Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Assembleia Legislativa vai construir mais um anexo

324 2

Zezinho Albuquerque (PDT) preside a Casa.

A Assembleia Legislativa vai construir mais um prédio. Será o Anexo III dos prédios já existentes. A licitação, já publicada nos jornais, tem data: ocorrerá no dia 7 de agosto. A estimativa do valor da obra não foi divulgadA.

O objetivo é construir esse novo imóvel numa área de 3.292 m², na avenida Pontes Vieira (Bairro Dionísio Torres).

(Foto – ALCE)

“Vainkará”, o novo brinquedo do Beach Park, estreia dia 14 de julho

O Vainkará, a 19ª atração do Complexo Turístico Beach Park, situado em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza, vai ser inaugurado no próximo sábado, 14.

A informação foi dada, nesta segunda-feira, pelo diretor do empreendimento, Murilo Paschoal, durante entrevista ao programa Mercado Imobiliário, da Rádio O POVO/CBN, ancorado pelo jornalista Jocélio Leal.

O novo brinquedo integra experiências tecnológicas para o visitante durante a descida. No estilo Tornado Wave, a novidade é o primeiro equipamento da categoria da América Latina e o segundo do mundo. Os corajosos terão que encarar uma altura de quase 25 metros, passando por duas rampas que fazem parte do trajeto e deixam as boias praticamente em posição vertical.

A sensação é única e emocionante, como se estivesse “dropando na crista de uma onda”. As pistas de entrada de alta velocidade manobram com os usuários em boias de até 4 lugares pelas curvas e mergulhos, adianta a assessoria de imprensa do Beach Park.

(Foto – Divulgação)

Grupo Ternura amplia atividades fora do Ceará

O Grupo Ternura e Afagu (Anjo da Guarda) está expandindo suas atividades em matéria de planos funerários. Anuncia o seu controlador, empresário Raimundo Cordeiro. Depois de operar no Ceará, em 130 municípios e de chegar aos estados do Piauí, Paraíba e Pernambuco, a vez agora é de instalar filial em Salvador (BA).

Cordeiro diz que esse mercado cresce a cada dia e que há outro tipo de serviço da área também em expansão: fornos crematórios. “Em breve, implantaremos um forno crematório em Juazeiro do Norte (Região do Cariri)”, adianta Raimundo Cordeiro, que se encontra em ritmo de negócios em São Paulo.

(Foto – Paulo MOska)

Um sertão em noite musical

314 2

Com o título “Um sertão em noite musical”, eis artigo de Mantovani Colares, professor, juiz e escritor, que destaca a beleza e o talento de Chico Brown, que fez show no fim de semana, em Fortaleza. Confira:

Um dedilhar ao piano em lúdica e melancólica introdução, para em seguida Chico Brown disparar sua potente voz: “Olhe-me / Veja-me / Não há novidade alguma nos meus olhos espantados”. Era a homenagem ao Fagner, em música pouco lembrada do cearense – “Moto 1”, do disco de 1973, “Manera Fru Fru Manera” – e de uma beleza comovente, resgatada por um jovem que deixou a todos espantados no palco do Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, no último domingo, dia 8 de julho, com seu show acústico repleto de agradáveis surpresas e inegável talento.

Em determinado momento, ele confessa sua predileção ao piano, ao mostrar uma de suas valsas compostas com elegância de um impressionante domínio do instrumento musical. Ainda assim, seriam por eles acarinhados no espetáculo o violão e o bongô, este também tocado por Letícia Chahaira, num show à parte ao fazer a cadência com castanhas espanholas. E no decorrer de noventa minutos, o que se percebeu foi a evidente paixão pela música, que fez Chico Brown desfilar um interessante repertório, de Frank Sinatra (“Fly me to the Moon”) a Gilberto Gil (“Esperando na Janela”), com pitadas de grandes compositores de nosso país, como Ary Barroso, Tom Jobim, Chico Buarque, Caetano Veloso e Carlinhos Brown.

Ele chega a confessar um certo nervosismo nessa sua turnê de estreia como artista, mas sua densa voz e a habilidade ao lidar com os instrumentos nos dizem exatamente o contrário. Há uma segurança de quem sabe o que faz, de muito estudo e preparo musical para estar ali, e em certos momentos a saborosa sensação que nos dá é a de estarmos dividindo uma espécie de sarau na sala da sua própria casa, tamanha a naturalidade com que ele nos oferece suas interpretações para tantas e diversas músicas.

O que chama a atenção é sua figura ali, só, a conduzir um espetáculo. Sabe-se que em teatro o monólogo não é nada fácil, o ator há de preencher o palco com sua individualidade mostrando ser muitos. Da mesma forma, é um desafio alguém permanecer cantando e tocando tendo por companhia somente os instrumentos que se alternam em suas mãos. Todavia, essa simbiose entre as leves cordas do violão, a densidade de um piano e o batuque do bongô nos causa a ilusão de que são muitos Chicos Browns no palco. E como se não bastasse, ele conta histórias, se diverte com a confusão da letra de “Homenagem ao Malandro” do avô Chico Buarque, e ao perceber a troca de alguns versos, atento à plateia que canta corretamente, lança todo seu humor e charme: “é… vocês o conhecem melhor do que eu”.

E assim se desenvolve o show, com leveza, um passeio por tantas paragens rítmicas, da valsa a reggae, e de lugares inusitados, como um Ceará com pitadas de tons sírios e árabes, ao nos presentear com uma “Asa Púrpura do Cairo”, valendo-se da “Asa Branca” de Luiz Gonzaga.

Posso estar enganado, mas senti em Chico Brown e suas raízes da Bahia, adornadas por sua forte voz agreste, um certo sentido de nos fazer reviver “Grande Sertões : Veredas”, a mostrar que “O sertão está em toda parte”. Eu juro que vi Guimarães Rosa naquele palco a murmurar que “Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem o perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura”. Eu vi, naquela noite privilegiada por nós ofertada por essa nova estrela da música brasileira chamada Chico Brown, o seu amor à música, e que nos fez descansar um pouco da loucura.

*Mantovanni Colares,

Professor, juiz e escritor.

(Foto – Divulgação)

Prefeito de Jaguaruana acata recomendação do Ministério Público e afasta a parentada

211 1

O prefeito de Jaguaruana, Roberto Barbosa Moreira, acolheu recomendação emitida pelo Ministério Público do Estado do Ceará, através do promotor de justiça da Comarca desse município, Edilson Izaias de Jesus Júnior, que tratava de casos de nepotismo em sua gestão. Ele deve exonerar servidores irregulares lotados nas secretarias de Finanças, Administração e Planejamento; de Cultura e Turismo; de Educação; de Governo, Articulação; de Trabalho, Desenvolvimento Social, Habitação e Segurança Alimentar; e na Procuradora-Geral do Município de Jaguaruana. A informação é da assessoria do MP do Ceará.

O conteúdo da recomendação foi extraído dos autos de um Procedimento Administrativo produzido pela Promotoria de Justiça de Jaguaruana, direcionado à averiguação de nepotismo nessa cidade.

O representante do MPCE ressalta no documento que na Prefeitura de Jaguaruana, as Secretarias de Governo, em sua maioria, estão ocupadas por parentes (consanguíneos ou por afinidade) do prefeito. Das 11 secretarias, seis são ocupadas diretamente por parentes do prefeito, além de parentes do vice-prefeito que também ocupam cargo no primeiro escalão

A Prefeitura de Jaguaruana pediu o prazo de 10 dias para mandar as portarias de exoneração e encaminhar as nomeações do novo secretariado.

Creci-CE alerta sobre riscos de utilização de aplicativos de hospedagem em tempo de férias

238 2

O Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci), do Ceará, está alertando sobre os riscos da utilização de aplicativos de hospedagem para a locação de imóveis nestas férias de julho. De acordo com levantamento feito pela Secretaria de Turismo do Estado, o Ceará receberá quase meio milhão de turistas nesta Alta Estação, o que aumenta a procura pelo aplicativo de hospedagem Airbnb. Essa mesma procura chegou a 50% e a tendência, de acordo com a Setur, é aumentar mais até a metade deste mês.

“A nossa preocupação vai além da relação dessa plataforma com a categoria de corretores de imóveis. É importante proteger a sociedade. Não sou contra, mas defendo ressalvas que são importantes nas locações, como exigir responsabilidades pelo que possa acontecer no condomínio. Países como Japão e Portugal já estão revendo a regulamentação, impondo limites e exigências necessárias, explica o presidente do Creci-Ceará, Tibério Benevides.

Regulamentação

Fortaleza pode ser a próxima cidade a regulamentar aplicativos de hospedagem, como o Airbnb, no Brasil. O projeto de lei está em fase de conclusão na Procuradoria Geral do Município (PGM) e deve ser encaminhado à Câmara Municipal a partir de agosto.

“A gente vai regulamentar o Airbnb. Isso é definitivo. A Prefeitura vai apresentar uma lei que regulamente estes aplicativos. Entretanto, a nossa Procuradoria está buscando a melhor forma de fazer isso para ter um conteúdo legal e não extrapolar os limites da lei. Vamos fazer dentro do que a legislação tributária permite no Brasil”, avisa o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

(Foto Ilustrativa)

Evaristo Nogueira – Ceará e Fortaleza se igualam na necessidade de contratações

O comentarista e narrador esportivo Evaristo Nogueira, um dos passageiros do Trem Bala, do Alan Neto, na Rádio O POVO – AM 1010, e da TV Ceará, anda preocupado com os times do Ceará, lanterna na Série A, e com o Fortaleza, líder na Série B, que, no entanto, está sem muitos dos seus craques.

Os campeonatos estão se afunilando e, na avaliação de Vavá Maravilha, é preciso que essas equipes contratem reforços com urgência.

Coordenador do plano econômico de Jair Bolsonaro dará palestra em Fortaleza

269 2

O economista Paulo Guedes, fundador da Bozano Investimentos e coordenador do plano econômico do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), dará palestra em Fortaleza no próximo dia 18 de julho, em clima de almoço. Ele abordará o tema “Brasil – cenário econômico e desafios pós-2018″, abrindo uma série com coordenadores dos presidenciáveis nessa área.

A organização é do LIDE Ceará. O local do evento ainda está sendo definido.

Paulo Guedes é PhD em Economia pela Universidade de Chicago (EUA). Sócio Fundador da Bozano Investimentos, do Banco Pactual, das Faculdades Ibmec e da Abril Educação. Fundador do Instituto Millenium. Foi professor da PUC-Rio, da FGV-Rio e do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Foi colunista dos jornais O Globo e Folha de São Paulo e das revistas Exame e Época.

(Foto – DCM)

Como vai o desempenho do Ceará na atração de turistas?

Com o título “Turismo/Ceará: Enquanto o futuro não chega…”, eis artigo de Alan Aguiar, ex-secretário do Turismo do Ceará. Ele analisa o desempenho do Estado nesse segmento. Confira:

Enquanto os políticos não migram a conjugação dos verbos do gerúndio para o presente do indicativo, vamos aqui analisar um dos principais indicadores que compõe os agregados turísticos do Destino Ceará. Somente examinando esses números podemos avaliar tecnicamente a performance das políticas públicas voltadas ao fomento dessa atividade econômica que chamamos de Turismo.

Depurando os números apresentado pelas gestoras dos principais aeroportos do Nordeste, temos, no período de JAN a MAI de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, que nosso Pinto Martins cresceu modestíssimos 1,5% na movimentação total de passageiros, alcançando 2.421.675 de embarques + desembarques. O de Salvador cresceu 2,1%, o de Natal caiu 5,2% e Recife disparou com 11,34%.

Quando examinamos apenas o movimento de passageiros internacionais, temos Natal subindo 16,45% e chegando nos 43.429 de chagadas e partidas, Salvador 13,8% e marcando 160.618, Fortaleza variando positivamente 21% e cravando 109.873 e Recife com um impressionante incremento de 60,73% que lhe garantiu uma movimentação total de 200.579 passageiros e a liderança folgada na Copa do Nordeste do Turismo Internacional. Recife não apenas superou Salvador como também se distanciou bastante da capital baiana, segunda colocada, e contabilizou quase o dobro de Fortaleza, que é a terceira colocada.

As estatísticas apresentadas pelas gestoras aeroportuárias, nos casos a FRAPORT, INFRAERO, VINCI e INFRAMERICA, são bons termômetros para indicar a efetividade da agenda de estruturação dos Destinos Turísticos levadas a cabo pelos Governos. Óbvio, sem solução dos dramáticos problemas de segurança, infraestruturas/acessibilidades úteis e bons serviços de urgência e emergência (saúde) será difícil acessar a posição de player internacional. Segundo pesquisas da WTO – World Trade Organization, na hierarquia das prioridades de quem viaja, segurança física e bons serviços médicos despontam como variáveis estruturais e determinantes para decisões de viajem de lazer e entretenimento. Na sequência vem os demais atrativos como preços, vivências, qualidade e originalidade dos meios de hospedagem, etc. Nesses quesitos nosso dever de casa ainda é um sonho bem distante.

Por fim, qualquer elo da cadeia produtiva do turismo sabe que os estrangeiros ainda não são vistos circulando e muito menos gastando seus preciosos euros ou dólares. As explicações para esta momentânea frustração geral está no fato desses novos voos serem muito mais outgoing que incoming. Ou seja, eles levam e traz muito mais brasileiros para gastar lá fora que traz e leva estrangeiros para gastar aqui dentro. Sob o conceito de exportações turísticas resta claro que nossa balança é deficitária e que somente muita promoção do Destino Turístico nos mercados emissores e atração de investimentos em turismo e hotelaria será capaz de sentirmos a mudança de direção na proa da nossa jangada do turismo e, quem sabe um dia, passemos a ser um transatlântico turístico de alguma expressividade no cenário global dessa indústria.

*Allan Aguiar

Ex-Secretário do Turismo do Ceará.

Em suas redes sociais, Heitor Férrer vê muita “falta de vergonha” no episódio que envolve Lula e o TRF-4

Do deputado estadual Heitor Férrer (SD), em suas redes sociais, um comentário acerca do imbróglio em torno de Lula e seu habeas corpus barrado pela cúpula do TRF-4.

“Desembargador solta Lula, desembargador prende Lula… Desembargador afronta seu Tribunal, Juiz desobedece desembargador… Desembargador de plantão metendo os pés pela mãos, fazendo o que o CNJ proíbe…Êh êh… Quando o mesmo lado briga internamente é porque a coisa vai muito mal. É o caso do Judiciário brasileiro. Quanta anarquia jurídica! Quanta falta de vergonha…”

PDT lançará em Fortaleza o Movimento 12 Brasil

Lupi e Ciro em nova mobilização pré-eleitoral no Ceará.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, estará em Fortaleza nesta quinta-feira. Ao lado de Ciro Gomes e do presidente regional pedetista, o deputado federal André Figueiredo, ele lançará, às 20 horas, no Pirata Bar, o Movimento 12 Brasil.

O Movimento 12 Brasil tem objetivo de despertar a sociedade para o debate a cerca das eleições de outubro, ao mesmo tempo que busca divulgar as propostas do ex-ministro Ciro Gomes, informa a assessoria de imprensa do PDT.

SERVIÇO

*Pirata Bar – Rua dos Tabajaras, 325, Praia de Iracema.

(Foto – Paulo MOska)

PEC Nordeste 2018 apresenta balanço positivo

O Seminário Nordestino de Pecuária – o Pecnordeste 2018, encerrado nesse sábado, no Centro de Eventos  , apresentou um balanço positivo não somente de participação de produtores – cerca de 4.500 somente em caravanas , como de público. Cerca de 30 mil visitantes circularam pelo encontro, que contou com 100 eventos realizados entre palestras, oficinas e feiras.

É o que diz o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Flávio Saboya, que promove o seminário há 22 anos com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-CE), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Sebrae-CE.

“Foi um evento rico em informações e de novas tecnologias para o campo, inclusive realizamos um showroom de tecnologias agropecuárias e premiamos as três melhores, escolhidas pelo público e pela comissão técnico-científica do evento”, destaca Saboya.

(Foto – Divulgação)

Vereador que foi chamado de “capitãozinho do mato” por Ciro Gomes cumpre agenda em Fortaleza

O vereador Fernando Hollyday (DEM/SP) é um dos convidados do pré-lançamento , nesta segunda-feira, a partir das 17 horas, da pré-candidatura do empresário Luís Eduardo Girão (Pros) para o Senado. O ato ocorrerá no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa.

Já Hollyday é aquele que, de origem do Movimento Brasil Livre (MBL), foi chamado por Ciro Gomes, durante uma entrevista à Rádio Jovem Pan, de “capitãozinho do mato”. O vereador, inclusive, prometeu processar o presidenciável pedetista.

A crítica surgiu quando Ciro foi indagado sobre uma coligação com o DEM de Hollyday. lembrando, na ocasião, que precisaria resolver algumas contradições e embates com o partido. Citou o vereador como um dos problemas a resolver nessa aproximação eleitoral.

(Foto – Divulgação)

PSDB cogita Tasso Jereissati para vice se Alckmin não conseguir ampliar coligação

401 1

Obrigados a traçar cenários alternativos para o caso de Geraldo Alckmin (PSDB) não conseguir atrair outros partidos do centro para sua coligação, tucanos começaram a cogitar como vice de seu presidenciável o senador Tasso Jereissati (CE). A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.,Paulo desta segunda-feira.

Tasso é do Nordeste, fez oposição ao governo Michel Temer e tentou afastar Aécio Neves (MG) da legenda após a delação da JBS.

Alckmin não deixa transparecer qualquer insegurança. Quando o centrão quis saber das especulações em torno da possibilidade de sua substituição por João Doria (PSDB), foi direto: “Daqui um mês ou dois, sou eu que vou estar puxando ele em São Paulo”.

A Cota da Insensatez do Judiciário

Com o título “A cota da insensatez do Judiciário”, eis o Editorial do O POVO, que aborda o imbróglio jurídico em torno da prisão e soltura do ex-presidente Lula. Confira:

Qualquer que tivesse sido o desfecho da querela jurídica envolvendo a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mantido preso em Curitiba após uma guerra de decisões liminares, o resultado final seria nocivo para a sociedade brasileira.

Na esteira de uma crise política que já se arrasta há muito tempo, o País viu o Poder Judiciário ser tragado para o olho do furacão. Nos dias que antecederam o recesso, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que integram a Segunda Turma da Corte adotaram posturas que contrariam medidas tomadas pelo colegiado. Longe de representar mera discordância na interpretação das leis, a dissidência ganhou ares de chicana para favorecer alvos da Operação Lava Jato.

Mesmo expediente foi utilizado pelo relator da força-tarefa no STF, ministro Edson Fachin, que, para evitar mais uma derrota nas disputas internas da turma, a qual integra com outros quatro colegas, remeteu recurso apresentado pela defesa de Lula ao plenário.

Ora, Fachin, como os demais ministros, parece fazer uso conveniente de manobras, regimentais ou de interpretação, de modo a interferir nos resultados da instância máxima de Justiça no País. De maneira semelhante, outras esferas do Judiciário incorrem no mesmo erro.

Está aí uma das origens da crise e também o pano de fundo para entender a desconcertante queda de braço que se travou ontem entre o desembargador plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Rogério Favreto, e o juiz de primeiro grau Sergio Moro.

Entre os dois, reproduziu-se a polarização que contamina a arena pública e explicita motivações políticas dos agentes responsáveis pela aplicação das leis, alimentando ainda mais o caldeirão no qual fervem as animosidades partidárias.

Se não competia ao desembargador avaliar, durante plantão, matéria já pacificada por decisão em colegiado, ao juiz titular da 13ª Vara Federal de Curitiba não cabia o descumprimento de medida proferida em conformidade com as normas.

O clima extremado que se abate sobre a nação, entretanto, tem estimulado excessos de parte a parte. Executivo e Legislativo, dois dos pilares da República, já haviam dado mostras suficientes do quão frágil se constitui o tecido social.

Agora é a vez de o Judiciário contribuir com a sua cota de insensatez, acrescentado ao quadro de absurdos um pugilato de liminares ao fim do qual restou evidente apenas que a Justiça no Brasil está cada vez menos cega e imparcial.

(Foto  Dida Sampaio, Estadão)

Tasso associa aliança de Camilo à base de Temer

250 2

Para o ex-governador do Ceará e senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), os 24 partidos que deverão compor a aliança “do lado de lá” (Camilo Santana) possui os maiores partidos políticos da base do presidente Michel Temer. Em entrevista no Cariri, neste fim de semana, Tasso observou que o governo federal e o governo estadual estão montando uma campanha, por meio de máquinas (federal e estadual).

“Apesar de nós não termos os 24 partidos que o governo federal Temer, o governo estadual estão montados e montando em cima dele (Camilo) para fazer essa campanha, o povo tem entendido a nossa missão. (…) Nós sabemos que é uma empreitada desigual, contra todas essas máquinas, mas a nossa força está no povo e não nessas máquinas”, avaliou o senador.

O senador tucano criticou a atual gestão estadual, quando há quatro anos não captou nenhuma indústria para o Cariri. “Que indústria nova esteve aqui?”, questionou, ao criticar ainda as “filas de macas” nos hospitais públicos e a segurança pública. “O Ceará virou um caos, precisamos acabar com a bandidagem, pra isso precisa de autoridade”, comentou, ao apontar para o general Theophilo, pré-candidato do PSDB ao Palácio da Abolição.

Em Juazeiro do Norte, durante encontro de lideranças políticas do Cariri, no auditório do Hotel Verdes Vales, o o general Theophilo ouviu as sugestões para otimizar o atendimento na rede de saúde pública, geração de emprego, principalmente para os jovens e as mulheres e ajudar os pequenos municípios a solucionar os problemas de insegurança e de violência.

(Foto: Divulgação)

Assembleia Legislativa homenageará os 93 anos da ACI

Nesta segunda-feira, às 19 horas, a Assembleia Legislativa fará sessão solene em homenagem aos 93 anos de fundação da Associação Cearense de Imprensa (ACI). Na ocasião, serão homenageados também o memorialista Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez), o arquiteto Liberal de Castro e os jornalistas Dedé de Castro e Carlos D´Alge (os dois últimos in memoriam). A solenidade proposta pelo deputado estadual Moisés Braz ocorrerá no Plenário 13 de Maio.

Os quatro homenageados foram escolhidos em votação realizada entre os diretores da ACI. São nomes cujas contribuições extrapolam a atuação no âmbito da imprensa e que, por suas atuações, são obrigatoriamente fontes de pesquisa para quem busca conhecer o estado do Ceará e a cidade de Fortaleza”, afirma o presidente da entidade, Salomão de Castro.

PERFIL DOS HOMENAGEADOS:

*Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez): a memória de Fortaleza passa por ele

Pesquisador e desenhista técnico aposentado, Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez) é um dos mais respeitados conhecedores da música popular do Brasil e dono de um dos maiores acervos sobre a cidade de Fortaleza. Trabalhou como desenhista técnico no DNOCS, onde ficou até o ano de 1991, quando foi transferido para a para a Rádio Universitária FM da Universidade Federal do Ceará (UFC). Desde 1956, colaborou com jornais de Fortaleza, tais como Tribuna do Ceará, Correio do Ceará e O Povo. Pelo seu trabalho, Nirez recebeu inúmeros prêmios e reconhecimentos. Dentre suas obras, destacam-se Enciclopédia da Música Popular Brasileira, Cronologia Ilustrada de Fortaleza e Fortaleza de Ontem e Hoje.

*Liberal de Castro: arquiteto do concreto e das palavras

Natural de Fortaleza, é filho de José e Matilde Martins de Castro. Arquiteto pela Faculdade Nacional de Arquitetura da Universidade do Brasil (Rio de Janeiro, 1942), fundou o Departamento do Ceará do Instituto de Arquitetos do Brasil, bem como da Escola de Arquitetura da UFC, tendo História de Arquitetura e Evolução Urbana como áreas de ensino. Autor de vários projetos que o consagraram entre os melhores profissionais de sua categoria no Brasil e de obras, ensaios e estudos, teve intensa atuação no Instituto do Ceará. Fez inúmeros cenários para o teatro. Autor do projeto de tombamento do Theatro José de Alencar pelo Patrimônio Histórico Nacional e responsável pela restauração do Teatro São João, de Sobral.

*Dedé de Castro: da infância em Itapipoca à disputa pela presidência da ACI

Figura lendária no jornalismo cearense, o jornalista Dedé de Castro acumulou três Prêmios Esso, tendo passado por várias redações de jornais do Ceará. Também atuou em Brasília e no Piauí. Natural de Itapipoca, Dedé nasceu em 16 de novembro de 1921, no sítio Garguê. Trabalhou no Sistema Verdes Mares desde os anos 80, mas também passou pelos jornais Tribuna do Ceará, O Estado, Unitário, Mutirão e Gazeta de Notícias. Durante a ditadura militar (1964/985), Dedé atuou contra o regime ditatorial, assumindo o rótulo de “comunista”. No Mutirão, assinou a coluna “O Cacete do Dedé”, mas não foi preso e manteve a militância por onde passou. Com fama de boêmio, familiares dizem que ele nunca ligou para os prêmios conquistados. Em 1983, foi candidato a presidente da ACI, em disputa com J. C. Alencar Araripe e Adísia Sá, sendo que, dentre os três, foi o único a não presidir a entidade nos anos seguintes. Faleceu em 9 de fevereiro de 2015, aos 93 anos de idade.

*Carlos D’Alge: dedicação permanente às Letras

Professor, escritor e jornalista, Carlos D´Alge atuou no Departamento de Literatura da Universidade Federal do Ceará (UFC), integrando a Academia Cearense de Letras. Foi membro fundador da Academia Cearense da Língua Portuguesa, entidade que presidiu de 1986 a 1990. Natural de Chaves (Portugal), veio para o Brasil com seis anos de idade. Graduou-se em Letras, Direito e Educação. Alguns dos 12 livros que publicou foram pelas Edições UFC, como Terra do mar grande: alguns aspectos culturais portugueses e O sal da escrita. Além de ter exercido a docência, na UFC, teve papel importante na administração superior. Foi diretor do Centro de Humanidades, pró-reitor de Extensão, diretor da Casa de Cultura Portuguesa e coordenador do Curso de Jornalismo. Entre as inúmeras homenagens prestadas a Carlos d’Alge, um dos destaques foi o grau de comendador da Ordem de Instrução Pública de Portugal, concedida pelo então presidente de Portugal, Mário Soares. Foi por muito anos apresentador e mediador do programa Debates do Povo, na Rádio O Povo, junto com os jornalistas, Themístocles de Castro e Silva e Adísia Sá. Faleceu em 20 de dezembro de 2017, aos 87 anos, em Fortaleza.

Justiça defere ação do MPCE em prol de crianças e adolescentes autistas de Aurora

O juiz de Direito da Comarca de Aurora, João Pimentel Brito, determinou que o prefeito do município, João Antônio de Macedo Júnior, disponibilize psicólogo, psicopedagogo, terapeuta ocupacional, fonoterapeuta e neuropsicólogo com vistas a acompanhar o desenvolvimento da criança C.G.B.L. e outras em situações semelhantes identificadas pela Secretaria de Saúde, no prazo de 30 dias, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00.

A decisão, em caráter liminar, atende a uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do promotor de Justiça Luiz Alexandre Cyrilo Pinheiro Machado Cogan. A ação requereu a destinação de uma equipe multidisciplinar, promovida pelo município de Aurora, para acompanhar crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), bem como os medicamentos e nutrição necessários ao controle da patologia. O município deve, ainda, organizar e estruturar a atenção básica a tornar apta ao atendimento multidisciplinar.

Na ação, o promotor de Justiça solicita que seja concluído, no edital de concurso público municipal, os profissionais mencionados, com vagas e salário de mercado, tudo sob pena de multa diária. O inquérito civil público que originou a ação apurou ausência de fonoterapeuta, psicoterapeuta, psicopedagogo e terapeuta ocupacional naquele município, o que tem prejudicado o desenvolvimento educacional de crianças com deficiência.

Luiz Cogan buscou resolver a questão de forma extrajudicial, contudo o município acionado não o fez, afirmando que restou frustrada a contratação dos profissionais, como também disse que havia outras crianças e adolescentes em situação semelhante. O promotor de Justiça acrescentou que não foram disponibilizadas vagas para o cargo de psicopedagogo, bem como foi ofertada uma vaga para o cargo de terapeuta ocupacional. Todavia, não houve aprovados, tudo no processo seletivo realizado pelo Poder Público.

(MPCE)

Chove em 32 municípios cearenses

Choveu em 32 municípios cearenses nas últimas horas, no Ceará, segundo boletim da Funceme. Confira as 10 maiores:

Paracuru (Posto: Poço Doce) : 87.4 mm

Paracuru (Posto: Jardim Do Meio) : 73.0 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Siupe) : 72.0 mm

Paracuru (Posto: Paracuru) : 43.8 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Santo Amaro) : 35.0 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Sede) : 33.4 mm

Eusébio (Posto: Eusebio) : 32.0 mm

Itapipoca (Posto: Praia Da Baleia) : 29.6 mm

Guaramiranga (Posto: Guaramiranga) : 29.2 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Croata) : 23.2 mm