Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Mercado financeiro espera que 2016 feche com inflação em 6,84%

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram levemente as projeções para a inflação e pioraram as expectativas para a economia. De acordo com a pesquisa Focus, divulgada às segundas-feiras pelo BC, a projeção para a inflação para este ano, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 6,88% para 6,84%. Para 2017, a estimativa passou de 4,94% para 4,93%.

A projeção para 2017 está cada vez mais próxima do centro da meta de inflação (4,5%) que deve ser perseguida pelo BC. O limite máximo da meta no próximo ano é 6%. Para este ano, a estimativa fica longe do centro da meta (4,5%) e ultrapassa o teto (6,5%).

A projeção de instituições financeiras para a queda da economia (Produto Interno Bruto – PIB – a soma das riquezas produzidas pelo país) este ano passou pela sexta piora seguida, ao ser ajustada de 3,31% para 3,37%.

Para 2017, a expectativa de crescimento foi reduzida pela quarta vez seguida, ao passar de 1,20% para 1,13%.

(Agência Brasil)

Dia Mundial do Diabetes – Um em cada dois adultos com a doença no Brasil não está diagnosticado

No Dia Mundial do Diabetes, lembrado hoje (14), a Federação Internacional do Diabetes faz um alerta: um em cada dois adultos com a doença não está diagnosticado e, portanto, não tem ciência de sua condição e não toma os devidos cuidados.

O tema da campanha este ano é De olho no diabetes, com foco em promover a importância do rastreamento e garantir o diagnóstico precoce, o tratamento e a redução do risco de complicações mais sérias – sobretudo em casos de diabetes tipo 2.

Dados da entidade mostram que a doença segue crescendo em todo o mundo: ao todo, 415 milhões de adultos viviam com diabetes em 2015. A previsão é de que esse número chegue a 642 milhões em 2040 – uma proporção de um adulto diabético para cada dez adultos no planeta.

“Muitas pessoas vivem com diabetes tipo 2 por muito tempo sem que tenham ciência de sua condição. Quando recebem o diagnóstico, as complicações provocadas pela doença podem já estar presentes”, destaca a federação.

Os números mostram ainda que até 70% dos casos de diabetes tipo 2 podem ser prevenidos por meio da adoção de hábitos mais saudáveis. A quantia deve representar cerca de 160 milhões de pacientes até 2040.

“Diante de índices crescentes de subnutrição e de baixa atividade física entre crianças de diversos países, o diabetes tipo 2 na infância tem potencial para se tornar um problema de saúde pública global, provocando sérias consequências”, acrescenta a entidade.

Em diversas localidades do mundo, o diabetes figura como a principal causa de cegueira, doenças cardiovasculares, falência renal e amputação de membros inferiores.

Sinais e sintomas

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o desencadeamento do diabetes tipo 1 é geralmente repentino e dramático e pode incluir sintomas como:

– sede excessiva;

– rápida perda de peso;

– fome exagerada;

– cansaço inexplicável;

– muita vontade de urinar;

– má cicatrização;

– visão embaçada;

– falta de interesse e de concentração;

– vômitos e dores estomacais, frequentemente diagnosticados como gripe.

Ainda segundo a entidade, os mesmos sinais podem ser observados em pessoas com diabetes tipo 2, mas, geralmente, eles se apresentam de forma menos evidente. Em crianças com diabetes tipo 2, os sintomas podem ser moderados ou até mesmo ausentes.

Programação no Brasil

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia preparou uma série de atividades em alusão à data. Estão previstos shows e atividades educativas em diversas cidades do país para chamar a atenção da população para a detecção precoce do diabetes.

SERVIÇO

*A programação completa pode ser acessada por meio do site http://diamundialdodiabetes.org.br/.

Duda Mendonça está vendendo sua mansão na Bahia

dudamendonca

Suspeito de receber propina da Construtora Odebrecht, o publicitário Duda Mendonça – expert em campanhas petistas, está vendendo sua nababesca mansão na Península do Camamu, Bahia.

Ali, ele passou réveillons incríveis, com grupos de rock, muito champanha e vários acusados na Operação Lava-Jato.

(Coluna  Radar, da Veja Online)

Compositor Vital Farias elogia Lava Jato e é vaiado aos gritos de “Fora Temer” em Fortaleza

781 28

vitall

O que deveria ser uma noite de festa, com um reencontro do público cearense com quatro grandes compositores nordestinos responsáveis por dois dos mais emblemáticos discos da música brasileira nos anos 80 – Xangai, Geraldo Azevedo, Elomar e Vital Farias, reunidos nos álbuns ao vivo “Cantoria”, então lançados pela Kuarup – acabou se tornando um constrangimento para grande parte do público que compareceu ao Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, na noite desse sábado (12).

A atmosfera entre os espectadores já estava um pouco destoante do clima festivo de um sábado à noite, desde que Elomar solicitou de forma enérgica, no palco, que não fossem feitas fotos ou imagens dele, ressaltando que, ao contrário dos três colegas de show, ele não as autorizava. Apontando um a um os espectadores que continuavam a filmar, o compositor chegou a ameaçar deixar o palco, caso as câmeras de celular continuassem ligadas.

Foi quando Vital Farias, destacando o direito de Elomar de não permitir filmagens, ressaltou ser um “cidadão brasileiro” e resolveu abordar a “situação política” do País, fazendo, em suas palavras, “uma homenagem à Lava Jato”. A reação de grande parte do público foi imediata: muitas vaias, gritos de “Fora Temer” e até pessoas deixando o salão onde acontecia o show. Vital tentou continuar a apresentação, cantando “Não me engana de novo”, mas teve de interromper a música, diante da indignação da plateia, que irrompeu em mais vaias, além de manifestações em defesa do ex-presidente Lula e expressões de surpresa quanto a este ser atacado por um nordestino.

Diante do visível constrangimento dos colegas de palco, Vital afirmou que as pessoas que vaiavam seriam “do PT”, o que só aumentou a reação do público contra o compositor paraibano. Enquanto Geraldo Azevedo preferiu permanecer em silêncio, diante da atmosfera pesada, coube a Xangai tentar acalmar os ânimos, defendendo o direito de Vital Farias se manifestar e dizendo também ter sua posição política, mas apontando que preferia deixá-la fora do palco, em respeito às pessoas que saíram de casa para assistir ao show – “muitas vezes, com sacrifício”.

O estrago, porém, já estava feito. Apesar das beleza eterna das canções de Xangai, Elomar, Geraldo Azevedo (que tentou dar prosseguimento ao espetáculo com “Dia branco” e “Caravana”) e do próprio Vital Farias – como os clássicos “Veja (Margarida)” e “Ai que saudade d´ocê” – e a despeito da emoção de rever os quatro grandes menestréis reunidos no palco, os protestos do público cearense divergindo da fala de Vital continuaram ao longo de todo o restante da apresentação.

O show terminou com o público entoando em massa o “Fora Temer” e recebendo inclusive o apoio de Geraldo Azevedo, de braço levantado acompanhando o grito da multidão. A maioria que ali estava expôs sua discordância quanto à tentativa de “homenagem” à Lava Jato.

Tudo pronto para a Parada Gay de Fortaleza

foto eliomar parada gay fortaleza

Em 2015, o evento atraiu uma multidão.

A 17ª Parada Gay, que acontecerá neste domingo, na avenida Beira Mar, em Fortaleza, promete cores e ironias. A organização é do Grupo Asa Branca, mas o evento virou festa popular da diversidade.

Entre participantes dessa parada, há quem prometa “trolar” o presidente Michel Temer. Com boas alfinetadas sobrando para Donald Trump.

 

Antonio Balhmann permanecerá na equipe de Camilo e assim abrirá vez para Ariosto Holanda

137 1

ariostoo

Ariosto Holanda retoma cadeira na Câmara em 2017.

O secretário estadual de Assuntos Internacionais, Antônio Balhmann, vai permanecer em 2017 na equipe do governador Camilo Santana (PT).

O parlamentar federal licenciado pelo PDT aceitou pedido do governador que, assim, abrirá vez para a volta do pedetista Ariosto Holanda à Câmara.

Ariosto é um político voltado para as causas da educação e da capacitação profissional e Balhmann um dos principais articuladores do Palácio da Abolição, hoje, no quesito atração de novos investimentos.

 

Governo está preparado para primeira leva de vazamentos da Odebrecht

operacao-lava-jato-odebrecht-pf1

Com a proximidade da homologação do acordo da Odebrecht, o governo já traça sua estratégia de sobrevivência.

Como até o fim do ano serão vazados anexos, sem provas, ministros irão se blindar com argumentos de que ninguém pode ser condenado por delações citando supostos fatos ainda não provados. Com isso, tentará seguir a agenda de reformar sem derrubar nenhum de seus quadros.

Na visão do governo, coisas mais sérias, como inquéritos e denúncias só devem começar a aparecer no meio do ano que vem, quando acredita que o trabalho nas reformas contará com apoio do PIB, mídia e parte maior da sociedade.

Nesse cenário, o governo conseguiria se segurar até o fim de 2018.

(Veja Online)

Leitor destaca luta do Blog em favor do pessoal da Funceme

90 1

O leitor Paulo Marcelo Farias, fez um levantamento sobre quantas vezes este Blog cobrou do governo estadual – desde a Era Cid Gomes, o plano de cargos, carreiras e salários do pessoal da Funceme.

Pois confira alguns dados que ele nos repassou, observando que jornalismo é, acima de tudo, briga por cidadania e pelo respeito à coisa pública.

Caro Eliomar de Lima,

Desde 28 de agosto de 2010 os servidores da FUNCEME contaram com a valiosa colaboração do blog do Eliomar, que sempre publicou POSTS relatando o anseio e a luta por melhorias salariais.

Destaco pelo menos os seguintes:
http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/funceme-sofre-de-desertificacao-tecnica/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/funceme-torce-por-chuva-em-seu-rocado-tecnico/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/funceme-servidores-continuam-aguardando-plano-de-cargos-carreiras-e-salarios/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/funceme-conclui-plano-de-cargos-e-carreiras-e-anuncia-concurso-para-2013/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/funceme-aguarda-aprovacao-de-plano-de-cargos-carreiras-e-salarios/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/seca-burocratica-atinge-funceme/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/funceme-aguarda-aprovacao-de-plano-de-cargos-carreiras-e-salarios/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/289268/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/desvalorizacao-profissional-faz-funceme-perder-servidores-qualificados/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/servidores-da-funceme-torcem-por-tempo-bom/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/seca-financeira-cade-o-pccs-da-funceme/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/o-pccs-da-funceme-e-atingido-por-el-nino-burocratico/

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/servidores-da-funceme-continuam-aguardando-o-guarda-chuva-oficial/

VAMOS NÓS – Nós não temos parentes na Funceme. Consideramos que a luta era justa para um órgão, num passado recente, era alvo de gozações. Hoje a Funceme tem o respeito de instituições internacionais.

 

Temer vetará artigo da MP do setor elétrico que incentiva uso do carvão mineral

O presidente Michel Temer vai vetar um artigo incluído na Medida Provisória (MP) 735 que previa a criação de um programa de modernização para implantar novas termelétricas movidas a carvão mineral no país. Em carta enviada ao ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, Temer diz que o artigo 20 da MP será vetado por causa da abrangência de seu conteúdo e da complexidade das matérias envolvidas. O texto deve ser sancionado pelo presidente com vetos na semana que vem.

O veto ao artigo 20 da medida provisória, conhecida como MP do setor elétrico, estava sendo reivindicado por diversas entidades ambientais, inclusive pelo próprio Ministério do Meio Ambiente, que recomendou o veto ao presidente.

Para o Ministério, o dispositivo promove a construção de novas usinas termelétricas movidas a carvão mineral, em discordância com o desenvolvimento sustentável. “Estimativas apontam que o carvão é responsável por entre 30% e 35% do total de emissões de CO2, principal agente do efeito estufa, afastando o Brasil do compromisso assumido perante a comunidade internacional, no âmbito do Acordo de Paris”, diz o ministério.

Conta de Desenvolvimento Energético

Ao ser editada pelo governo, a MP 735 tinha como objetivo inicial promover a melhor distribuição dos recursos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que recebe recursos pagos na conta de luz. A MP também muda o processo dos leilões de desestatização, com o objetivo de facilitar os processos de venda das distribuidoras da Eletrobras.

No entanto, a matéria recebeu 127 emendas no Congresso Nacional e várias foram incorporadas ao relatório final do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), que deu origem ao Projeto de Lei de Conversão 29/2016, aprovado na Câmara dos Deputados e no Senado.

Além da promoção do carvão mineral, as emendas dos parlamentares incluíram outros assuntos na MP, como a regulação do mercado de gás natural canalizado, a manutenção de empregos no caso de privatização de distribuidoras e a prorrogação de contratos de obras atrasadas.

(Agência Brasil)

Senado pode apreciar ainda neste ano o fim da reeleição para governador, prefeito e presidente

Renan-Calheiros1

Após a aprovação em primeiro turno da PEC 36/2016, que trata de alguns pontos da reforma política, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) admitiu: outros aspectos da reforma podem ser analisados pelo Senado ainda antes do fim deste ano.

Um deles seria o fim da reeleição para cargos do Executivo, como prefeito, governador e presidente.

(Com Agências)

Secretários da Agricultura do Nordeste debatem problemas do setor em João Pessoa

104 2

adagrii

Odilon Aguiar (SAP) e Augusto Júnior (Adagri)

O secretário da Agricultura e Pesca do Ceará, Odilon Aguiar, participou, nesta sexta-feira, e João Pessoa (PB), do encontro dos secretários de Agricultura do Nordeste. O mote foi discutir e traçar ações de melhoria na área, combate à seca e também formas de reforçar a luta contra a febre aftosa na região.

O Ceará é hoje uma área livre, com vacinação da aftosa, mas é fundamental que demais estados vizinhos também alcancem condição de controle da doença para não prejudicar aqueles em patamar de controle.

Com Odilon Aguiar, estava o superintendente da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri), Augusto Júnior. Também foram discutidas ações pró-fortalecimento da cadeia produtiva do leite, o Fundo de Desenvolvimento do Nordeste e a desburocratização das ações do setor.

“Essa foi uma excelente oportunidade de buscarmos experiências e ideias para a agropecuária. Vivemos o quinto ano consecutivo de seca e temos que buscar soluções de preservar a produção e garantir o desenvolvimento da agropecuária. São milhões de empregos que estão em risco”, disse Odilon Aguiar.

(Foto – Divulgação)

Ministério da Integração Nacional aumenta lista de municípios em situação de emergência

O Diário Oficial da União incluiu hoje (11) mais dois municípios à lista de municípios em situação de emergência no país, que chega a 274, por diversos motivos.

Nesta sexta-feira, a situação de emergência foi reconhecida em Pedras Grandes, em Santa Catarina, atingida por vendavais no mês de outubro; e Barão de Melgaço, em Mato Grosso, devido à contaminação de água que abastece a cidade, localizada na região do Pantanal.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, mais 272 cidades se encontram em situação de emergência no país em decorrência da seca e da estiagem que atinge os estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Bahia, Sergipe, Minas Gerais e Mato Grosso.

A partir desse reconhecimento, os gestores municipais podem ter acesso a serviços do governo federal de forma desburocratizada, como o fornecimento de água tratada, por meio da Operação Carro-Pipa, da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Também é possível renegociar, junto ao Banco do Brasil, as dívidas no setor de agricultura.

O reconhecimento da situação de emergência também permite a aquisição de cestas básicas e apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a recomposição de atividades econômicas praticadas nas regiões afetadas.

(Agência Brasil)

Donald Trump e o trem-bala brasileiro

nbc-fires-donald-trump-after-he-calls-mexicans-rapists-and-drug-runners

O site Trump Towers Rio, mantido pelo conglomerado do agora presidente americano Donald Trump, é um retrato da megalomania que varreu o país.

O projeto de cinco torres com 38 andares cada, que jamais saiu do papel, deveria ficar pronto em 2018.

Um dos maiores atrativos do complexo, segundo o próprio o site, é que estaria conectado ao trem-bala Rio-São Paulo. Como se sabe, o transporte nunca passou de delírio do governo federal.

(Veja Online)

Empresa júnior da UFC ganha prêmio nacional

A Universidade Federal do Ceará, por meio da empresa Junior Ciclo Jr, foi a ganhadora do Desafio Ambev, projeto proposto pela cervejaria para pensar em soluções que ajudem a resolver um problema sério do país: a dificuldade no acesso à água limpa. A Ciclo Jr tornou-se a campeã com o projeto Oca Sustentável – Estrutura de bambu que usa plantas e calor para purificar a água de reuso.

O prêmio é no valor de R$ 30 mil reais e dará o aporte para o desenvolvimento e execução do projeto. A UFC competia na final com mais duas universidades (de Minas Gerais e do Rio Grande do Norte). A empresa Junior é composta por alunos de engenharia química e ambiental.

Para a Ambev, o objetivo da iniciativa é engajar a geração que será, num futuro próximo, responsável por gerir negócios, já que essas organizações são sem fins lucrativos e geridas por estudantes para promover uma vivência empresarial no período da graduação.

Sob nova direção a Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém

parentee

Ricardo Parente durante palestra em evento com empresários.

Está sob nova direção a Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP). Agora em novembro está ganhando novos dirigentes para o período 2016 – 2018.

Para a presidência do Conselho de Administração da entidade, assume Ricardo Parente, engenheiro e gestor de comunicação e relações institucionais da CSP, Ricardo Parente. Compõem também o conselho Ludmilla Campos (Wobben Windpower), Lourival Teixeira (Energia Pecém), Eduardo Amaral (Cimento Apodi) e Carlos Maia (Termaco).

A AECIPP foi criada em 30 de setembro de 2015 com o objetivo de fortalecer e desenvolver a atividade empresarial da região do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Suas associadas reunidas geram mais de 38.400 empregos diretos e indiretos e representam 90% do PIB do Complexo.

Temer vai depor por escrito como testemunha de Cunha

cunha-temer

O juiz federal Sergio Moro, que está à frente dos processos relacionados à Operação Lava Jato, chegou ao presidente. Mas não do jeito que imaginam.

Arrolado como testemunha de defesa por Eduardo Cunha, preso no último dia 19 de outubro, Michel Temer informou ao juiz que irá prestar seus esclarecimentos por escrito. Nada de videoconferência ou presencialmente.

As respostas devem ser apresentadas nos próximos dias, segundo informa, nesta sexta-feira, a Coluna Radar, da Veja Online.

É desonestidade tentar deslegitimar as ocupações de escolas e universidades?

219 2

Com o título “O que aprendi com o movimento estudantil”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda as ocupações de escolas e universidades, o que acabou obrigando a mídia a acompanhar essas manifestações contrárias ao Governo Temer. Confira:

O fenômeno da ocupação de várias escolas e universidades por estudantes em todo o Brasil contra a PEC 55 (antiga 241), as mudanças no ensino médio e o projeto Escola Sem Partido está gerando debates acalorados. Infelizmente, como é regra nos últimos anos, sobram maniqueísmos e argumentos rasos de parte a parte. É interessante, a ver meu, lançar luz sobre alguns pontos.

Em primeiro lugar, é preciso destacar a vitalidade do movimento estudantil, que praticamente obrigou a mídia a registrar suas manifestações, que passaram semanas sendo solenemente ignoradas pela imprensa. Com atestado de óbito avalizado por alguns, foi capaz de articular ações que envolveram milhares de jovens, com ajuda de uma boa dose de revolta gerada pelas projeções negativas dos possíveis impactos destas medidas para a educação.

Além disso, soa ridícula a associação destes protestos com partidos de esquerda, rotulando os atos como uma reação à derrota política sofrida no processo de impeachment. Eu perguntaria: e daí? Qual o problema? Qual a novidade? Partidos, à esquerda ou direita, existem para – pasmem – agir politicamente em qualquer ambiente: escolar, trabalhista, cultural ou empresarial, só para citar alguns. E se a esquerda, dada também como morta, em poucos meses produziu tal barulho, parabéns pra ela. Aliás, tradicionalmente, e em várias partes do mundo, são os ideais de esquerda, como igualdade e solidariedade, que movem jovens em ambientes escolares e acadêmicos.

É desonestidade intelectual, aliás, tentar deslegitimar as atuais ocupações com a justificativa de um possível “aparelhamento”, usando, ainda por cima, as manifestações contra Copa e a favor do impeachment como exemplo de “movimento cidadão espontâneo”, posto que teriam rejeitado a participação de políticos de qualquer ordem. Ora, o pato gigante assumidamente pago pela FIEC na avenida Paulista e a imensa e parcial cobertura dada pela imprensa – a ponto de convidar a população para as ocupar as vias públicas – deixam muito claro o nível de envolvimento da direita com o que houve nas ruas.

Em ambos os casos, diga-se de passagem, acho a interferência legítima e natural. A diferença, porém, é que a esquerda dá a cara a tapa. A direita, ao invés, quer passar a ideia de que “não interfere nos acontecimentos”, tal qual boa parte da imprensa que se vende como “imparcial”. Aliás, a direita, na ânsia de criminalizar ou desqualificar bandeiras e espaços ocupados pela esquerda, aponta o dedo para diversos problemas existentes no movimento estudantil: do uso de má-fé para cooptação ideológica até desvios de recursos. Isso existe e é inegável, mas não porque são “de esquerda”.

O que aprendi no movimento estudantil – e depois em outros momentos e ambientes pelos quais passei – é que em quaisquer outras instituições há pessoas íntegras e probas, bem como gatunos e espertalhões. Claro, aprendi a tentar identificá-las. Aprendi também que os verdadeiros líderes crescem, aparecem e se responsabilizam muito cedo por suas atitudes. Aprendi na marra – até porque nunca fui um militante exemplar, longe disso – a debater e a defender meus pontos de vista.

O preconceito em considerar estudantes como “massa de manobra” talvez parta do pressuposto que eles não possuem senso crítico, dada a pouca idade. Mas aprendi, justamente com o movimento estudantil, a ter convicções e a mantê-las, mesmo quando derrotado. Aprendi o real sentido da democracia, ao conviver com opiniões diferentes e acatar a decisão da maioria. Aprendi, enfim, a ver o mundo além de uma sala de aula ou de um muro de universidade, percebendo que a formação intelectual e profissional depende de amadurecimento social e político. Paciência com esta juventude. Eles estão nos reensinando a aprender.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.

Trabalhadores fazem protesto em várias cidades do País contra a PEC do Teto

pec22

Em Fortaleza, há ato público na Praça do Ferreira, após passeata.

Servidores públicos e trabalhadores de diversas categorias fazem hoje (11) paralisações em várias cidades do país contra “a retirada de direitos” da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55 e outras medidas do governo de Michel Temer. O movimento foi convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) , por outras entidades sindicais e por movimentos sociais.

Conhecida como PEC do Teto dos Gastos, a proposta que tramita no Senado determina que, nos próximos 20 anos, o governo federal só poderá gastar o mesmo valor do ano anterior corrigido pela inflação.

“Em todo o Brasil diversas categorias estão em greve neste momento interrompendo a atividade, os serviços e a produção. Estamos organizando essa greve geral em razão do retrocesso que está sendo imposto pelo governo federal, representado pela PEC 55, que foi aprovada na Câmara como PEC 241, que congela os investimentos em educação, saúde e áreas sociais. Essa e várias outras questões que estão sendo conduzidas pelo governo que são um retrocesso para a classe trabalhadora”, disse o secretário-geral da CUT do Distrito Federal, Rodrigo Rodrigues.

O governo federal alega que a PEC não reduzirá os repasses para educação e que o ajuste fiscal é necessário em um contexto de crise econômica.

Os manifestantes são contrários ainda à reforma da Previdência, que aumenta a idade mínima da aposentadoria para 65 anos, tanto de mulheres quanto de homens, e as reformas tributária e trabalhista. A Medida Provisória de reformulação do ensino médio e a “entrega do petróleo do pré-sal a empresas estrangeiras” também motivou os protestos.

No Distrito Federal, os manifestantes se concentraram em frente ao Ministério da Educação. Segundo Rodrigues, não há intenção de fazer audiências ou negociações com representantes do governo.

“Não há diálogo quando se tem um golpe, não há diálogo com os setores da sociedade. Continuaremos fazendo manifestações até que os retrocessos sejam revertidos”, disse o secretário da CUT-DF.

(Agência Brasil)