Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Ciro Gomes volta a dar conferências a partir de março

04/01/2011 - Deputado Ciro Gomes (Foto: Marcello Casal Jr/ABr)---COR

Ciro Gomes e o irmão Cid Gomes, agora titular do MEC.

A partir de março, o ex-secretário estadual da Saúde e ex-ministro Ciro Gomes (Pros) voltará a circular o País na condição de conferencista, segundo sua assessoria.

Ciro voltará a falar sobre Conjuntura Política e Econômica do País, fazendo suas observações sobre cenários de quem disse, recentemente, ainda sonhar em disputar a presidência da República.

Há expectativas em torno do que Ciro Gomes dirá, em breve, sobre o segundo Governo Dilma Rousseff no plano da educação onde, aliás, está o seu irmão, o ex-governador Cid Gomes (Pros).

DETALHE – O cachê cobrado por Ciro para conferências é da ordem de R$ 15 mil, dependendo do cliente.

Ex-secretário da Era Tasso responde, a partir desta segunda-feira, pela pasta da Saúde

carlilelavor

Nesta segunda-feira, ás 17 horas, acontecerá a solenidade de posse do novo secretário da Saúde do Estado, Carlile Lavor. O ato ocorrerá no pátio interno da pasta e contará com a presença de grupos de servidores. Carlile Lavor, formado pela Universidade Federal do Ceará, trabalhou no Instituto de Medicina Preventiva do Ceará (IMEP-UFC),  e já dirigiu o laboratório de microbiologia do Hospital das Clínicas e o laboratório do Hospital de Maracanaú.

Ele foi professor da Universidade de Brasília de 1969 a 1978, onde construiu as bases do sanitarismo comunitário e iniciou as pesquisas, ainda na década de 70, para a formatação do Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS), uma das marcas de sua gestão como secretário de Saúde do Estado do primeiro Governo Tasso Jereissati.

DETALHE -A Sesa divulgou release sobre a transmissão de cargo de Carlile, mas omitiu o fato dele ter sido o secretário da Saúde no primeiro Governo de Tasso Jereissati. Incluímos o dado nesta postagem.

(Foto – Paulo MOska)

O preço do caranguejo é ouro

810 2

caranguejo

Sobre nota deste Blog informando que o caranguejo está sendo comercializado a R$ 7,50, a unidade, em barracas da Praia da Tabuba, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza, a jornalista Angélica Martins pede espaços.

Ela diz que o preço do caranguejo a R$ 7,50, vira piaba perto do preço do kit cobrado no Complexo Turístico Beach Park, situado em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), nestas férias.

Por três crustáceos, o cliente paga R$ 45,00 pelo kit. Fora os 10%.

Hemoce faz coleta de sangue na Praça do Ferreira

O Hemoce está com unidade móvel para coleta de sangue montada na Praça do Ferreira. Até o próximo dia 16, receberá os doadores voluntários de sangue, das 8 às 16 horas, em frente à Caixa Econômica Federal, com exceção do dia 12 de janeiro (sábado) que funcionará das 8 às 12 horas.

Janeiro é mês férias e, por esse motivo, o Hemoce quer reforçar os estoques de sangue. Uma alternativa para as pessoas que estão de folga é realizar a Caravana da Solidariedade, onde os doadores reúnem um grupo de, no mínimo, 10 pessoas. Um carro do Hemoce vai até onde o grupo doador estiver para trazê-los à sede na capital, com transporte de volta ao local de origem.

SERVIÇO

* Mais informações: (85) 3101.2300 (Setor de Captação de Doadores).

 

Governador do Rio Grande do Norte implantará um programa tipo “Ronda do Quarteirão”

Robinson-Faria-imagem-blog-do-bg

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), vai implantar o “Ronda Cidadã”. Foi o que ele anunciou ao tomar posse no cargo.

Esse programa, segundo disse, é baseado no Programa Ronda do Quarteirão implementando na gestão do ex-governador e hoje ministro da Educação, Cid Gomes.

Robinson Farias e sua equipe chegaram a conhecer detalhes do Ronda do Quarteirão durante visita no fim de 2014.

Agora, é saber se ali será adotado como veículo os caríssimos modelos Hilux.

Preço do ônibus, metrô e trem sobem a partir desta terça-feira. Em São Paulo

“O preço do transporte coletivo – ônibus, metrô e trem – vai aumentar de R$ 3,00 para R$ 3,50 a partir de amanhã (6), em São Paulo, segundo a prefeitura. O custo da integração entre os sistemas de ônibus e sobre trilhos passará de R$ 4,65 para R$ 5,45.

Já está em vigor, também, o não pagamento de passagens por estudantes de baixa renda passam. Antes da medida, esses alunos custeavam metade do valor da tarifa. Os estudantes que têm direito ao benefício poderão usufruir do passe livre a partir do início do ano letivo, em fevereiro.

Com o cartão de estudante, válido para 48 viagens ao mês, 505 mil estudantes devem ser beneficiados, dos quais 360 mil da rede pública e 145 mil da rede particular.”

(Agência Brasil)

Colégio de João Vitor, o “nerd” do Enem, aumenta procura por vagas

223 2

joavitorr

A fila é quilométrica, nesta manha~de segunda-feira, em frente à Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, no bairro de Fátima. A ordem é garantir vaga na escola que vem apresentando os melhores resultados na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que, recentemente, levou um dos seus alunos, João Vitor (16), a ser destaque da mídia local e nacional.

João Vitor acertou 172 questões das 180 que compõem o Enem, o equivalente a 95,5% de acertos.

O detalhe é que as matrículas na rede pública estadual de ensino só começam nesta terça-feira.

(Foto – Facebook de João Vitor)

Uma Copa do Mundo e dois destinos diferentes

183 1

foto patricia macedo

A jornalista Patrícia Macedo assume, neste mês, como coordenadora de Relações Internacionais da Prefeitura de Fortaleza. O cargo foi criado no fim do ano passado e aprovado pela Câmara Municipal.

Patrícia, ex-titular da extinta Secretaria Especial da Copa (Secopafor), teve melhor sorte do que Ferruccio Feitosa que, no Estado, cuidou da Copa na condição de secretário especial da Copa (Sescopa).

2012 ferruccio

Depois, Ferruccio foi nomeado para a Secretaria de Grandes Eventos que, agora na gestão de Camilo Santana, está sendo extinta.

Cid Gomes – Qualquer avaliação do desempenho do professor só virá com caráter opcional

130 1

Em entrevista do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, nesta manhã de segunda-feira, o ministro da Educação, Cid Gomes, garantiu ter compromisso com a melhoria do salário dos professores. Ele confirmou que nesta quarta-feira divulgará o novo piso da categoria.

Cid tergiversou, ao ser indagado se  o MEC lançará algum tipo de programa para avaliar o desempenho dos docentes. Ele deixou claro que está hoje na condição de subordinado e que recebe ordens da presidente. “Sigo orientações, sou auxiliar da presidente Dilma”, observou o ministro.

Lembrado de que o ex-ministro Fernando Haddad teria proposto uma avaliação do desempenho dos docentes – uma espécie de Enem da categoria como chegou a definir o Inep, Cid admitiu que uma avaliação pode ocorrer, mas dando a opção ao professor de se submeter ou não. Ele chegou a considerar como atrativo desse exame o fato de o docente, aprovado, te condições de ser aproveitado em qualquer parte do território nacional.

Ainda no bom Dia Brasil, Cid Gomes reiterou que tem como metas à frente do ministério a valorização do magistério, a ampliação da oferta de creches e expansão de escola de tempo integral, bem como fazer a revisão do currículo do ensino médio.

Ele voltou a explicar frase divulgada pela imprensa cearense de que o professor deveria trabalhar por amor. Explicou que se referia ao fato de que qualquer um para trabalhar no setor público, precisa, acima de tudo, ter vocação como pré-requisito.

* Confira a entrevista aqui.

Camilo Santana recebe gestão com bom saldo no quesito abertura de novas empresas

cidcamilo

Camilo Santana (D)colhendo legado de Cid na área econômica.

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O governador Camilo Santana (PT) está recebendo a economia cearense em crescimento, com 14.911 empresas abertas nos últimos 12 meses. Segundo a Junta Comercial, foram 4.875 novos registros em novembro, frente aos 4.839 de outubro e os 4.578 de novembro de 2013.

O setor do comércio manteve a liderança com 2.197 aberturas, seguido dos serviços com 1.789. Mas os especialistas apontam o melhor resultado na indústria, com 828 novos registros, um crescimento superior a 10% em relação a 2013.

Destaque também para o empreendedor individual, que fechou os últimos 12 meses com 43.374 novas constituições.

Resultado: mais empregos formais e mais consumo, menos informalidade e menos evasão fiscal.

 

Choveu em 75 municípios até agora

Atualização – 11h46min

Choveu, até as 12 horas desta segunda-feira, em 75 municípios cearenses. A informação é da Funceme. Confira as 10 maiores chuvas:

Beberibe (Posto: Lagoa Funda) : 76.0 mm

Beberibe (Posto: Sitio Forquilha ) : 67.0 mm

Caucaia (Posto: Tucunduba) : 54.0 mm

Itaiçaba (Posto: Itaicaba) : 44.4 mm

Guaiúba (Posto: Carrapateira) : 43.0 mm

Nova Russas (Posto: Nova Russas) : 41.4 mm

General Sampaio (Posto: General Sampaio) : 41.0 mm

Beberibe (Posto: Beberibe) : 41.0 mm

Morada Nova (Posto: Aruaru) : 37.0 mm

Cascavel (Posto: Cascavel) : 35.0 mm

 

Camilo Santana sinaliza com promoções para a Polícia Militar

De olho em “apaziguar” ânimos na Polícia Militar do Estado, Camilo Santana (PT) dedicou suas primeiras horas como governador para tratar da agenda de promoções da corporação. Uma das principais reivindicações dos PMs cearenses, a pauta foi foco da 1ª reunião entre o petista e o novo secretário de Segurança, Delci Teixeira. O governador tirou primeiros dias no cargo para reuniões internas e com o titular da Saúde, Carlile Lavor. 
“Definimos prioridades, destacando compromissos de campanha, sobretudo com os PMs, principalmente as promoções. E o secretário ficou de ver isso logo”, disse, em entrevista ao O POVO, o Chefe de Gabinete do governador, Élcio Batista. Segundo ele, Camilo também pediu que fosse feito estudo da média salarial de PMs do Estado. A reunião ocorreu neste sábado.
Questão da agenda de promoções foi dos temas mais explorados na campanha. Na disputa, o adversário de Camilo, Eunício Oliveira (PMDB) criticou “congelamento” na promoção de praças e oficiais e prometeu ações “imediatas”. Sob ataque, Camilo também prometeu se comprometer com a pauta. 

Embora ainda inicial, a adoção da discussão logo na primeira reunião do governador tem simbolismo político. Nos últimos dias, Camilo tem sinalizado a prioridade de diálogo com a PM, após anos turbulentos de Cid Gomes (Pros) com a corporação.

Em novembro passado, Cid sancionou lei que prevê promoções até fevereiro deste ano. A reportagem tentou entrar em contato com a Secretaria de Segurança, mas não obteve resposta.”

(O POVO) 

“A semente dará bons frutos, com certeza”

581 2

foto camilo e mãe ermengarda

Em publicação no O POVO deste domingo (4), a colunista Sônia Pinheiro revela carta da mãe de Camilo Santana, Ermerngarda Santana, quando da escolha do filho para disputar o governo do Estado. Confira:

Sou de família chorona. Meu pai sempre chorava ao ouvir o Hino Nacional ou o concerto para violino de Mendelssohn ou a sonata “Au clair de la Lune”, de Beethoven, e outras coisas mais. E foi chorando que ouvi o telefonema emocionado do meu filho Camilo, anunciando que fora escolhido para ser o candidato a governador.

Era um choro, uma emoção, cheios de significados. Uma mistura de orgulho, de medos, de felicidades, de perplexidades. E choveram telefonemas, mensagens, e-mails, parabenizando-me e me chamando de “Mãe do Governador”.

Será que serei mãe do futuro governador? Será que terei esse privilégio? Será que os amigos, quais sibilas ou pitonisas modernas, estão prevendo um futuro promissor?

Governar um Estado é algo muito sério. Não pode partir de um ato de voluntarismo, por vaidade pessoal ou para acumular mais títulos ou mais poder. Tem que representar um Projeto Político de um coletivo, de um partido, de um povo. Tem que surgir da necessidade de uma liderança que encarne esse projeto pela sua trajetória de vida.

Emocionados, eu e Eudoro concluímos – se educamos o Camilo (terceiro dos nossos quatro filhos) para ser um homem de bem, um cidadão engajado, participativo, respeitador da coisa pública, acreditando no valor da ética, da honestidade, do conhecimento, respeitando as diferenças, valorizando os méritos, acreditando no partido político não como abrigo da canalhice, mas da generosidade, da fraternidade, da humildade, do colocar-se a serviço dos outros – reunimos nele todas as qualidades objetivas para ser um bom gestor. A semente dará bons frutos, com certeza.

Camilo nasceu num cenário de rebeldia internacional: 1968 foi o ano das “barricadas de maio”, na França, da vitória do pequeno Vietnã sobre o poderoso Tio Sam, da passeata dos 100 mil em protesto à ditadura no Brasil e de muitos outros acontecimentos que marcaram aquele mundo em efervescência. Além disso, o Camilo cresceu num cenário familiar também de rebeldia: éramos contra a ditadura e a nossa casa era um centro de resistência ao arbítrio, de indignação contra as injustiças sociais, de repulsa à violação das liberdades.

A defesa dos direitos humanos, o engajamento político, era o dia a dia do menino Camilo que adormecia embalado pelo canto de protesto do Chico Buarque e do Vandré. A minha geração foi abortada nos seus ideais pelo Golpe de 64. É uma geração traumatizada por ter sido ceifada na força da idade. Muitos capitularam diante de um cotidiano perverso, mercantilista, consumista, desumano.

Palavras como humanismo, transparência, justiça social, bem comum, participação, parecem abstrações e a crueza dos fatos levaram muitos à desesperança. Que voltemos a acreditar nos sonhos. “O sonho comanda a vida “…” que sempre que o homem sonha, o mundo avança”, já dizia o poeta… Não pode existir política sem sonho, sem utopias. Mas “a vida é sonho, e os sonhos são” (Calderón de la Barca). Os sonhos, as utopias, são irrealizáveis, bem o sabemos, mas se constituem faróis que iluminam caminhos, os caminhos que percorrerão os sonhadores.

Acredito que o Camilo, pela sua formação, pelo seu caráter, pela sua visão de mundo, realizará uma grande gestão por entender que ser gestor público é estar a serviço das pessoas, é ouvir as pessoas, é se colocar no lugar das pessoas, humildemente, construindo de forma compartilhada um lugar para essas pessoas. E principalmente porque acredita nos sonhos, porque eu lhe ensinei a sonhar… Fazer do Ceará um Estado melhor, um lugar mais justo, mais igual, mais fraterno, mais compartilhado nas riquezas que produz e mais solidário, é o que todos nós sonhamos. É o que sonha uma “candidata” a mãe de governador…

Heitor diz que secretariado de Camilo é político e não técnico

236 6

heitorrferrrer

Para o deputado estadual do PDT, Heitor Férrer, o secretariado de Camilo Santana manteve a “espinha dorsal do governo Cid Gomes”, o que, segundo o parlamentar, deverá comprometer as ações da administração estadual iniciada na quinta-feira (1º).

“Não é fácil compor um secretariado com tantas amarras a partidos que dão apoio político e administrativo, com imposição de nomes e condições. Além dessas amarras, o futuro governador Camilo Santana tem profundas amarras ao seu antecessor, obrigando-se a contemplá-lo, como o fez tão benevolentemente. Daí, estarmos diante de um secretariado político e pouco técnico, com raríssimas exceções”, comentou Heitor, em enquete no O POVO deste domingo (4).

O parlamentar, apesar do “quadro político” no secretariado, disse que torce pela inovação das políticas públicas e sugere que os aliados “acomodados na máquina pública” sejam assessorados por bons técnicos.

Sindicato dos Médicos aprova Carlile Lavor no governo Camilo

josemariapontes

Para o presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, José Maria Pontes, a escolha do sanitarista Carlile Lavor para a pasta da Saúde mostra que o governador Camilo Santana está preocupado com o futuro do SUS no Ceará.

“Doutor Carlile sempre se mostrou um gestor de diálogo, conhecedor profundo do SUS, muito querido por onde passou e que agora vai enfrentar um grande desafio, pois encontra uma saúde pública em crise e com um orçamento bem abaixo do que requer a área”, afirmou Pontes, em enquete no O POVO deste domingo (4).

Para o sindicalista, a qualificação da Saúde no governo Camilo deverá passar por um investimento em recursos humanos, concurso público, carreira de estado, salários compatíveis e condições dignas de trabalho.

Beberibe registra chuva de 115 milímetros, neste domingo

foto chuvas ce 150104

A forte chuva que caiu sobre Fortaleza, nesse sábado (3), avançou para o Litoral Leste do Estado. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu 115 milímetros em Beberibe na manhã deste domingo (4).

A temperatura em Fortaleza, neste domingo, pode chegar a 31°C. Nos próximos dois dias, a máxima deverá subir 1°C, sendo que a madrugada da terça-feira promete ser de frio, com a mínima de 22°C.

A segurança como prioridade

110 2

No Editorial do O POVO deste sábado (3), a epidemia de crimes e homicídios no Ceará faz com que a segurança pública seja prioridade no governo Camilo Santana. Confira:

Em sua primeira fala já como governador do Ceará, Camilo Santana (PT) apontou que a segurança pública será a sua principal prioridade administrativa. Diante dos trágicos índices que marcam o setor, não poderia ser diferente.

Apenas para bom entendimento do quadro catastrófico que se instalou no Ceará e em Fortaleza, vejam a seguinte comparação. Nos últimos 12 anos (144 meses), Portugal, que possui população superior ao Estado, registrou 619 assassinatos. Ou seja, Fortaleza precisa de apenas três meses para chegar a esse número de homicídios. Já o Ceará alcança número aproximado em apenas 50 dias.

A epidemia de crimes e homicídios no Ceará precisa de uma vacina eficiente e duradoura. O pior erro que se pode cometer no setor é a crença na ideia de que políticas sociais podem ser mais eficientes de que a ação policial no combate ao crime. Todos os países e estados que conseguiram bons resultados na área reestruturaram suas políticas de segurança e melhoram a qualidade de suas forças policiais.

No combate aos crimes de homicídio, há um caminho clássico: quanto menos homicidas nas ruas, menor o número de homicídios. Sendo assim, um dos “segredos” de uma boa política de segurança é prender, julgar e condenar os homicidas estabelecendo dessa forma um círculo virtuoso na sociedade. O contrário disso é a impunidade reinante em que muitos passam a apostar no crime como um meio de vida.

A fala de Camilo Santana é também importante por deixar registrado nas entrelinhas o imenso fracasso da política de segurança pública posta em prática nos últimos anos. Uma política cara e ineficiente que ainda deixou como saldo, além dos absurdos índices de criminalidade, uma força policial esfacelada e com hierarquia fragilizada. Nesse ponto, está uma das principais tarefas do novo governador.

Uma força policial de qualidade não precisa de carrões para impor respeito. A falta de austeridade na compra de alguns equipamentos, como os veículos de ronda, não ajuda em nada a construir uma imagem positiva da segurança. Que venha um novo tempo para esse setor tão delicado. A população clama por isso.

Os simbolismos de Camilo Santana

Em artigo no O POVO deste sábado (3), o jornalista Luiz Henrique Campos afirma que é preciso aguardar mais um pouco para entender os recados dados pelo governador Camilo Santana, apesar de um predomínio de caras com pouca representatividade popular em seu secretariado. Confira:

Em todo início de temporada nos times de futebol os momentos mais aguardados são os dos anúncios das contratações. É nesse instante que são atendidas às expectativas dos torcedores com a revelação dos nomes de peso, jogadores de alto prestígio. São esses chamados nomes bilheteria que terão a função de criar empatia com a torcida e levá-la aos estádios. Se formos fazer uma analogia, mesmo que rasteira, com o novo secretariado que passa a gerir os destinos do Ceará, parece clara a inexistência desse nome bilheteria. Entre os novos secretários há um predomínio de caras com pouca representatividade popular, apesar de alguns já terem provado competência técnica e política para ocupar as funções as quais agora irão exercer.

De todo modo, é preciso aguardar mais um pouco para entender os recados dados pelo governador Camilo Santana nesse começo de governo. O primeiro aspecto, reforçado no discurso de transmissão de cargo no Palácio da Abolição, na última quinta-feira, talvez seja o do não personalismo. Tanto ao se referir à vice-governadora Isolda Cela como partícipe fundamental na gestão, bem como o anúncio de que o retrato do governador nas repartições públicas será substituído por fotos de pessoas do povo, são indicações claras disso.

Outro ponto a ser ressaltado é a abertura para o diálogo do novo governo. Camilo Santana já vinha dizendo isso, e pediu na posse para que seus secretários mantenham as portas abertas dos gabinetes para receber a sociedade. O novo governador também demonstrou, por meio do apreço aos artistas populares no Palácio da Abolição, que a relação com as artes e o movimento cultural se dará de outra forma no seu governo.

Estamos diante, portanto, de interessantes possibilidades a partir de um governo, que mesmo vencendo a disputa eleitoral originário da situação, surge com a perspectiva da troca de rumos necessários para garantir os avanços já conquistados. E aí, ao voltarmos ao futebol, podemos dizer que a nova temporada da gestão governamental cearense caminha para privilegiar uma visão coletiva de ações, tendo como pano de fundo o bem comum. Mas assim como o torcedor se satisfaz com vitórias, resta saber até quando o humor da sociedade estará disposto a apostar no novo modelo.