Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Eu estou protegendo você, seu fdp!

566 19

foto ciro imagem

Em artigo no site RS Urgente, o jornalista Ayrton Centeno aborda o incidente que envolveu o ex-ministro Ciro Gomes e um grupo de manifestantes, na madrugada da quinta-feira (17), em frente ao apartamento do político. Para o jornalista, “Ao desabafar com grupo que o vaiava, diante de sua casa, Ciro Gomes tinha razão: no Brasil, autoritarismo volta-se com frequência contra aqueles que o defendem”. Confira:

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Dita no calor da hora, a frase dura de um possesso Ciro Gomes carrega um desaforo dos mais evidentes, tradicionais e utilizados para aquele momento em que a temperatura sobe e a cusparada retórica se projeta com sua missão de destratar. Era madrugada do dia 17 e um grupelho de jovens ululantes e disfuncionais fazia barulho diante da casa do ex-governador e ex-ministro de Itamar e Lula.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Mas, no caso, o mais importante não é o insulto saído da boca de um político notório pelo temperamento explosivo. Junto, traz um ensinamento sábio. Com sua validade confirmada pela história recente.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

A última vez que tal conselho deixou de ser ouvido custou 21 anos de ditadura ao Brasil.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Em 1964, no momento em que articulava o golpe contra Jango, o arquiconspirador Carlos Lacerda desconsiderou a possibilidade de reversão do que urdia. Embora sagaz, não imaginou que a usurpação de um presidente eleito, que parecia abrir-lhe o caminho para a presidência, viesse a ser, como foi, o começo do fim de suas próprias ambições presidenciais. Aos 50 anos, vivia o auge de sua carreira. Foi preso e cassado pelos novos inquilinos do poder que ajudou a implantar. Morreria em 1977 sem recuperar seus direitos políticos. Provavelmente lamentaria não ter sido admoestado – antes da vitória que se transformaria em derrocada – por um adversário mais atrevido que lhe dissesse nas fuças:

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Outro conspirador, Adhemar de Barros, também não ouviu a voz da razão. Ele e a mulher, Leonor, puxaram a edição paulista da Marcha da Família com Deus pela Liberdade. Também sonhava com o Planalto ao qual já fora duas vezes candidato. Seu problema era semelhante aos dos demais conjurados: falta de voto. Quando veio o golpe que pediu, Adhemar avisou: “Agora, caçaremos os comunistas por todos os lados do país”. Dono de cadeia de rádios e jornais que hoje compõem a Rede Bandeirantes, Adhemar levou uma rasteira do destino: foi caçado e cassado. A exemplo de Lacerda, morreu sem recuperar os direitos políticos.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

O mesmo aconteceu com parcela dos jornais embarcados na conspirata, caso do Correio da Manhã, o mais destemperado dos inimigos de Jango, que feneceu destroçado pela censura e a perseguição dos militares. Claro que isso não se aplica às Organizações Globo, que somente se viabilizaram como um dos maiores impérios de comunicação do mundo através de suas relações carnais com um governo de assassinos. Sem vacilar diante da mentira, quando o poder constitucional foi derrubado, O Globo proclamou na sua manchete de capa em 2 de abril de 1964: “Ressurge a democracia”. Para o Globo, a democracia golpeada era a ditadura, enquanto a ditadura que chegava era a democracia.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Quando o golpe deu seus primeiros vagidos, a Ordem dos Advogados do Brasil, através de seu conselho federal, correu a embalar aquele sinistro berço de renda negra. Enalteceu “os homens responsáveis desta terra” que baniram “o mal das conjuras comuno-sindicalistas”. E, paradoxalmente, o estupro se dera “sob a égide intocável do Estado do Direito”. Sob a mesma égide e de tal estado, em 27 de agosto de 1980, uma carta-bomba na sede da Ordem matou a secretária Lyda Monteiro da Silva, de 59 anos. A carta era dirigida ao presidente do conselho federal da Ordem, Eduardo Seabra Fagundes. Ocorre que, após apoiar a implosão da Constituição, a OAB percebera seu erro. E mudara.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

O Supremo, para vergonha dos pósteros, agiu igual. Sob o pitoresco olhar do STF, tudo estava em seu lugar: o golpe era legítimo, a democracia estava preservada e a constituição idem. Seu presidente, Álvaro Moutinho da Costa, saudou o general Castello Branco em visita à corte. Porém, após o AI-5, três ministros, os mais independentes, foram aposentados compulsoriamente.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Filha de coronel do Exército, a adolescente Sônia Moraes foi levada pelo pai e a mãe à versão carioca da marcha da família com deus pela liberdade. Era 1964 e os Moraes festejavam a queda do governo constitucional. O tempo passou, o regime mostrou seus dentes e Sônia desapareceu. Engajara-se na luta armada contra a ditadura. Presa, teve os seios arrancados e foi chacinada até a morte. Desesperado, o pai procuraria durante anos pela filha. Um dia recebeu um presente sem sentido, enviado pelo seu desafeto, o general Adyr Fiúza de Castro, comandante do DOI-Codi, no Rio. Era um cassetete da Polícia do Exército. Descobriria depois que aquilo representava uma advertência e um escárnio. Com aquele cassetete sua filha, Sônia Maria de Moraes Angel Jones, fora estuprada antes de morrer em suplicio.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Talvez da explosão de Ciro fique mais o destempero do que o aviso. Mas é este que conta e tudo resume. Não é o mandato de Dilma que está em jogo. Quando a comandante suprema das forças armadas é grampeada, o recado é sucinto: ninguém está livre, hoje foi ela, amanhã serão vocês. Por isso, a violência ilegal, absurda e flagrante que se abate sobre a atual e o ex-presidente é apenas uma fachada. Atrás dela vem o estado de exceção. Quando diz ao aprendiz de fascista “Eu estou protegendo você, seu filho da puta!”, Ciro expressa o que acontece após a ruptura do Estado Democrático de Direito quando até o guarda da esquina sente-se investido de superpoderes.

Como imensos contingentes da militância golpista limitam seu vocabulário a meia dúzia de chavões e não sabem bem o que estão fazendo ali e a História mostra que o que está acontecendo é somente um revival dos tempos de 1954 e de 1964, e tem muito a lhes ensinar, talvez a melhor resposta ao rancor não seja a de Ciro mas a do ministro Jaques Wagner. Aborrecido num restaurante com o glossário golpista de um cidadão que o importunava, reagiu de maneira sintética: “Vá estudar!” Estudo é uma arma de exterminar fascistas. E ainda poderemos dizer a quem seguir a sugestão: “Estamos protegendo você”.

Funceme – Previsão não é boa neste Dia de São José

foto funceme 160319

Quem se animou com alguns minutinhos de chuva em Fortaleza, na manhã deste sábado (19), Dia de São José, poderá ficar surpreso com o calor de 33°C que deverá fazer durante à tarde na capital cearense.

A previsão é da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), que também prevê poucas possibilidades de chuva para todo o Estado.

Pelo visto, São José preferiu ver o cearense aproveitar suas lindas praias.

Defensoria realiza audiências públicas para debater demandas regionais

marinanalobo

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (19):

Com um orçamento da ordem de R$ 100 milhões, praticamente igual ao de 2015, a Defensoria Pública do Estado (DPEC) resolveu economizar o que pode e, ao mesmo tempo, adotar o chamado Orçamento Participativo.

Através de audiências públicas, a defensora-pública geral Mariana Lobo vem se deslocando a cidades importantes de cada região para expor finanças e ouvir sugestões e propostas da comunidade (clientela, advogados, magistrados, promotores e servidores). A ordem é racionalizar, mas usar o orçamento de acordo com demandas regionais discutidas.

Prosseguindo nesses contatos, ela irá terça-feira (22) a Sobral (Zona Norte) e encerrará giro em Fortaleza, dia 2 de abril.

O custeio da DPEC não vem mais do tesouro estadual. Sai do Fundo de Modernização da Defensoria, criado recentemente.

Fórum do Crato vai leiloar 42 carros e 97 motocicletas

“O diretoria do Fórum da Comarca do Crato (Região do Cariri) enviou 42 carros e 97 motos para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em Juazeiro do Norte. No total, os 139 veículos serão leiloados em junho deste ano. A medida leva em consideração a Resolução nº 11/2015, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que disciplina o recebimento, a guarda e a destinação de bens apreendidos.

Seguindo as orientações da referida resolução, a Diretoria do Fórum publicou no Diário da Justiça de 11 de dezembro de 2015, os editais nº 1/2015 e 2/2015, com a relação dos veículos destinados ao leilão. Além disso, os proprietários, possuidores e alienantes dos veículos foram notificados para reclamar os bens, sob pena de perda.

Atualmente, três carros e 14 motos, já vistoriados, encontram-se no pátio do Fórum. Eles serão incluídos nos próximos editais e submetidos a leilão.”

(Site do TJ/CE)

Saiba o que funciona neste feriado de São José

saojose

Neste sábado, 19, feriado pelo Dia de São José – o padroeiro do Ceará, saiba como fica a rotina de Fortaleza. Confira comércio, postos de gasolina e outros serviços.

Centro

As lojas no centro de Fortaleza funcionam normalmente, o acordo foi feito entre patrões e funcionários, de acordo com o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas).

Shoppings

Os shoppings de Fortaleza também abrirão no feriado, segundo a Associação de Lojistas de Shopping do Ceará (Aloshop). Assim, lojas, cinemas e praças de alimentação funcionam normalmente, das 10 às 22 horas.

Supermercados

Os supermercados estarão abertos no mesmo horário praticado durante a semana, informou a Associação dos Supermercados do Ceará (ACESU).

Coelce

As lojas de atendimento da companhia estarão fechadas durante o feriado. A Central de Atendimento, no entanto, funcionará normalmente. Os consumidores podem entrar em contato pelo telefone 0800 285 0196. A área técnica funcionará em regime de plantão. Os serviços voltam ao normal na próxima segunda-feira, 21.

Cagece

As lojas de atendimento estarão fechadas. A orientação é que os consumidores procurem a central de atendimento da companhia no telefone 0800 275 0195. O Atendimento de manutenção das redes de água e esgoto funcionará em regime de plantão.

Postos de combustíveis

Os postos funcionam normalmente em todo Estado neste feriado, segundo o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindipostos).

Postos de Saúde

Os postos de saúde não funcionam neste sábado, 19. Os atendimentos médicos serão direcionados aos locais que possuam serviços de urgências, como as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e hospitais de emergência.

Padarias

As padarias funcionam normalmente, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Panificação (Sindipan).

DETALHE – Na Catedral, quatro missas serão rezadas. A primeira às 8h30min é dedicada aos idosos e doentes. Um caldo de carne será distribuído entre fieis. Após a primeira missa, mais três celebrações ocorrem na Sé, em horários diversos. Uma delas é a dos Josés, às 10 horas. Haverá a procissão de São José, que começará às 17 horas e será seguida de uma missa solene presidida por dom José Antonio Aparecido , arcebispo de Fortaleza.

Walter Cavalcante troca PMDB pelo PP

453 1

foto walter cavalcante deputado

O deputado estadual Walter Cavalcante deixou o PMDB e ingressou, nesta sexta-feira, no Partido Progressista. O parlamentar esteve nesta semana em Brasília e comunicou a mudança ao senador Eunício Oliveira, que comanda o partido no Estado.

Walter Cavalcante deixou o partido sem brigas, mas certo de que, segundo fontes, vai contar com o apoio do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, para seu irmão, Frota Cavalcante, que deve disputar cadeira de vereador.

Com a ida de Walter Cavalcante para o PP, a legenda passa a ser a segunda maior bancada – sobe para seis, no legislativo estadual. Só perde para o PDT, que conta com 12 parlamentares.

Grupo de torcedores alvinegros promove ação solidária

b239cfb3-5ceb-445e-aea1-8540827728a5

Um grupo de torcedores do Ceará realizará neste domingo, a partir das 8 horas, no Gol de Ouro Society (Bairro Lagoa Redonda), um evento beneficente com o objetivo de arrecadar fundos para uma casa que cuida de crianças e adolescentes em situação de risco social. Trata-se do torneio Sonho de Criança, uma realização dos Racheiros Alvinegros, organização formada por torcedores alvinegros que se reúnem às segundas-feiras para jogar futebol. Isso já há 10 anos.

Toda a renda do torneio vai para a Casa do João – Instituto João Idelfonso de Oliveira (I.J.I.O). A instituição fica localizada no bairro Ancuri e oferta às crianças serviços médicos e odontológicos, além de realizar trabalhos que visam afastar os pequenos do mundo da droga e da marginalidade.

Cada participante do torneio pagará a taxa de R$ 30,00, o que dará direito à participação no evento. Os organizadores do Sonho de Criança também receberão doações de alimentos não-perecíveis, além de material de higiene pessoal e brinquedos, que serão repassados ao I.J.I.O. Ao final da competição, haverá uma confraternização entre os participantes do evento, no próprio local do torneio.

Dentre outras ações realizadas pelo grupo de torcedores estão campanhas de doação de sangue, campanhas de arrecadação de brinquedos para o dia das crianças, campanha “Por um Natal sem Fome” e o já tradicional “Jogando pela Paz”, um jogo anual entre torcedores do Ceará e do Fortaleza, que visa pedir paz nos estádios e arrecadar donativos para instituições de caridade.

SERVIÇO

*Gol de Ouro Society – Avenidas Maestro Lisboa, 1510 – Lagoa Redonda.

*Maiores informações: (85) 99229-2424 (Raphael Gomes)

Capela fará procissão de ramos onde o padre será Cristo montado num jumentinho

55fdc23b-8c5e-4014-a8d3-71eb71cd1ded

Antônio Nunes, ministro da Eucaristia, organiza o ato.

A Capela de São Francisco Xavier (Parque Manibura) promoverá, a partir das 7h30min deste domingo, a Procissão de Ramos.

Nela, Padre Josiel, que comanda a Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Pobres, que responde pela capela, sairá montado num jumento feito Jesus Cristo, seguido de 12 fieis-apóstolos e da comunidade.

A procissão sairá da rua Junior Rocha com a rua Matias Barbosa, no encontro da Padaria Pão da Vida. Após essa caminhada, haverá a celebração da missa.

SERVIÇO

Mais Informações – 30823013 (Sr. Antônio Nunes)

(Foto – Paulo MOska)

Advogados mais admirados do Ceará ganharão homenagem

ricidod

Um ilustre álbum de fotografias com 60 profissionais do Direito faz parte da homenagem na qual foram escolhidos os “Advogados mais Admirados do Ceará”. O jantar solene acontecerá no próximo dia 29), a partir das 19 horas, no La Maison.

Um dos congratulados é advogado Ricardo Valente, que possui 28 anos de atuação na advocacia. É reconhecido como uma das principais autoridades em Direito Empresarial, Portuário, Marítimo e Aduaneiro do Brasil.

“Acima de tudo, sinto-me feliz por estar neste seleto grupo de profissionais, dentre tantos outros grandes advogados. É uma nova prova de que escolhi a atividade correta pra minha vida, tendo em vista a defesa da causa social coletiva em detrimento dos aspectos particulares”, ressalta Ricardo Valente.

Serão homenageados ainda profissionais, como Edson Santana, Kennedy Linhares e Artur Feitosa Arrais. Já foram contemplados, por exemplo, os advogados Feliciano de Carvalho, Gladson Mota e Marcell Feitosa.

Frente Popular Brasil realiza passeata no Centro de Fortaleza

guima2

Vários militantes de partidos de esquerda e sindicatos estão realizando, nesta tarde de sexta-feira, em Fortaleza, uma passeata contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e em solidariedade ao ex-presidente Lula, este envolvido na Operação Lava Jato. O ponto de concentração foi a Praça da Faculdade de Direito da UFC (Centro).

A organização do ato é da Frente Brasil Popular, mas o grupo caminha sob a liderança do líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães, e do presidente estadual petista, Francisco de Assis Diniz, e do deputado federal Chico Lopes (PCdoB). O fim do ato será na Praça do Ferreira (Centro).

guimama

José Guimarães é um dos puxadores da passeata.

Sob gritos de “Não vai ter golpe!”, militantes de lideranças de movimentos sociais carregam bandeiras do PT.

(Foto – WhatsApp)

Semana Santa – O Prefeito e a multiplicação dos peixes

nn

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), vai entregar, a partir as 18 horas desta sexta-feira, o Mercado dos Peixes. O equipamento, com 45 boxes e oferecendo ótima infraestrutura para venda do pescado, no calçadão da avenida Beira Mar, sai do papel depois de quase três anos em estrutura provisória.

Os permissionários estão felizes, porque o mercado surge no momento em que vai começar a Semana Santa onde o peixe, claro, será o menu obrigatório para muitos consumidores de mariscos e frutos do mar, que terão à disposição ainda quatro boxes para fritura dos produtos. Banheiros, estacionamento, área de higienização dos peixes e local para carga e descarga dos produtos também integram a estrutura.

DETALHE – A expectativa é que o peixe a ser comercializado nesse novo mercado não tenha preços, digamos, de lagosta.

Abandonado por você…

carrrooo

Esta carcaça de carro vai completar um aninho decorando um dos lados do Ginásio Paulo Sarasate, segundo leitores deste Blog.

Ninguém sabe procedência, ninguém sabe quem por ali deixou, mas dá para perceber que o setor público também estacionou em matéria de providência de atuação no quesito dar cabo de tal “decoração”.

carroabadonado

Por falar nisso, esse caso de carro abandonado não é coisa exclusiva das ruas de Fortaleza. Este aí ocupa espaço no estacionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins, segundo funcionários, há quase sete anos. Com uma motocicleta no bagageiro.

Mercado dos Pinhões vai virar Mercado dos Quadrinhos

392 1

sabacu

Tudo pronto para mais a primeira edição do projeto “Mercado dos Quadrinhos”. Ocorrerá neste sábado (19), a partir das 15h30min, no Mercado dos Pinhões, e reunirá quadrinistas cearenses para venda de material autoral entre a categoria e o público.

Trata-se de um projeto cultural apoiado pela Prefeitura de Fortaleza que objetiva manter viva a arte dos quadrinhos e, principalmente, garantir local para comercialização de fanzines.

Neste sábado, no projeto, vão estar Guabiras (O POVO), Adriano (Anarcopato), Daniel Brandão, Davi Tomás, Débora Santos (Netuno Press), João Belo Júnior, Paulo Cesar e outros.

DETALHE – O cartunista Guabiras lançará, nesse evento, um fanzine voltado para a criançada, com quadrinhos para colorir.

DETALHE 2 – Haverá banca com comidas e bebidas e som de DJ.

colorir

 

SERVIÇO

*Mercado dos Pinhões (Centro)

* A partir das 15 horas

*Entrada franca.

Museu da Boneca de Pano reabre no Planalto Pici

40b6e6b5-9dfe-4e4f-9f7f-12fa13827635

O Museu da Boneca de Pano, situado no bairro Planalto Pici e criado em 2011, retomou as atividades nesta sexta-feira, após passar por um período de reforma e adequação de seus espaços para portadores de necessidades especiais. Com mais de 200 bonecas no acervo, passará, a partir de agora, a ter bonecas com necessidades especiais criadas pelos participantes em oficinas realizadas pelo equipamento.

 

A reforma do museu foi resultado do Edital CAIXA de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro. Agora, o espaço conta com placas de identificação escritas em braile, intérpretes de libras, rampas, autodescrição, peças táteis e sonoras e demais dependências adaptadas. Ali, aconteceram atividades como oficinas de confecção de boneca de pano aromáticas; de bonecas de pano com necessidades especiais; de acessibilidade em museus e espaços culturais; e de mediação de museus.

SERVIÇO

*Museu da Boneca de Pano – Rua Deputado Joel Marques, 110 – Planalto Pici.

Defender Dilma e o PT é apostar no atraso. A ordem é defender o Estado de Direito

137 1

Com o título “O País numa encruzilhada”, eis artigo do professor Uribam Xavier, do Departamento de Ciências Sociais da UFC. Ele aborda o cenário crítico do momento no País e afirma que todos devem ir às ruas para defender o Estado de direito e não governo. Confira:

O país atingiu um clima de incertezas, que somado a crise econômica e a onda de conservadorismos mundiais, desorienta uns, criam certezas ralas em outros e produz ceticismo na maioria. O PT, em parte, é culpado por ter renunciado a um projeto para o país em troca da mera disputa pelo poder. Com medo do conflito com o capital, não enfrentou grandes questões estruturais: como regulamentação da mídia, da participação popular no governo, da reforma agrária e urbana, da reforma política, questão ambiental, da reforma fiscal. Submisso aos humores do mercado criou uma governabilidade, num presidencialismo de coalizão, baseada no alopramento do modelo de corrupção inventado pelo PSDB. Deixou a sociedade civil de lado e se aliou com partidos conservadores que nunca lhe deram o devido apoio.

Estamos vivendo uma conjuntura de quase aporia. Defender a democracia é não aceitar golpe, mas é também não aceitar a continuidade desse governo. E como é que se faz isso? Saber disso e operacionalizar um conjunto de ações ale correspondente é sair da polaridade autoritária de esquerda e de direita. Não vejo sinalização da sociedade de sair da visão binária e da polarização entre as duas vias do projeto autoritário que o capital nos impõe. Assim, ganha atualidade a velha questão colocada por Lênin: ” o que fazer?”. Uma opção é ir as ruas contra o golpe e contra o governo, pensar e oferecer um novo projeto para o país.

Tenho o sentimento que pouco efeito tem uma ação transformadora nessa atual conjuntura, nosso horizonte deve ser de esperança e de aposta de longo prazo, sem medo de ser minoria, de sofre por anunciar algo novo. Defender Dilma e o PT é apostar no atraso, num capitalismo que esgotou seu modelo e na pratica de lideranças que se igualaram aos seus opositores de direita. Sei que a Lei não é neutra, sei que no dia 16 de março, descaradamente foi dado um golpe cujos protagonistas foram o juiz Sergio Moro, a Globo, parte do Congresso Nacional e setores do mercado. O golpe foi dado quando se selou o consenso de que esse governo acabou e que a nomeação de Lula para a Casa Civil era uma forma de blindagem. As ruas, ocupadas por gente manipulada e cega em seus afetos, vão atropelar o discurso contraditório e sem lógica de defender a democracia casada com a defesa do governo. Nesse cenário, o argumento de respeito à institucionalidade é frágil frente aos fatos de que temos um governo corrupto, inoperante e de onde não se espera mais nada. Devemos ir as ruas para defender a institucionalidade e o Estado de Direito, não para defender o governo.

Agora, estamos no momento de vale tudo pelo poder. Frente a tal situação, somos desafiados a pensar o país, a ampliar os mecanismos de participação e crítica, a apostar em novos mecanismos de controle do poder. Defender a democracia não é defender partidos corruptos, nem golpe e nem o governo, mas ser sujeito de uma cultura política onde não sejamos servos e nem submissos a ninguém.

* Uribam Xavier,

Professor do Departamento de Ciências Sociais da UFC.

Cineteatro São Luiz terá espetáculo “Paixão de Cristo”

cristoo

O Cineatro São Luiz será o palco do espetáculo “A Paixão de Cristo”, produção do Instituto Solaris e encenação a cargo da Comédia Cearense, chegando à sua 16ª edição. Serão duas apresentações gratuitas: dias 25 e 26, a partir das 17 horas.

O público vivenciará a história da Paixão de Cristo, passagens bíblicas como o julgamento de Jesus por Pilatos, a traição de Judas, a crucificação e sua ressurreição. A direção é de Haroldo Serra, com produção executiva de Ruby Araújo e produção teatral de Hiroldo Serra.

A organização do evento estima um público diário de mais de 1.000 mil espectadores. O apoio institucional é da Prefeitura de Fortaleza e o apoio cultural é do Governo do Estado, através da Secult. A produção é da N’Ativa Promo.

(Foto – Divulgação)

Eunício Oliveira – O PMDB jamais deixará de ficar ao lado do povo. Temer está preparado

94 2

eunicio_oliveira_recebe_comenda_-_stille_19

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, afirmou, nesta sexta-feira, em Fortaleza, que seu partido, por ser “o maior beneficiário” no caso de um impeachment da presidente Dilma Rousseff, tem que manter a cautela.

Mesmo assim, ele afirmou, durante coletiva, que o quadro atual do País precisa ser “verdadeiramente avaliado”, porque a crise política – “que é perversa” – superou a crise econômica.

O PMDB ocupa a vice-presidência por meio de Michel Temer (SP), a quem considera um político dos mais preparados. “Se for por capacidade, decência e gestão, o PMDB está preparado”, complementou.

“O PMDB está bastante atento ao que acontece nas ruas e o PMDB que, lá trás, ficou contra a ditadura militar e contra os tanques nas ruas para ficar ao lado do povo, jamais deixar de ficar ao lado desse povo”, acentuou Eunício Oliveira dando a senha de que o partido não se furtará a assumir no caso de um impeachment.

O líder peemedebista comandou, nesta sexta-feira, na sede do partido, ato de filiações do deputado federal Moses Rodrigues e Tomas Holanda – ambos oriundos do PPS, ao partido.

Ex-presidente da Fiec quer povo nas ruas

robertomacedoctb

“O Pais está sem rumo!”, afirma o ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, apregoando a renúncia de Dilma Rousseff.

Macedo avalia que a economia está contaminada pela crise política, o que agrava o cenário onde desemprego bateu à porta da classe trabalhadora.

Ele até convocou: “O povo tem que sair às ruas!”

(Foto -Paulo Moska)

Operação Lava Jato – Os vazamentos dos grampos e a investigação

Com o título “As liberdades individuais em xeque”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Aborda o cenário politico do País no momento como a divulgação de grampos telefônicos. Para o articulista, vazamentos só para denegrir. Confira:

Não olhe para os lados. Ninguém está seguro. Esta é a primeira conclusão que se pode tirar dos fatos recentes da história nacional. A divulgação de conversas informais do ex-presidente Lula, obtidas por grampos de legalidade duvidosa, “vazadas” e utilizadas de forma irresponsável por vários setores da imprensa têm como objetivo único denegrir a imagem do petista e devastar o já escasso lastro político de Dilma Rousseff. E provocar reações destemperadas de governistas e oposicionistas.
Repare: deixou de ser um processo – necessário, diga-se de passagem – investigativo.

Virou futrica de baixo nível, bem longe do conceito de notícia. Uma ação torpe para acabar com a reputação de seres humanos. Isso nada tem a ver com Operação Lava-Jato ou qualquer outra ação policial ou jurídica. Isso fere o estado de direito. O direito à individualidade e à privacidade de qualquer cidadão. Assim como quem quer o impeachment argumenta que Lula “não está acima da lei” também não deveriam estar neste patamar a imprensa e os agentes desta lei. Mas estão. Estão colocando interesses políticos acima da isenção técnica exigida.

Qualquer um de nós, pelo que entendo, neste momento, corre o risco de ter sua vida devassada. Por qualquer motivo, mesmo os mais irrelevantes. Não se trata de bater no peito e usar o bordão “quem não deve não teme”. Não é isso. Mas quem de nós nunca falou mal de outra pessoa informalmente? E não me refiro aqui a desafetos: pode ser um amigo, um irmão, um parente. A regra agora será o autopoliciamento de tudo que se diz? Vigilância ininterrupta? Por quê? Com que direito?

Perceba a lógica terrível que se está criando: se eu desconfio de alguém, agora posso produzir provas contra esta pessoa à força. Qualquer deslize, uma palavra mal colocada, vira motivo para acusações e atitudes policialescas. Isso traz à lembrança períodos históricos terríveis: inquisição, macartismo, ditadura, estado de sítio. Não posso invadir o lar de alguém por mera suspeição. Mas, ao que parece, isso virou regra. Como aquele árbitro que marca um pênalti inexistente somente para agradar a torcida do time que joga em casa, fazendo com que a regra vire “apenas um detalhe”.

Caso as instituições continuem a dar este mau exemplo, teremos uma superprodução de capítulos de violações de intimidade em todos os níveis da sociedade. Podem anotar: não serão somente petistas os agredidos em restaurantes. Qualquer um vai se achar no direito de lhe tomar satisfações em qualquer espaço, público ou privado, investindo contra as liberdades individuais. Uma horda se afastando, de maneira temerária, dos conceitos básicos de convivência e civilidade.

* Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo
demetriofarias@gmail.com