Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

A Política da gambiarra e as eleições 2018

Confira a Coluna Política, assinada nesta quarta-feira, no O POVO, pelo jornalista Henrique Araújo. Principalmente o tópico “A política da gambiarra e as eleições”.

Aliança política também é feita de gambiarra. É o que se vê agora, por exemplo. Eunício Oliveira (MDB) diz que sim, Ciro Gomes (PDT) diz que não e Cid (PDT) fala que talvez, quem sabe, na frente a gente conversa etc.

A cizânia, claro, é eleição. Cabe um emedebista na chapa de Cid e Ciro? O ex-governador tem sugerido que a presença do presidente do Senado é tóxica à candidatura presidencial do irmão, hoje prioridade para o grupo no Estado.

De fato. Cid tem razão. Estrategicamente, é disparatada qualquer hipótese de coligação com um partido que apoiou o que Ciro vem trovejando aos quatro ventos como “golpe”, ou seja, o impeachment de Dilma Rousseff. E Ciro tem sido até desinteligente nesse ponto, reiterando esse discurso num momento em que até o PT já deixou de lado a narrativa golpista e Lula costura dobradinhas em estados do Nordeste com parlamentares da legenda que deram sustentação crucial à derrubada da petista.

Para Ciro, todavia, é interessante manter certo escrúpulo, como a dar a entender que ele, sim, é homem de esquerda, o que o ajuda a vender-se como oposição a Michel Temer (MDB) e a estabelecer conexões com siglas como PSB e PCdoB. É inteligente como tática eleitoral.

E aí vem Eunício melar os planos ciristas. Que fazer, então? O grupo dos Ferreira Gomes acha que encontrou uma saída ideal: que tal se, oficialmente, afirmarmos que não há aliança com o MDB, mas, extraoficialmente, abrirmos espaço para que o governador Camilo Santana (PT) se encarregue de jogar sozinho a água no moinho eunicista?

Também parece uma estratégia inteligente. Apenas parece. Para dar certo, depende de uma combinação de variáveis que incluem o PT, a oposição e, último caso, os eleitores. Num estado majoritariamente lulista como o Ceará, a quem caberá carregar o ônus de pedir votos para Eunício?

(Foto – Iana Soares)

Cearense entra com ação popular para barrar mudança no estatuto da Caixa que flexibiliza nomeações

O governo federal quer alterar o estatuto da Caixa Econômica Federal para ter condições de promover nomeação de diretores da Instituição que não sejam funcionários de carreira da Instituição.

Para barrar essa medida, o advogado cearense Deodato Ramalho, ex-vereador que, dai 22 próximo, assumirá como presidente do PT de Fortaleza, entrou com uma ação popular para “impedirmos essa ação temerista e nociva contra a Caixa”.

Deodato, em nota enviada para o Blog, comentou: “Fico aqui matutando sobre o histérico e infundado discurso contra o aparelhamento do estado pelo PT”

Ele deu entrada na ação popular junto ao Tribunal Regional Federal, da 5ª Rergião.

.

Escritora cearense integra júri internacional

A escritora Socorro Acioli, de “A cabeça do santo” e “Diga Astrasgud”, foi anunciada recentemente como integrante da edição 2019 do júri do NSK Neustadt Prize, dos Estado Unidos, uma das premiações mais importantes voltadas ao universo da literatura infantil. A lista de nove votantes é formada, além de Socorro, por autores dos Estados Unidos, Irlanda, Canadá e México.

“É um prêmio de muito prestígio, e estar nesse júri foi uma experiência incrível para mim. Recebi o livro dos autores finalistas e tive a oportunidade de conhecer uma gama de escritores que eu não conhecia”, reconhece Socorro, que já foi publicada nos Estados Unidos, na França e no Reino Unido.

Seu primeiro romance, A cabeça do santo, foi finalista do Los Angeles Times Book Prize, além de ter sido selecionado como um dos 50 melhores livros de 2017 pela Biblioteca Pública de Nova York. “Sempre que acontece algo assim, um trabalho fora do Brasil, me sinto com a missão e responsabilidade de não ser só pessoa física, mas de representar o meu país e, principalmente, a minha língua”, conta ela, que está preparando um novo romance.

Os finalistas do NSK Neustadt Prize devem ser divulgados ainda durante este mês, e o vencedor será revelado em outubro. O prêmio, que existe desde 2003 e tem caráter bienal, já foi laureado a oito escritores.

Socorro Acioli participa do Festival Vida&Arte, em Fortaleza, relançando seu último livro, Diga Astrasgud (Editora Dummar). O evento está marcado para o domingo, 24, a partir das 15 horas, no Café Lúcia Dummar, no Centro de Eventos do Ceará.

(O POVO – Repórter Jáder Santana)

Pimentel quer reeleição ao Senado e reage contra “acordão”

179 2

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO desta quarta-feira (6):

Em contato com este colunista, o senador José Pimentel (PT) avisa: está à disposição para disputar a reeleição.

Ele reage diante da possibilidade de um acordo entre o governador Camilo Santana (PT), os Ferreira Gomes e o MDB do senador Eunício Oliveira. “Eu já estou há 24 anos no parlamento e continuo à disposição do nosso partido”, afirma o senador.

Indagado se teria espaço para viabilizar esse objetivo, reage: “Isso é uma discussão daqueles que controlam a política no estado do Ceará. Se eu dependesse deles, não seria nem eleito a síndico de prédio porque a minha primeira campanha, em 1994, quando fui eleito deputado federal, o meu partido apoiou na convenção o nome de Mário Mamede para ser vice de Tasso Jereissati. Isso não é novidade”.

Perguntado se teria votos para o embate, devolve: “Vamos trabalhar”!

Pimentel integra a ala no PT da deputada federal Luizianne Lins que já informou ter a direção nacional da sigla definido que, onde o PT tiver senador, brigará para manter essa vaga.

Camilo vai ter trabalho com sua ceia larga.

Combate ao crime organizado depende de “olhar rebelde”, diz Ciro

Durante a abertura do Seminário Internacional Sobre Segurança Pública, na noite de ontem, na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) criticou o que chamou de “olhar tradicional” nas políticas nacionais para a área porque não tem surtido o efeito esperado. E defendeu um “olhar rebelde”, que fuja do padrão, para um melhor combate ao crime organizado no País.

Ciro criticou políticas de segurança imediatistas, que não projetam resultados a longo prazo, e um discurso que considera simplista, vindo de parcela da classe política. “O povo está com medo e medo não é um bom conselheiro”. A fala veio após o senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmar que o pré-candidato tucano ao Governo do Ceará, general Guilherme Theophilo, tem “autoridade” para enfrentar a crise na Segurança. Na palestra, Ciro citou dados do Atlas da Violência 2018, divulgado ontem pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O documento mostra um aumento do número de assassinatos de negros e pardos no País.

O ex-ministro destacou a situação socioeconômica desses jovens e a vulnerabilidade desse público. E deu como exemplo de política pública o programa Ceará Pacífico, do Governo do Estado. “O convencional não está resolvendo o problema (da insegurança). Precisamos pensar fora da caixa tradicional”, disse. Em crítica ao presidente Michel Temer, o pré-candidato afirmou que a Emenda 95, que limita gastos, também influi na falta de segurança, pois faltam investimentos em tecnologias que poderiam contribuir em ações como, por exemplo, a defesa das fronteiras.

Ele ainda criticou ações como a intervenção do Exército no Rio de Janeiro que, segundo Ciro, ocupa “as favelas com tanques e fuzis, fazendo as forças armadas apontarem suas armas para os nacionais brasileiros”. Para Ciro, isso representa o mau uso das Forças Armadas no combate à violência urbana.

Apesar de criticar a intervenção federal, Ciro defendeu projetos conjuntos entre União, estados e municípios, fazendo valer o que foi acordado no Pacto Federativo, que segundo o pré-candidato, “vem sendo dilacerado” por falta de planejamento. Para o pedetista, no enfrentamento ao crime, é preciso “mais tecnologia e investigação” e não tão somente “aparato”.

O Seminário Internacional de Segurança Pública segue até sexta-feira, 8, na Assembleia, com palestras, debates e conferências que buscam desenvolver proposições de medidas e ações referentes a política de segurança pública.

(O POVO)

Oposição sai na frente na elaboração do programa de governo

A 45 dias do início das convenções partidárias, as legendas articulam-se não só para definir alianças e nomes para a disputa ao Palácio da Abolição. Os programas de governo, documentos que reúnem as propostas dos concorrentes, já começaram a ser discutidos, mas por enquanto somente pela oposição do Estado, que tem organizado reuniões, plenárias e rodas de conversa para definir ações prioritárias.

O governador Camilo Santana (PT), segundo assessoria de imprensa, não está realizando “nenhuma ação relativa à campanha eleitoral”. O entendimento é de que o debate sobre a situação cearense e sobre as áreas que precisam de investimento já está sendo feito dentro do Governo.

Enquanto isso, a oposição se movimenta. Apadrinhado do senador tucano Tasso Jereissati, o pré-candidato General Guilherme Theophilo (PSDB) tem tido um ritmo dinâmico de reuniões temáticas desde o início de maio. A atividade tem sido coordenada pelo economista e ex-presidente do Banco do Nordeste (BNB), Marcos Holanda, segundo ele, de forma voluntária.

Os encontros ocorrem com a presença de representantes de diversos setores sociais, como a academia, sindicatos e empresários, além, é claro, do próprio Theophilo. “Para organizar um plano de governo, nós temos que partir de uma lógica de diretrizes básicas”, explica Holanda.

As diretrizes escolhidas foram segurança, saúde, educação, geração de emprego, desenvolvimento rural e a inserção do Ceará no mercado global. “A mais importante, sem dúvida, é a segurança”, diz.

O plano ainda não está fechado, mas, de acordo com Holanda, isso deve ser feito ao longo deste mês. “É importante que seja um plano factível e não um conjunto de intenções e de desejos que não são verdadeiros em termos de compromisso. A ideia é que seja um plano objetivo, conciso, mas factível”, sintetiza.

Ailton Lopes, pré-candidato do Psol ao Governo do Estado, informou que as discussões da legenda para a formação do plano são realizadas desde abril. “No dia 8 de abril, fizemos nossa primeira plenária em Limoeiro do Norte, no Vale do Jaguaribe. Depois, já fomos a Juazeiro do Norte, Tauá, Caucaia, Sobral e no próximo dia 16 será em Crateús”, afirma.

Além dos encontros nos municípios do interior do Estado, as legendas da coligação (Psol e PCB) têm realizado, junto com movimentos sociais, rodas de conversa para debater as ideias do plano. O documento também não está escrito ainda, mas deve ser lançado no dia 14 de julho e tem como base o plano de governo de 2014, quando Ailton se candidatou ao cargo pela primeira vez.

Segundo Ailton, as prioridades do programa são, na prática, uma inversão das prioridades do atual governo. A mudança do sistema energético, com o investimento em energia solar, e o debate de políticas sociais no combate à insegurança e na garantia de direitos são as diretrizes principais.

Embora ainda não tenha anunciado o nome do seu pré-candidato ao Governo do Estado, o partido Novo também tem se reunido para produzir o plano de governo. Jerônimo Ivo, presidente da sigla no Ceará, disse que já foram realizados dois fóruns, de segurança e saúde, desde março, e que este mês haverá mais um, sobre educação.

Os encontros reúnem especialistas nos assuntos, além de filiados e simpatizantes do partido, para discutir os temas, “identificar os erros e acertos, além das soluções para enfrentar os problemas do Estado”, explica Ivo. Uma equipe do partido está sendo formada para escrever o plano, que será lançado junto com o nome do pré-candidato. Segundo Ivo, o partido já escolheu a pessoa, mas ainda está esperando sua resposta. “Só teremos candidato se ele aceitar”, conclui.

DATAOs pré-candidatos têm até o dia 15 de agosto para pedir o registro da candidatura à Justiça Eleitoral. Entre os documentos necessários, está ao menos um esboço do plano de governo, que reúna as suas propostas.

Pré-Candidatos

Camilo Santana (PT) – Através da assessoria de imprensa, informou que não está tratando de assuntos da campanha eleitoral. O programa de governo será desenvolvido no “momento certo”.

General Guilherme Theophilo (PSDB) – Tem participado de reuniões temáticas ao lado do economista Marcos Holanda para desenvolver o plano de governo. Estimativa é que documento seja concluído ao longo do mês.

Ailton Lopes (Psol) – Tem participado de plenárias e rodas de conversa no interior do Estado e em Fortaleza para discutir propostas para o plano de governo. Meta é apresentá-lo no dia 14 de julho. Partido NovoAinda não tem um pré-candidato definido, mas tem realizado fóruns de discussão com especialistas para debater soluções para os problemas do Estado.

(O POVO – Letícia Alves)

TCE barra licitação do IJF e quer explicações da Superintendência do órgão dentro de 30 dias

 

O Pleno do Tribunal de Contas do Ceará, por unanimidade, homologou, durante sessão nesta terça-feira, medida cautelar suspendendo o Pregão Eletrônico nº 041/2017- Instituto Dr. José Frota (Fortaleza), na fase em que se encontra, até ulterior decisão desta Corte. A medida visa elucidar possíveis irregularidades no edital, que tem como objeto a seleção de empresa para prestação de serviços de nutrição e alimentação hospitalar. A informação é da assessoria de imprensa do TCE.

Entre as falhas apontadas no processo, e apuradas pela Gerência de Fiscalização de Licitações e Contratos, unidade de controle externo do TCE Ceará, estão cláusulas restritivas, afrontando a Lei das Licitações (nº 8.666/93).

A Superintendência do Instituto Doutor José Frota (IJF) tem até 30 dias para prestar os devidos esclarecimentos. Existindo interesse em prosseguir com o certame, deverá adotar medidas corretivas em relação às impropriedades identificadas, com encaminhando de cópia da documentação probatória ao Tribunal.

Os autos serão encaminhados à Gerência de Controle Externo para instrução da espécie e análise meritória. O processo nº 04899/2018-5 foi relatado pelo conselheiro Alexandre Figueiredo. A medida havia sido concedida em 4/6, por meio do Despacho Singular nº 01625/2018.

Unilab oferta 336 vagas para cursos de graduação via Sisu

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) está ofertando 336 vagas nos cursos de graduação, modalidade presencial. São 244 para o Campus da Liberdade e Unidade Acadêmica dos Palmares, em Redenção (RMF) e Acarape, respectivamente, e 92 para o Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA. As vagas serão preenchidas por meio do Processo Seletivo SiSU/Unilab – 2ª Edição de 2018, com ingresso no período letivo 2018.1. A informação é da assessoria de imprensa da Instituição.

A seleção será feita exclusivamente com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2017. Os interessados devem verificar as informações constantes no Termo de Adesão da Unilab, disponível aqui. As inscrições serão realizadas de 12 a 15 de junho.

A Unilab disponibilizará espaço e equipamento em suas dependências, com acesso à internet, para inscrição de candidatos, respeitando o horário de funcionamento dos setores. Detalhes no Edital nº 16/2018.

Cursos no Ceará

No Ceará, as vagas serão distribuídas da seguinte forma: Administração Pública (20), Agronomia (20), Ciências Biológicas (20), Enfermagem (16), Engenharia de Energias (16), Física (20), Humanidades – 1º Ciclo (76), Letras – Língua Portuguesa / Licenciatura (16), Matemática (20) e Química (20). Já na Bahia, as vagas vão para Humanidades – 1º Ciclo (76) e Letras – Língua Portuguesa / Licenciatura (16).

O resultado está previsto para o dia 18 de junho e as pré-matrículas dos candidatos selecionados, no Ceará e na Bahia, deverão ser feitas nos dias 22, 25, 26 e 27 do mesmo mês. O início do período letivo 2018.1 será no dia 2 de julho.

DETALHE – 50% das vagas serão destinadas a candidatos que cursaram todo o Ensino Médio em escolas públicas na modalidade Ação Afirmativa, nos termos do Edital nº 16/2018.

DETALHE 2 – As vagas eventualmente não ocupadas após a Chamada Única serão preenchidas, prioritariamente, pelos estudantes que confirmarem interesse na Lista de Espera do SiSU. O registro de interesse será feito de 22 a 27 de junho.

Um Tributo a Rita Lee no CCBNB

A banda Jardim Suspenso vai apresentar, às 12 horas desta quinta-feira, o seu reconhecido Tributo à Rita Lee. O show faz parte do projeto Cardápio Musical, no Centro Cultural Banco do Nordeste. A entrada é gratuita.

Na cena musical cearense há 8 anos, o Jardim Suspenso vem, ao longo deste tempo, fazendo releitura da obra da eterna rainha do rock brasileiro.

SERVIÇO

*Centro Cultural Banco do Nordeste – Rua Conde D´Eu, 560 – Centro

*Mais Informações – (85) 3209 3500.

(Foto – Divulgação)

Museu da Imagem e do Som do Ceará ganhará sede

Nesta quarta-feira, às 16 horas, o governador Camilo Santana (PT) vai assinar a ordem de serviço para início da obra de construção do Edifício Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE). O ato, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Cultura do Estado. ocorrerá na sede provisória do MIS (Rua Silva Paulett, 324). Com a obra de restauro, reforma e ampliação do espaço do MIS, o Ceará ganhará um novo equipamento cultural, capaz de receber exposições e armazenar mais de 160 mil itens do acervo formado por discos, fotos, filmes, VHS, DVDs, contemplando a cultura popular, o teatro, o artesanato, o cinema e a música.

O Novo MIS abrigará também uma biblioteca, sala de pesquisa, auditório, salas multiuso, salas de pesquisa e um café. O total de investimento da obra do Novo MIS, e de reparo e manutenção da casa onde funciona o equipamento é de mais de R$15 milhões.

Próximo a completar 40 anos de história, o MIS é um espaço de afeto e memória, que reside na casa projetada pelo arquiteto José Barros Maia (Mainha) para ser residência do Senador Fausto Augusto Borges Cabral. “Estamos tendo possibilidade de ter um novo equipamento, com nova estrutura, e voltado pra recuperação do acervo e da infraestrutura”, comemora o diretor do MIS, Xico Aragão.

(Foto – Arquivo)

Festival Vida & Arte – Confira a programação literária

Saiu a programação do Festival Vida&Arte no que diz respeito ao segmento da Literatura. O evento, que ocorrerá de 21 a 24 deste mês de junho, no Centro de Eventos.reunirá escritores cearenses e estrangeiros, além de gestores culturais e convidados especiais.

Na programação, palestras, lançamentos de obras, sessões de autógrafos, debates e oficinas que jogam luz sobre a produção literária. Inês Pedrosa e José Eduardo Agualusa, dois nomes internacionais da literatura, são presenças confirmadas.

A programação terá ainda lançamentos e relançamentos de livros de escritoras como Juliana Diniz, Marília Lovatel e Socorro Acioli.

SERVIÇO

*Confira a programação aqui.

Câmara Municipal aprova projeto que cria o Comitê de Monitoramento e Preservação das Lagoas

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta terça-feira, a criação do Comitê Municipal de Monitoramento e Preservação das Lagoas de Fortaleza. A iniciativa é da vereadora Larissa Gaspar (PPL) por meio do projeto de indicação nº 703/2017.

Pelo texto, o Comitê deverá ficar vinculado à Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e promoverá o monitoramento e a preservação das lagoas de Fortaleza, contemplando a participação do Poder Público e da sociedade civil, de forma integrada.

Ainda está com atribuição do Comitê denunciar e receber denúncias de casos de poluição, degradação e aterramento das lagoas na cidade. O colegiado, de acordo com o texto, deverá propor anualmente estudo e diagnóstico acerca das condições ambientais das lagoas e entorno.

(Foto – CMFor)

Unimed Ceará construirá hospital em Juazeiro do Norte

252 1

A Unimed Ceará deve implantar, ainda neste ano, mais duas novidades para a clientela: o Cartão Virtual e o Registro Eletrônico de Saúde. Informa o presidente estadual da operadora, Darival Bringel, sem dar maiores detalhes.

Darival adianta que, ainda neste mês, deverá apresentar para médicos da Região do Cariri o anteprojeto do futuro Hospital Regional Unimed, que será construído em Juazeiro do Norte, com capacidade para 120 leitos.

Na condição de diretor de Mercado e Desenvolvimento da Unimed Brasil, ele seguiu para Foz do Iguaçu, onde participará do simpósio de Unimed do Paraná. O tema ali em discussão: Cenários da Economia e Eleições 2018.

(Foto – Paulo MOska)

Jornalista Luís Sérgio Santos lança a biografia de Parsifal Barroso

O Instituto Myra Eliane lançará, nesta terça-feira (5), às 19 horas, na Livraria Cultura, a biografia do ex-governador Parsifal Barroso, que chegou a ser também senador e deputado. O autor é o professor e jornalista Luís Sérgio Santos. A obra faz parte das comemorações do aniversário de 60 anos da eleição do biografado para o executivo estadual.

Para o autor, o Governo de Parsifal (1959-1963) é um traço na historiografia do Ceará. “Normalmente se pula do governo Sarasate para o governo Virgílio Távora e isso me chamou a atenção. Foram três anos de pesquisa intensa. Dei minha contribuição preenchendo esse vazio e resgatando a incrível e precoce história de Parsifal”, afirma.

A obra

O livro ‘Parsifal – Um Intelectual na Política’ destaca o percurso da vida de um dos maiores políticos na história do país, tanto sua vida profissional quanto pessoal e intelectual. Antes de governar o Ceará, foi o ministro mais jovem do então presidente, Juscelino Kubitschek, à frente da pasta estratégica do Trabalho, Indústria e Comércio, em tempos turbulentos, com greves em todos os setores. Sua atuação como docente também comprova o escopo de suas ideias, amparadas por seus estudos de ciências sociais e História do Brasil e da região.

Eleito Governador em 1958, sobre Virgílio Távora, Parsifal teve uma gestão marcada pelo planejamento. Trouxe energia elétrica para o sul do Ceará, criou a Secretaria de Saúde, criou as bases da Universidade Estadual do Ceará (Uece) com a Escola de Veterinária, reestruturou a Secretaria de Educação, entre outros feitos descritos na obra.

Instituto Myra Eliane

O Instituto Myra Eliane, fundado em 2016 com base em Fortaleza (CE), atua no fomento à educação. Na frente editorial, já são três obras lançadas: a reedição do livro O Cearense (Parsifal Barroso), Olga Barroso – Na vanguarda da vida (Juarez Leitão), e Parsifal – Um intelectual na política.

SERVIÇO

*Livraria Cultura – Avenida Dom Luís, 1010 – Loja 8 – Aldeota

*Mais Informações – (85) 3456.3262

O Golpe de chuteiras

113 1

Com o título “O Golpe de chuteiras”, eis artigo de Fernando Costa, sociólogo e publicitário. Ele aborda as diferenças entre os golpes de 1964 e o de 2017 no País. Confira:

O golpe militar de 1964 pariu um desastre de quase um quarto de século. O golpe judicial de 2017, financiado pela plutocracia paulista, está a parir uma tragédia sem precedentes na história deste País.

O fim do regime constitucional, o STF e a republiqueta da primeira instância, com sede em Curitiba, rasgaram e jogaram na lata do lixo da história a Constituição Federal de 1988. O fantoche Temer, imposto à nação pelos golpistas, tornou-se um constrangimento maior que qualquer discurso da injustiçada Presidenta Dilma. E ainda tem quem clame por uma intervenção militar. um Exército que não conseguiu até agora pacificar uma favela no Rio de Janeiro.

Pela primeira vez na história do Judiciário brasileiro, e quem sabe do mundo, uma pessoa foi condenada e presa por convicção do juiz e não por provas, obviamente que estou falando do Presidente Lula Livre.

O Supremo Tribunal Federal, apequenado pela pressão midiática mais uma vez, assim como em 1964, sancionou o golpe. Romero Jucá e Sérgio Machado sabiam muito bem do que estavam falando quando foram grampeados.

A recente chamada greve dos caminhoneiros, na verdade um locaute do cartel dos empresários do setor de transporte de cargas, que dominam a distribuição de produtos via rodovia num País de dimensões continentais, e se não me falha a memória, com mais de oito mil quilômetros de litoral, sem se falar na malha fluvial, mostrou o tamanho do estrago que a classe dominante é capaz de fazer à Pátria, que eles idolatram tanto com seus patos inflados e seus patos manipulados com camisas amarelas.

E por falar nas camisas amarelas parece que pela primeira vez teremos uma visão real do que é uma Copa do Mundo de Futebol, são times, apenas times, pelos quais torcemos disputando um campeonato. E parafraseando Nelson Rodrigues, o último representante da direita culta deste País, vamos torcer para que essa seleção não seja o golpe de chuteiras.

*Fernando Costa

fernando@vervecom.com.br

Sociólogo e publicitário.

Vice-prefeito de Maracanaú bate em Camilo, que é amigo de Eunício, que ajuda o prefeito de Maracanaú

Firmo e Eunício – Juntos por Maracanaú.

Enquanto o tucano Roberto Pessoa, vice-prefeito de Maracanaú (RMF), bate no Governo do Estado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), anuncia a liberação de R$ 120 milhões para essa cidade gerida pelo também tucano Firmo Camurça.

Eunício, hoje, é ligadíssimo ao governador Camilo Santana(PT).

(Foto – Divulgação)

Geografia da UFC ganha prêmio da União da Geomorfologia Brasileira

O Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará conquistou o prêmio de Melhor Dissertação de Mestrado em Geomorfologia. Foi concedido pela União da Geomorfologia Brasileira, que se reuniu no Crato, durante o XII Simpósio Brasileiro de Geomorfologia.

A dissertação, cujo título é “Geomorfologia Cárstica da Casa de Pedra – Martins – RN”, é de autoria de Pedro Edson de Face Moura e teve a orientação do professor-doutor Rubson Pinheiro Maia, bolsista CNPq/Pq2 e membro permanente do Programa.

(Foto – Evilázio Bezerra)