Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

FHC define como “escandaloso” Lula ser alçado a ministro

SAO PAULO/SP 05/09/2006 - 16:00 H - FHC / ENTREVISTA - VARIEDADES JT - Entrevista com ex Presidente da Republica, Fernando Henrique Cardoso em seu escritorio no Instituto.

“O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou nesta quarta-feira, 16, que é “escandaloso” Lula ser alçado a ministro-chefe da Casa Civil num momento em que é investigado pela Justiça e pode se tornar réu. “Isso aumenta a crise moral no País”, disse o ex-presidente tucano, após proferir palestra em evento da área de seguros na capital paulista.

Na avaliação de FHC, a ida de Lula para a Esplanada dos Ministérios vai apenas “postergar” decisões que precisam ser tomadas. Sem falar diretamente na discussão do impeachment da presidente Dilma Rousseff, FHC destacou que a sociedade e as forças do Congresso é que terão de reagir com força. “Lula é competente no jogo político e vai usar a sua capacidade para postergar decisões.”

Segundo FHC, como o ex-presidente petista não tem convicções firmes em área nenhuma “e muito menos na econômica”, se continuar nessa fase de baixar juros e aumentar crédito, o País irá retroceder. “É um mau momento para isso”, emendou.

E continuou: “Se o poder político dele for nessa direção, vai atrasar ainda mais (a recuperação do País), porque pode causar euforia momentânea em alguns setores, mas vai agravar ainda mais a situação lá pra frente.” FHC ironizou: “Lula é maleável, se a sociedade gritar ele vai retroceder na economia.”

Ainda sobre Lula, sem citar especificamente o agora ministro-chefe da Casa Civil, Fernando Henrique disse que não se pode dirigir o País sendo analfabeto. “Assim não dá”, frisou. O ex-presidente tucano estava neste momento falando que o Brasil precisa investir em Educação e que seus dirigentes devem ter conhecimento. Após o evento, FHC deixou o local sem falar com a imprensa.”

(Estadão Conteúdo)

Presidente da OAB/CE vai expor inovações do Novo Código de Processo Civil

esc (1)

O presidente estadual da OAB, Marcelo Mota, dará palestra nesta quarta-feira, às 19 horas, no auditório da Faculdade de Direito da UFC, sobre o Novo Código de Processo Civil, com vigência a partir desta sexta-feira, em todo o País.

Ele falará, em cima do tema “As Conquistas  da Advocacia no Novo CPC” para advogados e interessados em se inteirar das mudanças e avanços do novo código.

Marcelo deve expor também uma novidade que interessa aos advogados: a suspensão de prazos processuais de 20 de dezembro a 20 de janeiro, o que permitirá para esses profissionais um mês de férias.

Outro tópico: o arbitramento de honorários como verbas alimentícias e a supressão de alguns recursos e a contagem de prazos para a interposição de recursos em dias úteis.

Operação Mão Dupla – MPF/CE denuncia envolvidos em irregularidades em construção de ponte

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou quatro pessoas envolvidas em irregularidades na reforma da ponte sobre o Rio Jaguaribe, no município de Aracati (Litoral Leste). A denúncia, resultado da Operação Mão Dupla, aponta que a empresa Delta Construções S/A, responsável pela reforma da ponte, executou um projeto alternativo sem que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Ceará (DNIT/CE) autorizasse a sua execução.

Com o início das ações da Operação Mão Dupla, realizada pela Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Federal, foi constatado que nem a NBR Engenheiros, empresa responsável pela fiscalização da obra, nem o fiscal do DNIT relataram que a execução da obra estava em desacordo com o projeto inicial.

Segundo o procurador regional da república Francisco Macedo Filho, autor da denúncia, foi verificado que as alterações do projeto foram atestadas pelos fiscais e que a Delta Construções, inclusive, recebeu pagamentos por elas. Também foi percebido superfaturamento em alguns dos serviços da reforma e que as alterações no projeto causaram prejuízos para a continuação da obra.

São denunciados pelo MPF o funcionário público Sigfredo Peixoto Diógenes, os engenheiros da empresa Delta Contruções S/A, Flodoaldo Xavier Gedes e Aloízio Alves de Souza, e José Nilson Barreto de Oliveira, responsável pela empresa NBR Engenheiros e Construtores Ltda. Além do Ceará, também são realizadas investigações em Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia, Paraíba, Pará e Amazonas.”

(Site do MPF/CE)

Líder do Governo diz que Jaques Wagner adotou “gesto de grandeza” ao abrir vaga para Lula

Guimaraes-Lula

O líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT), definiu, nesta quarta-feira, como “ato de grandeza” o fato de Jaques Wagner abrir mão da chefia da Casa Civil para acomodar o ex-presidente Lula.

“O ministro Wagner, no dia do seu aniversário, mostra grandeza e desprendimento ao deixar a pasta”, observou, via Twitter, José Guimarães.

Jaques Wagner ocupar a chefia de Gabinete do Planalto.

(Foto – Arquivo)

Empresário precisa ter a humildade de recuar, rever cenário e se dimensionar para o novo Brasil

Com o título “Reflexões capitalistas”, eis artigo do empresário Paulo Porto. Ele traz boas dicas de sobrevivência num País onde a economia ficou instável e mais instável ainda o governo. Confira:

A maré não está nem para peixe graúdo. No âmbito empresarial e no político. O que fazer diante desse quadro de crise imaginável? Imaginável? Sim. O mundo jamais será previsível. As empresas devem ser pensadas a partir dessa premissa.

A capacidade de diminuir e crescer de tamanho em pequeno espaço de tempo deve ser uma das principais características das empresas que tenham pretensões de permanecer no mercado.

Para se ter essa virtude, a gestão financeira se torna fundamental (quase uma redundância). Certa vez, iniciando minha vida empresarial, com uma pequena empresa, um genial empresário e possível futuro sócio me perguntou: quanto custa para fechar sua empresa? Eu não sabia – eu estava preparado para responder sobre faturamento e resultados. “Como não sabes? Se o mundo mudar e você quiser vender a empresa e não tiver comprador? Você vai ter que fechar ou vai se endividar até acabar com tudo que construístes na vida”. Grande lição.

O endividamento acima da capacidade da liquidação imediata, caso necessário, numa mudança de cenário, será mortal.

Nesse caso, quem se preparou, investiu e se endividou para um Brasil que não existia está em apuros. O mundo mudou! E se o cliente principal era o governo, terá que contratar grandes advogados…

Evidente que temos várias exceções. Há sempre os geniais que encontram grandes alternativas na crise. Esses enxergam um pouco à frente e não acreditam em Papai Noel, autor de autoajuda ou consultor que aprendeu a somar dois mais dois e achar cinco.

Se você não é um genial, não adianta inventar. Reduzir de tamanho, eliminar o desnecessário, liquidar passivos para não deixar os juros tomarem sua alma e sua credibilidade, nem que tenha que praticar o desapego, vendendo ativos pelos quais temos afeto. Parece lógico, mas poucos fazem a tempo. Pensar em pedaladas não tem dado muito certo. Principalmente se você não for candidato a cargo eletivo, desista de se enganar.

Neste momento, a grandeza é ter a humildade de recuar, rever o cenário, e se dimensionar para o novo Brasil real. Igual ao que não existia, apenas os governantes e legisladores que não aprenderam qual o papel do Estado e a importância de um ambiente favorável ao empreendedor.

*Paulo Porto Lima

pauloportolima@me.com
Geógrafo e empresário.

Lula vai ser ministro da Casa Civil

76 2
0203PO1320 

“A presidente Dilma Rousseff decidiu agora há pouco, depois de muitas horas de reunião, que o ex-presidente Lula vai ocupar a Casa Civil do governo, no lugar de Jaques Wagner, que vai para a chefia de gabinete.  Está em discussão uma reforma mais ampla do primeiro escalão do governo. Dilma deve mexer em outras peças do Ministério.

A presença de Lula no governo deve mexer na área da economia. Lula pressiona por uma guinada nos rumos das políticas econômica e monetária, com o uso das reservas internacionais para abatimento de dívidas e uma pressão pela redução da taxa de juros, criando um populismo fiscal.

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, tem demonstrado incômodo com as notícias de que Lula gostaria de trazer para o governo o ex-presidente do BC Henrique Meirelles.

O governo se esforça para convencer que a ida de Lula para o Palácio do Planalto é para tentar salvar o mandato da presidente Dilma. Já a oposição afirma que o oferecimento de um ministério para Lula é para blindá-lo no campo da Justiça. A consequência prática é que Lula se livra da mira do juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, já que passaria a ter como foro o Supremo Tribunal Federal.

(Blog do Camarotti)

DETALHE – O líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT), usou seu twitter ha´pouco para informar que Lula será ministro da Casa Civil.

Presidente do BC deve deixar o cargo

tombini

Após mais de cinco anos no cargo, Alexandre Tombini deve deixar a presidência do Banco Central (BC). Com as mudanças ministeriais que estão a acontecer, os sinais da saída do presidente têm sido mais claros. A possível confirmação do ex-presidente Lula no cargo de ministro do governo Dilma sinaliza mudanças profundas na política econômica do País, com reflexos na área monetária e cambial.

Por conta da notícia, os contratos de juros futuros longos ampliaram alta na manhã de hoje (16). Os DIs com vencimento em janeiro de 2021 subiam 26 pontos-base, a 14,94%, ao passo que os papéis com vencimento para janeiro de 2017 operavam estáveis, a 13,88%.

(Valor Econômico)

Dilma está reunida com Lula

74 1

“Depois de mais de quatro horas de conversa na noite de ontem (15), a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltam a se reunir no Palácio da Alvorada esta manhã. Lula chegou por volta das 9 horas. Também estão no Alvorada os ministros da Casa Civil, Jaques Wagner, da Fazenda, Nelson Barbosa, e da Educação, Aloizio Mercadante.

Até o momento nenhuma informação sobre o teor das discussões foi divulgada. Desde ontem, a possibilidade de Lula ser nomeado ministro de Dilma repercute entre deputados favoráveis e contrários ao governo. Os petistas apoiam a iniciativa por conta da habilidade política do ex-presidente, enquanto os oposicionistas classificam a hipótese como tentativa de blindá-lo das investigações da Operação Lava Jato.

Lula chegou a Brasília no meio da tarde de ontem e, antes de se reunir com a presidenta, recebeu alguns parlamentares petistas no hotel em que está hospedado. De acordo com o senador Lindberg Farias (PT-RJ), que esteve no encontro, a ocupação de um ministério por Lula “aumenta muito a articulação política do governo” e faria com que o governo saísse “fortalecido na batalha do impeachment”.

Outro assunto de grande repercussão política nessa terça-feira (16) em Brasília foi a delação do senador Delcídio do Amaral (MS), homologada pelo Supremo Tribunal Federal. No depoimento, o parlamentar cita nomes do governo e da oposição que, segundo ele, estariam envolvidos em esquemas de corrupção na Petrobras e em outras empresas públicas. O senador está em processo de desfiliação do PT.

Ontem, Dilma afirmou, em nota, que repudia “com veemência e indignação” a tentativa de envolvê-la no que classificou de “iniciativa pessoal” do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, de conversar com o senador Delcídio do Amaral (MS). Na delação, o senador afirma que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, ofereceu ajuda financeira para evitar a delação.”

(Agência Brasil)

Delcidio segue os mesmos passos de Jefferson?

delcidio

“Com a delação premiada homologada, Delcídio do Amaral espera angariar apoio da opinião pública para, desta maneira, tentar evitar a cassação de seu mandato pelo Senado. A estratégia se assemelha á do ex-deputado Roberto Jefferson que, em 2005, acuado por denúncias de desvios de aliados seus nos Correios e no IRB, resolveu contar tudo o que sabia sobre o mensalão.

Ao entregar a trama envolvendo Dilma Rousseff, Lula e outras autoridades numa tentativa de obstruir as investigações da Lava-Jato, Delcídio espera reverter a imagem com a qual ficou quando foi preso. A aliados ele tem dito que ficará claro que não cometeu crime de corrupção, não tinha contas secretas no exterior e não recebeu propina. Teria agido cumprindo uma missão do governo e do PT.

RobertoJefferson200712

Com a simpatia que espera conquistar da opinião pública por ter tido coragem de delatar o que sabe, o senador acredita que o Senado pode ter receio de cassá-lo.
Afinal, na Casa há vários investigados por ter recebido benefícios de dinheiro desviado da Petrobras, além de outros citados diretamente por Delcídio na delação.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Senado aprova substitutivo de Tasso Jereissati e define Lei de Responsabilidade das Estatais

tassso

O Senado Federal aprovou, nessa noite de terça-feira, substitutivo do senador Tasso Jereissati (PSDB) ao PLS 555/2015, definindo a Lei de Responsabilidade das Estatais. O projeto disciplina o regime societário de empresas públicas e de sociedades de economia mista, sua função social, regula licitações, contratos, e a fiscalização pelo Estado e a sociedade dos atos praticados por essas empresas. Com o objetivo de definir modelo de governança moderno, o texto estabeleceu exigência da elaboração de planejamento estratégico de longo prazo para as estatais.

“Ao aprovar este substitutivo, o Senado está contribuindo para a construção de um marco legal contemporâneo, baseado nas melhores práticas internacionais de governança de estatais”, acentuou Tasso Jereissati, ressaltando que não se trata de um projeto de partido, mas um projeto de Estado.

Sobre a transparência, o novo modelo de responsabilidade das estatais mantém o acesso irrestrito dos órgãos de controle aos documentos ou às informações necessárias à realização dos trabalhos. Foram apresentados 4 destaques à matéria, dos quais apenas um foi aprovado pelo plenário do Senado. Este suprimiu texto que tratava do ressarcimento dos gastos feitos com atividades fora do objetivo precípuo da empresa.

Os demais foram rejeitados, preservando o texto proposto pelo senador, mantendo a proibição de indicações políticas e de membros de órgãos sindicais para a composição dos Conselhos de Administração; a obrigatoriedade de ao menos 25% de capital aberto nas sociedades de economia mista; e a instituição de um percentual fixo de membros independentes nos Conselhos de Administração de todas as empresas estatais.

DETALHE – Aprovada no Senado, em dois turnos de votação, a matéria segue para a Câmara os Deputados.

(Foto – Gerdan Wesley)

Minha Casa, Minha Vida – Câmara pode votar projeto que altera regras do programa

arnon

“O Plenário da Câmara dos Deputados transferiu para a manhã desta quarta-feira (16) a votação da Medida Provisória 698/15, que viabiliza a concessão de garantia em operações de financiamento do programa Minha Casa, Minha Vida cujas prestações são parcialmente custeadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A partir de outubro de 2015, resolução do conselho curador do FGTS permitiu a concessão de desconto vinculado a unidades construídas com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), que beneficiará famílias de renda mensal familiar de até R$ 1,6 mil.

De acordo com o projeto de lei de conversão da MP, de autoria do deputado José Arnon Bezerra (PTB-CE), 10% dos recursos destinados pela União ao programa Minha Casa, Minha Vida para a construção de imóveis para pessoas de baixa renda terão de ser aplicados em projetos nos municípios com menos de 50 mil habitantes.”

(Agência Câmara)

 

Ceará já registra oito casos de microcefalia associados ao zika

combate-zika-virus-500x315

No período de outubro de 2015 a 10 de março deste ano, já foram registradas 395 notificações e 48 casos confirmados de microcefalia e alterações do Sistema Nervoso Central (SNC) no Ceará. Destes, oito tiveram a constatação de associação com o vírus zika, segundo dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

Foram notificados 28 óbitos, sendo quatro casos de natimortos — quando o feto morre dentro do útero materno ou durante o trabalho de parto — e 24 casos que chegaram a óbito após o nascimento. Destes, 13 permanecem em investigação e 15 foram confirmados como advindos de infecção congênita, sendo oito as ocorrências com identificação do vírus zika em tecido fetal.

Segundo a Secretaria da Saúde, as confirmações para o vírus zika vieram de casos que estavam sendo investigados no Instituto Evandro Chagas, em Belém (PA). Os municípios que tiveram ocorrências de microcefalia associada ao vírus foram Fortaleza (dois casos), Tejuçuoca, Tururu, Juazeiro do Norte, Canindé, Russas e Iguatu.

Ao todo, 87 municípios notificaram os bebês com microcefalia, 26 deles confirmaram casos. Das 395 notificações, 67 delas foram detectadas durante a gestação. Em Fortaleza, são 138 casos notificados, os quais 75 estão sendo investigados e 15 foram confirmados. Edson Lucena, chefe da Divisão de Gestão do Cuidado da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac), explica que a disparidade entre notificações e confirmações se dá pela dificuldade da execução do exame laboratorial.

Camilo Santana receberá Embaixador do Vietnã

O Embaixador do Vietnã no Brasil, Nguyen Van Kien, ao lado da embaixatriz Luong Le Kien, visita o Ceará nesta quarta-feira. Em ritmo de missão oficial, será recebido pelo governador Camilo Santana e pelo assessor de Assuntos Internacionais do Governo, Antonio Balhmann. O encontro ocorrerá no Palácio da Abolição. visita o Ceará em busca de parcerias

A visita do embaixador é em ritmo de cooperação econômica para identificar parcerias comerciais nas áreas de piscicultura, criação de gado, materiais para indústria têxtil e de couro, produtos aquático (peixe – cat fish, camarão), calçados, borracha, produtos de rattan bamboo, de telecomunicação e jogos infantis (exportação e importação).

Na quinta-feira, o assessor Antonio Balhmann levará o embaixador e sua comitiva para conhecerem o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) e a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará), equipamentos situados no município de São Gonçalo do Amarante. Eles serão recebidos pelo presidente da ZPE Ceará, Mário Lima.

Cid dá palestra em Sobral e lembra pré-candidaturas dos irmãos Ciro e Ivo Gomes

cigogog
O ex-governador Cid Gomes (PDT) vai construindo um cenário propício para a candidatura do seu irmão, o deputado estadual Ivo Gomes (PDT), a prefeito de Sobral (Zona Norte).
Na posse da Associação de Jovens Empresários de Sobral (AJE Sobral), ocorrida nessa noite de terça-feira, no Centro de Convenções, além de proferir palestra abordando “Crescimento e Crise no Cenário Econômico Atual”, o também ex-prefeito de Sobral falou sobre política, e destacou:
“Candidato à presidente vamos ter se chama Ciro Gomes. Candidato à prefeito vamos ter se chama Ivo Gomes e eu vou trabalhar para isso”.
(Blog Sobral de Prima)

Em dia de “temporal político” em Brasília, dólar teve a maior alta em cinco meses

“Em um dia de instabilidades políticas, a moeda norte-americana teve a maior alta em cinco meses. A bolsa de valores teve o maior recuo em 40 dias. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (15) vendido a R$ 3,763, com alta de R$ 0,111 (3,02%). Essa foi a maior alta diária desde 13 de outubro do ano passado, quando a cotação tinha subido 3,58% (R$ 0,13).

Na bolsa de valores, o dia também foi de turbulência. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou a sessão em baixa de 3,56%, aos 47.130 pontos. Essa foi a maior queda diária desde 2 de fevereiro, quando o indicador tinha caído 4,87%.

O dólar operou em alta durante toda a sessão. Na mínima do dia, por volta das 11h30min, chegou a ser vendido a R$ 3,66, perto da estabilidade. Nas horas seguintes, no entanto, a cotação disparou, depois da divulgação do conteúdo da delação premiada do senador Delcídio do Amaral (MS) e em meio a notícias não confirmadas de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aceitou assumir um ministério. Delcídio pediu hoje desfiliação do PT.

A bolsa de valores operou em baixa durante todo o dia. No entanto, após a divulgação da delação premiada o Ibovespa ampliou a queda. As ações da Petrobras, as mais negociadas, tiveram forte recuo. Os papéis ordinários (que dão direito a voto em assembleia de acionistas) caíram 6,6%, para R$ 8,91. Os papéis preferenciais (que dão preferência na distribuição de dividendos) despencaram 10,68%, para R$ 6,61.

Além da instabilidade interna, o cenário internacional contribuiu para o desempenho do mercado financeiro. A queda do preço das commodities – bens primários com cotação internacional – fez as principais bolsas de valores do mundo fechar em queda.

Por causa da desaceleração da economia chinesa, que em 2015 teve o menor crescimento em 25 anos, o preço das commodities tem caído significativamente nos últimos meses. Nas duas últimas semanas, as cotações internacionais de minérios e de produtos agrícolas chegaram a subir, mas os preços reverteram a trajetória e voltaram a recuar.

O desempenho da economia chinesa prejudica países exportadores de commodities, como o Brasil. Com menos dólares de exportações entrando no país, a cotação do dólar é pressionada para cima.”

(Agência Brasil)

Cantora Margareth Menezes fará show em Fortaleza

margareth-menezes_divulgacao1b_foto-estudio-gato-louco-602x400

A cantora baiana Margareth Menezes fará apresentação única de seu show “Margareth Menezes para Gil e Caetano”. Será neste domingo, às 18 horas, no Cineteatro São Luiz. Agora, prestes a completar 30 anos de estrada, ela reverencia dois dos principais ícones da música baiana e do Brasil: Gilberto Gil e Caetano Veloso, aqui representados por um repertório que abrange sucessos, surpresas e raridades, com a participação luxuosa dos dois.

Gravado em maio de 2014, na cidade do Rio de Janeiro, o DVD “Para Gil & Caetano” é um lançamento da Coleção Canal Brasil e tem direção musical de Alexandre Leão e da própria artista.

O show “Margareth Menezes para Gil e Caetano” integra a programação em homenagem ao mês da Mulher, no Cineteatro São Luiz que, além dos shows gratuitos ou a preços acessíveis com cantoras do Ceará e de outros estados, ainda traz diversos filmes curta e longa metragem que abordam o universo feminino.

SERVIÇO

*Cineteatro Sao Luiz. [Entrada: R$30,00 / R$15,00 – Classificação etária: Livre – Duração: 1h20min.

Advogado de Lula diz que delação de Delcidio do Amaral não serve para provar nada

Cristiano Zanin, um dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou, nesta terça-feira (15), que vai analisar a delação premiada do senador Delcídio Amaral (PT-MS), mas adiantou que “afirmações não servem para provar nada, como diz a lei e como já confirmou o Supremo Tribunal Federal.”

Para o defensor de Lula, as circunstâncias em que são feitas os acordo de colaboração, levam o delator, que geralmente se encontra preso no momento das declarações, a dizer o que negociador quer ouvir. Na delação, Delcídio diz que Lula participou de reunião que selou a indicação de Nestor Cerveró para a diretoria internacional da Petrobras. Cerveró também já aderiu à delação premiada.

“Nem se preocupa se a versão não é compatível com o que ela própria disse antes. Mas é importante lembrar que a própria lei que disciplina a delação prevê que pode cometer um delito aquele que imputa uma conduta que pode configurar crime a pessoa que sabe ser inocente”, diz o advogado do ex-presidente.

Zanin Martins diz não ver um “componente político” na decisão do ministro Teori Zavascki de homologar a delação do senador. “Até porque a homologação não significa uma confirmação do teor da colaboração premiada”.

O criminalista acrescenta que as declarações de Delcídio “não tem nenhuma repercussão nas defesas já apresentadas, até porque, como já dito, a delação não serve para provar nada.”

A delação premiada é composta por 21 termos de declarações do senador. Em sua manifestação ao STF, o Ministério Público Federal afirma que o acordo tem o objetivo de obter provas contra “organizações criminosas” que agiam no Executivo e no Legislativo.

“Tal acordo foi firmado com a finalidade de obtenção de elementos de provas para o desvelamento dos agentes e partícipes responsáveis, estrutura hierárquica, divisão de tarefas e crimes praticados pelas organizações criminosas no âmbito do Palácio do Planalto, do Senado Federal, da Câmara dos Deputados, do Ministério de Minas e Energia e da companhia Petróleo Brasileiro S/A entres outras”, afirma a Procuradoria.”

(Portal Uol)

Aécio Neves rebate delação premiada de Delcídio

aecionevve

“O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), desmentiu hoje (15) as acusações feitas a ele na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem partido – MS), homologada hoje pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavaski. Segundo nota divulgada por Aécio Neves, as citações de Delcídio são “mentirosas, que não se sustentam na realidade e se referem apenas a ‘ouvir dizer’ de terceiros”. Uma das referências é a uma fundação da família de Aécio Neves, que seria sediada em Liechtenstein, e que poderia haver relação entre a fundação e o escândalo de corrupção conhecido como mensalão mineiro.

Na nota, o presidente do PSDB admite que sua mãe cogitou criar uma fundação onde abrigaria recursos provenientes da venda de imóveis no Brasil, que seriam aplicados no exterior. Segundo a nota, a mãe de Aécio Neves chegou a pagar a assessoria de um profissional, Norbert Muller, para isso, mas desistiu do negócio posteriormente, em razão de doença de seu marido.

“O assunto em questão foi devidamente analisado e arquivado, há mais de cinco anos, em 2010, após a Justiça Federal e o MPF do Rio de Janeiro constatarem a inexistência de qualquer irregularidade. Não houve sequer abertura de ação penal”, diz a nota divulgada pela assessoria do senador. O texto também ressalta que toda a movimentação foi declarada no imposto de renda da mãe do senador Aécio Neves.

O senador também diz que Delcídio do Amaral “repete o que vem sendo amplamente disseminado há anos pelo PT, que tenta criar falsas acusações envolvendo nomes da oposição” e que ele entra em contradição quando cita Aécio em relação ao caso que ficou conhecido como Lista de Furnas.

“É curioso observar a contradição na fala do delator, já que ao mesmo tempo em que ele diz que a lista de Furnas é falsa, ele afirma que houve recursos destinados a políticos”, diz a nota.

Por fim, Aécio Neves garante que “jamais tratou com o delator Delcídio de nenhum assunto referente à CPMI dos Correios. Também jamais pediu a ninguém que o fizesse”. E ainda que “nunca manteve qualquer relação com o Banco Rural, teve conta-corrente na instituição ou solicitou empréstimos”.

O presidente do PSDB nega ainda que seu partido tenha atuado na CPI dos Correio para proteger qualquer pessoa e diz que isso pode ser comprovado ao observar que o relatório final da comissão pede o indiciamento de integrantes do partido.

“Por fim, e ainda sobre esse assunto, é fácil demonstrar que Delcídio do Amaral não está falando a verdade. Ele diz que foi a Minas tratar com o então governador Aécio de assunto referente à CPMI. É mentira. O relatório final da CPMI data de abril de 2006 e a viagem de Delcídio a Minas ocorreu dois meses depois, no dia 7 de junho de 2006. O que demonstra que ele não poderia ter tratado de assunto da CPMI já encerrada. Na verdade, o encontro ocorrido foi a pedido dele para tratar do apoio partidário a seu nome nas eleições estaduais, em 2006, quando ele pretendia ser candidato no Mato Grosso do Sul”, conclui a nota.”

(Agência Brasil)