇO
*Confira os prazos e as áreas aqui.
*Mais informações envie e-mail para concursos.progep@ufca.edu.br (assunto: CONCURSO – “colocar nome do setor de estudo”).

Metalúrgicos da Volkswagen aprovam acordo coletivo sem reposição da inflação

Os metalúrgicos da Volkswagan de Taubaté aprovaram ontem (13) o acordo coletivo para o ano de 2017, no qual abrem mão de aumento de salário com reposição da inflação e recebem apenas um abono. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, o acordo prevê a abertura de Plano de Demissão Voluntária (PDV), assegura abono, participação nos lucros e resultados, mas não reajusta salários até agosto 2017. A reposição de inflação está prevista para os anos seguintes.

O sindicato informou que o acordo vale até 2022 e a empresa se compromete a não demitir até esse ano. Também foram acordados ações de flexibilidade, banco de horas, otimização de custos, entre outras. As condições do documento podem ser rediscutidas de acordo com a variação do mercado. Cerca de 4 mil funcionários serão beneficiados.

“O Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté considera positiva a negociação, já que o país passa por uma grande turbulência econômica e política. O acordo garante a manutenção da Volks e dos trabalhadores em Taubaté”, diz o sindicato.

(Agência Brasil)

Entidades militares cearenses reforçam lobby em Brasília pela aposentadoria de 30 anos

oelioo

Lideranças das entidades de policiais e bombeiros militares do Ceará encontram-se em Brasília, nesta quarta-feira. Hora de acompanhar os debates em torno da Reforma da Previdência Social que são travados no Congresso, informa o vereador eleito Soldado Noélio (PR), ligado á Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará (APS).

O ponto principal, segundo adianta, é garantir a situação atual de aposentadoria dessas categorias. Um policial vai para a reserva quando completa 30 anos de serviços. Mesmo o governo federal prometendo não mexer nessa situação, as lideranças de policiais temem que possa vir elevação do tempo de serviço para 35 anos.

Em Brasília, estão os dirigentes das entidades da área: Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará (ACS), Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (Assof), Associação dos Profissionais da Segurança Pública do Estado do Ceará (APS) e Associação dos Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (Aspramece).

(Foto – Paulo MOska)

Pacote do Governo não mexeu nas secretarias bancadas por alianças políticas

Com o título “A realidade impõe a austeridade”, eis título do Editorial do O POVO desta quarta-feira. O Plano de Sustentabilidade para o Desenvolvimento do Estado do Ceará, lançado pelo governador Camilo Santana (PT), mostra que ainda dá para cortar muitos excessos. Confira:

Com o objetivo de fugir à debacle financeira que atingiu estados ricos como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais, o Governo do Ceará apresentou um conjunto de medidas que mescla corte de despesas e geração de receitas. A meta é alcançar R$ 850 milhões anuais que vão servir para garantir o custeio da máquina e o pagamento de pessoal.

Uma das opções adotadas foi o reajuste da alíquota geral do ICMS de 17% para 18%. Nas circunstâncias de crise econômica, aumentar impostos não é uma saída saudável, mesmo que tenha deixado de fora as alíquotas relativas aos combustíveis, energia e comunicação.

O Governo avalia que entre R$ 350 milhões e R$ 380 milhões serão economizados com cortes de despesas. Isso se dará a partir da fusão e extinção de órgãos públicos e as consequentes ações para reduzir em 10% o consumo de combustível, papel, telefonia e outros insumos.

Esse item em particular comprova o quanto ainda é possível economizar caso o Governo resolva levar adiante uma reforma administrativa mais severa. Ainda restam outras pastas que, a rigor, podem ser fundidas e extintas. Como se sabe, está intacta a cultura de fazer com que a máquina pública seja a responsável por bancar alianças políticas.

A decisão segue a linha de austeridade prevista na PEC do Teto aprovada ontem no Senado. Todos os estados da Federação resolveram se alinhar nesse sentido. Não por gosto ou em nome de uma visão administrativa mais moderna e um serviço público eficaz e voltado para as atividades fins, mas, sim, por uma imposição das circunstâncias econômicas.

Muito do que foi apresentado já poderia ter sido uma prática dos últimos anos. Porém, é importante que o Ceará se antecipe para não deixar que as contas públicas entrem no vermelho. Manter o estado solvente é o objetivo que precisa ser perseguido a todo custo.

São medidas duras. Principalmente as relacionadas à previdência estadual. Nesse ponto, cabe ao Governo expor com muita clareza os números a fim de que fique bastante evidenciado que o sistema, de fato, quebra se não houver a reforma.