Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

TJ mantém suspensão de reajuste dos salários do prefeito, vice e vereadores de Juazeiro do Norte

José Arnon (PTB) é o prefeito de Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

A 2ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Ceará confirmou decisão que suspendeu aumento de salários do prefeito, vice-prefeito e secretários do município de Juazeiro do Norte. A decisão foi proferida na última quarta-feira, sob a relatoria da desembargadora Maria Iraneide Moura Silva, informa a assessoria de imprensa do TJCE.

Ainda segundo a desembargadora, quando o Juízo de 1º Grau “suspendeu a majoração do subsídio do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais objetivou evitar suposto prejuízo financeiro ao erário, tendo em vista seu caráter irrepetível, motivo pelo qual prescinde de amparo legal a tese do agravante acerca de afronta ao dispositivo suso mencionado e, consequentemente, nulidade da decisão agravada”.

De acordo com o processo, o Ministério Público do Ceará (MPCE) ajuizou ação civil pública para suspender o aumento dos salários do executivo, legislativo e secretários daquele município. A majoração havia sido aprovada pela Câmara Municipal por meio das leis 4.690/2016, 4.691/2016 e 4.692/2016.
Segundo o órgão ministerial, houve irregularidades no processo legislativo. As leis apresentadas em 11 de novembro de 2016 tramitaram em caráter de urgência, tendo sido aprovadas em 15 dias, e sancionadas 11 dias depois. Em razão disso, o MPCE requereu a suspensão do aumento. O pedido foi deferido em sede de liminar pelo Juízo da 2ª Vara Cível de Juazeiro do Norte.

Requerendo o efeito suspensivo da decisão, a Câmara Municipal interpôs agravo de instrumento (nº 0629151-61.2016.8.06.0000) no TCE. Alegou que a decisão violou a ei nº 8.437/92, pois foi deferida medida liminar sem prévia manifestação no prazo de 72 horas. Também argumentou que o pedido de aumento está de acordo com a Lei Orgânica do Município de Juazeiro do Norte.

Ao julgar o caso, a 2ª Câmara de Direito Público negou provimento ao recurso e manteve a decisão de 1º Grau, acompanhando o voto da desembargadora. A respeito da falta de manifestação em 72h, a relatora destacou que “a jurisprudência da Corte Infraconstitucional vem relativizando essa regra legal, de modo que haja a análise do pedido liminar em sede de ação civil pública sem a prévia oitiva da pessoa jurídica de direito público, notadamente quando há urgência no caso, com a possibilidade de comprometimento da eficácia da medida pleiteada”.

A magistrada também destacou que a fixação de subsídio dos agentes políticos deve ser feita posteriormente às eleições municipais, quando seus resultados já são conhecidos e para atender mais ao interesse pessoal de tais agentes, em detrimento do interesse público, o que não ocorreu no caso, “uma vez que as eleições municipais foram realizadas em 02.10.2016, de sorte que, foram encaminhados os projetos de lei com vistas à majoração do subsídio do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais em 11.10.2016, sendo aprovado os três em 27.10.2016”.

Acrescentou ainda que “foram inobservados os comandos normativos constitucionais inerentes aos princípios da anterioridade, moralidade e impessoalidade previstos”.

Cid Gomes descarta Leônidas Cristino para vice de Camilo

O ex-governador Cid Gomes (PDT, em entrevistas a emissoras de rádio de Sobral (Zona Norte), deu a senha: Leônidas Cristino (PDT) é nome para postular reeleição à Câmara dos Deputados.

Ou seja, nada de ser o vice na chapa de Camilo Santana (PT). Por enquanto, Izolda Cela vai mantendo a preferência dos Ferreira Gomes e de segmentos ligados ao governador, embora, nos bastidores, o presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque (PDT), corra por fora.

Cid Gomes disse mais: é a favor da dobradinha Leônidas Cristino-Veveu Arruda, este o ex-prefeito de Sobral, postulando vaga à Assembleia.

Veveu, no entanto, em suas redes sociais, já avisou que se integrará à equipe de campanha do presidenciável Ciro Gomes (PDT), no que abre, na Zona Norte, caminho para a pré-candidatura de Lia Gomes, irmã de Cid, ao legislativo estadual.

O que a UFC tem a aprender com as melhores do mundo

 

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (16), pelo jornalista Érico Firmo:

Foi entregue ao professor Henry Campos, reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), o relatório da sindicância sobre a denúncia de assédio sexual de professor contra estudante de 16 anos, do curso de Agronomia. Caberá a ele a apreciação e homologação das conclusões.

Conforme relataram familiares da adolescente, o professor, da área de Física, chamou a jovem para uma demonstração prática sobre força, diante da turma, durante aula no dia 12 de março. Segundo contam, o docente pediu que a aluna ficasse de costas e a empurrou por trás com força, três vezes seguidas. Na terceira, fez comentários como “ela gosta” e “porrada por trás sempre é gostoso”. A seguir, agarrado a moça pelas costas e a levantou. Foi registrado boletim de ocorrência, instaurado procedimento no Ministério Público Federal (MPF), além da sindicância da UFC.

A Universidade Federal do Ceará (UFC) é a mais importante instituição do Estado. Para além da educação, quando pensamos em saúde, recursos hídricos, segurança, economia… todas as grandes questões do Estado passam pelo conhecimento produzido na UFC. Destaca-se com louvor entre as melhores do Norte e Nordeste, com lugar honroso no País e mesmo no cenário internacional.

A UFC tem áreas de excelência e pesquisadores de ponta. Busca seu lugar entre as melhores do mundo. Por isso, deve se mirar em práticas dessas instituições que vão além da educação. Texto publicado há duas semanas no blog Abecedário, da Folha de S.Paulo, ressalta que as instituições de ensino mais conceituadas do planeta têm política transparente sobre assédio. São os casos de Harvard e Michigan, por exemplo.

O que não significa que tudo esteja bem mesmo nesses casos. Recente relatório das Academias Nacionais de Ciências, Engenharia e Medicina dos Estados Unidos, resultado de pesquisas de dois anos, aponta que as políticas adotadas não foram capazes de inibir o assédio sexual. E ressalta que os campi universitários da área de exatas são mais hostis a mulheres e mais propensos à violência. A conclusão é que as universidades não sabem como lidar com o tema.

Se é assim onde há políticas claras, imagine-se onde elas não existem e o tema é tabu. O ambiente acadêmico tem forte espírito de corpo. Há tendência a proteger os seus, até porque os casos são muitos e de longa data. Esse veio à tona na UFC, mas há diversos que permanecem silenciados. Trata-se de tabu, pelo óbvio ingrediente das relações de poder.

Sem julgamento sumário ou tribunal de exceção, a UFC tem mecanismos para averiguar episódio que teria se passado diante de muitas testemunhas. A administração da universidade tem oportunidade histórica não apenas relacionada ao caso específico, mas de aproveitá-lo para construir um protocolo de ação em casos do tipo para impedir que posições de poder sejam usadas para opressão de mulheres na academia.

MPCE apresenta denúncia criminal contra servidores da Câmara Municipal de Capistrano

A Promotoria de Justiça da Comarca de Capistrano e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) apresentaram, nessa sexta feira (15), denúncia criminal contra sete vereadores de Capistrano pela prática de crimes de peculato, falsidade ideológica e documental, organização criminosa e embaraço às investigações. A informação é da assessoria de imprensa do MPCE.

Na Operação Day Off, deflagrada no último dia 8, foram constatados reiterados desvios de dinheiro público através da concessão de diárias fraudulentas a agentes políticos e servidores da Câmara Municipal de Capistrano.

Na ação, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão e de seis mandados de prisão preventiva nas cidades de Capistrano e Maracanaú. Foram presos quatro vereadores, um servidor da Câmara Municipal de Capistrano e uma funcionária da União dos Vereadores do Ceará (UVC). As buscas e apreensões ocorreram nas residências dos investigados e na Câmara Municipal de Capistrano.

(Foto: Arquivo)

PGE diz que pagamento de precatórios ultrapassa o primeiro trimestre de 2018

Juvêncio Viana, o procurador-geral, divide resultados com Camilo Santana.

A Procuradoria Geral do Ceará comemora. Por intermédio de audiências de conciliação em precatórios, somente no mês de maio, os acordos alcançaram um deságio médio de 39%, resultando uma economia de cerca de R$ 39 milhões para o Estado. A informação é da assessoria de imprensa da PGE, adiantando que, no período, já foram pagos mais de R$ 60 milhões.

As negociações ultrapassaram os valores relativos ao primeiro trimestre de 2018, que chegou, em média, em 30% de deságio e gerou uma economia de aproximadamente R$ 6 milhões. Nesse tempo, o pagamento de precatórios no Ceará foi em torno de R$ 15 milhões.

Atualmente, no total, em 2018 os acordos alcançaram um deságio de 36%, alcançando uma economia de mais de R$ 47 milhões, com o pagamento de mais de R$ 82 milhões. Para o procurador-geral, Juvêncio Viana, “as negociações, permitidas constitucionalmente, são mecanismos essenciais para viabilizar a quitação dos passivos em nome do Estado do Ceará em um tempo mais curto. É bom para o Estado e para o cidadão”.

(Foto – Divulgação)

Acrísio Sena acompanhará a fiscalização da Prefeitura sobre estacionamentos

Autor da Lei Municipal nº 10.184/14 que trata sobre cobrança nos estacionamentos, o vereador Acrísio Sena (PT) informou, nesta sexta-feira, que vai acompanhar a Operação Hora Fracionada, deflagrada pela Agência de Fiscalização de Fiscalização sobre esse segmento.

“Antes da nossa lei, o usuário pagava a hora cheia, mesmo usando poucos minutos. Agora, passada a 1ª hora, a cobrança de se dá de forma proporcional, a cada 15 minutos. É fundamental que haja fiscalização para garantir que a lei seja cumprida e que o cidadão exija seus direitos”, afirmou.

A ação terá 18 fiscais, que percorrerão cerca de 200 estabelecimentos, com início no Centro. A Lei dos Estacionamentos prevê cobrança proporcional ao tempo utilizado, vagas para idosos e para pessoas com deficiência, além de responsabilizar os estabelecimentos por furtos e danos ao veículo. Os estacionamentos particulares fora da legislação serão advertidos para que se regularizem no prazo de 30 dias. Caso contrário serão multados.

(Foto – CMFor)

TJ do Ceará vai aplicar dia 1º de julho a prova objetiva do concurso para juiz

722 1

Marcada para 1º de julho (domingo), às 8 horas (horário local), a prova objetiva do concurso público para juiz substituto do Judiciário do Ceará. O certame será aplicado em Fortaleza e terá duração de cinco horas. Os locais de realização do teste poderão ser consultados a partir de 25 de junho, no site www.cespe.unb.br/concursos/tjce_18_juiz. A informação é da assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado.

A data e as orientações estão no Edital nº 9, do TJCE), publicado nessa quinta-feira (14/06). O candidato deverá comparecer ao local designado com antecedência mínima de uma hora do início do exame, com caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, comprovante de inscrição e documento de identidade original.

Será eliminado quem, durante o teste, utilizar aparelhos eletrônicos, como calculadoras, agendas, celulares, smartphones, tablets, gravadores, pendrive, mp3 player ou similar, qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens, bipe, notebook, palmtop, Walkman, máquina fotográfica e controle de alarme de carro. Também é proibido utilizar relógios, óculos escuros, protetor auricular, lápis, lapiseira/grafite, marca-texto e/ou borracha, além de chapéu, boné, gorro e similares.

É importante que o candidato leia todas as instruções do Edital nº 1, de 15 de fevereiro de 2018, especialmente os itens 8 e 19. A seleção oferece 50 vagas para o cargo de juiz substituto, incluindo três reservadas a pessoas com deficiência e dez para candidatos negros. O concurso está sendo executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O presidente da Comissão Examinadora é o desembargador Washington Araújo, vice-presidente do TJCE.

Danilo endossa emenda que quer redução do número de senadores e deputados

130 1

O deputado federal Danilo Forte (PSDB) endossou a proposta de Emenda à Constituição (PEC) que visa enxugar a máquina pública. O texto prevê a redução do número de senadores por Estado, de três para dois, e de deputados federais, baixando a mínima de 8 para 4 e a máxima de 70 para 65. Com isso, o Senado passaria de 81 para 54 cadeiras e a Câmara de 513 para 395. A quantidade de estaduais no País também cairia de 1.059 para 804.

“Enquanto alguns apresentam propostas para criar ainda mais impostos para o cidadão pagar, acreditamos que o essencial é enxugar a máquina pública e acabar com a corrupção para começarmos a reorganizar as contas do Brasil”, justifica o parlamentar. O documento já possui 120 das 171 assinaturas necessárias para protocolar a proposta.

Caso a matéria seja aprovada, no Ceará a quantidade de deputados federais passa de 22 para 18 e de estaduais de 46 para 39. De acordo com a proposta de autoria do deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), só com a redução de parlamentares federais seria economizado, no mínimo, R$ 1,3 bilhão por legislatura.

Gonzaga Mota disponibiliza mais de 700 publicações ao público

O ex-governador Gonzaga Mota promoverá neste sábado, das 9 às 19 horas, a Feira de Livros dos Escritores Cearenses. Vai colocar à disposição dos interessados, em sua Livraria, mais de 700 publicações.

SERVIÇO

*Livraria dos Escritores do Ceará – Avenida Santos Dumont, 3130 – Bairro Aldeota.

(Foto – Divulgação)

General Theóphilo terá encontro com lideranças dos movimentos católicos

O General Theophilo, pré-candidato do PSDB ao Governo do Ceará, vai ter encontro com lideranças católicas neste sábado, a partir das 15 horas, na rua Osvaldo Cruz, 1221 – no bairro Aldeota.

Hora de expor suas propostas para o Estado e seu pensamento acerca de questões como aborto, valorização da família e direitos humanos.

O encontro foi articulado pelo deputado estadual Carlos Matos (PSDB), nome dos mais respeitados no setor da Igreja, em especial na área da renovação Carismática Católica.

(Foto – ALCE)

Assembleia Legislativa muda expediente durante jogos da Seleção Brasileira

Durante as partidas da Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2018, na Rússia, o expediente da Assembleia Legislativa sofrerá mudanças. A Portaria 041/2018, assinada pelo primeiro-secretário do Poder Legislativo, Audic Mota (PSB) disciplina horários. Na etapa inicial da competição, a portaria não contempla apenas o jogo inicial do Brasil contra a seleção da Suíça, pois ocorrerá neste domingo, a partir das 15 horas.

Conforme o texto legal, o expediente do Poder Legislativo será das 14 horas às 18 horas quando os jogos se realizarem às 9 horas. Este é o caso da partida do Brasil contra Costa Rica, no dia 22 de junho (sexta-feira).

No dia 27 de junho (quarta-feira), a Seleção enfrentará a Sérvia às 15 horas. Desta forma, conforme estabelecido na Portaria, o expediente será das 8 horas às 13 horas na Assembleia.

Demais fases

A Portaria estabelece ainda que a Casa funcionará em regime de ponto facultativo nos dias em que os jogos aconteçam às 11 horas ou 12 horas. Caso o Brasil se classifique em primeiro no Grupo A, de que faz parte, uma partida será realizada neste horário no dia 2 de julho (segunda-feira). Na hipótese de passar para as Oitavas de Final na segunda colocação no seu grupo, a Seleção jogará no dia 3 de julho (terça-feira), também às 11 horas.

Caso chegue às Quartas de Final, o Brasil poderá jogar no dia 6 de julho (sexta-feira), às 15 horas, ou no dia 7 de julho (sábado), às 11 horas. Na hipótese de vir a jogar no dia 6 de julho, conforme já definido pela Portaria, o expediente da AL-CE será das 8 horas às 13 horas. Este horário se repete com a possibilidade de o Brasil chegar às Semifinais. Neste caso, a Seleção poderá jogar no dia 10 de julho (terça-feira) ou no dia 11 (quarta-feira).

As partidas decisivas do torneio não são contempladas pela Portaria. Seja na disputa pelo terceiro lugar, no dia 14 de julho (sábado), às 11 horas, ou na grande final, no dia 15 de julho (domingo), às 12 horas, os servidores e servidoras do Poder Legislativo estarão na torcida pela Seleção Brasileira fora dos dias úteis de expediente.

Hora de torcer pelo Brasil, mas sem vestir o amarelo

313 2

Com o título “A Copa e a vergonha do amarelo”, eis artigo de Demétrio Andrade, jornalista e sociólogo. O articulista vai torcer pela Canarinho, mas sem vestir o amarelo, numa alusão ao cenário político do País. Confira:

Estou francamente otimista com a participação do Brasil na Copa. Acho este time o melhor que já vi desde o de 1982 – uma referência de bom futebol pra mim para o resto da vida. Em 2014, a despeito da euforia de sediar um mundial, tínhamos um treinador ultrapassado e um time fraco. Sem qualquer demérito pra quem é apaixonado pela seleção, para mim, comparados ao de 1982, os demais escretes – com raríssimas exceções – eram pífios. Assistia por que gosto muitíssimo de futebol, do evento, de beber com os amigos, mas sem muita paixão. Este ano, dá até pra torcer. Só não dá pra torcer de amarelo.

Antes que o leitor classifique precipitadamente tal julgamento como uma reação passional de um mero esquerdista revoltado com o golpe – que de fato sou – preciso esclarecer que tal decisão vai bem além disso. Meu instinto democrático, além de minhas leituras e práticas políticas, me ensinaram a respeitar pontos de vista diferentes. Mesmo discordando radicalmente delas, reconheço que as manifestações pró-impeachment tiveram um significado importante para história recente do país. E, além disso, ninguém é dono do verde, do amarelo, do vermelho ou de qualquer outra cor.

Porém – na vida sempre existem os poréns – analisando hoje friamente o que ocorreu, cada vez mais tenho convicção de que aqueles milhões de pessoas levaram à ruas – mesmo concordando que alguns tinham boas intenções – tudo o que me é digno de pena e repulsa, à exceção do combate à corrupção. Desde o simples analfabetismo político, passando pelo oportunismo rasteiro, indo até a ode à ditadura militar.

Aqueles milhões de pessoas, acreditando que estavam exercendo um imaculado civismo – talvez usando termos como política, ética e cidadania pela primeira vez em suas vidas – ajudaram a criar uma onda tosca de conservadorismo e repressão, questionando avanços fundamentais num país gigantescamente desigual e injusto como o nosso.

Entraram no rolo do ódio dos “manifestoches” os direitos humanos, as conquistas do público LBGT, cotas em concursos para negros, programas sociais de distribuição de renda para pobres, políticas educacionais inclusivas, liberdade de debate de conteúdo de professores em escolas, respeito aos cultos religiosos, tolerância com o comportamento sexual alheio, existência de partidos e sindicatos, leis trabalhistas e tantos outros avanços.

Esta carga simbólica é muito negativa e muito recente pra mim. Não vou nem falar da CBF, este antro de múmias desonestas. O que não quero mesmo é botar uma camisa amarela agora e ser confundido com estes tipos que cultivam a acefalia cultural e política. Alguém poderia contra-argumentar dizendo que isso é besteira, já que não vou deixar de usar meus gloriosos e sofridos mantos do Fortaleza e do Vasco não obstante as torcidas de ambos os times com certeza conterem milhões de reacionários.

Pois eu digo: nenhuma destas camisas de clubes foi maculada sendo usada como marca de um golpe que reuniu o que há de pior no pensamento político: fascismo, repressão, violência e autoritarismo. E que jogou, de forma irresponsável, um país ajustado economicamente, com prestígio internacional crescente, com avanços sociais incontestáveis, numa crise aguda, ferindo talvez de morte nossa tão combalida democracia. A rigor, nosso linguajar cotidiano bem que podia, a meu ver, já carimbar a expressão “amarelo de vergonha”.

*Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo.

Aílton Lopes faz pré-campanha em Crateús e Tamboril

O presidente do PSOL do Ceará e pré-candidato ao Governo, Ailton Lopes, estará neste sábado, no Sindicato dos Comerciários de Crateús. No encontro, haverá um debate sobre planos de uma futura gestão socialista.

Direito à água, terra, educação, saúde e assistência social estarão em pauta no evento, que começa às 8 horas e se estendendo até 12 horas. “Todas estas temáticas são muito sensíveis para um Estado onde o governo tira água do povo para dar às termelétricas”, exemplificou Ailton.

O pré-candidato comparecerá ainda, nesta tarde de sábado, da Parada pela Diversidade em Tamboril.

O maior adversário de Camilo está dentro do PT

316 1

Da Coluna Política, do O POVO desta sexta-feira, assinada pelo jornalista Érico Firmo, uma boa avaliação do cenário sucessório onde Camilo Santana (PT), pelo visto, dorme com inimigos declarados em sua casa partidária. Confira:

A postura de Camilo Santana (PT) em relação a Ciro Gomes (PDT) na campanha presidencial produz previsível conflito dentro do partido do governador. No O POVO de terça, o colega Eliomar de Lima mostrou que a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) está disposta a enfrentar Camilo em disputa interna para a definição do candidato a governador pelo partido. Isso no caso de Camilo apoiar Ciro no lugar de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Presidente do PT em Fortaleza por mais dez dias, Acrísio Sena fez pronunciamento na Câmara no mesmo dia, no qual respondia a Luizianne. Ele minimizou diferenças entre Ciro e Lula. “Não são duas candidaturas antagônicas, mas dois candidatos de centro-esquerda, que se contrapõem à política conservadora, neoliberal e autoritária dos apoiadores de Temer”. Acrísio disse que o PT precisa “compreender e absorver” as especificidades de cada Estado. A disputa está narrada nas colunas do Eliomar nos dois últimos dias.

Em bom português, Acrísio disse que o partido precisa entender que o líder do grupo que governa o Ceará é Ciro. Que o partido não estaria no poder não fosse pelo PDT. A polêmica não é nova. Na verdade, tem se dado em todas as últimas eleições, desde que o grupo de Luizianne e o de Ciro e Cid Gomes passaram a se estranhar. Agora, porém, é mais sério. Afinal, Ciro concorre a presidente.

No ano passado, muito se disse e se discutiu sobre a posição de Camilo em relação a candidatura de Ciro. Há alguns meses, com Lula ainda solto, perguntei ao governador sobre o assunto e a resposta não poderia ter sido mais Camilo Santana: “No momento que o Brasil vive, é fundamental a contribuição do Ciro e é fundamental a contribuição do Lula”. Insisti e ele ressaltou: “Não estou falando de candidatura”. Eu perguntava, claro, sobre candidatura. O equilibrismo da resposta parece não dizer nada, mas é revelador de um modo de ação. Como já escrevi nesta semana, eu apostaria nesse equilibrismo na próxima campanha.

Com um fator extra: Lula não será candidato, salvo uma tremenda reviravolta. Então, a questão que está colocada é entre Ciro e algum candidato do partido que não se sabe nem quem será. Nesse meio do caminho, Acrísio será substituído na presidência do PT de Fortaleza por Deodato Ramalho, aliado de Luizianne.

Pela correlação de forças do PT, até a ex-prefeita sabe que é impossível tirar de Camilo a candidatura. A eventual disputa interna, todavia, seria desgaste imprevisto. Instabilidade num cenário que não apresenta adversário que tenha se mostrado até agora competitivo. Pelo histórico e o peso político, Luizianne é uma oponente mais difícil de enfrentar que qualquer dos candidatos colocados para disputar o governo com Camilo.

Por revitalização e valorização do Centro de Fortaleza

Com o título “A gentileza de ordenar e valorizar o Centro”, eis artigo do presidente da CDL Fortaleza, Assis Cavalcante. No texto ele, afirma que “ordenar e valorizar o Centro é, antes de tudo, resgatar quem somos e planejar quem seremos” Confira:

Tempos atrás, no sul da África, vivia uma tribo que não usava sapatos porque a areia e a grama eram macios. Contudo, tendo de ir à cidade resolver assuntos de cartório ou de hospital, receber dinheiro ou participar de festas, as pessoas precisavam calçar-se. E o jeito era apelar para o inconveniente de pedir sapatos emprestados. Até que um dia um homem sábio resolveu o problema: abriu uma tenda de aluguel de sapatos. Instalado à sombra de grande árvore, pendurou nos galhos sandálias, chinelos, alpargatas, botas, botinas, enfim, calçados de toda cor, tipo e tamanho.

As pessoas alugavam o sapato que queriam, iam à cidade resolver seus assuntos e, na volta, o devolviam. Evidente que tinham de pagar o aluguel. Sabe qual? No final da tarde, depois que todos haviam terminado o serviço, tomado banho no rio, jantado, o povo da vila se reunia para ouvir a pessoa que tinha alugado o sapato contar, com riqueza de detalhes, por onde aquele sapato tinha andado… Se o sábio da vila africana morasse na capital cearense, e dele eu alugasse um par de pisantes, o pagamento seria a contação dos caminhos trilhados por minhas chinelas tipo ‘currulepe’ (de couro com cabresto) pelo Centro de Fortaleza. Pagaria feliz o aluguel por haver pisado os chãos das Praças do Ferreira, Leões e José de Alencar; das ruas Major Facundo, Liberato Barroso e Governador Sampaio; o Cineteatro São Luiz, o Museu do Ceará, a Catedral e o Passeio Público. Que histórias eu contaria sobre os caminhos percorridos pelas currulepes?

De pessoas que vi em situação de rua, necessitadas do justo ordenamento pelo poder público. Dos calçadões carentes de urgente reforma que vi, a reclamarem obras duradouras. Dos camelôs que presenciei aos montes, com seus comércios a necessitarem de séria e urgente readequação. Contaria histórias do bairro de invejável ICMS que clama por segurança pública das boas – efetiva, inteligente, ostensiva; e que pleiteia a presença mais eficaz da guarda municipal, em todos os quadrantes. Histórias de um Centro pulsante, vibrante, apaixonante.

Que os nossos pés ligeiros tenham uma só e única direção: o Centro de Fortaleza, com toda a sua grandeza e humanidade. Ordenar e valorizar o Centro é, antes de tudo, resgatar quem somos e planejar quem seremos. Respeite o Centro!

*Assis Cavalcante

assisvisao@secrel.com.br

Presidente da CDL, empresário e escritor.

PP reitera apoio a Camilo e cobra a fatura política

O presidente do Partido Progressistas no Ceará, Antônio José Albuquerque, reiterou apoio à reeleição do governador Camilo Santana (PT). Foi durante encontro no Palácio da Abolição, nessa quinta-feira.

Na ocasião, o filho do presidente da Assembleia Legislativa repassou ao governador uma série de reivindicações de municípios de sua base política. Ele é pré-candidato a deputado federal.

(Foto – Divulgação)

Estátua de Leonel Brizola será reinaugurada em Fortaleza

O PDT vai reinaugurar neste domingo, com solenidade às 10 horas, na Travessa Crato (Centro), a estátua de Leonel Brizola. A informação é do vice-presidente do partido em Fortaleza, Papito de Oliveira.

O ato deverá contar com a presença das principais lideranças locais do PDT como o seu presidente, o prefeito Roberto Cláudio.

Bom lembrar que a estátua, entregue à cidade em junho de 2017, teve um dos braços arrancados pelo vandalismo, passou por restauro e novamente ocupará seu espaço.

(Foto – Arquivo)