Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

PF, Catilina e Cunha

84 1

EDUARDO CUNHA/ENTREVISTA

Por que a Operação da Polícia Federal, que faz busca e apreensão na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, nesta terça-feira, em Brasília e no Rio, foi batizada de “Catilina”? Veja:

As Catilinárias (em latim In Catilinam Orationes Quattuor) são uma série de quatro discursos célebres de Cícero, o cônsul romano Marco Túlio Cícero, pronunciados em 63 a.C.. Mesmo passados dois mil anos, ainda hoje são repetidas as sentenças acusatórias de Cícero contra Catilina, declaradas em pleno senado romano:

Até quando, Catilina, abusarás
da nossa paciência?
Por quanto tempo a tua loucura há de zombar de nós?
A que extremos se há de precipitar a tua desenfreada audácia?
Nem a guarda do Palatino,
nem a ronda noturna da cidade,
nem o temor do povo,
nem a afluência de todos os homens de bem,
nem este local tão bem protegido para a reunião do Senado,
nem a expressão do voto destas pessoas, nada disto conseguiu perturbar-te?
Não te dás conta que os teus planos foram descobertos?
Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem?
Quem, dentre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, onde estiveste, com quem te encontraste, que decisão tomaste?
Oh tempos, oh costumes!

Petista diz que manifestações contra Dilma vivem clima de fadiga

84 1

mario-mamede

Para o ex-deputado estadual petista Mário Mamede, as manifestações pró-impeachment realizadas no última domingo contra o Governo de Dilma Rousseff não reuniram tanta gente.

Ele reconhece erros do PT e o envolvimento com atos de corrupção, mas poupa na explicação: “Vivemos a fadiga de um discurso despolitizado”.

Já a oposição promete reagir e tentar comover a grande maioria da população contra o que define como desmantelo de gestão.

COP21 – Importante marco jurídico contra o aquecimento global

Com o título “Nova janela de oportunidades”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira. Aborda consequências do acordo fechado por 195 países durante a 21ª Conferência do Clima, realizada em Paris. Confira:

Paris ganhou a denominação de Cidade Luz por ter abrigado de forma generosa as ideias e os intelectuais iluministas do século XVIII. Em vez das explicações fundadas na religião, o Iluminismo instituiu a era da razão e da ciência. No dia 12 de dezembro passado, o mundo conheceu a partir da bela capital da França outro momento que pode ser crucial na história da humanidade: o Acordo de Paris, o documento assinado por 195 países no âmbito da 21ª Conferência do Clima (COP21).

Como já foi exposto no editorial de ontem do O POVO, trata-se do “primeiro marco jurídico universal de luta contra o aquecimento global” que se firma no compromisso de definir “estratégias para limitar o aumento médio da temperatura da Terra a 1,5° Celsius até 2100 e a dotação de US$ 100 bilhões por ano para projetos de adaptação dos efeitos do aquecimento a partir de 2020. Não foi o ideal, mas se avançou bastante”.
Na prática, o mundo assumiu o complexo e desafiador compromisso de substituir as fontes de energia baseada nos fósseis, como o petróleo, iniciando um processo de transição para as fontes substitutas. No caso, as energias renováveis. Ou seja, 195 países assinaram um contrato para substituir a força energética que gerou o atual grau de desenvolvimento da humanidade.

Para o Brasil, um dos signatários do Acordo de Paris, abre-se uma perspectiva econômica negativa e outra positiva. A negativa: o pré-sal, a fonte de petróleo apontada como redentora da economia do País, perde relevância. A positiva: rico em recursos naturais, o Brasil pode ser o grande produtor de energia renovável para o mundo.
O Brasil já foi exemplar na década de 1970 quando criou o Programa Nacional do Álcool, que visou substituir em larga escala os combustíveis veiculares derivados de petróleo. Hoje, sabe-se que o País pode tanto reativar essa linha quanto estimular outras fontes de energia, como a solar e a eólica.
As circunstâncias climáticas do mundo abrem uma nova janela de oportunidades para o País.

Nesse ponto, o Ceará tem papel relevante com imenso potencial a ser explorado.

Camilo Santana anunciará operação de guerra contra o mosquito Aedes aegypt

CAMILO-SANTANA-1

Da Coluna Vertical, do O POVO desta terça-feira:

O governador Camilo Santana (PT) vai lançar, às 9 horas da próxima segunda-feira, no Centro de Eventos, o Plano Estadual de Enfrentamento do Mosquito Aedes aegypti. O objetivo é promover mutirões de combate ao mosquito e incentivar a população a formar brigadas contra o inseto em condomínios, ruas, empresas e entidades.

O governo quer uma reação imediata contra o transmissor não mais só de dengue. Causa também o surgimento de microcefalia como consequência do Zika vírus, o que vem provocando pânico entre gravidas.

O último boletim epidemiológico sobre esses casos, divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado, sexta-feira, 11/12, informa que foram notificados, neste ano, 80 casos de microcefalia em 30 municípios de diferentes regiões do Estado. Desse total, 79 estão sendo investigados e um foi confirmado.

Dos 80 notificados, 73 dos casos de microcefalia com suspeita de relação com o vírus Zika foram em recém-nascidos e sete intra-uterina. Guerra ao mosquito será a ordem, segundo o Abolição.

PF faz busca e apreensão também nas casas dos cearenses Aníbal Gomes e Sérgio Machado

Aníbal Gomes. deputado estadual. (Foto: Carlos Gibaja/Divulgação)

Além de operação de busca e apreensão na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMNDB/RJ), a Polícia Federal realiza também, nesta manhã de terça-feira, em Brasília, igual operação nas casas do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB) e do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

sergiomachado

Aníbal e o ex-senador Sérgio Machado têm ligações políticas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL). Todos têm nomes citados na Operação Lava Jato, da PF, que causou enormes prejuízos para os cofres da Petrobras.

srgio-machado-operao-pf-lava-jato1

PF foi à casa de Sérgio Machado em Fortaleza.

Essa nova fase da Operação Lava Jato também faz busca e apreensão nas casas dos ministros Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Henrique Alves (Turismo) e do ex-ministro Edson Lobão.

A operação é a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

(Com Globo News)

Fiesp anuncia apoio ao impeachment de Dilma

paulo-skaf

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) anunciaram nesta segunda-feira apoio formal ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A decisão foi baseada em pesquisa realizada com amostra que representa 0,7% das empresas do Estado de São Paulo. O presidente das duas entidades, Paul Skaf, disse que o país está à deriva e que falta credibilidade ao governo.

Segundo o presidente da Fiesp e Ciesp, a presidente não está interessada em resolver os problemas do país, mas sim quer “aumentar impostos”. Skaf alegou que a decisão está respaldada em pesquisa realizada pela Fiesp.

(Com Valor Econômico)

PF faz operação de busca e apreensão na casa de Eduardo Cunha

74 1

“A Polícia Federal (PF) está na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no Lago Sul em Brasília. Três viaturas da PF, com aproximadamente 12 agentes, isolam o local e cumprem mandados de busca e apreensão, no âmbito da Operação Lava Jato. Os mandados estão sendo cumpridos também na residência de Cunha no Rio de Janeiro.

O Comando de Operações Táticas da PF chegou à Península dos Ministros, onde fica a residência oficial do presidente da Câmara, às 5h50min, e a operação começou às 6 horas. A Polícia Legislativa acompanha os trabalhos da Polícia Federal.

Informações preliminares indicam que novos mandados estariam sendo cumpridos em outros locais de Brasília e em alguns estados.

Hoje, o Conselho de Ética da Câmara pode votar o parecer sobre a representação contra Eduardo Cunha por suposta quebra de decoro parlamentar. O novo relator da representação movida pelo PSOL e pela Rede, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO), apresenta o parecer favorável ao prosseguimento das investigações.”

(Agência Brasil)

Unimed Ceará promoverá passeio ciclístico de Natal

UnimedCeara_Darival-de-Olinda

A Unimed Ceará promoverá o realiza Passeio Ciclístico Especial de Natal nesta quarta-feira. A concentração ocorrerá a partir das 19 horas, em frente ao Núcleo de Atenção à Saúde da Unimed Ceará, situado na rua Nogueira Acioli, 925, no bairro Aldeota. De lá, o passeio sairá às 20 horas.

“O Passeio Ciclístico Especial de Natal da Unimed Ceará já virou tradição e conta todos os anos com o espírito solidário dos participantes”, explica o presidente da Unimed Ceará, Dr. Darival Bringel.

Para participar do passeio, é necessário que o interessado doe uma lata de leite em pó (400g), que dará direito a um ticket para concorrer ao sorteio de uma bicicleta. Cada lata doada corresponderá a um cupom. O sorteio acontecerá durante a concentração do passeio. As latas de leite arrecadadas serão doadas para o Iprede.

Os participantes irão dispor de ambulância, água, suco, carro de apoio, batedores e aluguel de bicicletas. Tradicionalmente às quartas-feiras a equipe do Núcleo de Atenção à Saúde da Unimed Ceará realiza passeios ciclísticos pelas ruas de Fortaleza, com o objetivo de combater o sedentarismo e incentivar a prática esportiva.

Superávit da balança comercial soma R$ 15,8 bilhões no ano e supera estimativa

“O superávit da balança comercial – diferença entre exportações e importações – acumulado em 2015 superou a estimativa de US$ 15 bilhões do governo. Segundo dados divulgados hoje (14) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o indicador acumula resultado positivo de US$ 15,810 bilhões até a segunda semana de dezembro.

Na semana passada, o país registrou superávit de US$ 1,6 bilhão, resultado de exportações de US$ 4,256 bilhões e de importações de US$ 2,656 bilhões. Em dezembro, o superávit da balança comercial chega a US$ 2,369 bilhões.

Os resultados contrastam com os do ano passado. Até a segunda semana de dezembro de 2014, a balança comercial tinha déficit de US$ 3,574 bilhões. A melhoria do indicador, no entanto, não se deve ao crescimento das vendas para o exterior, mas à queda das importações.

No acumulado do ano, o Brasil exportou US$ 181,647 bilhões, queda de 14,6% pela média diária em relação a 2014. O recuo foi motivado principalmente pela redução do preço das commodities (bens agrícolas e minerais com cotação internacional), que anulou os efeitos da safra recorde de grãos e da produção recorde de minério de ferro.

As importações caíram em ritmo maior, totalizando US$ 165,837 bilhões, com recuo de 23,3% também pela média diária. As principais causas para a queda das compras do exterior são a alta do dólar e a redução da demanda por combustíveis, que se refletiu em menos importações de petróleo.”

(Agência Brasil

Projeto Fique Sabendo Jovem avalia ações do ano e planeja atividades para 2015

Equipes do Projeto Fique Sabendo Jovem, desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde e em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), farão uma avaliação, das ações deste ano, das 8h30min às 16 horas desta terça-feira, no Hotel Amuarama. Durante o encontro estarão presentes técnicos de várias organizações governamentais e não governamentais e jovens que vivem com HIV e que participam da iniciativa, que conta também com o apoio do Ministério da Saúde e da Fundação MAC.

Ampliar a oferta de testes de HIV e sífilis para populações jovens, realizando o exame em uma unidade móvel equipada que se desloca a locais aonde o jovem está, como boates, saunas, barracas de praia, escolas. Este é o objetivo do programa que vem conseguindo diagnosticar os casos mais precocemente antes que a AIDS se instale, o que permite uma melhor qualidade de vida para a pessoa que vive com o HIV.

No período de janeiro a outubro de 2015 foram realizadas 16 campanhas com a unidade móvel do Projeto Fique Sabendo Jovem em locais de socialização LGBT, na rede CUCA e com jovens que cumprem medidas socioeducativas em Centros Educacionais – e testados 593 jovens, principalmente onde predomina a população chave (homens que fazem sexo com homens, gays, adolescentes em conflito com a lei e explorados sexualmente). Desses, 22 (3,7%) foram reagentes para o HIV e 49 (8,3%) para sífilis.

O Ministério da Saúde estipula que cerca de 530 mil pessoas vivem com HIV/Aids no País, porém 135 mil não sabem ou nunca fizeram o teste, principal estratégia para o acesso ao diagnóstico.

Prefeitos de Capitais se solidarizarão com Dilma na luta contra o impeachment. No grupo, Roberto Cláudio

2406cd0201

“A presidenta Dilma Rousseff reúne-se na tarde de hoje (14) com prefeitos de capitais que são contra o processo de impeachment. O objetivo dos chefes de Executivos municipais é entregar a ela uma carta em que manifestam repúdio ao acolhimento do pedido de abertura de impeachment.

O encontro ocorre no Palácio da Alvorada, residência oficial da presidenta. Estão presentes os prefeitos do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), de Palmas, Carlos Enrique Amastha (PSB), de Macapá, Clécio Vilhena (sem partido), de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), de Goiânia, Paulo Garcia (PT), e de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT).

De acordo com a prefeitura de Goiânia, a carta é assinada por Paulo Garcia e mais 15 prefeitos, e critica o que chama de “banalização do uso do dispositivo legal do impeachment”, afirmando que o processo “fragiliza as instituições e atenta contra a democracia”.

“No pedido acolhido pela Presidência da Câmara dos Deputados não há atos ou fatos que respaldem o início de um processo dessa natureza. A peça se apoia em ilações e suposições que tentam, sem consistência jurídica, imputar responsabilidade à presidenta da República, como em pedidos rejeitados anteriormente”, diz o documento.

A formatação do documento foi feita por Paulo Garcia e por Eduardo Paes. Na semana passada, governadores de 15 estados e mais do Distrito Federal fizeram um movimento semelhante e entregaram a Dilma uma chamada Carta pela Legalidade.

A Via-Sacra pela Reestruturação do DNOCS

Com o título “Luta permanente”, eis artigo de Francisco Edilton Saldanha, jornalista e funcionário do DNOCS. Ele faz um balanço da ação política que está sendo feita com objetivo de revitalizar a autarquia. Confira:

Como se estivessem fazendo respiração boca a boca, gestores e servidores do DNOCS, de mãos dadas com o SINTSEF, ASSECAS e ASDEC lutam de todas as formas para tirarem o DNOCS da inércia que se instalou no departamento.

No último dia 1º de dezembro, a autarquia foi tema de discussão para definir as estratégias na gestão dos recursos hídricos e na nova visão de convivência com o semiárido nordestino.

No dia 3 de dezembro, aconteceu uma seção no Senado Federal, ocasião na qual o diretor geral Walter Gomes fez uma explanação sobre as atividades básicas do DNOCS, suas ações ao longo de 106 anos de atividades, destacando as obras estruturantes, como a construção de barragens, implantação de projetos de irrigação e sistemas de abastecimento de água e os trabalhos no campo da aquicultura.

Já, no último dia 7, a Comissão de Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca, da Assembleia Legislativa do Ceará, discutiu sobre a Instituição com objetivo de apontar ações que garantam o fortalecimento da instituição. Durante a audiência foi criado um grupo de trabalho formado pelos parlamentares e órgãos interessados no assunto, que irá formatar uma carta com a adesão de políticos e entidades para a manutenção do DNOCS. O texto da carta será apresentado no dia 15 de dezembro.

É dessa forma que todos que fazem o DNOCS, há anos, vêm tentando motivar parlamentares, governantes e sociedade a promoverem a sua reestruturação e dessa maneira o homem do campo poder conviver com mais dignidade, com a seca.

*Francisco Edilton Saldanha,

Jornalista e funcionários do DNOCS.

Ciro Gomes diz que Temer está nas mãos de Cunha

87 2

Entrevista com ciro Gomes

Em entrevista à revista Carta Capital, nesta segunda-feira, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) voltou a acusar o vice-presidente Michel Temer de conspirar contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Ele disse que o presidente nacional do PMDB “está nas mãos” do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB). “Temer é o homem de Cunha , e não o inverso”, disse.

Ciro e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B) encabeçam o movimento “Golpe Nunca Mais”, uma ação contra o impeachment de Dilma, inspirada na Rede da Legalidade, movimento comandado por Leonel Brizola (1922-2004) para garantir a posse de João Goulart na presidência em 1961.

Sobre a carta do vice-presidente enviada a Dilma Rousseff, Ciro disse nunca ter visto “coisa tão ridícula, de tão baixo nível, absolutamente cretina e risível”. Ele julgou a carta como um “festival de vaidade e de mágoas explícitas” e que “faz parte de uma enredo golpista”.

O atual diretor da Companhia Siderúrgica Nacional (CNS) responsável pela transnordestina acredita que o Supremo Tribunal Federal (STF) vai anular a votação secreta na Câmara que definiu comissão pró-impeachment para avaliar o pedido contra a presidente.

Questionado sobre as acusações de que Temer é o “capitão do golpe” e “parceiro íntimo” de Cunha, Ciro disse que conhece os dois “de longa data” e “Temer conspira há algum tempo”. Segundo Ciro, o vice-presidente já teria visitado grupos que organizam manifestações e fez declarações sintomáticas sobre a popularidade do governo. 

Ciro diz ainda que Temer foi o responsável por enviar medidas provisórias ilegais para gerar privilégios a grupos econômicos “dos quais eles tomavam dinheiro”. Ele cita como exemplo uma emenda, dentro de uma medida provisória, para criar crédito de devolução de IPI de exportação, com impacto de R$ 80 bilhões nos cofres públicos.

“Em outro episódio, chamei Cunha de ladrão. Ele me processou e arrolou Temer como testemunha. Na verdade, Temer é o homem do Cunha, e não o inverso. Parte importante das loucuras que faz é por estar completamente comprometido. É só o jornalismo brasileiro fazer uma pergunta simples: “Senhor vice-presidente, qual é a sua opinião sobre as denúncias contra o presidente da Câmara?” Mando cortar meu braço se alguém conseguir extrair uma opinião dele sobre esse tormentoso problema. Sei o que digo, Temer está nas mãos de Cunha”, disse Ciro à Carta Capital.

Receita Federal cobrará R$ 2 bilhões de empresas que caíram na malha fina

“A partir desta segunda-feira, cerca de 15 mil empresas em todo o país estão sendo avisadas de que foram incluídas na malha fina da pessoa jurídica. A Receita Federal detectou suspeita de sonegação de R$ 2 bilhões provenientes da diferença entre os valores pagos de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e os valores informados na Declaração de Tributos e Contribuições Federais (DCTF) do ano-base de 2013.

O Fisco enviará cartas aos endereços cadastrais das pessoas jurídicas, informando que os contribuintes têm até fevereiro para regularizar a situação. Quem não retificar as informações fornecidas ou o tributo pago a menos dentro do prazo será autuado e, dependendo do caso, poderá ser denunciado ao Ministério Público Federal por crime de sonegação.

“Neste primeiro momento, o objetivo é dar oportunidade para se autorregularizar em vez de punir com multas que podem chegar a 225%”, diz o coordenador-geral de Fiscalização da Receita, Flávio Vilela Campos. A autorregularização pode ser feita no Centro de Atendimento Virtual da Receita (e-CAC).

Esta é a segunda vez que a Receita realiza a fiscalização da malha fina das pessoas jurídicas. Em fevereiro deste ano, o Fisco enviou 25,6 mil cartas a contribuintes relativas a divergências entre a DCTF e o pagamento de IRPJ e da CSLL em 2012. Do total de R$ 7 bilhões detectados pela Receita na época, os empresários retificaram e pagaram R$ 6 bilhões por meio da autorregularização.

A diferença de R$ 1 bilhão não regularizada no primeiro lote da malha fina das pessoas jurídicas será cobrada em fevereiro de 2016, junto com o segundo lote da malha fina anunciado hoje. “Optamos por juntar a fiscalização de dois anos-calendário para dar mais eficiência aos trabalhos”, justificou o coordenador da Receita. Segundo ele, cerca de 1,3 mil contribuintes não fizeram a autorregularização.

Segundo Campos, a Receita promoverá mais cruzamentos de dados em 2016 para elaborar mais listas de malha fina de empresas. A fiscalização não se restringirá ao IRPJ e à CSLL, abrangendo as notas fiscais eletrônicas e o pagamento da contribuição dos empresários à Previdência Social.”

(Agência Brasil)

Quando a Câmara dos Deputados lembra um “picadeiro de circo mambembe”

Com o título “Palhaços-engravatados”, eis artigo de José Nilton Mariano Saraiva, aposentado do BNB. Ele comenta, em tom de desabafo, o porquê da demora da cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ). Confira:

Porque comprovadamente foram cooptados por uma “merreca”, subtraída do vultoso e ilegal valor que o meliante Eduardo Cunha recebeu de “propina” dos bandidos que assaltaram a Petrobras, os “palhaços-engravatados” que o apoiam (dizem ser quase duas centenas), não têm o mínimo de pudor e escrúpulo em protagonizar a chanchada deprimente que atualmente levam a cabo no plenário da casa, bem como no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, da Câmara dos Deputados.

Assim, obedecendo cega e bovinamente ordens do “chefe” (Eduardo Cunha), transformaram os respectivos ambientes em um picadeiro de circo mambembe de periferia, onde reina a palhaçada de quinta categoria e, por consequência, o desrespeito aos mínimos princípios da moralidade, da ética e da seriedade, que ali deveriam se fazer presentes. Daí, a procrastinação ad eternum do andamento do processo de cassação do mandato de Eduardo Cunha, por falta de decoro parlamentar (roubou, mentiu e sonegou), já por seis vezes levado a plenário.

O escárnio é tamanho, que o país literalmente encontra-se parado simplesmente porque o bandido Eduardo Cunha resolveu “peitar” a corte maior do país (Supremo Tribunal Federal) por ter esta cometido a suprema “ousadia” de barrar o rito processual que ele houvera imposto de forma aleatória, imperial e absoluta, na tentativa de (junto com sua quadrilha) viabilizar o impeachment da Presidente Dilma Rousseff; assim, o legislativo federal somente reunir-se-á para decidir sobre qualquer coisa (e a pauta é extensa) após o STF determinar como deverá se processar a querela, daqui a uma semana. Até lá, os “palhaços-engravatados” estarão livres para transgredir e conspirar.

O mais estranho nisso tudo, contudo, é que, apesar das muitas e contundentes provas em seu poder (documentais, telefônicas e verbais) de repente a “agilidade” do Procurador Geral da República Rodrigo Janot, esvaiu-se; a “coragem” do juiz Sérgio Moro, escafedeu-se: a “determinação” do ministro Teori Zavaschi desapareceu, porquanto assistem passivamente ao festival de arbitrariedades perpetradas por um reconhecido e audacioso bandido de alta periculosidade (até ameaça de morte teria havido).

Estariam tais sumidades receosas de que contra elas Eduardo Cunha acionasse alguma resquício-comprometedor da sua “pauta-bomba”? Teriam rabo-preso? Ou simplesmente torcem para que ele toque fogo no país de vez, acabando com a normalidade democrática tão duramente conquistada faz tão pouco tempo?

Por qual razão o Poder Judiciário não se manifesta, determinando a César o que é de César?

*José Nilton Mariano Saraiva,
Aposentado do BNB.

PSDB do Ceará engrossa fileiras pró-impeachment de Dilma

LP-625x416

“O PSDB tomou posição a favor do impeachment”, confirma o ex-senador Luiz Pontes, presidente regional do partido.

Ele rechaça a tese de que essa articulação seria um golpe e reage: “Golpe quem deu foi o PT, que mentiu para o Pais!”.

Pontes, no entanto, não divulgou alguma programação da legenda para mobilizar filiados pró-impeachment.