Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Pacatuba, Várzea Alegre, Caucaia e Jucás registram ataques nas últimas horas

702 4

Criminosos realizaram ataques nessa noite de terça-feira e na madrugada desta quarta-feira nos municípios de Jucás, Várzea Alegre e Pacatuba e Caucaia, estes últimos na Região Metropolitana de Fortaleza.

Em Jucás, no Centro-Sul do Ceará a 407 quilômetros de Fortaleza, a Polícia conseguiu deter 10 pessoas que teriam incendiado veículos e se preparavam para novos ataques.

Em Pacatuba, um micro-ônibus foi incendiado em uma propriedade particular.

Já em Fortaleza, a Polícia evitou um ataque à linha Jóquei/Bonsucesso, quando suspeitos foram surpreendidos pela presença de policiais no veículo. Uma mulher, que sinalizou para a parada do ônibus, foi detida. Outros suspeitos conseguiram fugir.

Nesta quarta-feira (25), a frota de ônibus continua reduzida em Fortaleza.

(Foto: Arquivo)

Ceará registra 48 ações criminosas em 5 dias de ataques

O governador Camilo Santana avalia junto ao ministro Sérgio Moro o envio de tropas federais ao Ceará, assim como ocorreu na onde de ataques de criminosos ao Estado, em janeiro deste ano. Segundo levantamento da Polícia, já são 48 ações criminosas, em cinco dias de ataques.

Nessa terça-feira (24), um advogado foi preso ao deixar as dependências da Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Elias Alves da Silva (CPPL IV), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, com bilhetes de presos que determinariam ações de comandos de facções.

Na avenida Duque de Caxias, no Centro, o ônibus da linha Parangaba/Mucuripe foi interceptado pela Polícia, que conduziu dois suspeitos para o 34º Distrito. Após a abordagem a dois jovens, a população aplaudiu a ação da Polícia.

(Foto: Arquivo)

Camilo determina intensificação de operações nas ruas contra a bandidagem; regalias, zero!

O governador Camilo Santana (PT) ocupou suas redes sociais, nesta terça-feira, para reafirmar que não vai abrir mão nem negociar com grupo criminosos que promove ataques a prédios públicos e bens privados desde a última sexta-feira no Estado.

“Não vamos arredar um milímetro para combater o crime organizado no Ceará. A possibilidade de regalias no sistema prisional é zero. Nossa determinação é intensificar as operações. Nossas forças policiais têm combatido essas ações e prendido esses bandidos, já são mais de 30. Todos os bandidos serão presos e punidos dentro da lei”, avisou o governador

Nesta terça-feira, Camilo reuniu a cúpula da segurança pública.

Para aumentar o policiamento nas ruas, o chefe do executivo estadual autorizou a suspensão das férias dos policiais e que todos os agentes de segurança que estão prestando serviços administrativos sejam deslocados para o serviço de patrulhamento a fim de garantir a tranquilidade da população. Ainda como medida administrativa, Camilo Santana autorizou o aumento de horas extras para todos os policiais.

Camilo está em contato direto com Sergio Moro, diz secretário; não há pedido de Força Nacional

 

O governador Camilo Santana (PT) está em contato direto com o ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro, trocando informações sobre a onda de ataques criminosos que se registram no Ceará desde a noite da última sexta-feira. Ainda não há solicitação de apoio da Força Nacional, mas pedido de 200 radiocomunicadores para reforçar ações.

A informação foi dada nesta noite de terça-feira pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, André Costa, durante entrevista ao vivo jornal CE TV -2 ª edição, da TV Verdes Mares.

O secretário informou que a onda de ataques é praticada por uma facção que insiste em querer a volta de “regalias”, hoje banidas do sistema prisional cearense sem tomadas de energia, o que impede recarregamento de celulares, e visitas intimas à vontade.

André Costa reafirmou que o Estado não vai ceder às pressões de facção. Não falou o nome, mas a informação é de que a GDE seria a responsável pelos ataques.

(Foto – Evilazio Bezerra)

Em clima de Lula Livre, fundador do MST recebe título de cidadão cearense

605 4

Em sessão solene das mais concorridas, o fundador do MST, João Pedro Stédile, recebeu, nesta terça-feira, no Plenário 13 de Maio, da Assembleia Legislativa, o título de cidadão cearense. A homenagem partiu do deputado Elmano de Freitas (PT).

Stedile, em discurso, apregoou a necessidade de resistência contra o retrocesso. Disse que o atual momento por que passa o Brasil deve passar e que ninguém pode perder o espírito de luta. Ele também lamentou que o agronegócio esteja tendo tanto espaço, ao ponto de usar agrotóxicos que ameaçam vidas e destroem a natureza. Elogiou o Ceará que tem uma lei contra a pulverização de agrotóxicos, sob olhares do autor, o deputado Renato Roseno (PSOL).

Stédile também dedicou espaços, em sua fala, para críticas à Era Bolsonaro: “Nós temos assistido, infelizmente, aumentar a violência sobretudo nas periferias das grandes cidades. Nunca antes tinha se matado tantos pobres quanto agora. E, inclusive, nunca antes tinham morrido tantos policiais, que também são vítimas dessa política insana que o governo Bolsonaro enseja com a sua propaganda.”

A sessão contou com as presenças do ex-senador Jose Pimentel, e de Eudoro Santana, que é pai do governador Camilo Santana, além do deputado Moisés Braz, médico Valton Miranda, ex-deputadas Iris Tavares, João Alfredo, Mário Mamede, Raquel Marques e Maria Luiza Fontele, bem como o secretário Inácio Arruda (Secitece), o vereador Ronivaldo Maia, dirigentes do MST Ceará e o prefeito de Quixadá, Ilario Marques.

Ao final da sessão, uma enorme bandeira com o nome de Lula foi aberta por convidados sob a tônica do Lula Livre.

(Fotos – PT Ceará)

Justiça soluciona 41 processos envolvendo a Construtora MRV

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Fortaleza conseguiu fechar 41 acordos em processos envolvendo a Construtora MRV. A pauta concentrada ocorreu de 16 a 19 deste mês, no Fórum Clóvis Beviláqua, informa a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Ceará.

Ao todo, foram realizadas 77 das 106 audiências agendadas, um índice de êxito de 53,2%. Além de encerrar definitivamente as ações judiciais, movimentou mais de R$ 580 mil em pagamentos.

Segundo a coordenadora do Cejusc da Capital, juíza Ana Kayrena da Silva Freitas, a iniciativa promove mais agilidade e eficiência ao trabalho da Justiça, contribuindo para maior sucesso nas conciliações. A magistrada também destacou o trabalho realizado pela equipe de conciliadores que conduziu as sessões. “O número de acordos alcançados demonstra a competência e dedicação de todos.”

O Cejusc de Fortaleza tem 60 conciliadores e mediadores certificados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Desse total, 22 participaram diretamente na condução das audiências com a MRV. “A pauta concentrada envolvendo grandes litigantes é certamente uma experiência enriquecedora na qual vemos, além dos conciliadores, partes e advogados empenhados e dispostos a tratar o processo sob a perspectiva das soluções consensuais”, reforçou a magistrada.

O próximo evento ocorrerá no dia 29 de novembro deste ano, com processos da Camed Saúde, que tramitam nas Varas Cíveis de Fortaleza.

SERVIÇO

*Cejusc da Capital fica no Fórum Clóvis Beviláqua – Rua Desembargador Floriano Benevides Magalhães, 220, Edson Queiroz.

*Mais informações – 85 – 3492.8030.

Fábrica da Brilux será inaugurada nesta sexta-feira em Horizonte

O Grupo Raymundo da Fonte, de Pernambuco, do qual faz parte a marca Brilux, vai inaugurar, a partir das 9h30min de sexta-feira, sua primeira fábrica no Ceará, mais precisamente em Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza).

Resultado de um investimento de R$ 56 milhões, o empreendimento fomentará a indústria local com produção mensal aproximada de 330 mil caixas de produtos entre água sanitária, amaciantes e detergentes. Além disso, haverá distribuição das outras marcas do grupo, como Minhoto e Even.

Serão produzidos por mês aproximadamente 255 mil caixas de água sanitária, 12 mil caixas de detergentes e 63 mil caixas de amaciantes. A fábrica cearense é a quinta do Grupo Raymundo da Fonte, que conta também com unidades em Pernambuco, Bahia, Pará e Rio de Janeiro.

O empreendimento já está em funcionamento desde julho deste ano, mas será inaugurado oficialmente apenas no final do mês.

Sindiônibus divulga nota confiante de que transportes gradativamente voltem ao normal

O Sindiônibus divulgou, no final da tarde desta terça-feira a seguinte nota:

Nesta terça-feira (24/09/2019), o sistema de transporte conseguiu operar com um percentual de 75%, o que proporcionou o atendimento à população através de todas as linhas de ônibus de Fortaleza e Região Metropolitana.

Trata-se de uma operação especial que conta com um trabalho conjunto da Secretaria de Segurança Pública, Guarda Municipal, Etufor e Sindiônibus para garantir a oferta do serviço de transporte a todos os bairros, mesmo com ajustes e problemas pontuais em algumas regiões.

A expectativa é de que continuemos a operar com 75% da frota e gradativamente, à medida em que haja mais segurança para passageiros e trabalhadores, o sistema entre em sua normalidade e retorne com sua capacidade total de atendimento.

Sindiônibus.

Evaldo Lima: Discurso de Bolsonaro na ONU é motivo de “vergonha internacional”

243 3

O vereador Evaldo Lima (PCdoB) criticou a fala do presidente Jair Bolsonaro quando da abertura, nesta terça-feira, em Nova York (EUA), da 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Para ele, o discurso do chefe de estado brasileiro gerou constrangimento internacional por ofender direitos do povo, no que torna nítidos os interesses antidemocráticos do executivo nacional.

“Conforme o esperado, o discurso de Jair Bolsonaro no evento da ONU, nos Estados Unidos, foi motivo de vergonha internacional. O presidente do país proferiu ataques à democracia, aos direitos indígenas e ao meio ambiente, demonstrou nenhum interesse pela união entre as nações e só concretizou o retrato dos tempos nebulosos em que estamos vivendo hoje no Brasil”, disse.

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, o vereador já havia alertado sobre a expectativa de tragédia que pairava antes mesmo de Bolsonaro discursar diante de representantes das nações de todos os cantos do mundo. Evaldo adiantou que seria “uma oportunidade para Bolsonaro expor ao mundo sua visão sobre o que acontece no Brasil, com ênfase na questão da Amazônia. Se falar a verdade, será massacrado. Se mentir, será ridicularizado”.

Em sua fala, o presidente abordou temas como a defesa da soberania nacional, situação ambiental e as medidas de proteção adotadas e também fez críticas ao “socialismo”, além de França, Cuba e Venezuela. “O discurso de Bolsonaro foi elaborado sob a orientação de Steve Bannon, ex-assessor de comunicação de Donald Trump e cabeça de um movimento neofascista que pretende se expandir pelo mundo”, alertou Evaldo Lima.

Sobre as pautas da Assembleia Geral, o parlamentar enfatizou a importância do debate acerca do aquecimento global, e destacou a importância de frear o aumento da temperatura com urgência. A crise climática, afirmou Evaldo, é algo que preocupa cientistas que insistentemente alertam sobre o problema. “A temperatura aumentará pelo menos três graus. Teremos catástrofes naturais de todo tipo. De secas cruéis a inundações ferozes, o nível do mar subirá drasticamente e perderemos parte substancial das selvas, entre outros horrores. O Brasil tem responsabilidade direta nessa luta”.

(Foto – CMFor)

Publicitário Eduardo Odécio mostra seu lado de artista plástico em exposição na Região do Cariri

O publicitário Eduardo Odécio vai mostrar seu lado de artista plástico em clima de exposição.

Dentro dessa sua fase, ele fará exposição de suas pinturas, a partir de sexta-feira próxima, no La Plaza Shopping (bairro Lagoa Seca), em Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

O nome da exposição é “Cores do Cariri”, ocasião em que, sem dúvida, o talento de Eduardo Odécio poderá ser conferido de outra forma e muito além de sua criatividade como publicitário.

Centro Industrial do Ceará terá documentário sobre seu Centenário

O Centro Industrial do Ceará vai comemorar, no dia 21 de novembro próximo, seu centenário de criação.

Dentro da festa, que contará com programação festiva na sede da Federação das Indústrias do Ceará, entrou a realização de um documentário para contar a história da entidade, considerada o braço político da Fiec.

É que do CIC saíram lideranças empresariais que acabaram ingressando na política como os ex-governadores Beni Veras (falecido) e Tasso Jereissati, este senador pelo PSDB, além de outros nomes que ocuparam cargos públicos como Assis Neto.

Para realizar essa missão, o presidente do CIC, André Siqueira, contratou o cineasta Wolney Oliveira. O documentário será exibido na Fiec, no dia do ato festivo.

*Mais sobre o CIC aqui.

Advogado é preso em flagrante ao tentar repassar bilhete em presídio de Itaitinga

Um advogado foi preso na manhã desta terça-feira, 24, enquanto tentava entrar com bilhetes na Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Elias Alves da Silva (CPPL IV), no Complexo Penitenciário de Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo informações repassadas pela área da segurança estadual, Alaor Patrício Júnior foi preso em flagrante. De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará (SAP), o homem estava com bilhetes contendo mensagens de integrantes de facções criminosas.

O secretário Mauro Albuquerque, inclusive, está circulando os presídios durante toda esta terça-feira.

(Com O POVO Online/Foto – Arquivo)

Eleições 2020 – Partido Verde pode não ter candidato a prefeito de Fortaleza

O deputado federal Célio Studart, que preside o Partido Verde de Fortaleza, andou mudando o discurso.

Nos últimos dias, ele até admitia que já estava como pré-candidato a prefeito em 2020, mas, agora, avalia que terá muito tempo para avaliar esse projeto político.

O PV, que integra a base do prefeito Roberto Cláudio, pelo visto, quer garantir boa bancada de vereadores até porque não haverá coligação proporcional.

(Foto – O POVO)

Fundação Nutec vai virar autarquia

A Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec) vai virar autarquia.

A mudança foi aprovada na última semana, pela Assembleia Legislativa e, segundo o seu presidente, Francisco das Chagas Magalhães, nesse modelo, o órgão ganhará condições de fechar parcerias com a iniciativa privada

Ou seja, ganhará a agilidade que não podia empreender em projetos que sempre ficavam na esteira da burocracia que envolve a área pública.

Falta só o governador Camilo Santana (PT) sancionar a matéria.

(Foto – Reprodução do Youtube)

Artigo – “Um Viva aos 110 Anos de Luta e Resistência da Rede Federal de Educação Profissional”

224 1

Com o título ““Um Viva aos 110 Anos de Luta e Resistência da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica!”, eis artigo do professor-doutor Ivan de Oliveira, dessa Instituição. Confira:

Nesse 23 de setembro, segunda-feira última, comemoramos os 110 anos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica que começou sua história com a publicação do Decreto nº 7.566/1909, que criou as 19 escolas de aprendizes artífices, e deu início ao maior instrumento de transformação de vidas do Brasil.

Ao longo de sua história centenária, sofreu uma série de transformações que vai do seu caráter assistencialista de formar profissionais para o mercado de trabalho – com uma oferta de ensino voltada para as crianças órfãs de pais vivos impelidos à ociosidade e aos desvalidos da sorte – até se revestir, a partir de 2008, na maior rede de ensino técnico e tecnológico do país – os Institutos Federais (IF’s).

Ficamos os últimos dezesseis anos trabalhando para vencer o fantasma do dualismo estrutural da educação profissional que historicamente entregou ao povo pobre deste país uma educação especificamente voltada para o acesso ao mercado de trabalho e, para as elites, outra educação geral com as escolas de ciências e humanidades para os futuros dirigentes.

Os acenos do atual governo para as mudanças de perspectiva das políticas educacionais desta rede são assustadoras e exigem um plano de resistência urgente das comunidades no entorno dos 38 Institutos Federais, dos 02 Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefet), da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), das 22 escolas técnicas vinculadas às universidades federais e do Colégio Pedro II; bem como exige o fortalecimento dos Movimentos Organizados de Valorização e Articulação dos Servidores e das Servidoras da Educação.

Só a luta é capaz de barrar o avanço deste rolo-compressor orquestrado pelos atuais governantes do Palácio Central.

Caro leitor, chegamos em 587 municípios do Brasil por meio dos nossos respectivos campi (661 unidades) associados a estas instituições federais, com uma média de 24 campi por cada uma das 27 unidades federadas do país. O Ceará tem uma das redes mais capilarizadas com a marca de 35 campi, incluindo o Pólo de Inovação Fortaleza e a Reitoria.

Hoje é um dia de comemoração por nossos 110 anos, mas queremos deixar um recado especial aos pretensos interventores e oportunistas que sonham em usurpar a gestão máxima do IFCE (reitoria) em 2020.

Os institutos federais têm uma retaguarda jurídica mais robusta do que as universidades federais e não será fácil aplicar a mesma estratégia intervencionista usada na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Apesar do inquestionável desapreço das comunidades acadêmicas da UFC pelo novo Reitor (lê-se: falta da necessária legitimidade popular), o ato do presidente da República de escolher um dos nomes da lista tríplice encontra respaldo na LEI Nº 9.192, DE 21 DE DEZEMBRO DE 1995, que alterou os dispositivos da Lei nº 5.540, de 28 de novembro de 1968, e regulamentou o processo de escolha dos dirigentes universitários. Vejamos:

“Art. 1º O art. 16 da Lei nº 5.540, de 28 de novembro de 1968, com as alterações introduzidas pela Lei nº 6.420, de 3 de junho de 1977, e pela Lei nº 7.177, de 19 de dezembro de 1983, passa a vigorar com a seguinte redação:

Art. 16. A nomeação de Reitores e Vice-Reitores de universidades, e de Diretores e Vice-Diretores de unidades universitárias e de estabelecimentos isolados de ensino superior obedecerá ao seguinte:

I – o Reitor e o Vice-Reitor de universidade federal serão nomeados pelo Presidente da República e escolhidos entre professores dos dois níveis mais elevados da carreira ou que possuam título de doutor, cujos nomes figurem em LISTAS TRÍPLICES organizadas pelo respectivo colegiado máximo, ou outro colegiado que o englobe, instituído especificamente para este fim, sendo a votação uninominal”

Foi inspirado neste dispositivo legal que a medida de urgência (liminar) foi negada para o mandado de segurança impetrado pelos representantes dos trabalhadores e das trabalhadoras da UFC.

O juiz não enxergou o “fomus boni juris”, a fumaça/sinal de bom direito, para deferir a concessão da antecipação de tutela naquela situação e ratificou a nomeação do presidente da República.

É, querid@s, é revoltante ver a UFC nas mãos de alguém que não foi escolhido diretamente pela comunidade, mas esta nomeação encontra lastro de legalidade para mantê-lo no poder no quadriênio que se segue.

São nestes momentos que sentimos o descompasso entre a lei/direito e a justiça. Estas não necessariamente caminham juntas no dia a dia, por isso o povo precisa estar permanentemente em luta para salvaguardar seus direitos, garantias e liberdades.

Esta breve e infeliz lembrança da situação da UFC, de longe, serve para apoiar a situação do novo reitor, mas para prefaciar o superveniente cenário no IFCE (eleições para os dirigentes em 2020) com um aparato jurídico diferente daquele da nossa coirmã.

ATENÇÃO! AQUI NO IFCE A LEGALIDADE E A LEGITIMIDADE ESTÃO CONVERGENTES E SUBSCRITAS NA LEI!

Para um juiz negar uma liminar aos trabalhadores e às trabalhadoras do IFCE, não reconhecendo a obrigação de nomear o eleito pela comunidade acadêmica, é extremamente difícil diante da inexistência de LISTA TRÍPLICE e da previsão legal para a nomeação do escolhido por processo de consulta interna.

O processo de escolha de dirigentes dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, criados pela Lei n° 11.892/2008, e resultantes da transformação dos CEFET’s, das Escolas Técnicas e das Escolas Agrotécnicas Federais, tem suas regras gerais trazidas na própria Lei n° 11.892/2008, através de seus arts. 12 e 13, cuja redação é a seguinte:

“Art. 12. Os Reitores SERÃO nomeados pelo Presidente da República, para mandato de 4 (quatro) anos, permitida uma recondução, após processo de consulta à comunidade escolar do respectivo Instituto Federal, atribuindo-se o peso de 1/3 (um terço) para a manifestação do corpo docente, de 1/3 (um terço) para a manifestação dos servidores técnico-administrativos e de 1/3 (um terço) para a manifestação do corpo discente.”

Em outras palavras, o presidente não tem margem de escolha para os reitores dos Institutos Federais.

Aos pretensos interventores, só lhe restam à esperança do presidente descumprir a lei ou do Congresso mudar a Lei n° 11.892/2008.

Este alerta serve para antecipar aos colegas servidores dos IF’s que nossos dirigentes não precisam ficar subservientes a nenhum governo, mas devem exercer seus papéis de gestores responsáveis por meio dos diálogos com a presidência da República e com os ministérios para garantir a continuidade dos serviços públicos oferecidos às populações do Brasil, principalmente das populações periféricas do país.

PARE! É hora de dar um salto para o futuro e pensar nos IF’s para além do medo de desagradar os governos. Nossa instituição pertence ao povo e para ele devemos trabalhar todos os dias.

Este espírito de luta é o melhor caminho para honrar os 110 anos desta instituição.

Parabéns a todos, estudantes, servidores e servidoras, do IFCE!

*Ivan Oliveira,

De aluno da antiga ETFCE a professor-doutor do IFCE.

Secretaria da Administração Penitenciária vai transferir 257 detentos ligados a facção criminosa

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) decidiu transferir 257 detentos das unidades da Pacatuba, Quixadá e Centro de Triagem e Observação Criminológica (CTOC), que funciona no Complexo Penitenciário de Aquiraz. Os presos transferidos pertencem ao grupo criminoso responsável pelas últimas ocorrências criminosas registradas no Ceará desde a última sexta-feira, 20. A medida foi justificada como “forma preventiva e tática para manutenção do funcionamento do sistema prisional”.

O POVO apurou que a série de atentados que está se desenrolando no Estado faz parte de uma iniciativa orquestrada pela organização criminosa Guardiões do Estado (GDE). Em matéria publicada nessa segunda-feira, 23, O POVO Online constatou a predominância da facção em todos os locais de crime que a reportagem visitou. Conforme uma fonte do serviço reservado, a organização dessas ações está com a GDE, que segue enfraquecida, sem a adesão das outras facções.

De acordo com nota enviada pela SAP, todas as suas unidades estão funcionando dentro da normalidade. “As salas de aula, os cursos de qualificação e a escala de presos classificados para o trabalho não sofreram nenhuma alteração”, diz trecho da nota.

Para o secretário Mauro Albuquerque, as ações de transferência visam um controle total sobre a organização e os presos que fazem parte dela. “Isolamos os internos pertencentes a esse grupo. Com esse controle, nós criamos o ambiente seguro e impossibilitamos qualquer comunicação com o mundo externo”, coloca.

Mauro comentou também sobre a situação atual do sistema e como a SAP trabalha para os próximos dias. “O sistema está tranquilo e controlado. A rotina carcerária segue sua normalidade com aulas, atendimento médico e força de trabalho a pleno vapor. Agora é permanecer atento e vigilante para manter o controle e estabilidade do sistema penitenciário do Ceará”, atesta.

(O POVO Online)

Praça José de Alencar – Projeto de revitalização começa em outubro

Começa em outubro o trabalho de revitalização da Praça José de Alencar, situada no Centro de Fortaleza. Segundo a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), equipes do órgão já iniciaram a colocação dos tapumes para a montagem do canteiro de obras, com intervenções que terão duração de 12 meses.

O projeto de revitalização prevê melhorias urbanísticas na praça, como pintura, substituição do piso existente, instalação de novos postes de iluminação em LED, além da requalificação viária de duas das principais vias de acesso ao equipamento. As Ruas General Sampaio e Liberato Barroso passarão a contar com novo recapeamento asfáltico, além da recuperação do pavimento em paralelepípedo existente em frente ao Theatro José de Alencar.

As ações estão orçadas em R$ 5,1 milhões, dinheiro proveniente de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado.

(Foto – Divulgação)

Recuperação da CE do Pecém continua dor de cabeça para empresários

A Associação das Empresas do Complexo Portuário do Pecém (Aecipp) continua aguardando a recuperação da CE-155, que, com as chuvas deste ano, virou tábua de pirulitos.

É o que revela o presidente da entidade, Ricardo Parente, adiantando que empresas que operam na área acumulam prejuízos.

Segundo adiantou, o governo estadual prometeu recuperar tudo rapidamente, fez alguns reparos, mas o processo licitatório para garantir completo restauro continua a passos de tartaruga.

(Foto – Arquivo)

Artigo – “Juan e Agatha: Vítimas da mesma guerra”

130 1

Com o título “Juan e Agatha: Vítimas da mesma guerra”, eis artigo de Técio Nunes, secretário-geral do PSOL do Ceará. Ele faz um paralelo entre mortes que resultaram em operações policiais absurdas em Fortaleza e no Rio. Confira:

Nos últimos dias uma pergunta se fez pertinente: Por que as balas “perdidas” só atingem os corpos pretos e pobres?
Pergunta forte, provocadora, que nos faz refletir sobre a realidade na qual estamos submersos.

O cotidiano de nossas comunidades periféricas vem sendo violentado por uma política equivocada de segurança que, por assim ser, traz mais insegurança do que soluções para problemas complexos, estruturais e calcados numa profunda e brutal desigualdade social.

Juan, criança de 14 anos, brincava numa praça no bairro Vicente Pizon, em Fortaleza, e teve sua vida interrompida por uma bala “acidentalmente” disparada por um policial militar, enquanto tentava dispersar um evento que acontecia na comunidade.

Agatha, crianças de 8 anos, estava numa Kombi com a mãe voltando para casa no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, quando foi atingida “acidentalmente”(??) por um tiro de fuzil disparado por um policial militar.

Crianças vítimas da mesma política de insegurança, vítimas da mesma guerra. Guerra ao pobres!
Guerra? Não! Isso tem mais a ver com genocídio. Genocídio de toda uma raça, de toda uma classe.

Sabe o que deveria chamar a nossa atenção? As vítimas.

Deveria chamar a nossa atenção também os policiais que matam e morrem nesse processo.

Peço atenção pois os militares do não oficialato também são vítimas, em grau diferenciado, disso tudo. São os policiais pobres e, em boa parte pretos e pardos, os que perdem a vida (paradoxalmente?)

Reflitamos.

Vamos buscar entender para onde esse genocídio está nos levando. Vamos começar a perceber que somos nós, pretos, pobres, crianças, adultos e periféricos as vítimas em potencial, os alvos.

Marielle Franco perguntou: Quantos mais terão que morrer para que essa “guerra” tenha fim?

A pergunta de Marielle persiste.

Espero que a gente não passe a vida a contar os corpos sem perspectiva de fim desta mesma guerra.

*Técio Nunes

Secretário-geral do PSOL do Ceará.

Professor da UFC é embaixador de conselho internacional vinculado à Unesco

O professor Esequiel Mesquita, do Curso de Engenharia Civil do Campus da Universidade Federal do Ceará em Russas, foi escolhido para ser embaixador do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS, na sigla em inglês), na XX Assembleia Internacional do conselho, que ocorrerá de 1º a 10 de outubro de 2020 em Sydney, na Austrália. A informação é da assessoria de imprensa da UFC.

Os embaixadores são escolhidos por ano pela comissão internacional do ICOMOS. Para a escolha são analisados os impactos dos trabalhos do candidato na preservação do patrimônio. Por ser um dos escolhidos, o professor da UFC representará o ICOMOS no Brasil por meio de participação em eventos e discussões até setembro de 2020. E ministrará, ainda, durante a 20ª Assembleia, palestra sobre os trabalhos desenvolvidos com o patrimônio histórico cearense utilizando técnicas vibracionais.

Em seus estudos sobre preservação de patrimônio, Mesquita desenvolveu, com o Laboratório de Reabilitação e Durabilidade das Construções (LAREB), trabalhos que são pioneiros no Brasil e abriram uma nova área na engenharia civil, denominada engenharia do patrimônio.

Esses trabalhos são sobre técnicas de análise que não destroem o patrimônio, por utilizar principalmente ondas ultrassônicas para caracterizar e estimar parâmetros físicos das construções históricas do Ceará. O objetivo é examinar a durabilidade dessas construções e identificar a existência de vazios ou heterogeneidades nas alvenarias sem provocar nenhum dano à estrutura. Até agora, o LAREB já analisou mais de 20 construções dos sítios históricos de Aracati, Icó, Viçosa, Sobral e Fortaleza.

Perfil

Esequiel Mesquita é professor do Departamento de Engenharia Civil da UFC no Campus Russas. É também professor convidado do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Florença, na Itália, e professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil do Departamento de Engenharia Estrutural e Construção Civil da UFC e do Programa de Pós-Graduação da área de Engenharia Civil do Instituto Federal do Ceará (IFCE). Tem doutorado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e graduação em Engenharia Civil pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).

Desde 2014, trabalha com caracterização e monitorização das construções históricas cearenses com apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Em 2016 recebeu o prêmio Best Young Research Paper durante o XII International Conference on Structural Repair and Rehabilitation (ICRR), no Porto. Também esteve entre os finalistas do prêmio Rodrigo Franco Melo de Andrade, pelos trabalhos realizados na área de avaliação e caracterização das construções históricas luso-brasileiras.

Atualmente é pesquisador associado do Instituto de Telecomunicações de Aveiro, em Portugal, membro expert da Associação Latino-Americana de Patologia das Construções (ALCONPAT), além de coordenador da Comissão de Estudos de Aplicações Especiais com Ultrassom da ABNT. Anteriormente foi coordenador do Laboratório de Materiais de Construção da UVA e chefe do Laboratório de Engenharia do Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (NUTEC).

ICOMOS?

O ICOMOS é uma instituição global não governamental associada à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Tem a missão de promover a conservação, a proteção, o uso e a valorização de monumentos, centros urbanos e sítios. O conselho é o organismo consultor do Comitê do Patrimônio Mundial para a Implementação da Convenção do Patrimônio Mundial da UNESCO. É também responsável pela proposição de políticas internacionais de preservação do patrimônio histórico mundial.

(Foto – UFC)