Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Senado – Comissão do Impeachment retoma trabalhos nesta semana

“O afastamento da presidenta Dilma Rousseff do cargo, na última semana, não significa o fim do processo de impeachment, nem o encerramento dos trabalhos no Senado em relação ao assunto. A Comissão Especial do Impeachment voltará a se reunir nesta semana, já na condição de Comissão Processante, para começar a definir os próximos passos da ação contra a presidenta afastada.

Nesta terça-feira (17), o presidente da comissão, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), e o relator do processo, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), se reunirão com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e assessores jurídicos, para tomar conhecimento dos detalhes legais do procedimento a partir de agora.

Lewandowski assumiu, na última semana, a condição de presidente do processo contra Dilma, mas quem presidirá os trabalhos da comissão é Lira. Isso significa que o presidente do STF passará a ser a última instância recursal, para resolver dúvidas e questionamentos. Assim, em questões de ordem apresentadas pela base de apoio a Dilma, por exemplo, caso a resposta de Lira seja negativa, os senadores poderão recorrer a Lewandowski.

O presidente do Supremo já tem, inclusive, uma sala reservada no Senado, em caso de haver necessidade de despachar por lá. No entanto, ele já comunicou que pretende acompanhar os trabalhos da comissão a distância, de seu gabinete no STF. Lewandowski também já assinou seu primeiro ato como presidente do processo, o mandado de citação para que Dilma apresente defesa no prazo de 20 dias – que começou a contar na última quinta-feira (12).

O ato deu início à nova fase do processo, que também vai incluir a produção de provas, a tomada de depoimentos de testemunhas e debates entre defesa e acusação, tudo no âmbito da Comissão Processante – ela continua com a mesma formação de 21 membros que analisou, na primeira fase, a admissibilidade do processo.

Nesta nova fase, a presidenta afastada poderá prestar depoimento. Isso dependerá de os membros da comissão requererem e de ela aceitar. Dilma Rousseff não será obrigada a ir ao Senado, ela pode apenas ser convidada para prestar esclarecimentos, de acordo com o ministro Lewandowski. Ela pode ainda responder por escrito aos questionamentos dos senadores.

Por enquanto, no entanto, ainda não se sabe se haverá interesse da defesa ou da acusação na presença dela. Os primeiros requerimentos para a tomada de depoimentos só devem começar a ser apresentados a partir de quarta-feira (18), quando a comissão deve se reunir por completo pela primeira vez após a admissibilidade do processo e definir um plano de trabalho.

De acordo com o presidente Raimundo Lira, o colegiado terá prazo de 180 dias, enquanto a presidente está afastada, para concluir os trabalhos. Mas a intenção é que o relatório esteja pronto para ir ao plenário do Senado antes disso.

“Nós não pretendemos usar os 180 dias porque isso gera uma expectativa na população brasileira. Por outro lado, não vamos acelerar, nem encurtar o prazo, a ponto de prejudicar a ampla defesa da acusada”, explicou.

Ainda de acordo com Lira, não há previsão de que a comissão funcione de segunda a sexta-feira, como vinha ocorrendo na fase de admissibilidade. Em princípio, o colegiado deverá se encontrar nos dias de atividades no Senado, de terça a quinta-feira, mas isso também deve ser decidido coletivamente a partir desta semana.

Após todas as oitivas e análises de documentos, o relator deverá fazer um parecer com seu voto, admitindo ou não o crime de responsabilidade por parte da presidenta da República. Lewandowski já se manifestou contrário à hipótese de que a comissão e Anastasia analisem outros fatos estranhos ao que foi acatado pelo presidente da Câmara quando a denúncia começou a tramitar.

Assim, novos fatos que liguem a presidenta à Operação Lava Jato, por exemplo, devem ficar de fora do relatório que será apresentado por Anastasia. Ele deverá se ater às pedaladas fiscais e à edição de decretos de suplementação orçamentária irregulares.”

(Agência Brasil)

Presidente das Docas é cotado para secretário-executivo da Integração Nacional

cesarpinheiro

O peemedebista César Pinheiro embarcou, nesta madrugada de segunda-feira, para Brasília. Ali, deverá acertar seu ingresso como secretário-executivo do Ministério Integração Nacional, que tem como titular o também peemedebista Hélder Barbalho, informam setores do PMDB.

César Pinheiro nada comentou a respeito do assunto e garantiu que, em Brasília, sua agenda “só diz respeito à Companhia Docas”. Não quis falar sobre temas políticos e preferiu informar estar satisfeito com o desempenho das Docas que, no item movimentação de cargas, registrou, no primeiro quadrimestre, cerca de 4 milhões de toneladas/cargas por mês.

César adiantou que ira conversar com a Secretaria dos Portos sobre projetos da Companhia Docas, entre os quais a dragagem do Porto do Mucuripe. Não quis falar de assuntos políticos, mas o que se informa no PMDB é o senador Eunício Oliveira já costura seu nome para adjunto da Integração Nacional. Já a presidência das Docas ficaria para um membro da bancada estadual peemedebista.

Era Temer – Marilia Gabriela é convidada para a Cultura

marilia-gabriela-g

Após receber críticas pela falta de mulheres e negros em cargos de seus ministérios, o presidente em exercício Michel Temer busca um nome feminino para integrar a Secretaria de Cultura, agora vinculada ao Ministério da Educação.

De acordo com o site Glamurama, da jornalista Joyce Pascowitch, Marta Suplicy recebeu a missão de chamar a jornalista Marília Gabriela para a cadeira. O convite foi feito no sábado (14), sem sucesso. A apresentadora recusou o cargo.

Em seu perfil no Instagram, Marília não falou sobre o fato. No entanto, diversos seguidores encheram o espaço de comentários sobre o assunto, elogiando a atitude. “Um abraço por você ter se recusado a integrar esse vergonhoso e usurpador desgoverno”, disse um dos seguidores. “Representou negando-se a participar de um governo golpista e corrupto. Aquilo não é pra você. Deixa pra Marta e pra Ana Amélia”, comentou outro.

(Com Agências)

Cauby Peixoto morre em São Paulo aos 85 anos

76 1

cauby

Morreu por volta das 23h50min desse domingo, 15, em São Paulo, o cantor Cauby Peixoto. Ele estava internado no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi. A assessoria de imprensa do cantor confirmou a informação ao band.com.br no começo da madrugada desta segunda-feira,16: “É verdade, ainda não sabemos a causa, mandaremos um comunicado em breve”.

Na companhia de Angela Maria, Cauby estava em turnê pelo Brasil com o espetáculo120 anos de Música. O repertório do show era baseado no disco Reencontro, mas também contemplava faixas de outras parcerias dos dois.

Em setembro do ano passado, o cantor chegou a cancelar uma apresentação por conta de uma gripe. Em março de 2015, ele chegou a ser internado em estado grave no hospital Santa Isabel em São Paulo, mas o motivo da internação foi mantido em sigilo pela família.

(Com Agências)

Temer já fala como presidente e garante: se for efetivado, não disputará reeleição

temers

“Os votos que a senhora presidente recebeu, eu também os recebi”, disse, nesta noite de domingo, em entrevista exclusiva à jornalista Sônia Bridi, do Programa Fantástico (Globo), o presidente em exercício Michel Temer (PMDB). Ele lembrou que,  na urna eletrônica, apareciam as fotos de Dilma e dele, destacando que havia uma aliança politica, no caso do PT com o PMDB,

Temer quis rebater assim a crítica de que não teria legitimidade para estar como presidente da República.

Michel reafirmou que vai priorizar a política de crescimento do País e da pacificação. Assegurou também que não vai mexer nos avanços sociais como o Bolsa Família.

Prometeu fazer uma União entre os Estados no âmbito da segurança pública e que vai convocar os secretários estaduais da área para discutir ações. Temer lembrou que também já foi secretário da Segurança Pública de São Paulo.

Reiterou o presidente em exercício que vai enfrentar o problema da Previdência Social. Sobre crítica de ter feito um ministério só de homens, explicou ter sido inevitável fazer uma composição política, o que se exige numa democracia. Os partidos trouxeram vários nomes, mas observou estar convicto de que escolheu os melhores. A resposta foi à indagação de que prometeu uma equipe de notáveis.

Sobre ausência de mulheres em seu ministério, disse que a chefia de seu gabinete é ocupada por uma mulher. Garantiu que os ministérios da Cultura e o da Ciência e Tecnologia serão ocupadas por mulher. Sem status de ministro, indagou-se, no que disse que não é rótulo que vai provar quem trabalha e age bem.

E o senador Romero Jucá, investigado na Lava Jato, será afastado se virar réu? Temer elogiou Jucá, sua competência e disse que, sob o foco econômico, ninguém conhece o orçamento como ele, destacando que foi líder de três Governos e hoje quer ajudá-lo a governar o País. Caso vire réu, disse : “Vou examinar!’

Temer garantiu que pretende manter a cúpula da Polícia Federal, hoje investigando a Lava Jato. Sobre seu nome citado como patrocinador de um diretor na Petrobras, no caso Jorge Zelada – denúncia feita pelo senador cassado Delício do Amaral – garantiu que competia à bancada peemedebista

Sobre o possível recebimento de R$ 5 milhões para sua campanha, que teria vindo de uma empreiteira, Temer descartou irregularidade.

O presidente em exercício, indagado se a renúncia de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara, facilitaria as coisas, disse: “Tanto faz. Pra mim, não altera nada!”  O TSE investiga a chapa Dilma-Temer por doações ilícitas, Michel reiterou que a irregularidade envolveria a campanha da presidente afastada e não a dele.

Que legado gostaria de deixar caso se confirme no cargo? “Diminuir o desemprego e pacificar o País”. Garantiu Temer que, cumprindo essa tarefa, não postulará reeleição: “Estaria satisfeito”, enfatizou.

DETALHE – O presidente em exercício deu entrevista lembrando que “ainda” não é o titular do Palácio do Planalto.

Venezuela nega retaliação ao afastamento de Dilma

72 1

A Venezuela negou que tenha adotado qualquer medida contra o novo governo brasileiro, por ter chamado ao país o embaixador Alberto Castellar. Segundo o Itamaraty, o governo venezuelano explicou que Castellar deixou Brasília para participar de um compromisso, agendado há algum tempo. A explicação foi dada ao embaixador brasileiro na capital venezuelana.

Nessa sexta-feira (13) o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou a convocação do embaixador após a aprovação pelo Senado brasileiro da abertura do processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff por até 180 dias.

“Pedi ao nosso embaixador no Brasil, Alberto Castellar, que venha para Caracas”, disse Maduro, que considera que houve “um golpe de Estado” no Brasil, em declarações transmitidas por emissoras de rádio e de televisão.

Nessa sexta-feira, o Ministério das Relações Exteriores rebateu em nota oficiai as críticas feitas pelos governos da Venezuela, de Cuba, da Bolívia, do Equador e da Nicarágua quanto à legalidade do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

(Agência Brasil)

Maduro retira embaixador da Venezuela do Brasil

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, pediu nessa sexta-feira (13) ao embaixador do país no Brasil para regressar a Caracas, depois de o Senado brasileiro ter aprovado a abertura do processo de destituição da presidente Dilma Rousseff.

“Pedi ao nosso embaixador no Brasil, Alberto Castellar, que venha para Caracas”, disse Nicolas Maduro, que considera que houve “um golpe de Estado” no Brasil, em declarações transmitidas pela rádio e pela televisão.

“Estivemos a avaliar (…) esta dolorosa página da história do Brasil (…). Quiseram apagar a história com uma jogada totalmente injusta com uma mulher que foi a primeira presidente que teve o Brasil”, afirmou.

Maduro classificou o afastamento de Dilma Rousseff, na sequência da decisão do Senado, “uma canalhada contra ela, contra a sua honra, contra a democracia, contra o povo brasileiro”.

Reafirmando que houve um golpe de Estado no Brasil, apelou aos seus homólogos na região para que reflitam no que aconteceu com Dilma Rousseff.

Nicolas Maduro advertiu para o perigo do “vírus do golpismo” voltar a tomar conta da América Latina, arrastando consigo “grandes convulsões sociais outra vez”.

Na sexta-feira (13), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) rebateu as críticas dos governos da Venezuela, de Cuba, da Bolívia, do Equador e da Nicarágua quanto à legalidade do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Em nota, o Itamaraty disse “rejeitar com veemência” o que classificou como propagação de falsidades por partes desses governos em relação ao impeachment. A assessoria do Ministério de Relações Exteriores informou que o afastamento de Dilma ocorreu “em quadro de absoluto respeito às instituições democráticas e à Constituição federal”.

(Agência Brasil)

Caminhada lembra o Dia Internacional de Intolerância ao Glúten

Neste domingo (15), a partir das 7h30min, os universitários da Estácio Fic, em parceria com a Associação dos Celíacos do Brasil no Ceará (ACELBRA-CE), se reunirão em caminhada para comemorar o dia internacional dedicado ao celíaco, pessoa com intolerância ao glúten.

A ação terá início na entrada da trilha do Cocó, na Avenida Sebastião de Abreu, e seguirá até o estacionamento do Supermercado Pão de Açúcar, na avenida Engenheiro Santana Júnior, onde será servido um café da manhã para os participantes.

Além disso, haverá no local uma aula de zumba, aferição da pressão arterial, verificação de glicemia e ainda o concurso para escolher o “Melhor Prato sem Glúten”. A ação também terá a parceria do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), Bienutrir, Levíssima e Viverde.

Dia Internacional de Combate à LGBTransfobia será lembrado no Ceará

 

LGBT-LOGO

O Dia Internacional de Combate à LGBTransfobia, celebrado a cada 17 de maio, terá vasta programação alusiva no Ceará. A Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT do Gabinete do Governador, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Diversidade Sexual, a Prefeitura de Aquiraz, por meio da Secretaria de Cultura, a Prefeitura de Acaraú e Prefeitura de Pacatuba, por meio da Coordenadoria de Diversidade Sexual, promoverá uma semana de atividades em alusão à data.

O evento “Ceará de Cidadania contra a LGBTransfobia” tem como objetivo contribuir com a celebração da data, que simboliza a retirada, em 1990, pela Organização Mundial de Saúde, do termo homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças. Com isso, esse dia se constitui como símbolo da luta pelos direitos humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), bem como contra a violência, o preconceito e discriminação em razão de orientação sexual e/ou identidade de gênero. No Brasil, a data faz parte do calendário oficial desde 2010.

Para o coordenador Especial de Políticas Públicas para LGBT, Narciso Júnior, promover essas atividades é firmar o compromisso em reconhecer que a luta contra qualquer tipo de opressão e violência que limite a vida das pessoas LGBT deve ser pautada todos os dias, nos mais diversos espaços.

Programação

14/5 (sábado)
Seminário Diversidade Sexual e Combate a Homofobia de Aquiraz
Local: Auditório da Casa do Saber Justiniano de Serpa
Praça das Flores, Centro de Aquiraz
Horário: 9 ás 12h
(Atividade realizada em parceria com Secretaria de Cultura de Aquiraz)

15/5 (domingo)
Ato show Contra a Homofobia/Parada pela Diversidade Sexual e Combate a Homofobia de Aquiraz
Local: Concentração em frente à Escola Alda França, na Av. Nossa Sra. De Lourdes seguindo para o estádio de Aquiraz.
Horário: a partir das 15h
(Atividade realizada em parceria com Secretaria de Cultura de Aquiraz)

16/5 (segunda-feira)
Palestra “Discutindo a Diversidade Sexual e Combate à Homofobia”
Local: Casa das Coordenadorias Especiais do Gabinete do Governador
Horário: 8h30min
– Atividade específica com os/as adolescentes do Projeto Primeiro Passo

17/5 (terça-feira)
Audiência com a SSPDS e representantes do Movimento LGBT
Local: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará
Horário: 14h30min

18/5 (quarta-feira)
Blitz e Bandeiraço contra a Homofobia
Local: Av. 05 do Jereissati I (Maracanaú)
Horário: 18h

19/5 (quinta-feira)
Seminário “Diversidade Sexual e Combate à Homofobia se Debate Todo Dia”
Local: Centro Vocacional Tecnologico (CVT) em Acaraú
Horário: 8h às 12h

20/5 (sexta-feira)
Ato Show Cultural Contra a LGBTfobia
Local: Praça da Gentilândia – Av. 13 de Maio
Horário: a partir das 19h
(Atividade realizada em parceria com a Coordenadoria da diversidade Sexual da Prefeitura de Fortaleza)

21 de maio (sábado)
Encerramento da Semana de Luta Contra a LGBTfobia
Ato Show Ceará de Cidadania Contra a Homofobia
Local: Polo de Lazer do Jereissati II (Pacatuba)
Horário: a partir das 19h.

Comissão do Impeachment só volta a se reunir no dia 24

CAE - Comissão de Assuntos Econômicos

“Na próxima terça-feira o presidente da comissão do impeachment, senador Raimundo Lira, e o relator, Antonio Anastasia, vão se encontrar com Ricardo Lewandowski, no STF, para debater o cronograma do processo contra Dilma Rousseff.

 Já é consenso que o rito de 1992 deve ser repetido e um cronograma, que preverá a conclusão do processo entre quatro e cinco meses será fechado.

Depois da reunião o calendário será levado para aprovação da comissão que, devido a viagens internacionais de alguns senadores, só volta a se reunir no dia 24.”

(Veja Online)

Xô, Mosquito! Cidades cearenses têm alto índice de infestação do mosquito

Aedes_aegypti_CDC-Gathany
“Dos 82 municípios do Ceará que fizeram o Levantamento Rápido de Índice de Infestação para Aedes aegypti no primeiro trimestre de 2016, 26 deles apresentam risco de surto de doenças transmitidas pelo mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika vírus.

O risco de surto é quantificado a partir do Índice de Infestação Predial (IPP), que relaciona o número de imóveis com infestação do mosquito com o total de imóveis pesquisados. Cidades com IPP acima de 4% são consideradas de alto risco. O topo da lista de municípios nessa situação é encabeçada por Canindé, no Norte do estado, com IPP de 16%, seguido por Quixeramobim, no Sertão Central, com 15,2%, e Caridade, também no Norte, com 13,3%. A informação foi divulgada ontem (12) pela Secretaria da Saúde do Ceará.

Segundo a assessora técnica do Núcleo de Controle de Vetores da Secretaria da Saúde, Richristi Gonçalves, o alto índice de infestação dos 26 municípios não significa que essas cidades têm muitos casos de dengue, chikungunya e Zika.

“Não há uma relação direta entre um fator e outro. Porém, a alta infestação é um indicativo de risco. O fato de haver índices elevados faz com que a gente redirecione as ações de combate ao mosquito. Elas precisam ocorrer de forma mais intensa agora.”

O levantamento do primeiro semestre de 2016 também revela que metade dos focos de Aedes aegypti são encontrados em reservatórios localizados ao nível do solo, como barris, poços. tanques e tinas. A assessora técnica disse que esse dado tem relação com famílias que armazenam água em casa para uso diário.

“Isso acontece principalmente em municípios onde o abastecimento é irregular, e mesmo onde não há essa irregularidade, pois as pessoas têm o temor de que falte água. A cultura de armazenar água não é o problema. A questão é ter esse depósito desprotegido, facilitando a entrada do mosquito para pôr seus ovos.”

O levantamento é recomendado para cidades com mais de 2 mil imóveis em suas zonas urbanas, e com periodicidade trimestral. No Ceará, 162 dos 184 municípios se encaixam nesse perfil. No levantamento feito em novembro de 2015, 39 participaram e 7 apresentaram IPP acima de 4%. Um desses era Tauá, a 342 quilômetros da capital, que estava com índice de infestação predial de 15%. Neste último estudo, apesar de ainda figurar no ranking de alto risco, a cidade reduziu sua infestação para Aedes aegypti para 4,8%.

A capital Fortaleza tem IPP de 2% e está na lista de municípios com médio risco (IPP entre 1% e 3,9%), junto com outros 32. Já as cidades que possuem baixo risco de surto (abaixo de 1%) somam 23. Desses, 9 municípios possuem IPP igual a zero.”

(Agência Brasil)

Henrique Meirelles não descarta volta da CPMF

meirlele

“O novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não descartou a utilização de impostos, como a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), para equilibrar as contas públicas ante o déficit elevado do setor. O ministro admitiu, porém, que o nível de tributação do país é alto e que é preciso diminuir o peso dos impostos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) para estimular o crescimento da economia. Meirelles deixou claro que haverá aumento de impostos caso seja necessário e que esta alta será temporária.

“A prioridade hoje é o equilíbrio fiscal, o estabelecimento do equilíbrio da dívida pública. Não há dúvida que caso seja necessário um tributo ele será proposto, mas certamente temporário, porque sabemos que o nível de tributação já é elevado e um fator negativo para o crescimento”, disse. Meirelles destacou que a carga de impostos no Brasil é uma das mais elevadas entre os países emergentes.

Durante várias vezes, o ministro deixou claro que o objetivo é dar prioridade a questão da dívida pública e seu crescimento a “níveis insustentáveis”. Segundo ele, o mais importante é a sustentabilidade da dívida, ou seja: a capacidade de o Estado se financiar. Meirelles voltou a mostrar preocupação com as questões econômicas, mas não quis antecipar em quanto tempo será possível saber qual a real situação das contas públicas.

“Vou dizer que sou o primeiro interessado em saber. Estou muito preocupado com isso e trabalhando intensamente, mas não posso dar uma resposta, uma estimativa de quanto tempo nós teremos, uma visão, porque vai depender da análise e da avaliação dessas contas. Espero que o mais rápido possível”, enfatizou.”

(Agência Brasil)

Ciro Gomes: “O governo que nasce, não merece nem respeito, nem acatamento da Nação”

93 3

foto ciro gomes

O ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência da República em 2018, usou sua página no Facebook para criticar a administração do presidente em exercício, Michel Temer. Confira:

“O governo que nasce não tem legitimidade. Não merece nem o respeito, nem o acatamento da Nação brasileira”.

Para Ciro, é hora dos brasileiros agirem “com muita força, mas também com sensatez e espírito público” e não deixar de reler “o notável discurso de saída” de Dilma, feito na manhã desta quinta-feira, 12, para planejar reação.

Ciro conclui:  “Voltarmos à luta com humildade para entender os graves erros que foram cometidos por nossas forças progressistas e, mais que isso, nos entregarmos à tarefa inadiável de qualificar programaticamente nossa relação com as gravíssimas contradições que iremos enfrentar diante de um País atolado em gravíssima crise econômica e política”.

Eleições 2016 – Governo promete verbas

henriri

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Abelardo Benevides, participou, nesta sexta-feira, 13/5, em Brasília, da primeira reunião de trabalho convocada pelo novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, com todos os presidentes dos Regionais.

O ministro Gilmar Mendes comunicou aos presidentes dos TREs que já conversou com o presidente da República em exercício, Michel Temer, e com o ministro do Planejamento, Romero Jucá, e garantiu: ouviu deles a promessa de que haverá restabelecimento dos valores cortados no orçamento das eleições municipais de outubro.

(Foto -TSE)

Casa Amarela Eusélio Oliveira inscreve para curso de animação e fotografia

A Casa Amarela Eusélio Oliveira, equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará, recebe inscrições, por meio do Núcleo de Cinema de Animação (Nuca) e a partir desta segunda-feira (16), para o curso básico de Cinema de Animação, que retorna após três anos sem atividades. Também será ofertada turma extra do curso básico de Fotografia. As inscrições seguem até o preenchimento das vagas.

Os interessados devem comparecer à secretaria da Casa Amarela portando cópias do CPF, do RG e uma fotografia 3×4. Para se inscrever é necessário ter idade mínima de 12 anos (curso de Animação) e 16 anos (Fotografia).

São ofertadas 32 vagas para a turma de Fotografia e 20 para a de Cinema de Animação. As aulas têm início no dia 6 de junho, totalizando 60 horas e duração média de cinco semanas. A área de Animação tem ganhado força no cenário audiovisual independente brasileiro. No Ceará, a linguagem também vem experimentando crescimento.

SERVIÇO

*Casa Amarela Eusélio Oliveira – Avenida da Universidade, 2591, Benfica.

*Os conteúdos programáticos e outas informações sobre as inscrições estão disponíveis na página da Casa Amarela no Facebook: http://goo.gl/aHJLAe.

Era Temer – Imprensa internacional adota tom crítico

“Após adotar uma cobertura factual durante a votação do Senado sobre o início do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, a imprensa internacional começa a adotar um tom mais crítico a respeito do governo Temer. A revista britânica The Economist afirmou, em sua nova edição, que o apelo do presidente interino Michel Temer em favor de reformas econômica no país pode se transformar em uma “luta difícil”.

Segundo a revista, os congressistas, por não estarem exatamente interessados em cortes de gastos e aumentos de impostos, podem “resistir ao aperto de cinto necessário, especialmente [tendo em vista] a corrida para importantes eleições locais de outubro”. A publicação lembrou que Temer é acusado pelos apoiadores de Dilma Rousseff de ser um usurpador do poder.

De acordo com a revista, Temer “carece de legitimidade eleitoral para [executar] as reformas estruturais radicais, como as pensões generosas, as leis trabalhistas rígidas, os impostos bizantinos” e o sistema eleitoral. “É o caso de, se e quando, ele terá em mãos as chaves do [Palácio] da Alvorada”, destacou The Economist.

O jornal norte-americano Los Angeles Times afirmou que o novo governo terá de superar as “acusações de que tomou o poder ilegitimamente e, ao mesmo tempo, enfrentar a pior recessão do Brasil em décadas”. No noticiário e no site, a rede de televisão CNN informou que a presidenta afastada Dilma Rousseff terá, depois da aprovação do início do processo de impeachment, “os próximos 180 dias para enfrentar as acusações de que contrariou as leis orçamentárias, [enquanto] Temer tem a tarefa imensamente difícil de conquistar a confiança dos brasileiros”.

O jornal canadense The Globe and Mail, depois de enumerar as medidas anunciadas pelo presidente interino Michel Temer para ajustar a economia e atrair investimentos, acrescentou que a Operação Lava Jato atinge sete dos 24 ministros anunciados pela administração que substituiu Dilma Rousseff.

E sua edição norte-americana, o jornal britânico The Guardian disse que Michel Temer prometeu restaurar a confiança na maior economia da América Latina, mas para realizar a tarefa nomeou um ministério “visivelmente branco” em uma das nações “mais etnicamente diversas do mundo”.

Na matéria principal da seção internacional, o New York Times publicou que a primeira escolha de Temer para ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação era um criacionista (que se opõe à teoria de evolução das espécies) e que ele próprio (Temer) é o primeiro líder brasileiro em décadas que não incluiu mulheres em seu gabinete.

Para a revista norte-americana Time, o escândalo que atingiu a Petrobras revelou a corrupção profunda de todo o setor político brasileiro, não só os líderes do PT, mas também os dirigentes da oposição.

“Temer foi implicado por testemunhas no escândalo, mas ele não foi acusado”, informou a revista. A Time lembrou que “vários membros do gabinete de Temer foram atingidos, entre outras, com acusações de corrupção”.

(Agência Brasil)

Banco Central – Nome do presidente sai na segunda-feira

“Na primeira entrevista à imprensa, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (13) que anunciará os nomes que vão compor a equipe do ministério, do presidente do Banco Central e de bancos públicos na próxima segunda-feira (16). Meirelles disse que os nomes já “estão encaminhados” e durante o final de semana vai chegar a uma decisão final. Questionado sobre a possibilidade de Ilan Goldfajn, economista-chefe do Itaú Unibanco, assumir o Banco Central, Meirelles desconversou e enfatizou que a nova equipe será conhecida apenas na segunda-feira.

Há rumores no mercado de que o atual presidente do BC, Alexandre Tombini, permaneceria no cargo até a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), no início de junho. Ao ser questionado sobre o tempo de permanência de Tombini, Meirelles disse: “Eu vou anunciar o novo presidente do Banco Central na segunda-feira. Eu não estou dizendo quem é e quem não é. Se é ou não é Alexandre Tombini”.

Na entrevista, Meirelles, que foi presidente do BC entre 2003 e 2010, disse ainda que não faz comentários sobre gestão de seus sucessores no banco, mas destacou que acredita na estabilização da inflação e na convergência para a meta. “O quadro fiscal brasileiro vai ajudar o Banco Central nesse trabalho de convergência para a meta”, disse.

O único nome que Meirelles confirmou foi o de Tarcísio José Massote de Godoy, como secretário-executivo do ministério. O novo secretário acompanhou o ministro na entrevista.

Godoy é servidor da carreira Finanças e controle do Tesouro Nacional desde 1993. Em dezembro de 2006, foi designado Secretário do Tesouro Nacional interino. A nomeação do secretário foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Bancos públicos

Meirelles disse ainda que os nomes a serem escolhidos para os bancos públicos serão técnicos, mesmo que tenham alguma filiação partidária. “As indicações serão aprovadas diretamente por mim, independentemente de quem fez a indicação”.

Entre os bancos estão Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).”

(Agência Brasil)

Geopark Cariri ganhará plano de turismo sustentável

SEDE-GEOPARK-ARARIPE-770x400-770x400

A Secretaria das Cidades finalizou a elaboração de um plano de negócios para o Geopark Araripe (Região do Cariri). O plano, coordenado pela Unidade de Gerenciamento de Projetos – Cidades do Ceará Cariri Central dessa pasta, tem como objetivo apresentar estratégias para transformar o local em uma potência no que diz respeito ao turismo sustentável.

O plano foi elaborado a partir de estudos que identificaram os focos de atuação e as atividades necessárias para que o Geopark Araripe se estabeleça como destino turístico nos mercados regional, nacional e internacional. O plano ainda traz os principais vetores estratégicos que visam desenvolver o turismo sustentável na região.

Para sua elaboração, técnicos da consultoria contratada, mergulharam na cultura da região, identificando atividades de artesanato, agricultura, gastronomia, artes, hotelaria, dentre outras, para integrá-las ao roteiro turístico do Geopark Araripe, contribuindo também para o fortalecimento da sua imagem.

Para o Geopark Araripe, a Secretaria das Cidades também está realizando obras de infraestrutura e melhorias nos nove geossítios do local. A obra, que está em fase de conclusão, está recebendo um investimento de R$ 3.02, milhões.

Geopark Araripe

O Geopark Araripe foi o primeiro geoparque das Américas e do Hemisfério Sul reconhecido pela GGN (Global Geoparks Network) ou Rede Global de Geoparques. Opera de acordo com os regulamentos da UNESCO. Único geoparque do Brasil, ele é composto por nove geossítios que estão distribuídos em 6 municípios da Região do Cariri, na Chapada do Araripe, em uma área de 3.441km².