Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Capitão Wagner propõe ao governo Programa de Internet Popular

120 1

deputado-capitão-wagner

O deputado estadual Capitão Wagner, pré-candidato a prefeito de Fortaleza pelo PR, propôs, nesta sexta-feira, a criação do Programa Internet Popular, através de Projeto de Indicação. Ele sugeriu que o Governo do Estado a iniciativa, justificando: consolidaria a cultura de uso da tecnologia de informação como recurso de pesquisa.

Capitão Wagner destaca que o acesso à Internet deve ser visto pelo poder público com mais importância “pois ela (Internet) se tornou essencial a vida contemporânea em todos os sentidos. A proposta do deputado para Camilo Santana ficaria assim:

Art. 1º. Fica instituído, no âmbito do Estado do Ceará, o programa Internet Popular.

Parágrafo Único. O programa Internet Popular consiste em difundir e consolidar a cultura de uso da tecnologia de informação como recurso de pesquisa para aqueles que não tenham condições financeiras de ter computador próprio, através do acesso público gratuito à internet.

Art. 2º. O Poder Executivo disponibilizará terminais de acesso à internet nas escolas e bibliotecas públicas estaduais, bem como sinal livre wireless de acesso à rede mundial de computadores.

Art. 3º. Deverá haver no mínimo um local para acesso a internet gratuita em cada um dos Municípios do Estado do Ceará.

Art. 4º. Fica o Poder Executivo autorizado a conceder abatimento de ICMS de empresas localizadas no Estado do Ceará que disponibilizem sinais para acesso gratuito a internet nos termos desta lei.

Art. 5°. As despesas decorrentes da presente Lei correrão à conta das dotações orçamentárias próprias.

Art. 6°. Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Airbag quebrado – Honda é condenada a pagar R$ 20 mil de indenização

“A Honda Automóveis do Brasil foi condenada a pagar indenização de R$ 20 mil, por danos morais e materiais, para odontólogo que comprou veículo com mau funcionamento do sistema de airbag. A decisão, proferida nessa quarta-feira (18/05), é da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça e teve como relatora a desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira.

Para a magistrada, o dano moral ocorreu “em virtude da frustração da confiança depositada pelo consumidor no equipamento adquirido, pela dor e ansiedade em virtude dos fatos”.

De acordo com os autos, o dentista fez a compra do automóvel da marca Honda em maio de 2002. Após dois meses de uso, ele sofreu grave acidente na BR-222. Em decorrência, ficou com várias lesões corporais, dificuldade para respirar por vários dias, além da impossibilidade de trabalhar e perda total do veículo.

Por isso, o cliente ingressou com ação na Justiça requerendo indenização moral e material. Alegou que houve mau funcionamento do airbag.

Na contestação, a empresa defendeu que todo veículo da marca vem com um manual do proprietário, informando sobre a utilização correta e o funcionamento do equipamento.
Em dezembro de 2009, o Juízo da 25ª Vara Cível de Fortaleza julgou improcedente a ação por entender que “o laudo pericial não pôde precisar se houve falha no sistema airbag do veículo”.

Objetivando a reforma da sentença, o consumidor interpôs apelação (nº 0621276-96.2000.8.06.0001) no TJCE. Argumentou que pagou mais caro para contar com o sistema de airbag de fábrica como forma de lhe garantir maior segurança.

Ao julgar o recurso, a 2ª Câmara Cível julgou procedente o pedido, reformou a sentença de 1º Grau e arbitrou em R$ 20 mil a indenização por danos morais e materiais. Para a desembargadora, nesse casos, “a distribuição das provas deve ocorrer em desfavor do fornecedor, independentemente de manifestação judicial, só sendo afastada quando se comprovar que não colocou o produto no mercado, ou que inexiste o defeito ou ainda, quando comprovada a culpa exclusiva do consumidor ou de terceiro”.

(Site do TJ/CE)

Grupo Academia reestreia em novo dia e hora no Amici’s

rtyh

Um dos grupos mais longevos de Fortaleza vai mudar o dia e o horário de suas apresentações. O tradicional sábado de samba do Academia foi substituído pelas sexta-feiras, sempre a partir das 20 horas. O local continua o mesmo: o Buoni Amici´s, no Centro Dragão do Mar (Praia de Iracema), que abriga o evento há mais de 10 anos.

“A feira da José Avelino estava atrapalhando o sábado. Decidimos mudar porque na sexta não tem feira e isso dá mais tranquilidade para os frequentadores estacionarem no entorno”, explica Célio Paiva, proprietário do Amici´s. A mudança no horário tem a intenção de oferecer uma alternativa para o público que quer “esticar o happy-hour”.

Com um repertório baseado em sambas clássicos e numa pesquisa constante em busca de novidades deste ritmo, o grupo Academia já consolidou sua imagem em várias casas noturnas de Fortaleza. Ativo há 15 anos, é formado por Alfredo Oliveira (violão e voz), Demétrio Andrade (tamborim, guitarra e voz), Fernando Moura (pandeiro e percussão), Kenedy Araújo (surdo e voz) e Neymar Doth (violão e voz). Atualmente, Giltácio Santos (sopros) está substituindo Fábio Montenegro (cavaquinho e voz), morando provisoriamente nos EUA.

A banda interpreta Cartola, Herivelto Martins, Paulinho da Viola, Noel Rosa, Ary Barroso, João Nogueira, Chico Buarque, Caetano Veloso, Jorge Benjor, Djavan e Nélson Cavaquinho, dentre muitos outros. A história do grupo começou fruto da amizade de Alfredo, Fábio e Demétrio, que iniciaram as apresentações após vários encontros “etílicos-musicais” em suas casas e nas dos amigos, tocando música popular brasileira, pelos lados da Parquelândia. As influências vieram dos pais e parentes, de músicas que cresceram ouvindo. De início, tentaram outros nomes, estilos e formações, até encontrar a identidade comum no samba, desde 2001.

O nome Academia foi escolhido por conta da proximidade de todos com a universidade – Alfredo é mestre em Economia, Fábio pós-doutor em Matemática, Kenedy doutor em Engenharia e Demétrio mestre em Sociologia. Todos são ou foram professores da Universidade Federal do Ceará e de outras faculdades. Neymar e Fernando também são professores, de música e de artes marciais, respectivamente. Além disso, quando escolheram o nome do grupo quiseram identificá-lo com as tradicionais escolas de samba do Rio de Janeiro que se denominam “academias”. Em 2012 lançaram o seu primeiro CD, produzido pelo baterista Pantico Rocha.

Prefeito Roberto Cláudio entrega mais dois ecopontos neste sábado

137 1

foto roberto cláudio prefeito

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai entregar, neste sábado, mais dois ecopontos. A solenidade terá início às 9 horas, quando ele inaugura o ecoponto do bairro Serrinha, localizado na Rua Freire Alemão com Rua Inácio Parente (Regional IV), e, em seguida, às 11 horas, será a vez de entregar o ecoponto do bairro Vila Velha, que fica na Rua Jasmim, S/N (Regional I).

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), a implantação destes dois novos equipamentos faz com que a rede para o descarte seletivo de resíduos volumosos passe a contar com onze ecopontos.

Ecopontos – Locais onde o fortalezense pode realizar gratuitamente o descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de pneus, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros, metais, celulares e aparelhos eletroeletrônicos.

SERVIÇO

O funcionamento desses ecopontos é de segunda-feira a sábado, sempre das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

Setor gráfico lança Prêmio de Excelência

 grafiof

Eduardo Mota, presidente do Sindusgraf-PE), Luis
Francisco Esteves, o presidente do Sindgrafica-CE. 

O Ceará passa a contar agora com um reconhecimento de peso no ramo gráfico. Trata-se do Prêmio Norte e Nordeste de Excelência Gráfica José Cândido Cordeiro, lançada na sede da Fiec com a presença do presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas de Pernambuco (Sindusgraf-PE), Eduardo Mota.

Com inscrições abertas até 1º de julho, o prêmio tem como tema “Equilíbrio permanente nas cores e nas ações”. Podem concorrer as empresas gráficas com sede em municípios dos Estados do Norte e Nordeste que inscreverem seus produtos gráficos produzidos e impressos.

 

Para o presidente do Sindgrafica-CE, Luis Francisco Esteves a realização do prêmio em Fortaleza é significativa para a indústria gráfica no Estado. “Estamos muito felizes em receber a cerimônia de entrega do prêmio. Nossa expectativa é de que o evento movimente mais ainda o setor”, afirma.

 

As empresas vencedoras em cada categoria do 8º Prêmio Norte/ Nordeste de Excelência Gráfica José Cândido Cordeiro receberão os troféus na solenidade de premiação que ocorrerá no dia 26 de agosto, em Fortaleza. Os cinco produtos finalistas de cada categoria estarão automaticamente no 26º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pinni.

Na cerimônia, estiveram presentes: o presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas de Pernambuco (Sindusgraf-PE), Eduardo Mota, e o o presidente do Sindgrafica-CE, Luis Francisco Esteves.

(Foto – José Sobrinho)

 

Governo Temer e um projeto golpista

162 4

Com o título “Não vamos temer”, eis artigo de Will Pereira, presidente da Central Única dos Trabalhadores no Ceará, que pode ser conferido no O  POVO desta sexta-feira. Ele convoca a classe trabalhadora a luta contra o “governo ilegítimo” que desembarcou no Palácio do Planalto. Confira:

Resistência. Essa é a palavra de ordem da classe trabalhadora daqui pra frente. O projeto político golpista apresenta para a sociedade a face mais agressiva do neoliberalismo. Vejamos, a Previdência foi reduzida a um mero departamento do Ministério da Fazenda. Como ficam nossas aposentadorias e a Seguridade Social? As políticas sociais, outrora eixo do planejamento do Estado, agora serão focalizadas e geridas numa perspectiva de programas sociais secundários. Como fica o projeto de inclusão que retirou mais de 30 milhões de cidadãos da extrema pobreza?

A “Ponte para o Futuro” do governo ilegítimo nada mais é do que arrocho de salários, fim da política de valorização do salário mínimo, corte nos investimentos com programas sociais, eliminar direitos civis e trabalhistas, privatizar empresas estatais, reduzir investimentos públicos e flexibilizar despesas constitucionais obrigatórias com saúde e educação. Ou seja, o que há de futuro nessa ponte?

Essa “ponte” anunciada pelo governo ilegítimo e interino fracassou em vários países no mundo, pois retira direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, amplia a concentração da renda e reduz o papel do Estado.

Definitivamente, o golpe que levou Temer ilegitimamente ao poder, com apoio midiático, é contra a classe trabalhadora, é contra a sociedade.

Unidos, os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, os intelectuais e artistas, os negros, quilombolas e indígenas, juventudes e as mulheres sob a palavra de ordem “Fora Temer!”, não vão descansar enquanto o governo consagrado nas urnas por mais de 54 milhões de votos não retomar seu mandato legítimo.

Vamos resistir! Resistir ao governo ilegítimo Temer é essencialmente defender a democracia e a classe trabalhadora, garantindo o Estado de Direito e o regime democrático no País.

8 Will Pereira,

Presidente da CUT/Ceará.

presidencia@cutceara.org.br

Cantor Felipe Dylon faz show em Fortaleza

feliepep

O cantor carioca Felipe Dylon (28) está em Fortaleza. Ele fará show “Anos 20”, a partir das 22 horas deste sábado, na bote Lancelote. Com mais de 400 mil CDs e DVDs vendidos e cerca de dois milhões de espectadores nos seus shows, Dylon causa alvoroço por onde passa e continua sendo uma unanimidade jovem, com força total.

O artista criou um universo particular dentro do pop rock, com temas românticos e de guitarra em punho. Hits como “Musa do verão” e “Deixa disso” tomaram as rádios de todo o Brasil, além das versões que correram os palcos com Dylon, como a de “Garota dourada”. Ele vai lembrar tudo isso para seu público.

SERVIÇO

*Ingressos – Loja virtual
sympla.com.br (https://goo.gl/Q7Vnb5)

Lojas físicas
Clicks – Shopping Benfica – Fortaleza
Clicks – Shopping Iguatemi – Fortaleza
T-Shirts In Box – Shopping Pátio Dom Luís – Fortaleza

*Boate Lancelote – Avenida Almirante Jaceguay, 07, Praia de Iracema, Fortaleza.

*Censura: 18 anos.
*Mais informações – 85-988628885 / 85-999010413.

Palacete do Barão de Camocim abrigará a Casa Cor 2016

515 2

palaceetee

O Palacete do Barão de Camocim, situado na rua General Sampaio, 1632 (Centro), será apresentado, às 10 horas, da próxima terça-feira, como o local que abrigará a Casa Cor Ceará 2016.

Mas a apresentação, que ganhará o nome de “Celebração”, pois garante a revitalização de um dos patrimônios de Fortaleza, será apenas para a imprensa, informa a organização.

 

Mutirão Pai Presente vai às escolas de Fortaleza neste sábado

O projeto Pai Presente será levado para fora das estruturas do Poder Judiciário, com a realização de mutirão nas escolas públicas de Fortaleza. A primeira visita acontecerá neste sábado, das 9 às 13 horas, na Escola Professor Francisco Jaborandi, no bairro do Jangurussu. Seis escolas com os maiores índices de crianças sem o nome do pai no registro receberão o projeto. A força-tarefa será realizada sempre aos sábados.

A solicitação da paternidade pode ser reivindicada por mães com filhos menores de idade, ou pelo próprio filho, caso seja maior de 18 anos. Se o pai quiser, pode reconhecer o filho de forma espontânea. Para isso, precisam comparecer durante o mutirão munidos de documentos necessários como RG, CPF e Certidão de Nascimento do filho.

Caso o pai tenha alguma dúvida em relação à paternidade, o Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen) estará na escola realizando os exames de DNA. Todo o procedimento é gratuito.

Pai Presente

O projeto Pai Presente nas escolas públicas da Capital é coordenado pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por meio da Corregedoria Geral da Justiça, com apoio da Secretaria de Educação do Município de Fortaleza e da Faculdade Devry Fanor.

Implantado nacionalmente em 2010, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a força-tarefa já realizou mais de 6 mil reconhecimentos voluntários de paternidade no Estado.

Eleições 2016 – Heitor já tem equipe de campanha

heitoorrr

Pré-candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSB, o deputado estadual Heitor Férrer terá a dupla Paulo de Tarso e Harley Dias respondendo por seu marketing de campanha.

O acordo foi fechado nesta manhã de sexta-feira, na sede do partido, sob a chancela do presidente estadual, o deputado federal Danilo Forte.

Paulo de Tarso e Harley comandam a Novvah 7 Comunicação e Marketing. Harley é estrategista político e Paulo de Tarso é master coach político. Ambos entregaram um portfólio ao PSB com 16 campanhas vitoriosas.

UFC abre debate sobre proibição da maconha

149 1

arton1098

Com o intuito de discutir sobre os aspectos históricos, políticos e sociais da proibição das drogas, o Coletivo Plantando Informação, o Ilaese, o Movimento Hip Hop – Nós por Nós e o Laboratório de Estudos da Violência – LEV da UFC, trazem para uma palestra, dia 27, em Fortaleza, o professor Henrique Carneiro (USP), que é militante histórico do Movimento Antiproibicionista.

A palestra ocorrerá dia 27, às 19 horas, no Auditório Luiz Gonzaga, do Departamento de Ciências Sociais da UFC (Campus do Benfica). Nesse mesmo período, ocorrerá a Marcha da Maconha em Fortaleza, mais precisamente no dia 29, à partir das 14 horas, saindo da Estátua de Iracema.

Henrique Carneiro é doutor em História Social pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, professor de História Moderna da Universidade de São Paulo e tem experiência na área de História, onde leciona e desenvolve pesquisas em História da Alimentação, das Bebidas e das Drogas.

Apocalipse do jornalismo e o golpe

167 1

Com o título “Como a imprensa apoia um golpe?”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Confira e tire suas conclusões.

No dia 18 de maio, um artigo publicado na Folha de São Paulo, de autoria de Mário Vitor Santos, ex-ombudsman do veículo, pôs a nu a lamentável contribuição da mídia tradicional para o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff. Ele foi muito claro: “jornalismo deve informar os fatos de pontos de vista diferentes e contrários, encarnar ideias em disputa, canalizar o entrechoque de versões, sublimar antagonismos”.

Porém, o que se viu foi o predomínio de uma visão hegemônica de classe, amplificada em múltiplos canais, que tratou o governo como único culpado de todos, ou pelo menos a maioria, dos casos de corrupção. Mais do que isso: o debate desequilibrado fortaleceu teses da oposição, a ponto de a presidenta afastada – por um motivo banal – ser responsabilizada pela crise econômica, sem que se enxergasse a má vontade do Congresso, principal promotor da inércia que se abateu sobre o país, ao se negar, peremptoriamente, a votar quaisquer que fossem as medidas necessárias para que os processos voltassem a andar normalmente.

Diz mais o autor, no artigo intitulado “Apocalipse do jornalismo”: “virou pó o empenho de ao menos uma geração de profissionais para que o jornalismo, depois do infame apoio majoritário ao golpe de 1964, viesse a seguir melhores padrões”. De fato, a democracia deixou de ser um valor inatacável para os profissionais da notícia que – em sua maioria – trataram de reproduzir a linha editorial e ideológica das empresas, sem preservar a ética da notícia. O que é pior: no afã de destruir a reputação alheia, a imprensa pôs em xeque sua própria credibilidade.

Como bem lembra Mário Vitor Santos, “normas e técnicas jornalísticas não são meros enfeites. (…) São peças essenciais para a sobrevivência da democracia. Na Lava Jato, o que deveria motivar uma custosa operação de checagem independente e edição autônoma derivou numa repetição inglória dos piores momentos do jornalismo do passado”. Não se apurou adequadamente. Não se investigou de forma autônoma. Não se ouviu os dois – ou mais – lados. Não se desconfiou das fontes. Objetividade virou artigo de luxo. A mídia simplesmente serviu de linha de transmissão do que era seletivamente “vazado” por “investigadores” que nada tinham de imparciais.

A visão política rebaixada destes profissionais – que provavelmente não tinham consciência do ataque à democracia proporcionado por eles mesmos – abusou da especulação desenfreada, dos furos sem propriedade e de homéricos erros, com fatos passando ao largo de qualquer checagem. Interessante notar como vários profissionais se deixaram levar pelo senso comum, pelos ódios de classe, numa esquizofrenia coletiva intolerável.

Pessoas sem preparo podem até se deixar levar por este conto do vigário. Mas quem trabalha com informação não tem este direito. À exceção dos vendidos e ideologicamente comprometidos com a visão conservadora do mundo, não se dá ao jornalista o direito à ignorância. Sua função é sempre saber mais e melhor. Afinal, não se recorre ao jornalismo para saber de fofocas. Para isso, existem bons bares em várias esquinas.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.

Procon Fortaleza divulga pesquisa com preços de medicamentos

Paracetamol-200-comp.-750mg
O Procon Fortaleza divulgou, nesta sexta-feira (20), mais uma pesquisa. Dessa vez sobre preços de medicamentos populares e ainda itens de primeiros socorros. De acordo com a pesquisa, a maior diferença do mesmo medicamento foi encontrada no preço do genérico paracetamol, que pode chegar a 276% entre os locais pesquisados. Quando comparados os preços dos medicamentos de referência com os genéricos essa diferença sobe para 324%.
O consumidor pode adquirir até quatro caixas do mesmo medicamento, se optar pelo genérico, que é aquele remédio contendo o mesmo princípio ativo e forma farmacêutica do medicamento de referência.
O medicamento Tylenol (750mg – 20 comprimidos) pode ser comprado de R$ 28,93 se a preferência for pelo remédio referência. O mesmo princípio ativo do Tylenol, que é o genérico paracetamol, cai para R$ 6,82. Ou seja, uma diferença de 324,19%.
A Regional IV, em bairros como Benfica e Serrinha, concentra o maior número de preços dos medicamentos pesquisados acima da média (47 preços), enquanto que a Regional V, nos bairros Conjunto Ceará e Maraponga, reúne o maior número de preços abaixo da média (46 preços).
DETALHE – A pesquisa foi realizada nos dias 16 e 17 de maio, em 14 farmácias e drogarias de todas as regionais da Capital, comparando os preços de 42 itens.
SERVIÇO
*Clique aqui e confira todos os preços.

Diversidade sexual – Lei quer nome social valendo nos serviços municipais

guilhermess

O vereador Guilherme Sampaio (PT) deu entrada, na Câmara Municipal, em projeto de lei ordinária que garante o direito à adoção de nome social, por parte da população LGBT, nos serviços públicos municipais.

De acordo com a proposição, para os atendimentos prestados no SUS, programas de Assistência Social e Habitacional, escolas municipais e no transporte urbano, o nome social constará, a pedido da pessoa interessada, em cadastros, fichas, prontuários, cartões de bilhetes de passagens em transporte urbanos, carteiras estudantis e demais documentos expedidos no serviço público prestado na Capital.

“O nome social dá reconhecimento à identidade e personalidade de gênero do cidadão interessado. O respeito à diversidade de gênero e orientação sexual favorece a compreensão de direitos fundamentais e oferecem embasamento para que pessoas recusem e se protejam do preconceito e da discriminação”, explica o parlamentar. “Nosso intuito é vedar qualquer situação constrangedora ou pedido vexatório de comprovações de identidade”, explica.

Eunício faz contatos políticos de olho nas eleições

156 1

euinicic

Eunício e Raimundo Gomes de Matos (PSDB)

O senador Eunício Oliveira (PMDB) está em Fortaleza para contatos políticos em torno da sucessão municipal. Ele recebe em seu escritório lideranças de vários pontos do Estado, mas não deixa de lado o processo sucessório de Fortaleza.

Nessa quinta-feira, Eunício prestigiou, na Assembleia Legislativa, a sessão solene em homenagem aos 60 anos de vida pública do deputado federal Mauro Benevides (PMDB.

Com o peemedebista, estava o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB). Ambos, aliás, são defensores ferrenhos do Governo Michel Temer.

(Foto – Paulo MOsKa)

Crise no sistema socioeducativo do Ceará gera peleja política

cabosabino

O deputado federal Cabo Sabino (PR) conseguiu aprovar uma audiência pública da Câmara para discutir, em Fortaleza, a crise no sistema socioeducativo do Estado.

Ele diz que o quadro é grave e que é preciso uma solução para evitar tantas fugas e, ao mesmo tempo, levar o Estado a cumprir sua missão de ressocialização.

Mas a audiência pública, aprovada nessa quinta-feira, sofreu ações e articulações para não ser marcada. Veio por meio do deputado federal e ex-ministro das Comunicações, André Figueiredo (PDT).

andre-figueiredo-pdt-ce-dep-federal

André é o padrinho político do titular da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado (STDS, Josbertini Clementino.

 

Castanhão chega ao menor volume – 9,42%

castanhao

“O açude Castanhão, o maior reservatório do País, chegou ontem ao nível mais baixo desde que encheu, em 2004. Os 631,37 hm³ que perfazem 9,42% da capacidade do Castanhão devem diminuir ainda mais. O nível é atingido antes do fim da quadra chuvosa, no fim deste mês, e com longos sete meses pela frente até o início do próximo período de precipitações.

“Ainda deve piorar muito até que melhore”, adverte o presidente da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), João Lúcio Farias. Ele não detalha a previsão do quanto o Castanhão deve baixar de nível, mas adianta que o açude Orós, com 35,03% da capacidade e até então poupado, deve ser acionado. “Pensamos em um sistema que, juntando a água dos dois açudes, tenhamos condições de perenizar o Vale Jaguaribe e abastecer a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF)”, projetou em entrevista durante reunião do Fórum Cearense de Comitês de Bacias Hidrográficas (FCCBH).

Acionar o Orós é uma possibilidade que tem gerado discussões e será debatida em reunião dos comitês no dia 2 de junho, em Quixadá. Para Daniel Linhares, presidente do Comitê da Bacia do Médio Jaguaribe (onde está o Castanhão), isso seria um alívio para a região que tem tido, segundo ele, agricultura, pecuária e piscicultura afetadas pela priorização do consumo humano da RMF.

Já Alcides Dutra, coordenador geral do FCCBH e secretário-geral da Bacia do Alto Jaguaribe, onde está o Orós, defende que é preciso cautela. “O Orós é um reservatório estratégico para atender toda aquela região. Abrir indiscriminadamente pode acarretar algo semelhante ao que aconteceu com o Banabuiú, que foi utilizado para atender o Castanhão e está seco”. Para ele, é preciso pensar uma proposta que não feche a utilização, mas em que seja usado com cautela e responsabilidade.

Expectativas

De acordo com Farias, mesmo com expectativas preocupantes, o racionamento de água ainda não foi cogitado. A Cogerh está trabalhando em seu planejamento com a economia de 10% do consumo, determinada pela tarifa de contingência desde o último dezembro pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). “No segundo semestre teremos uma maior restrição de água para irrigação e focaremos ainda mais no consumo humano. Nossa meta é chegar a 2017 com as reservas desses dois açudes acima dos volumes mortos”, acredita.

O presidente se vale do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), de desaquecimento do Oceano Pacífico e de um 2017 com mais chuvas, para acreditar na posterior melhora. “Com uma quadra chuvosa boa, podemos ter uma recuperação de 20%, 30% da capacidade”, projeta. Além disso, o nível do açude deve ser recuperado também pela água da transposição do rio São Francisco que deve chegar em outubro ao Ceará e, no início de 2017, ao Castanhão, conforme Farias.

O gestor adianta que o Riacho dos Porcos, que ligará os reservatórios Jati e Atalho ao rio Salgado — afluente do rio Jaguaribe e caminho para o Castanhão —, está com problemas de assoreamento e poderá passar por obras de retificação da calha.

(O POVO)