Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Bancada federal quer discutir orçamento 2015 com Camilo Santana

camiloror

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (25):

A bancada federal do Ceará quer um encontro com o governador Camilo Santana (PT). Segundo o coordenador-geral José Airton (PT), hora de começar a discutir quais as prioridades da gestão diante do cenário de muitos contingenciamentos previstos pelo governo federal em se tratando de orçamento geral 2015.

O parlamentar defende a tese de que a bancada e o governador devem fechar unidade em torno de projetos prioritários como o Cinturão das Águas, por exemplo, além de trabalhar por maior aporte financeiro nos quesitos saúde e convivência com a seca.

Camilo até que chegou a marcar um almoço com a bancada, mas acabou adiando por questão de agenda. Nesse encontro, o apoio ao governo, via emendas individuais, deve também constar na pauta. Cada parlamentar dispõe de R$ 10 milhões, uma bufunfa muito boa, por sinal.

Acrísio Sena denuncia vandalismo na Praça da Gentilândia

312 4

estatututa

O que é isso mesmo? O que fizeram com o busto que fica na praça da Gentilândia, em Fortaleza? Indaga o vereador Acrísio Sena (PT), que passou pelo local, nesta sexta-feira.

Para ele, puro vandalismo e desrespeito ao patrimônio histórico e cultural da cidade. “Isso demonstra o nível de ignorância cultural e, acima de tudo, a banalização da história do nosso povo”.

Camilo ouve reivindicações do Sindicato dos Policiais Civis

241 2

delelgg

O governador Camilo Santana recebeu, nesta sexta-feira, no Palácio da Abolição, a diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpol). Na ocasião, foram discutidas melhorias para a categoria e formas de aprimorar os trabalhos dos delegados, escrivães e inspetores.

Os secretários Élcio Batista (Chefia de Gabinete), Delci Teixeira (Segurança), Hugo Figueiredo (Planejamento) e Mauro Filho (Fazenda) e o delegado-geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, participaram do encontro.

Camilo prossegue sua tarefa de estabilizar a área da segurança pública que, na gestão passada, era um dos setores mais traumáticos. Em termos de Polícia Militar, ele já mandou para a Assembleia Legislativa mensagem corrigindo distorções no plano das promoções de PMs e bombeiros.

(Foto – Carlos Gibaja)

O que havia por trás das manifestações contra Dilma

203 6

Com o título “Por que os golpistas anunciaram abandonar as ruas?”, eis artigo do professor Uribam Xavier, do Departamento de Ciências Socais da UFC. Ele cita que grupos organizados atuaram nas mobilizações contra o Governo Dilma, com interesses outros que fugiram ao clima de protesto espontâneo dos brasileiros. Confira:

As mobilizações do dia 15 de março surpreenderam pela quantidade de participantes presentes nas ruas de várias cidades do país. Porém, seu centro não foi reivindicatório, mas de protesto contra a corrupção. Tentou-se passar a ideia de que se tratava de um movimento espontâneo de catarse contra a situação em que se encontra o país, expressado nas cores verde e amarelo, sem estrutura de apoio ou organização, algo semelhante ao ocorrido em junho de 2013.

O argumento de um movimento espontâneo passou a ser desmontado já nas disputas para afirmar o número de participantes em cada cidade. A imprensa, ao divulgar os números, registrava, ao mesmo tempo, o número de participantes anunciado pela polícia e o anunciado pelos organizadores. Esses anunciavam sempre um número bem maior do que o anunciado pela polícia e são os que financiaram os carros de som, a manutenção de blog para mobilizar gente, a confecção de faixas, o aluguel de ônibus para levar gente, tudo igualzinho como fazem os partidos e sindicatos de esquerda. Claro que essa mobilização teve efeito multiplicador e muita gente foi aderindo, se mobilizando e fazendo seus próprios cartazes.

Quem são os principais organizadores? São três os principais:

Movimento Brasil Livre – MBL, organização fundada em 2014 com o objetivo de promover a economia de mercado [neoliberalismo] como solução para o país. Alguns de seus membros são filiados ao Instituto Liberal e ao Instituto Von Mises. Em 2014, eles apoiaram a candidatura de Aécio Neves; e para 2015, eles têm como objetivo derrubar o governo Dilma e consolidar o fora PT como forma de desgastar o nome do ex-presidente Lula como candidato pós-Dilma. Em seu site, apoiam claramente o impeachment;

Estudantes Pela Liberdade – EPL, uma OSCIP brasileira filiada ao Students For Liberty, organização financiada pelos irmãos Hoch [David Hoch e Chales Hoch], que têm como negócio atividades no ramo da exploração de petróleo, gás, oleodutos, refinarias e produção de produtos químicos e fertilizantes. O interesse dos irmãos Hoch no Brasil é a Petrobras;

Movimento Vem Pra Rua, que criou outros movimentos virtuais, paga blogueiros para postar mensagens e fazer mobilizações. É ligado ao PSDB e tem como objetivo fazer oposição ao governo e ao PT.

Bem, se alguém pensou que as mobilizações de 15 de março e 12 de abril foram o reflexo da pura indignação de cidadãos contra a corrupção, enganou-se totalmente, e ainda foi manipulado em seus sentimentos por interesses outros que não são o combate à corrupção no país. E os manipuladores de subjetividades ingênuas apresentaram, no dia 15 de abril, em Brasília, uma “Carta do Povo Brasileiro” para parlamentares e partidos citados em vários escândalos de corrupção. Essa carta é o marco do abandono das mobilizações de ruas e a estreia na sua nova estratégia: o lobby político junto ao Congresso Nacional.

E por que os organizadores das mobilizações abandonaram as ruas?

Penso que foi porque as ruas passaram a ter um tom forte contra a corrupção e não ao real interesse dos organizadores. Além disso, o escândalo das contas secretas no HSBC e a Operação Zelotes [pagamento de propina para aliviar as multas tributárias de rentistas e empresários], escândalos bem mais graves que o do Petrolão, onde muitos dos aliados dos organizadores estão envolvidos, não foram nem mencionados pelas entidades organizadoras das mobilizações. Não foi gratuito, portanto, que, nas manifestações do dia 12 de abril, alguns manifestantes carregaram cartazes que diziam que “sonegação não é crime”.

Somam-se a isso o fato de que as mobilizações do dia 12 de abril foram bem menores que as primeiras, embora muito significativas e com uma capacidade bem maior que a dos grupos de esquerda, porém trouxe uma diversidade de reivindicações, não foi só protesto. Essas reivindicações foram ignoradas pelos meios de comunicação que, fazendo coro com o objetivo dos organizadores, sintetizaram tudo no tripé: fim da corrupção, fora Dilma e fora PT. Acho que os organizadores pressentiram que poderiam perder a disputa nas ruas, que as mobilizações poderiam virar um movimento forte contra a corrupção e não contra a derrubada do governo.

Além disso, pesquisa do Datafolha, realizada no dia 12 de abril, demonstrou o seguinte: no dia 15 de março, 83% dos participantes nas mobilizações eram eleitores de Aécio Neves; já no dia 12 de abril, 82%, ou seja, nas duas manifestações, a maioria era de eleitores de Aécio Neves [PSDB]; e mais, apenas 15% do total dos participantes saíram de casa com a intenção de pedir o impeachment da Dilma. Esses dados podem ter orientado os organizadores a optarem pelo lobby político junto aos setores conservadores e corruptos do Congresso Nacional para darem continuidade ao seu único objetivo estratégico: o pedido de impeachment contra a presidente Dilma. Pois os organizadores das manifestações são defensores do capitalismo, e o capitalismo só funciona nos grandes negócios, nacionais e internacionais, movido pela corrupção e pela propina. A ideologia do livre mercado é conversa para boi dormir.

* Uribam Xavier

Professor do Departamento de Ciências Sociais da UFC.

Cartunista Mino lança a Rivista nº 157

minoo

Jocasta Saraiva, Amanda Alboino e Mino (Editora Riso) e colaborador Giovani Loiola.

Lançada, nessa quinta-feira (23), a 157ª edição da Rivista, publicação mensal do artista Hermínio Castelo Branco, o “Mino”. O evento foi prestigiado por colaboradores e a equipe da Editora Riso.

O lançamento marca uma nova fase da editora e da publicação que, neste 2015, completa 15 anos de atividades.

Poemas, fábulas, artigos sobre psicologia, filosofia, história da arte e quadrinhos estão entre os assuntos abordados pelo próprio Mino e pelos articulistas.

SERVIÇO

* Para mais informações sobre como adquirir a revista, os interessados podem acessar a fanpagewww.facebook.com/RivistadoMino.

PSDB nacional difunde discurso contraditório de Dilma

peso-e-medidas-diferentes-para-pt-e-psdb_charge-amarildo1

O PSDB cearense iniciará nesta noite de sexta-feira, por meio do rádio e da televisão, sua propaganda partidária. Desta vez, com uma novidade: o discurso do programa será nacionalizado.

Segundo assessores tucanos, o partido fará comparações do que a presidente Dilma Rousseff prometeu em palanque com o que ela tem feito neste começo de gestão.

A ordem é expor as contradições de Dilma e, claro, a onda de corrupção que se abateu sobre a Petrobras e que desgasta também o PT.

Lei do piso dos agentes comunitários de saúde vai para sanção do governador

O projeto de lei que garante o reajuste do piso salarial dos agentes comunitários de saúde (ACS) vinculados ao Estado foi aprovado por unanimidade no plenário da Assembleia Legislativa.

De acordo com o texto aprovado, o piso salarial será atualizado “na mesma data e observando igual índice de revisão geral aplicável à remuneração dos servidores estaduais, não podendo ficar em patamar inferior ao piso salarial previsto para a categoria no âmbito federal.”

Dirigentes do Sindsaúde acompanharam a aprovação da lei que segue, agora, para a sanção do governador Camilo Santana e, em seguida, para publicação no Diário Oficial do Estado.

Prefeitura convoca aprovados do concurso de assistente da educação infantil

Essa é do Site da Prefeitura de Fortaleza:

A Secretaria Municipal da Educação realiza a primeira convocação dos aprovados no concurso público para o cargo efetivo de assistente da educação infantil. Os convocados devem apresentar-se nos locais, datas e horários indicados, portando os exames e documentos necessários, conforme documento em anexo ao final da notícia. A apresentação já tem início na próxima segunda-feira (27/04).

O certame foi realizado pela Diretoria de Concursos e Seleções (DCS) do Instituto Municipal de Desenvolvimento de Recursos Humanos (IMPARH) e ocorreu entre outubro de 2014 e fevereiro deste ano por meio de duas etapas. A primeira delas foi uma prova objetiva com caráter eliminatório, realizada no dia 7 de dezembro e que contou com a participação de 6.305 candidatos.

Para a segunda etapa, 1.200 participantes foram convocados a passarem por três partes que compuseram esta fase: um curso de formação na área, análise de comprobatória de experiência (apenas de quem tinha) e a aplicação de uma prova prática que avaliou o desempenho dos profissionais diante de duas situações-problema na área da educação infantil. Ao final dessa fase, apenas 1.057 foram dados como concludentes de todo este processo. E, no resultado final, 520 nomes são homologados, conforme o edital. Os aprovados serão distribuídos nos seis Distritos de Educação da Cidade.

SERVIÇO

* Clique para visualizar o termo de convocação aqui.

Fortaleza terá um sábado de “Marcha Azul Marinho”

215 1

Fortaleza vai assistir, neste sábado, a II Marcha Azul Marinho. Trata-se de uma manifestação dos guardas municipais de diversas cidades cearenses. A concentração ocorrerá a partir das 8 horas, na Praça do 5º Batalhão da Polícia Militar. De lá, os guardas seguirão em caminhada até a Praça do Ferreira (Centro). Segundo o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais da Região Metropolitana de Fortaleza (Sindiguardas), vereador Márcio Cruz (Pros), a marcha é um momento de mostrar para a sociedade que os guardas municipais querem colaborar de modo mais eficaz com a segurança de nossas cidades.

“Trata-se de uma preparação para a Marcha Azul Marinho Nacional, que acontecerá em Brasília, no próximo dia 13 de maio, e que reunirá guardas de todo o país”, acentua Márcio Cruz. No Ceará, a ordem é adequar as corporações cearenses ao Estatuto Geral das Guardas Municipais, Lei 13.022 sancionada em 2014 pela presidente Dilma Rousseff. Outro ponto de reivindicação dos guardas será a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição – PEC 534, que dispõe sobre as competências das guardas municipais, além de criar a Guarda Nacional. De autoria do falecido senador Romeu Tuma (PFL – SP), a PEC tramita desde 2002 aguardando apreciação e aprovação da Câmara dos Deputados.

Na contramão da crise, construtora entrega condomínio e anuncia um novo projeto

henrr

Crise que nada. A Construtora Milênio está investindo pesado no mercado imobiliário cearense. Neste sábado, vai, por exemplo, entrega a 11ª obra na capital e já está lançando um novo condomínio: Mirante Plus, no bairro Cocó. O diretor da construtora, José Humberto Pires, acredita no mercado imobiliário cearense, embora a economia esteja passando por um período recessivo.

“Aqui no Ceará, estamos há 15 anos construindo relações duradouras. Com experiência, responsabilidade e solidez, buscamos atender a satisfação dos nossos clientes e realizar melhorias contínuas na execução de obras”, diz.

O empreendimento que será entregue neste sábado, às 19h30min, é o Park Life Residence, também no Cocó. Os investimentos na obra foram da ordem de R$ 90 milhões, numa área de 4.270 m2.  Ao todo, 126 apartamentos construídos em duas torres (Sea e Dune), com projeto arquitetônico desenvolvido pela empresa Nasser Hissa Arquitetos.

Presidente da Coopercon/CE difunde experiência de cooperativismo em Goiânia e Brasília

foto coopercon marcos novaes

O presidente da Cooperativa da Construção Civil do Estado, Marcos Novaes, cumpre agenda, nesta sexta e sábado, respectivamente em Goiânia (GO) e Brasília (DF). Na condição de conferencista, vai compartilhar projetos e ações bem sucedidas da entidade com empresários da construção civil dessas cidades.

“Muita gente teme iniciar uma cooperativa em meio à crise, mas eu defendo que este é o melhor momento para se usufruir dos inúmeros benefícios que o cooperativismo traz para a economia”, diz Marcos Novaes.

Em Goiânia, ele falará nesta tarde para mais de 50 empresários interessados em apostar na filosofia do cooperativismo na área.

Mais dois presídios em construção no Ceará

helioleitao

Em fase de construção mais dois presídios: um em Juazeiro do Norte, com 272 vagas; e outra em Itaitinga (CPPL- V) com 1.016 vagas. O secretário da Justiça e Cidadania do Estado, Hélio Leitão, quer entregar tudo até setembro.

Nesta quinta-feira, ao lado da vice-governadora Izolda Cela, que também coordena o Ceara Pacífico – ações sociais no plano da segurança, Hélio Leitão conheceu experiência de ressocialização de presos em Itaúna, interior mineiro.

 

Hélio e Izolda gostaram do viram por lá.

Feirão de Imóveis prossegue no Shopping Parangaba

Prossegue, até o dia 10 de maio, no Shopping Parangaba, o Feirão de imóveis promovido pela Lopes Immobilis, uma das fortes do ramo no Nordeste.

A Construtora Magis é uma das participantes e expõe para os visitantes todos os seus produtos, entre eles dois empreendimentos localizados na Parangaba: o complexo Duo Towers e o La Cittá Parangaba Residence.

Entre as facilidades para adquirir um produto da construtora estão as parcelas mensais fixas sem o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) e a flexibilidade no pagamento, por meio do programa Max Negociação Magis.

Prefeitura anuncia operação tapa-buracos de emergência

173 3

ladill

O prefeito Roberto Claudio (Pros) autorizou um orçamento de R$ 35 milhões para uma operação emergencial tapa-buracos, que deve intervir em 182 vias da Capital. Para os três primeiros meses, serão R$ 7,5 milhões.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira pelo secretário da Coordenadoria das Regionais, Adail Fontenele, e o secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo. Doze frentes de trabalho já começam o serviço a partir de agora e priorizam avenidas de grande fluxo.

De acordo com Adail Fontenele, a Prefeitura também deve investir, neste ano, mais de R$ 40 milhões em obras de drenagem. 

(Foto – Divulgação)

VAMOS NÓS – A torcida é para que o asfalto a ser usado seja mesmo de boa qualidade e a turma do serviço dê pausas quando chover. Sim, porque ver asfalto ser jogado em buraco com água é um desrespeito ao bolso tão sacrificado do contribuinte.

É hora do espírito de São Jorge ser exemplo na política brasileira

179 1

Com o título “São Jorge: uma lição de tolerância”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele fala da sua devoção por um santo que consegue ser ponto de convergência entre católicos e outras correntes. Que tal um espírito de São Jorge na polítrica? Confira:

23 de abril foi Dia de São Jorge. O santo capadócio, de minha devoção, padroeiro da Inglaterra, Catalunha, Portugal, Bulgária e outros países e regiões, ganhou notoriedade no mundo cristão como símbolo de resistência católica contra os mouros, à época das cruzadas. Objeto causador de feriado na cidade do Rio de Janeiro, onde também é reverenciado, ganhou no Brasil o tom moreno do sincretismo religioso. Nas graças do candomblé, é celebrado como Ogum, entidade identificada com o arquétipo das pessoas guerreiras.

A fé compartilhada entre duas religiões diferentes faz de São Jorge figura central num contexto que merece ser revisto. Reiteradas vezes tenho feito apelos à necessidade do exercício da tolerância no convívio entre as pessoas, geralmente assustado com a crueza dos debates políticos nas chamadas “redes sociais”.

Ocorre, porém, que estes tempos de ódio vem contaminando outras áreas e insuflando preconceitos. Na esfera racial e da orientação sexual, isso já se tornou evidente. No campo religioso não é diferente. São repetidas as absurdas denúncias – principalmente por parte de evangélicos – de destruição imagens de divindades de outras crenças. O fio condutor deste processo é, claro, a própria política.

Poucos compreendem, mas política não se trata de uma esfera apartada da realidade que circula em gabinetes em Brasília ou em sedes de legislativos e executivos de nossos estados e cidades. Não é um objeto cuja interpretação se multiplique em teorias abstratas. Pelo contrário: política é debate sobre questões práticas, do nosso cotidiano, de decisões que dizem respeito à coletividade.

O tom conservador do nosso Congresso Nacional é reflexo do baixo nível das discussões que estão tomando conta do país. O preconceito vem e se prolifera a partir da ignorância ou da má-fé. Aliás, fé é a palavra exata a se utilizar neste caso. A fé em São Jorge é um exemplo vivo que me faz crer numa sociedade onde quaisquer doutrinas convivam pacificamente, ou pela via do sincretismo ou pelo respeito mútuo.

Da dura representação no escudo dos cavaleiros católicos contra os muçulmanos na eterna disputa por Jerusalém, hoje São Jorge encarna, numa carinhosa inflexão, um mergulho virtuoso em diversas outras tradições brasileiras, como o samba e seu consequente ócio festivo, valorizado por quem não foge da luta e se permite o prazer das celebrações populares.

A ampla expressão religiosa, a convivência harmoniosa entre as crenças, garantida pela Constituição laica, é um enorme avanço democrático, do qual não podemos jamais abrir mão. É direito a ser defendido contra os paladinos do sectarismo, tal qual a espada de Ogum combatendo o dragão da maldade.

* Demétrio Andrade,
Jornalista e sociólogo.

Coelce manda nota sobre queda de energia na Avenida Beira Mar

257 3

Sobre falta de iluminação pública, vez em quando, na avenida Beira Mar, a assessoria de comunicação da Coelce manda a seguinte nota:

NOTA

Referente à falta de iluminação em trecho da Avenida Beira Mar, a Coelce informa que a manutenção de iluminação pública em Fortaleza é de responsabilidade da Prefeitura.

VAMOS NÓS – Por falar em iluminação pública, como a gente vem pagando alto por isso. E sem ter iluminação de vergonha.

VAMOS NÓS 2 – E as oscilações no fornecimento da energia que, nesta semana, deixaram moradores de bairros como a Parquelândia nervosos e com medo da queima de aparelhos domésticos?

Alô, Seuma! Anestesiou a fiscalização?

192 3

faxixix

De Marcos Almeida, leitor do Blog, recebemos a seguinte nota, em tom de protesto:

Prezado Eliomar de Lima,

Eis o absurdo que encontramos na calçada do Curso de Comunicação da UFC, mais precisamente na esquina da avenida 13 de maio com avenida da Universidade…sem falar que essas faixas bloqueiam, completamente, a passagem dos pedestres e, até mesmo, a visão.

Sem mais,

* Marcos Almeida.