Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

X Semana de Humanidades da UFC debaterá Política Nacional

189 1

A X Semana de Humanidades da Universidade Federal do Ceará vai debater, de quarta até sexta-feira, o tema “Arte, cultura, educação e política na contemporaneidade”. Na programação, minicursos, grupos de trabalho, oficinas, mesas-redondas, palestras, rodas de conversa e atividades artísticas e culturais.

Na abertura, a palestra “O lugar do feminino na política: o que dizer da saída de Dilma”, com a professora Irlys Barreira, do Departamento de Ciências Sociais da UFC. Ainda na programação o I Campeonato Esportivo do Centro de Humanidades, que terá disputas nas modalidades basquete, handebol, futsal, vôlei e carimba.

Fique Sabendo

Durante o evento, também será promovida a mobilização “Fique Sabendo”, iniciativa do grupo de pesquisa e extensão Núcleo de Estudos em HIV/Aids e Doenças Associadas (NEAIDS), vinculado ao Departamento de Enfermagem da UFC. A ação realizará testagem de hepatites B e C, HIV e sífilis, no Centro de Humanidades.

Os testes serão realizados por enfermeiros com experiência clínica em aconselhamento e testagem, com encaminhamento dos casos reagentes (positivos) para os serviços de referência.

SERVIÇO

*Inscrições e mais informações no site da X Semana de Humanidades ou através de formulário on-line: https://goo.gl/2UeV7X.

*O evento é aberto ao público.

 

Renan afirma que votação de verbas para o Fies é “absoluta prioridade”

renancal

O presidente do Congresso e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou hoje (18), ao chegar ao Parlamento, que será feito um esforço para avançar na pauta de votação da sessão conjunta de deputados e senadores.

A sessão do Congresso deve analisar vetos presidenciais e projetos de lei de suplementação orçamentária. Inicialmente, serão apreciados três vetos. Na sequência, deputados e senadores vão examinar o projeto que libera créditos adicionais de R$ 1,1 bilhão para o Ministério da Educação. Deste total, R$ 702 milhões são para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o restante (R$ 400,9 milhões) é para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“O Fies já está na ordem [do dia] como absoluta prioridade e não precisaremos inverter a pauta. “Nós temos que apreciar ainda três vetos [presidenciais], depois o Fies, depois o crédito para os organismos internacionais e aí nós vamos avançar nos demais créditos”, afirmou.

Mais cedo, ao chegar à Câmara dos Deputados, o presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), disse que vai tentar manter a mobilização dos deputados para garantir quórum para a sessão conjunta do Congresso Nacional e, na sequência, a sessão na Câmara.

Segundo Maranhão, a sessão da Câmara dos Deputados que estava prevista para esta manhã para tentar concluir a votação do projeto que tira a obrigatoriedade da Petrobras de explorar o petróleo na camada pré-sal (PL 4567/16) será feita após a sessão do Congresso.

“Vamos tentar votar os destaques do pré-sal depois da sessão do Congresso. Vamos priorizar a sessão do Congresso, afinal, o Fies é algo importante para o país e para os estudantes”, afirmou Maranhão.

(Agência Brasil)

PEC 214 – Coisa de governo golpista

202 4

Com o título “PEC 241 – De volta para o passado”, eis artigo do vereador Guilherme Sampaio (PT), que pode ser conferido no O POVO desta terça-feira. Ele fala que a PEC 241, que limita gastos públicos principalmente na política social. Para ele, coisa de governo golpista. Confira:

Digamos que a crise bateu a sua porta. Um rápido ajuste se faz necessário no orçamento doméstico, para adequá-lo à queda da renda familiar e permitir o sono tranquilo de seus credores, com a perspectiva de que continuarão recebendo seus juros exorbitantes, enquanto rolam as dívidas de empréstimos contraídos em tempos de vacas magras. Será que você tomaria a radical decisão de reunir a família e congelar despesas pelos próximos vinte anos para dar satisfação ao agiota que te socorreu com o objetivo de lucrar?

Condenaria o filho que ainda não entrou em idade escolar a ficar fora da escola até a vida adulta para não aumentar as despesas? Não gastaria com remédios, caso alguém da família adoecesse, para não prejudicar os ganhos já abusivos de seu credor? Suspenderia por 20 anos, até melhor juízo, a sonhada reforma ou eventual mudança do imóvel da família, em razão das circunstâncias de hoje?

Embora seja simplória e insuficiente a analogia do orçamento doméstico com a complexa teia de relações econômicas que interfere nas contas públicas, não é preciso ser especialista para repudiar a intenção do governo golpista com a PEC nº 241, cujo efeito imediato é a paralisação das políticas sociais num Brasil ainda tão profundamente desigual.

Como têm afirmado muitos analistas, sua eventual aprovação é uma autêntica volta ao passado, com a cruel limitação de não avançarmos mais em direção ao estado de bem estar social preconizado pela Constituição de 1988. Como ficam, por exemplo, as metas do Plano Nacional de Educação, dentre elas a de alcançar 10% do PIB de investimento na área em 10 anos, atender 50% das crianças de 0 a 3 anos em creches, 100% das de 15 a 17 anos em escolas e colocar 33% dos jovens entre 18 e 24 anos em cursos superiores?

E o ambiente econômico? Permanecerá constante, sem crescimento e melhora da receita pública por duas décadas, a justificar o aperto de hoje? Parece ser nisso que apostam nossos “qualificados” representantes. Aqueles mesmos que votaram pela mulher, pelos filhos e pela igreja há alguns meses…

Curiosamente, 366 votos abriram o caminho para aprovação da matéria na Câmara dos Deputados. Apenas um a menos do que os 367 que rasgaram a Constituição ao aprovar a instauração de um processo de impedimento sem crime, de presidenta recém-eleita pelo voto popular. A consequência direta dos golpes contra a democracia é sempre essa: o prejuízo da maioria em nome dos ganhos de alguns.

A PEC e suas repercussões na vida de cada um e no futuro do País é tema de debate neste sábado, a partir das 8h30min, na Casa Vermelha (Avenida da Universidade, 2197). Os professores da UFC Flávio Ataliba e Ana Maria Fontenele conduzem a atividade. É aberto a todos. Ainda há tempo para resistir.

*Guilherme Sampaio

guilherme13234@-gmail.com

Vereador de Fortaleza (PT).

Temer defende programa de saúde coletivos como forma de aproximar Brics

kunio

O presidente Michel Temer disse hoje (18), durante visita ao Japão, estar satisfeito com a forma como outros chefes de Estado têm acolhido suas propostas, em especial no âmbito do Brics, grupo formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul. Sem entrar em detalhes sobre as propostas, Temer destacou, como forma de aproximação dos povos do Brics, a adoção de programas de saúde coletivos assemelhados.

Em relação à política interna, ele afirmou que as denúncias da Odebrecht contra o ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, Moreira Franco, secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos, e Romero Jucá, presidente do PMDB, precisam se consolidar. “Se um dia se consolidarem, o governo verá o que fazer”.

Perguntado sobre a forma como outros líderes têm visto o seu governo, Temer disse acreditar que o veem de forma positiva. “Seria um pouco pretensioso [dizer isso], mas acho que veem com simpatia. Com toda franqueza, em todas reuniões em que estive verifiquei que havia muito acolhimento, tranquilidade e compreensão das palavras que digo”, disse o presidente brasileiro ao chegar ao Japão.

“Em um jantar em que estivemos do Brics, levantei o tema da aproximação dos povos do bloco. Mencionei que uma das razões que poderiam aproximar os povos seria se tivéssemos programas de saúde coletivos assemelhados. A Índia, por exemplo, tem, em matéria de remédios, muita evolução. Interessante como isso foi muito bem acolhido e até objeto de manifestação do presidente russo, Vladimir Putin, quando fizemos a segunda plenária do Brics. Ele começou dizendo ‘olha, como disse meu colega brasileiro…’ e daí foi exatamente nessa linha”, afirmou.

Japão

No Japão, Temer se encontrará o imperador Akihito, com o primeiro-ministro Shinzo Abe e com lideranças empresariais japonesas e investidores dos dois países. “Queremos trazer a ideia da parceria Brasil e Japão. Não apenas levar novos investimentos japoneses para o Brasil, mas também ampliar os investimentos japoneses que já se verificam”, disse Temer.

A exemplo do que tem feito durante encontros com outras autoridades, o presidente brasileiro citou as concessões que estão sendo planejadas por seu governo no setor de infraestrutura, em especial na área de petróleo e gás.

“Estamos até promovendo modificações na questão legislativa sobre petróleo e gás, exata e precisamente para incentivar esses investimentos. Viemos trazer também a notícia de que teremos absoluta segurança jurídica em todos os contratos que se estabelecerem em nosso país. Queremos portanto, ao levar investimento estrangeiro, preservar os contratos, dar segurança jurídica e revelar, também com as nossas viagens, a plenitude da estabilidade institucional. Passamos por alguns momentos politicamente mais complicados, mas que vão se pacificando pouco a pouco”, acrescentou.

Lava Jato

O presidente comentou denúncias publicadas no último fim de semana na imprensa, de que três articuladores de seu governo – Geddel Vieira Lima, Moreira Franco e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) – teriam recebido benefícios da Odebrecht, empreiteira que está sendo investigada pela Operação Lava Jato.

“Sabe o que acontece? O envolvimento dos nomes se deu, convenhamos, por enquanto, por uma simples alegação, por uma afirmação. É preciso que essas coisas se consolidem. Se um dia se consolidarem, o governo verá o que fazer”.

Copom iniciou penúltima reunião para definir taxa básica de juros

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) iniciou hoje (18) a penúltima reunião do ano para definir a taxa básica de juros, a Selic. O anúncio da decisão será feito amanhã (19), por volta de 18h, após a segunda parte da reunião.

Hoje pela manhã, o presidente do BC, Ilan Goldfajn e os diretores fazem a análise de mercado. À tarde, será feita a análise de conjuntura. No segundo dia de reunião, após análise da perspectiva para a inflação e das alternativas para a Selic, a diretoria do BC define a taxa.

O principal instrumento usado pelo BC para controlar a inflação é a taxa básica de juros, usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic). Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Se o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação. Quando mantém a taxa, o comitê considera que ajustes anteriores foram suficientes para alcançar o objetivo de controlar a inflação.

Desde julho de 2015, os juros básicos estão em 14,25% ao ano, no maior nível desde outubro de 2006. Pelas expectativas de instituições financeiras pesquisadas pelo BC, a Selic deve cair para 14% ao ano, nesta reunião. Em novembro, na última reunião deste ano, a Selic deve voltar a cair, ficando em 13,5% ao ano.

(Agência Brasil)

 

Faculdade Joaquim Nabuco sob rédeas de cearense

300 1

vasquess

O ex-secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Ceará, Antônio Vasques, assumiu o cargo de diretor da Faculdade Joaquim Nabuco.

A Instituição, que funciona no prédio do antigo Hotel Savanah, no Centro de Fortaleza, integra o Grupo SER de Pernambuco, também dono da Faculdade Maurício de Nassau.

Antonio Vasques é o seu primeiro diretor dessa faculdade que chegou há poucos meses ao Ceará.

Ministério da Saúde financiará mais de mil bolsas de residência

O Ministério da Saúde informou hoje (18) que vai financiar mais de mil novas vagas de residência – sendo 400 de residência médica e 600 de residência em área profissional da saúde, com ênfase em residências multiprofissionais.

A expansão, segundo a pasta, será feita por meio do Pro-Residência, programa que incentiva a formação de especialistas por meio do financiamento de bolsas. Instituições interessadas devem enviar proposta por meio do Sistema de Informações Gerenciais do Pró-Residência, no endereço.

O prazo para envio de propostas vai até 30 de novembro. Podem concorrer aos editais instituições públicas estaduais, municipais e do Distrito Federal e instituições privadas sem fins lucrativos, exceto instituições federais vinculadas ao Ministério da Educação e instituições privadas com fins lucrativos.

De acordo com o ministério, o financiamento das bolsas poderá ser solicitado tanto para vagas novas, decorrentes da criação de novo programa de residência, quanto para vagas novas decorrentes da expansão de programa existente em situação regular junto à Comissão Nacional de Residência Médica.

Zika, dengue e chikungunya

Ainda segundo a pasta, uma novidade dos dois editais é a priorização de propostas de programas de residência que considerem as necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS) para responder demandas decorrentes da chamada tríplice epidemia – Zika, dengue e chikungunya – e do cuidado às pessoas com microcefalia.

“Na análise das propostas, os programas de residência em regiões com maior concentração de casos da doença, segundo dados estatísticos referenciais, terão prioridade. As regiões beneficiadas pela inclusão deste critério são Nordeste, Norte e Centro-Oeste, nesta ordem de prioridade”, informou o ministério.

Especialidades

Outro critério que consta nos editais a ser usado na concessão das bolsas é a área de especialização. No caso de programas de residência médica, serão priorizadas as especialidades de maior relevância para o SUS, como clínica médica, ginecologia e obstetrícia, neurocirurgia, pediatria e psiquiatria.

Já na residência em área profissional da saúde, serão priorizadas áreas de concentração como a atenção básica/Saúde da Família, atenção clínica especializada com ênfase em infectologia, enfermagem obstétrica, neonatologia, reabilitação e vigilância em saúde.

Dom Edmilson da Cruz completará 50 anos de ordenação episcopal

318 1

domedmilsondacruz

Dom Edmilson da Cruz, bispo emérito de Limoeiro do Norte (Vale do Jaguaribe), vai comemorar seus 50 anos de ordenação episcopal no dia 7 de novembro próximo.

Na programação, missa na Catedral Metropolitana de Fortaleza.

Bispo adepto da opção preferencial pelos pobres, dom Edmilson também é polêmico.

Em 2010, por exemplo, ele recusou comenda do Senado como protesto ao reajuste de 61,8% no salário de deputados e senadores.

(Foto – Paulo MOska)

Eliseu Padilha: A lenda de que dinheiro público é infinito acabou

161 1
-

Do chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao defender a PEC (241) do teto e a Reforma da Previdência:

– A lenda de que o dinheiro público é infinito é coisa de quando eu era criança e alguns até hoje acreditam. Mas, isso acabou (…) Com a PEC [do teto] precisamos da reforma da previdência. Caso contrário, em 2026 todo o dinheiro do orçamento será usado para Saúde, Educação, folha e previdência.

(Veja Online)

Crise hídrica do Ceará – Solução nas mãos de Temer

554 2

Por falar na crise hídrica que coloca o Ceará hoje com metade dos seus açudes com poucas reservas ou no volume morto, como informamos em postagem deste Blog, eis artigo do deputado federal Leônidas Cristino (PDT) sobre esse cenário. Confira:

O Ceará enfrenta hoje, após cinco anos de seca, a pior crise hídrica da sua história. O Governo do Estado empreende ações emergenciais de abastecimento com a instalação de adutoras de engate rápido, perfuração de poços na zona rural e cidades e com carro-pipa para não deixar faltar água.

Fortaleza, a quinta maior cidade do País, com 2,6 milhões de habitantes, está ameaçada de colapso total no abastecimento de água. As reservas hídricas do estado se reduzem a menos de 9% da capacidade.

O açude Castanhão, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza, tem apenas uns 6% do estoque de água. A reserva hídrica é suficiente para suprir as necessidades da população local até março de 2017.

É preciso concluir com urgência o trecho que falta do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), para a água chegar no Ceará, de modo a evitar o colapso em Fortaleza. Esta parte da obra, que estava prevista para ser concluída em dezembro deste ano, foi abandonada pela empresa e encontra-se paralisada.

A solução para evitar a tragédia está nas mãos do presidente Michel Temer, a quem o governador Camilo Santana mantém a par da situação. Consultado pelo Ministério da Integração Nacional, o Tribunal de Contas da União (TCU), deu parecer favorável para substituir a empresa desistente. Mas não há perspectiva de retomada da obra.

A única esperança é a chegada da água do São Francisco, com urgência. A bancada do Ceará na Câmara Federal, que se reuniu com o governador Camilo Santana, buscará, em audiência com o presidente Michel Temer, com o ministro Helder Barbalho, da Integração Nacional, e com o TCU, sensibilizar a todos na busca de uma solução emergencial para a crise hídrica.

A execução do trecho restante pode ser entregue ao Exército ou a outra empresa concorrente. Devemos atender às exigências do órgão de controle e dar celeridade na retomada e conclusão da obra antes de março de 2017.

A abertura de licitação para contratação de nova empresa, como cogita o Ministério da Integração Nacional, adiaria para o final de 2017 a chegada da água do São Francisco ao Ceará. É muito tarde e não evitaria a catástrofe.

O caminho mais direto é utilizar os recursos alocados na licitação já realizada e empreender este esforço nacional, que tem orçamento de aproximadamente R$ 600 milhões para finalizar o trecho do canal e atender o Ceará. Existe solução e esperamos que não haja negligência.

*Leônidas Cristino

dep.leonidascristino@camara.leg.br

Deputado federal (PDT)

PF e Receita Federal realizam Operação “For All”

A Polícia Federal do Ceará cumpre, nesta manhã de terça-feira, com a participação de 260 homens, mandados de condução coercitiva e mandados de busca e apreensão em empresas ligadas a bandas de forró e entretenimento.

A operação, batizada de “For All”, investiga a sonegação de pelo menos R$ 500 milhões e é realizada em conjunto com a Receita Federal.

Os mandados estão sendo cumpridos em duas grandes produtoras de eventos do Ceará.Os nomes ainda não foram revelados, porque a investigação corre em segredo de justiça.

A PF informa que dará entrevista coletiva na tarde desta terça-feira.

Os candidatos a prefeito e os debates na TV

171 1

roberto-e-wagner-divulgacao

Da Coluna Vertical, do O POVO desta terça-feira:

Neste segundo turno de disputa pela Prefeitura de Fortaleza, os candidatos Capitão Wagner (PR) e Roberto Cláudio (PDT) cumprirão uma agenda de debates televisivos. A TV Jangadeiro marcou seu embate para o próximo dia 25, às 13h20min. A TV Cidade fará o seu debate no dia 27, às 13h20min também. Já a TV Verdes Mares fechará o ciclo dos debates no próximo dia 28, após a novela “A Lei do Amor”. A TV O POVO vai abrir a série dos embates às 18 horas de domingo. Esses debates, sem dúvida, são um importante momento para que o eleitorado possa conhecer melhor as propostas de cada candidato e, assim, tirar suas dúvidas.

 

Câmara vota emenda que reduz participação da Petrobras no Pré-Sal

plenário da Câmara dos Deputados se reúne hoje (18), a partir das 10h30, para votar as emendas ao Projeto de Lei 4567/16, que desobriga a Petrobras de ser a operadora de todos os blocos de exploração do pré-sal no regime de partilha de produção. O texto-base da proposta foi aprovado no dia 5 de outubro, com 292 votos a favor, 101 contrários e uma abstenção.

O projeto de lei é de autoria do senador licenciado José Serra (PSDB-SP), atual ministro das Relações Exteriores, e deve seguir para sanção do presidente Michel Temer se não receber emendas que modifiquem o mérito da matéria.

A legislação atual prevê a participação da Petrobras em todos os consórcios de exploração de blocos licitados na área do pré-sal com um mínimo de 30% e na qualidade de operadora. O projeto deverá ampliar a participação do capital privado na região. A empresa brasileira, no entanto, ainda terá a preferência para escolher os blocos em que pretende atuar como operadora, desde que com a anuência do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), atendendo aos interesses nacionais.

Entre as emendas que devem ser analisadas na sessão desta terça-feira está a que pretende deixar claro no texto que apenas áreas não estratégicas poderão ser operadas por empresas estrangeiras, mantendo as consideradas estratégicas sob o comando da Petrobras.

(Agência Brasil)

Auditores-fiscais da Receita Federal entram em greve nesta terça-feira

Auditores-Fiscais da Receita Federal de todo o país iniciarão, nesta terça-feira, uma greve. A ordem é protestar contra o teor do relatório produzido sobre o PL 5864/16 (http://migre.me/vgt6o), que trata das prerrogativas da carreira e que sofreu “grandes alterações” que desvirtuam o acordo obtido junto ao Governo Federal, em março de 2016, segundo a categoria.

No Ceará, haverá atos públicos no Porto do Pecém, nesta terça (18), no Porto de Fortaleza, na próxima quarta (19) e no Ministério da Fazenda na próxima quinta (20). Os auditores-fiscais vão pedir ainda a saída do secretário da Receita Federal do Brasil, Jorge Rachid.

Também na quinta-feira, a categoria vai realizar nova assembleia para avaliar o movimento, que poderá se estender por tempo indeterminado.

Consequências

O movimento dos Auditores-Fiscais implicará em conseqüências nas aduanas de portos, aeroportos e zonas de fronteira, com operação padrão na zona primária e paralisação da zona secundária, de terça a quinta.

O relatório do PL 5864/2016 incorporou mudanças que desmontam a estrutura funcional dos cargos e geram confusão administrativa, com pontos como o “compartilhamento de autoridade” dentro da Receita Federal. Os Auditores-Fiscais por determinação legal são as únicas autoridades no âmbito da Receita Federal do Brasil.

 

Quer estagiar com Sérgio Moro? São 286 brigando por uma vaga

SÈrgio Fernando Moro

A Justiça Federal no Paraná recebeu 286 inscrições de estudantes de direito que desejam trabalhar com o juiz federal Sérgio Moro, titular da 13ª Vara Federal em Curitiba e responsável pelas investigações da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça. Na seleção, apenas uma vaga de estágio foi ofertada. A bolsa auxílio é R$ 833.

O número de inscritos surpreendeu os organizadores. A média de inscrições para vagas de estágio em outras varas é de aproximadamente 80 inscrições. A seleção será composta de prova escrita e oral.

Para concorrer à vaga, o estudante deve ter cursado no mínimo dois anos do curso de direito. O estagiário vai auxiliar Moro a elaborar despachos, sentenças e nas pesquisas de jurisprudência. A jornada de trabalho é de quatro horas diárias.

As inscrições já foram encerradas. O resultado da seleção será divulgado no dia 7 de novembro.

(Agência Brasil)

TSE começou a julgar recursos de candidatos que tiveram registro negado

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começou a analisar os recursos apresentados por candidatos às eleições municipais deste ano que tiveram o registro de candidatura negado por um juiz eleitoral. Segundo informações do tribunal, a Resolução Nº 23.455/2015 do TSE (Artigo 44) permitiu que o candidato que teve seu registro negado, mas apresentou recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), continue a fazer a campanha até que a ação fosse julgada na instância superior.

Segundo o TSE, a legislação e o Código Eleitoral trazem a possibilidade da apresentação do recurso e estabelecem também o rito do julgamento desses casos. Agora, o TSE vai analisar cada um dos recursos que foram à Corte pelos tribunais regionais Eleitorais.

Novas eleições

Caso o candidato a prefeito que está recorrendo ao TSE tenha obtido o maior número de votos na eleição e o seu recurso não seja aceito pelos ministros, ou seja, o registro seja negado, novas eleições serão feitas no município. A regra passou a valer depois da reforma eleitoral de 2015 que trouxe a modificação para o Código Eleitoral.

De acordo com a Corte, nas localidades que têm uma população com menos de 200 mil habitantes, se a soma dos votos dos outros candidatos concorrentes for menor que 50% ninguém é considerado eleito e ocorre uma nova eleição.

Nos municípios que têm uma população superior a 200 mil habitantes existe a possibilidade de segundo turno. Se na segunda rodada de votação algum dos candidatos estiver com recurso aguardando julgamento, até que saia decisão do TSE ele poderá concorrer.

(Agência Brasil)

“Trem da Alegria – Arte, Futebol e Ofício”, de Francis Vale, entra em cartaz no Rio de Janeiro

424 1

trem-da-alegria-foto-time-600x413

Do cineasta Francis Vale, recebemos a seguinte nota, em tom de comunicado, por sinal, bem legal. Confira:

Caro Eliomar de lima,

Estamos com um novo filme estreando, no próximo sábado (22), na “Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Trata-se de “Trem da Alegria – Arte, Futebol e Ofício”, de 83 minutos. É a trajetória do Trem da Alegria, time de futebol da cidade do Rio de Janeiro formado por ex-jogadores profissionais, alguns deles campeões mundiais, e artistas da música popular.

Sob a liderança de Afonso Celso Garcia Reis, o Afonsinho, ex-atleta, médico e jornalista que já ganhou um samba-homenagem de Gilberto Gil, surgiu esse encontro de amigos que se reúnem para praticar o esporte e festejar a vida.

*Segue a programação das exibições.

Cine Caixa Belas Artes Sl 1 Vila Lobos – 22/10/16 – às 21h40min – Sessão: 187 (Sábado). Haverá apresentação antes e debate após a sessão.

Reserva Cultural 2 – 23/10/16 – às 14 horas – Sessão: 346 (Domingo)

Cine Sesc – 31/10/16 – às 15 horas – Sessão: 988 (Segunda-feira)

PS: No Cineteatro São Luiz, outro documentário nosso estará em cartaz. Trata-se de “Dom Fragoso”, às 16 horas desta quarta-feira (19).

Abraços,

Francis Vale.