Blog do Eliomar

Categorias para Carnaval

Pré-Carnaval – Dragão do Mar encerra nesta noite de quinta-feira a sua programação

Nesta quinta-feira, a partir das 19 horas, o bloco “Chão da Praça” encerrará uma das mais animadas concentrações de Pré-Carnaval de Fortaleza: com uma grande festa à fantasia na Praça Verde. Iniciando com o teatro de rua “Boteco do Seu Noel”, a noite segue até meia-noite com Os Transacionais e participações de Adriano Uchôa (da banda Leite de Rosas e Os Alfazemas) e Felipe de Paula. As cantoras Nayra Costa, Soledad e Lídia Maria também darão uma “palinha” no repertório carnavalesco.

Em seu terceiro ano consecutivo, o Bloco traz, a cada noite, um convidado especial que faz toda a diferença. Nesta quinta-feira, integram-se ao Bloco a música retrô carnavalesca d’Os Transacionais, o repertório brega do Leite de Rosas e Os Alfazemas, além do cantor Adriano Uchôa que garante agitar os corações apaixonados por Carnaval. O sambista e percussionista Felipe de Paula também vai aumentar o coro dos contentes, somando seu tempero autoral das batidas.

Para a última apresentação, as vozes marcantes de Nayra Costa e Soledad voltam fazendo uma retrospectiva com o que mais agitou o público durante o Pré-Carnaval do Dragão, trazendo Lídia Maria que completa o trio de vozes femininas.

Tudo pronto para o 7º Benfolia

96 3

bemfilala

Será nesta quinta-feira, a partir das 19 horas, a sétima edição do Festival de Músicas Carnavalescas do Shopping Benfica, dentro do projeto “Benfolia”.

Um júri formado por carnavalescos, estilistas e jornalistas escolherá as três melhores de um grupo de 14. O primeiro colocado receberá R$ 2 mil, o segundo, R$ 1 mil e o terceiro colocado R$ 800,00.

As músicas constarão num CD a ser distribuído gratuitamente.

DETALHE – Fazemos parte do júri do 7º Benfolia. Vamos com a cara, a coragem e a disposição para uma boa folia.

Pré-Carnaval 2015 – Vem aí o bloco “Sobreviventes do Colégio Júlia Jorge”

sobrvientes

E tem bloco de Pré-Carnaval já prontinho para reunir ex-alunos do Centro Educacional Júlia Jorge, estabelecimento que pertencia à Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC). Pois é, o Júlia Jorge acabou demolida para dar vez a quatro torres de condomínio na esquina das ruas Azevedo Bolão com General Piragibe, no bairro Parquelândia.

Neste segundo ano, o bloco “Sobreviventes do Júlia Jorge” fará o agito, a partir das 19 horas de sábado. A animação ficará por conta dos grupos “Os Antonios” e “Mikael e Banda”, num clima de muito axé e tradicionais marchinhas do Carnaval, informa para o Blog o organizador e ex-cenecista Ebeth Melo. Ele nos visitou, nesta terça-feira, e nos convocou para a folia.

DETALHE – Também fomos aluno do Júlia Jorge, da geração dirigida pelo querido Professor Eufrásio.

SERVIÇO

* Camisa – R$ 35,00, com direito a três fichas de cerveja.

* Mais informações – 86048608.

(Foto – Paulo MOsKa)

TCM aconselha municípios a investirem recursos na seca, não no Carnaval

foto chico aguiar 150201

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Francisco Aguiar, afirmou neste domingo (1º) que os prefeitos devem se preocupar com a seca, e não priorizarem o Carnaval.

De acordo com o primeiro prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), este ano o Ceará enfrentará mais um ano de seca, com a possibilidade da falta d’água nas sedes dos municípios.

Apesar da crise, Petrobras entrega R$ 12 milhões às escolas de samba do Rio

65

No Brasil, nem tudo acaba em pizza. Algumas dão samba.

O que poderia ser um enredo de escola de samba para o Carnaval, na verdade é mais um escândalo envolvendo a Petrobras. Mesmo em crise e em baixa para com a opinião pública, a empresa doou R$ 12 milhões para a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, sendo R$ 1 milhão para cada agremiação.

A empresa alega que o patrocínio também ocorreu em anos anteriores. Mas, este ano, devido à crise, somente a metade já foi depositada. A outra será entregue durante o ano.

VAMOS NÓS – Ah, bom…

(com agências)

Camocim e Granja fazem licitação para o Carnaval

carnavalll
A Prefeitura de Granja (Zona Norte) vai divulgar, na manhã desta quinta-feira, resultado do edital de licitação do seu Carnaval.  O prefeito Romeu Aldigueri diz torcer para que não haja nenhum recurso, no que poderá acelerar os preparativos da festa. Não consta no edital a contratação de uma banda de renome nacional, apenas estadual, regional e local. O valor a ser gasto é da ordem de R$ 320 mil, segundo divulgação feita pelo Tribunal de Contas dos Municípios. 
Já em Camocim (Litoral Oeste) houve licitação na última sexta-feira, mas, por conta de um recurso interposto por uma das empresas concorrentes, a divulgação oficial das quase 14 atrações só ocorrerá oficialmente até segunda-feira que vem.  O custo do Carnaval de Camocim, que terá uma atração de renome nacional fechando a terça de folia, ficará em torno de R$ 523 mil, praticamente metade do que foi gasto em 2014.
(Também com Blog Camocim Online)

Crato Tênis fará o seu X Carnaval da Saudade

carnaval_saudades_capa_facebook-01 (1)

O Crato Tênis Clube (Região do Cariri) promoverá seu X Carnaval da Saudade. A festa ocorrerá no dia 7 de fevereiro, a partir das 22 horas, com a presença de nomes da sociedade do Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. O baile será animado pelas orquestras Azes do Ritmo e Prisma.

O presidente do Crato Tênis Clube, Flávio Henrique “Kajuí”, e o promotor de eventos Kaíca lembram que a venda de ingressos já está sendo feita na secretaria do clube.

SERVIÇO

Para quem é do Cariri ou quer aproveitar esta festa, maiores informações pelo (88) 3523.3793.

(Com Blog do Flávio Pinto News)

Um Ceará sem chuva e sem Carnaval

Com o título “Sem chuva, sem Carnaval”, eis artigo da jornalista Fátima Sudário, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ela fala da seca, do Carnaval e da velha onda em torno desses assuntos que, quer queiram ou não, mexem também com os cearenses. Confira:

Não sou carnavalesca. Minha incursão momina se limita ao Pré-Carnaval, que este ano, reconheça-se, está muito bem organizado. Animado, boas atrações, sem atropelo. É um evento que poderia até sobreviver sem o bolso público. Alguns blocos, com organização minimamente empresarial, têm seus patrocinadores, as baterias se profissionalizam e há samba para diversos públicos. Porém, faz toda diferença ao evento o investimento feito Prefeitura. Considero um bom modelo. O poder público fomenta, iniciativas privadas tocam. Bom que seja assim. Independente dos fenômenos climáticos. E seca no Ceará não é fenômeno, exceto por ser manifestação da natureza, para qual se deve ter estratégia de convivência e não medidas emergenciais, como estamos acostumados a ver.

Por isso é difícil compreender, menos ainda louvar, o decreto do governador Camilo Santana que suspendeu o repasse de verbas para festas de Carnaval este ano. Não falo aqui da indústria nada republicana de contratação de shows que prolifera por aí nas esferas oficiais, justamente no vácuo de uma atuação mais eficiente no fomento à manifestação cultural, o que permite toda sorte de desvio. Mas reprimir esse tipo de crime não passa definitivamente por abrir mão de uma das funções do Estado (em todos os níveis), que é apoiar e incentivar a valorização e a difusão das manifestações culturais, como manda a Constituição Federal.

E, da minha parte, não é demagogia. Juro. É que não compreendo mesmo. Não faz sentido essa política compensatória ou de contingência. É equívoco. Carnaval tem todo ano. Seca, quase sempre. E política de governo…, bem… deveria existir para as duas áreas. É fato que não dá pra cobrar do governador Camilo, exceto, talvez, pelo fato de ser gestão de continuidade. A questão é que não há transparência ou plano de voo na medida governamental. Não se sabe o montante que deixa de ir para as festas, muito menos o impacto na prevenção e redução dos prejuízos da seca. Duvido que tenha. Tomara que sim. Sem chuva e sem festa é um início de governo bem triste.

A propósito, fiquei curiosa sobre traços culturais do nosso Carnaval. Conversei com carnavalescos aqui da Redação. Pode ser pouco. Mas existem. Assim, de pronto, me deram conta do desfile das “Virgens” no Crato, das escolas de samba e maracatus em Sobral, da disputa de blocos em Quixadá e Ipu, dos blocos em Canoa Quebrada, um dos quais, o Moqueca de Arraia, com a maioria dos integrantes formada por descendentes de índios, crianças e idosos. E Várzea Alegre, onde a escola Unidos do Roçado de Dentro desfila há mais de meio século. Foi criada em 1963 por agricultores. Saíram fantasiados e de cara pintada, da zona rural ao centro varzealegrense, para… celebrar a chuva! Soube que a escola vai sair em fevereiro. Com chuva ou seca. Alvíssaras.

Fátima Sudário

fsudario@gmail.com
Jornalista do O POVO.

Carnaval 2015 – TCM divulga balanço parcial sobre fiscalização de prefeituras

O Tribunal de Contas dos Municípios já possui diagnóstico parcial na verificação de possível utilização de recursos públicos municipais em eventos carnavalescos, como o patrocínio de bandas e/ou trios elétricos, montagem de palco e demais estruturas, apoio financeiro a escolas de samba ou blocos de rua. O balanço diz respeito à fiscalização presencial registrada de 19 a 23 últimos, durante a qual oito equipes técnicas estiveram em 47 municípios.

De acordo com o TCM, uma atenção especial foi dada aos municípios que se encontrem em situação de emergência ou estado de calamidade provocado pela seca. O trabalho, executado até as 17 horas da última sexta-feira, permitiu traçar um quadro atualizado e documentar de que forma os municípios visitados pretendem agir no que diz respeito ao Carnaval.

O balanço preliminar evidencia que R$ 6.526.651,40 serão gastos pelos cofres públicos para o financiamento de eventos em 16 municípios: Aquiraz, Aracati, Barroquinha, Beberibe, Bela Cruz, Camocim, Cascavel, Fortim, Granja, Pacoti, Palhano, Paraipaba, Paracuru, São Benedito, São Gonçalo do Amarante e Viçosa do Ceará.

Em outras 24 cidades, os técnicos do TCM obtiveram informações documentadas no sentido de que as Prefeituras não realizarão festejos custeados com recursos dos municípios. São elas: Acopiara, Aracoiaba, Barbalha, Baturité, Caucaia, Coreaú, Crato, Eusébio, Guaramiranga, Iguatu, Itarema, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Mauriti, Massapê, Moraújo, Mulungu, Pacajus, Palmácia, Russas, São Luis do Curu, Sobral e Ubajara.

Já nos municípios de Icapuí, Ipu, Itapipoca, Maracanaú, Pindoretama, Trairi e Várzea Alegre, até o encerramento da semana de fiscalização, ainda não havia sido decidido pelos governos municipais a realização ou não de festividades carnavalescas. O valor contabilizado até o momento é bem inferior aos R$ 23,5 milhões registrados em 2014, representando uma queda de mais de 72 % em relação aos gastos com a mesma finalidade naquele exercício. Em função de verificações feitas em 2014 pelo TCM em 52 municípios, ao todo foram instaurados 44 processos, resultando em 39 Tomadas de Contas Especiais.

A ação de 2015 foi antecipada faltando mais de um mês para o período carnavalesco, com ofícios expedidos a todos os 184 prefeitos, nos quais constavam recomendações alertando para a observância de preceitos legais e ressaltando as situações de dificuldades financeiras, seca, encargos e equilíbrio das contas públicas ao lembrar aspectos que deveriam ser levados em conta nas decisões relacionadas a gastos com festas mominas. Todos os prefeitos receberam, igualmente, e-mails institucionais do TCM com o inteiro teor da correspondência, que foi, ainda, disponibilizada no sítio do órgão na internet (www.tcm.ce.gov.br ).

Os técnicos agora se debruçam na análise dos documentos obtidos, o que permitirá à Diretoria de Fiscalização formalizar relatórios retratando para os respectivos conselheiros relatores as situações verificadas, incluindo possíveis níveis de irregularidades que venham a ser observadas. As ocorrências, devidamente fundamentadas, podem ensejar a abertura de processos de tomadas de contas especiais, e, em alguns casos, ações cautelares para prevenir riscos relacionados ao não cumprimento de dispositivos e princípios legais. O TCM continuará o monitoramento desse tipo de gasto por todo o período que antecede o carnaval.

O Carnaval como vetor da economia

85 1

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (24), pelo jornalista Érico Firmo:

Repito sempre que governar é fazer escolhas. É definir o que é prioritário e o que é secundário. A partir dessas decisões se julga muito do acerto e do erro de um governante. E não há dúvida de que as ações voltadas ao combate aos efeitos da seca são incomparavelmente mais importantes que financiar Carnaval.

Mas há um porém. Em muitos municípios – no litoral, mas também no sertão e na serra – o Carnaval é muito mais que folia. É atividade econômica. Atrai turistas, que levam dinheiro como em nenhuma outra época do ano. Precioso sobretudo no momento em que a estiagem destrói a economia rural. Nesses casos, é bom fazer a conta, pois o que é observado apenas na planilha de despesas pode, na verdade, esconder lucro. Deixar de investir em atividade econômica que dá retorno não é economizar. É deixar de fazer dinheiro circular. É deixar de arrecadar. Pode representar perda de receita, não o inverso.

Claro que esses carnavais economicamente autossustentáveis podem muito bem dispensar recursos públicos e se viabilizar com apoio privado. É o caminho mais adequado. Porém, não se prescinde do poder público como apoiador central e, muitas vezes, indutor. Afinal tem funcionado assim há anos e anos. Não há como mudar essa cultura do dia para a noite. O problema é a ideia de que investir no Carnaval é jogar dinheiro fora. Não necessariamente. Cortar os recursos pode sair mais caro, conforme o caso.

Bloco “Papudins do Lago Jacarey” inicia o Pré-Carnaval neste sábado

foto carnaval fortaleza camisa bloco

O bloco Papudins do Lago Jacarey invade as ruas do bairro, neste sábado (23), a partir das 14 horas, com concentração na rua Manoel Monteiro, em frente ao número 1353. Segundo os organizadores do bloco, cerca de 500 foliões devem brincar ao som da Banda BigBalada.

O repertório da banda comandada pelos músicos Giordano Bruno e Renato Feitosa é composta por frevo, axé e as tradicionais marchinhas de carnaval. O bloco possui música oficial, que tem letra e arranjos de Ramon Moreira, advogado, músico e integrante da diretoria do bloco.

SERVIÇO

* A camisa do Bloco Papudins do Lago Jacarey custa R$ 30.

* Para adquirir basta entrar em contato com os organizadores do bloco, por meio dos telefones (85) 8721.1514 ou (85) 9753.0058.

Preocupação com a seca faz Camilo cortar recursos para o Carnaval

Após anunciar a “preocupante situação” do Ceará, nessa terça-feira (20), diante do prognóstico de seca no Ceará, o governador Camilo Santana assinou nesta quarta-feira (21) um decreto que suspende qualquer recurso do Estado para o Carnaval. Segundo Camilo, a medida visa “canalizar esforços e recursos públicos para setores que precisam de atendimento emergencial e que afetam diretamente a rotina da população cearense”.

Em todo o Ceará, 176 municípios decretaram estado de emergência por causa da seca. Enquanto que a estiagem atingiu a zona rural em 2014, este ano a previsão é que as sedes dos municípios fiquem com o abastecimento d’água comprometido pela falta de chuvas.

Hemoce lança campanha de doação de sangue para o Carnaval 2015

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce, unidade da Secretaria de Saúde do Estado, lança nesta quinta-feira (22), na recepção de doadores, a partir das 9 horas, a campanha de doação de sangue para o carnaval de 2015. Com o apoio da Fill Sete, Shopping Del Paseo, North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, Shopping Iguatemi e o Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Ceará (CRC), o hemocentro busca incentivar e convidar os doadores para realizarem a sua doação antecipadamente, preparando o estoque para o longo feriado que se aproxima.

Durante a manhã, haverá um grupo de grafiteiros fazendo sua arte ao vivo e apresentações de malabaristas, palhaços, equilibristas e contorcionistas do Mirage Circus do Marcos Frota. A equipe do Hemoce fará a apresentação do plano de ação para atender a demanda antes, durante e depois da festa momina.

Considerado um dos feriados mais violentos do ano, o Carnaval é motivo de preocupação em todo o país. Acontece depois das férias, quando há uma queda nos números das doações, sem que a demanda diminua. Pelo contrário, as solicitações aumentam à medida que os anos passam. Por este motivo, o Hemoce lança diversas campanhas e pede o apoio da população constantemente.

De acordo com a coordenadora da captação de doadores do Hemoce, Nágela Lima, vale ressaltar para a população que não deixe para fazer sua doação apenas na véspera, “Estamos em campanha durante um mês, portanto, é importante que todos procurem o ponto de coleta mais próximo e realizem a doação voluntária de sangue”. Nágela ainda lembra que o Hemoce também realiza o atendimento de pessoas que necessitam de plaquetas, que tem validade de apenas cinco dias, então, quem é doador deve comparecer nas semanas que antecedem o carnaval e, quem ainda não é, entre em contato com o Hemoce para saber como é realizado todo o procedimento.

A campanha segue até o dia 17 de fevereiro, quando os doadores voluntários de sangue têm a possibilidade de doar em diversos pontos de Fortaleza e interior do Estado. A meta do Hemoce é alcançar o total de nove mil doações em todo o Estado.

(Hemoce)

TCM inicia fiscalização de gastos no Carnaval em 47 municípios

80 1

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM) iniciou nesta segunda-feira (19) a Operação Especial de Fiscalização relacionada à contratação de eventos para o Carnaval de 2015 pelos municípios. De hoje até a sexta-feira (23), oito equipes, totalizando 20 técnicos, atuarão em todas as regiões do Estado, cobrindo inicialmente 47 municípios pré-selecionados. A ação pretende verificar “in loco” a possível utilização de recursos públicos municipais em atividades carnavalescas, como o patrocínio de bandas e/ou trios elétricos, montagem de palco e demais estruturas, apoio financeiro às escolas de samba ou blocos de rua, em especial naqueles que se encontrem em situação de emergência ou estado de calamidade provocados pela seca.

Nos municípios em que for verificado que já há carnaval programado, será solicitada toda a documentação pertinente, incluindo os respectivos editais de licitação. Caso ainda não tenha havido qualquer iniciativa planejada do governo municipal com vistas às festividades, serão requisitadas declarações circunstanciadas acerca do fato, o mesmo sendo exigido com relação à caracterização de não realização do evento por parte da municipalidade fiscalizada.

Antes de enviar os técnicos para fiscalização de campo o TCM já encaminhara às 184 prefeituras do Estado, no início da última semana, ofício circular em que constam recomendações tratando da observância aos preceitos legais.

“A nossa ideia é no sentido de que os recursos municipais sejam substituídos por patrocínios privados, profissionalizando ainda mais os festejos”, argumenta o presidente do TCM, conselheiro Francisco Aguiar. “Nos locais onde isso não for possível, e mesmo assim os gestores entendam que devem fazer esse tipo de gasto, a despeito da conjuntura econômica adversa, desde já devem ficar cientes de que os contratos serão submetidos a rigoroso pente fino para verificação de todos os aspectos da legalidade”.

Em 2014 o TCM requisitou a 52 prefeituras os documentos alusivos às contratações com o mesmo foco, totalizando aproximadamente R$ 23,5 milhões de recursos públicos investidos. Em função da análise realizada foram abertos 44 processos que resultaram em 39 Tomadas de Contas Especiais.

(TCM)

AMC com operação especial para o Pré-Carnaval da Praia de Iracema

O Pré-Carnaval de Fortaleza, no entorno da Praia de Iracema, começa oficialmente neste sábado com o desfile dos blocos que prometem fazer a festa dos brincantes. Para garantir a segurança dos foliões, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) realiza operação especial e disponibilizará 35 viaturas e 18 motocicletas, com um efetivo de 64 agentes, além de 14 agentes do Via Livre, a fim de controlar o tráfego e coibir as principais infrações.

Palco principal do evento, a Praia de Iracema contará com dois percursos oficiais para os desfiles dos blocos. O primeiro percurso terá concentração na Avenida Almirante Tamandaré, seguindo pela Rua dos Tabajaras até o “Aterrinho” da Avenida Beira-Mar. Nesse trecho será proibido estacionar nas vias a partir de 6 horas para liberar a área de concentração dos foliões e ambulantes previamente cadastrados.

O segundo percurso terá concentração na Rua João Cordeiro, onde também será proibido estacionar no trecho compreendido entre a Rua Tenente Benévolo e Avenida Beira-Mar, a partir de 6 horas. Durante a passagem dos blocos, agentes de trânsito bloqueiam temporariamente os cruzamentos da Rua João Cordeiro com as avenidas Monsenhor Tabosa e Avenida Historiador Raimundo Girão.

O acesso de moradores e hóspedes dos hotéis localizados nos trechos dos desfiles será garantido mediante apresentação do comprovante de endereço aos agentes de trânsito nos postos de bloqueio. Os veículos com passageiros portadores de necessidades especiais também terão acesso permitido para desembarque.

A partir das 13 horas, algumas vias serão interditadas totalmente. Seguem:

· Av. Almirante Jaceguai, entre Av. Mons. Tabosa e Av. Almirante Barroso, com bloqueios na Rua Dragão do Mar e cruzamento da Av. Almirante Jaceguai com Rua José Avelino;

· Av. Beira Mar, entre as ruas Ararius e Ildefonso Albano;

· Av. Almirante Tamandaré, a partir da Av. Pessoa Anta, seguindo pela Rua dos Tabajaras até a Rua Ararius;

· Rua João Cordeiro, entre Rua Tenente Benévolo e Av. Beira-Mar, com bloqueio na Rua Padre Climério.

Com o bloqueio da Rua João Cordeiro, o tráfego de veículos será desviado pela Rua Tenente Benévolo. Já as avenidas Almirante Jaceguai, Almirante Barroso e Historiador Raimundo Girão ficarão livre para a circulação veicular. Por volta de 22h, está prevista a finalização da operação ou até que a maior parte do público já tenha sido dispersada.

Também no sábado, a AMC apoiará o bloco que se concentra na Praça do Ferreira, no Centro. Serão 14 agentes realizando os bloqueios nos cruzamentos das Ruas Major Facundo x São Paulo e Ruas Floriano Peixoto x Pedro Pereira, ambos às 15 horas.

Os demais blocos espelhados pela cidade terão apoio das viaturas e motocicletas que realizam rotas volantes em diversos bairros. A população pode acionar os serviços da AMC através do número 190.

(Site da AMC)

 

Sindicato dos Bancários do Ceará vai botar seu bloco de pré-Carnaval na rua

Botequim dos Bancários_19.12.14

Nem só campanha salarial ou protestos contra possíveis privatizações na área vive o Sindicato dos Bancários do Ceará. A categoria  vai botar seu bloco de pré-Carnaval na rua. Ou melhjor, no Mercado dos Pinhões, onde fará a concentração da folia.

O bloco “De Magote Não Tem Quem Derrote” vai se apresentar no pré-carnaval de Fortaleza nos dias 17, 24 e 31 deste mês e no dia 7 de fevereiro, sempre das 17 às 21h30min. Na animação, a bateria própria comandada pelo ritmista Mestre Lee, conhecido por sua atuação em diversos blocos e escolas de samba de Fortaleza e do Rio de Janeiro.

Os ensaios da bateria desse bloco, que sairá na folia pelo terceiro ano, acontecem três vezes por semana na sede do Sindicato.

VAMOS NÓS – Dizem que o bloco dos bancários não precisa correr atrás de Rei Momo, pois já tem o seu: o presidente do sindicato, Carlos Eduardo Bezerra, que, por sinal, é fofinho, segundo as bancárias de plantão.