Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Lula vota entre vaias e aplausos

(FILES) This file photo taken on August 29, 2015 shows Brazilian former president (2003-2011) Luiz Inacio Lula Da Silva participating in the 12th Congress of the Brazilian Workers Union (CUT) in Belo Horizonte, Brazil, on August 28, 2015.  Brazil police search home on March 4, 2016 of ex-president Lula da Silva in corruption probe.  / AFP / DOUGLAS MAGNO

O ex-presidente Lula mostrou-se feliz neste domingo porque, segundo disse, hoje é um dia de eleições que “consolidam a democracia no Brasil” e dão oportunidade à população para escolher candidatos que vão gerar mais bem-estar nas localidades onde vivem.

“As pessoas não têm que votar com ódio, mas esperança, porque a eleição é para seu filho”, disse o ex-presidente, que fez as declarações após votar em um colégio em São Bernardo do Campo (SP).

Quando Lula chegou ao corredor da sala onde votaria, um coro de seis pessoas começou a vaiá-lo e gritar palavras como “vagabundo” e “ladrão.” Por outro lado, cerca de 50 pessoas que aguardavam o ex-presidente para fotografá-lo e apertar suas mãos iniciaram um grito único: “Olê, olê, olê, olá; Lula, Lula.” Para avançar 20 metros até chegar à urna, Lula levou pouco mais de dois minutos, devido aos pedidos de fotos e abraços.

Perguntado sobre as vaias em entrevista coletiva após votar, Lula respondeu sorrindo. “Eu não ouvi vaias. Isso é mais ou menos quando joga o Corinthians. Tem uma meia dúzia de pessoas que vaiam, mas 99% da torcida apoia.”

TAGSAGÊNCIA ESTADO LULA SÃO PAULO 2016 ELEIÇÕES
Recomendadas para você

Dilma vota em Porto Alegre em clima de tumulto

dilmamam

“Acho um absurdo. Acho antidemocrático e indigno de uma democracia como a brasileira. Acho um absurdo impedir a imprensa de chegar aqui”, afirmou a ex-presidente. “Eu sempre votei aqui, nunca houve isso. Nunca a Brigada [Militar] foi chamada, nunca fecharam as portas. É lamentável”, disse, quando chegou para seu local de votação, em Porto Alegre (RS), a ex-presidente Dilma Rousseff.

A chegada da petista ao local da votação foi marcada por tumulto. A multidão fez Dilma ter dificuldade de chegar à zona eleitoral e a Brigada Militar teve que intervir. Alguns militantes acusaram a polícia de agressão. Jornalistas que tentavam registrar a votação foram impedidos de entrar pelo escrivão eleitoral Luis Carlos Braga, que alegou a proibição do registro por Dilma agora se tratar de pessoa comum. A legislação eleitoral impede o registro de voto de cidadãos comuns.

Perguntada sobre o que achava de ser tratada como cidadã comum, Dilma afirmou: “Se sou uma cidadã comum, tenho muito orgulho disso. Há que se ter orgulho de ser cidadã neste país”.

Dilma chegou à escola estadual Santos Dummont, na zona sul de Porto Alegre, às 13h29min deste domingo (2) e foi recepcionada por grupos de militantes com flores e cartazes escritos “Fora, Temer”.

(Com Agências)

Gilmar Mendes considera pleito tranquilo

GILMAR-MENDES

“Na primeira entrevista coletiva concedida em Brasília, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, disse que as campanhas deste ano, com a proibição de doações de empresas a candidatos, estão mais modestas e mostram um aspecto positivo da reforma política aprovada pelo Congresso, “independente de outros debates que possam ter”.

“Os gastos declarados em 2012 foram de R$ 6,240 bilhões, e até agora, nesta eleição, sem doação de pessoa jurídica, temos R$ 2,131 bilhões. Uma diferença significativa. O que talvez reflita um caráter mais modesto da campanha com as mudanças ocorridas na legislação”, disse.

Perguntado sobre a continuidade da prática de caixa dois, Gilmar Mendes disse que a Operação Lava Jato mostrou que a prática continuou a funcionar. “Mas vamos admitir que, pelo menos no aspecto visual, os sinais mostram que as campanhas estão mais modestas. Isto é um dado positivo. Acho que houve redução de honorários, e de prolabore de marqueteiros”, completou.

Tranquilidade

Com pouco mais de seis horas desde que a votação foi aberta em 5.568 municípios, o presidente do TSE disse que todo o processo está correndo “a contento”. Segundo Gilmar Mendes, as ocorrências que estão sendo registradas pelo tribunal ao longo do dia são pontuais e não são motivos para preocupação.

O ministro atualizou os números do último boletim divulgado pelo TSE e antecipou que pouco mais de 2,2 mil urnas tiveram que ser substituídas, o que equivale a 0,53% do total de 432.959 equipamentos distribuídos pelo país. Até o último boletim divulgado, 1.675 urnas tinham sido substituídas em todo o país, sendo a maior concentração no estado do Rio de Janeiro (332 substituições), seguido por São Paulo (212), Rio Grande do Sul (158) e Ceará (137). Gilmar Mendes reiterou, como já havia declarado mais cedo, em São Paulo, que, em nenhum local, foi necessária a substituição do sistema pelo voto manual.

Perguntado sobre invasões ao sistema das eleições, o ministro ainda acrescentou que nenhuma urna sofre ataque de hackers. “Não há hackers nas urnas. Há ataques a pagina do TSE”, afirmou.

Segurança

Gilmar Mendes ainda descartou qualquer preocupação com a segurança de eleitores e candidatos. Segundo ele, até as 13h21min de hoje, foram registradas prisões de 83 candidatos e o envolvimento de outros 66, sem prisão. Nas primeiras cinco horas de pleito, foram registradas 1.410 ocorrências.”

(Agência Brasil)

TSE registra prisão de 21 candidatos e de 142 eleitores no País

“O número de candidatos que cometeram alguma irregularidade nas eleições e foram presos em flagrante no país subiu para 21. De acordo com o segundo boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desse total, 11 casos aconteceram em Minas Gerais e estão relacionados à divulgação de propaganda e boca de urna.

No Rio de Janeiro, foi registrada uma prisão por corrupção eleitoral. Outros candidatos foram presos nos estados de Mato Grosso do Sul, Piauí, Paraná, Santa Catarina e Sergipe. O motivo das prisões vai desde boca de urna, corrupção eleitoral e divulgação de propaganda a outros casos não especificados pelo tribunal.

Além dos candidatos, foram presos também eleitores. Das 265 ocorrências registradas hoje, 142 resultaram em prisões em flagrante. A maioria delas, 53, também ocorreu em Minas Gerais por divulgação de propaganda e boca de urna. Eleitores também foram presos no Espírito Santo, em Goiás, Mato Grosso, na Paraíba, Pernambuco, no Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, em Roraima, no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e São Paulo.

O TSE divulgou também dados relativos às urnas usadas para registrar o voto dos eleitores. Em todo o país, 786 urnas apresentaram algum tipo de problema e precisaram ser substituídas. Esse número corresponde a 0,179% do total de urnas usadas neste primeiro turno. O estado do Rio de Janeiro registrou o maior número de substituições até as 10h da manhã deste domingo: 165. O segundo estado com maior registro de trocas foi São Paulo, com 107 equipamentos substituídos.”

(Agência Brasil)

Temer vota desejando “a vitoria da democracia”

temrrrr

“O presidente Michel Temer votou às 8 horas na Pontifícia Universidade Católica (PUC), zona oeste da capital paulista. Acompanhado apenas de assessores e seguranças, Temer falou rapidamente com a imprensa, desejou a vitória da democracia e informou que voltará ainda hoje (2) para Brasília.

No mesmo colégio eleitoral, votou o presidente do PT, Rui Falcão. Ele disse confiar num bom desempenho do candidato do partido à reeleição, o prefeito Fernando Haddad. “A expectativa é muito favorável, ele fez um grande governo, mudou a vida da cidade e as pesquisas indicam que nós estamos no segundo turno”, disse ele.”

(Agência Brasil)

Bandeira tarifária continuará verde, anuncia Aneel

“A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em outubro será verde, sem custo para os consumidores de energia elétrica. Este é o sétimo mês seguido que a bandeira é verde, que significa que não haverá nenhum valor adicional a ser pago.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os principais fatores que contribuíram para a manutenção da bandeira verde são a evolução positiva do período úmido de 2016, que recompõe os reservatórios das hidrelétricas, o aumento de energia disponível com redução de demanda e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro.

O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015, como forma de recompor os gastos extras das distribuidoras de energia com a compra de energia de usinas termelétricas. A cor da bandeira que é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) indica o custo da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade.”

(Agência Brasil)

Dallagnol ganhará titulo de doutor honoris causa

166 1

deltann

“O prestígio do procurador Deltan Dallagnol vem crescendo também no meio acadêmico. O coordenador da Lava-Jato vai receber na segunda-feira (3) o título de doutor honoris causa em Direito do Grupo Educacional Facinepe.

A cerimônia acontecerá no auditório da Procuradoria da República, no Paraná, onde o homenageado também dará uma aula magna sobre Direito.

Dallagnol tem 34 anos e é procurador da República desde 2003. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e tem mestrado na escola de Direito de Harvard, onde se especializou em crimes contra o sistema financeiro nacional e lavagem de dinheiro.”

(Veja Online)

Wesley Safadão e Luiz Bacci fecham parceria

naom_5670a6b7b3cdd

Nesta semana, os telespectadores do ‘Cidade Alerta’, na Record, foram surpreendido com uma participação especial de Luiz Bacci, que fez algumas brincadeiras com Marcelo Rezende. Em certo momento do jornalístico, Bacci interpretou um trecho da música “Camarote”, sucesso deWesley Safadão, de quem o jornalista é fã e amigo.

Rezende não perdeu a oportunidade e questionou se o colega tinha “algo” com o forrozeiro. “Você está apaixonado por ele? Você está morando com ele?”, indagou.

wesley-safadao

Bacci riu das perguntas, as negou e fez uma revelação. “E vou contar em primeira mão aqui, com exclusividade, que vou gravar uma música com Safadão”, disse o contratado da Record.

Hoje tem Ellen Chelsea no L’école Brasil

chelseaa

A cantora Ellen Chelsea fará show, nesta sexta-feira, a partir das 20h30min, na casa de gastronomia L’école Brasil. Com novo repertório, priorizando sucessos internacionais, ela promete uma noite de emoções e, claro, com muito romantismo.

Com Ellen Chelsea no palco, o pianista Leandro Azevedo.

SERVIÇO

L’école Brasil – Rua Monsenhor Bruno, 819 – Meirelles.

Mais Informações – 30215846.

Uma exposição em clima de viagem ao passado

jovmegug

A exposição “Golden Years Experience – Uma viagem pelo mundo do cinema, música e televisão” estará no RioMar Fortaleza a partir deste sábado e vai se estender até o dia 30 de outubro, diariamente, no piso L1 do shopping.

A atração mostra de forma lúdica e cronológica um grandioso acervo de raridades que contempla música, cinema e televisão dos anos de 1953 a 1980. Com mais de 1000 peças, a exposição tem a curadoria do cearense Washington Bezerra.

São 70 ambientações interativas, entre filmes raros dos anos 50 e temáticos dos anos 80, seriados clássicos dos anos 50 e 60, desenhos infantis dos anos 60, novelas de época dos anos 70 e 80, acervos do Elvis Presley, The Beatles, Roberto Carlos, da Jovem Guarda, James Bond, pioneiros do Rock no Brasil e no mundo, e uma apresentação especial sobre as motos Haley-Davdson, lambretta e vespa.

SERVIÇO

*Ingressos: segunda a sexta-feira – R$ 10,00 meia e R$ 20,00 inteira, sábados e domingos – R$ 15,00 meia e R$ 30,00 inteira. Na bilheteria virtual ou no local.

BC – Contas públicas ficam negativas em R$ 22,2 bi

“O setor público consolidado, formado por União, estados e municípios, registrou déficit primário, receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros, de R$ 22,267 bilhões, em agosto, informou hoje (30) o Banco Central (BC). Esse foi o pior resultado para o mês na série histórica, iniciada em dezembro de 2001. O resultado do mês superou o déficit primário de R$ 7,310 bilhões de agosto de 2015.

Nos oito meses do ano, o resultado negativo chegou a R$ 58,859 bilhões, contra déficit de R$ 1,105 bilhão, em igual período de 2015.
Em 12 meses encerrados em agosto, o déficit primário ficou em R$ 169,003 bilhões, o que corresponde a 2,77% do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.

Em agosto deste ano, o Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) registrou déficit primário de R$ 22,143 bilhões. Os governos estaduais também apresentaram resultado negativo, com déficit primário de R$ 818 milhões, e os municipais, superávit de R$ 165 milhões. As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas empresas dos grupos Petrobras e Eletrobras, acusaram superávit primário de R$ 529 milhões, no mês passado.

Déficit primário

A meta fiscal prevê um déficit primário de até R$ 163,9 bilhões nas contas públicas este ano. Para chegar a esse resultado do setor público consolidado, a expectativa é que o governo federal apresente déficit primário de R$ 170,496 bilhões e estados e municípios, um superávit de R$ 6,554 bilhões.

Em agosto, os gastos com juros nominais ficaram em R$ 40,676 bilhões, contra R$ 49,703 bilhões em igual mês de 2015. De janeiro a agosto, os gastos chegaram a R$ 254,575 bilhões. Em 12 meses encerrados em julho, as despesas com juros ficaram em R$ 418,035 bilhões, o que corresponde a 6,86% do PIB.

O déficit nominal – formado pelo resultado primário e os resultados de juros – ficou em R$ 62,943 bilhões no mês passado, ante R$ 57,013 bilhões de agosto de 2015. Nos oito meses do ano, o resultado negativo foi de R$ 313,434 bilhões, contra R$ 339,431 bilhões em igual período de 2015. Em 12 meses encerrados em agosto, o déficit nominal atingiu R$ 597,038 bilhões, o que corresponde a 9,64% do PIB.

A dívida líquida do setor público – balanço entre o total de créditos e débitos dos governos federal, estaduais e municipais – somou R$ 2,638 trilhões em agosto, o que corresponde a 43,3% do PIB, contra 42,5% de julho. A dívida bruta (contabiliza apenas os passivos dos governos federal, estaduais e municipais) chegou a R$ 4,272 trilhões ou 70,1% do PIB, com elevação de 0,5 ponto percentual em relação a julho.”

(Agência Brasil)

Operação Expresso 150 – OAB do Ceará suspende três advogados

Os advogados Fernando Feitosa, Mauro Rios e Michel Coutinho, foram suspensos cautelarmente, por 12 meses, pela Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Ética da entidade, justificando que são reincidentes na investigação da Polícia Federal (PF) sobre a venda de liminares em plantões judiciais.

A segunda fase da Operação Expresso 150, da PF, cumpriu 24 mandados de condução coercitiva nesta quarta-feira, 28. Os alvos da ação foram 14 advogados e três desembargadores. Advogado João Marcelo Pedrosa, de Mauro Rios, estranhou a suspensão e informou que vai se inteirar o fato.

A Operação Expresso 150, da PF, investiga os crimes de associação criminosa, corrupção passiva, tráfico de influência, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. A investigação também colheu diálogos pelo aplicativo WhatsApp entre advogados. Durante as conversas, os profissionais trocaram informações a respeito de acordos sobre a venda de liminares nos plantões judiciais.

Um dos advogados suspensos pela OAB, Fernando Feitosa, conhecido como “Chupeta”, era o administrador do grupo de WhatsApp, intitulado de “Racha do Megacu-LJ”, no qual, segundo a investigação, eram realizadas tratativas sobre o comércio de liminares. De acordo com o inquérito da Polícia Federal, o grupo do aplicativo tinha cerca de 30 integrantes, mas nem todos foram conduzidos coercitivamente para prestar esclarecimentos sobre o caso. A investigação sobre o esquema de venda de liminares teve início em 2013.

Vem aí a XVII Parada Gay de Fortaleza

867 2

gayy

Da Coluna Cena G, do O POVO desta sexta-feira:

”Basta de close errado! Por Cidadania plena LGBT, Nenhum passo atrás!”. Este será o tema da XVII Parada pela Diversidade Sexual do Ceará, no próximo 13 de novembro, na Avenida Beira Mar, em Fortaleza.

A escolha foi realizada pelo Grupo de Resistência Asa Branca (Grab) em conjunto com outras organizações da sociedade LGBT.

PF pede prisão preventiva de Palocci e ex-assessor

2012 palocci

“O delegado da Polícia Federal Filipe Hille Pace, membro da força-tarefa da Operação Lava Jato, pediu ao juiz federal Sérgio Moro a conversão da prisão temporária do ex-ministro Antonio Palocci em preventiva, quando não há prazo para a liberação do investigado. A PF também pediu a prisão preventiva do ex-assessor do Palocci, Branislav Kontic.

Entre os argumentos, Pace afirma que durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão na empresa de Projeto – Consultoria Empresarial e Financeira LTDA há indicios de que os funcionários, entre eles os dois alvos dos mandados de prisão, tenham destruído ou ocultado provas. “Diversas estações de trabalhos na empresa estavam plenamente equipadas, à exceção dos gabinetes dos computadores, o que pode indicar que tenham sido até mesmo destruídos ou colocados fora do alcance da Polícia Federal”, diz o documento.

No relatório, a PF reforça a existência de um elo entre a influência do ex-ministro, a Odebrecht e o Partido dos Trabalhadores (PT). Palocci é apontado nas investigações por intermediar interesses da empreiteira em troca de propina. Nas planilhas de pagamento da Odebrecht, Palocci é relacionado pela PF como “Italiano” e teria recebido cerca de R$ 128 milhões da empreiteira.”

(Portal Uol)

Micro e pequenas empresas têm dificuldades em pagar o 13º salário do seu pessoal

“A 3ª edição da pesquisa Termômetro ContaAzul chegou a uma conclusão preocupante: Mais de 1/3 (34%) das pequenas empresas ainda não sabem como arcar com os gastos extras de fim de ano, em especial o pagamento do 13º salário aos funcionários.

Cerca de 1.300 micro e pequenas empresas em todo o Brasil participaram da enquete que aconteceu na 1ª quinzena de setembro.

De acordo com o estudo, somente 22% das empresa tem uma reserva permanente para este fim.”

(Veja Online)

Temer diz não temer impopularidade

exazmee

“O presidente Michel Temer declarou hoje (30) não estar preocupado com a impopularidade que reformas propostas pelo seu governo possam causar. “Se eu ficar impopular e o Brasil crescer, eu me dou por satisfeito”, disse em São Paulo.

Temer proferiu palestra no Fórum “O novo cenário político e econômico” promovido pela Revista Exame. O presidente reiterou a necessidade de aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece o teto dos gastos públicos.

“A aprovação é fundamental para evitarmos a espiral inflacionária e a recessão. A dívida poderá chegar a 100% do PIB em 2024 ou antes. Será a falência do estado brasileiro”, afirmou. O presidente disse ter convicção de que a proposta será aprovada. “O Congresso hoje está muito consciente de que precisa colaborar com Executivo para que possamos sair dessa crise”, acrescentou.

Temer disse que a proposta vai colaborar para o crescimento econômico sustentável do país e evitará elevação de impostos. “Não queremos aumentar a carga tributária, porque, convenhamos, chegou ao limite”, disse. Segundo o presidente, a PEC não é elitizada, pois garantirá recursos voltados aos grupos mais vulneráveis.

Reforma trabalhista

O presidente da República comentou que a Justiça, a partir de decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), vem fazendo readequações trabalhistas, como reduções salariais de 30%, pela interpretação da Constituição.

Essas decisões podem evitar, segundo Temer, a elaboração de propostas pelo governo federal de reformulação trabalhista, como prevista no projeto “Ponte para o Futuro”, que tem como objetivo garantir empregos e, assim, manter a arrecadação.

Ensino médio

Temer disse que a decisão de reformar o ensino médio considerou o baixo desempenho no índice de desenvolvimento da educação, que passou a apresentar uma curva descendente nos últimos anos. Segundo ele, por cerca de cinco anos, a matéria foi discutida, com pressuposto de manter disciplinas obrigatórias por um certo período, permitindo que, ao final, o aluno pudesse montar a sua grade de acordo com a graduação pretendida.

O presidente avalia que a reforma foi “bem recebida, com uma ou outra voz dissonante”. Ele citou que, na época em que era estudante, havia o colegial clássico e científico, em que os alunos cursavam uma especialização, modelo empregado na Europa e Estados Unidos. “Não me preocupa, porque essa matéria será debatida e aprovada fazendo uma grande revolução”, “Temos certeza que estamos dando um salto de qualidade na educação”, acrescentou.”

(Agência Brasil)

Expresso 150 – Qual a diferença entre os que negociam liminares e os bandidos?

192 1
Com o título “Um País inexplicável”, eis artigo da jornalista Regina Ribeiro. Ela comenta o caso da Operação expresso 150 em tom de estarrecimento. Para Regina, não há diferença entre advogados e bandidos nessa história da venda de liminares. Confira:
Já faz anos e anos que o tema que envolve a venda de decisões judiciais que beneficiam criminosos é do conhecimento de muitos. Chegava a ser estarrecedora essa hipótese, mesmo quando a névoa da suspeita incerteza pairava sobre os reles mortais crentes de que certas atitudes não ficam bem para homens e mulheres que devem proteger a sociedade daqueles que tomam caminhos pouco recomendáveis.
Acompanhar os últimos desdobramentos da Operação Expresso 150 só não arranca de mim completamente a fé na justiça humana, porque ela já estava mesmo por um fio. E isso não aconteceu ontem, vem de um tempo observando algumas coisas. O relato das conversas durante as negociações de liminares envolvendo desembargadores e advogados são inimagináveis. Teríamos embrulho no estômago que ouvíssemos tais diálogos no cinema. Ficaria sem fome de ver ou ler tal coisa numa ficção.

O deboche, a hipocrisia e a desonestidade praticada em bando parece que formam os novos pilares de uma espécie malévola da nova ética profissional na qual militam, inclusive, criaturas pagas pelo Estado para agir contra a ilegalidade. Só falta saber que essas pessoas foram às ruas vestidas de verde e amarelo bradar contra a corrupção, que bateram panelas nas varandas das coberturas à beira-mar, além de soltarem rojões e beberem taças e taças de Moet e Chandon Dom Perignon White Gold para comemorar o novo rumo da política nacional.

“Meu amor falou que tem um HC que voltou da PGJ ontem … O meu amor é o relator é isso? Está na pauta. O voto do meu amor é favorável… Temos que esperar os demais…” “Faz uma pergunta pra ele: fulano prefere o réveillon no aterro da Praia de Iracema, ou trancado nessa cela só com marginal? Tem coisas que só um plantão pode fazer por você”.

Qual é a diferença entre os criminosos que estão nos presídios dos quais temos tanto pavor e estes que negociam a liberdade deles sem nenhuma preocupação? Como explicar tal nível de distorção de conduta vinda de uma elite do poder judiciário e advogados? Como falar sobre isso com jovens estudantes de Direito? Aliás, o Brasil está se tornando cada vez mais inexplicável.

*Regina Ribeiro
reginah_ribeiro@yahoo.com.br
Jornalista do O POVO