Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Presidenciável Flávio Rocha diz que Ciro quer instalar no Brasil o “socialismo bolivariano”

O pré-candidato à presidência da República, empresário Flávio Rocha (PRB), subiu o tom ontem contra Ciro Gomes (PDT), que também pleiteia o posto de chefe do Palácio do Planalto, e o acusou de fazer “socialismo bolivariano” quando apresenta saídas para a economia brasileira, ainda estagnada após dois anos de governo Michel Temer (MDB).

Crítico da economia liberal, Ciro chegou a declarar, em palestra no município de Uberlândia, em junho de 2016, que “o liberalismo nunca produziu saída para nenhuma sociedade na história humana”. Para o conservador Flávio Rocha, “a ideologia que ele (Ciro) propugna é a do bolivarianismo socialista que devastou a Venezuela e 70 experiências socialistas no mundo”.

Defensor do livre mercado, o pré-candidato diz que a ideologia defendida pelo PRB “é aquela que está aplicada no Chile, que é uma economia livre e uma das mais liberais do mundo”. A declaração foi dada ontem na Praça do Ferreira, em passagem pelo Ceará, para apresentar a pré-candidatura para as eleições de outubro.Ligado à igreja evangélica, Flávio chegou por volta das 15h30 de ontem no Centro da Capital acompanhado de militantes do PRB — muitos oriundos de igrejas da Região Metropolitana de Fortaleza —, de membros do Movimento Brasil 200 e de integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL). Era um verdadeiro clima de campanha. A militância barulhenta foi ao ato político com bandeiras, adesivos e gritos de guerra. “Brasil pra frente. Flávio Rocha presidente”, diziam em coro.

Viajando pelo País afora com objetivo de se tornar conhecido do grande eleitorado, Rocha afirma que sua pré-candidatura tenta evitar que os eleitores tenham que escolher “entre um projeto de extrema esquerda e extrema direita”.

Para ele, “extrema esquerda significa voltar a um período de devastação da economia e dos valores” e “um projeto de extrema direita é abrir mão da democracia”.

O pré-candidato tentou, ainda, criar diferenças entre a postulação do PRB e a pré-candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Embora conservadores, Rocha disse que Bolsonaro “não tem nenhum compromisso com as ideias do livre mercado, muito menos com a democracia nem com as reformas”, que segundo ele “são absolutamente imprescindíveis” ao País.Ele diz ainda ver “uma diferença brutal” entre os dois projetos que serão apresentados ao Brasil em pouco menos de três meses.

“O que me tirou da zona de conforto foi justamente a ausência de ter em quem votar”, justificou ao O POVO.

(O POVO – Repórter Wagner Mendes)

Bancadas do PT na Câmara e no Senado mandam resposta a Camilo: Lula, mesmo preso, é candidato

As bancadas do PT na Câmara e no Senado divulgaram ontem, nota conjunta ratificando defesa da pré-candidatura à Presidência da República do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado e preso pela Lava Jato. No documento, deputados e senadores petistas dizem que o partido não pode “fazer concessões” na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos do ex-presidente.

O documento foi divulgado no mesmo dia em que o jornal O Estado de S. Paulo publicou entrevista com o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), na qual ele defende que seu partido apoie a candidatura presidencial do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), seu padrinho político, e indique o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) como vice. Santana diz estar convicto de que Lula não conseguirá ser candidato e afirma que o PT não pode “apostar no isolamento suicida”.

“As bancadas do PT na Câmara e no Senado afirmam sua unidade em defesa da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Líder em todas as pesquisas eleitorais, mesmo depois de ter sido injusta e arbitrariamente condenado e preso, Lula representa a oportunidade de o Brasil reencontrar o caminho da democracia, da inclusão social, do diálogo, da soberania nacional, do crescimento econômico e da geração de empregos”, diz a nota.

No documento, as bancadas dizem que as eleições de outubro só serão democráticas se todas as forças políticas puderem participar de forma livre e justa. “Não podemos fazer concessões na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos de Lula. Nesse cenário, a candidatura Lula se impõe ao partido e é a melhor alternativa à nação”, afirmam na nota, assinada pelos nove senadores e 60 deputados da legenda em exercício.

Lula “liberou” o PT para conversar com outros partidos de centro-esquerda visando uma aliança eleitoral para o segundo turno da eleição, conforme relato da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que visitaram o petista ontem na sala especial onde está preso há 40 dias, na Polícia Federal, em Curitiba.

Para o primeiro turno, o partido insistirá no registro da candidatura do petista e alega que ele pode concorrer e até ser eleito, mesmo preso e condenado em segunda instância, segundo a presidente da legenda.

Gleisi reconhece, no entanto, que Lula tem o risco de ser impedido pela Justiça Eleitoral de concorrer. “No primeiro turno, nós teremos candidato, será Lula. No segundo turno, ele vai vencer e queremos fazer uma composição. Se não for ele, nós vamos ver quem da esquerda foi para o segundo turno. Se lá na frente nada der certo, o presidente saberá encaminhar o processo junto com a direção do PT.

(Foto – Veja)

Governo do Estado, BID e Banco Mundial promovem seminário internacional sobre prevenção de crimes

Com apoio do Banco Mundial e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Governo do Ceará vai promover o seminário internacional “Evidências e Estratégias para Prevenção de Crime & Violência no Ceará”. O evento ocorrerá na sede da Vice-Governadoria, a partir das 8 horas das próximas segunda (21) e terça-feira (22).

Nestes dois dias de debates com o setor público e privado, as propostas de ações serão divididas em três eixos de atuação: prevenção primária (escolas, esporte, etc), prevenção secundária (Inteligência Policial e ações para pessoas em situações de vulnerabilidade) e prevenção terciária (ação policial direta contra a criminalidade).

No primeiro dia serão realizadas palestras com especialistas sobre experiências exitosas de prevenção e segurança pública de vários países. No segundo dia, representantes do Governo do Ceará apresentam as ações do Estado. Também serão realizadas oficinas e workshops para debates, discussões e proposições de encaminhamentos. Ao final do encontro, a partir das experiências repassadas, serão traçadas ações para serem aplicadas no Ceará.

A vice-governadora Izolda Cela, que coordena o Pacto por um Ceará Pacífico, considera o seminário dos mais importantes. “O enfrentamento da violência passa pelas ações de prevenção social nas classes e camadas mais vulneráveis da sociedade. Com essas políticas interinstitucionais, e a participação dos vários parceiros nesse Pacto, conseguiremos atuar cada vez mais na prevenção social e na segurança pública”, destaca.

SERVIÇO

*Gabinete da Vice-Governadoria  – Avenida Barão de Studart, 598 (em frente ao Palácio da Abolição)

(Foto – Divulgação)

Uma eleição sem candidato, uma disputa capenga

Com o título “Eleição sem candidato”, ei artigo do professor e médico Antonio Mourão Cavalcante. Ele expõe suas preocupações com o processo sucessório sem Lula.Confira:

As recentes pesquisas eleitorais continuam indicando a supremacia de Lula em todos os cenários possíveis. Ele tem o dobro do segundo. Jair Bolsonaro não consegue evoluir. Um primeiro dado que parece desconfortável: preso ou solto, Lula é peça chave na sucessão.

Num passe de mágica (sem explicações!) os analistas sacam Lula do jogo e afirmam ser esse o panorama que vai prevalecer. Quem acredita em eleição sem povo?

A situação parece ainda mais preocupante quando verificamos a quantidade de votos nulos e brancos, atingindo a maioria. Um resultado impossível. Desenha-se, facilmente, um cenário de caos: ninguém será capaz de ganhar as eleições. O impasse está formado.

Nessa bizarra discussão, os simpáticos da direita, insistem em criticar o PT e seus dirigentes: será que não sabem que o Lula não pode ser votado e, muito menos, ser eleito? A equação – sem Lula, embora racionalmente explicada, não tem sustentação política. Aonde fica a tal “vontade soberana do povo”?

A figura de Lula, esse personagem extraordinário da cena política brasileira, tem uma influência decisiva no processo e fim de papo!

Não se trata da pessoa física, que anda alquebrada, doente, algo melancólica e revoltada. Lula transcende a pessoa. Ele representa uma política que não parece ser esquecida pela maioria dos eleitores. Votar nele significa escolher um salário mínimo mais digno. Quer dizer, mais oportunidades sociais. Mais política social voltada aos mais desfavorecidos. Esse lado não tem registro, nem expressão, nos outros candidatos apresentados. Caçando um nome na lista divulgada, não se encontra. Há um vazio.

Por isso, o processo eleitoral brasileiro, mesmo correndo, feito o tic-tac de uma maquininha de táxi, não anda. Não evolui. Não chega aonde se quer. Fica uma disputa capenga. Não é democrática.

Não falo, necessariamente, na volta física de Lula, daquela voz rouca das ruas. O processo precisa apenas, de um cara, que saiba interpretar e se associar a esse sonho e estas bandeiras…

Teremos resposta antes de outubro?

*Antonio Mourão Cavalcante,

Médico, antropólogo e professor universitário.

Pesquisa diz que consumidor brasileiro está mais cauteloso

O consumidor brasileiro segue cauteloso, segundo pesquisa divulgada hoje, em São Paulo, pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O Indicador de Confiança do Consumidor (ICC) ficou estável ao passar de 42,2 pontos em março para 42,0 pontos em abril. No mesmo período de 2017, o índice estava em 40,5 pontos.

A metodologia da pesquisa, que tem seu indicador de zero a 100, indica que resultados acima de 50 pontos demonstram otimismo entre os consumidores e abaixo dessa marca, representam pessimismo. “A lenta e gradual retomada econômica ainda não exerce efeito no humor do brasileiro, que segue cauteloso para comprometer sua renda, mesmo com uma inflação sob controle. A expectativa é que a confiança acompanhe o ritmo de melhora do mercado de trabalho, que deve se consolidar apenas após o período eleitoral”, disse o presidente da CNDL, José Cesar da Costa.

Custo de vida

Mesmo com inflação controlada, 49% dos consumidores atribuem a avaliação negativa da vida financeira ao alto custo de vida. O aumento de preços de produtos e serviços serve como argumento principal da percepção negativa da economia brasileira para 51% dos consumidores, enquanto 39% citam os altos juros.

“Mesmo com a inflação abaixo da meta, o custo de vida ainda incomoda porque a renda ainda não se recuperou para níveis próximos ao período pré-crise. O desemprego continua elevado, a despeito do avanço recente da atividade econômica”, afirmou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

A elevação dos preços é sentida, principalmente, nos supermercados (87%), combustíveis (85%) e conta de energia (82%). Os consumidores mencionam também o fato de estarem desempregados (37%), a queda da renda familiar (27%) e de terem lidado com algum imprevisto que desorganizou as finanças (16%).

Em sentido oposto, para aqueles que consideram o momento atual como bom ou ótimo, o controle das finanças foi a razão mais destacada, lembrada por 57% dos entrevistados. Há ainda 24% que disseram contar com alguma reserva financeira.

Futuro

A pesquisa também procurou saber o que os brasileiros esperam do futuro da economia para os próximos seis meses e descobriu que 40% estão declaradamente pessimistas com a economia.

Quando essa avaliação se restringe à vida financeira, o volume de pessimistas cai para 12%. Os otimistas com a economia são 17% da amostra, ao passo que, para a própria vida financeira, o percentual dos que vislumbram uma melhora sobe para 56% dos ouvidos pela pesquisa.

(Agência Brasil)

Mercado projeto déficit de R$ 138,5 bi nas contas públicas

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda projetam que o déficit primário do Governo Central, formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, deve chegar a R$ 138,543 bilhões neste ano. A estimativa está abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo de R$ 159 bilhões. Em abril, a projeção era R$ 136,103 bilhões.

Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, com base em informações do mercado financeiro. Para 2019, a estimativa das instituições financeiras é déficit de R$ 105,929 bilhões, contra R$ 107,304 bilhões previstos em abril.

A projeção da arrecadação das receitas federais este ano caiu de R$ 1,459 trilhão para R$ 1,453 trilhão, neste ano. Para 2019, a estimativa é R$ 1,576 trilhão, ante R$ 1,578 trilhão previsto anteriormente.

Para a receita líquida do Governo Central, a estimativa para este ano é R$ 1,219 trilhão, ante R$ 1,223 trilhão prevista no mês passado. No caso da despesa total do Governo Central, a projeção permaneceu em R$ 1,359 trilhão, em 2018.

A pesquisa apresenta também a projeção para a dívida bruta do Governo Central, que, na avaliação das instituições financeiras, deve ficar em 75% do Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), neste ano. A previsão anterior era 74,9% do PIB. Para 2019, a estimativa ficou em 76,8% do PIB, ante 79,9% previstos no mês passado.

(Agência Brasil)

Cid Gomes teria admitido trocar Senado por mandato de deputado federal

Cid Gomes começou a repensar os planos de concorrer a uma vaga para o Senado. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Numa conversa recente, ele disse que está pensando seriamente em disputar uma vaga na Câmara. Com isso, arrastaria outros deputados do PDT e teria mais tempo para coordenar a campanha do irmão, Ciro Gomes, à presidência da República.

O Blog tenta falar com Cid Gomes sobre o assunto.

Era Geisel – Crimes à espera de punição

192 1

Com o título “Crimes à espera de punição”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. Ele aborda documentos a CIA que falam de crimes da Era Geisel. Confira:

É chocante o memorando da CIA (a central de inteligência americana), datado de 11 de abril de 1974, registrando que o ditador, general Ernesto Geisel, “informou ao general (João) Figueiredo que a política deveria continuar, mas que extremo cuidado deveria ser tomado para assegurar que apenas subversivos perigosos fossem executados”. A “política”, no caso, era o extermínio físico de adversários do regime. Figueiredo, na época chefe do Serviço Nacional de Informação (SNI), viria a se tornar o último presidente do ciclo militar.

Nesta reunião macabra, descrita pelo então diretor-geral da CIA, William Colby, também estavam os generais Milton Tavares de Souza e Confúcio Danton de Paula Avelino, “respectivamente o ex-chefe e o novo chefe do Centro de Inteligência do Exército (CIE)”, anotou Colby. Ele acrescenta que “o general Milton relatou que cerca de 104 pessoas, nessa categoria (subversivos), haviam sido executadas sumariamente pelo CIE durante o último ano, ou pouco mais de um ano. Figueiredo apoiou essa política e defendeu sua continuidade”. Geisel concordou, ordenando que “quando o CIE detivesse uma pessoa, que poderia ser enquadrada nessa categoria, o chefe do CIE deveria consultar o general Figueiredo, cuja aprovação deveria ser dada antes que a pessoa fosse executada”.

É um relato perturbador, porém não surpreendente. Seria impossível que o massacre contra os “comunistas” fosse apenas “excesso” de setores extremistas, sem conhecimento de seus chefes. Antes, foi uma política organizada com o método do terror.

O Brasil vai continuar pagando por não ter punido militares que cometeram esses crimes hediondos, preferindo um “esquecimento” hipócrita, que mancha a imagem do Exército, e obriga uma geração de militares – que nada tiveram com as faltas de seus antecessores – a carregar uma culpa que não é deles.

Alguns insanos vão dizer que a “guerra” em que vivia o País justifica a atitude dos militares. Mas, mesmo em uma guerra, é crime assassinar prisioneiros. Portanto, não há desculpa possível. Apenas crimes à espera de punição.

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Anac interdita avião usado por Maiara e Maraísa

209 1

Em uma operação contra os táxis-aéreos piratas, a Anac interditou o avião usado pela dupla Maiara e Maraísa para voar nos últimos meses entre um show e outro. A informação é do O Globo.

A agência constatou que a aeronave não tinha certificação para ser fretada para táxi-aéreo. Os pilotos envolvidos no transporte das cantoras tiveram suas licenças suspensas.

A polêmica das sertanejas com esse tipo de serviço não é de hoje. Em 2017, elas já haviam sido notificadas pelo mesmo motivo. Inclusive, quase sofreram um acidente em outubro em um desses aviões.

Maiara e Maraísa não foram as únicas celebridades atingidas pela operação. Um avião que transportava Amado Batista também foi interditado ontem, dois dias após um pouso de emergência na Bahia.

Os dois casos serão encaminhados à Polícia e ao Ministério Público.

Enem 2018 – Inscrições terminam nesta sexta-feira

Os estudantes que querem fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 têm até as 23h59 de amanhã (18), no horário de Brasília, para fazer a inscrição, pela internet, na página do participante do Enem. Até as 18h de quarta-feira (16) foram registrados 5 milhões de inscritos.

Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. O pagamento da taxa para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até o dia 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios. Os concluintes do ensino médio da rede pública têm direito à isenção no ato da inscrição, mesmo aqueles que não tiverem solicitado a isenção.

Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que serão usados para enviar informações sobre o exame.

Com o fim do prazo de inscrição nesta sexta-feira (18) também se encerra a possibilidade de alterar dados cadastrais, a opção do município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição.

Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.

(Agência Brasil)

Sebrae/CE promove talk show sobre economia criativa em Fortaleza e Juazeiro do Norte

Como parte da Semana do MEI, o Sebrae Ceará promove nesta quinta-feira, a partir das 19 horas, um talk show voltado para empreendedores e potenciais empresários do segmento da economia criativa. O evento, que é gratuito, contará com a presença de Heliana Marinho, gestora de economia criativa do Sebrae do Rio de Janeiro, que irá falar sobre a experiência naquele estado de fomento aos negócios na área da cultura, criatividade e entretenimento.

Além disso, também serão abordados temas como a importância do planejamento e da formalização para os empreendedores desta área. O talk show contará ainda com a presença do criador do Dragão Fashion, Cláudio Silveira, e do presidente da Rede Cearense de Coworking, André Farias.

Já nesta sexta-feira, será a vez da cidade de Juazeiro do Norte receber o evento, que será realizado no Cariri Garden Shopping, a partir das 14 horas.

Economia criativa

Economia criativa é o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico. Para a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNTACD), as indústrias criativas se dividem em quatros grandes grupos: patrimônio, artes, mídias e criações funcionais. Nestes grupos, estão incluídas atividades como artesanato, música, fotografias, designs, artes cénicas e visuais, arquitetura, áudio visual, criação de games, entre outras.

O que é o MEI

O Microempreendedor Individual é a figura jurídica criada pela Lei Complementar 128/2008, que permitiu a formalização de milhões de empreendedores em todo o país, que faturam até R$ 81 mil por ano. Ao se cadastrar como MEI, o empreendedor passa a ter acesso a alguns benefícios como a cidadania empresarial, a possibilidade de abrir conta bancária jurídica, aposentadoria, auxílio-doença e salário maternidade, entre outros.

SERVIÇO

Fortaleza

*Sebrae Ceará – Avenida Monsenhor Tabosa, 777, Praia de Iracema

Juazeiro do Norte

*Cariri Garden Shopping – Avenida Padre Cícero, 2555 – Triângulo

Jair Bolsonaro pode ter uma mulher na vice

Jair Bolsonaro ainda resiste, mas seus aliados estão pressionando para que ele escolha uma mulher para ser vice em sua chapa à Presidência. É o que informa O Globo.

Pesquisas mostram que ele tem dificuldade de crescimento no eleitorado feminino e, apesar de seguir na liderança, teve uma queda de dois pontos percentuais nas intenções de voto no cenário sem Lula no último levantamento da CNT.

Por enquanto, Bolsonaro diz que não quer que esse seja o critério e que prefere escolher seu vice baseado nas qualidades do candidato.

Cruz Vermelha e ABIH fecham acordo para treinamento de funcionários de hotéis em primeiros socorros

A Cruz Vermelha Brasileira e a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih) assinaram um convênio para que a instituição de ajuda humanitária passe a oferecer aos trabalhadores de hotéis de todo o país cursos de primeiros socorros. O acordo foi firmado em clima de 60º Congresso Nacional de Hotéis, que se encerrará nesta sexta-feira, no Centro de Eventos.

Segundo o presidente nacional da Cruz Vermelha, o cearense Júlio Cals, o treinamento básico de 4 horas vai ser ministrado por voluntários das filiais estaduais da entidade, a pedido dos donos de hotéis, pousadas e resorts.

“Estaremos à disposição de todos os estabelecimentos do Brasil para implementar o curso de capacitação que já oferecíamos a qualquer pessoa interessada. Basta o proprietário entrar em contato com a filial da Cruz Vermelha Brasileira e oferecer o local”, disse Cals à Agência Brasil.

Graças ao convênio, a instituição conseguiu reduzir de R$ 120 para R$ 20 o valor a ser cobrado dos estabelecimentos por empregado capacitado. Quantia que Cals considera um investimento, já que será um diferencial do negócio, pois os estabelecimentos cujos funcionários receberem o treinamento ganharão uma placa da Cruz Vermelha, atestando que o local conta com pessoal apto a intervir emergencialmente em situações críticas.

(Com Agência Brasil)

Morre, aos 93 anos, a atriz Eloísa Mafalda

2659 1

A0s 93 anos, morreu, nessa noite de quarta-feira, em Petrópolis (RJ), a atriz global Eloísa Mafalda. O filho da artista, Marcos Teixeira, confirmou que a mãe faleceu por volta das 20h30m, em casa. O enterro de Eloísa ocorrerá em Jundiaí, no interior de São Paulo. A família ainda não sabe a causa da morte e organiza o sepultamento para quinta ou sexta-feira. A informação é do O Globo.

Eloísa Mafalda trabalhou como costureira e auxiliar de escritório nas Emissores Associadas, na qual teve os primeiros contatos com a arte e a interpretação. Começou sua carreira no rádio. Seu irmão Oliveira Neto a convenceu a fazer um teste. Ela foi aprovada e começou a fazer radionovelas da Rádio Nacional. em seguida a atriz fez sua estreia na TV Paulista, onde ficou até a emissora acabar e ser vendida para a TV Globo.

Na Globo, Eloísa viveu papéis marcantes em mais de 40 trabalhos, entre novelas, séries e especiais. Caso de Dona Nenê, na primeira versão de “A grande família”, e a inesquecível Dona Pombinha Abelha, de “Roque Santeiro”. A carreira conta ainda com outros personagens que caíram no gosto do público, como Maria Machadão, de “Gabriela”, Dona Mariana, de “Paraíso”, Gioconda Pontes, de “Pedra sobre pedra” e Manuela, de “Mulheres de areia”.

A atriz fez seu primeiro papel no cinema em 1950, no filme “Somos dois”. Já no teatro, a estreia aconteceu em 1965, numa adaptação de “O morro dos ventos uivantes”. Eloísa estava fora do ar desde a novela “O Beijo do Vampiro”, de 2002. Os convites para voltar foram muitos, mas a artista não pode aceitá-los. Na época da última novela, já não conseguia decorar os textos e decidiu sair de cena diante da perda de memória. Ela vivia com a filha Mirian, em Petrópolis.

Prefeitura e Uber – O acordo obtido parece ter sido o possível

Com o título “Uber: Acordo possível”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira:

A regulamentação do transporte individual de passageiros por aplicativo, como Uber, 99 e Táxi Amigo, aprovada pela Câmara Municipal de Fortaleza, depois de muitas polêmicas, tende a ser absorvida, ainda que restem insatisfações compreensíveis. O debate vinha transcorrendo desde 2016 após a introdução desse tipo de aplicativo em Fortaleza. Na ocasião, a reação inicial veio dos taxistas, por se sentirem ameaçados, mas, aos poucos, foi-se estabelecendo o entendimento de que era preciso chegar a uma fórmula em que todos os interesses fossem o máximo possível contemplados, principalmente o dos usuários.

Esse tipo de serviço tornou-se uma realidade onipresente na paisagem urbana contemporânea, puxada pela necessidade de atender – na área de transporte urbano -, além das demandas coletivas, as individuais. Esta última opção vinha sendo suprida pelos taxistas, mas, sempre foi mais cara. Com o surgimento dos aplicativos e sua sistemática de distribuição automática de chamados e de trajetos, aliada à redução dos custos, o consumidor viu surgir uma alternativa atrativa. Contudo, no caso brasileiro, o custo mais barato é obtido à base de um descompromisso com o princípio da solidariedade social que permite a sociedade dispor de um meio institucional – a arrecadação de tributos – para financiar a demanda de serviços coletivos exigidos por seus cidadãos. Isso fez com que os taxistas, cumpridores de um largo espectro de obrigações sociais se sentissem injustiçados.

Ademais, os usuários precisavam dispor de um mínimo de segurança para serem transportados de um lugar a outro: veículos com manutenção em dia; seguros para acidentes e outras garantias. Ora, isso implica em gastos.

Assim, é razoável prover a fonte de recursos para tanto. Pela legislação aprovada, só poderão explorar o serviço veículos com, no máximo, cinco anos de fabricação. E serão cobrados 2% do apurado em cada corrida. Ou 1% se as empresas financiarem contrapartidas para mitigar o impacto da mobilidade urbana, como implantação de ciclofaixas, estações de bicicletas ou faixas exclusivas de ônibus. Exigência razoável.

Esses custos implicarão, inevitavelmente, em alguma elevação no preço para o usuário. A concorrência e a fiscalização do poder público, para evitar a formação de cartéis, encarregar-se-ão, presumivelmente, da dissuasão de abusos. Quanto aos motoristas que entraram para esse mercado, movidos pela busca de um meio de sustento de vida e tangidos pelo desemprego (que já atinge cerca de 14 milhões de pessoas no Brasil) só resta insistir nessa alternativa dentro das novas condições. O acordo obtido parece ter sido o possível.

TRF-4 julga nesta quinta-feira ultimo recurso de Dirceu em segunda instância de processo na Lava Jato

Será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) na tarde desta quinta-feira (17), em Porto Alegre, o último recurso em segunda instância de José Dirceu em um dos processos que responde na Lava Jato. Se for negado, o ex-ministro pode ser preso. A informação é do Portal G1.

Dirceu apelou ao tribunal contra a condenação em primeira instância, mas os desembargadores mantiveram a decisão e aumentaram a pena para 30 anos e 9 meses de prisão por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Nesta quinta, os desembargadores julgam os embargos de declaração, que permitem verificar se existe alguma dúvida, contradição ou explicação a ser dada sobre a decisão. Ele será analisado pela 4ª Seção, formada por seis desembargadores, que é a mesma que negou os embargos infringentes em 19 de abril. Entre os pedidos da defesa está o recálculo da pena.

Nesta ação, Dirceu é acusado de irregularidades na Diretoria de Serviços da Petrobras. O ex-ministro responde ainda a outros três processos relativos à operação que descobriu um esquema de corrupção na estatal.

Dirceu chegou a ficar preso no Paraná entre agosto de 2015 e maio de 2017, quando conseguiu no Supremo Tribunal Federal (STF) um habeas corpus para aguardar em liberdade o julgamento dos recursos, mas com monitoramento por tornozeleira eletrônica.

Segundo decisão do próprio TRF-4, após esgotados os recursos no tribunal, Dirceu pode voltar à prisão para cumprir a pena. Para isso, o TRF-4 precisa emitir ao juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná, o ofício autorizando a execução da pena. Mesmo que seja preso novamente, Dirceu ainda pode recorrer da condenação nos tribunais superiores.

A defesa de Dirceu chegou a pedir ao STF que ele não fosse preso após o fim do trâmite do processo na segunda instância. Mas, em 19 de abril deste ano, o ministro Dias Toffoli rejeitou o pedido e afirmou que não poderia decidir sozinho sobre o assunto. Ele, então, encaminhou a decisão final à Segunda Turma, composta por cinco ministros, que ainda não analisou a matéria.

A pena de Dirceu é a segunda mais alta no âmbito da Lava Jato até o momento. A primeira é a que foi aplicada a Renato Duque: 43 anos de prisão.

PT admite, pela primeira vez, abrir mão da vaga de senador

José Pimentel, no entanto, estaria inclinado a buscar a reeleição.

Pela primeira vez, o PT cearense começa a admitir que pode abrir mão de uma vaga no Senado Federal em nome da aliança para a reeleição do governador Camilo Santana (PT). Em entrevista ao O POVO, o presidente da legenda, deputado Moisés Braz, disse ontem que o “Senado não é prioridade” e que a legenda vai trabalhar para reeleger Camilo e formar uma bancada forte no legislativo estadual e na Câmara dos Deputados.

O principal argumento do dirigente da sigla é que o PT “não construiu o nome para o Senado” nos últimos anos. A declaração abre diálogo direto com o senador Eunício Oliveira (MDB) que pleiteia disputa à reeleição na chapa do governador. A segunda vaga ficaria com o ex-governador Cid Gomes (PDT).

Braz, que admite também que a tese não é unidade no partido, disse ainda que o assunto vai ser levado à reunião do diretório estadual agendado para o dia 25 deste mês para discussão. O presidente negou, no entanto, que esse novo entendimento possa ter relação com a aproximação de Eunício com o grupo liderado pelos irmãos Ferreira Gomes e disse que, embora mais distante, o partido ainda não “jogou a toalha” sobre a candidatura.

Ligado ao grupo da ex-prefeita Luizianne Lins, o deputado estadual Elmano de Freitas (PT) reagiu à proposta levantada pela direção da sigla. Ele defende que o nome do senador José Pimentel seja oferecido pelo PT ao grupo para a disputa da reeleição. “Se esse critério valesse, o Camilo não era governador. Porque o Camilo também não foi construído no PT, virou governador e nós estamos muitos satisfeitos e queremos que ele seja de novo governador”, rebateu o petista..

A deputada federal Luizianne Lins já declarou em outras oportunidades que colocaria seu nome à disposição para disputar o Senado caso Pimentel recuasse da candidatura a um novo mandato. Elmano defende que seja um nome do PT que possa colaborar, em Brasília, com a revogação das reformas implementadas pelo governo Michel Temer (MDB).

Em entrevista à rádio O POVO/CBN na manhã de ontem, a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, também defendeu a manutenção de Pimentel no Senado e declarou que o PT não vai abrir mão de vaga na chapa do governador. “Queremos reeleger o Pimentel, ou quem o PT, na sua decisão interna, indicar”.

Sobrinho de Eunício, o deputado estadual Danniel Oliveira (MDB) entende que esse movimento do PT sinalizado pela presidência estadual é sim uma abertura à aliança com o presidente do Congresso Nacional para a eleição de outubro. O emedebista afirma que o presidente do PT no Estado é um “entusiasta” da uma ampla aliança “em favor do Ceará”. “Claro que é uma abertura. Em outras linhas, nós vivemos um bom momento com o PT a nível nacional. E essa união no Ceará passa entre o governador Camilo e o senador Eunício”.

 

(O POVO – Repórter Wagner Mendes)

Operação contra pornografia infantil é deflagrada em 25 Estados

1110 2

Uma nova fase da Operação Luz da Infância ocorre nesta manhã de quinta-feira, tendo à frente policiais da Delegacia da Criança e Adolescente. O alvo são os crimes de pornografia infantil. Dezenas de mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos. Até as 7 horas, eram 8 presos no Rio de Janeiro. A operação ocorre em 25 Estados, informa o Portal G1.

Um dos detidos foi pego no Maracanã, na Zona Norte do Rio. Em seu computador havia fotos de crianças. O Ministério Extraordinário da Segurança Pública coordena as ações.

No Estado do Rio, 200 homens da Polícia Civil e da Força Nacional estão em endereços nas regiões Metropolitana e dos Lagos.