Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Luizianne Lins tem novo encontro com Lula em seminário do PT nacional sobre mídias sociais

lulalinss

A candidata à Prefeitura de Fortaleza pelo PT, deputada federal Luizianne Lins, participou, durante toda esta sexta-feira, em São Paulo, do Seminário “Mídias e Sociais”. O evento foi organizado na sede do Sindicato Paulista dos Químicos e contou com a presença de lideranças do partido como o ex-presidente Lula.

O seminário foi uma promoção do PT Nacional e do Instituto Lula e congregou candidatos majoritários do partido.

Lula, que foi convidado especial do eveneto, fez questão de saber de Luizianne como foram os primeiros dias da campanha em Fortaleza. Ele prometeu voltar à Capital cearense. Também participaram do seminário os senadores Lindberg Farias e Gleici Hoffmann, além dos deputados federais Paulo Pimenta e Ênio Verri.

(Foto – Instituto Lula)

Ministério da Aviação autoriza recuperação da pista do Aeroporto do Cariri

maurcio quntela

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, vai assinar, às 10 horas da próxima segunda-feira, a licitação da obra de recuperação da pista de taxiamento (taxiway) C do Aeroporto Orlando Bezerra de Juazeiro do Norte.

O evento contará com a presença do líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, e do deputado federal Cabo Sabino (PR), que também fez gestões junto ao ministério pelo empreendimento.

No último dia 8 de junho, Eunício se reuniu com o ministro Maurício Quintella para discutir a reforma do equipamento, ocasião em que pediu a prioridade para a execução do projeto.

Temer garantiu água da transposição chegando ao Ceará até fevereiro, diz Beto Studart

alextemer2

Os empresários cearenses que estiveram reunidos com o presidente em exercício Michel Temer, no último dia 16, no Palácio do Planalto, ouviram dele a previsão de que as águas da transposição do rio São Francisco chegarão ao território cearense entre fevereiro e março.

Beto Studart, presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), destacou, na ocasião, que o Ceará já vem fazendo sua parte em termos de sacrifícios e que as reservas hídricas do Estado, hoje estão em apenas 7,5%. Segundo Beto, Temer se mostrou sabedor desse quadro.

Quanto ao assunto ligado a repatriação de recursos no exterior, sem origem, o presidente interino disse que o governo vem fazendo sempre alguns ajustes, que devem ser encerrados até o fim de agosto. Lembrou que outros países que criaram estes mesmos mecanismos foram vitoriosos.

O dirigente da Fiec afirmou que quanto a Lei de Leniência, Temer disse que o governo está trabalhando “arduamente”, para que as empresas que desejarem se utilizar desse instrumento legal, possam fazê-lo rapidamente e retornarem ao ambiente de normalidade.

Programa Roda Viva entrevistará José Eduardo Cardozo

O programa “Roda Viva”, da TV Cultura, vai entrevistar ao vivo, às 22 horas da próxima segunda-feira, o ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A apresentação é do jornalista Augusto Nunes. Entre outros assuntos, Cardozo falará sobre a defesa da presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment no Senado e sobre o cenário político brasileiro em geral.

Paulistano, José Eduardo Cardozo é advogado, mestre e doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Atuou como ministro da Justiça entre 2010 e março de 2016. Na sequência, foi nomeado Advogado-Geral da União, permanecendo no cargo até o afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado. Desde então, representa sua defesa no processo de impeachment como advogado particular.

O programa será formado por uma bancada de entrevistadores. Há ainda a participação fixa do cartunista Paulo Caruso.

Nadador americano pede desculpas ao Brasil

“O medalhista olímpico norte-americano Ryan Lochte divulgou hoje (19) pelas redes sociais um pedido de desculpas “por não ser mais cuidadoso e sincero” ao explicar o que ocorreu no domingo passado (14) após participar dos Jogos Rio 2016.

Lochte e mais três nadadores da equipe dos Estados Unidos haviam dito que tinham sofrido um assalto no Rio. Porém, ontem (18), a Polícia Civil informou que os atletas não foram assaltados e se envolveram em uma confusão em um posto de gasolina.

“Quero me desculpar por meu comportamento na semana passada – por não ter sido mais cuidadoso e sincero – quando descrevi os acontecimentos daquela manhã cedo [domingo, 14] e por meu papel em levar para longe o foco dos muitos atletas que cumpriam os seus sonhos de participar nos Jogos Olímpicos”, disse Lochte em um comunicado.

“Eu queria compartilhar esses pensamentos até que ficasse confirmada a situação jurídica e que ficasse claro que os meus companheiros de equipe estariam chegando em casa com segurança.” Em seu pedido de desculpas, Ryan Lochte disse que a experiência foi “traumática”.

(Agência Brasil)

Diap – Número de parlamentares candidatos é menor

gravatta at

Um levantamento preliminar do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) mostra: 76 parlamentares, entre deputados e senadores, irão concorrer a eleição municipal de 2016. O número está abaixo da média histórica, que é de 89 nomes nesses pleitos.

O Diap apontou algumas razões para a redução do número de candidatos. Entre outros fatores, o fim do financiamento empresarial de campanha. Também estão na lista de motivos o desgaste da imagem dos parlamentares em função das investigações da Operação Lava Jato e a difícil situação financeira dos municípios.

Dos parlamentares que concorrerão este ano, 74 são deputados federais, sendo 66 candidatos a prefeito e oito a vice-prefeito. Os dois senadores que disputarão as eleições (Marta Suplicy, em São Paulo; e Marcelo Crivella, no Rio de Janeiro) concorrem ao cargo de prefeito.

Michel Temer tem popularidade de 46,4% no Paraná do juiz Sergio Moro

temertime

“Enquanto 31% dos brasileiros e 34% dos moradores da Região Sul aprovam a maneira de governar do presidente interino Michel Temer, no Paraná a aprovação do peemedebista chega a 46,4%. A popularidade de Temer entre os paranaenses foi identificada por levantamento realizado no mês de agosto pela Federação da Indústrias do Paraná (Fiep) e o Instituto Paraná Pesquisas.

Para o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, o índice está relacionado ao apoio dos paranaenses ao impeachment de Dilma Rousseff. “Em nossa pesquisa anterior, realizada em março, 75% dos entrevistados eram favoráveis ao afastamento da presidente. Agora, esse apoio ao impeachment se reflete em uma maior aceitação do governo que a substitui”, diz Campagnolo.

O estudo também perguntou aos entrevistados quem é o maior responsável pela atual crise econômica. Para 33,1% dos paranaenses, o culpado é o governo Dilma. A administração de Lula foi indicada por 26,9% e a operação Lava Jato por 17,1%. Apenas 1,3% acha que a culpa é de Temer. A pesquisa entrevistou 2.538 moradores do Paraná entre os dias 7 e 11 de agosto, e tem margem de erro de dois pontos percentuais.”

(Veja Online)

Câmara debaterá terça-feira propostas sobre foro privilegiado

“A Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados realiza audiência na próxima terça-feira (23), às 14h30min, para debater propostas de emendas constitucionais que tratam do foro especial ou privilegiado.

Esse um mecanismo que garante a algumas autoridades públicas o direito de serem julgadas por tribunais superiores, diferentemente do cidadão, que é julgado pela justiça comum.

É o caso de deputados e senadores, presidente da República, vice-presidente e o procurador-geral da República que, nas infrações penais comuns, são processados e julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A audiência será realizada no plenário 1.

Segundo o presidente da comissão, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), as 11 propostas em análise na CCJ preveem desde pequenas alterações até a extinção total do foro especial do ordenamento jurídico brasileiro. “Se prosperar a postulação desse grupo de combate à corrupção, nós não teremos mais ninguém com foro especial, com foro privilegiado”, observa o parlamentar.

“Isso significa que qualquer um, desde o presidente da República, juízes e promotores, até vereadores – que têm foro diferenciado em alguns estados – tudo isso será extinto. Eu acho que nós todos devemos ser tratados de forma igualitária. É um princípio republicano”, defendeu Serraglio.

 

(Agência Câmara)

North Shopping – Lojas âncoras investem em novo layout

O North Shopping Fortaleza informa que está investindo R$ 100 milhões em sua maior reforma, que também chega às suas lojas.

A Riachuelo entregará parte da sua loja, no 3º Piso, com um novo layout da rede. As obras seguem em fase de finalização. A Renner também deve avançar com suas obras até meados do mês de setembro.

Os dois grupos planejam finalizar todas as suas obras juntamente com a reinauguração do shopping, em outubro.

Além da Riachuelo e da Renner, as lojas Puro Açaí e Empório Brownie estão em obras com previsão de abertura, também acompanhando a reinauguração do shopping.

Michel Temer terá reunião com equipe econômica e líderes do Governo

size_810_16_9_o-vice-presidente-michel-temer-em-brasilia-em-05-05

“O presidente interino, Michel Temer, participa hoje (19) à tarde de uma reunião com a equipe econômica e com os líderes do governo no Congresso Nacional, em São Paulo, onde está desde ontem. De acordo com o Planalto, a reunião tratará de questões relativas ao Orçamento e à pauta de votação no Legislativo.

O encontro está marcada para as 15 horas no escritório do Ministério da Fazenda, na Avenida Paulista. A expectativa é de que a reunião conte com a presença dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles; do Planejamento, Dyogo Oliveira; e da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Também devem participar os líderes do governo no Senado, Aloysio Nunes (PSDB-SP), e na Câmara, André Moura (PSC-SE), além dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).”

(Agência Brasil)

Hotéis cearenses fecharam julho com boa taxa de ocupação

foto manuel cardoso hotelaria abihce

Saiu a taxa consolidada da ocupação hoteleira de julho no Ceará. Segundo o presidente do Sindihoteis, Manuel Cardoso Linhares, ficou em 73%. Menos 2% do anotado em julho de 2015.

Mas ele considera que foi positivo o período. Em Fortaleza, pesou a micareta Fortal, com muitos pacotes de vários pontos do País.

O também vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria e Hotéis (Abih) e da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação deu a informação, antes de seguir para Porto Serguro (BA), onde confere festival nacional de gastronomia.

Equipe do Projeto São Francisco visita o município de Barro

A equipe da Comunicação Itinerante do Projeto de Integração do Rio São Francisco está, nesta sexta-feira, na cidade de Barro (Região do Cariri). O objetivo é informar e tirar dúvidas da população sobre a maior obra de infraestrutura hídrica do país.

A programação acontecerá até as 16 horas, na Praça Gregório Alves Feitosa (Centro), onde foi montado estande com informações sobre o projeto e o uso racional da água. A participação é gratuita.

A iniciativa faz parte do Programa de Comunicação Social do Projeto São Francisco, que aproxima a comunidade da obra, mantendo contato constante com os cidadãos que vivem nos municípios cruzados pelos dois eixos: Norte e Leste.

ANJ sob nova direção

rech

O jornalista Marcelo Rech foi eleito, nessa noite de quinta-feira, em Brasília, novo presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ). Vai cumprir o biênio 2016/18.

Já a presidente do Grupo de Comunicação O POVO, Luciana Dummar, integra a diretoria como vice-presidente.

Marcelo Rech é gaúcho, vice-presidente Editorial do Grupo RBS, onde trabalha há 28 anos.

Ministério da Integração nega favorecimento político ao PMDB em obras para o Dnocs

O Ministério da Integração Nacional manda nota para o Blog pedindo para esclarecer sobre reportagem publicada nessa quinta-feira (18), pelo jornal O Estado de S. Paulo, sob o título “Temer transfere ao PMDB uso de verbas contra a seca”. Como Blog replicou, eis a nota:

Nota de Esclarecimento

1)    Não é correta a afirmação de que o governo está favorecendo qualquer partido político nas aplicações das verbas de combate à seca;

2)    Não é correta a afirmação de que “o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) retirou dos governadores do Nordeste a execução de obras destinadas ao combate à seca para transferi-la ao Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS)”;

3)    Causa estranheza as diferenças editoriais e os equívocos de informações que constam da matéria publicada hoje no jornal O Estado de S. Paulo sob o título “Temer transfere ao PMDB uso de verbas contra a seca” e a matéria publicada ontem (17) pela Agência Broadcast, às 20h52, sob o título “EXCLUSIVO: ÀS VÉSPERAS DA ELEIÇÃO, TEMER FAVORECE PMDB COM RECURSOS CONTRA A SECA”.

  1. a) Há uma gritante contradição entre os verbos escolhidos pela edição do jornal impresso e pela edição da Broadcast. A frase do jornal é a seguinte: “o presidente em exercício Michel Temer retirou dos governadores do Nordeste a execução de obras destinadas ao combate à seca”. Já na Broadcast a frase publicada foi: “o Ministério da Integração Nacional decidiu retirar dos governadores do Nordeste a execução das obras emergenciais de combate à estiagem na região – e consequentemente dos recursos – e transferi-la ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS)…”. Como se pode ver, no primeiro caso, leva-se o leitor do jornal a entender que a totalidade das obras contra a seca será retirada dos governos estaduais, o que é um equívoco. No segundo caso, a interpretação é de que somente a execução de obras emergenciais contra a seca serão retiradas e concentradas no DNOCS. O primeiro erro é nitidamente de edição. Já o segundo erro é de apuração, conforme ficam comprovados nos itens 5, 6, 7 e 8;
  1. b) Outro item com erro de informação consta na frase: “Além disso, resolveu aumentar os recursos para essas obras que serão repassados a Estados administrados por membros da legenda.” Além dos estados citados na matéria, também foram atendidos pedidos de aumentos ou antecipação de repasses para os estados da Paraíba, governador Ricardo Coutinho (PSB), com R$ 15 milhões; Bahia, Rui Costa (PT), com R$ 3 milhões; e do Acre, governador Tião Viana (PT), com R$ 960 mil. Como se pode ver, não houve discriminação de legendas.

4)    As diretrizes estratégicas fixadas pelo Ministério da Integração Nacional respeitam a legislação em vigor;

5)    É errada a afirmação de que “o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) retirou dos governadores do Nordeste a execução de obras destinadas ao combate à seca para transferi-la ao Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS)”. A verdade é que apenas parte das adutoras de engate rápido terão suas execuções físicas divididas entre o Ministério da Integração Nacional, a Codevasf e o DNOCS. Isso representa apenas parte dos projetos EMERGENCIAIS encaminhados pelos governadores. Outras obras emergenciais, como a execução de programas emergenciais continuarão a ser realizados pelos governos estaduais. Além disso, o Ministério da Integração Nacional já está recebendo novos pedidos de liberação de mais verbas para execuções estaduais de obras e programas contra a seca. Por acordo fechado hoje, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), solicitou e recebeu repasse imediato de R$ 10 milhões e autonomia para executar várias obras emergenciais, entre elas uma adutora de engate rápido. Isso comprova que não houve concentração no DNOCS e nem discriminação de legenda. E chamamos atenção que esse encontro já estava agendado desde antes da publicação da referida reportagem.

6)    Também destacamos que todos os convênios já assinados com os estados para as chamadas obras estruturantes, que já vinham sendo executadas pelos governos estaduais, estão sendo honrados;

7)    Ao contrário do que existia antes, todos os repasses foram regularizados, não havendo mais as pendências financeiras que ameaçavam as execuções de obras importantes, sob a responsabilidade dos governos estaduais, e que dependem de recursos federais para serem concluídas;

8)    Destacamos que boa parte das chamadas OBRAS e PROGRAMAS EMERGENCIAIS como das ESTRUTURANTES, parcela que representa a maior parte do orçamento de combate à seca, continuarão sob responsabilidade dos governos estaduais, abrindo, inclusive, a possibilidade de atendimento a outros pleitos por obras para responder a essa emergência hídrica;

9)    O Ministério da Integração Nacional refuta qualquer interpretação de que algum estado está sendo favorecido por motivos políticos. Na verdade, o que está sendo feito é a correção de distorções na distribuição de recursos emergenciais para obras de combate à seca nos estados que estavam contemplados com os menores valores. Veja o quadro abaixo.

QUADRO 1

Estados Repasses antes

(R$ milhões)

Repasses agora

(R$ milhões)

 
Ceará 48 48
Pernambuco 33 33
Piauí 24 24
Bahia 32 32
Alagoas 3 10 AUMENTO
Rio Grande do Norte 44 44
Paraíba 26 39 AUMENTO
Sergipe 2 10 AUMENTO
Acre 8 8

 

10)Como se pode depreender do quadro, houve aumento de repasse para governadores de diversos partidos;

 

11)Ao contrário do que diz a reportagem, o governo não está rompendo nenhum acordo feito.

Brasília, 18 de agosto de 2016.

Politicagem no combate à seca

Com o título “Politicagem no combate à seca”, eis o Editorial do O POVO desta sexta-feira. Critica a transferência de projetos de combate à seca, que estavam sendo tocados pelo Governo do Estado, para o Dnocs. Confira:

Há anos sucateado e esvaziado, o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs) acaba de receber uma inesperada injeção financeira do Governo Federal. Por decisão do presidente interino, Michel Temer (PMDB), o Palácio do Planalto retirou dos governadores a execução de obras destinadas ao combate à seca entregando essa responsabilidade ao Dnocs. Portanto, os recursos que deveriam ir direto para os Estados vão agora para o órgão federal, que se torna uma espécie de intermediário.

Como o Dnocs é controlado pelo PMDB e vários governadores nordestinos, como os do Piauí, Ceará e Paraíba não compõem a base política de Temer, a decisão do presidente gerou fortes especulações no mercado político. A principal aponta que o novo procedimento não passa de um jeitinho para beneficiar aliados muito próximos do presidente.

Talvez não esteja na velha politicagem o maior problema da decisão de Temer. Na prática, a operação estabelece um intermediário institucional caro e desnecessário em um momento em que os governadores nordestinos estão precisando dar respostas efetivas e rápidas a uma das mais graves emergências climáticas das últimas décadas.

São os governos estaduais e não o Dnocs, instituição envelhecida, burocrática e pouco transparente, que estão na linha de frente no combate aos efeitos da estiagem. Os governadores têm a situação mapeada em cada estado e possuem estruturas administrativas mais profissionais e ágeis para tocar as obras de emergência.

Um dos dois únicos órgãos federais com sede no Ceará (o outro é o BNB), o Dnocs vem seguindo a mesma linha de esvaziamento da Sudene. Hoje, são imensas e caríssimas estruturas, com milhares de funcionários e um passado que mistura a execução de obras importantes com denúncias de corrupção. Hoje, com raios de atuação bastante limitados.

Não há justificativa técnica plausível para recolocar o Dnocs como intermediário de recursos federais destinados a obras de emergência. A decisão, tendo mesmo sido moldada por mesquinhas necessidades políticas, é reveladora de um modo atrasado de gerir o Estado brasileiro.

Campanha atualizará a caderneta de vacinação da criança e do adolescente

Vem aí a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente. Ocorrerá no período de 19 a 30 de setembro próximo, com dia de mobilização nacional marcado para 24 de setembro. Na data, todas as crianças com menos de cinco anos, as crianças de nove anos e os adolescentes de 10 a menos de 15 anos de idade deverão ir a um posto de vacinação para que a caderneta seja avaliada e o esquema vacinal atualizado, de acordo com a situação encontrada.

Segundo a Secretaria da Saúde do Ceará, a estratégia busca resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais e assim manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis no Brasil.

Durante a campanha, é fundamental que toda a população nas faixas etárias estabelecidas compareçam aos serviços de saúde, levando a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou se há doses que necessitam ser aplicadas para completar o esquema vacinal de cada vacina.

Nelson Marconi (FGV) – Lua de Mel de Temer com o mercado está passando

ep135656

Nelson Marconi, coordenador do Curso de Economia da Fundação Getúlio Vargas, em entrevista à Época, afirma que a “lua de mel entre Temer e o mercado está passando”.

Para ele, no primeiro momento, Temer ganhou um voto de confiança dos agentes econômicos. O embate no Congresso, no entanto, mostra que há muitos obstáculos para implementar agenda das reformas.

*Confira a íntegra da entrevista dele à Época aqui.

Quer matar saudade dos sucessos do Legião Urbana?

alexancr

Alexandre Loureiro manda bem!

Os fãs de Renato Russo e a inesquecível Legião Urbana terão a oportunidade de reviver seus maiores sucessos nesta quinta-feira (18), a partir das 21 horas, na Zug Choperia. O show ” Renato Russo – Pra Sempre” será comandado por Alexandre Loureiro & Altos Versos.

Ex-vocalista da banda Coda por 18 anos, Alexandre Loureiro tocou em várias cidades do interior e em algumas capitais do nordeste e também fez shows ao lado de grandes artistas nacionais como Nasi (Ira), Paulo Ricardo (RPM), Kiko Zambiachi, Silvinho Blá Blá e Marcelo Bonfá (Legião Urbana). Em 2014, deixou a Banda Coda para seguir carreira solo. Retornando aos palcos em 2016, com o tributo a Legião Urbana.

SERVIÇO

Zug Choperia – Rua Professor Dias da Rocha, 579 LJ4 – Meireles

Reservas: 3224.4193

Couvert: R$ 10,00 (por pessoa)

(Blog Ceará é Notícia)