Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Grupo de cineastas trata com Camilo Santana sobre o Programa Estadual do Audiovisual

Um grupo de profissionais do audiovisual do Estado, presente no 28º Cine Ceará, foi recebido pelo governador Camilo Santana (PT), e pelo secretário estadual da Cultura, Fabiano Piúba, no Palácio da Abolição.

Em pauta, a apresentação de propostas para o Ceará Filmes – Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital e outras questões ligadas ao desenvolvimento do setor.

Entre os presentes, Wolney Oliveira, diretor do Cine Ceará, Suzana Costa, presidente da Câmara Setorial do Audiovisual, e os cineastas Rosemberg Cariry, Margarita Hernández e Joe Pimentel.

(Foto – Arlindo Barreto)

No Ceará também é assim… Política, arranjos e esquisitices

Com o título “Política, arranjos e esquisitices”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. Aborda o clima de salada mista em que se configura o céu das coligações partidárias no Ceará. Confira:

Na edição de 6/6/2018, deste jornal, meu colega Guálter George considerou “esquisita” a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) em homologar Lula como candidato da sigla, apesar de ele estar preso em Curitiba. Somou-se a essa esquisitice uma outra, a do Partido Socialista Brasileiro (PSB) – de longa tradição na cena política – ao declarar “neutralidade” (em relação às candidaturas de esquerda) nas eleições que se aproximam, abandonando o candidato Ciro Gomes (PDT), com o qual negociava possível acordo.

Chegou-se a esse arranjo, ao que consta, devido à intervenção direta de Lula. E os motivos podem ter sido dois: 1) O ex-presidente avaliou que, com duas candidaturas fortes de esquerda, haveria o risco de nenhuma delas conseguir chegar ao segundo turno; 2) Lula conjecturou que, mesmo com duas candidaturas de esquerda, havia a possibilidade de uma delas ir ao segundo turno, mas não queria correr o risco de o PT ser superado pelo PDT na disputa, portanto buscou isolar Ciro.

O que Guálter diz é que o movimento do PT, ao retirar o PSB da órbita do PDT, dinamitou qualquer possibilidade de um partido apoiar o outro em um eventual segundo turno. Em termos, por dois motivos: 1) no mundo da política, os inimigos de hoje podem ser os melhores amigos de amanhã, exemplos há de sobra, inclusive no Ceará; 2) o segundo turno será uma nova disputa, cuja configuração ainda está indefinida, portanto, tudo está em aberto, inclusive alianças, costuras, acertos e consertos.

Suponho, portanto, que tenha sido a lógica fria do “PT em primeiro lugar”, que levou o partido a dar “uma punhalada nas costas” de Ciro Gomes.

A propósito: 1) o PT aprovou em sua convenção um candidato a presidente que não será candidato e um vice que não será vice, escalando Manuela d’Àvila (PCdoB) para o banco de reservas; 2) mulheres ganham destaque nesta eleição, porém, ainda de forma secundária: entre as 13 candidaturas, há quatro vices mulheres (cinco quando Manuela for incluída); somente a chapa Marina Silva (Rede) e Eduardo Jorge (PV) inverte o sentido tradicional.

PS. Para ler o artigo de Guálter George, “Estratégia confusa, se o objetivo é unir” (https://goo.gl/WKm9dm).

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Aliança envergonhada, mas existe

295 2

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quinta-feira:

Esta coligação informal criada para a disputa para o Senado no Ceará envolve muito de hipocrisia e jogo de cena para a plateia – sobretudo nacional – e um tanto de olho no futuro. Um disfarce para fingir não apoiar tanto assim o aliado. Fecha acordo, faz o arranjo, mas não formaliza aliança. PT e PDT estão morando junto com o MDB. Apenas não casaram de papel passado. Qualquer juiz reconheceria a relação estável. Na prática, é a mesma coisa ou muito perto disso.

A presidente do PT nacional disse que o partido não apoiaria Eunício Oliveira. A questão foi levada à direção nacional, que confirmou a decisão estadual: o PT não tem candidato a senador. Não foi permitido a José Pimentel concorrer à reeleição. A chapa de Camilo tem apenas um candidato. Como são duas vagas, qual a ideia? Deixar o Ceará com um senador a menos?

O PDT também disse que não queria conversa com Eunício. Ensaiou lançar André Figueiredo. No fim, também foi só com um candidato, Cid Gomes.

No fundo, o PT não quis oficializar o que é evidente: sua aliança com o MDB no Ceará. Com os “golpistas”. Não há coligação, mas tem Camilo e Eunício grudados em tudo quanto evento, de jogo de futebol a oração. A aliança já existia no governo, o que é mais sério e mais importante que na campanha.

O PDT, por sua vez, não quis ter no palanque estadual de Ciro o carimbo de aliado ao partido que o candidato a presidente mais achincalha. Ele tanto falou dos acordos espúrios do PT com os emedebistas, com que cara ficaria país afora se o mesmo fosse feito no Ceará? Ocorre que seu grupo, desde o governo do seu irmão, faz o mesmo e faz pior do que qualquer governo fez em Brasília. Não sei se a aliança que governa o Ceará, a maior da história do Estado, já teve paralelo em algum outro estado.

Porém, a informalidade salva ao menos as aparências. Disfarça, ou tenta, a evidência: Ciro e seu grupo, no Ceará, estão aliados ao MDB. Estão aliados a Eunício. O resto é malabarismo, ginástica para esconder o óbvio.

Eunício, com Cid, na época em que o emedebista foi disputado com Luizianne e foi decisivo para eleger Roberto Cláudio Iana Soares, em 22/6/2012
Eunício, com Cid, na época em que o emedebista foi disputado com Luizianne e foi decisivo para eleger Roberto Cláudio Iana Soares, em 22/6/2012

É também uma tentativa de se resguardar para o futuro. Ciro e Cid sabem que é muito grande a chance de estarem trocando ofensas com Eunício daqui a pouco tempo. Querem ao menos o argumento de que não houve coligação formal. Do mesmo jeito que, em 2010, Ciro evitou palavras mais eloquentes em favor de Eunício. Parecia vislumbrar o rompimento que viria.

Com todos esses cuidados, na prática, se Eunício for reeleito, será pelas condições viabilizadas pela aliança governista. No fim das contas, isso é o que importa.

O governador Camilo Santana, quem já o entrevistou sabe, é escorregadio. Porém, justiça se lhe faça, é a única pessoa de sua aliança que tem dito a coisa como ela é com todas as letras: Eunício é o candidato dele ao Senado. É o de Cid. E ponto final.

O resto é jogo de cena de uma aliança que quer tirar proveito do acordo que faz sem arcar com o ônus.

MPCE e Polícia Civil deflagram operação contra cartel de postos de combustíveis no Cariri

638 5

O Ministério Público Estadual e a Polícia Civil deflagraram, nesta manhã de quinta-feira, na Região do Cariri, a Operação Conexus. O objetivo é investigar possível cartelização de postos de combustíveis.

Segundo a assessoria de imprensa do MPCE, já foram cumpridos 80 mandados de busca e apreensão, tendo como alvo 40 postos de combustível e respectivos proprietários, representantes legais e gerentes, após decisão judicial deferindo o mandado. Entre o material apreendido, há mais de R$ 500.000,00 e, no mínimo, quatro armas de fogo.

Desde o ano passado, o MPCE investiga a possível cartelização de postos localizados na região do Cariri, principalmente nas cidades de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte. Uma coletiva sobre a Operação Conexus está marcada para as 14 horas, na sede da Promotoria de Juazeiro do Norte.

Análise de material

Após o cumprimento dos mandados, será feita análise do material colhido e dada continuidade à investigação. São titulares do Procedimento Investigatório Criminal os promotores de Justiça Juliana Silveira Mota, André Luiz Simões Jácome, Francisco das Chagas da Silva, Nivaldo Magalhães Martins, Rangel Bento Araruna e Thiago Marques Vieira. Deram apoio à operação os promotores de Justiça Flávio Corte Pinheiro de Sousa, Gustavo Henrique Cantanhêde Morgado e Saul Cardoso Onofre de Alencar.

Assembleia Legislativa define dias de sessões neste período eleitoral

A partir da próxima semana as sessões plenárias da Assembleia Legislativa vão ocorrer às terças e quartas-feiras, tendo em vista o período de campanha eleitoral. A decisão valerá até o próximo dia 10 de setembro, quando uma nova reunião será realizada para definir o expediente até o dia das eleições.

A informação é do primeiro-secretário da Casa, Audic Mota (PSB), adiantando que essa medida foi tomada durante reunião da Mesa Diretora e do Colegiado de Líderes. O encontro ocorreu no gabinete da presidência do legislativo, nessa quarta-feira.

Participaram do encontro o presidente Zezinho Albuquerque (PDT) e os deputados Manoel Duca (PDT), Augusta Brito (PCdoB), Tin Gomes (PDT), Audic Mota (PSB), Julinho (PPS), Carlos Matos (PSDB), Bethrose (PP), Carlos Felipe (PCdoB), Walter Cavalcante (MDB), Ely Aguiar (PSDC) e Elmano de Freitas (PT).

(Foto – ALCE)

Romarinho, o novo atacante do Fortaleza, chega na próxima segunda-feira

O atacante Romarinho, nova contratação do time do Fortaleza, vai se apresentar ao clube na próxima segunda-feira. A informação é do diretor de futebol Sérgio Papellin, adiantando que o atleta deve fazer sua última partida pelo Globo, do Rio Grande do Norte, antes de vestir a camisa tricolor.

Sérgio Papellin adiantou que, com a vinda de Romarinho, o Fortaleza deve dar um tempo nesse tipo de negociação, mas lembrando que a CBF dá prazo para contratações até 10 de setembro.

O diretor de futebol do Leão do Pici seguiu, nesta madrugada de quinta-feira, para Campinas. Já o Fortaleza embarcará nessa rota às 16h20min desta quinta-feira. Ali, o clube enfrentará o Guarani, no Estádio Brinco de Ouro, pela Série B, às 16h30min.

*Confira mais sobre o jogador aqui.

A pobreza crônica perdura no País e no Ceará, diz pesquisador

544 2

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira:

Uma boa dica de leitura para candidatos ao Governo do Ceará. O professor e pesquisador Pedro Sisnando Leite acaba de lançar o livro As Armas contra a Pobreza com e-book, para o Brasil, (www.aceci.com.br) e em site dos EUA, para o mundo, com opção de tradução para vários idiomas (www.academia.edu).

A publicação faz uma análise sobre os programas de distribuição de renda (1995-2015) com conclusões negativas sobre as políticas adotadas no Brasil para acabar com a pobreza. Além de sugestões de novas políticas, afirma que, nesse período, a pobreza crônica permaneceu a mesma: cerca de 50 milhões de pobres no Brasil, 25 milhões de pobres no Nordeste e perto da metade da população do Ceará em situação de pobreza.

Sisnando diz que o Ceará possui conhecimento, recursos e experiência para apresentar resultados bem melhores. Ele foi gestor do Projeto São José no governo Tasso Jereissati e já escreveu 10 livros sobre o tema, na condição de professor de Teoria Econômica do Programa de Mestrado de Economia da UFC. O acesso virtual é grátis.

(Foto – Reprodução Youtube)

Fortaleza terá seu sétimo voo para a Europa, confirma o governador

O governador Camilo Santana (PT) postou, em sua página no Facebook, uma informação que diz respeito ao setor do turismo estadual: mais um voo ligando Fortaleza à Europa Confira:

Mais uma ótima notícia para o nosso Ceará.

Recebi a confirmação do diretor-geral do Grupo Air France-KLM para a América do Sul, Jean-Marc Pouchol, do sétimo voo semanal ligando Fortaleza à Europa. Atualmente essas empresas realizam cinco voos diretos semanais, sendo três para Amsterdã e dois para Paris. Pelo sucesso das vendas, em outubro inicia o terceiro voo para Paris e em abril/19 a quarta frequência para Amsterdã. Dessa forma, os voos da Air France/KLM de Fortaleza diretos para a Europa, passam a ser diários. Isso significa novas oportunidades de negócios, o avanço da nossa economia e a geração de milhares de empregos para os cearenses.

(Foto – Divulgação)

Violência contra a mulher

Com o título “Violência contra a mulher”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira:

Na semana em que a Lei Maria da Penha completa 12 anos de promulgação, o Ceará (terra natal da inspiradora que deu nome à legislação) registrou 1.431 denúncias de violência contra mulheres, apenas no primeiro semestre deste ano. O número é o 13º maior do Brasil e o 5º do Nordeste, segundo dados que acabam de ser apresentados pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH). O quadro é preocupante e corresponde a 2% das 73 mil denúncias recebidas em todo o País, no mesmo período.

Embora cada unidade da Federação tenha uma responsabilidade particular de reduzir esses números em sua respectiva jurisdição, o poder central tem a obrigação de coordenar esses esforços, visto que o número nacional – de janeiro a junho – é seis vezes maior do que o de notificações registradas pelo Atendimento à Mulher em Situação de Violência em 2006 (ano de criação da lei), que foi de 12 mil durante todo ano.

As principais agressões denunciadas são: cárcere privado, violência física, psicológica, obstétrica, sexual, moral, patrimonial, tráfico de pessoas e homicídio. Com a Lei Maria da Penha, o Código Penal passou a prever esses tipos de agressão como crimes. Oferecer maiores garantias a esse público vulnerável foi uma conquista, pois se passou a dispor dos meios requeridos para um tratamento adequado a essa patologia social. Contudo, as estatísticas cresceram. O que teria acontecido?

Uma verificação mais atenta explicaria o fenômeno: os números crescentes não dizem respeito, necessariamente, a um aumento descompassado da violência, segundo análises de especialistas, mas sim a um maior registro de denúncias, decorrentes da conscientização das vítimas, que saíram da passividade anterior e passaram a reagir às violências cotidianas que, antes, simplesmente absorviam resignadamente – seja por receio da reação dos agressores, seja pela falta de acesso aos recursos de proteção contra suas investidas, seja por desconhecimento dos meios legais de contenção.

Entretanto, é preciso levar em conta a realidade de que inúmeras mulheres continuam sofrendo violências e não as denunciam. Isso permite mascarar um pouco a realidade, daí a importância de se ter um sistema público de segurança confiável, sobretudo diante da intimidação provocada pela presença de facções criminosas nos bairros e comunidades. O medo e a insegurança levam a uma situação de subnotificação.

Investir na educação para desconstruir a cultura machista foi um dos requisitos cobrados pela OEA ao governo brasileiro, junto com a mudança da legislação, quando o caso Maria da Penha foi julgado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. É um desafio continuado.

Que tal conferir a lista dos gestores inelegíveis do Ceará?

O Tribunal de Contas do Estado entregou à Justiça Eleitoral a relação de 3.586 gestores com contas julgadas irregulares no Ceará e que, por isso, estarão inelegíveis inelegíveis baseado na Lei da Ficha Limpa. No total, 6.389 processos foram julgados pelo TCE, a lista de nomes será cruzada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com os dados repassados pelos partidos que vão registrar candidaturas.

Essa lista de gestores impugnados têm representantes de todos os municípios do Estado. Do geral, 1.460 têm indicação de nota de improbidade administrativa. Dos 6.389 processos, 2.262 têm indicação de nota. Em comparação com a última lista enviada pelo TCE e pelo extinto Tribunal de Contas do Município (TCM) houve diminuição de 829 nomes a menos.

*Confira a lista completa aqui.

Vozão deixa vitória escapar no final, mas avança para sair do Z4

Após estar vencendo até os 41 minutos do segundo tempo, o Ceará deixou escapar a terceira vitória seguida no Brasileirão, ao empatar com o Santos, em 1 a 1, na noite desta quarta-feira (8), no estádio Presidente Vargas lotado. Apesar do empate, o Vozão avançou mais uma posição para deixar a zona de rebaixamento, agora na 18ª posição na tabela de classificação, à frente do Atlético Paranaense e do Paraná Clube. O Vozão volta a campo no sábado (11), quando jogará novamente em casa, dessa vez diante do Atlético Paranaense.

Após um primeiro tempo em que o Ceará teve as melhores oportunidades de gol, o Vozão abriu o placar aos 33 minutos da segunda etapa, quando Arthur recebeu na área e tocou de primeira no canto esquerdo. O Santos empatou oito minutos depois, com Jean Mota, que escorou de peito uma bola na área.

(Foto: Reprodução)

Hipercard deve pagar R$ 8 mil por danos morais causados a agricultor

A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará condenou o Hipercard Banco Múltiplo a pagar R$ 8 mil de indenização por ter inserido, indevidamente, nome de agricultor em lista restritiva de crédito. A determinação, proferida nessa terça-feira (7/08), teve a relatoria do desembargador Francisco Bezerra Cavalcante, informou a assessoria de imprensa do TJCE.

Na petição inicial, o consumidor alegou que, ao tentar fazer compra no município onde mora, no Interior do Estado, ficou sabendo que o nome dele estava no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). Ao ir à Câmara de Dirigentes Lojistas, recebeu a informação de que o débito era relativo ao Hipercard.

Ele afirmou não ter feito nenhum contrato com a referida empresa, além de ter sofrido abalo moral por ter sido visto como mau pagador na cidade. Por essa razão, ingressou na Justiça com ação de obrigação de fazer (retirada do nome do SPC) cumulada com pagamento de reparação moral.

Na contestação, o Hipercard defendeu que o cliente contratou serviço de cartão de crédito de forma regular, existindo pedido de renegociação de dívida feio por meio de telefone por dependente (cartão adicional) do agricultor. Também considerou a inexistência de danos morais.

Em junho de 2016, sentença da Vara Única da Comarca de Cedro declarou a inexistência do negócio jurídico (consequentemente a dívida), exclusão do nome do SPC e pagamento da reparação moral no valor de R$ 3 mil. As duas partes recorreram ao TJCE. A empresa, na apelação, sustentou que provou o vínculo contratual com o consumidor, não tendo a empresa cometido qualquer ato ilícito. Já o agricultor solicitou aumento do valor dos danos morais.

Ao julgar o processo (nº 0005568-97.2013.8.06.0000), a 4ª Câmara de Direito Privado fixou em R$ 8 mil a indenização. Segundo o relator, “observa-se mais um caso de cobrança indevida, demonstrando falha na prestação de serviços da instituição financeira, ao agir, o Banco réu, de forma negligente, ao permitir a celebração fraudulenta de contratos por terceiro em seu nome, sem adotar os deveres mínimos de cuidado e diligência contratual.”

Campelo Costa comemora 50 anos de sua primeira individual

675 4

“O desenho é a única linguagem que não necessita de tradução”.

Antônio Carlos Campelo Costa, o Campelo, desenhista e arquiteto, comemora 50 anos de sua primeira mostra individual com a exposição “Campelo Costa: traços de um percurso artístico”. Será a partir desta quinta-feira, 9 de agosto, e se estendendo até 6 de setembro, na Galeria Vestigium. A mostra tem a curadoria de Roberto Galvão e reúne 40 obras recentes do desenhista.

Campelo começou seus trabalhos como desenhista. Participou de três Salões Municipais de Abril, sendo agraciado com os prêmios de melhor desenhista de 1966, 1967, 1968. Formou-se em Arquitetura e Urbanismo em 1972, pela Universidade Federal do Ceará.

Nos anos de 1969 e 1971, foi premiado com trabalho em equipe na Bienal Internacional de São Paulo, na categoria de Arquitetura. Nas décadas de 1980 a 1990, realizou exposições individuais de desenhos, sendo premiado em 1997 no Salão Norman Rockwell, promovido pelo IBEU-CE. No mesmo ano, comemorou três décadas de participações em exposições com a mostra “Campelo Costa: Personalidade, Músicos, Eros, Arquitetura”.

O surgimento de seu trabalho na década de 60 impressionou e causou um grande impacto no universo intelectual das artes plásticas no Ceará, obtendo em três anos seguidos o primeiro prêmio de desenho do Salão de Abril (1966, 1967 e 1968). A exposição “Campelo Costa: traços de um percurso artístico” marca os 50 anos de sua primeira mostra individual, realizada em 1968.

Exposição

Na abertura, às 19 horas, será lançado também o catálogo da exposição, que apresenta a trajetória do artista, de sua capacidade inata de construir, desde menino, perfeitas perspectivas, intuitivamente, sem guardar a menor preocupação com os rigores técnicos. “O desenho investe, estrutura o projeto. Há nessa atitude o sentido de atirar‐se para frente. Nunca é arbitrário”, traduz Campelo no texto presente no catálogo.

São obras recentes do artista, divididas em três temas que Campelo Costa trabalha desde o início de sua carreira: Sertão, Festa e Paisagem. Segundo o curador, os desenhos de Campelo têm traços por vezes precisos, outras vezes nervosos, mas sempre na justa medida, corretos, como se de muito tempo já estivessem construídos em sua mente. “Parece que o seu espírito salta por sua mão”, diz Galvão.

SERVIÇO

*Galeria Vestigium – Rua Nogueira Acioli, 891, Centro, Fortaleza.

*Horário de visitação: de segunda a sexta, das 15 às 19 horas, e sábado, das 9 às 14 horas.

*Mais Informações: (85) 9.8180.7268. Acesso gratuito!

(Fotos – Divulgação)

Batalha de MCs ocupa espaços no Dragão do Mar

Uma vez a cada mês, a juventude da periferia de Fortaleza ocupa, com muito ritmo e poesia, o Espaço Patativa do Assaré do Centro Dragão do Mar. Reunidos em formato de círculo, os jovens chegam de diversas partes da Capital e RMF para travar um duelo onde a arma mais letal é a palavra. Trata-se da Batalha do Dragão, um espaço dedicado a rimas de improviso e muita criatividade, onde o MC que mais empolgar a plateia se consagra vencedor da disputa e garante uma vaga na Batalha dos Campeões, realizada ao final do ano, apenas com os vencedores das edições anteriores.

As batalhas são comandadas pelo veterano Erivan Produtos do Morro, rapper e produtor musical que há 10 anos mantém um estúdio especializado em gravar rap no Morro do Castelo Encantado, na Zona Leste de Fortaleza. Segundo Erivan “os duelos são uma forma eficiente de conscientizar a juventude sobre temas importantes para a sociedade, pois os jovens são obrigados a estudar se quiserem formular uma boa rima e vencer a disputa”, afirmou.

Para incentivar cada vez mais a participação dos MCs, a Batalha do Dragão oferece premiação para a primeira e segunda colocação. Entre os prêmios, destaca-se a gravação de músicas no estúdio mantido por Erivan, em sua casa, o Produtos do Morro Rec. “O objetivo é lançar uma coletânea de todas as músicas que gravamos pela Batalha do Dragão. Tem muito MC famoso que foi revelado nas rodas de rima”, completa. O evento também abre espaço para apresentações musicais. Nesta edição, o pocket show fica por conta do Fortal La Máfia, grupo de rap fundado no final de 2013, que foi atração no último Maloca Dragão.

Como funciona?

As batalhas são do tipo “conhecimento” e de dupla, onde os MCs devem rimar sobre temas sorteados na hora. A disputa se dá em 2 rounds, onde cada dupla participante tem 45 segundos para desenvolver sua ideia. Se houver empate, a batalha passa para o terceiro round. Os competidores são avaliados pelo público e vence o MC que mais empolgar a plateia.

Os interessados devem comparecer ao local do evento, no dia da competição, a partir das 18 horas. As inscrições seguem até às 18h30min e são gratuitas.

SERVIÇO

*Mais informações podem ser obtidas no Facebook de Erivan Produtos do Morro https://www.facebook.com/erivanprodutosdomorro/

(Com Assessoria de Impensa/Fotos – Divulgação)

Vem aí o VI Festival Costume Saudável

Fortaleza terá, entre os dias 24 e 26 deste mês de agosto, no estacionamento do Shopping RioMar Papicu, mais uma edição do Festival Costume Saudável, evento que reunirá profissionais e pessoas interessadas em levar uma vida melhor e muito mais além da alimentação e do “mundo fitness”.

Em sua sexta edição, o festival reunirá familiares e amigos para confraternizar, compartilhar, debater e se informar sobre assuntos como alimentação, restrições alimentares, maternidade, qualidade de vida, atividades físicas, meio ambiente e saúde. O Festival Costume Saudável oferecerá mais de 200 atividades entre aulas em academias, palestras, apresentações culturais, oficinas culinárias, dentre outras.

SERVIÇO

*As inscrições podem ser feitas pelo aplicativo Minha Cidade Saudável. O app já está disponível na App Store e Google Play.

*A participação nos três dias de Festival custa R$ 30 (R$ 15 meia entrada) e cada dia sai por R$ 20 (R$ 10 meia entrada), com pagamento via cartão de crédito. Na entrada do evento, o pagamento deve ser em dinheiro.

*Toda renda arrecadada com a venda dos ingressos será destinada ao Instituto do Câncer do Ceará e ao Instituto Povo do Mar (IPOM).

Fortaleza será sede do I Encontro Global de Bancos Solidários

447 2

Fortaleza será sede do I Encontro Global de Bancos Solidários. Vai acontecer no período de 4 a 6 de setembro próximo, no Centro de Eventos. O objetivo do encontro, uma iniciativa do Banco Palmas e da Rede Brasileira de Bancos Comunitários, é chamar para o debate o valor e a importância do papel dos bancos solidários como protagonistas das políticas de redução dos desequilíbrios econômicos e sociais.

A Fundação Demócrito Rocha apoia a iniciativa, que conta também com o respaldo institucional de: Ashoka, AVINA, CEPAL, MIT-Colab, Promujer e Prefeitura de Fortaleza.

Na Capital cearense, estarão participando desse encontro global 113 Bancos Comunitários do Brasil e vários Bancos Solidários de outros países, além de especialistas brasileiros e do Exterior com know how na elaboração de bancos comunitários, fundos, investimentos de pequeno, médio e grande porte.

Entre os conferencistas já confirmados estão Joaquim Melo, Maria Cavalcante, Ladislau Dawbor, Morgan Simon, Genauto Carvalho, Lilian Prado, João Souza, Katrin Kaeufer, Claudia Leitão, Juan Constain, Marisa Villa, Eddi Xavier Bermudez, Helena Singer, Gonzalo Mercado, Sandra Lobo e Leonora Mol.

Organizações, coletivos, entidades e fundações também já confirmaram presença no evento. Entre elas: Laboratório de Informática e Sociedade UFRG (LabIS-UFRJ), Rede Conhecimento Social, Incubadora Tecnológica de Economia Solidária (ITES-UFBA), FundeFir, Observatório de Fortaleza, FA.VELA, Prefeitura de Bogotá, La Colmena, Bronx Cooperative Development Initiative, PUC-SP, Candid Group, Organização Internacional do Trabalho (OIT), IBGE, IPEA, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), CERAI, FIARE, NEXUS Emilia Romagna, REFAS e os 113 Bancos Comunitários do Brasil.

SERVIÇO

*As inscrições para o encontro estão abertas e podem ser realizadas no link a seguir:

Ceará registra até agora 2.758 homicídios em 2018

O Estado do Ceará apresentou o quarto mês seguido de redução dos homicídios. A redução foi de 20,3%, informou, nesta quarta-feira, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, André Costa.

Desta vez, a queda ocorreu em todas as regiões do Estado e, mais uma vez, a diminuição é puxada por Fortaleza, que apresentou número de homicídios em 29,3%.

Foram 378 homicídios no Ceará no mês passado. Nos sete primeiros meses do ano, 2.758 pessoas morreram assassinadas no Estado.

Homicídios no Ceará
Julho de 2018: 378
Julho de 2017: 474
Redução: 20,3%

Homicídios em Fortaleza
Julho de 2018: 130
Julho de 2017: 184
Redução: 29,3%

Homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza
Julho de 2018: 104
Julho de 2017: 135
Redução: 23%

Homicídios no Interior Norte
Julho de 2018: 81
Julho de 2017: 90
Redução: 10%

Homicídios no Interior Sul
Julho de 2018: 63
Julho de 2017: 65
Redução: 3,1%

Com a quarta queda seguida, o Estado pela primeira vez tem menos homicídios que em 2017, na comparação entre os sete primeiros meses de cada ano. A redução ainda é discreta: 0,5%.

Homicídios no Ceará
Janeiro a julho de 2018: 2.758
Janeiro a julho de 2017: 2.773
Variação: -0,5%

Homicídios em Fortaleza
Janeiro a julho de 2018: 910
Janeiro a julho de 2017: 1.078
Variação: -15,6%

Homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza
Janeiro a julho de 2018: 766
Janeiro a julho de 2017: 681
Variação: 12,5%

Homicídios no Interior Norte
Janeiro a julho de 2018: 586
Janeiro a julho de 2017: 470
Variação: +24,7%

Homicídios no Interior Sul
Janeiro a julho de 2018: 496
Janeiro a julho de 2017: 544
Variação: – 8,8%

(Com O POVO Online/Foto – Julio Caesar)

Caixa Cultural apresenta Mostra de Cinema Peruano

Rosa Chumbe” (2015) de Jonatan Relayze.

A Caixa Cultural Fortaleza fará nesta quinta-feira, 9, sessões extras de dois filmes da Mostra de Cinema Peruano que foi realizada de 31 de julho a 5 de agosto. “Rosa Chumbe’, de Jonatan Relayze, poderá ser visto às 16 horas, e “Bajo la influencia” (Sob a influência), da diretora Karina Cáceres, terá nova exibição às 18 horas.

A mostra integra o 28º Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, que, a cada edição, realiza uma mostra especial, como homenagem a um país da ibero-américa.

DETALHE – O 28º Cine Ceará acontece até o dia 11 de agosto, numa promoção da UFC, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura. A Prefeitura de Fortaleza, através da Secultfor, também apoia.

SERVIÇO

*Caixa Cultural Fortaleza – Avenida Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema.

*Ingressos: Gratuitos (distribuídos com 1h de antecedência, sujeitos à lotação do teatro)

*Mais Informações gerais  Caixa Cultural Fortaleza – (85) 3453-2770.