Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Ministro da Justiça cumprirá agenda em Fortaleza

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, cumprirá agenda em Fortaleza na próxima segunda-feira, Ele vem dar palestra na sétima reunião da seccional do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (CESA). O encontro vai reunir a categoria no Hotel Gran Marquise, a partir das 12 horas.

O presidente nacional do CESA, Carlos José Santos da Silva, prestigiará o ato, ao lado do presidente da OAB Ceará, Marcelo Mota, e do presidente da seccional Ceará do CESA, Tiago Asfor.

(Foto – Site Hoje.com)

III Fórum sobre Segurança Viária traz arquiteta neozelandesa que abordará a “Cidade para as Pessoas”

A Prefeitura de Fortaleza e a Universidade de Fortaleza promoverão, na próxima segunda-feira (6),  o III Fórum do Observatório de Segurança Viária, com o tema “Cidades para Pessoas”. O encontro ocorrerá no Auditório A1 do Campus da Unifor, das 14 às
16h30min. O objetivo é ampliar discussões sobre a quebra do paradigma da mobilidade urbana focada no automóvel individual.

O fórum terá como convidada Skye Duncan, urbanista neozelandesa e diretora da Iniciativa Global de Desenho para Cidades’ da National Association of City Transportation Officials (Nacto, EUA). Ela lidera um programa financiado pela Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global.

Com mais de 15 anos de experiência em Arquitetura, desenho urbano e planejamento, Skye atuou no Departamento de Planejamento Urbano da cidade de Nova York, nos EUA, onde desenvolveu projetos em todos os cinco distritos da cidade envolvendo ruas, espaços públicos, residências e edifícios institucionais, além de colaborar com agências e organizações nas políticas da cidade para tornar Nova York uma cidade mais sustentável e habitável.

(Foto – Otago Dayle Times – Gerard O’Brien)

Lava Jato é mote de estudo em Sorbonne

A Operação Lava-Jato virou caso de estudo no Instituto Europeu de Administração de Empresas (Insaead), escola de gestão de negócios pertencente à renomada universidade francesa Sorbonne. A informação é da Veja Online.

Escrito pelo professor Felipe Monteiro, o estudo intitulado “Fazendo negócios no Brasil após a Lava-Jato” destrincha os impactos das ações anticorrupção em empresas e no sistema político do país.

Prefeitura encerra domingo inscrições para a seleção de formadores da educação infantil

Termina, no próximo domingo, o período de inscrições da seleção pública para formadores da educação infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental, iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio do Imparh. No total, 38 vagas são ofertadas para os cargos. As inscrições devem ser feitas pela internet, no Canal de Concursos e Seleções da Prefeitura, informa a assessoria de imprensa do Paço Municipal.

Para concorrer ao cargo de formador da educação infantil, é exigida graduação em pedagogia e/ou psicologia e experiência profissional mínima de dois anos na área da educação. Já para o cargo de formador dos anos iniciais do Ensino Fundamental, é necessário graduação em pedagogia e/ou letras e experiência profissional mínima de dois anos nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

O processo seletivo será realizado em duas etapas, sendo a primeira composta por análise de títulos e experiência profissional e a segunda pela aplicação de prova didática, de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos aprovados na primeira etapa. A data prevista para aplicação da prova didática é 25 de agosto.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o Canal de Concursos e Seleções da Prefeitura de Fortaleza, preencher o formulário eletrônico e pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 110. De acordo com o edital de abertura, o profissional selecionado será contratado sob o regime de contrato administrativo, regido pela Lei Complementar Municipal nº 0158/2013, e terá sua remuneração referente à jornada de trabalho de 40 horas semanais no valor de R$ 4.534,64.

Partidos já aprovam sete candidatos a presidente

Na reta final das convenções nacionais, os partidos políticos confirmaram sete candidatos a presidente da República, e mais oito nomes devem ser aprovados neste sábado (4). A escolha dos candidatos à vice-presidência ainda mobiliza os esforços das principais legendas: até esta sexta-feira (3), cinco chapas estão completas.

O PSOL e o PSTU formalizaram tanto os candidatos a presidente como a vice. A Rede, o PSDB e o Pode escolheram os nomes para os dois cargos, mas realizam convenção nacional amanhã para oficializar a decisão.

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB, anunciou que terá como companheira de chapa a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), que disputaria a reeleição. Na nota publicada no portal do PSDB, Alckmin destacou a importância da presença feminina no cenário político nacional.

A definição da chapa do Pode tirou da disputa presidencial o economista Paulo Rabello de Castro (PSC), que já havia sido aprovado na convenção nacional, no último dia 20 de julho. No início desta semana, a cúpula dos dois partidos fechou uma aliança, e Rabello será o candidato a vice do senador paranaense Álvaro Dias.

A Rede acertou uma coligação com o PV. A candidata Marina Silva terá como vice o ex-deputado Eduardo Jorge, que disputou a eleição presidencial de 2014. O presidente nacional do PV, José Luiz Penna, disse que a prioridade do partido é eleger deputados federais, mas destacou a identidade ideológica entre as duas siglas.

O PSOL e o PSTU saíram das convenções nacionais com a chapa completa. O PSOL vai disputar a eleição presidencial com Guilherme Boulos e Sonia Guajajara, em uma aliança com o PCB. Já o PSTU lançou uma chapa puro-sangue: Vera Lúcia e Hertz Dias.

O MDB confirmou ontem (2) a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles a presidente da República. Após a convenção do MDB, Meirelles disse ter preferência por uma mulher na composição da sua chapa. A direção do partido negocia com a senadora Marta Suplicy (MDB-SP).

Na última quarta-feira (1º), o PCdoB aprovou a candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência da República, mas a deputada estadual gaúcha é o nome desejado pelo PT para compor a chapa na corrida presidencial. O PT se reunirá em São Paulo, nesta sábado. A tendência é que o partido formalize a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na Superintedência da Polícia Federal, em Curitiba, desde abril.

Caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) decidir se Lula poderá concorrer. O julgamento deverá ocorrer antes do dia 15 deste mês, prazo final para registrar as candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para amanhã está marcada também a convenção do Novo, que deve formalizar a candidatura de João Amoêdo a presidente da República.

O Patri também se reúne amanhã e, segundo nota publicada no portal do partido, entre os pré-candidatos, prevalece o nome do deputado federal Cabo Daciolo (RJ). O PSB, o PRTB e o PPL realizam convenção nacional neste domingo (5), mas somente os dois últimos devem lançar candidatos a presidente – Levy Fidelix e João Vicente Goulart, respectivamente.

(Agência Brasil)

Quem começou a greve por Lula, poderá terminar por ele

Com o título “Quem começou a greve por Lula, poderá terminar por ele”, eis artigo de Guálter George, editor de Política do O POVO, que pode ser conferido no O POVO desta sexta-feira. Ele comenta a greve de fome pró-Lula. Confira:

Preso em Curitiba, de onde mantém contatos permanentes com advogados, aliados, amigos e religiosos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderia encontrar um jeito de fazer chegar um recado seu às seis pessoas que se anunciam em greve de fome, desde a última terça-feira, como protesto pela situação difícil que ele enfrenta, condenado a 12 anos e 1 mês em sentença do juiz federal Sergio Moro. O que dizem é que só voltam a se alimentar depois de ver livre o líder petista, que tem uma chance de sair maior do episódio usando de sua influência para demovê-los, já, da infeliz forma que encontraram de lhe demonstrar solidariedade.

Um gesto político, tanto quanto despropositado. No momento em que a justiça ceder a esse tipo de argumentação, convenhamos, abrirá um perigoso precedente para que todo aquele que tiver alguém próximo recolhido à prisão, mesmo que fruto de um processo razoavelmente respeitador dos trâmites institucionais, com toda aquela história de rito processual, amplo direito à defesa, recursos judiciais etc, se motive para pressionar por sua liberação. Este é um exemplo do que está em jogo e da inviabilidade do que está sendo radicalmente pleiteado como gesto de apoio a um político que os “grevistas” admiram e defendem. Um direito deles, neste ponto.

Uma coisa é questionar a sentença e a postura da justiça no caso, podendo-se concordar (e eu concordo) com uma parte das dúvidas que têm sido levantadas acerca de alguns aspectos do processo que levou à condenação do Lula, mas, exigir que ela seja revista apenas como resultado de um protesto do gênero seria algo, até, temerário.

Não há como imaginar que esse movimento leve a qualquer resultado concreto, a partir, pelo menos, da pauta ousada apresentada pelos envolvidos.

Claro que é muito mais lógico supor que Lula não teve qualquer influência direta na decisão do grupo de iniciar o protesto, embora, sem dúvida, ele disponha de força suficiente para encerrá-lo, em nome da boa saúde das pessoas que dele participam. Todas, pelo que se sabe, ativistas ligados a movimentos populares, incluindo-se um religioso, e que certamente aquiesceriam a um apelo seu no sentido de acabar com a história, o mais urgentemente possível, em nome da razoabilidade. Repito, a iniciativa não apresenta pé e nem cabeça, é totalmente despropositada.

A mobilização não faz sentido sequer em relação à sua finalidade. Será uma ação naturalmente desmoralizada pela inexistência de meios objetivos para se atender à exigência dos grevistas e, no limite, caso funcione no sentido extremo que expõe, tem potencial para deixar mal o próprio petista. Já imaginou o que representaria, para o Lula mesmo, uma morte decorrente de um protesto do tipo? Feito em nome dele?

*Guálter George

gualter@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Petrobras vai antecipar pagamento de R$ 652 milhões aos acionistas

O lucro líquido de R$ 17 bilhões obtido pela Petrobras no 2º trimestre do ano levará a empresa a antecipar o pagamento aos acionistas na forma de juros sobre capital próprio (JCP) no valor de R$ 0,05 por ação, totalizando R$ 652,2 milhões no período. O pagamento foi aprovado ontem (2) pelo Conselho de Administração da estatal e ocorrerá no próximo dia 28. Com o pagamento deste mês, o valor acumulado das antecipações sobre a forma de juros sobre o capital próprio neste primeiro semestre do ano totalizará R$ 1,3 bilhão.

A avaliação da Petrobras é de que o pagamento está em acordo com análise feita pela empresa e em consonância com o conservadorismo necessário ao equilíbrio financeiro da empresa.

As informações foram dadas pela diretoria da estatal durante a apresentação do balanço financeiro da empresa, que neste segundo semestre do ano obteve o melhor resultado líquido desde 2011.

Tributos e Participações governamentais

Os resultados positivos obtidos pela Petrobras entre abril e junho deste ano levaram ao recolhimento de R$ 75,2 bilhões em tributos e participações governamentais, inclusive royalties, recursos que estão sendo repassados para os três níveis federativos: União, estados e municípios.

Segundo a Petrobras, a elevação nos preços internacionais do petróleo, de US$ 51,81 na média do primeiro semestre de 2017, para US$ 70,55 neste ano, foi o principal fator que contribuiu para esse aumento de 28% na arrecadação de tributos em relação ao primeiro semestre de 2017. Somados à parcela dos lucros transferidos ao sócio controlador (o próprio governo) este montante salta para R$ 83,1 bilhões.

(Agência Brasil/Foto – Petrobrsa)

ProUni 2018 – Começa prazo para entrega de documentos da lista de espera

Os candidatos selecionados na lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm de hoje (3) até a próxima segunda-feira (6) para entregarem na instituição de ensino a documentação que comprove as informações prestadas no momento da inscrição.

A relação com a documentação necessária pode ser acessada no site do programa. A lista de espera é usada pelas instituições de ensino para ocupar as bolsas que não foram preenchidas na primeira e segunda chamadas do programa.

O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Ao todo, no processo seletivo, são ofertadas 174.289 vagas, sendo 68.884 bolsas integrais e 105.405 parciais, em 1.460 instituições.

Para concorrer a bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. No caso de bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

(Agência Brasil)

Papa Francisco recebe mãe de Marielle Franco e defensores da liberdade de Lula

O Papa Francisco recebeu nesta sexta (3) mais um grupo de brasileiros que o procuraram para denunciar a violação de direitos humanos no país e criticar a prisão de Lula. A informação é da jornalista Mônica Bergamo, colunista da Folha de S.Paulo.

A comitiva era formada por Marinete Silva, mãe da vereadora Marielle Franco (Psol-RJ), assassinada em março, a advogada Carol Proner, co-autora de um livro que critica a condenação do ex-presidente Lula, a pastora luterana Cibele Kuss e Paulo Sérgio Pinheiro, ex-ministro de Direitos Humanos e ex-coordenador da CNV (Comissão Nacional da Verdade).

O encontro ocorreu um dia depois de o santo padre ter recebido o ex-embaixador brasileiro Celso Amorim. O diplomata entregou a ele um livro sobre Lula, e recebeu de volta um bilhete do papa para o ex-presidente pedindo que o petista orasse por ele.

“O papa está muito preocupado com a situação da América Latina e nos disse que está acompanhando tudo de perto”, diz Carol Proner.

(Foto – Arquivo Pessoal)

Petrobras registra lucro de R$ 10,07 bilhões no segundo trimestre deste ano

A Petrobras fechou o segundo trimestre do ano com um lucro líquido de R$ 10,07 bilhões, alta de 45% em relação ao primeiro trimestre, quando o lucro foi de R$ 6,96 bilhões. É o melhor resultado desde 2011. No segundo trimestre do ano passado artingiu R$ 316 milhões.

Com o resultado, a Petrobras fechou o primeiro semestre do ano com um lucro líquido de R$ 17 bilhões. Segundo a empresa, o “resultado positivo foi influenciado principalmente pelo aumento das cotações internacionais do petróleo, associado à depreciação do real em relação ao dólar”.

Centro de Distribuição da Petrobras no SIA, Terminal Terrestre de Brasília, onde se armazena e distribui produtos da companhia para os postos de combustíveis do Distrito Federal.
Petrobras teve o melhor resultado desde 2011: lucro líquido de R$ 10,07 bi no segundo trimestre deste ano e alta de 45% em relação ao primeiro trimestre (Marcello Casal jr/Agência Brasil)
No mesmo período, o endividamento líquido caiu 13% em relação a dezembro de 2017, indo para US$ 73,66 bilhões, o menor desde 2012.

A geração operacional e a entrada de caixa de US$ 5 bilhões com os desinvestimentos no semestre foram os principais fatores para a redução da dívida líquida, cujo total passou a corresponder a 3,23 vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda ajustado), comparado a 3,67 no fim de 2017.

O desempenho das operações da empresa manteve tendência positiva que já vinha sendo registrada em trimestres anteriores, com um lucro operacional 18% maior que o do primeiro semestre de 2017, totalizando R$ 34,5 bilhões, com menores despesas gerais e administrativas e menores gastos com ociosidade de equipamentos. A produção total de óleo e gás foi de 2,7 milhões barris de óleo equivalente por dia (boed) no semestre.

(Agência Brasil)

Bolsonaro é o candidato que tem mais eleitores convictos, diz CNI/Ibope

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro tem o maior número de eleitores convictos, entre os quatro primeiros colocados da disputa pelo Palácio do Planalto. Dos entrevistados da pesquisa CNI/Ibope que disseram que votarão no representante do PSL, 34% não mudarão seu voto em hipótese alguma.

Ainda entre os convictos, Ciro Gomes fidelizou 26% de seu potencial eleitorado, enquanto 23% e 22% optaram Geraldo Alckmin e Marina Silva, respectivamente. Sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa, Jair Bolsonaro liderada a corrida presidencial com 17% dos votos, seguido por Marina Silva (13%), Ciro Gomes (8%) e Geraldo Alckmin (6%).

(Foto – Agência Brasil)

Político que divulgar fake news pode perder mandato

O secretário-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Frazão, afirmou que a lei brasileira permite a cassação de mandato ou se for comprovado envolvimento do político na disseminação de informações falsas, as chamadas fake news.
Ele participou de seminário organizado em junho pela Câmara dos Deputados para discutir boas práticas e condutas de agentes públicos em ano eleitoral.

“A partir do momento que se descubra que o político contratou serviço de produção industrial de notícias fraudulentas, uso de boots, para divulgar esses conteúdos, ele pode ser punido. Se ficar devidamente comprovado, nos autos, a existência disso, é possível utilizar a Lei Complementar 64/90 e proceder à cassação de seu mandato. E aí consequentemente, nos termos da legislação, far-se-ão novas eleições”, explicou.

Carlos Frazão informou que o TSE vai fazer o controle de conteúdo de informações falsas, como já vem fazendo com as notícias reconhecidamente inverídicas. Nesse sentido, ele citou a recente decisão do ministro do TSE Sérgio Banhos que determinou a retirada do ar de notícias apontadas como falsas sobre a presidenciável Marina Silva, da Rede.

Sobre condutas vedadas a agentes públicos, Rafael do Valle, que dirige o Departamento Eleitoral da Advocacia-Geral da União (AGU), lembrou de dúvida de uma funcionária sobre o uso da máquina pública para campanha. “Em uma palestra, ela levantou a mão e falou: ‘OK, entendi que a gente não pode usar, por exemplo, um computador dentro da repartição para divulgar e fazer campanha de um candidato. Mas eu posso utilizar a rede wi-fi do celular do ministério para fazer campanha’”, relatou Valle o questionamento da servidora.
“Em resposta, dei uma risada e falei que recomendo o uso do 3G porque a gente tem de ser bastante cauteloso, temos de ter em mente que não podemos utilizar a máquina pública em nenhuma das esferas”, acrescentou ele.

Já Humberto de Medeiros, vice-procurador-geral Eleitoral do Ministério Público Federal, destacou que os candidatos têm o direito de expor suas opiniões durante o período pré-eleitoral. “É possível a propagação de atos parlamentares e debates legislativos desde que não se faça a pedido de votos, assim como também é possível a divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais”, informou.

O TSE firmou em junho um acordo com o Facebook e o Google contra a disseminação de notícias falsas nas próximas eleições. No documento, as empresas se comprometem a combater a desinformação gerada por terceiros.

(Agência Câmara)

Só neste ano, Bolsonaro já gastou R$ 65 mil em passagens aéreas

O presidenciável e deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) já gastou, entre janeiro e junho deste ano,R$ 65.775 em passagens aéreas. A informação é da Veja, adiantando: o que mais chama atenção, no entanto, é o gasto de Bolsonaro e seu gabinete com passagens para fora de sua base eleitoral.

Cerca de R$ 27.000, ou 40% do valor, foram para viagens a cidades tão distintas quanto Cascavel, no Paraná, e Dourados, no Mato Grosso do Sul. Na cidade paranaense, onde esteve em fevereiro, Bolsonaro falou de seus futuros projetos para a Região Sul.

Ou seja: ele faz campanha com o seu dinheiro.

(Foto – Agência Brasil)

Futura Trends 2018 – Vice-presidente da Toyota fala em Fortaleza sobre o futuro do transporte individual

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira:

O vice-presidente executivo da Toyota do Brasil, Miguel Fonseca, também coordenador de vendas da montadora na América Latina e Caribe, é um dos conferencistas da 8ª edição do Seminário Futura Trends, realização da Fundação Demócrito Rocha e do O POVO. Nome de peso em seu segmento, Fonseca abordará “O Futuro do Transporte Individual e as Projeções para o Brasil”, dentro da temática geral do encontro: “Indústria 4.0 – A influência das Novas Tecnologias no Futuro das Pessoas e Organizações”.

Além do vice da Toyota, constam na programação nomes como o do professor indiano Subramanian Rangan, PhD em Economia Política pela Universidade de Harvard (EUA), com o tema “O Papel do Líder na Era Digital”.

O Futura Trends será no próximo dia 10, das 13 às 18 horas, no Teatro RioMar Papicu (inscrições pelo site www.seminariofuturatrends.com.br), sob a coordenação do jornalista e publicitário Nazareno Albuquerque.

(Foto – Divulgação)

Congresso Nacional sem renovação

Com o título “Congresso Nacional sem renovação”, eis o Editorial do O POVO desta sexta-feira:

As eleições para escolha dos futuros governantes (presidente da República e governadores) e parlamentares (senadores, deputados federais e estaduais) constituem um ritual importante que – se levado a cabo dentro dos parâmetros definidos pela Constituição – serviria, teoricamente, para a oxigenação da vida política e das instituições.

Contudo, mais uma vez, se constata que uma das dimensões importantes dessa equação – a escolha dos futuros corpos legislativos (Congresso Nacional e assembleias legislativas estaduais) ficam totalmente em segundo plano. Resultado: no âmbito nacional já deu para perceber que essa oxigenação não acontecerá, visto que as estimativas apontam para a improvável renovação dos atuais quadros do Parlamento Federal, segundo as previsões do Diap – Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar.

Embora nas próximas eleições as duas dimensões da vida política – a executiva e a legislativa – estejam em jogo, o sistema presidencialista (sobretudo, no Brasil) faz com que os holofotes ponham foco, de forma quase exclusiva, na disputa pelos cargos executivos. O resultado é a difusão da ideia de que um governante pode realizar o que se propôs, sem o apoio de uma base de sustentação parlamentar majoritária para aprovar seus projetos.

Um dos quesitos mais ressaltados na atual crise de representatividade vivida pelo Brasil é o consenso de que nunca houve uma representação congressual tão dissociada da vontade da sociedade brasileira, como a atual. A consequência lógica dessa avaliação seria supor que na próxima oportunidade de ir às urnas os eleitores fizessem uma limpeza geral. Não é bem assim que funcionam as coisas, infelizmente. Existem condicionantes subjetivos e objetivos para que o eleitor consiga fazer essa profilaxia: a) ter consciência política formada (escapando da massificação desinformativa); b) ter capacidade de driblar obstáculos formais, como é o caso da legislação oportunista aprovada pela meia-reforma eleitoral que permite repartir o fundo público de campanha, preferencialmente, entre os que já exercem um mandato. Assim, faz-se uma aposta nos mesmos. A consequência da decepção dos eleitores com essa decisão pode transformar-se, eventualmente, numa avalanche de votos brancos e nulos – como temem os mais pessimistas.

Dessa forma, o desafio dos que propugnam um maior foco nas eleições parlamentares é ainda maior do que nas eleições passadas. Isso é grave, pois, sem o apoio formal dos representantes do povo nenhum governo consegue realizar o que propôs na campanha eleitoral. Já vimos isso.

(Foto – UJS)

PDT pode lançar namorado de Fátima Bernardes ao Governo de Pernambuco

O PDT pensa em lançar o bacharel em direito Túlio Gadêlha, 30, como candidato ao governo de Pernambuco. “O PDT estuda essa possibilidade, sim”, afirmou Gadêlha por WhatsApp. A informação é do Blog da Folha.

Namorado da apresentadora Fátima Bernardes, da Globo, ele é filiado ao partido – que disputa o pleito à Presidência com Ciro Gomes. O deputado federal André Figueiredo, líder do PDT na Câmara dos Deputados, já chegou a propor a candidatura de Gadêlha em uma rede social.

A possibilidade passou a ser cogitada pela legenda após o pacto de neutralidade na corrida presidencial firmado ontem entre PT e PSB. Pelo acordo, articulado por Lula e que isola Ciro Gomes, a candidatura da petista Marília Arraes ao governo de Pernambuco seria retirada, o que facilita, em tese, a campanha do socialista Paulo Câmara ao governo do estado.

O PDT vem apostando em nomes jovens para o pleito deste ano. Entre eles, por São Paulo, estão o estudante de economia Gabriel Cassiano, 21, pré-candidato a deputado estadual, e Tábata Amaral, 24, que concorre a uma vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília.

(Foto – Instagram)

Justiça do Trabalho do Ceará vai passar por correição

A Justiça do Trabalho do Ceará vai passar por correição ordinária entre os dias 20 e 24 deste mês de agosto. A informação é da assessoria de imprensa do TRT do Estado e foi publicada em edital na última sexta-feira (20/7).

Conforme o documento, o corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Lélio Bentes Correa, vai estar à disposição dos interessados no dia 22 de agosto, das 9 às 16 horas, mediante agendamento prévio.

SERVIÇO

Para solicitar um horário na agenda do corregedor, advogados, magistrados, servidores e sociedade em geral precisam enviar um e-mail para presidencia@trt7.jus.br ou telefonar para (85) 3388-9413 ou 9303. O atendimento ao público ocorrerá no prédio-sede do TRT/CE, no bairro Aldeota, Fortaleza.

DETALHE – A última correição ordinária na Justiça do Trabalho do Ceará ocorreu em julho de 2016.

Empresas de tecnologia abrem 30 vagas

Cinco empresas de tecnologia anunciam a abertura de 30 vagas.

Localizada em São Carlos, a Arquivei, empresa que fornece plataforma de gestão de documentos e notas fiscais, oferece sete oportunidades. Já as demais 23 vagas são destinadas a candidatos da cidade de São Paulo, e, estão distribuídas em companhias como a Gupy, a IDwall, a Mosaico Digital Assets e Awin. Confira:

Arquivei

A Arquivei, plataforma de armazenamento, organização e consulta de NFes, está com sete vagas destinadas a profissionais que querem atuar na cidade de São Carlos, interior do estado de São Paulo. Os interessados encontraram oportunidades nas áreas de Marketing e Produtos, Engenharia da Computação e Comercial. Para as vagas ofertadas e conferir os requisitos necessários, basta acessar a página de vagas da startup e se candidatar conforme os perfis exigidos.

Gupy

A Gupy, startup líder de recrutamento com base em Inteligência Artificial e machine learning no Brasil, está com 11 oportunidades, incluindo duas vagas para estágio. Dentre as ocupações estão os cargos para Analista de Conteúdo, Gerente de Sucesso do Cliente, Desenvolvedor Front-end, Inside Sales Account e SDR, Engenheiro de Software, Desenvolvedor(a) NodeJS Full-Stack, Senior DevOps Engineer e Software Engineer – Python. Para participar do processo seletivo os interessados devem acessar o site oficial da Gupy.

IDwall

A IDwall, empresa de tecnologias de reconhecimento facial, cruzamento de dados e background check, oferece 12 oportunidades em diversos departamentos, entre eles o setor de Customer Access, no qual há vaga para Suporte Técnico de Software. Já para a área de Pessoas e Cultura, busca-se Analista de Recrutamento e Seleção (Tecnologia). No departamento comercial, as vagas são para Analista de Inteligência de Mercado, para Executivo(a) de Grandes Contas e Executivo(a) de Pequenas e Médias Contas. Por fim, no setor de tecnologia, a procura é por Desenvolvedor(a) Front-end, Desenvolvedor(a) Java, e Engenheiro de Sistemas (SRE/DevOps).

A candidatura, para qualquer uma das oportunidades, pode ser feita diretamente na página de vagas da IDwall.

Mosaico Digital Assets

A Mosaico Digital Assets, holding que constrói e investe em empresas com foco em blockchain e ativos digitais, também está buscando pessoas para fazer parte do time de um dos seus novos negócios. As vagas são específicas para a área de tecnologia e estão disponíveis para Desenvolvedor Back-end Ruby e Devops Senior. Para saber mais sobre os requisitos necessários, os candidatos devem acessar a página de vagas da empresa.

Awin

A Awin, rede de marketing de afiliação que conecta consumidores com marcas em mais de 180 países ao redor do mundo, com atuação em São Paulo, está com duas vagas abertas para trabalhar na operação brasileira: analista de operações e estágio em consultoria técnica. Para mais informações sobre os requisitos necessários para concorrer às vagas e como se inscrever para participar do processo seletivo, acesse o site da empresa.

(Com Assessoria de Imprensa da Seven PR)

STJ mantém afastamento do prefeito de Saboeiro

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, no exercício da presidência, manteve o afastamento cautelar do prefeito de Saboeiro, José Gotardo dos Santos Martins. A decisão ocorreu no dia 24 de julho, mas foi publicada no Diário Oficial da Justiça nesta quinta-feira (2/08). O gestor municipal foi afastado do cargo em julho de 2017 durante a segunda fase da Operação Avalanche, que investiga fraudes em licitações e superfaturamento de contratos. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público do Ceará.

Esta é a terceira decisão favorável ao pedido de afastamento do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), que foi concedido liminarmente pelo juízo da Comarca de Saboeiro e mantido pelo Tribunal de Justiça do Ceará. Na decisão mais recente, o ministro relata que não foram apresentados elementos concretos que demonstrem a configuração de ofensa ou prejuízo à ordem democrática ou insegurança jurídica com o afastamento e, “pela falta de demonstração de existência de lesão aos bens tutelados, fica evidente a intenção do requerente de tutelar interesse pessoal de retornar ao exercício de suas funções públicas, o que caracteriza a descabida utilização da via suspensiva como se recurso fosse”.

O Caso

A Operação Avalanche foi deflagrada em 5 de julho de 2017, na Comarca de Saboeiro, com o objetivo de apurar a prática dos crimes de fraude de licitações, associação criminosa, falsidade de documento particular, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e exclusão de dados no sistema informatizado por empresários, vereadores e servidores municipais, em especial, da Secretaria de Finanças de Saboeiro.

A investigação resultou em uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra diversos agentes públicos e empresários interposta pelo promotor em respondência, à época, Herbet Gonçalves Santos. O prefeito e outros oito agentes públicos de Saboeiro foram afastados por meio de decisão liminar no dia 20 de julho de 2017. Além disso, a Justiça determinou o bloqueio de mais de R$ 3,4 milhões dos suspeitos. A defesa do prefeito recorreu do afastamento e em 16 de fevereiro de 2018 o pedido foi indeferido.