Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Caixa lança promoções de olho na Black Friday

A CAIXA lançou nesta quarta-feira (7) a campanha Black Friday CAIXA, com condições especiais para investimentos, contratação de crédito e aquisição de diversos produtos, como seguros, consórcios e cartões de crédito. As ofertas são válidas até 30 de novembro. A informação é da assessoria de comunicação da Instituição.

Para pessoas físicas, o banco oferece redução nas taxas mínimas de juros de linhas de crédito pessoal. As taxas são a partir de 3,06% a.m. para o Crédito Direto CAIXA (CDC), a partir de 1,35% a.m. para reformas ou ampliações de imóveis residenciais com o Construcard, e a partir de 1,29% a.m. para o Crédito Auto. Novos correntistas terão 50% de isenção nas cestas de serviço por até 12 meses. Caso o cliente também opte por receber o salário na CAIXA, a isenção pode chegar a 100% por 12 meses.

Clientes que possuem Cartões CAIXA participantes do Programa de Pontos CAIXA também terão benefícios. Há ofertas de bonificação e descontos exclusivos com parceiros Multiplus, Smiles, Tudo Azul e Amigo Avianca. Na aquisição de cartão da bandeira JCB Único, no período de 12 a 30 de novembro, haverá bônus de 10.000 pontos Multiplus. Basta o solicitante fazer seu cadastro no programa Pontos Multiplus até 5 de dezembro e realizar ao menos uma compra até 25 de dezembro.

Condições especiais para investidores

A CAIXA também promove a redução de até 80% na aplicação inicial de sete de seus principais fundos de investimento. Na Black Friday CAIXA, estão incluídos fundos de investimento para diversos perfis de investidor, desde o conservador até os mais arrojados. Clientes que já investem em fundos e os interessados em iniciar a aplicação de seus recursos financeiros terão à disposição opções de investimento inicial a partir de R$ 10,00 até R$ 300.000,00, conforme tabela:

Para empresas

Os clientes Pessoa Jurídica Privada receberão pontuação em dobro nos cartões de crédito empresarial para gastos realizados no período de 12 a 30 de novembro, além de 50% de desconto, durante 6 meses, no valor de todas as cestas de serviços contratadas no período da ação. Para o crédito de capital de giro, as taxas são partir de 0,83% a.m., com prazos de até 60 meses.

Outras ofertas

Também fazem parte da Black Friday CAIXA a renegociação de dívidas em atraso e a oferta de imóveis CAIXA com até 70% de desconto, além de redução de até 15% na taxa de administração de consórcios imobiliários.

Para aquisição de Seguro Viagem e Seguro Residencial, que entram em oferta a partir de 12 de novembro, os descontos chegam a 50% e 20%, respectivamente, no preço final.

BNB destina R$ 3,9 milhões para 14 projetos de desenvolvimento

Romildo Rolim preside o BNB.

O Banco do Nordeste, por meio do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci), acaba de divulgar o resultado da etapa Seleção de Propostas do Edital 01/2018 – Desenvolvimento Territorial – Soluções Inovadoras para Implementação do Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste. Cerca de R$ 3,9 milhões serão aplicados em 14 projetos selecionados para investimentos na área de atuação do BNB (Nordeste e norte do Espírito Santo e de Minas Gerais).

A seleção consistiu na análise dos projetos com base em aspectos técnicos, orçamentários e documentais. A gerente do Ambiente de Programas Especiais e de Fundos de Pesquisa, Leanne Araújo, destaca o acompanhamento feito junto às propostas. “O Banco participa mediante a concessão de apoio financeiro e, durante toda a execução, se reserva ao direito de acompanhar o seu desenvolvimento, com visitas técnicas, avaliações e verificações da aplicação do investimento”.

O objetivo do Edital 01/2018 é proporcionar aos projetos selecionados apoio financeiro não reembolsável, com recursos do Fundeci, para o desenvolvimento e a difusão de soluções inovadoras e sustentáveis que respondam aos principais desafios enfrentados no âmbito do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter) do Banco do Nordeste.

Ceará

Dois projetos voltados para o desenvolvimento da bovinocultura leiteira foram selecionados no Ceará: Estruturação da Cadeia Produtiva da Bovinocultura de Leite no Território do Médio e Baixo Jaguaribe e Estruturação da Cadeia Produtiva de Bovinocultura Leiteira no Território Rural de Sobral. Todos apresentados por agências de desenvolvimento local.

SERVIÇO

*O resultado da seleção está disponível no portal bnb.gov.br/aviso-etene-fundeci.

(Foto – Fábio Lima)

Tasso Jereissati tem nome articulado para presidir o Senado

O tucano Tasso Jereissati tem aparecido como terceira via para a presidência do Senado. O fato dele não ter declarado voto pró-Jair Bolsonaro tem atraído partidos da oposição.

Tasso ainda é ficha limpa, o que agrada ao futuro governo. Mas o entrave é o reeleito Renan Calheiros (MDB-AL), que quer de novo comandar a Casa.

Curiosamente quem articula pró-Tasso Jereissati é o senador eleito Cid Gomes, que trabalha para congregar num bloco de oposição o seu PDT, o PSB e a Rede.

(Foto – Agência Brasil)

Fortaleza terá exposição de vacas estilizadas

Fortaleza receberá a XII CowParade. Trata-se de uma exposição que reunirá, a partir das 19 horas desta quinta-feira, no Estoril (Praia de Iracema), esculturas de vacas em tamanho original estilizadas. O evento vai se estender até 10 de dezembro.

Nesta edição, a exposição reunirá cerca de 55 esculturas distribuídas em locais públicos de Fortaleza e nas unidades da Rede Extrafarma, que patrocina a mostra.

O apoio é do Ministério da Cultura e da Secretaria de Turismo de Fortaleza.

DETALHE – Ao fim da programação, as peças serão leiloadas e o valor arrecadado será destinado para as instituições beneficentes.

(Foto – Divulgação)

Vem aí o Carnabral 2018!

O Carnabral, a micareta fora de época da cidade de Sobral (Zona Norte), começa dia 14 próximo, reunindo o melhor do axé baiano. Entre as atrações, o imbatível Bel Marques, a Band Cheiro de Amor, Banda Patrulha, É o Tchan e Cláudia Leite.

No meio dessa turma, Jonas Esticado. O agito vai até o próximo dia 17.

Bolsonaro reitera intenção de transferir embaixada para Jerusalém

O presidente eleito Jair Bolsonaro reiterou hoje (7) a possibilidade de transferir a Embaixada do Brasil em Israel de Tel Avivi para Jerusalém. “Quem decide a capital do Estado é o respectivo Estado. Não vejo o porquê desta celeuma toda”, reagiu o presidente eleito, após reunião com o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, e o futuro ministro da Justiça, o juiz federal Sergio Moro.

A cidade de Jerusalém está no centro de confrontos e disputas entre palestinos e israelenses, já que ambos os povos reivindicam o local como sendo sagrado. Para evitar o agravamento da situação, os países consideram Tel Aviv como a capital administrativa de Israel e é lá que ficam as representações diplomáticas internacionais.

Em dezembro do ano passado, no entanto, o governo do presidente norte-americano Donald Trump anunciou a decisão de transferir a representação norte-americana em Israel. Em maio deste ano, foi inaugurada a embaixada dos EUA em Jerusalém provocando reações e conflitos na região.

Proximidade

O presidente eleito também comentou a proximidade física da Embaixada da Autoridade Nacional Palestina do Palácio do Planalto. Uma área destinada a representações diplomáticas estrangeiras fica a 3 quilômetros de distância do Palácio do Planalto. “Ainda vamos discutir este assunto. O problema ali é que ela [a embaixada da Palestina] está muito próxima do Palácio do Planalto. Nenhuma embaixada poderia estar assim tão próximo do presidente da República. Nenhuma.”

Prejuízos

Questionado sobre se a mudança da Embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém não causaria prejuízos comerciais e econômicos, o presidente eleito negou a possibilidade.

“Ninguém quer perder negócios. Prematura é qualquer retaliação, de uma parte ou de outra, por uma coisa que ainda não aconteceu, mas pode acontecer.”

(Agência Brasil)

Governadores temem privatização na área do saneamento do País

153 1

O Governo do Ceará divulga um Carta Aberta manifestando preocupação com mudança na Lei do Saneamento, que abre para privatizações na área. Confira:

Carta Aberta

O governador Camilo Santana, em conjunto com outros 21 governadores (entre atuais e eleitos), manifesta em carta aberta à população preocupação com a aprovação da Medida Provisória nº 844/2018, que altera o Marco Legal do Saneamento no país. A manifestação foi veiculada por meio da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) e aponta os principais riscos de desestruturação do setor de saneamento, caso a medida seja aprovada.

Entre os principais pontos de preocupação destacados na carta, refere-se ao artigo 10A da MP que retira dos municípios a prerrogativa de renovar a concessão com as companhias, obrigando que a renovação seja realizada por meio de licitação. Com isso, a medida inviabiliza a possibilidade de realização de subsídio cruzado, que permite que as companhias possam investir em cidades mais pobres com recursos arrecadados com a tarifa cobrada em cidades mais com maior potencial de arrecadação.

A MP também estimula participação privada apenas nos municípios de maior rentabilidade, ou onde as necessidades de investimento per capita são menores, o que pode aumentar as desigualdades entre cidades e regiões.

Na tarde de ontem (06), presidentes das companhias de saneamento do Brasil se reuniram na sede da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), em Brasília, para discutir e reforçar estratégias de posicionamento contrário à Medida, que está prestes a ser aprovada pela Câmara dos Deputados e Senado. A MP do Saneamento perde a validade no próximo dia 19 de novembro. Porém, da forma como está articulada em Brasília, as chances da Medida ser aprovada nos plenários da Câmara e do Senado são reais.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará
Gabinete do Governador.

SERVIÇO

*Confira AQUI na íntegra a Carta emitida pela Aesbe e assinada pelos governadores.

Cesta básica de Fortaleza tem aumento expressivo em outubro

O preço da cesta básica no mês de outubro apresentou alta em 16 das 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Segundo o levantamento divulgado hoje (7), as cidades que apresentaram aumento mais expressivo foram Fortaleza (7,15%), Porto Alegre (6,35%), Vitória (6,08%) e Rio de Janeiro (6,02%). A cesta mais cara foi a de Florianópolis, ficando em R$ 450,35, seguida pela de Porto Alegre (R$ 449,89), São Paulo (R$ 446,02) e Rio de Janeiro (R$ 443,69). Os menores valores médios foram observados em Natal (R$ 329,90) e Recife (R$ 330,20).

Em 12 meses, os preços médios do conjunto de alimentos subiram em 15 cidades, com destaque para Florianópolis (8,15%), Campo Grande (7,58%) e Fortaleza (7,02%). Os menores valores médios foram Belém (-1,45%), Goiânia (-1,34%) e São Luís (-1,19%).

No acumulado de meses de 2018, 14 capitais tiveram alta, entre elas Vitória (8,96%), Curitiba (8,40%) e Campo Grande (8,34%). Entre as que registraram queda estão Goiânia (-0,83%, Recife (-0,59%), Natal (-0,39%) e São Luís (-0,23%).

O Dieese calculou o salário mínimo ideal em outubro, baseado na cesta mais cara, de Florianópolis. O valor mínimo mensal necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.783,39, equivalente a 3,97 vezes o salário mínimo atual, de R$ 954. Em setembro, o valor tinha sido estimado em R$ 3.658,39, ou 3,83 vezes o piso mínimo do país.

Na capital paulista, o custo do conjunto de alimentos da cesta básica aumento 3,05% em relação a setembro, e se posicionou como o terceiro maior valor entre as 18 capitais pesquisadas. Nos últimos 12 meses, o conjunto de produtos variou 4,18%; nos dez meses de 2018, o acumulado foi de 5,10%.

(Agência Brasil)

Praia do Preá recebe etapa do mundial de kite surf

A Praia do Preá, em Cruz (Litoral Oeste), vai ser sede de etapa do Circuito Mundial GKA Kite-Surf Tour 2018. O certame ocorrerá, como etapa brasileira na categoria Strapless, nos dias 20 e 24 deste mês de novembro. Por aqui, o certame ganha nome de Ceará Kite Pro, numa realização da Associação Brasileira de Kitesurg (ABK).

Os três atletas do ranking masculino brasileiro – Marcos Antônio, Rafael Costa e Matheus Silva e a atleta do ranking feminino Marcela Witt, receberam o wildcard (vaga para aqueles que não participam de todo o circuito mundial) para competir.

Marcos Antônio tem apenas 19 anos de idade, é pernambucano, pratica Kitesurf profissional e trabalha como instrutor do esporte. Rafael Costa é atleta profissional da Eleveigh Kites e também compete profissionalmente. Matheus Silva está no Top 3 do Ranking Brasileiro Strapless – Wave, foi Campeão Piauiense de Kite Wave Pro e também venceu o Campeonato Cearense Pro.

Em busca de prêmios que totalizam o valor de 25 mil euros e do título de campeão mundial, Marcos, Rafael, Matheus e Marcela se juntam a nomes reconhecidos como os melhores riders do mundo como Airton Cozzolino, Matchu Lopes, Mitu Monteiro, Camille Dellannoy, Sebastian Ribeiro e Pedro Matos.

O desempenho será acompanhado e avaliado pelos juízes da GKA. Tudeo com chancela e o reconhecimento da Federação Internacional de Vela (World Sailing) e da CBVela (Confederação Brasileira de Vela).

(Foto – Ilustrativa)

Ministério do Trabalho vai ser incorporado a outra área, avisa Jair Bolsonaro

Após reunião com o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, e o futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje (7) que pretende extinguir o Ministério do Trabalho e fundi-lo a outra pasta. Ele não informou detalhes. “O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério, disse”

Criado há 30 anos, o Ministério do Trabalho divulgou nota ontem (6), por meio da assessoria, informando sobre a importância de ser mantido como uma pasta autônoma.

A nota diz que: “O futuro do trabalho e suas múltiplas e complexas relações precisam de um ambiente institucional adequado para a sua compatibilização produtiva, e o Ministério do Trabalho, que recebeu profundas melhorias nos últimos meses, é seguramente capaz de coordenar as forças produtivas no melhor caminho a ser trilhado pela nação brasileira, na efetivação do comando constitucional de buscar o pleno emprego e a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros”.

Itamaraty

Questionado sobre o nome do futuro chanceler, Bolsonaro afirmou que busca um diplomata de carreira, sem viés ideológico. “Estamos buscando alguém sem o viés ideológico. Há vários nomes, e assim como na Defesa teremos um [militar] de quatro estrelas, no Itamaraty teremos um diplomata.”

O presidente eleito disse que pretende fechar representações brasileiras “ociosas”, sem citar quais seriam essas representações. A rede consular brasileira é uma das maiores do mundo, consiste em um conjunto de embaixadas, consulados e vice-consulados.

Bolsonaro reiterou ainda que vai viajar para os Estados Unidos, mas disse que seu estado de saúde por enquanto não o permite.

Banco Central

Bolsonaro afirmou ainda que o atual presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, poderá permanecer à frente do banco em seu governo. “Pode ser. O Paulo Guedes está com tudo rascunhado. Está em vias de ser anunciado.” Mais cedo, Goldfajn não quis confirmar essa possibilidade.

O presidente eleito confirmou a unificação das pastas da Justiça e Segurança Pública em uma única – a da Justiça sob comando do juiz federal Sergio Moro. Ele disse ainda que, por sugestão do setor produtivo, Agricultura e Meio Ambiente permanecerão separados.

GSI

Ao ser questionado sobre o porquê de ter nomeado o general da reserva Augusto Heleno para o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e, não mais a Defesa, Bolsonaro afirmou que o militar é fundamental ao seu lado. “Não posso prescindir da presença dele ao meu lado no Palácio do Planalto”, justificou o presidente eleito.

Bolsonaro afirmou que deve nomear o senador Magno Malta para algum cargo no governo, mas não disse para qual pasta. “Não deve haver um Ministério da Família [conforme vem sendo anunciado], mas [a indicação] já está em andamento, está sendo tratado com o Onyx Lorenzoni.”

Tudo pronto para o Circuito Ironman Fortaleza

Fortaleza será sede, dia 25 próximo, do V Circuito Ironman Brasil. Os principais nomes do País e do Exterior, nas categorias de Faixa Etária, participarão do evento, com mais de 1200 inscritos.

Os principais nomes do País e do Exterior, nas categorias de Faixa Etária, participarão do evento, com mais de 1200 inscritos. Pela frente, essa turma terá os desafios de 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21.1 km de corrida, brigando por uma das 30 vagas para o Mundial IRONMAN 70.3 2019, programado para a cidade de Nice, na França.

DETALHE 1 –  Uma verdadeira cidade de apoio será erguida no aterro da Praia de Iracema para o evento.

DETALHE 2 – O secretário-executivo municipal do Turismo, Erick Vasconcelos, já está inscrito entre os competidores. Ele é atleta nesse tipo de certame.

(Foto – Arquivo Pessoal)

“Quando os homens maus falam em nome de Deus e das armas, a vida corre perigo”

165 2

Com o título “A triste noite”, eis artigo de Rosemberg Cariry, cineasta e escritor. Ele chora a derrota da esquerda e lamenta ter eclodido das urnas “um País em seu feitio mais brutal, violento, racista e autoritário”. Confira:

Sim, choramos, porque os nossos olhos não acreditavam no que viam e os nossos corações não podiam aceitar sem dor tamanha tragédia. Cercado por um aparato militar, o líder racista, da extrema direita, violento e cheio de ódio, falava em nome de Deus, da família e da pátria, sob os aplausos dos fiéis seguidores.

Depois das lágrimas, os nossos olhos estavam mais límpidos e tudo ganhou uma insuportável transparência, nos adveio uma dolorosa lucidez. Sim, este é o País em que vivemos, em seu feitio mais brutal, violento, racista e autoritário. Sim, muitos colaboraram com a ascensão do fascismo, mas não todos. Como pode parte do povo brasileiro marchar de forma tão cega para o matadouro, arrastando consigo a outra parte? Como pode, de forma tão servil, renegar a liberdade? Agora, em vez de diálogos, mais repressão. Em vez de livros, mais armas. Em vez de escolas e universidades, mais presídios. Em vez de florestas, mais risco de sua destruição. Em vez de justiça social, mais favorecimento dos ricos. O grande capital está em festa, abertas foram as porteiras da grande colônia Brasil para o saque final. Aleluia, aleluia, gritam os neopentecostais, guiados por seus pastores em transe. Agora são livres para massacrar gays, atacar terreiros de umbanda, acabar com os índios hereges e tomar as suas terras. Em nome do Senhor, vão querer decretar o fim do livre pensar e do livre arbítrio. Tentarão impedir o nosso sonho, vigiando o nosso sono, mas o sono acabou.

Quando os homens maus falam em nome de Deus e das armas, a vida corre perigo. Sob o guarda-chuva da força e do arbítrio se abrigam os covardes. De tudo isso sabemos, mas também sabemos que, daqueles que resistem, virá a flor e a canção de liberdade.

Parafraseando Sartre, afirmo que, mais do que nunca, é preciso compreender que somos livres para escolher de qual lado estamos. Mais do que nunca se faz necessária a poesia e a arte. Entre ruínas e escombros, não nos deve faltar a coragem de lutar e recomeçar. Mas, por precaução, amigo, põe em dia o teu passaporte, consulta os mapas e refaz as trilhas.

(Para Chico Buarque – a canção que resiste).

*Rosemberg Cariry

ar.moura@uol.com.br

Cineasta e escritor.

Feirão Limpa Nome da Serasa – Cliente que que renegociar dívidas tem até 1º de dezembro

233 1

O Feirão Limpa Nome Serasa já começou e quem está com dívidas tem até o 1º de dezembro deste ano para pagá-las com desconto e se livrar da dívida. Para ajudar os endividados, que são quase 60 milhões, a Serasa mobiliza empresas que dão desconto de até 90% da dívida. Descontos variam de dívida para dívida, sendo maior desconto para quem pagar à vista.

Cadastrando-se no site www.serasaconsumidor.com.br/feirao, o cliente poderá ter acesso a opções de negociação com empresas como Santander, Itaú Unibanco, Net, Claro, Bradesco, Vivo, Recovery, Tricard entre outras, que têm o intuito de promover condições mais favoráveis para pagar sua dívida com desconto e ter o nome limpo novamente.

O Feirão pode renegociar as dívidas de até 33 milhões de endividados.

Mega-Sena pode pagar nesta quarta-feira prêmio de R$ 22 milhões

A Mega-Sena pode pagar hoje (7) um prêmio de R$ 22 milhões para o apostador que acertar as seis dezenas. O sorteio do concurso 2.095 será realizado às 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte estacionado na cidade mineira de Manhumirim.

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, pela internet ou em qualquer lotérica do país. Aplicado na poupança o valor do prêmio renderia cerca de R$ 81,7 mil por mês.

A pessoa poderá fazer o seu jogo até as 19h (horário de Brasília) em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50

Mega-Sena da Virada

A Mega da Virada, que está fazendo 10 anos, vai pagar este ano o prêmio de R$ 200 milhões. As apostas para o concurso especial de 31 de dezembro já podem ser feitas por meio do volante específico em todas as lojas lotéricas.

Segundo a Caixa, este ano, pela primeira vez, os apostadores também vão ter a opção de registrar suas apostas de qualquer local e a qualquer hora pelo portal Loterias Online, canal digital de apostas das Loterias Caixa.O portal lançado em agosto.

Para isso, o apostador precisa ser maior de 18 anos, ter CPF válido e cartão de crédito. O superintendente nacional de Loterias da Caixa, Gilson Braga, orienta as pessoas para que façam logo suas apostas.

“A dica é que já façam suas apostas, para que não sejam surpreendidos no momento final e acabem perdendo a oportunidade de participar deste grande concurso e quem sabe ter a chance de se tornar milionário”, disse.

(Agência Brasil)

Diplomação de Bolsonaro deve ocorrer no dia 11 de dezembro

A diplomação do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deve ocorrer no próximo dia 11 de dezembro, segundo informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nesta manhã de quarta-feira, a presidência do TSE entrou em contato com o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni para agendar a solenidade.

O TSE sugeriu a Onyx, coordenador do governo de transição e anunciado como futuro ministro da Casa Civil, que Bolsonaro e o PSL antecipem em cinco dias suas prestações de contas, cujo limite é o dia 17 de novembro.

Segundo o TSE, dessa forma será possível cumprir os prazos do calendário eleitoral e realizar a solenidade de diplomação do presidente eleito em 11 de dezembro – um dia antes da data prevista para que Bolsonaro se submeta a um procedimento cirúrgico.

A data limite para a diplomação é 19 de dezembro. Conforme o TSE, Onyx disse que irá consultar Bolsonaro e retomar o contato com o TSE até o meio-dia de hoje.

(Com Agência Brasil)

Haddad visita Lula após derrota nas urnas

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República neste ano, visitou, nesta quarta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR). A informação é do Portal Uol, adiantando ter sido a primeira vez que eles se encontraram após o resultado da eleição de 28 de outubro, quando Jair Bolsonaro (PSL) derrotou o petista no segundo turno.

O petista permaneceu por pouco mais de três horas com o ex-presidente, mas saiu do edifício direto para um táxi, que seguiria até o aeroporto, sem conceder entrevista à imprensa, que o aguardava no portão. Haddad ali chegou por volta das 8h45min e ingressou às 9 horas, horário autorizado para a entrada dos advogados, deixando o prédio aproximadamente às 12h10min. Haddad saiu do local sem dar entrevistas.

Lula está preso desde o dia 7 de abril por corrupção e lavagem de dinheiro. No segundo turno, no entanto, após a mudança de estratégia da campanha petista, Haddad deixou de vir a Curitiba para se encontrar com o ex-presidente.

(Foto – Reprodução de TV)

Transposição do São Francisco não termina neste ano. E agora?

Com o título “Transposição não termina este ano”, eis artigo do deputado federal reeleito Leônidas Cristino (PDT). O parlamentar diz, no testo, que a situação hídrica “é preocupante, porque as reservas hídricas disponíveis nos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de Fortaleza estão no limite”. Confira:

Depois de seis anos de seca, e neste ano uma estação de chuvas insuficiente para repor o estoque de água nos açudes que abastecem o Ceará, o estado espera com urgência pelas águas da transposição do rio São Francisco. O governo prometeu concluir a obra no começo deste ano. Adiou o prazo para agosto, depois para outubro, e agora diz que vai concluir a obra no final do ano. Mas não fala a verdade.

O governo Michel Temer vai deixar para o presidente eleito a responsabilidade de concluir as obras do Eixo Norte da transposição, que beneficiam Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba, sem cumprir uma promessa para com estes estados do Nordeste. Tenho denunciado a paralisação da obra, que o governo federal demonstra a falta de interesse e de compromisso para com o abastecimento de água da população desta região do País.

Tenho dúvidas se o próximo governo vai agir de modo republicano para com o Nordeste e dar a atenção que o Ceará merece, entregando esta obra pronta com a máxima urgência. As águas do rio São Francisco chegarão ao açude Castanhão através do Cinturão das Águas, o sistema de canais, túnel e estação de bombeamento construído pelo governo do Ceará.

A situação é preocupante, porque as reservas hídricas disponíveis nos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de Fortaleza estão no limite. O açude Banabuiú, de 1,6 bilhão de metros cúbicos, está com apenas 5,88% da capacidade de armazenamento. O açude Castanhão, com capacidade para 6,7 bilhões de metros cúbicos, conserva 5,50% do estoque máximo. O açude Orós, que pode estocar até 1,9 bilhão de metros cúbicos, mantém apenas 6,86% da sua capacidade.

Da tribuna da Câmara dos Deputados, cobrei solução nas obras da transposição nos dias 10 de novembro de 2016, 9 de fevereiro de 2017 e 7 de março de 2017. O assunto pautou novos discursos nos dias 14 e 23 de março, 17 de maio e 6 de dezembro de 2017. Este ano, voltamos ao tema no dia 8 maio. O governo Temer optou pela vacilação e morosidade, não por falta de conselhos e soluções jurídicas e de engenharia apontadas por mim e alguns técnicos da área.

*Leonidas Cristino

dep.leonidascristino@camara.leg.br

Deputado Federal (PDT).

Ao lado de Toffoli, o presidente eleito pede união entre poderes para governar

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje (7), ao lado do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, disse que “ninguém governa sozinho” um país como o Brasil. Ele apelou para a união entre os Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário. “Não sou eu, nós não podemos errar.”

Bolsonaro prometeu trabalhar em conjunto com os poderes Judiciário e Legislativo a fim de aperfeiçoar as leis de combate à violência e à criminalidade. “O Brasil tem desafios enormes a serem vencidos, mas temos potencial para superá-los.”

O presidente eleito disse que entre os desafios estão a necessidade de mudanças nas regras da Previdência Social, na responsabilidade fiscal e tributária e na melhoria da segurança pública. “Temos grandes desafios, mas com a união das autoridades e do povo, temos condições de encontrar alternativas”, destacou.

O presidente da Corte defendeu a necessidade de um pacto republicano. “Da parte do STF, estamos honrados com sua manifestação de que manterá o diálogo [com as demais instituições]. Tenho certeza de que este gesto de respeito à Constituição e às instituições renova a democracia”, disse Toffoli.

Agenda

Bolsonaro se encontra hoje à tarde com o presidente Michel Temer para formalizar o início do governo de transição. Em Brasília desde ontem (6), o presidente eleito já conversou com comandantes do Exército, da Marinha e Aeronáutica, além do ministro da Defesa e dos presidentes do STF e do Superior Tribunal de Justiça, João Noronha.

(Agência Brasil)

Inflação oficial fica em 0,45% em outubro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,45% em outubro. É a maior taxa para o mês desde outubro de 2015 (0,82%). O índice ficou abaixo do 0,48% de setembro.

O IPCA foi divulgado hoje (7), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O indicador acumula inflação de 3,81% no ano e de 4,56% em 12 meses.

Os principais responsáveis pela inflação de outubro foram os gastos com transportes e alimentação. Os transportes, por exemplo, tiveram alta de preços de 0,92%, puxada principalmente pelos combustíveis (2,44%).

Foram observados aumentos de preços no etanol (4,52%), óleo diesel (2,45%), gasolina (2,18%) e gás veicular (2,45%). Apesar disso, todos eles tiveram uma inflação mais moderada do que em setembro.

Já o grupo alimentação e bebidas apresentou alta de preços de 0,59%, motivada por produtos como o tomate (51,27%), batata-inglesa (13,67%), frango inteiro (1,95%) e carnes (0,57%).

Os demais grupos de despesa tiveram as seguintes taxas em outubro: habitação (0,14%), artigos de residência (0,76%), vestuário (0,33%), saúde e cuidados pessoais (0,27%), despesas pessoais (0,25%), educação (0,04%) e comunicação (0,02%).

(Agência Brasil)