Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Inadimplência das empresas cresceu 5,28% em janeiro

O número de empresas inadimplentes aumentou 5,28% em janeiro, em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o indicador divulgado hoje (24) pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O crescimento do número de pessoas jurídicas negativadas perdeu força em 2016 – em janeiro do ano passado, a variação anual foi 3,52%.

Levando em consideração os dados das cinco regiões brasileiras, o indicador demonstrou que o Nordeste teve o maior avanço do número de pessoas jurídicas negativadas em relação a janeiro do ano passado (6,70%), seguido pelo Norte (5,39%), Sudeste (5,29%), Centro-Oeste (4,47%) e Sul (3,17%).

No entanto, o Sudeste teve a maior concentração de dívidas registradas pelas empresas – 43,72% do total de registros do país pertence a empresas da região. Isso se explica pelo fato de a região ter a maior participação no PIB (soma de todos os bens e serviços produzidos no país) brasileiro.

Segundo o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, o abrandamento no aumento da inadimplência, mesmo em meio à crise, tem motivo. “Há dois movimentos diferentes hoje no país. O primeiro é a redução da capacidade de pagamento das empresas, que tem a tendência de elevar o número de contas pendentes. O segundo é a restrição ao crédito, que reduz o estoque de dívidas limitando o crescimento da inadimplência. Este segundo tem prevalecido”, disse, em nota.

Houve também aumento de 3,45% na quantidade de dívidas em atraso em nome de pessoas jurídicas, na comparação com janeiro de 2016. Ainda assim, o número também está em patamar baixo em relação à série histórica. Além disso, o indicador mostrou que o número de dívidas mais recentes tem caído, enquanto o de dívidas antigas tem crescido. O número de dívidas atrasadas em até 90 dias caiu -19,94%, enquanto pendências entre 1 e 3 anos aumentou 21,29%.

O número de empresas devedoras por setor indica que o segmento de serviços (que engloba bancos e instituições financeiras) teve a maior alta de empresas negativadas em janeiro de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior (8,00%), seguido de indústria (4,78%) e comércio (4,12%). O indicador de inadimplência das empresas resume todas as informações disponíveis nas bases de dados do SPC Brasil e da CNDL. As informações disponíveis referem-se a capitais e cidades do interior das 27 unidades da federação.

(Agência Brasil)

Agnaldo Ribeiro é o novo líder do Governo na Câmara

O Palácio do Planalto anunciou que o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) vai assumir a liderança do governo no lugar de André Moura (PSC-SE). Por meio do porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, Temer agradeceu o compromisso de André Moura e disse que o novo líder continuará defendendo a agenda de reformas implementada pelo governo.

Brasília- Deputado Aguinaldo Ribeiro fala durante a sessão para votação da autorização ou não da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara dos Deputados. (Marcelo C
Ribeiro  substiuirá  André  Moura  na liderança do governo
Marcelo Camargo/Arquivo/ Agência Brasil

Ainda de acordo com o porta-voz, o presidente decidiu indicar o deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) como líder da Maioria na Câmara. Segundo Temer, o parlamentar tem “reconhecida capacidade de trabalho”, que será importante para o diálogo com os deputados da base aliada do governo.

“O presidente expressa seu agradecimento pela capacidade de negociação e liderança política manifestada pelo deputado André Moura, atributos que contribuíram para as expressivas vitórias alcançadas pelo governo na aprovação de medidas na Câmara dos Deputados. O novo líder dará continuidade ao relevante papel desempenhado até aqui pelo deputado André Moura, de Sergipe, na defesa da ambiciosa agenda de reformas que é tão necessária à retomada do crescimento do país”, disse Parola sobre a liderança de Aguinaldo Ribeiro.

Após o briefing, o Planalto divulgou uma mensagem enviada por Temer a André Moura, agradecendo ao parlamentar pelo trabalho e dizendo que o convocará “muitas vezes a cumprir tarefas importantes para o governo brasileiro”.

Deputado federal em segundo mandato, Aguinaldo Ribeiro foi ministro das Cidades no primeiro mandado da presidenta Dilma Rousseff por indicação do PP. Provindo de uma família de políticos da Paraíba, o novo líder foi eleito três vezes deputado estadual e ocupou diferentes cargos no primeiro escalão do estado e da capital, João Pessoa.

Lelo Coimba ocupa é deputado federal desde 2007. Ele foi vice-governador do Espírito Santo entre 2003 e 2006, período em que chegou a acumular os cargos de secretário da Educação e chefe da Casa Civil em diferentes momentos. Está no PMDB, partido do presidente Temer, desde 2005.

(Agência Brasil)

Temer passará o Carnaval na Bahia

O presidente Michel Temer viajou na tarde de hoje (24) de Brasília para a Bahia, onde vai passar o feriado do carnaval com a família, na Base Naval de Aratu.

Localizada às margens da Baía de Todos os Santos, em Salvador, a base da Marinha é constantemente utilizada pelos presidentes da República para descanso durante feriados prolongados, devido à tranquilidade e discrição do local.

Antes de embarcar, Temer decidiu fazer uma breve visita ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que está hospitalizado desde a última quarta-feira (22) com inflamação na vesícula biliar. Ontem, Eunício foi submetido a uma cirurgia para a retirada da vesícula, que foi realizada com sucesso.

(Agência Brasil)

Moro autoriza Delúbio Soares a retirar passaporte

O ex-tesoureiro petista Delúbio Soares compõe o roll de figuras que caíram no mensalão, conseguiram submergir por um período, mas voltaram ao epicentro de um escândalo com a Lava Jato. Mas pelo visto, suas pendências com a Justiça não o impedem de sonhar com o exterior.

Em um despacho assinado na última segunda-feira, o juiz federal Sérgio Moro autorizou o petista a retirar o passaporte na Polícia Federal de Goiânia, onde ele havia solicitado a emissão do documento.

(Veja Online)

Petrobras anuncia revisão nos preços dos combustíveis

O Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) da Petrobras decidiu reduzir o preço do diesel nas refinarias em 4,8%, em média, e da gasolina em 5,4%, em média. Os novos valores começam a ser aplicados a partir de 25/02/2017. A decisão é explicada principalmente pelo efeito da valorização do real desde a última revisão de preços, pela redução no valor dos fretes marítimos e ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno.

A Petrobras reafirma sua política de revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis com alta volatilidade. Os novos preços continuam com uma margem positiva em relação à paridade internacional, conforme princípio da política anunciada, e estão alinhados com os objetivos do plano de negócios 2017/2021.

Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores.

Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode cair 3% ou cerca de R$ 0,09 por litro, em média, e a gasolina 2,3% ou R$ 0,09 por litro, em média.

(Site da Petrobras)

UFC divulga resultado final da análise de cotas da chamada regular do Sisu 2017

O resultado final da análise de documentação comprobatória de cotas da Chamada Regular do Sistema de Seleção Unificada (SISU) 2017 já está no ar: https://goo.gl/QqcgGQ. Após o julgamento dos recursos, foram confirmadas 2.236 solicitações de matrícula. A menos que o curso tenha ingresso unificado no primeiro ou no segundo semestre, os candidatos que tiveram sua documentação confirmada devem aguardar o Resultado Final de Matrícula, no dia 2 de março, com a divisão dos aprovados por semestre de ingresso.
Para assegurar a vaga, é necessário efetuar a segunda etapa de matrícula, a Confirmação Presencial. Para os ingressantes no semestre 2017.1, será nos dias 6 ou 7 de março, na coordenação de curso. O estudante deve entrar em contato diretamente com sua coordenação de curso para se informar sobre os horários de atendimento. As aulas terão início em 13 de março.
Já os estudantes selecionados para o semestre 2017.2 deverão fazer sua Confirmação Presencial de Matrícula, na coordenação de curso, nos dias 3 ou 4 de agosto. O semestre letivo começará em 16 de agosto. A Confirmação Presencial de Matrícula é obrigatória para garantir a vaga na UFC. Na ocasião será necessário apresentar RG ou outro documento oficial com foto e assinar a ata de confirmação de matrícula.
Os 24 candidatos com documentação indeferida foram eliminados do processo seletivo SISU 2017 da UFC. Mais informações no site do SISU na UFC (www.sisu.ufc.br). Dúvidas somente pelo e-mail ingresso-sisu@prograd.ufc.br.
SERVIÇO
*Resultado final da análise de cotas da Chamada Regular (https://goo.gl/QqcgGQ)
*Calendário de Confirmação Presencial de Matrícula (https://goo.gl/XoPrwt)
*Contatos de coordenações de curso da UFC (https://goo.gl/ZtRXnf)
(Com Site da UFC)

Camilo recebe no Abolição a trupe do humor cearense

O governador Camilo Santana (PT) recebeu, no Palácio da Abolição, nesta sexta-feira, um grupo de humoristas cearenses. Com eles, pleitos para que o governo continue apoiando o movimento que tem peso importante como um dos fatores de atração turística.

Camilo santana fez post em seu Facebook reconhecendo essa turma:

Tive a alegria de receber há pouco, no Palácio da Abolição, alguns representantes do humor cearense. Estiveram presentes os humoristas Lailtinho Brega, Oscar Brito, Hiran Delmar (Coxinha), Roberto Riso, Skema, Fabinho Sofrência, Manguaça, Jader Soares (Zebrinha), Veia Cômica e Amadeu Maia (Biba).

O setor movimenta mais de três milhões de pessoas por ano e é muito importante para a economia, para divulgar o nosso estado Brasil afora. Parabéns a todos os humoristas pelo trabalho e muito obrigado pela visita.

(Foto- Carlos Gibaja)

Temer atinge 91% de reprovação no Nordeste

O peemedebista Michel Temer, com menos de um ano no cargo de presidente da República, atingiu altos índices de reprovação popular no levantamento feito pelo instituto Ipsos. De acordo com os dados colhidos entre os dias 1 e 11 de fevereiro com 1200 entrevistas em 72 municípios, 91% dos nordestinos desaprovam a gestão. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Temer também tem alto índice de desaprovação na classe C, com 79%. Eleitores com nível superior e médio são os que mais discordam das ações de Temer, com 80%. Em contrapartida, a região Norte é a que mais aprova o governo, com índice de 30%. A classe AB também é a que mais vê com bons olhos a gestão peemedebista, com 21% de aprovação. Os mais ricos são os que melhor avaliam o governo, com 19%.

Na mesma pesquisa, Temer lidera quando o assunto é baixo desempenho presidencial, com 78%. Quando comparado aos índices dos últimos presidentes, Dilma Rousseff vem em segundo com 74% de desaprovação, enquanto Lula e Fernando Henrique Cardoso estão empatados com 66%. Em relação ao índice de aprovação, Lula lidera com 31%, seguido por Dilma, com 23%, FHC, com 21%, e, por último, Michel Temer, com 17%.

O estudo aponta que a desaprovação a Temer tem aumentado – subiu três pontos percentuais em relação ao mês anterior e a aprovação apresentou queda dois pontos percentuais em relação a janeiro, ficando em 17%.

“Tanto FHC quanto Lula deixaram um legado relevante para a população, como o Plano Real no caso do primeiro e o fenômeno da ascensão social e do aumento do poder de consumo no caso do segundo, mas Lula tem estado mais em evidência por conta da Lava Jato e sugerido que será candidato em 2018. Isso mobiliza aqueles que se identificam com seu discurso e sua imagem, que ainda é positiva na memória de parte dos brasileiros por conta das realizações de seu governo. Apesar disso, é importante ressaltar que tanto Lula quanto os demais ex-presidentes apresentam altos índices de desaprovação”, diz Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs e responsável pelo Pulso Brasil.

Lideranças

Outros nomes tradicionais da política brasileira também seguem com baixa avaliação. O tucano Aécio Neves é desaprovado por 74%, assim como seus companheiros de partido José Serra e Geraldo Alckmin, com 66% e 64% respectivamente; já Marina Silva, da Rede, possui 57% de rejeição. Entre eles, Marina é a mais aprovada (28%), seguida por Serra (20%), Alckmin (17%) e Aécio (11%).

Outros nomes também foram analisados quanto ao índice de desaprovação, como Rodrigo Maia (54%); Romero Jucá (52%); Ciro Gomes (52%); Marcelo Crivella (49%); João Dória (46%); Alexandre de Moraes (44%); Rodrigo Janot (43%) e Carmem Lúcia (31%).

(O POVO Online)

Mesmo preocupado com dívidas, consumidor é mais otimista

 

Embora esteja mais preocupado em pagar as dívidas e pouco confiante em melhora da situação financeira particular em breve, o consumidor está, pouco a pouco, recuperando o otimismo com a economia brasileira. É o que aponta o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), divulgado hoje (24), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

No geral, o Inec melhorou 0,6% em fevereiro em comparação a janeiro deste ano, passando de 103,8 pontos para 104,4 pontos. É uma marca ainda inferior à média histórica de 108,7 pontos, mas que mantém a tendência de elevação gradual. Em dezembro do ano passado, o índice alcançou 100,3 pontos. Se comparado a fevereiro do ano passado, o resultado foi 5,8% melhor.

Situação financeira

Já os indicadores de endividamento, renda própria e situação financeira caíram em relação a janeiro. “Isso indica que, apesar do otimismo em relação aos preços e ao emprego, os brasileiros estão mais endividados e pouco confiantes de que sua renda e sua situação financeira irão melhorar no futuro próximo”, destaca a CNI.

Quanto maior o índice, maior o percentual de respostas positivas, ou seja, maior o percentual de pessoas que apostam em queda da inflação e do nível de desemprego, aumento da renda pessoal e das compras de bens de maior valor, com melhora da situação financeira das famílias ou menor endividamento.

Metade dos itens que compõem o Inec teve crescimento em fevereiro: compra de bens de maior valor (3,6%), inflação (3,0%) e desemprego (2,2%). Na comparação anual, a alta da expectativa em relação à redução da inflação é de 16%, patamar 4,8% acima da média histórica.

Pesquisadores do Ibope ouviram 2002 entrevistados em 143 cidades, entre os dias 16 e 20 deste mês.

(Agência Brasil)

Projeto exige aviso que oriente sobre entrada de animais em estabelecimentos

A Câmara analisa projeto que torna obrigatória a fixação de orientações sobre a entrada e permanência de animais domésticos em instituições públicas, estabelecimentos comerciais e alimentares (PL 6766/16).

A proposta dos deputados Mariana Carvalho (PSDB-RO) e Felipe Bornier (Pros-RJ) determina nos locais em que a entrada dos animais domésticos for proibida, deve-se fundamentar em breve explicação, na placa ou adesivo fixado, os motivos pelos quais ficam restritos.

“A livre circulação dos animais deve ser condizente com o ambiente e nele devem ser presumidos a higiene e as demais condições proporcionadas para a entrada dos animais. Porém deve ser permitida em locais nos quais não se fazem relevantes essa dúvida”, explicam os parlamentares

Tramitação

O projeto, que tramita conclusivamente, será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara)

OAB quer apresentar emenda ao projeto de Reforma da Previdência

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) busca o apoio de parlamentares a uma emenda global substitutiva à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que trata da reforma da Previdência Social. A ideia é conseguir 171 assinaturas de deputados e senadores para que a proposta possa ser protocolada e analisada pelo Congresso.

A presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB/RJ, Suzani Ferraro, disse que a instituição não é contra a reforma da Previdência, mas não concorda com alguns pontos da proposta do governo encaminhada ao Congresso. Por isso, preparou a emenda global substitutiva que “traz regras mais acessíveis para a atual realidade da sociedade brasileira”.

A emenda global, elaborada pela OAB em conjunto com as comissões de Previdência Social da entidade, técnicos especialistas na área, associações dos juízes trabalhistas e federais, de auditores-fiscais; e sindicatos aponta pontos que divergem da proposta do governo encaminhada ao Congresso. Entre outros itens mantém a permissão de acumular pensão por morte com aposentadoria, mas vedada pelo governo. “Se tem duas rendas que mantêm a família e um dos partícipes, por algum motivo, deixa de compor a renda, principalmente, pelo motivo da morte, é importante que possa se acumular a pensão com a aposentadoria”, afirmou.

Em outro ponto, a emenda propõe que a idade do regime geral dos trabalhadores da iniciativa privada seja igual ao regime próprio do servidor público. A OAB contesta ainda a vinculação da idade ao tempo. No lugar dos 49 anos de contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), propostos pelo governo, para o trabalhador receber a aposentadoria integral, pede que sejam 40 anos.

A emenda propõe também a permanência da possibilidade de acumular benefícios do regime geral com os do regime próprio. “Um professor universitário que dá aula na universidade pública e em universidade particular, contribui para as duas fontes, então, é justo que ele se aposente pelas duas. Isto pode e não há vedação legal hoje”, completou.

Na visão da advogada, ao apontar um déficit o governo usa o argumento para convencer a população que poderá ficar sem aposentadoria, se a PEC 287/2016 não for aprovada. “Ninguém vai conseguir trabalhar 100 anos para ter direito à aposentadoria. Vai morrer antes”, contou.

(Agência Brasil)

Dom José Antônio lançará a Campanha da Fraternidade na próxima quinta-feira

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio de Aparecido Tose, vai lançar, numa entrevista coletiva, logo após o Carnaval, a Campanha da Fraternidade 2017.

O lançamento ocorrerá na próxima quinta-feira, a partir das 9 horas, no Centro Pastoral Maria Mãe da Igreja.

O lema deste ano é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”, tendo como lema “Cultivar e guardar a Criação”.

(Foto – Paulo MOska)

Justiça Eleitoral vai divulgar títulos passíveis de cancelamento

Os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) já deram início à impressão da relação dos nomes e das inscrições dos eleitores que deixaram de votar nos três últimos pleitos, não justificaram a ausência e, por isso, poderão ter os títulos cancelados. A lista ficará disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados.

De acordo com o Provimento nº 1/2017 da Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral (CGE), de posse das relações, caberá aos cartórios eleitorais: afixar edital, no dia 22 de fevereiro, por, no mínimo, dez dias, dando publicidade às referidas relações de eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições; divulgar o edital pelos meios de comunicação (rádio, TV, jornais locais, outros); e dar ciência da afixação do edital aos partidos políticos.

Os eleitores que constarem na relação de “faltosos” deverão comparecer ao cartório eleitoral no período de 2 de março a 2 de maio de 2017 para regularizar sua situação. O cidadão deverá apresentar documento com foto que comprove sua identidade, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa e de recolhimento de multa ou de dispensa de recolhimento.

O não comparecimento para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implicará o cancelamento automático do título de eleitor, a ser efetivado de 17 a 19 de maio deste ano.

Vale lembrar que cada turno do pleito é considerado uma eleição e que a Justiça Eleitoral não expedirá nenhuma notificação ao eleitor informando sobre a pendência no cadastro eleitoral.

(TSE)

IBGE – Rendimento domiciliar per capita do brasileiro foi de R$ 1,226 mil em 2016

O rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população brasileira em 2016 foi R$ 1,226 mil, na média do país. No ano passado, este rendimento foi R$ 1,113 mil.

Calculado com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), os números foram encaminhados ao Tribunal de Contas da União (TCU) e servem como parâmetro para o rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE).

Pelos dados divulgados, dentre as 27 unidades da federação em apenas 12 o rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população ultrapassa os mil reais. Mais uma vez, o maior rendimento per capita foi registrado no Distrito Federal, onde o valor chegou a R$ 2,351 mil e o menor foi no Maranhão onde o valor pago foi R$ 575.

Em 2015, as mesmas 12 unidades da federação apresentaram rendimento nominal mensal per capita superior a mil reais como em 2016, também em 2015 o maior rendimento nominal pago foi verificado no Distrito Federal (R$ 2,254 mil) e o menor no Maranhão (R$ 509).

Depois do Distrito Federal, os maiores valores relativos à renda per capita do brasileiro foram pagos nos estados de São Paulo, com rendimento nominal mensal per capita de R$ 1,723; Rio Grande do Sul (R$ 1,554), Santa Catarina (R$ 1,458), Rio de Janeiro (R$ 1,429 mil) e o Paraná (R$ 1,398).

Segundo o IBGE, os rendimentos domiciliares são obtidos pela soma dos rendimentos do trabalho e de outras fontes recebidos por cada morador no mês de referência da pesquisa. O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares pelo total dos moradores. Estes rendimentos são calculados para cada unidade da federação e para o Brasil, considerando sempre os valores expandidos pelo peso anual da pesquisa.

(Agência Brasil)

Nova crise no Planalto deve derrubar Padilha

Do Blog do Kennedy Alencar:

Uma nova crise política bem dentro do Palácio do Planalto deverá resultar na saída de Eliseu Padilha da Casa Civil.

Ex-assessor especial da Presidência e amigo de Michel Temer, o advogado José Yunes disse à Procuradoria Geral da República que Padilha pediu em 2014 que ele recebesse um pacote de documentos no seu escritório em São Paulo. Tal pacote foi entregue pelo doleiro Lúcio Funaro, suspeito de distribuir propinas a políticos do PMDB. Preso pela Operação Lava Jato, Funaro é um operador ligado ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

A versão de José Yunes preserva o presidente da República em relação à delação de Melo Filho. Ao mesmo tempo, torna insustentável politicamente a permanência de Padilha no comando da Casa Civil.

O relato de Yunes descreve a ida do doleiro Lúcio Funaro ao escritório como uma operação de Padilha. Nesse pacote de documentos, haveria dinheiro segundo a delação de Melo Filho e também de acordo com insinuações que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha fez em questionários nos quais ele arrolou Temer como testemunha.

Ou seja, de acordo com Yunes, a entrega dos tais documentos suspeitos de serem propina não teria nada a ver com Temer, mas com um pedido de Padilha para que o escritório dele fosse usado para receber um doleiro que distribuía dinheiro de forma ilegal.

Apesar da licença para uma cirurgia, o ministro Padilha tem a obrigação de se manifestar detalhadamente. Yunes avisou Temer de que daria esse depoimento à Procuradoria Geral da República. Padilha precisa dizer se Yunes mentiu ou se falou a verdade.*

Reforma da Previdência – Tasso promete amplo debate

O senador Tasso Jereissati recebeu, em seu escritório político de Fortaleza, um grupo que reivindicou dele apoio contra possíveis retrocessos no que diz respeito à proposta da Reforma da Previdência do Governo Michel Temer.
No grupo, Crescêncio Pereira, conselheiro dá OAB, Regina Jansen, presidente da Comissão de Previdência da OAB/Ceará, Maria Cristiane, presidente da Associação dos Advogados Previdenciárias do Ceará,Maria Cleide, diretora dessa associação, e Rodrigo Pereira, chefe de gabinete da Secretaria do Turismo de Fortaleza.
Tasso Jereissati assegurou que a matéria deverá ser amplamente debatida pelo Congresso.
(Foto – Divulgação)

Previsão do tempo neste Carnaval no Brasil

O carnaval será de muito calor e pancadas de chuva isoladas em grande parte das capitais brasileiras onde a folia é tradição. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apesar da alta umidade, a previsão é de temperaturas máximas acima de 30ºC tanto na Região Sudeste quanto no Nordeste.

No Rio de Janeiro, o tempo permanece nublado a parcialmente nublado durante todo o dia de hoje (24) e há possibilidade de chuva a partir de amanhã (25), quando a temperatura máxima chega a 38ºC. No domingo (26) e na segunda-feira (27), a previsão é de pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

A partir de hoje, em São Paulo, podem ocorrer pancadas de chuva e trovoadas isoladas, que devem se manter por todo o fim de semana, até a segunda-feira. A máxima, durante o período, será de 33ºC. No domingo, a temperatura começa a cair, e a mínima prevista é de 18ºC na segunda, quando chove pontualmente forte, sobretudo de madrugada.

No Recife, a temperatura se mantém estável durante praticamente todos os dias de folia, com máxima de 33ºC e mínima de 23ºC, além de tempo parcialmente nublado e pancadas de chuva isoladas pelo menos nos próximos quatro dias.

Em Salvador, a previsão também é de pancadas de chuva isoladas. O tempo deve melhorar um pouco amanhã, quando não há previsão firme de chuva. No domingo e na segunda, volta a chover na capital baiana, com máxima de 31ºC e mínima de 23ºC.

(Agência Brasil)

Centro de Turismo vai funcionar durante o Carnaval

O Centro de Turismo do Ceará (antiga Emcetur), situado na área central de Fortaleza, vai funcionar durante o Carnaval. De acordo com o presidente da associação que congrega os 105 lojistas do equipamento, Carlinhos Bezerra, o expediente será o seguinte:

Sábado – Das 8 às 16 horas

Domingo, Segunda e Terça – Das 8 às 13 horas

Na quarta-feira de cinzas, esse polo de compras de artesanato abrirá a partir das 8 horas.

SERVIÇO

*Centro de Turismo – Rua Senador Pompeu, 350 – Centro, ao lado da Santa Casa.