Blog do Eliomar

Categorias para Carnaval

Vai-Vai diz que expulsará diretor que agrediu mulher durante ensaio da escola

A escola de samba Vai-Vai deverá expulsar o diretor que na madrugada desse domingo (20) agrediu uma mulher, durante ensaio no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. A agressão ganhou as redes sociais, depois que dezenas de pessoas gravaram os empurrões, puxões de cabelo e ameaça de espancamento.

“Peço desculpas a todas as pessoas. Seremos submetidos a críticas, mas deixo claro que isso foi um ato isolado e pessoal. Informo a toda a comunidade do Vai Vai e também ao mundo do samba em geral que essa atitude mexeu demais conosco, porém essa pessoa será cobrada pelo erro cometido”, postou no site da escola o presidente Darly Silva, o Neguitão.

“Quero dizer que providências já foram tomadas em relação a ele, o agressor, que fazia parte do nosso quadro de diretores, e que já está excluído de toda as atividades da escola”, reforçou.

Fortaleza e Recife com passagens aéreas mais baratas para o Carnaval

As passagens aéreas para as cidades do Recife e Fortaleza durante o Carnaval estão, em média, 10% mais baratas, segundo pesquisa divulgada pelo Viajanet.

A capital pernambucana lidera o ranking, com 9,65% de redução, se comparado com os valores cobrados no ano passado. Fortaleza ocupa o segundo lugar , com uma queda de 9,6% de um ano para o outro.

Segundo o head de Marketing do Viajanet, Gustavo Mariotto, a redução está atrelada à maior oferta das companhias aéreas para o carnaval. “A abertura de voos extras para as principais capitais do Brasil tem puxado os preços das passagens para baixo”, opina.

Veja abaixo a listagem com as cidades com maior redução no preço médio dos bilhetes aéreos para o carnaval:

As passagens aéreas para as cidades de Recife e Fortaleza durante o carnaval estão, em média, 10% mais baratas, segundo pesquisa divulgada pelo Viajanet.

A capital pernambucana lidera o ranking, com 9,65% de redução, se comparado com os valores cobrados no ano passado. Fortaleza ocupa o segundo lugar , com uma queda de 9,6% de um ano para o outro.

Segundo o head de Marketing do Viajanet, Gustavo Mariotto, a redução está atrelada à maior oferta das companhias aéreas para o carnaval. “A abertura de voos extras para as principais capitais do Brasil tem puxado os preços das passagens para baixo”, opina.

Veja abaixo a listagem com as cidades com maior redução no preço médio dos bilhetes aéreos para o carnaval:

CIDADES              2018                 2019                Variação

Recife                     R$ 781,82        R$ 713,03      – 9,65%
Fortaleza                R$ 777,02       R$ 708,97      – 9,60%
Brasília                   R$ 427,71        R$ 412,14      – 3,78%
São Paulo               R$ 427,99       R$ 417,46      – 2,52%
Rio de Janeiro      R$ 636,48       R$ 622,15      – 2,30%

(Com Panhotas)

Secult/Ceará baixa edital do Carnaval 2019

107 1

Nem tudo é violência.

A Secretaria da Cultural do Ceará baixou edital do Carnaval 2019, que ocorrerá de 1º a 5 de março próximo. Para eventos, agremiações, bandas e seminário, disponibilizará, segundo o titular da pasta, Fabiano Piúba, o total de R$ 1,1 milhão.

A pasta receberá os projetos até 1º de fevereiro.

O edital contém 10 (dez) anexos:

– Roteiro para Elaboração da Proposta (Anexo I)
– Regulamento das Programações Carnavalescas (Anexo II)
– Plano de Trabalho (Anexo III)
– Declaração de Compromisso e de Contrapartida (Anexo IV)
– Declaração de Legitimidade (Anexo V)
– Formulário de Recurso (Anexo VI)
– Termo de Referência (Anexo VII)
– Minutas do Termo de Fomento, do Termo de Cooperação Financeira e do Termo de Convênio (Anexo VIII)
– Dotação Orçamentária (Anexo IX)
– Ofício de Abertura de Processo (Anexo X)

SERVIÇO

*Confira o edital e anexos aqui.

(Foto – Secult/CE)

Clube Náutico já definiu data do 52º Baile da Saudade

98 1

O advogado Jardson Cruz, presidente do Clube Náutico, já definiu praticamente tudo sobre o 52ª Carnaval da Saudade.

A data, por exemplo, foi acertada para o dia 23 de fevereiro, sob animação da banda Caribean King, com homenagem especial ao Cordão da Bola Preta, do Rio, por seu centenário.

SERVIÇO

*Vendas a partir do dia 7 próximo no próprio clube.

Ciclo Carnavalesco 2019 de Fortaleza – Artistas e bandas devem se inscrever até quinta-feira

Artistas interessados em integrar a programação do Ciclo Carnavalesco 2019 já podem fazer as inscrições até esta quinta-feira, 27, no setor de protocolo da Central de Licitações da Prefeitura de Fortaleza. O edital lançado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) é direcionado para artistas solo ou para bandas de renome local ou regional.

A inscrição no chamamento público visa à formação de um banco de dados para fins de eventual e futura contratação de serviços artísticos e culturais que irão compor a programação oficial da Prefeitura Fortaleza, durante o Pré-Carnaval e o Carnaval de 2019.

Os interessados devem apresentar os documentos exigidos no Edital, previstos no item 4.4, em envelope lacrado, para a Comissão de Licitação, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. A documentação também pode ser enviada por Sedex para o mesmo endereço.

SERVIÇO

*Setor de Protocolo da Central de Licitações da Prefeitura de Fortaleza – Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço.

*Confira o Edital aqui.

(Foto – Divulgação)

Ito Melodia, puxador da União da Ilha, destaca apoio do Shopping Benfica às mães de autistas

Quem visitou o Shopping Benfica, em Fortaleza, foi o cantor Ito Melodia, puxador da Escola de Samba União da Ilha, uma das grandes do Carnaval do Rio de Janeiro, em 2019.

Ele gravou vídeo destacando o apoio do shopping à causa dos que trabalham e convivem com o autismo. Elogiou ainda o fato desse polo de compras” ser a sede da entidade “Pintando o Sete Azul”, de mães dedicadas com filhos autistas.
Recebemos, em primeira mão, do cantor Ito Maravilha, puxador do samba da já referida União da Ilha.

Ito destacou fez uma declaração de benquerença ao Shopping Benfica, destacando a responsabilidade social dos que fazem esse shopping.

Escola de samba carioca que tem como enredo o bode ioiô faz apresentação em Fortaleza

A bateria e um grupo de passistas da Escola de Samba Paraíso de Tuiuti, do Rio de Janeiro, vai se apresentar, a partir das 20 horas desta quarta-feira, no Bar da Mocinha.

Será um show à parte, já que o grupo se apresentou no I Encontro Global de Bancos Solidários, que acontece no Hotel Praia Centro.

Nesse show à parte, a escola fará lançamento do samba-enredo de 2018 que conta a história do bode ioiô, com o título “Salvador da Pátria”.

(Foto – Arquivo)

Shopping Benfica presta homenagem ao Carnaval de Fortaleza

O Shopping Benfica que, anualmente, promove festival de marchinhas carnavalescas, resolveu abrir espaços para uma homenagem aos que fazem a folia da Avenida Domingos Olímpio.

Abre, a partir das 10 horas desta terça-feira, exposição com acervo de maracatus, escolas de samba e blocos, cordões e troféus, que se estenderá até 4 de março.

No sábado, a partir das 16 horas, haverá desfile das campeãs do Carnaval de Rua de Fortaleza, a partir das 16 horas.

O dia em que a Beija-Flor desfilou o Brasil real na Sapucaí

Com o título “Brasil: o monstro frankensteiniano ou os filhos abandonados da pátria que os pariu”, eis artigo do professor João Aruda (UFC). Ele aborda o samba-enredo vitorioso da Beija-Flor, no Carnaval do Roo 2018. Confira: 

Na quase manhã de terça-feira, 13, na Marquês de Sapucaí, a Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, com um desfile primoroso e irretocável, impactou profundamente milhões de brasileiros que assistiam ao desfile das Escolas de Samba, não só pelo samba enredo ontológico, mas pelo comovente grito de alerta, denunciando a tragédia frankensteiniana chamada Brasil. Foi uma crítica radical e sem concessão!

Ainda na concentração, nos acordes iniciais da bateria, já era visível a empolgação dos presentes com a temática da Escola. Durante toda a evolução da Beija Flor, o povo presente nas arquibancadas da Sapucaí delirava em êxtase. Esse processo prolongou-se até a abertura dos portões, quando dezenas de milhares de espectadores invadiram a passarela e, em um rápido processo de autoidentificação com o filho sofrido, rejeitado e perseguido, denunciado no samba enredo da Escola, em delírio e de maneira uníssona, passaram a entoar com emoção e lágrimas a música, que denunciava a nossa insuportável tragédia.

Sem sombra de dúvidas, os carnavalescos e compositores da Beija Flor conseguiram construir, com muita competência e uma aguçada sensibilidade histórico-sociológica, um raro produto da fusão da poesia engajada com a estética carnavalesca. Nessa síntese, os compositores da Escola fizeram uma consistente analogia entre o romance Frankenstein, da escritora britânica Mary Shelley, e a nossa macabra estrutura social, caracterizada pela rejeição e abandono das suas crianças, pela banalização da violência que a todos atinge, por uma perversa exclusão social, por múltiplas e odientas discriminações e por uma criminosa corrupção endêmica que contamina todo o tecido social brasileiro.

Esse grito coletivo de revolta merece uma profunda reflexão por parte dos brasileiros que ainda insiste em manter acesa a chama da esperança no porvir e cultiva uma inabalável convicção de que podemos reverter essa perversão social, construindo uma sociedade justa, solidária e fraterna.

Na verdade, o samba-enredo não disse novidade alguma. Ele simplesmente desnudou, com muita competência, o óbvio ululante, como diria se vivo estivesse, o saudoso Nelson Rodrigues.

Vivemos a mais grave crise de anomia da nossa história. É o resultado de mais de 500 anos de grandes deformações da nossa estrutura social. Nossos valores, inclusive os éticos e morais, foram relativizados. Estamos perdendo nossos referenciais em nossas relações cotidianas e já não se sabe mais distinguir o certo do errado. A violência chegou a um nível inadmissível. A periferia das grandes e médias cidades brasileiras está dividida em territórios sob o comendo do narcotráfico, prova inconteste da falência do Estado.

E a crise vem se agravando em um processo crescente. Nos últimos governos, a nossa corrupção endêmica institucionalizou-se como política de Estado. A atividade política foi nivelada por baixo e os poderes da República entraram em crise, apodrecidos pela lama infecta da corrupção. A Presidência da República foi assaltada por vândalos da pior espécie. O Legislativo está dominado por mais de trezentos picaretas corruptos, que fazem do mandato a grande oportunidade de se locupletarem, protegidos pelo manto do foro privilegiado. O Judiciário, o último guardião da República, perdeu a sua legitimidade sob a suspeição de parcialidade nos julgamentos, de tráfico de influência, de práticas corporativas imorais, de inoperância e lentidão em seus julgamentos e de proteção aos criminosos do colarinho branco. O Judiciário vem perdendo, há muito, a confiança que o povo do brasileiro lhe depositava.

A hora é de ação. Não podemos ficar indefinidamente esperando por um milagre dos céus. Um grande pacto social para a reconstrução da nossa sofrida e dilapidada nação se faz imperativo. O momento exige maturidade e despojamento das vaidades. Exige grandeza e humildade de todas as forças vivas da nação, independente das suas matizes ideológicas, para a construção de um porvir mais promissor.

Temo que, se não fizermos urgentemente a nossa parte, o amanhã poderá ser tarde demais.

*João Arruda,

Professor da UFC.

A avenida mandou um recado

Editorial do O POVO deste domingo (18) ressalta tema político das escolas campeãs no Carnaval do Rio. Confira:

O desfile das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro foi um dos mais politizados dos últimos anos. A campeã, a Beija-Flor, e a vice-campeã, Paraíso do Tuiuti destacaram-se na apresentação de temas políticos.

A tradicional Estação Primeira de Mangueira, que ficou em quinto lugar, também trilhou esse caminho, condenando o prefeito, Marcelo Crivella (PRB), por ter cortado verbas do carnaval. Ele foi representado em carro alegórico como um boneco de Judas, acompanhado da frase “Prefeito, pecado é não brincar o carnaval”.

A Beija-Flor com o tema “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu” abordou situações como desigualdade social, violência, descaso com adolescentes, intolerâncias de gênero, religiosa e racial, fazendo um vínculo da corrupção com alguns desses problemas.

Na Paraíso do Tuiuti, com o samba enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, a crítica foi mais direta, lembrando que hoje existem novas formas de manter as pessoas escravizadas, dando como exemplo o trabalho precário, introduzido pela reforma trabalhista.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou o desfile como “ideológico”. Mas fazer desfiles politizados, em vários sentidos, é tradição das escolas de samba. Acusa-se também as escolas de samba de serem mantidas com o dinheiro do Jogo do Bicho, um fato há muito conhecido.

É verdade que essa acusação surge agora, com mais intensidade, por parte de pessoas que se viram atingidas pela críticas, mas é preciso reconhecer que os chefes do Jogo do Bicho tem o mando das escolas. E, a propósito, “famosos” e políticos convivem tranquilamente com eles nos camarotes do Sambódromo. Em caso assim, a ingenuidade não é permitida, sendo preciso sopesar a situação de um lado e de outro.Mas, concordando-se ou não com as críticas, há de se observar que as escolas mandaram um recado aos políticos e ao governo. E, coincidência ou não, as duas agremiações com os temas mais críticos foram a campeã e a vice-campeã carnaval do Rio de Janeiro de 2018.

Rasgou-se o véu da empulhação

299 2

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (18):

Desde o desfile da escola de samba Paraíso de Tuiuti, rasgou-se o último véu da empulhação política, com as pessoas se dando conta do conto do vigário que lhes foi aplicado pela velha elite escravocrata na tentativa – segundo o enredo – de abolir a Lei Áurea e fazer retornar condições de trabalho do tempo da escravidão, com precarização e terceirização, jornada intermitente e inalcançável aposentadoria. O golpe do impeachment foi dado não só para isso, mas também para entregar aos estrangeiros o pré-sal, a Petrobras, a Eletrobras, a indústria naval, a engenharia nacional e reduzir a cacos a soberania da Nação.

Como tal plano jamais seria aprovado pelas urnas, derrubou-se a presidente honesta para se colocar no seu lugar o Vampirão (e sua récua de sanguessugas), montado no alto de um carro do qual sobressaem mãos manipuladoras a moverem, através de cordéis, manifestoches com camisas da Seleção.

Nunca uma aula de história política fora dada de maneira tão didática e criativa para uma imensa plateia, emocionada, que delirava no Sambódromo. Para completar, uma faixa no alto da Rocinha advertia que se prenderem Lula, “o morro vai descer”. A resposta não tardou: intervenção no Rio de Janeiro. Coincidência?

Acaracuzinho é a escola de samba campeã do Carnaval de Fortaleza

A escola de samba Unidos do Acaracuzinho ganhou, pela 18º vez, o Carnaval de Fortaleza, em resultado anunciado na tarde de ontem, no Ginásio Poliesportivo do Liceu do Ceará, no bairro Jacarecanga.

Entre os maracatus, foram três os vencedores: Az de Ouro (sábado), Nação Baobab e Vozes da África (domingo). Ao todo, 40 agremiações se apresentaram na avenida Domingos Olímpio.

Confira as campeãs do Carnaval de Fortaleza: 

MARACATUS (SÁBADO) 1º lugar: Az de Ouro 2º lugar: Nação Palmares 3º lugar: Axé de Oxóssi

MARACATUS (DOMINGO) 1º lugar: Nação Baobab 1º lugar: Vozes da África (empate) 2º lugar: Rei de Paus 3º lugar: Nação Pici

CORDÃO 1º lugar: Vampiros da Princesa 2º lugar: Princesa do Frevo 3º lugar: As Bruxas

BLOCOS 1º lugar: Amigos do Zé 2º lugar: A Turma do Mamão 3º lugar: Doido é Tu

AFOXÉS 1º lugar: Filhos de Oyá 2º lugar: Omôrisá Odê 3º lugar: Obá Sá Rewá

ESCOLAS DE SAMBA 1º lugar: Unidos do Acaracuzinho 2º lugar: Tradição da Bela Vista 3º lugar: Corte do Samba

(Foto – Evilázio Bezerra)

Vereador entrega camisa a opositor com a inscrição “Bloco Já Sai Quitado”

O vereador Michel Lins (PPS), vice-líder do prefeito Roberto Cláudio (PDT), entregou uma camisa ao seu colega, o vereador Márcio Martins, com a inscrição “Bloco Já Saí Quitado”, em alusão ao pagamento antecipado do edital do Carnaval de Fortaleza. Foi nesta manhã de quinta-feira, durante sessão da Câmara Municipal.

No último dia 8, Márcio Martins, oposição, disse não acreditar no pagamento a tempo, por parte da Prefeitura e da Secretário Municipal da Cultura ao blocos e agremiações. Todos os anos sempre ocorre atraso. Nesta edição, no entanto, tudo foi pago nos prazos.

Michel Lins destacou o compromisso da Prefeitura e havia dito ao colega que, após o Carnaval, traria para tribuna adereços carnavalescos e o presentearia. Márcio Martins se desculpou e reconheceu a conquista para a cultura e para os artistas que fazem o carnaval.

(Foto – Divulgação)

Vencedores do desfile da Domingos Olímpio serão conhecidos nesta quinta-feira

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) e a Associação Cultural das Entidades Carnavalescas do Estado do Ceará (Acecce) realizaram nesta quinta-feira, a partir das 16 horas, no Ginásio Poliesportivo do Colégio Estadual Liceu do Ceará, a apuração do desfile da avenida Domingos Olímpio.

Maracatus, afoxés, blocos, escolas de samba e cordões desfilaram de sábado (10/02) a terça-feira (13/02).

Além de todo apoio estrutural e de produção, os grupos que passaram pela avenida foram contemplados via Edital Público da Secultfor, em um montante de R$ 916 mil.

(Foto – Divulgação)

 

Carnaval 2018 – Número de homicídios dobrou em Fortaleza

O número de homicídio em Fortaleza mais que dobrou no Carnaval de 2018 em relação ao ano passado. Foram 21 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) só na Capital, conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). No ano passado registrados 10 homicídios.

Na Região Metropolitana, foram registrados 14 homicídios, em comparação aos 10 do ano passado. No Interior Norte, o número se manteve em 13, e no Interior Sul caiu de 13 para 11. Ao todo, foram 59 homicídios no Estado, 12 a mais que em 2017.

O período de Carnaval vai das 18 horas do último dia 9 às 6 horas dessa quarta-feira, 14.

(O POVO Online)

Carnaval 2018 – SSPDS vai divulgar balanço

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, vai divulgar, às 10 horas, durante coletiva na sede da SSPDS (Bairro São Gerardo), o balanço da Operação Carnaval 2018. Serão apresentados os dados referentes às ocorrências atendidas pelas forças de segurança do Estado.

Aém dele, estará na coletiva toda a cúpula da Segurança Pública e dos órgãos vinculados como Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense.

(Foto – Facebook)

PRF registra 87 mortes no feriado do Carnaval

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 249 acidentes graves e 87 óbitos nas rodovias federais desde a última sexta-feira (9). O balanço parcial da Operação Carnaval 2018 foi divulgado hoje (14) pelo órgão. Os números são menores que os do ano passado, quando foram registrados 309 acidentes graves e 131 óbitos até a terça-feira de Carnaval.

A operação segue até a meia-noite de hoje com o reforço de policiamento em trechos e horários críticos nas rodovias federais, aqueles que registram maior incidência de acidentes e de flagrantes de condutas irregulares. O balanço final da Operação Carnaval será divulgado amanhã (15).

Até 0h de ontem (13), as equipes da PRF fiscalizaram 144 mil veículos, com o objetivo de verificar as principais condutas irregulares – ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, mistura álcool e direção, e falta de equipamentos de segurança. Foram autuados 1.497 motoristas por embriaguez ao volante, número 22% menor do que no mesmo período do ano passado, quando foram flagrados 1.914 motoristas embriagados até a terça-feira de Carnaval.

“Outro comportamento perigoso para os que estão nas rodovias e que ainda persiste é a ultrapassagem irregular, quer seja em locais proibidos ou em situações que não há possibilidades de ultrapassagem segura”, informou a PRF, em nota. Até meia-noite de ontem foram registradas 8.109 autuações por ultrapassagens irregulares, número 17% menor do que ano passado, “mas que ainda mostra uma frequência muito grande de um comportamento que pode definir a ocorrência de um dos acidentes mais letais, que é a colisão frontal”.

A Operação Carnaval 2018 é mais uma etapa da Operação RodoVida, que começou no dia 22 de dezembro de 2017 e se encerrará no dia 18 de fevereiro.

(Agência Brasil)

Carnaval de Fortaleza gera movimento de R$ 400 milhões

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quarta-feira:

Os números ainda não foram consolidados, mas o Carnaval de 2018 ajudou a movimentar a economia cearense, trazendo turistas principalmente de São Paulo, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte.

O vice-presidente da ABIH-CE, Darlan Leite, explica que a concorrência com o Airbnb não atrapalhou os resultados do setor, que conseguiu uma ocupação próxima a 95%. “Existe mercado para todos”, acrescenta.

*Movimento de R$ 400 milhões

O secretário de Turismo da Prefeitura de Fortaleza em exercício, Erick Vasconcelos, já fez as contas: aproximadamente R$ 400 milhões movimentaram a economia da Capital em sete dias de folia.

Os números ainda estão sendo consolidados, mas a estrutura criada com 32 voos extras, dos quais 31 domésticos e um internacional, contribuiu para um fluxo maior de turistas.

“O mercado mudou com a Fraport, mesmo antes do início da operação da empresa”, acrescenta.

*Movimento 10% maior nos restaurantes

A animação do Carnaval impactou nos resultados dos restaurantes. Ontem, no O POVO Economia da Rádio O POVO/CBN, o presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes, Moraes Neto, informava um aumento no fluxo de pessoas e nos resultados dos estabelecimentos de aproximadamente 10% em relação a 2017, durante igual período.

O empresário atribui a melhora à boa programação de Carnaval e ao maior movimento de turistas.

(Foto – Mika Holanda