Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Advogados de magistrado esclarecem em nota situação do seu cliente

Os advogados Leandro Vasques e Eugênio Vasques mandam nota para o Blog com esclarecimento importante sobre seu cliente, o magistrado Francisco Chagas Barreto. Confira:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Os advogados Eugênio Vasques e Leandro Vasques, representantes judiciais do reempossado magistrado Francisco Chagas Barreto Alves, vêm, por meio da presente nota, esclarecer a distorcida informação que foi veiculada em alguns meios de imprensa na data de hoje.

Na data de ontem, 9.12.2015, fora proferida decisão por conselheiro do CNJ, Fabiano Silveira, no processo de revisão disciplinar nº 0005388/83.2015.2.00.0000, que determinou a imediata reintegração do magistrado Chagas Barreto às suas atividades.

Referida decisão fora noticiada amplamente nos meios de imprensa, entretanto, alguns veículos não publicaram a realidade do caso. Essas matérias contêm um grave erro, visto que pode acarretar um grave abalo à imagem e à honra de quem, durante toda vida se prestou a dignificar seu cargo.

Busca-se, não se sabe com que intuito, criar uma ligação entre o processo disciplinar sofrido pelo magistrado Chagas Barreto com a suposta venda de liminares de habeas corpus na famigerada Operação da Polícia Federal denominada “Expresso 150”.

Contudo, não há qualquer ligação, investigação ou suposição que pese contra a pessoa do doutor Chagas Barreto no tocante a tais fatos, visto que o douto magistrado sempre foi titular das Varas da Fazenda Pública, o que impossibilita, por óbvio, a concessão das decisões dessa natureza (habeas corpus).

Portanto, é inverídica qualquer tentativa de ligação envolvendo a pessoa do magistrado Chagas Barreto com  o episódio da suposta venda de liminares em habeas corpus no Tribunal de Justiça do Ceará.

Por fim, os advogados, Eugênio e Leandro Vasques, estão sempre à disposição da imprensa para dirimir quaisquer eventuais dúvidas que ocorrerem sobre este assunto, sem antes lamentar que tenham sido veiculadas informações desconformes com a realidade acerca destes fatos, o que se espera a pronta retificação para fins de preservação da verdade.

Eugênio Vasques – OAB-CE 16.040

Leandro Vasques – OAB/CE 10.698.

Museu da Indústria promove seu I Encontro de Corais

hqdefault

O Museu da Indústria realizará, das 16 às 18 horas deste sábado, o I Encontro de Corais. Participarão o Coral Sião Encantos, Coral dos Correios e Coral Moenda de Canto. O evento, gratuito, acontece em parceria com a Associação dos Guias Integrados ao Turismo Rodoviário (AGIR).

O coral Sião Encantos, sob a batuta do regente Moroni Rodriguez de Caldas, é um coral jovem, com 10 meses de existência, porém seus integrantes já participam há muito tempo de outros corais, trazendo sua experiência. Trata-se de um grupo de amigos apaixonados por música, membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecida como a igreja Mórmon, que decidiu fazer algo diferente: levar a música para fora da igreja, encantando a comunidade. Já se apresentaram em alguns eventos como 1º Encontro SUD de Corais, 1º Prêmio Valores Familiares, Feirão do Emprego e o Colóquio ABPI na UFC.

O Coral dos Correios – Coral Encantart possui 25 anos de atuação. É fruto de um projeto de integração e lazer para os empregados dos Correios no Ceará. Na sua trajetória, o Encantart coleciona apresentações em diversos estados, como Distrito Federal, Rio de Janeiro e Paraná. O Coral Encantart e e Moenda de Canto são regidos pelo maestro Luís Carlos Prata.

O I Encontro de Corais é uma atividade do Programa Música no Museu, criado para levar apresentações musicais em formatos diversos, sejam espetáculos didáticos, lúdicos, teatrais ou musicais. Já foram realizadas apresentações da Orquestra Sinfônica, Grupo de Choro, Grupo Doce de Flautas Grupo de Danças Antigas, todos da UECE.

SERVIÇO

*Museu da Indústria – Rua Dr. João Moreira, 143 – Centro – Em frente ao Passeio Público.
* Mais Informações – (85) 3201.3901.

MP do Ceará cumpre mandado de busca e apreensão na Prefeitura de Coreaú

“O Ministério Público do Ceará apreendeu, na manhã desta quinta-feira, todos os contratos temporários firmados pelo município de Coreaú no período de 2013 a 2015, bem como as respectivas folhas de pagamentos junto ao setor pessoal da prefeitura da cidade. O promotor de justiça Irapuan da Silva Dionizio Junior, respondendo pelos expedientes da Promotoria de Justiça de Coreaú, na companhia do oficial de justiça, cumpriu mandado de busca e apreensão determinado pelo juiz Guido de Freitas Bezerra.

O mandado de busca e apreensão foi expedido por solicitação do MPCE em ação cautelar. O órgão nunca teve atendidas as diversas requisições de cópia dos contratos temporários firmados pelo município que estavam dispostos no Portal da Transparência do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado sob a denominação de “prestadores de serviço”.

Segundo o promotor de justiça Irapuan da Silva Dionizio Junior as investigações iniciais apontam que estes contratos foram feitos sem respeitar a legislação. “As pessoas não foram contratadas mediante seleção pública, nem as contratações se fundaram em necessidade eventual do serviço público para admissão de servidores temporários, conforme prevê o artigo 37, inciso IX da Constituição Federal. Esta contratação temporária não pode ser discricionária. Ao contrário, ela prevê o excepcional interesse público como uma das condições de sua validade, o que não foi o caso”, esclarece.”

(Site do MP-CE)

Renato Aragão, o “Didi”, visita Sobral após 30 anos

950 3

dididid

Nesta quinta-feira, a cidade de Sobral (Zona Norte) recebeu um dos seus filhos mais ilustres: Renato Aragão, o conhecido “Didi Mocó”. Ele visitou creches, escolas e brinquedotecas da cidade, tendo ao lado a primeira-dama do Estado, Onélia Leite, e o representante do Unicef para o Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, Ruy Aguiar.

Didi foi recebido pelo prefeito Clodoveu Arruda, que estava também com sua mulher, a vice-governadora Izolda Cela. Foi alvo de festão da criançada e dos muitos fãs.

Há cerca de 30 anos, Didi não visitava sua terra natal, no que aproveitou para rever parentes.

(Foto – Divulgação)

Reitores divulgam carta se solidarizando com Dilma

Henry

Henry Campos (UFC) endossa carta.

“O Palácio do Planalto divulgou, nesta quinta-feira, 10, uma carta de apoio à presidente Dilma Rousseff assinada por 41 reitores e pró-reitores de instituições federais. O grupo de professores de universidades e institutos técnicos se manifestou contrário ao impeachment da presidente e a “qualquer tipo de confisco à democracia”.

“Assistimos a uma tentativa não apenas de usurpar o mandato da presidenta do País, mas a de vilipendiar direitos históricos sociais adquiridos”, diz o documento.

O ministro Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) ficou de entregar a carta a Dilma, que está na Argentina para a posse do presidente eleito Mauricio Macri.

Após a reunião com reitores, o ministro recebeu representantes da Frente Brasil Popular, grupo de esquerda formado por centrais sindicais, movimentos sociais, estudantis e populares, que também é contra o afastamento de Dilma. No momento, Berzoini, que tem sido o principal articulador do governo com o Congresso, está reunido com líderes da base na Câmara.

ESTADÃO conteúdo

Chacina de Messejana – Controladoria pede prorrogação do prazo do inquérito

“A Controladoria Geral da Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) solicitará à Justiça a prorrogação de prazo para o inquérito que investiga a chacina da Grande Messejana, ocorrida há quatro semanas, no dia 12 de novembro, em Fortaleza.

O anúncio foi feito em entrevista coletiva, na manhã desta quinta-feira, 10, na sede da CGD, na Praia de Iracema. Titular da Delegacia de Assuntos Internos (DAI), Adriana Câmara informou que pedirá mais 30 dias para continuar apurando o caso, já que ainda aguarda a conclusão do laudo pericial de objetos colhidos nos locais de crime, bem como continua colhendo o depoimento de testemunhas. Até agora, 82 pessoas já foram ouvidas.

Também investigam o caso as delegadas Reny Sales e Bianca de Oliveira, que compõe a força-tarefa designada pela controladora Socorro França. A apuração foi transferida da Polícia Civil para a CGD no dia 17 de novembro, devido aos indícios de participação de policiais na chacina. O anúncio foi feito em entrevista coletiva, na manhã desta quinta-feira, 10”.

(O POVO Online)

Juizado da Infância e da Juventude efetivou 28 adoções até novembro

adoçao

“O Setor de Cadastro de Adotantes e Adotandos do Juizado da Infância e da Juventude de Fortaleza realizou 28 adoções até novembro deste ano. Além disso, 43 processos estão em andamento.

O número ultrapassou o ano de 2014, quando foram contabilizadas 17 adoções. Segundo a chefe do setor, Gabriella Costa, a especialização da 3ª Vara da Infância e da Juventude de Fortaleza é o principal motivo pelo qual os processos de destituição e de adoção estão tramitando com maior celeridade. “Crianças com menos de um ano foram disponibilizadas para adoção, o que raramente acontecia em anos anteriores”, explicou.

O setor também divulgou que, em Fortaleza, 62 crianças e adolescentes estão disponíveis para adoção, sendo 22 com problemas de saúde (paralisia cerebral, deficiência visual e física e microcefalia). Até o final do mês de novembro, 166 pretendentes estavam habilitados para adotar.”

(Site do TJ/CE)

Transporte público de Fortaleza terá mais 200 ônibus com ar-condicionado em 2016

278 1

dimass

A partir de janeiro, mais 200 ônibus com ar-condicionado entrarão na frota de Fortaleza. A garantia é dada pelo presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira.

Ele adiantou que hoje já operam 200 do gênero e que, num acordo fechado com a gestão municipal, só entra agora ônibus com ar-condicionado na frota.

Dimas Barreira elogia o investimento que o prefeito Roberto Cláudio vem fazendo no campo da mobilidade urbana. Para ele, transporte público é a grande saída para reduzir problemas no trânsito das grandes metrópoles.

IBEF/CE promoverá ciclo de palestras sobre o mercado em 2016

O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF), regional do Ceará, em parceria com o Conselho Regional de Economia (CORECON) e a PAX Corretora de Valores, anuncia: vai continuar promovendo, em 2016, o ciclo de palestras gratuitas sobre temas na área da economia.

O presidente do IBEF/CE, Roque Albuquerque, renovou parceria, observando que o ciclo atraiu bom público e, principalmente, dirimiu dúvidas sobre o mercado em vários dos seus setores.

Nesta semana, o IBEF/CE promoveu, no auditório da PAX, uma palestra de Leonardo Sbardelotto, especialista em investimentos. Ele abordou sobre o mercado de ações num momento em que essa área anda em ebulição por conta de cenários políticos de Brasília.

 

IFCE homenageará a presidente do Sindicato dos Engenheiros do Ceará

42c41722-a241-4bb6-b3c5-9bcb88b56d4b

A presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE), Thereza Neumann, ganhará homenagem do Instituto Federal do Ceará (IFCE). Ela receberá uma medalha de honra ao mérito como ex-aluna de destaque da instituição.

A cerimônia ocorrerá no próximo sábado, às 19h30min na sede do IFCE (Campus do Benfica).

Thereza comanda ha nove anos o Senge-CE e iniciou sua vida acadêmica na instituição de ensino como técnica em telecomunicações. Hoje ela é engenheira eletricista e diretora de relações institucionais da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE).

(Foto – Divulgação)

MPT resgata oito trabalhadores em situação de trabalho escravo no Interior

“O Ministério Público do Trabalho, por meio do Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM), aplicou 16 autos de infração e determinou o pagamento de rescisões no valor de R$ 12.762 para oito trabalhadores resgatados em uma fazenda localizada entre os municípios de Aracoiaba e Ibaretama, no interior do Ceará. A fiscalização identificou irregularidades como ausência de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) ou de anotação em Carteira, alojamentos precários e falta de condições para o preparo dos alimentos.

A fiscalização constatou ainda que o empregador manteve funcionário sem o respectivo registro em livro, ficha ou sistema eletrônico competente; não depositou mensalmente o percentual referente ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); deixou de efetuar o pagamento do 13º salário até o dia 20 de dezembro de cada ano, no valor legal, e não concedeu férias nos 12 meses seguintes ao período aquisitivo, entre outras infrações.

De acordo com o auditor fiscal do MPT, José Weyne Marcelino, os oito trabalhadores resgatados – que realizavam atividades ligadas à extração de madeira em floresta nativa – pernoitavam na fazenda, alojados em condições precárias em dois barracos de lona. No total, foram encontrados 25 trabalhadores em atividades como cortador, empilhador e medidor de lenha, e que atuavam na abertura de uma estrada de acesso.

O empregador também descumpriu a legislação por não disponibilizar local adequado para o preparo dos alimentos; não fornecer gratuitamente Equipamento de Proteção Individual (EPI) e ferramentas adequadas ao trabalho. Além disso, não havia instalações sanitárias para os trabalhadores, nem material necessário à prestação de primeiros socorros.

Os procedimentos do GEFM ainda estão em curso, até que se encerre o pagamento das verbas indenizatórias dos trabalhadores. A operação na fazenda ocorreu no final do mês de novembro.

(Site do MPT)

Um livro expõe o que foi a política de segurança pública do Governo Cid Gomes

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quinta-feira:

O advogado Laécio Noronha Xavier lança hoje o livro Geopolítica da violência urbana, com conclusões a partir de reflexões do Fórum Permanente de Debates e Propostas contra a Violência, da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE).

O livro parte do diagnóstico e discute por que o governo Cid Gomes, que fez os maiores investimentos da história na área, foi também o que teve piores resultados de todos os tempos. Ele aponta problema desde a escolha das viaturas até a opção para o cargo de secretário.

Um dos reflexos, diz Xavier, foi o surgimento de projeto de poder de dentro das corporações – representado pelos deputados Capitão Wagner e Cabo Sabino (ambos do PR). E menciona os primeiros projetos do Ceará Pacífico, já no governo Camilo Santana (PT).

Na opinião do autor, o programa padece de diagnóstico. A partir daí, ele elenca série de propostas, para serem colocadas em prática até 2022 – período de dois mandatos.

DETALHE – O lançamento acontecerá nesta quinga-feira, às 19 horas, na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), na rua Ramires Maranhão do Vale, 70, Água Fria. O livro será distribuído gratuitamente a quem comparecer.

Camilo Santana vai à Fiec reforçar parcerias

unnamed-18

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), Beto Studart, receberá, às 12h30min desta sexta-feira, para almoço, na Casa da Indústria, o governador Camilo Santana (PT). O evento é uma confraternização para celebrar o ano de parceria entre a federação e Governo do Estado em várias ações e projetos voltados para o desenvolvimento do Estado.

Na oportunidade, o governador aproveitará para fechar algumas parcerias com o setor empresarial. Na lista: a assinatura de decreto que regulamenta a isenção do ICMS das empresas que produzam micro e minigeração de energia elétrica; e uma ação do Senai com o Governo, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), que capacitará jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas em centros educacionais na capital e interior.

Declaração dos Direitos Humanos – Apenas uma folha de papel?

Com o título “Folha de papel”, eis artigo do secretário de Justiça e Cidadania do Ceará, Hélio Leitão, que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. Ele aborda o Dia Internacional dos Direitos Humanos (10 de dezembro). Ele aborda esse documento em meio a onda de terrorismo. Confira:

Há 67 anos a Assembleia Geral das Nações Unidas, em sessão histórica, adotava e proclamava, por meio da Resolução 217-A (III), a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

A proclamação nascia sob o signo dos horrores da Segunda Guerra Mundial, conflagração bélica que envolveu nada menos que 61 países, deixando um saldo de cerca de 50 milhões de mortos.

Ataques indiscriminados a populações civis, genocídio em escala industrial de judeus, emprego de armas atômicas para riscar do mapa as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, cenas de um passado recentíssimo eram o caldo de cultura em que foi gestada essa que é a mais emblemática carta de direitos humanos já produzida.

Essa origem é indisfarçada. Não por acaso consta de seu preâmbulo “que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os homens gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do homem comum.”

Ao longo de seus 30 artigos, a “Declaração” consagra um rol de direitos inerentes à condição humana e sua dignidade, por cujo respeito há de se pautar a ação dos estados.

Passado todo esse tempo em que a lembrança das atrocidades da segunda Grande Guerra vai se esvaindo nas brumas do tempo, o desafio que se antepõe às nações é fazer valer esse texto e tantas outras cartas de direitos humanos que se surgiram. Belas declarações de princípios, baixa efetividade.

Afinal, conflitos bélicos se sucedem mundo afora desde então, atentados terroristas vitimam inocentes, desrespeito às minorias. Seria a Declaração Universal dos Direitos Humanos apenas uma folha de papel?

A paráfrase ao teórico Ferdinand Lassale não é por acaso.

*Hélio Leitão

helio.leitao@sejus.ce.gov.br
Secretário da Justiça e Cidadania do Estado.

Tasso Jereissati critica veto de Dilma a emenda de sua autoria que beneficiava Santas Casas

tasso senador

“Quem sofre com essa medida é a população brasileira, que necessita de atendimento público”, desabafou, nesta quinta-feira, o senador Tasso Jereissati (PSDB), que teve vetado pela presidente Dilma Rousseff, nessa quarta-feira, emenda à MP nº 685 em favor das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do País na negociação de débitos tributários.

 A Medida Provisória nº 685 incluía novas normas para o PROSUS – Programa de Fortalecimento das Entidades Privadas Filantrópicas e das entidades sem fins lucrativos que atuam na área de saúde. Criado para auxiliar importantes instituições como as Santas Casas de Misericórdia a encontrar meios para quitação de débitos tributários, o Programa não tem servido ao seu propósito por conta de entraves burocráticos.

A emenda proposta por Tasso, aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, previa que os repasses não poderiam ser condicionados à quitação dos débitos, criando condições para que essas entidades tivessem as fontes de receitas necessárias à quitação de suas obrigações. Na sua justificativa, ele destacou que “o trabalho realizado por estas instituições é da maior importância”.

(Foto – Divulgação)

Dia Internacional dos Direitos Humanos – Irmã Inês receberá a Medalha Dom Hélder Câmara

inesss

Neste Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Câmara Municipal de Fortaleza realizará, a partir das 17 horas, sessão solene para a entrega da Medalha Dom Hélder Câmara, que reconhece a atuação de defensores de Direitos Humanos em Fortaleza.

Neste ano, a Medalha é dedicada a Irmã Inês, religiosa que atua na defesa dos direitos da população em situação de rua e coordena desde 2002 os trabalhos no Refeitório São Vicente de Paulo, no Benfica. O nome da homenageada foi proposto pelo Centro Nacional de Defesa dos Direitos Humanos da População em Situação de Rua e Catadores de Materiais Recicláveis (CNDDH).

No Refeitório São Vicente de Paulo, Irmã Inês recebe diariamente quase 100 desabrigados, que podem ter acesso a higienização, almoço, formação profissional e palestras. O trabalho realizado pela vicentina incentiva a pessoa em situação de rua a retornar à família, emitir documentação, buscar alfabetização e ainda assistência médica com os voluntários da Sociedade Médica São Lucas, que faz atendimentos no local.

No submundo da política nacional, não falta nem mesmo chuva de dinheiro

166 3

Com o título “Um roteiro para Scorsese”, eis artigo do jornalista Fábio Campos, que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. Ele aborda o inusitado de uma operação da PF, com cena que cairia bem em filme de Scorsese. Confira:

Faltava uma cena cinematográfica. Algo exagerado e um tanto patético como nos filmes de Martin Scorsese, o diretor descendente de italianos católicos que se mudaram para Nova Iorque. Scorsese é um especialista em trabalhar roteiros ambientados no submundo das ruas, misturando gangues mafiosas com autoridades corruptas. É nesse ambiente que se desenrolam os ótimos Caminhos Perigosos, Os Bons Companheiros, Cassino e Os Infiltrados.

A cena de fazer inveja a Scorsese ocorreu ontem em Recife. Ao chegar a um prédio residencial no Centro de Recife, os agentes da Polícia Federal viram maços e maços de dinheiro arremessados de uma janela. Choveu dinheiro. A bolada voou do apartamento do economista Rômulo Maciel Filho, presidente da Hemobras. Para a PF, o suspeito tentava se desfazer de provas. E que provas.

Era a Operação Pulso, que começava a desbaratar a máfia organizada para promover fraudes em licitações e desvio de recursos públicos na Estatal de hemoderivados e biotecnologia, vinculada ao Ministério da Saúde. Sim, senhores! Literalmente a corrupção se estruturou com o sangue do povo brasileiro. Como se já não bastasse o suor.

A Polícia Federal filmou os maços espalhados pelo chão, dentro e fora do condomínio. A PF informou que a Operação Pulso obteve o bloqueio de milhões de dólares em contas dos investigados em Angola, Miami, Nova York e Nassau, nas Bahamas. Os delitos investigados são peculato, corrupção passiva e ativa, fraude à Lei de Licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Maciel é um dos alvos principais da Operação Pulso. Atentem para a excelente formação acadêmica do suspeito: mestrado em Planejamento e Gestão de Políticas de Saúde pela Leeds Metropolitan University (1997) e doutorado pelo Instituto de Medicina Social da Uerj (2007).

Outro alvo da Operação é o diretor de Produtos Estratégicos e Inovação da Hemobras, o médico Mozart Sales. O suspeito foi ministro interino da Saúde e ficou conhecido como sendo o criador do Programa Mais Médicos, que importa profissionais de Cuba. Tanto Maciel quanto Mozart foram bancados pelo PT. O que leva honoráveis currículos a se embrenhar no mundo do crime?

Você, contribuinte, sabia que bancava uma estatal chamada Hemobras, com sede em Goiana, Pernambuco? Poucos sabiam. A empresa foi criada em 2005 no rastro do escândalo dos sanguessugas, a máfia dos vampiros. O objetivo era dar ao Brasil autonomia na produção de medicamentos a partir do plasma sanguíneo.

Vejam o itinerário: 2010 foi o ano programado para entregar a câmara fria, que só foi finalizada em 2012. Para as demais etapas, a previsão era 2013, mas o prazo foi esticado até 2016. Mesmo assim, a produção do primeiro medicamento está prevista para 2018. Funcionamento pleno, só em 2020. O orçamento inicial de R$ 540 milhões subiu 57% e está estimado agora em R$ 850 milhões. Por enquanto.

É o mesmíssimo roteiro das refinarias da Petrobras: projeto frouxo, cronograma furado e orçamento que cresce vertiginosamente. No fim das contas, corrupção a rodo. A PF já trabalha com a suspeita de que dinheiro desviado da Hemobras foi parar em campanhas de 2014. Alguém está surpreso?

Pelo visto, no meio do caminho, o dinheiro do esquema serviu também para forrar colchões com os maços voadores de Recife.

A sensação é de que muito antes das coisas começarem a melhorar elas terão que piorar muito.

Ministério da Saúde corta pela metade repasse do SUS da Prefeitura de Fortaleza

206 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=f5Eh_Y_Sx1g[/youtube]

A Prefeitura de Fortaleza ameaça não honrar compromissos com prestadores da área da saúde. É o que admite a secretária municipal da Saúde, Socorro Martins, informando ter recebido a informação de que o repasse mensal do SUS deste mês de dezembro virá pela metade.

Socorro Martins disse que essa redução agrava o quadro da saúde e provocará atraso no pagamento aos prestadores de serviço da área. Ela disse que a Prefeitura vem avaliando alternativas para amenizar o impacto do corte.

O Conselho Nacional de Saúde, segundo a secretária, vai divulgar uma nota em Brasília contra esse corte.

Nesta quinta-feira, a secretária Socorro Martins, seguiu para Salvador (BA), onde vai conhecer o Hospital Subúrbio, o primeiro no País a ser gerido pelo sistema de Parceria Público-Privada. Ela diz que a ordem é conhecer o modelo que pode ser adotado em Fortaleza a partir do novo Hospital Nossa Senhora da Conceição, a ser construído, ano que vem, no Conjunto Ceará.