Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

E por falar em limpeza pública…

Com o título O rumo certo para a limpeza pública”, eis artigo de Albert Gradvohl, professor de Gestão Econômica Ambiental. Ele pede espaços para fazer algumas considerações sobre artigo do jornalista Ítalo Coriolano, veiculado neste espaço no último sábado. Confira:

Como leitor de seu honroso BLOG, li atentamente o artigo deste sábado (4), do Jornalista Ítalo Cariolando, a quem devo explicação por me sentir partícipe da equipe técnica de limpeza urbana de Fortaleza .Segundo o autor, há um retrocesso na limpeza urbana da cidade. Sem desmerecer sua opinião, acredito que sua observação está certamente pautada “naquilo que os seus olhos veem e seu coração tem sentido”.

Refiro-me a quantidade de pontos de lixo ainda existentes em Fortaleza. Hoje são 1.316 quando herdamos 1.800. Contrariando o artigo, as mudanças na legislação deram o resultado esperado, pois seguramente posso afirmar que os números não mentem. Hoje, a coleta particular aumentou 467% em destino final regular e a coleta pública reduziu 36,4%, cujo indicador foi absorvido pela referida coleta particular diminuindo na mesma proporção a participação no erário público.

Apesar desse resultado, o indicador ainda é tímido em relação a sujeira deixada historicamente por gestões anteriores, que ao invés de tratar a doença de maneira cirúrgica, preferiram custear remédios multiplicadores da praga, fomentando um custo excedente de 87 milhões de reais por ano.

Esclareço, que as medidas adotadas não dependem somente do novo marco regulatório, mas de um conjunto de ferramentas devidamente implantadas, como: o sistema de monitoramento que auxilia na fiscalização de grandes geradores apontando seus reais índices antes viciados, instalação de 13 ecopontos, cuja meta de 25 será alcançada até agosto, mas o objetivo será um para cada bairro.

Outra ação implementada foi o Recicla Fortaleza, primeiro projeto oficial de coleta seletiva da cidade, que vem conseguindo transformar o comportamento pró-ativo da população em troca de “bônus” nas contas de energia, bilhete único e água.

Comungo da ansiedade do nobre jornalista em querer conhecer uma Fortaleza limpa, que apesar de bela sempre foi suja. No entanto, alguém tinha que começar, jamais prometendo a população alcançar índices europeus em um ano. Talvez, tenha sido mais fácil a promessa de JK em fazer 50 anos em 5. Entre as diferentes cidades do mundo que me debrucei a pesquisar seus indicadores e suas variáveis exógenas, a que atingiu maior ecoeficiência foi Bréscia, uma comuna italiana da região da Lombardia com 188.803 habitantes e que levou 10 anos para se tornar ambientalmente adequada.

Em condições “ceteris paribus”, devemos atingir o mesmo índice de excelência em até 5 anos. Por isso, agradeço seu alerta, e peço respeitosamente para complementar seu brilhante artigo, afirmando que alguém tinha que ter coragem de começar a mexer no arcaico, viciado e caro modelo de limpeza urbana que nunca deveria ter sido construído em Fortaleza.

*Albert Gradvohl,

Professor de Gestão Econômica Ambiental.

AMB lançará campanha “Somos todos juízes” em Fortaleza

justiça-eleitoral-702x336

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

Fortaleza será sede, na próxima quinta-feira, do lançamento da campanha “Somos todos juízes”. A iniciativa, da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), ocupará espaços, a partir das 15 horas, no auditório do Fórum Clóvis Beviláqua, e contará com a presença do presidente da entidade, o juiz João Ricardo Costa.

O objetivo é divulgar a atuação do Judiciário em vários flancos, mas, principalmente, como instrumento fundamental na luta contra a corrupção.

A ordem é motivar os cidadãos para que fiquem cada vez mais vigilantes nos atos e ações dos entes e máquinas públicas. Neste ano eleitoral, isso vira imperativo.

Eunício Oliveira: Temer não teve tempo para formar equipe melhor

140 1

eunicio-apoia-temer-de-olho-no-senado_578835

Temer e Eunício OIiveira.

“Como justificativa para crise instalada no Palácio do Planalto, com quedas de ministros semanalmente no governo interino de Michel Temer (PMDB), o senador Eunício Oliveira (PMDB) alega falta de tempo para a montagem da equipe ministerial que assumiu o governo após o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) no mês passado. “O Michel do dia para a noite se tornou presidente interino. Não teve nem tempo de fazer uma triagem mais profunda das pessoas, uma análise maior. Ele (Temer) não teve tempo para montar o governo”, diz.

Gravações do ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado, em que supostamente o ex-ministro do Planejamento, senador Romero Jucá (PMDB), estaria trabalhando para barrar a Operação Lava Jato, resultaram na primeira queda na equipe de Temer em 22 de maio. Uma semana depois, no dia 29, também em gravação de Machado, o ex-ministro da Transparência, Fabiano Silveira, aparece fazendo críticas à Operação do Ministério Público e dando orientações para a defesa de investigados no esquema de desvio de recursos da Petrobras. A saída do cargo ficou inevitável.

Com o processo de impeachment ainda em andamento no Senado Federal, Eunício minimiza os problemas da gestão e os consequentes impactos negativos na Casa legislativa – peça chave para a manutenção do partido na presidência da República. Pelo menos dois senadores, Romário (PDB-RJ) e Acir Gurgacz (PDT-RO), admitiram rever votos no julgamento final. “Dois senadores disseram que tinham dúvida, mas em compensação dois que não votaram, Eduardo Braga (PMDB-AM) e Jader Barbalho (PMDB-PA), já informaram que irão votar a favor do impeachment”.

Articulação

Eunício afirmou que irá trabalhar pelo não retorno da presidente Dilma Rousseff ao cargo. Aliado da petista nos quase seis anos de governo, o parlamentar passou a defender o impeachment na reta final do processo de admissibilidade no Senado. “Quem errou foi a Dilma que pedalou e perdeu as condições de governabilidade. Ela se autoderrotou quando perdeu a credibilidade com a opinião pública, Congresso Nacional e TCU (Tribunal de Contas da União). A população foi para a rua dizer que não queria mais o governo do PT”.

(O POVO – Wagner Mendes)

Ana Paula, ex-BBB, ganha recepção festiva em Fortaleza

anapaula

Ana Paula,  ex-BBB, desembarcou, na madrugada desta segunda-feira em Fortaleza. Veio de Orlando (EUA), para curtir uma semana no Beack Park, mas com alguns compromissos de trabalho na agenda.

No Aeroporto Internacional Pinto Martins, cerca de 30 jovens recepcionaram a moça, em clima festivo.

Sorridente, Ana Paula posou em fotos e self à vontade para os fãs.

(Foto – Paulo MOska)

Laudos de vítimas da chacina de Messejana apontam execuções sumárias

revolver_chacina

A frieza e a covardia dos autores da chacina da Grande Messejana, supostamente praticada por policiais militares, estão descritas nos laudos cadavéricos de nove adolescentes e dois adultos executados em novembro de 2015. Há quase sete meses, pelo menos 38 assassinos invadiram comunidades e decretaram pena de morte para 11 pessoas. Até agora, ninguém foi preso pela Polícia ou denunciado pelo Ministério Público do Estado (MPCE).

O POVO teve acesso, com exclusividade, a documentos da investigação da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública (CGD). As execuções ocorreram entre 0h20min e 3h57min, do dia 12/11. Foram três horas e 37 minutos de terror.

Ministério Público vai denunciar os envolvidos à 1ª Vara do Júri de Fortaleza, com formalização estimada para os próximos dias. O número de denunciados pode ser superior aos 38 apontados pela CGD. O inquérito policial foi remetido ao MPCE no dia 11 de abril. A análise do material ficou por conta de uma força-tarefa formada pelos promotores André Clark Nunes Cavalcante, Franke José Soares Rosa e Alice Iracema Melo Aragão. Eram três resultados possíveis: ser arquivado, ser devolvido para mais apurações ou resultar em denúncia à Justiça.

(O POVO)

Presos na Operação Caixa Preta são liberados após quatro dias de prisão

Os 13 presos na Operação Caixa Preta, deflagrada na quarta-feira (1º) pela Polícia Federal, foram liberados no fim da manhã deste domingo (5). De acordo com a Polícia Federal, não houve mais necessidade, em relação à investigação, de mantê-los presos, já que foram tomados depoimentos de todos durante o período da prisão. Agora, a Polícia irá analisar o material apreendido e, no prazo legal, apresentar o relatório final do inquérito policial.

O passo seguinte será intimar e tomar depoimento das pessoas que de algum modo se beneficiaram com o esquema, inclusive outros empregados da Caixa Econômica Federal.  Foram identificados 409 empréstimos apontados como fraudulentos.

A operação Caixa Preta foi deflagrada pela Polícia Federal no último dia 1º de junho. Treze integrantes de grupo criminoso foram presos em Fortaleza. Entre eles estavam dois gerentes de agências da Caixa Econômica. É um desmembramento de outra operação, a Fidúcia, que também investigou fraudes contra a Caixa Econômica Federal.

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou os nomes das pessoas e das empresas alvos dos mandados de prisão e de busca e apreensão. Conforme o MPF, a ação desarticulou uma organização criminosa responsável por fraudes em empréstimos concedidos pela Caixa Econômica Federal, em Fortaleza (CE).

Mais de R$ 50 milhões foram retirados dos cofres da Caixa Econômica Federal em esquema de empréstimos fraudulentos feitos por agentes públicos do banco, empresários, contadores e “laranjas”. Para chegar aos suspeitos, 110 policiais federais investigaram, entre 2012 e 2014, o esquema, denunciado a partir de auditoria da Caixa.

Fidúcia

Em relação à Operação Fidúcia, que foi deflagrada no ano passado, já existem ações penais tramitando na Justiça Federal, considerando que todos os envolvidos foram indiciados pelo Polícia Federal. Inclusive o Superintendente Nacional da CEF para o Nordeste à época, Odilon Pires Soares, e o Superintendente da CEF, Antonio Carlos Franci.

Antonio Carlos Franci foi demitido da CEF.  Odilon Pires Soares foi afastado da função de Superintendente para o Nordeste. MPF já ofereceu denúncia contra Antonio Carlos Franci, mas ainda não denunciou Odilon Pires Soares.

(O POVO Online)

O País boquiaberto

117 1

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (5):

Acham que o Petrolão é o maior escândalo de corrupção da história do mundo moderno? Provavelmente sim, mas convém não isolar os casos relacionados à Petrobras dos outros propinodutos montados em diversas estatais. Tudo estava sob um mesmo guarda-chuva, sob o mesmo governo, sob a mesma orientação política e, enfim, sob o mesmo método. Portanto, os escândalos devem ser somados.

Vejam só o caso da Transpetro. A empresa não passa de uma subsidiária da Petrobras, mas tinha autonomia para tocar o pretensioso projeto de criar uma poderosa indústria naval no Brasil. Bilhões e bilhões foram jogados nesse projeto. Dinheiro majoritariamente do BNDES. Os resultados foram pífios, mas a corrupção se fez magistral.

Atentem que o propinoduto da Transpetro funcionou com um sistema diferente daquele que funcionava na Petrobras. Havia um comando próprio que se reportava a outro comando político, que não era dominado pelo PT. No caso, tudo muito relacionado ao PMDB no Senado, como apontam as investigações. Durante mais de uma década, funcionou como um feudo rigorosamente controlado por Sérgio Machado. Dessa cartola, ainda sairão bilhões de coelhos.

O raciocínio é o seguinte: se a Petrobras e suas subsidiárias foram tomadas de assalto por gangues que, no fundo, as privatizaram para si, é bastante razoável acreditar que o mesmo foi feito com as dezenas de outras estatais que o Brasil mantém. Certo? Afinal, não há motivos para acreditar que fizeram o diabo com a Petrobras, mas foram probos e santinhos com as outras estatais.

O sistema Eletrobrás que o diga. A bandalheira com o BNDES começa a ser conhecida. Já se sabe muito acerca dos fundos de pensão dos funcionários de poderosas estatais. Alguns chegaram, como o dos Correios, perto de quebrar. Mal feitos no BNB estão vindo à tona.

Ainda em 2015, o País ficou boquiaberto quando se soube que um gerente da Petrobras, cargo do terceiro escalão da estatal, havia concordado em devolver 96 milhões de dólares que recebera de propina. Ora, se um gerente levava isso de jabaculê é de se imaginar a dimensão da coisa. As delações da Odebrecht vão dar mais clareza a tudo. É provável que as devoluções relacionadas à Transpetro sejam equivalentes a alguns Baruscos.

A fase mais pública e ostensiva da Lava Jato começou em março de 2015. Portanto, há dois anos e três meses. Desde então, o País bebe e come Lava Jato. A dinâmica da política passou a depender dos desdobramentos da Operação. A presidente foi afastada e o vice assumiu. No entanto, as investigações continuam e provavelmente completará três anos.

Um mundo de crimes e criminosos ainda será conhecido. Muitas sentenças serão proferidas. A coisa toda ainda vai para outras instâncias do Judiciário. Com sua lentidão bovina, o STF nem sequer iniciou sua cota de julgamentos. Os desdobramentos vão durar anos e anos. É um roteiro que dificilmente um ficcionista conseguiria montar. Um roteiro que o País não deve esquecer jamais.

Fortaleza escapou por pouco

Lembram-se do estaleiro que um grupo privado, com financiamento do BNDES, pretendeu montar em plena Praia do Titanzinho? Pois é. Na época foi uma articulação iniciada por Sérgio Machado, via Transpetro. Aqui, o então governador Cid Gomes se tornou o principal defensor da obra. O principal argumento de Cid era a geração de empregos. Cerca de 800, ou 10% do que projeta gerar o shopping Riomar.

O Ceará daria mundos e fundos para o negócio se viabilizar, incluindo o terreno e a infraestrutura necessária. Mas havia algumas pedras no caminho. Entre elas, a então prefeita Luizianne Lins, que disse “não” ao projeto. Os urbanistas também foram ao ataque contra a obra. Um artigo do arquiteto Fausto Nilo no O POVO foi um marco.

A cidade deve ser grata a todos os que ficaram contra a ideia do estaleiro em pleno litoral de Fortaleza. Além das inadequações urbanísticas e ambientais, se o projeto tivesse prosseguido teríamos hoje um imenso esqueleto privado e fechado, além de uma praia degradada na cidade. A quimera da nova indústria naval brasileira virou um pesadelo de corrupção e falências.

Camilo discute reajuste salarial nesta segunda-feira

foto camilo santana governador

O governador Camilo Santana recebe na manhã desta segunda-feira (6), a partir das  horas, no Palácio da Abolição, representantes do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec), para tratar da recomposição salarial do funcionalismo público.

Segundo o estudo da assessoria técnica do Fuaspec, o reajuste reivindicado pelos servidores, de 12,67%, seria plenamente viável, diante do crescimento real do Estado, em 2,5%, na sua receita tributária, no primeiro quadrimestre de 2016, quando comparado com o mesmo período do ano de 2015.

O estudo ainda não foi incluiu o total do acréscimo de receita tributária, decorrente da Lei 15.892/2015, que entrou em vigor em março de 2016. De acordo com as projeções do Fórum, o superávit orçamentário continuaria em mais de R$ 1 bilhão.

Uece realiza neste domingo 1ª fase do vestibular 2016.2 com 9.929 inscritos

A 1ª Fase do Vestibular de 2016.2 da Universidade Estadual do Ceará (Uece) será realizada neste domingo (5), das 9h às 13h. Ao todo 9.929 candidatos disputam 1.821 vagas – 1.242 para os cursos da Capital cearense e 579 para as unidades no Interior. A Comissão Executiva do Vestibular (CEV) orienta aos candidatos que cheguem ao local de prova com uma hora de antecedência, ou seja, às 8 horas.

Na 1ª fase, os candidatos farão uma prova de Conhecimentos Gerais de múltipla escolha, incluindo Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Geografia, História, Matemática, Física, Química e Biologia.

A 2ª Fase será realizada nos dias 26 e 27 de junho (domingo e segunda-feira, respectivamente), com a realização de quatro provas: uma de redação e três específicas, de acordo com o curso de opção do candidato.

O segundo Vestibular de 2016 será realizado na sede da Uece, no Campus do Itaperi e no Centro de Humanidades. No interior, as provas serão realizadas nas unidades da Uece em Itapipoca, Crateús, Limoeiro do Norte, Iguatu e Quixadá, além de colégios da rede particular.

(O POVO Online)

Espetáculo cearense sobre transexualidade gera polêmica na internet

O ator e jornalista de Fortaleza, Ari Areia, foi alvo de ataques pela internet por conta de sua atuação em uma peça teatral que fala sobre homens transexuais. Idealizado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o monólogo Histórias Compartilhadas ganhou os palcos da capital cearense e vem sendo encenado há cerca de um ano pelo Outro Grupo de Teatro. Mas foi após ser exibida durante um seminário na Universidade Federal do Ceará (UFC) que o ator passou a receber ameaças na rede social Facebook.

Histórias Compartilhadas trata da dor e do sofrimento de pessoas que são discriminadas ou impedidas de se reconhecerem como homens transexuais. A peça se desenha a partir de casos reais, como o de Riley Moscatel, transexual norte-americano que cometeu suicídio no ano passado, aos 17 anos, após assumir sua transexualidade, e o de João Nery, o primeiro homem transexual brasileiro a ser operado.

Durante o monólogo, Ari Areia trabalha com diversas formas de representar essas histórias. Uma delas se refere às dores dos transexuais devido à não aceitação do corpo e às cirurgias de mudança de sexo. O ator abre em si um acesso venoso e pinga gotas de seu sangue sobre uma imagem de Jesus crucificado. “Cristo foi morto por ser incompreendido e injustiçado. As pessoas transexuais são mortas diariamente, há relatos de estupros corretivos. A gente fez essa leitura de Cristo como um signo de mártir”, diz o ator.

Uma foto dessa cena do monólogo foi replicada em uma página do Facebook intitulada “Fortaleza sem prefeito” e maciçamente atacada. Entre os mais de dois mil comentários, ataques de viés homofóbico e ameaças de agressão e de morte. Areia reuniu alguns dos posts mais duros para embasar um processo criminal.

(Agência Brasil)

Três bancos são atacados em 24 horas; PM prende quadrilha após perseguição e tiroteio

Três agências bancárias foram atacadas em 24 horas no interior do Estado. As ações foram registradas nessa última sexta-feira (3), no Banco Bradesco de Morada Nova, às 13 horas, no Banco do Brasil de Aracoiaba, às 3 horas da madrugada. Já neste sábado (4), a ação foi contra um caixa eletrônico do Bradesco, no município de Choró, às 3 horas.

De acordo com o secretário adjunto da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Lauro Prado, na ação de Morada Nova, distante 161 quilômetros de Fortaleza, quatro pessoas foram presas, sendo três no município de Ibicuitinga e neste sábado uma quarta pessoa foi detida. Três armas foram apreendidas, uma pistola e dois revólveres. Dois dos detidos foram baleados durante um confronto com a Polícia Militar. Conforme o secretário adjunto, desde o momento do roubo o destacamento da Região de Quixadá e Russas, além do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque, iniciaram as ações no intuito de encontrar a quadrilha.

Segundo o relatório policial, cinco homens armados entraram em um Voyage de cor prata com placa de Parnamirim, no Rio Grande do Norte. Ao analisar a placa do veículo foi constatado que o carro apresentava queixa de roubo. O grupo entrou na agência, rendeu funcionários e levou R$ 30 mil, além de dois revólveres calibre 38 que pertenciam aos vigilantes e dois coletes balísticos.

Conforme o relato, a quadrilha fugiu sentido Ibicuitinga e a Polícia foi acionada com o Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque.  Houve uma intensa troca de tiros e os suspeitos abandonaram o veículo e fugiram para um matagal. Foi feito um cerco que resultou na prisão de três pessoas.

(O POVO Online)

Semana Nacional do Meio Ambiente tem início neste domingo

foto rc e bruno e camilo meio ambiente

Com o tema “Águas e Nascentes”, a Semana Nacional do Meio Ambiente tem início neste domingo (5), em Fortaleza, com atividades programadas no Parque do Cocó. A partir das 8 horas, haverá um passeio ciclístico, assinatura da política Municipal do Meio Ambiente de Fortaleza pelo prefeito Roberto Cláudio, doação de mudas de árvores nativas, distribuição de material de educação ambiental, serviços de saúde à população (UNIMED) e exposição de arte reciclada (Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz).

O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, explica que serão realizadas diversas ações, em parceria com municípios cearenses, ONGs e instituições públicas e privadas, com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente. São 34 municípios e 18 Unidades de Conservação Estaduais, além de diversas instituições, envolvidas.

Na programação constam palestras, rodas de conversa, visita às nascentes, reflorestamento de mata ciliar, passeios ciclísticos e de barco, blitze ecológicas, apresentações artístico-culturais, distribuição de material educativo, campanha nas rádios, oficinas educativas, aulas de campo, concursos de fotos e redações, trilhas ecológicas, distribuição e plantios de mudas, dentre outras.

A programação será encerrada no domingo (12), quando ocorrerá outro passeio ciclístico, dessa vez no trecho entre o Parque do Cocó até o Parque Botânico, retornando ao Cocó.

(Governo do Ceará / Sema)

Eleições 2016 – PMDB capacita pré-candidatos da Região Metropolitana de Fortaleza

Da análise da conjuntura social às questões jurídicas, contábeis e financeiras relativas ao processo eleitoral. Esse é o programa que será apresentado aos pré-candidatos do PMDB, neste sábado (4), no hotel Beira Mar, que concorrerão às eleições deste ano em Fortaleza e municípios da Região Metropolitana. A iniciativa é da Fundação Ulysses Guimarães, com apoio do Diretório Municipal do PMDB de Fortaleza.

O tema “Saber para Vencer” terá como capacitor o senador Eunício Oliveira, presidente do Diretório Estadual do partido, que informou a realização da mesma capacitação nas outras regiões do Ceará.

O curso será dividido em sete módulos, por meio de debates como movimentos sociais e a sociedade brasileira, questões jurídicas, aspectos contábeis e financeiros das campanhas eleitorais, planejamento da campanha, implementação da campanha, dicção e oratória e marketing eleitoral.

Ciro Gomes: “Temer é o testa de ferro do Eduardo Cunha!”

350 1

cirtv

Ao ser entrevistado, nessa noite de sexta-feira pela jornalista Mariana Godoy, na Redetv, o ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes já começou o programa com “primeiramente, fora Temer!” E disse mais: “O PMDB é um ajuntamento de grupos estaduais que caracterizou-se mais recentemente como uma quadrilha. Tem muita gente boa, gente séria, mas os que tomaram conta do PMDB são uma quadrilha”, definiu Ciro. O político não poupou críticas ao atual governo e afirmou que “Temer é testa de ferro de Eduardo Cunha”.

Ciro afirmou que a aliança PT-PMDB resultou em “roubalheira”. O político disse que foi processado por Eduardo Cunha pois o chamou de “ladrão” e que foi processado por dano moral por Michel Temer: “Façam uma pesquisa da quantidade de medidas provisórias que ele, Temer, entregou para Cunha relatar”.

“Eu vou pensar mil vezes antes de ser candidato. Eu já fui candidato duas vezes e as coisas pioraram como tal que para um camarada como eu é praticamente inumana”, afirmou Ciro sobre sair candidato à presidência da República. “Começou a cair a máscara do golpe”, afirmou o político sobre os projetos do governo interino.

Com relação às decisões polêmicas e aos escândalos envolvendo o governo Temer, Ciro Gomes foi taxativo: “Começou a cair a máscara do golpe”. Ciro voltou a afirmar que há uma série de fatores que motivaram o processo de impeachment contra Dilma Rousseff que, apesar de estar fazendo um péssimo governo sob o ponto de vista dele, teria sido vítima de um golpe.

Ciro elencou uma série de fatores que, sob sua ótica, contribuíram para o afastamento da presidente. Como motivação política, ele citou a paralisação da Lava Jato, cujos áudios que circularam nos meios de comunicação nos últimos dias poderiam comprovar. Citou, também, motivos estratégicos, que obedeceriam à hegemonia dos interesses financeiros. E citou, por fim, interesses estrangeiros, que teriam em José Serra “a competência a serviço do mal”.

Para Ciro Gomes, Temer descumprirá os “acordos” que teria feito em troca do impeachment, inclusive com o empresariado: “vem aí CPMF, aumento da CIDE, tudo pra passar no nariz do Paulo Skaf”.

O político criticou a política de José Serra, ministro das Relações Exteriores, com parceiros importantes do Brasil, como a Venezuela. Ele garantiu que não apóia o que ocorre no país, mas reforçou que não se pode desprezar os negócios bilionários que temos com esse importante vizinho.

Sobre a presidente Dilma Rousseff, ele repetiu que ela vinha fazendo um péssimo governo, mas admitiu: “Eu quero que ela volte por uma razão: ela foi eleita pelo povo brasileiro”. E completou: “Eu não defendo nada fora da legalidade”.

Ciro garantiu que pedirá impeachment de Temer, pelos mesmos motivos do pedido feito contra Dilma, pois ao se referir às pedaladas foi enfático: “O Michel Temer fez todas iguais”.

Ao analisar os presidentes que completaram mandatos, Ciro afirmou: “A regra no Brasil é o golpe”. O político afirmou que não aceitou pensões pelos cargos ocupados e disse: “a única ferramenta que eu tenho é a minha língua”.

Ciro citou conquistas importantes do país sob os governos do PT e fez uma constatação: “O governo Dilma foi um desastre também de comunicação”. Em outra crítica ao partido de Dilma Rousseff, Ciro afirmou: “O grande problema do PT é imitar o PSDB”.

Ciro Gomes comentou a reforma da previdência e disse que, em breve, o assunto deverá ser discutido com a sociedade, mas reiterou que no momento é mentira que ela esteja em déficit. Para finalizar, o político afirmou que “hoje o povo é quem manda menos” no Brasil e deixou uma mensagem bastante pessimista à população brasileira: “tem coisa muito ruim pela frente ainda”.

((Site da Redetv)

Eleições 2016 – Camilo dá a senha e chama RC de “meu prefeito, meu querido amigo!”

265 1

camilrccc

RC e Camilo – O bilhete único rumo à sucessão.

O governador Camilo Santana (PT) vai reforçar sua presença ao lado do prefeito Roberto Cláudio, ainda mais, em eventos. Ele quer dar uma demonstração ao PT e, em especial, ao grupo da deputada federal Luizianne Lins, já lançada como pré-candidata à Prefeitura, de que insistirá na tese da parceria com o pedetista.

Quem foi à solenidade pelo Dia da Indústria, na última quinta-feira à noite, no La Maison, ouviu o governador, em discurso, chamar Roberto Cláudio de “meu prefeito, meu querido amigo”.

Neste domingo, por ocasião da reabertura do Zoológico Sargento Prata, o prefeito deverá contar, de novo, ao seu lado, com o governador Camilo Santana.

Agora, resta saber, até quando, Camilo continuará no PT.

Justiça reconhece legalidade do aplicativo Uber

148 1

Uber-App

“A Justiça de Fortaleza reconheceu nesta sexta-feira, 3, a legalidade do Uber, aplicativo para solicitação de transporte particular, na Capital cearense e nos municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (Caucaia, Chorozinho, Horizonte, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante).

A decisão foi proferida pelo juiz Roberto Ferreira Facundo, da 29ª Vara Cível, que negou a liminar pleiteada pelo Sindicato dos Taxistas e dos Condutores Autônomos de Veículos de Passageiros da Grande Fortaleza – (Sinditáxi) contra os serviços do aplicativo.

O juiz não considerou a atividade do Uber ilícita, que não prejudica a atividade de taxistas e que deve ser preservada diante dos princípios da livre concorrência, livre iniciativa, liberdade de trabalho e das previsões do Marco Civil da Internet.”

(O POVO Online)

Tin Gomes será lançado pré-candidato a prefeito de Fortaleza com apoio do PRP e do PMN

tingom

Neste domingo (5), a partir das 9 horas, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, será lançada a pré-candidatura do deputado estadual Tin Gomes (PHS) à prefeitura de Fortaleza.

O encontro contará com a presença do presidente nacional do PHS, Eduardo Machado, e do secretário nacional da legenda, Luís França.

A candidatura de Tin Gomes já nasce forte. Na Plenária do PHS, o pré-candidato ganhará o apoio do PMN e do PRP.

TJ/CE em clima de plantão neste fim de semana

foto forum clóvis beviláqua

“Magistrados da Capital e de comarcas do Interior atenderão em regime de plantão neste fim de semana. No Tribunal de Justiça do Ceará, os plantonistas serão o juiz Antônio Pádua Silva (convocado) e o desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo. Os magistrados atenderão, respectivamente, no sábado (04/06) e domingo (05/06), das 12 às 18 horas.

No Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 14ª e 15ª Varas de Família, 15ª e 16ª Varas Criminais da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 12 às 18 horas. Os pedidos urgentes de natureza cível no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos juízes plantonistas.

No Interior, o atendimento acontecerá das 8 às 14 horas nas comarcas de Juazeiro do Norte, Barbalha, Várzea Alegre, Redenção, Quixeramobim, Icó, Brejo Santo, Quixeré, Jaguaruana, Maranguape, Eusébio, Caucaia, Trairi, Sobral, Camocim, Forquilha, Reriutaba, Crateús, Catarina e Irauçuba.”

(Site do TJ/CE)