Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Eunício Oliveira rebate Camilo e diz que a hora não é de terceirizar responsabilidades pela seca

252 2

foto-eunicio-senado

O senador Eunício Oliveira (PMDB) mandou nota para o Blog, nesta segunda-feira, em resposta a uma postagem do governador Camilo Santana (PT). Nela, o governador, entrevista à Rádio O POVO/CBN, durante entrevista ao jornalista Luiz Viana, lamentou que o peemedebista esteja entrando muito tarde na luta por recursos para o combate à seca no Estado. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

A seca está castigando nosso Estado, metade dos açudes está no volume morto, mas o atual governador parece não enxergar isso e prefere terceirizar responsabilidades ao invés de buscar soluções. Não vou fazer debate político com o sofrimento das pessoas. O trabalho insistente de apoio e combate aos efeitos da seca sempre foi pauta prioritária durante todo o nosso mandato. Por isso continuarei nessa luta que vai além de ações emergenciais, apresentar soluções estruturais e definitivas para nossa região como fizemos com 1,5 milhão de agricultores endividados do Banco do Nordeste, ou destinando recursos federais para a realização de obras nos municípios cearenses através do Dnocs.

Somente neste segundo semestre, foram triplicados os repasses mensais federais para obras feitas em convênio e realizadas pelos Estados da região Nordeste. Os valores passaram de R$ 6 milhões para R$ 10 milhões por mês por Estado para R$ 15 milhões a R$ 30 milhões. Continuaremos trabalhando com responsabilidade em prol do povo cearense que não tem culpa da inapetência do governo estadual”.

*Eunício Oliveira,

Senador pelo PMDB.

DETALHE – Eunício reiterou que luta para garantir, junto ao Governo Federal, recursos para que o Ceará não fique sem água. A reunião com os prefeitos está confirmada para a próxima quinta-feira, dia 10, ao meio-dia, no Ministério da Integração.

Produção de veículos registra queda de 17,7% no ano

A produção de veículos no país caiu 17,7%, no período de janeiro a outubro, totalizando 1,7 milhão de unidades. Já na comparação de outubro sobre setembro, ocorreu alta de 2,3% com a produção de 174.150 veículos. em relação a outubro do ano passado, no entanto, houve recuo de 15,1%.

As vendas internas foram 0,6% inferiores às de setembro. Segundo o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Antonio Megale, isso indica praticamente uma estabilidade, levando em consideração o fato de outubro ter tido um dia útil a menos do que setembro, além da folga pelo Dia do Servidor Público, o que, de acordo com o executivo, influencia na comercialização.

No acumulado do ano, o total licenciado chegou a 1,66 milhão, número 22,3% abaixo do de igual período do ano passado. Na comparação com igual mês de 2015, foi registrada queda de 17,2%.

O resultado de outubro foi puxado pelos veículos pesados. No caso dos veículos leves (carro de passeio e utilitários, como vans), os dados indicam uma pequena recuperação, com alta de 1,3% na comparação com o mês anterior. Sobre igual período do ano passado, houve redução de 18,7% e, no acumulado do ano, queda de 22,8%.

O presidente da Anfavea informou que pouco mais da metade dos negócios (51,7%) referem-se às vendas com financiamento e o restante, a operações à vista.

Caminhões e ônibus

As vendas de caminhões apresentaram retração de 17,9% sobre setembro; de 40,4% sobre o mesmo mês de 2015 e de 31% no acumulado de janeiro a outubro. No segmento de ônibus, de janeiro a outubro, houve queda de 16,7%. Em relação a outubro do ano passado, as vendas diminuíram 34% e, no acumulado do ano, foi verificada queda de 32,3%.

Apesar desse fraco desempenho, Megale vê sinais de melhora. Segundo ele, a expectativa de a próxima safra agrícola do país superar as 200 milhões de toneladas de grãos abre a possibilidade de uma recuperação da procura por caminhões e máquinas agrícolas.

(Agência Brasil)

Uece promove sua XXI Semana Universitária

 

reitoruecee

Será aberta às 18 horas desta segunda-feira, no auditório do Campus do Itaperi, em Fortaleza, a XXI Semana Universitária. Trata-se do maior evento científico e cultural da Universidade Estadual do Ceará, que prosseguirá até sexta-feira. O ato de abertura terá à frente do reitor da Instituição, Jackson Sampaio.

A primeira conferência do encontro que versará sobre o tema “Programa da Ética em Pesquisa no Brasil” será proferida pelo coordenador da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, Jorge Alves de Almeida Venâncio. Nesta edição, estão inscritos 4.338 trabalhos, sendo 862 de pesquisadores, 1.453 de alunos de Iniciação Cientifica e 2.023 de trabalhos de Extensão, PET/MEC, PET/SAÚDE, Estágio Supervisionado, Iniciação a Docência, entre outros.

Com o tema “Ciência e Ética: um diálogo possível”, a Semana Universitária conta com uma vasta programação, em que acontecerão palestras, mesas redondas, minicursos, oficinas, apresentações de trabalhos, música, cultura, ação solidária, feiras e serviços para a comunidade como do Instituto Olhar, que realizará testes de acuidade visual, além ainda da presença dos projetos de Extensão como Humanartes e Espaço Ekobé, com oferta gratuita de massagens e muito mais.

Dentro da Semana Universitária ocorrerão o XXV Encontro de Iniciação Científica; XXII Encontro de Pesquisadores; IX Mostra de Extensão; I Encontro de Estágio Supervisionado; I Concurso de Monografias de Graduação da Uece; XX Encontro de Monitória Acadêmica; VII Encontro de Iniciação à Docência – PIBID; XVIII Encontro do Programa de Educação Tutorial (PET/MEC); III Encontro de Programa de educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/GRADUASUS); II Seminário de Políticas de Ações Afirmativas; V Encontro de Bolsistas de Estudo e Permanência Universitária; IV Feira das Profissões; IV Mostra de Arte e Cultura; IV Ação Uece Solidária.

A conferência de encerramento do encontro ocorrerá na sexta-feira (11), também no Auditório Central (Campus Itaperi), às 9 horas, a qual será proferida pelos professores Isaac Neto Goes da Silva e Claudiana Nogueira Alencar, sobre o tema “Ética em Ciências Humanas e Ética em Experimentação Animal”.

Em seguida, haverá entrega da premiação aos melhores trabalhos apresentados pelos professores e alunos, que serão agraciados com menção honrosa. Os trabalhos científicos apresentados durante todo período da semana são das áreas de conhecimento de Ciências Agrárias; Ciências Biológicas; Ciências da Saúde; Ciências Exatas e da Terra; Ciências Humanas; Ciências Sociais Aplicadas; e Lingüística, Letras e Artes.

DETALHE – A XXI Semana Universitária da Uece é coordenada pela sua Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGPq) e conta com o apoio do Governo do Estado do Ceará, Bradesco, Iepro, Sebrae, Capes, Finep e CNPQ.

As eleições nos EUA e as principais diferenças do processo eleitoral brasileiro

Os Estados Unidos escolherão, nesta terça-feira, seu novo presidente. A disputa, que tem como os dois principais candidatos – de um lado, Donald Trump, dos republicanos, e, do outro, Hillary Clinton, dos democratas, têm características bem diferentes das eleições brasileiras. “Temos o voto de colégio eleitoral, a candidatura avulsa, o financiamento pela internet, o voto facultativo, a possibilidade de votação antes do dia do pleito, além do sistema arcaico de recepção dos votos entre as principais características das eleições dos EUA que diferem das realizadas aqui no Brasil”, afirma a advogada eleitoralista Isabel Mota.

Um detalhe importante e que já difere em muito das eleições brasileiras é a candidatura avulsa. “O instituto da candidatura avulsa é permitido nos EUA e significa que qualquer cidadão pode se lançar candidato mesmo que não seja filiado a nenhum partido político”, explica Isabel. A existência do voto facultativo é outra grande distinção. “Lá, não é obrigatório o eleitor comparecer às urnas no dia do pleito”, alerta a advogada. Além disso, o processo eleitoral segue por meses, com várias etapas.

“Como mais uma particularidade das eleições nos EUA podemos citar o financiamento por crowdfunding, nossa conhecida vaquinha aqui no Brasil. É livre a doação de pessoas físicas. Já empresas e sindicatos são vedados para esse modelo de doação”, diz Isabel.

Existência do colégio eleitoral e eleições indiretas configuram mais distinções. “Os cidadãos votam nas prévias e escolhem candidatos dentro dos próprios partidos. Daí, saem tanto o candidato vencedor de cada partido quanto os delegados que farão parte do colégio eleitoral. A votação dos eleitores servirá para indicar aos seus delegados escolhidos quem é candidato de sua preferência. E, na prática, esses delegados é que elegerão o candidato vencedor. No geral, eles seguem o partido que o indicou na escolha do seu voto, mas abre uma brecha para haver diferença entre os votos populares e o resultado das eleições”, explica. Além disso, cada estado tem, de acordo com sua população e representação no Congresso, um número determinado de eleitores.

O dia das eleições nos EUA também é fixado por lei, na terça após a primeira segunda-feira de novembro. “Mas existe uma diferenciação importante lá. A possibilidade de, em alguns estados, votar antecipadamente, pessoalmente ou pelo correio”, frisa.

Por fim, Isabel destaca o formato arcaico do sistema eleitoral americano. “A votação por cédula, bem como a possibilidade de votar antecipadamente, além do sistema de voto indireto, tornam o processo de contagem dos votos algo bastante lento, permitindo um resultado oficial apenas no mês seguinte”.

Perfil

Isabel Mota é advogada cearense, especialista em Direito Eleitoral. Sócia-proprietária da Mota Advogados Associados, atua prioritariamente nas áreas do Direito Eleitoral, Administrativo e Municipal. Uma das fundadoras e conselheira fiscal da Academia Brasileira de Direito Eleitoral de Político (Abradep); participou da criação e é membro da Instituição Brasileira de Direito Público (Ibdpub).

Ministros debaterão a regulação de medicamentos

Marco-Aurelio-Mello

Nesta terça e quarta-feira, em Brasília, os ministros Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, Nancy Andrighi e Villas Boas Cuêva, do Superior Tribunal de Justiça, José Serra, das Relações Exteriores, além de desembargadores, professores e empresários vão debater a regulação do mercado de medicamentos.

O seminário Medicamentos e Inovações: Uma visão jurídica, empresarial e social, promovido pelo Centro Universitário de Brasília (Uniceub), acontecerá no campus da instituição de ensino, na Asa Norte (SEPN 707/907). As palestras começam às 19 horas, nos dois dias, e terminam às 22h20min, com intervalo de 30 minutos entre o primeiro debate e o segundo.

A organização do evento explica que a ideia é discutir, de maneira multidisciplinar, a regulação e a política de fomento às pesquisas de medicamentos, a pré-comercialização e a pós-comercialização de fármacos, o acesso antes do registro, a relação entre médico e indústria, o veto à propaganda na era da informação, a quebra de patentes.

O ministro Marco Aurélio foi o relator do Recurso Extraordinário 657.718, que analisava a possibilidade de o Estado fornecer remédio sem registro da Anvisa. Em seu voto, ele argumentou que o registro do medicamento na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é condição inafastável para que seja comercializado, industrializado ou distribuído no Brasil.

Marco Aurélio explicou que a falta de registro no Ministério da Saúde gera uma inadequação presumida, sendo o medicamento proibido de ser comercializado, industrializado ou distribuído no Brasil, conforme prevê o artigo 12 da Lei 6.360/1976. Segundo o ministro, esse registro é necessário para que a agência fiscalizadora possa monitorar a segurança, a eficácia e a qualidade terapêutica do produto.

“Ante a ausência de aprovação pelo órgão investido legalmente da competência e dotado da expertise para tanto, existe o risco de o medicamento vir a prejudicar a saúde do paciente. Ainda que largamente utilizado em outro país, por força de lei, o remédio não pode circular em território nacional sem a devida aprovação técnica pelo órgão habilitado”, complementou.

(Site do Consultor Jurídico)

Projeto de lei que quer recuperar pente-fino no INSS pode ser votado nesta semana

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quer votar ainda esta semana o projeto de lei – enviado pelo governo – que retoma as regras de revisão de auxílio doença e aposentadoria por invalidez, criadas pela Medida Provisória 739/16, que perdeu validade na última sexta-feira (5). Segundo Maia, foi a Câmara quem pediu para o governo enviar um texto com urgência constitucional para que o pente-fino tivesse continuidade.

Governo pode economizar R$ 8 bilhões em 2017

“É fundamental para o país porque gera, para o próximo ano, uma economia de R$ 8 bilhões. Precisamos votar”, explicou. Sem sessões na semana passada, o texto da MP editado em julho acabou caducando. Pelas regras legislativas, não é possível editar nova medida provisória com o mesmo teor e, para que as mudanças tivessem continuidade, só seria possível com a inclusão da proposta em um projeto de lei.

Maia deve fazer um apelo na reunião do Colégio de Líderes agendada para amanhã (8) para que a urgência seja votada em plenário ainda na terça-feira. “Na quarta-feira estaria pronto para votar. Votamos na quarta ou quinta-feira”, acrescentou.

Além da urgência constitucional, o presidente da Câmara espera que deputados também consigam concluir na sessão de terça-feira (8) a votação de destaques ao projeto de lei (PL 4567/16), que altera o regime de partilha do pré-sal e o substitutivo à medida provisória (MP 742/16), que flexibiliza o horário de veiculação do programa A Voz do Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação – EBC.

(Agência Brasil)

Uma democracia onde os reis não têm força, são figurativos

Com o título “Jesus Cristo, rei do universo”, eis artigo do padre Reginaldo Manzotti, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Num trecho, ele diz: “Hoje, vivemos a democracia. Os reis que ainda restam não têm força, são figurativos.” Confira:

O mês de novembro é rico em festas litúrgicas que nos fazem pensar sobre o sentido de nossa caminhada de fé. Começamos com a solenidade de Todos os Santos, lembrando-nos de que somos chamados a ser santo, como nosso Pai é santo. Logo a seguir, celebramos a Festa da Esperança. Nela refletimos a finitude da vida humana e a recompensa eterna para aqueles que creem em Jesus e na sua ressurreição gloriosa. Finalmente, encerrando o ano litúrgico, celebramos a solenidade de Cristo Rei. Esta festa é uma das mais importantes do calendário litúrgico e tem o sentido escatológico, pois celebramos Jesus Cristo como Rei e Senhor de todo o universo.

Hoje, vivemos a democracia. Os reis que ainda restam não têm força, são figurativos. Mas lembremos que já houve época em que um rei era o soberano e tinha nas mãos o direito sobre a vida de seus súditos, como, por exemplo, o império da Babilônia com Nabucodonosor, que dominou toda uma região.

Também, no império romano, os césares dominaram o mundo, tão grande era o poder de um imperador. Esta festa é para colocar Jesus acima de todos os imperadores, que já existiram.

Numa linguagem atualizada é dizer que Nosso Senhor Jesus Cristo é maior que qualquer autoridade no mundo civil. Portanto, para nós tem que ser maior que todos os valores que podem nos fazer perder o horizonte da eternidade.

Perdemos esse referencial se não colocamos Jesus no topo de nossa vida como o soberano, como o Senhor a quem servimos.

Se não for assim, justificam-se a corrupção e a injustiça. Se Jesus não fosse Aquele que está acima de todo bem temporal, de toda força política e toda força do mal, justificar-se-iam a riqueza e a pobreza desnivelada, a mentira, a morte, o fingimento e tudo o que há de errado. Então, para que lutar?

Seríamos estúpidos em levar uma vida de sofrimento e resignação se Ele não fosse o Senhor. De fato, Jesus é o Rei do Universo e, mesmo antes de tudo ser criado, Ele já existia e, quando tudo terminar, Ele ainda existirá. Ele é o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Começo e o Fim (cf. Ap 22,13).

Jesus, Rei do Universo, tem o mundo em suas mãos, mas o ser humano nas suas opções, por não acreditar no Reino, não está cuidando bem desse mundo. Ele nos deu para que o administrássemos e não estamos fazendo isso bem. Se cada um de nós mudássemos nossas consciências, nossa forma de ver as coisas e de agir, mudaríamos o mundo.

*Padre Reginaldo Manzotti

aimprensa@evangelizarepreciso.com.br

Fundador e presidente da Associação Evangelizar é Preciso e pároco reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba (PR).

Vem aí o Miss Ceará Plus Size

misspluss

Será no próximo dia 17, a partir das 22 horas, no Shopping RioMar, o concurso da Miss Ceará Plus Size. Vinte candidatas, que estão na disputa, ganharam um fim de semana de lazer, com direito a almoço na barraca de praia Chico do Caranguejo.

O concurso, segundo a promotora Jaqueline Queiroz, terá transmissão ao vivo da Nordestv.

(Foto – Paulo MOska)

Diário Oficial publica nomes de anistiados políticos que ganharão indenizações

O Diário Oficial da União publica hoje (7) as portarias com os nomes das pessoas que receberam anistia política em julgamentos da Comissão de Anistia, ocorridos em 2015 e este ano. A maioria deles deverá receber indenizações. No caso dos anistiados que já morreram, as indenizações serão pagas às famílias.

A Comissão de Anistia foi criada pela Lei 10.559, de 13 de novembro de 2002. Ela tem por objetivo reparar moral e economicamente as vítimas de atos de exceção, arbítrio e violações aos direitos humanos cometidos entre 1946 e 1988. A comissão conta atualmente com mais de 75 mil pedidos de anistia protocolados.

Ligada ao Ministério da Justiça, a Comissão de Anistia é formada por 25 conselheiros, em sua maioria agentes da sociedade civil ou professores universitários, um deles indicado pelos anistiados políticos e outro pelo Ministério da Defesa.

SERVIÇO

*Veja aqui as portarias publicadas.

(Agência Brasil)

Camilo lamenta que Eunício tenha chegado tarde na discussão sobre crise hídrica no Estado

266 1

FORTALEZA, CE, BRASIL, 26-07-2016 : Camilo Santana, governador do estado do Ceará, divulga ações para enfrentar a seca no estado. (Foto: Fabio Lima/O POVO)

“É importante que ele faça isso, mas deveria ter feito desde o início”, disse, nesta segunda-feira, o governador Camilo Santana (PT), ao ser indagado sobre a mobilização que o senador Eunício Oliveira (PMDB) promete fazer, na próxima quinta-feira, em Brasília, com vários prefeitos e dentro do objetivo de cobrar obras como a transposição das águas do rio São Francisco.

Para Camilo, que abordou o assunto durante entrevista ao programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/CBN, tendo como âncora o jornalista Luiz Viana, trata-se de uma “ação política” do peemedebista. O governador não se estendeu nesse tema.

Indagado se vai ser candidato à reeleição, Camilo Santana preferiu dizer que sua preocupação´”é  trabalhar pelo Ceará” e que só tratará de eleição  em 2018. O governador chegou a ser indagado também se deixaria o PT. Desconversou e fugiu do tema.

Camilo aproveitou a entrevista para destacar alguns avanços do Estado como, por exemplo, uma siderúrgica – a CSP, situada na ZPE do Pecém, que vem exportando aço, gerando empregos e que teve o apoio financeiro de R$ 1 bilhão do Estado nesse empreendimento. Destacou que, em meio á crise do País, o Ceará conseguiu se destacar no item investimentos públicos.

Acquario do Ceará – Como vai a obra?

310 2

30 DE SETEMBRO DE 2015 - CANTEIRO DE OBRAS DO ACQUARIO DE FORTALEZA. - NEGOCIOS - 13ne0148 - NATINHO RODRIGUES

Na próxima quarta-feira, o Aquário do Rio será aberto ao público e promete ser uma das fortes novidades para o turismo carioca.

Por aqui, a Secretaria do Turismo do Estado nada informa sobre o ritmo da obra do Acquario do Ceará, um megaprojeto de R$ 300 milhões.

Em plena crise financeira, quais serão os novos prazos da obra?

(Foto – Divulgação)

Mercado financeiro mantém em 6,88% a projeção da inflação deste ano

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) mantiveram a projeção para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 6,88% este ano. Para 2017, a estimativa caiu de 5% para 4,94%.

As projeções ultrapassam o centro da meta que é 4,5%. O teto da meta é 6,5% este ano e 6% em 2017. É o que informa o Boletim Focus divulgado sempre às segundas-feiras pelo Banco Central, em Brasília.

A projeção de instituições financeiras para a queda da economia (Produto Interno Bruto – PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), este ano, passou de 3,30% para 3,31%. Para 2017, a expectativa de crescimento foi ajustada de 1,21% para 1,20%.

O mercado financeiro manteve as expectativas para a taxa básica de juros, a Selic, em 13,50% ao ano, ao final de 2016, e em 10,75% ao ano no fim de 2017. Atualmente, a Selic está em 14% ao ano.

A taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve como referência para as demais taxas de juros da economia.

Ao reajustá-la para cima, o BC contém o excesso de demanda que pressiona os preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando reduz os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas alivia o controle sobre a inflação.

(Agência Brasil)

Por São Francisco, cadê a transposição?!

229 1

Com o título “Colapso hídrico: tragédia anunciada”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira. Faz um alerta sobre a necessidade de se concluir o projeto da transposição das águas do rio São Francisco, a partir de fala do governador Camilo Santana. Confira:

Repercute o alerta do governador Camilo Santana (PT)sobre a ameaça que paira sobre a população do Ceará, se não forem reativadas as obras da transposição do São Francisco – paralisadas desde julho -, no pequeno trecho(140 quilômetros) do canal projetado para levar as águas até o Castanhão. Sem isso, não haveria como enfrentar o sexto ano consecutivo de seca, em 2017 – segundo as previsões mais pessimistas. As palavras do dirigente estadual foram enfáticas: “caso aconteça um colapso de água no Estado do Ceará, a responsabilidade será do governo federal, que não tem ouvido o governador e a sociedade”.

A advertência não poderia ter outro tom, dada a urgência do caso e do peso da responsabilidade que recai sobre os ombros do governador. Sobretudo, depois de ter feito inúmeras gestões junto às autoridades federais para resolver o impasse, tendo encontrado como resposta promessas evasivas e lentidão burocrática.

O trecho interrompido, situado entre as cidades de Cabrobó, em Pernambuco, e Jati, no Ceará, corresponde apenas a 10% da obra total. A justificativa para a paralisação foi a saída da empreiteira Mendes Júnior, investigada na Operação Lava Jato e impedida de firmar novos contratos com a administração pública. O Eixo Norte, então de responsabilidade da empresa, ainda tem estações de bombeamento a serem concluídas, além de canais e túneis.

A reclamação do governador é de que a obra não deveria ter sido paralisada, mas, tocada através de contrato emergencial com outra empreiteira, em vista das consequências desastrosas que poderiam advir com o colapso hídrico (o Castanhão está apenas com 6% de sua capacidade total). “Se não chover nós vamos ter um problema seríssimo porque não temos onde buscar água para atender um sexto ano seguido de seca” – disse Camilo. O término da obra estava marcado para o fim deste ano, mas, pelo andar da carruagem, isso aconteceria apenas no início de 2018.

Na realidade, ainda daria para a obra ser entregue até maio, antes do colapso previsível, se houvesse boa vontade e tirocínio no governo federal. Cabe pressioná-lo, não só através da mobilização da sociedade cearense como um todo, mas, pela sensibilização de todas as forças conscienciosas da Nação. O problema é nacional. Se for consumada uma tragédia humanitária, os nomes do Brasil e de seus dirigentes estarão no pelourinho da opinião pública internacional.

PT do Ceará traz Suplicy para encontro pró-reestruturação

suplicy

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O Partido dos Trabalhadores no Ceará marcou para o próximo dia 21, a partir das 9 horas, no Hotel Romanos (Messejana), encontro com todos os seus 16 prefeitos eleitos, 18 vice-prefeitos eleitos e mais 133 vereadores eleitos. Segundo o presidente estadual do partido, Francisco de Assis Diniz, o objetivo é avaliar as eleições e começar a amadurecer estratégias pró-reconstrução da legenda no Estado.

O PT, de acordo com Diniz, vive uma situação difícil, mas não pode deixar de lado o sentimento de que precisa repensar. Dentro desse objetivo, o partido vai trazer para esse encontro o ex-senador Eduardo Suplicy, que saiu do pleito passado, na capital paulista, como o vereador mais votado do Brasil.

Quem sabe se pelo exemplo de Suplicy, conhecido por superar muitas adversidades, os petistas daqui não recuperem um pouco da autoestima.

 

Temer já trata Eunício como futuro presidente do Senado

foto-eunicio-e-temer-e-renan

Todo mundo estranhou quando o senador Eunício Oliveira (PMDB) sentou-se à mesa com o presidente Michel Temer e os chefes de estado estrangeiros, na semana passada. Afinal, até Serra e Meirelles estavam em mesas menos nobres.

Ao final do evento, Temer explicou: “Foi uma deferência ao futuro presidente do Senado”.

(Da Coluna Radar, da Veja Online)

Time do Ceará embarca ainda confiante na classificação para a Série A

rafellcosta

Atacante Rafael Costa.

O time do Ceará embarcou, por volta das 3h50min da madrugada desta segunda-feira com destino a Santa Catarina. Ali, a equipe enfrentará, em jogo válido pela Série B, do Brasileirão, o Criciúma.

O técnico Sergio Soares mostrou-se confiante de que a equipe ainda poderá se classificar para a Série A. Ele se disse satisfeito pela recente vitória contra o Tupi (2×1), na Arena Castelão, mas informou que só definirá o grupo após treino, ainda nesta tarde de segunda-feira em terras catarinenses.

Sérgio Soares reconheceu que, matematicamente, a equipe tem chances da classificação, mas preferiu dizer que a briga mesmo será em campo. “Nas duas situações nos temos chances. A equipe vem crescendo e fazendo bons jogos. Agora é transformar essa boa performance em resultados”, disse.

Os atacantes Rafael Costa e Bill embarcaram com o grupo. Nenhum jogador deu entrevista.

(Foto – Paulo MOska)

Prazo para pagamento do eSocial termina nesta segunda-feira

Termina nesta segunda-feira (7) o prazo para empregadores de trabalhadores domésticos realizarem o pagamento do Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) referente ao mês de outubro.

A partir dessa data, o documento passará a ser emitido com multa. O vencimento é sempre no dia 7 de cada mês.

*Para a emitir guia única de pagamento, deve-se acessar a página do eSocial.

Ciro dará palestra em Sobral já como pré-candidato a presidente da República

ciro

O ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato a presidente da República pelo PDT em 2018, dará palestra sobre o tema “Direito e Sociedade”, nesta segunda-feira, a partir das 17 horas, no auditório do Centro de Convenções em Sobral (Zona Norte).

A promoção é dos estudantes da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e da Faculdade Luciano Feijão (FLF).

Segundo os organizadores do evento, os ingressos estão esgotados, mas interessados ainda poderão comprar ingressos até o inicio da palestra, no próprio Centro de Convenções, ao preço de R$ 60 (meia R$ 30).

Taxistas do Ceará vão à Defensoria Pública pressionar contra o aplicativo Uber

240 1

O Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi) convocou a categoria para uma reunião na Defensoria Pública do Estado, a partir das 10 horas desta segunda-feira. A categoria será recebida por um defensor. No fim de outubro, a Defensoria entrou na Justiça pedindo a liberação do aplicativo Uber em Fortaleza.

Além da movimentação na Capital, taxistas cearenses estarão em Brasília amanhã para pressionar deputados federais a favor da aprovação de projeto de lei (PL) que delimita formas de transporte de passageiros. A expectativa é de que pelo menos 10 mil profissionais de todo o País participem do ato. O Sinditáxi estima que a matéria será votada amanhã ou quarta-feira, 9.

O PL cria barreiras à atuação de serviços de transporte remunerado de passageiros que utiliza meios tecnológicos para ser acionado, como a Uber.