Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

A hora da Cufa global

Com o título “Cufa – da favela para o mundo”, eis artigo do presidente da Central Única de Favelas, Preto Zezé. Neste texto, ele diz que “surgiu uma estrutura capaz de trazer à luz um Brasil invisível contrapondo ao Brasil do asfalto”. Confira:

Há 20 anos, Celso Athayde iniciava, no Rio de Janeiro, a trajetória da Central Única das Favelas (Cufa). Na época, eu ainda lavava carros nas ruas de Fortaleza – meu primeiro passo no ativismo social -, quando deparei com ele. Naquele momento, a minha prioridade era levantar uns trocados que ajudassem na renda familiar.

Numa retrospectiva, vejo que a minha mudança de perspectiva cotidiana teve eco semelhante na realidade do Pequeno do Barroso, Davi do Pantanal, Del do Lagamar, Ernando do Conjunto Ceará, Juliana do Bom Jardim e Liduína dos Trilhos, em Fortaleza; Nega Gizza e MV Bill, no Rio de Janeiro; Marcelinho, no Espírito Santo e Francislei, em Minas Gerais, além de outros representantes anônimos das demais favelas do País.

Me orgulho em afirmar que a Cufa nos abriu um leque de opções para a compreensão gradativa do ambiente que nos envolve, a ponto de distinguir um lúcido guia para a nossa revolta e indignação contra a discriminação e o preconceito. Introduzimos uma diversidade de ações desde cultura, tecnologia, literatura e negócios sociais, por meio da Favela Holding.

A partir de um novo viés de mundo, conseguimos transformar uma realidade, outrora negativa, em uma agenda favorável – tendo como pano de fundo os territórios de nossa origem. Aliado a isso, surgiu uma estrutura capaz de trazer à luz um Brasil invisível contrapondo ao Brasil do asfalto.

Passamos a utilizar uma tecnologia social flutuante sobre as fronteiras globais, que nos habilita a vislumbrar um passo importante para a expansão integral das ações a serem tomadas. Com isso, temos uma favela melhorada, informada, incluída, exigente, tecnológica, mais jovem, mais mulher e, principalmente, mais empreendedora. Atuamos nacionalmente nas 26 capitais e Distrito Federal, e em mais de 300 municípios em 17 países.

Cientes de que os problemas globais podem ter soluções comuns, na sexta-feira passada, 18, durante a Semana Global Cufa, iniciamos na sede das Nações Unidas, em Nova York, um processo de construção de uma plataforma de indicadores e objetivos, chancelada na casa pelos 192 chefes de estado do mundo.

Desta forma, uma nova governança global surgirá, concedendo poder às favelas do mundo, trazendo desde o seu embrião soluções para as suas demandas políticas, com empresas e governos.

* PretoZezé

pretozezefortaleza@gmail.com
Presidente da Central Única das Favelas (Cufa).

Mercado financeiro estima queda da economia neste ano em 2,7%

“A projeção de instituições financeiras para a retração da economia este ano passou piorou pela décima vez seguida. Desta vez, a estimativa para a queda do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 2,55% para 2,70%. Para 2016, a expectativa de retração também foi alterada: de 0,60% para 0,80%, no sétimo ajuste consecutivo.

Essas estimativas são do boletim Focus, publicação semanal elaborada pelo Banco Central (BC), com base em projeções de instituições financeiras para os principais indicadores da economia.

Na avaliação do mercado financeiro, a produção industrial deve apresentar retração de 6,45%, este ano. Na semana passada, a projeção de queda era 6,20%. Em 2016, o setor deve se recuperar, mas a projeção de crescimento está cada vez menor: passou de 0,50% para 0,20%, no quarto ajuste seguido.”

(Agência Brasil)

Eunício trabalha para emplacar correligionário no Ministério da Integração Nacional

26 2

foto eunício oliv

O nome do presidente da Companhia Docas do Ceará, César Oliveira, está cotado para, numa reforma ministerial do Governo Dilma Rousseff, ocupar o Ministério da Integração Nacional. Quem trabalha a indicação é o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira.

César Oliveira foi secretário dos Recursos Hídricos do Estado na gestão do ex-governador Cid Gomes. Assumiu recentemente as Docas.

Num momento de seca braba como a que se registra no Ceará, ter um cearense nessa pasta seria ótimo. Desde que não pese a briga política que o PMDB, com oposição, vem travando com o grupo cidista, que respalda o governador Camilo Santana (PT).

Operação Lava Jato – PF realiza a 19ª fase

“A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de hoje (21) a 19ª fase da Operação Lava Jato, intitulada Nessun Dorma (ninguém durma, em tradução livre do italiano). Ao todo, 35 policiais cumprem 11 mandados judicias – sete de busca e apreensão, um de prisão preventiva, um de prisão temporária e dois de condução coercitiva (quando a pessoa é levada à polícia para prestar depoimento) – em Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com a PF, o mandado de prisão preventiva é contra o ex-executivo da Engevix José Antunes Sobrinho. Nesta fase da operação, a corporação investiga pessoas que podem ter atuado como intermediadores no pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos no exterior, em decorrência de contratos celebrados pela diretoria internacional da Petrobras.

“Foi verificado que uma das empresas sediadas no Brasil recebeu cerca de R$ 20 milhões, entre 2007 e 2013, de empreiteiras já investigadas na operação sob a acusação de pagamento de propinas para obtenção de favorecimento em contratos com a estatal”, informou a corporação.

Os presos estão sendo levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde vão permanecer à disposição do juízo da 13ª Vara da Justiça Federal. Mais informações serão divulgadas pela corporação às 10h, em entrevista coletiva.”

(Agência Brasil)

Camilo está em São Paulo para contato com investidores

camillo

O governador Camilo Santana embarcou, no fim da noite desse domingo, em voo comercial, para São Paulo. Ali, manterá contato com investidores, segundo sua assessoria de imprensa.

O governador ainda participará do evento Brasil Competitivo, quando vai expor a situação do Estado e seus nichos para oportunidades e investimentos.

(Foto – Leitor Anderson Carvalho)

Deputados federais já gastaram mais de R$ 79 milhões com “cota parlamentar”

Os 513 deputados federais já torraram mais de R$ 79,5 milhões com a chamada “cota parlamentar” ou “cotão”, em pouco mais de sete meses, em 2015.

Apesar de o salário mínimo ser de apenas R$ 788 mensais, suas excelências, além de receberem R$ 33,7 mil de salário, embolsam até R$ 45 mil mensais a mais para gastar como desejaram, além de terem passagens aérea, combustível, alimentação etc por nossa conta.

São do PT, PMDB, PDT, PTB, PR e PROS os dez deputados que mais gastaram da verba de cota parlamentar: R$ 2,5 milhões.

(Diário do Poder – Cláudio Humberto)

Domingos Neto vê como rasteira mudança na cúpula do Pros. Ele admite deixar o partido

30 5

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=jOCGvattOrs[/youtube]

O líder do Pros na Câmara, Domingos Neto, disse, nesta segunda-feira, que foi pego de surpresa com o anúncio de que o advogado Leandro Vasques assumirá a presidência estadual do partido. O parlamentar elogiou Vasques, mas se sentiu levando uma rasteira.

“Considero que sim (rasteira). Eu não teria tido nenhuma objeção caso se conversasse antes, mas fazer isso através da imprensa foi muito deselegante da parte do presidente nacional do partido”, afirmou Domingos Neto.

O parlamentar viajou para Brasília onde espera conversar com o assunto com Eurípedes Júnior, presidente. Domingos Neto já admite deixar o Pros. Para ele, essa mudança na direção estadual lhe soou como uma espécie de expulsão.

 

Receita Federal abre prazo para renegociação de parcelamento de dívidas

A Receita Federal está com prazo para a consolidação dos parcelamentos instituídos pela Lei nº 12.996, de 18 de junho de 2014, valendo desde o último dia 8. A consolidação dos débitos das modalidades de parcelamento será dividida em dois períodos distintos a depender das características dos contribuintes:

• Até 25 de setembro de 2015: para as pessoas jurídicas, exceto as optantes pelo Simples Nacional e as omissas na apresentação da DIPJ relativa ao ano-calendário de 2013;

• Até 23 de outubro de 2015: para todas as pessoas físicas e as pessoas jurídicas optantes pelo Simples Nacional e as omissas na apresentação da DIPJ relativa ao ano-calendário de 2013.

Destaque-se que os procedimentos para a consolidação dos parcelamentos deverão ser realizados exclusivamente nos sítios da Receita Federal ou da PGFN na Internet, até às 23h59min59s (horário de Brasília) do dia de término de cada período.

(Com Agências)

Lula conversa com Eduardo Cunha e pede para que segure processos de impeachment

38 1

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nessa sexta-feira (18),  em Brasília, com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Preocupado com o avanço de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, Lula pediu a Cunha que segure os pedidos de afastamento.

Na avaliação do ex-presidente, se um processo assim começar a tramitar na Câmara, será muito difícil conter a pressão das ruas. Para Lula, a situação de Dilma é “gravíssima” e o governo precisa do apoio do PMDB para que a presidente consiga aprovar o pacote fiscal e terminar o mandato.

Cunha rompeu com o governo em julho por avaliar que o Palácio do Planalto está por trás das acusações contra ele. O presidente da Câmara foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal, por corrupção e lavagem de dinheiro, no rastro do escândalo da Petrobras.

O presidente da Câmara recebeu na quinta-feira (17) o aditamento ao principal pedido de impeachment contra Dilma. A entrega foi feita pelo jurista Miguel Reale Jr. e por uma filha de Hélio Bicudo – um dos fundadores do PT -, com apoio dos principais líderes de partidos de oposição, como o PSDB e o DEM, e de dissidentes da base aliada, incluindo políticos do PMDB. O pedido diz que Dilma cometeu crime de responsabilidade, cita o escândalo de corrupção na Petrobras e as pedaladas fiscais.

O Tribunal de Contas da União (TCU) ainda examina as contas de Dilma. A possível rejeição do balanço também poderá abrir caminho para abertura de um processo de impeachment.

(Estadão)

Paulo Henrique Amorim vem debater Papel da Mídia no Brasil

76 5

paulo-henrique-amorim

Atendendo a um convite da Fundação Maurício Grabois, em parceria com o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé e Assembleia Legislativa, o jornalista Paulo Henrique Amorim debaterá em Fortaleza o tema “Os desafios atuais da democracia no Brasil e o papel da mídia hegemônica”.

Apresentador da Rede Record e autor do Blog Conversa Afiada, Amorim falará nesta sexta-feira, às 19 horas, num encontro aberto ao público, no Auditório João Frederico, no anexo da Assembleia.

 

Fortaleza com três noite de “Risadaria”

fotos-lente-064

Fortaleza receberá, nesta sexta-feira, sábado e domingo, no Teatro RioMar, a Caravana do Risadaria, autointitulado o maior festival de humor do mundo. No time de humoristas de primeira linha, Leandro Hassum, conhecido por suas participações em novelas e séries da Rede Globo, e o apresentador do CQC (Band) Rafael Cortez. Ativo desde 2010 em São Paulo, o Risadaria trabalha seu conteúdo cômico em diversas plataformas que incluem televisão, rádio, artes cênicas e stand-up comedy.

Para o público cearense a atração recebe um convidado especial, o cantor Falcão, que vai comandar o espetáculo do domingo, 20. “Sou amigo de todos eles e, no final das contas, nosso humor é o mesmo. Isso de ser sarcástico, de rir de si mesmo, é próprio do brasileiro”, afirma.

falcaoo

Falcão, Leandro e Rafael dividem o protagonismo desta edição com Victor Sarro, roteirista do programa Esquenta, Rodrigo Fernandes, criador do blog de humor Jacaré Banguela, e o humorista cearense LC Galetto. É a primeira vez que o Risadaria realiza turnê fora de São Paulo, onde sua 6ª edição reuniu quase um milhão e meio de espectadores.

SERVIÇO 

Festival Risadaria

Quando: hoje e amanhã, às 22 horas, e domingo, às 20 horas

Onde: Teatro RioMar (R. Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Papicu

Quanto: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia). À venda no local ou no sitewww.ingressorapido.com.br
Telefone: (11) 4003 1212

Classificação etária: 16 anos.

Comissão da Câmara debaterá ações do Estado contra o narcotráfico na próxima semna

“A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado debate, na próxima terça-feira (22), as ações do Estado brasileiro contra o narcotráfico. A audiência pública é uma iniciativa da subcomissão permanente para tratar do Combate ao Crime Organizado e foi proposta pelo deputado Pastor Eurico (PSB-PE).

De acordo com o deputado, o narcotráfico pode nutrir-se das mudanças e dos problemas que acometem a sociedade brasileira, como por exemplo, o enfraquecimento do Estado e o aumento do desemprego e do subemprego com correspondente incremento e diversificação da economia informal em todo o País.

“Não menos importante é o relato de fatos que testemunham a incapacidade ou inoperância do próprio Estado no cumprimento de muitas de suas funções básicas em matéria de prevenção e repressão, permitindo o alastramento da corrupção, disseminada nas esferas pública e privada”, diz o deputado.

Foram convidados para a audiência o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid; e a subprocuradora-geral da República do Ministério Público Federal, Raquel Elias Ferreira Dodge.”

(Agência Câmara)

E por falar em magistrados…

27 1

Com o título “Um juiz desajuizado”‘, eis artigo de José Nilton Mariano Saraiva, aposentado do BNB e economista pela UFC. Ele trata dos últimos episódios envolvendo magistrados. Confira:

Lamentavelmente, no Brasil ainda vige o retrógrado processo de “indicação política” para os almejados e vitalícios cargos de ministros dos tribunais superiores, tanto em nível federal como estadual (STF e TCE, são exemplos), sem que se vislumbre indício de que a coisa mude algum dia. Afinal, o corporativismo far-se-á sempre presente (legislar contra ou acabar com os privilégios e mordomias, jamais).

Assim, embora na teoria a condição sine quo non para que alguém faça parte de uma dessas cortes de notáveis (mesmo que indicado) associe o douto conhecimento da natureza da função sobre a qual legislará, a um perfil de clarividência, sensatez, educação e equilíbrio, na prática a coisa não funciona bem assim. Muitos dos nossos juízes (não todos, evidentemente) escudados por um linguajar rebuscado e prolixo e por uma certa aura de superioridade, pecam pelo ativismo politico desbragado, pela extemporânea manifestação fora dos autos, pela flagrante parcialidade em determinadas decisões e, enfim e por extensão, pelo exercício de uma inidoneidade moral a toda prova.

E como isso ocorre originalmente em nível de judicatura federal, como o exemplo vem da “turma do andar de cima”, a consequência direta é que se espraie às instâncias de menor porte, em estados e municípios. Basta atentarmos para as recorrentes vendas de liminares a preços escorchantes, pelo beneficiamento de detentores do vil metal e por aí vai, sem que haja uma providência efetiva e moralizadora para obstar tal prática, para constatarmos a imoralidade presente em nosso judiciário

O exemplo mais que emblemático disso tudo tem agora o Estado do Ceará como protagonista: é que embora, segundo a imprensa, cobrasse algo em torno de R$ 150 mil “per capita” pela liberação da bandidagem (traficantes, de alta periculosidade), eis que o “magnânimo” juiz responsável por diversas solturas foi… “condenado à PENA DE CENSURA por desvios funcionais durante plantões judiciários, como a concessão irregular de liminares e direcionamento de ações” e assim “não poderá figurar em lista de promoção por merecimento pelo prazo de um ano; nada terá que devolver aos cofres públicos e continuará recebendo integralmente seus polpudos vencimentos”. Além do mais – é vero, senhores, acreditem – se efetivamente fosse condenado à pena máxima, “Sua Excelência” receberia como severo e exemplar “castigo” a aposentadoria compulsória). Aqui pra nós, existe excrescência maior?

Pois bem, e retomando o fio da meada: indicado por FHC para compor a egrégia corte do Superior Tribunal Federal (STF), o mato-grossense Gilmar Mendes queimou etapas e foi efetivado na função, mesmo tendo um perfil ao avesso do avesso das encimadas qualificações exigidas. E desde o princípio mostrou pouco apreço pela magistratura, porquanto tendencioso e claramente hostil à razoabilidade e ao bom senso (lembremo-nos que, em um mesmo dia, mandou soltar duas vezes, sem maiores justificativas, o bandido mór do Brasil, Daniel Dantas, que houvera sido preso pelo Juiz Federal Fausto de Sanctis; a troco mesmo de quê ???).

Intolerante, sectário, prepotente e mal educado, Gilmar Mendes demonstra frequentes laivos de autoritarismo e de pouca paciência para o contraditório, como se fosse o detentor da verdade primeira e única. Assim e sem nenhuma cerimônia, desde que empossado tenta transformar o recinto daquela seleta corte numa espécie de arena política chinfrim, ao investir de forma desrespeitosa e ultrajante contra seus pares, ao tempo em que defenestra agremiações e pessoas que não professam o seu medieval credo (atualmente, está sendo processado pelo jornalista Luis Nassif).

Eis que agora, após um ano e meio de posse do processo que trata sobre financiamento empresarial nas eleições (que houvera solicitado para “vistas ou melhor examinar” e de passar nada menos que cinco horas proferindo seu voto favorável – já vencido e inútil – desandou a acusar um partido político (PT) de tentar se beneficiar, assim como investiu furiosamente contra uma instituição de classe (OAB), ao não aceitar que o seu lídimo representante manifestasse a opinião da categoria sobre, conforme lhe permitia o rito processual. Repreendido pelo presidente do STF, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes rebateu desrespeitosa e arrogantemente: “Eu sou ministro da Corte, o advogado é advogado” (como se nota, até parece julgar-se um “ser superior” em relação aos mortais comuns). Ao ser informado por Lewandowski de que “aqui quem manda sou eu e o advogado da OAB tem o direito, sim, de se pronunciar”, abruptamente retirou-se do recinto.

Foi o bastante e suficiente para que (até que enfim) dia seguinte a OAB o “peitasse” publicamente, ao emitir a seguinte nota de repúdio: “Ressalta o Colégio de Presidentes da OAB que comportamentos como o adotado pelo Ministro Gilmar Mendes são incompatíveis com o que se exige de um Magistrado, ferindo a lei orgânica da magistratura, e estão na contramão dos tempos de liberdade e transparência. Não mais o tempo do poder absoluto dos juízes. Não mais a postura intolerante, símbolo de um Judiciário arcaico, que os ventos da democracia varreram. Os tempos são outros e a voz altiva da advocacia brasileira, que nunca se calou, não será sequer tisnada pela ação de um Magistrado que não se fez digno de seu ofício”.

A expectativa é, pois, que com o zangão e “desajuizado” juiz ainda bufando de raiva e expelindo fogo pelas narinas, o colegiado do Supremo Tribunal Federal se pronuncie a respeito, recriminando-o e punindo-o severamente, sob pena de, não o fazendo, assinar um inaceitável atestado de compactuação com todas as asneiras e desmandos por ele provocadas, até aqui. Se assim proceder, a OAB se credenciará ao respeito da sociedade.

* José Nilton Mariano Saraiva,

Aposentado do BNB e economista da UFC.

Confiança do empresariado cai em setembro

“A confiança dos empresários da indústria voltou a cair após a estabilidade registrada em agosto, informou hoje (18) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) apresentou queda 1,4 ponto em setembro e ficou em 35,7 pontos, o menor valor da série histórica, iniciada em 1999. O valor é 10,9 pontos menor que o registrado em setembro de 2014 e 19,8 pontos inferior à média histórica do índice.

Segundo a CNI, com esse resultado, o indicador completa um ano e meio abaixo dos 50 pontos, o que sinaliza pessimismo dos industriais. O Icei varia de zero a cem pontos. Valores abaixo de 50 indicam falta de confiança dos empresários.

Entre as empresas de médio porte, o Icei caiu de 36,8 para 35,1 pontos entre agosto e setembro. Nas grandes empresas, passou de 37,8 para 36,1 pontos no período. Já entre os pequenos negócios, o indicador ficou praticamente estável: variou de 35,8 pontos, em agosto, para 35,5 pontos, em setembro.

A avaliação dos empresários sobre as condições atuais da economia e da empresa variou de 28,1 para 27,5 pontos no período, oscilando dentro da margem de erro. O levantamento da CNI foi realizada entre 1º e 14 de setembro com 2.972 empresas de todo o país. Dessas, 1.182 são pequenas, 1.099 são médias e 691 são de grande porte.”

(Agência Brasil)

Petrobras propõe reajuste de 5,73% e petroleiros devem entrar em greve

“A Petrobras apresentou aos petroleiros proposta de reajuste salarial de 5,73%, índice abaixo da inflação, segundo informou sindicato da categoria. “A Petrobras propõe ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) mais rebaixado dos últimos anos”, disse a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), em nota. Segundo a categoria, a rejeição da proposta da empresa e greve unificada para reafirmar a pauta reivindicatória é a única alternativa para os trabalhadores. A inflação acumula alta de 9,53% em 12 meses.

A proposta incluiu ainda a criação de um banco de horas de treinamento, que passa a ser limitado a 10 horas diárias. Não serão considerados “serviço extraordinário”, passíveis de compensação por folga ou crédito de horas, os cursos de profissionalização, pós-graduações, aulas de idioma e qualificações que não sejam diretamente relacionadas à atividade dos empregados.

A Petrobras confirmou que apresentou às entidades sindicais na quinta-feira proposta de reajuste salarial de 5,73%. “Em relação à greve anunciada pelas entidades, a Petrobras informa que tomará todas as medidas para garantir o abastecimento do mercado, preservando a segurança das operações e dos trabalhadores”, afirmou a estatal em nota.

(Veja Online)

UFC tenta encerrar greve de docentes e servidores

O comando de greve dos docente e dos servidores  (e estudantes) da Universidade Federal do Ceará vai se reunir, a partir das 14 horas desta sexta-feira, com membros da cúpula da Instituição.

O encontro ocorrerá no auditório do Centro de Ciências, no Campus do Pici. Hora de avaliar greve e ouvir propostas da Reitoria da UFC para que a Instituição retome a normalidade de sua rotina.

Docentes e servidores também tem pauta salarial e não aceitam a proposta do governo federal de que não há clima para reajustes.

Quem lê tanta (má) noticia?

31 1

Com o título “Quem lê tanta (má) notícia?”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele comenta a onda negativista da mídia. Confira:

Numa das estrofes do clássico “Alegria, alegria”, ainda em 1967, Caetano Veloso reclamava: “o sol nas bancas de revista/Me enche de alegria e preguiça/Quem lê tanta notícia?”. O que era um deboche pacato, tipicamente baiano, acerca da profusão de informações, pode ser entendido hoje como um verdadeiro pedido de socorro. E por três motivos graves e distintos.

Em primeiro lugar, porque a quantidade de títulos – não só impressos, mas somados às demais mídias – aumentou de forma assustadora. É muita informação pra qualquer ser humano. Separar o que é relevante do que não presta virou tarefa essencial e diária. Segundo, porque com o advento da Internet e suas redes sociais, o tal “jornalismo colaborativo” transforma em pauta um imenso corolário de bobagens e opiniões estapafúrdias, além, é claro, da vasta produção de mentiras, boatos e outras antigas distorções da realidade. Tudo isso ao alcance de um simples toque digital.

Mas o terceiro eu considero o pior de todos. A máxima, seguida à risca pela imprensa, de que “notícia boa é notícia ruim” foi elevada a níveis exponenciais. O negativismo que historicamente é atrelado ao perfil das manchetes – em qualquer parte do mundo, diga-se de passagem – nunca esteve tão em alta nas terras do pau-brasil. No desespero de competir com as redes sociais, as mídias – novas e velhas – estão se esmerando em veicular sempre o pior, numa expectativa, antes de qualquer coisa, comercial, achando que acharam o filão perfeito para retomar suas vendas. Deram um tipo no próprio pé.

Aviso aos incautos: não sou tolo a ponto de dizer “a imprensa inventou a crise”. Ela existe. Mas a mídia amplificou-a. Transformou-a em estandarte. Deu a ela uma dimensão de sentido quase existencial. Um niilismo contínuo cuja única “virtude” permitida é repetir o bordão estéril e sonolento do “tudo vai piorar” e “a culpa é do governo”, qual um adolescente descerebrado que decide que “nada vale a pena, pois o destino é a morte”. Esqueceu do básico: numa crise, todos perdem.

A pior parte é perceber que a própria Dilma passou a referendar, com palavras e ações, tal discurso. Ao contrário de Lula, que agia como estadista e chamava tsunamis de “marolinhas”, fazendo o país passar praticamente incólume em meio a colossais crises econômicas mundiais, o governo mostra-se fraco. Não passa tranqüilidade ao mercado porque é o primeiro ente a não acreditar. Costumo dizer que o pior tipo de político não é o desonesto, o maquiavélico ou o amoral. O pior de todos é o frouxo. Sem ninguém pra fazer contraponto, a marola virou onda, com a imprensa produzindo vento. Resta saber quem está surfando.

* Demétrio Andrade
Jornalista e sociólogo.

PMDB teme perder ministérios. Você acredita?

pmdb-guloso-e-dilma-charge

O PMDB fez as contas e teme ser o grande perdedor com a reforma administrativa que Dilma Rousseff terá que fazer por conta da crise e cofre em baixa.

Na lógica peemedebista, com o provável fim das pastas da Pesca, de Portos, da Aviação Civil, do Turismo e de Assuntos Estratégicos, vão restar ao PMDB apenas Agricultura e Minas e Energia, comandada por Eduardo Braga.

O cenário, no entanto, é improvável. O Planalto analisa entregar ao PMDB pelo menos mais uma pasta de peso. Não deve ser Transportes.

(Com Coluna Radar, da Veja Online)