Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Metrofor – Trens da Linha Sul não operam até agora

178 1

Os trens do Metrofor da Linha Sul, que pararam sábado para um obra da Cagece, estão sem circular desde as 7h40min. Vários usuários tiveram que se virar em busca de ônibius, táxis e mototáxi.

O pior, segundo a clientela, é que não apareceu ninguém nas estações do Metrofor para dar alguma informação. O site www.meterofor.ce.gov.br também não traz informações sobre essa situação.

Grupo de sem-terra ocupa Palácio da Abolição

262 6

Um grupo de sem-terra estimado em 800 pessoas, está acampado nos jardins dos Palácio da Abolição desde as 6 horas desta segunda-feira. Ocupam toda a parte externa, sob olhares da segurança do Abolição.

Agora há pouco, lideres do movimento foram recebidos pelo chefe de gabinete, Élcio Batista, ocasião em que apresentaram uma longa pauta de reivindicações que inclui questões locais e de âmbito federal. Ficou acertado do encontro que essas lideranças dos sem-terra vai ser recebida no começo da tarde por alguns secretários da área rural para discutir a pauta.

O grupo quer celeridade nos assentamentos e reivindicar, principalmente, apoio para amenizar efeitos da estiagem.

Ministro Patrus Ananias participará de evento no BNB

artojhoamnda
Ariosto Holanda já convidou o ministro.
O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, vem participar do seminário Desafio da Inovação Tecnológica nas Micro e Pequenas Empresas, que o Banco do Nordeste organiza para breve. A ideia do evento foi resultado de encontro em dezembro do então deputado cearense Ariosto Holanda com o presidente do BNB, Nelson Antônio de Souza, quando apresentou proposta de um programa de assistência tecnológica em larga escala às micro e pequenas empresas a ser liderado pelo BNB junto com o Sebrae. 
“Vou na hora”, afirmou Patrus Ananias, conforme relato de Ariosto Holanda, que lhe fez o convite e trata da formatação do seminário. O objetivo do encontro é mobilizar esforço interinstitucional por meio de iniciativas regionais para todo o Nordeste nessa área. A diretoria, superintendências do banco e instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) dos Estados nordestinos participarão.
Ariosto Holanda já discutiu, inclusive, a proposta também com o superintendente do Sebrae Ceará, Joaquim Cartaxo, com o qual será agendado novo encontro do ex-deputado com a presidência do BNB para retomada da programação. A iniciativa visa ampliar e fortalecer a convergência de ações do BNB e Sebrae – duas instituições decisivas nas políticas públicas voltadas para a micro e pequena empresa – na área de apoio tecnológico e inovação por meio do acesso ao conhecimento das ICTs.

Leitora cobra lombada que sumiu de via do Bonsucesso

Da leitor Beth Fonseca, este Blog recebeu a seguinte nota, em tom de cobrança:

Caro Eliomar de Lima,

Gostaria muito de obter uma resposta do órgão responsável pelas lombadas. Foi feito um recapeamento asfáltico na rua Vital Brasil, altura do nº 450 no bairro Bonsucesso. Por conta disso, a lombada, que antes existia no local, hoje já não existe mais. Precisamos urgentemente que o dano seja reparado, pois a rua virou um caos em se tratando de velocidade dos carros que ali trafegam.

A informação que obtive do DETRAN é que a responsabilidade é da AMC. Já entrei no site, entrei em contato através do “Fale Conosco” e, até hoje, não obtive nenhum retorno. Tento, em vão, contato por telefone, pois o mesmo é ocupado direto.

Esse recapeamento foi feito no ano passado. Após isso, a Cagece fez a sua parte com relação as caixas de esgoto. Foram criadas ciclofaixas e, inclusive, passaram a tinta de cor amarela para sinalizar que ali existia uma “lombada”.

Pode nos dar uma forcinha, quem sabe assim eles dão ao menos um parecer?

Sem mais,

Beth Fonseca,

Sua leitora.

Acquario do Ceará – Conselho de Procuradores votará reabertura de investigações

aquafriool

“Sempre tema de polêmica, o Acquario Ceará deve dar combustível para a crise aberta com a renúncia de David Durand (PRB) da Secretaria do Esporte. Na última quarta-feira, o Colégio de Procuradores do Ministério Público Estadual (MPCE) votará a reabertura das investigações relacionadas ao equipamento e que foram engavetadas pela Procuradoria-Geral de Justiça.

No caso de os membros do colegiado decidirem que há elementos que justifiquem a retomada dos inquéritos, o ânimo da oposição deve ficar ainda mais aceso na Assembleia Legislativa. 

Desde que a empresa ICM-Reynolds teve o contrato com a Secretaria do Turismo (Setur) suspenso, o Acquario retomou ao centro das polêmicas. Enquanto o governo minimiza a suspensão das obras, que, segundo a Setur, devem ser retomadas em menos de dez dias,a oposição afirma que ela é reflexo da forma como a gestão anterior decidiu tocar a obra.

Entretanto, caso as investigações sejam reiniciadas, deve ganhar força o pedido de CPI proposto pelo deputado Audic Mota (PMDB). Apesar das poucas chances de ser instalada, em virtude da hegemonia que o Palácio da Abolição tem na Assembleia, o desgaste para o Executivo deve ser maior mais pelo tempo em que o assunto predominará no debate público.

Outro desgaste, agora da reforma, pode acabar criando dificuldades para a aprovação do arranjo administrativa.”

(O POVO)

Homicídios são registrados mais na periferia de Fortaleza

237 2

“A cada quatro homicídios registrados em Fortaleza ao longo do mês de janeiro, três ocorreram em bairros mais afastados do Centro, muitos deles na periferia. A região, que já foi chamada de “cinturão vermelho da criminalidade”, continua sendo a área onde mais se mata em Fortaleza.

Conforme levantamento do O POVO, com base nos dados da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), dos 229 homicídios que teriam ocorrido no primeiro mês do ano, considerado o período mais violento do Estado desde o último mês de março, 167 se deram em bairros que ficam fora do corredor das áreas que se convenciona chamar de nobres.

A região que concentra aproximadamente 58% da população de Fortaleza, segundo o Censo de 2010, respondeu por 73% das mortes na cidade no intervalo de 31 dias. O fenômeno não é isolado, como se constatou no período de Carnaval. Na ocasião, 95% dos 25 homicídios ocorridos na Capital também foram registrados em bairros dessas áreas mais distantes das regiões centrais, como Granja Lisboa, Conjunto Palmeiras e Padre Andrade. Além disso, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nenhum dos crimes estava diretamente ligado às festas carnavalescas.

Numa comparação entre as mortes ocorridas em janeiro e durante o feriadão de Carnaval, todos os bairros afetados já haviam registrado homicídios este ano, exceto o Alagadiço Novo.

Áreas críticas

Segundo o secretário-adjunto da Segurança Pública, Lauro Prado, a SSPDS concentra esforços na redução das estatísticas nessas áreas consideradas críticas. Sobre os índices de janeiro, Prado contou que a secretaria avaliou os dados como resultado da incerteza provocada pela mudança de cúpula na pasta.

Em janeiro deste ano, Delci Teixeira assumiu o lugar do então secretário da Segurança, Servilho Paiva. “Chamamos os comandantes de cada uma das AISs (Áreas Integradas de Segurança) e conversamos sobre esse momento de mudança de gestão. Quando isso ocorre, sempre fica a expectativa sobre como vai ser o método de condução da tropa. Nós os tranquilizamos, avaliamos que o mês não foi bom e alinhamos os trabalhos. Posso dizer que já estamos voltando a conseguir reduções”, afirmou. Um outro dado: 95% dos homicídios durante o Carnaval ocorreram em bairros da periferia.

(O POVO)

Chamada de candidatos da lista de espera do Sisu começa nesta segunda-feira

A chamada de candidatos inscritos na lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ocorre nesta segunda-feira (23) até a quinta-feira (26), na Universidade Federal do Ceará. A relação com o nome dos candidatos aptos foi divulgada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), no site do Sisu na UFC (www.sisu.ufc.br). Há 2.620 vagas a serem preenchidas.

As reuniões de chamada da lista de espera estão agendadas por curso. O candidato deve verificar, com atenção, no Anexo I do edital (is.gd/wzrfJN), dia e hora da chamada de seu curso, pois fica proibida a entrada após o início da reunião. Sugere-se que o estudante chegue com pelo menos 30 minutos de antecedência.

Durante a reunião, será feita a chamada nominal dos candidatos de cada curso, por ordem de classificação em sua classe de concorrência, para que seja efetuada a matrícula. A convocação seguirá até que todas as vagas disponíveis sejam completadas, ou que não haja mais candidatos aptos presentes.

O candidato que for chamado nominalmente e não estiver presente (ou representado por procurador legalmente reconhecido) perderá a oportunidade de ocupar a vaga naquela ocasião, podendo, no entanto, se inscrever no banco de suplentes. Perde a vaga quem não apresentar toda a documentação listada no Anexo II do edital.

Caso seja convocado, o candidato terá de entregar imediatamente toda a documentação, em um envelope aberto de dimensões 260 mm x 360 mm (ou semelhante). Nesse envelope deverá estar colada a etiqueta de identificação do candidato, disponível para impressão no site do Sisu na UFC (is.gd/fwMN2w).

Para esclarecer possíveis dúvidas, a Prograd divulgou um passo a passo, detalhando todos os procedimentos da chamada da lista de espera: www.sisu.ufc.br/noticias/73-passo-a-passo

(UFC)

Delegado crê na permanência do secretário Delci

207 7

Em artigo no Facebook, o delegado César Wagner critica os rumores da saída do secretário Delci Teixeira à frente da SSPDS. Confira:

Temos observado recentemente em setores da imprensa, notícias que tentam demonstrar uma incompatibilização entre o atual secretário de Segurança Delci Teixeira e o governador Camilo Santana.

Partem de uma premissa que não existiria autonomia do secretário na escolha de auxiliares e de uma suposta auditoria em contratos da SSP.

Não tenho nenhuma intimidade com ambas as autoridades citadas, mas do ponto de vista de um profissional da área, cabe perguntar a quem interessa esse tipo de “notícia” que procura desestabilizar um sistema recém-criado, que não tenho a mínima dúvida, trará benefícios a sociedade cearense.

É difícil sim, trilhar um caminho que busque a harmonia, a integração e a busca de resultados consistentes. O “Ceará Pacífico” inova neste sentido quando traz a mesa, comandados pelo próprio governador, as mais diversas Secretarias, Instituições e estudiosos do fenômeno violência.

Como não apoiar essa iniciativa? Será que mais uma vez estamos diante do “quanto pior, melhor”?

O secretário de Segurança tem demonstrado ser um profissional do diálogo aberto, do profissionalismo e de uma peculiaridade que engrandece os homens públicos: a humildade.

Só estive em sua presença uma única vez, no sepultamento do colega inspetor de polícia Ítalo, quando agradeci pela sua presença constante em momentos tão delicados. Ele respondeu: “É minha obrigação, como gestor maior”, e pude sentir a sua consternação.

Portanto, todos unidos, militares, civis, bombeiros, sociedade organizada, nesse plano do Governo do Estado, que com destemor busca trazer mais paz as nossas ruas. Não é uma tarefa fácil. Porém, aos grandes homens, as grandes tarefas.

Pedras e tijolos nas águas do Icaraí causam ferimentos em banhistas

foto icaraí 150221 pedras

Parte das estruturas das edificações derrubadas pelas ondas do Icaraí, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, acabou sendo arrastada para a praia. Encobertas pelas águas do mar, as pedras passaram a machucar banhistas.

Segundo os barraqueiros, as crianças são as maiores vítimas das pedras. Os acidentes também têm afastado clientes das barracas.

(Fotos: Evangelina Araújo, leitora do Blog)

Doutora Silvana e a linha direta com Deus

183 1

Da Coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (22), pelo jornalista Plínio Bortolotti:

Depois de protestos do deputado licenciado e secretário das Cidades, Ivo Gomes (Pros), o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (Pros) retirou o convite que fizera à Doutora Silvana (PMDB) para que ela assumisse a presidência da Comissão de Direitos Humanos. Além da poderosa intervenção de Ivo, havia contra ela a antipatia dos movimentos de defesa dos direitos humanos, devido à aversão à homossexualidade, tendo Silvana declarado ser contra a união homoafetiva porque “Deus não admite o casamento gay, acabou com Sodoma por causa disso”.

A mim sempre espanta essa linha direta que alguns carolas têm com Deus, a ponto de saber o que Ele pensa. É preciso dizer à Doutora Silvana que, aqueles que interpretam literalmente os textos sagrados, sempre terão dificuldade em justificar determinadas passagens.

Primeira-dama apresenta proposta à Setur para acessibilidade nas praias

foto setur 150220 primeira-dama projeto

Com intuito de promover acessibilidade de idosos, pessoas com deficiência e/ou com mobilidade reduzida às praias do Ceará, a primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana, apresentou na sexta-feira (20) proposta de projeto ao secretário do Turismo do Estado (Setur), Arialdo Pinho, para a adaptação e adequação de espaços da orla marítima, na perspectiva de uma “praia acessível”.

“Com esse projeto vamos garantir acessibilidade a mais espaços públicos de convivência”, destacou Onélia. A proposta é oferecer espaço com uma estrutura de cadeiras especiais, esteiras e banheiro adaptado para pessoas com deficiência, entre outros itens.

Além de garantir direitos de um expressivo contingente populacional, o projeto traz ainda maior visibilidade nacional e internacional ao turismo local fomentando o potencial turístico do Estado. O secretário Arialdo recebeu o projeto das mãos da primeira-dama, reconheceu a importância da proposta e se comprometeu em viabilizá-la após realizar pesquisas e estudos.

Artesanato

Onélia considera muito importante também a parceria com a Secretaria do Turismo na área do artesanato. “Quero fazer um trabalho diferenciado com o turismo para valorizar ainda mais o nosso artesanato. O sustento de muitas famílias depende desse setor, temos que fortalecer”, pontuou a primeira-dama. Onélia e Arialdo visitaram ainda a loja da Central de Artesanato do Ceará (Ceart), na Praça Luiza Távora.

(Governo do Estado)

Dona Mazé: reedificando lembranças de amor

foto dona mazé

Em artigo no O POVO deste domingo (22), a jornalista e colunista do O POVO, Lêda Maria, conta um pouco mais de Dona Mazé, mãe de dois governadores do Ceará, que faleceu na última segunda-feira (16). Confira:

Ela afirmava gostar muito de Carnaval, mas sentia falta das marchinhas e dos desfiles de carros com gente animada. “Antigamente era mais alegre, dançante e as letras das músicas muito bonitas”. Quem afirmava isso era mulher fascinante, que segunda-feira, dia 16, na proximidade de um pôr de sol partiu sem trio elétrico, mas ouvindo Bandeira Branca, para ocupar seu lugar no paraíso. Falamos de dona Maria José Ferreira Gomes, mãe querida de Ciro, Cid, Ivo, Lia e Lúcio. Vínhamos acompanhando sua saúde fragilizada, comprometida a partir do 13 de janeiro (era devota de Nossa Sra. de Fátima) quando teve parada cardíaca.

Nas idas e vindas ao hospital, manifestava desejo de se recuperar, para ver “os meninos”, assim se referia aos filhos; aos netos (principalmente Pedro, o mais novo de Cid e Maria Célia) e os três bisnetos. Tinha grande paixão: a música. Era cantora lírica com muitas apresentações. Também sabia cantar e bem suas preferidas da MPB. Foi a primeira a ouvir a colunista sobre o Grande Concerto de Natal- domingo de luz na Catedral, e logo aprovou, pedindo ao filho Cid, governador, que apadrinhasse, pois o povo precisava cantar. Sempre que estava em Fortaleza, comparecia, se dispondo, certa vez, a integrar o coral de 120 vozes. Hora de seu sepultamento, todos puderam ouvi-la cantar Ave-Maria de Gonnot, através de gravação feita pelo filho Lúcio.

Mãe de dois governadores, nunca foi ausente em seus planos, discussões e decisões, atestando envolvimento na política, desde que chegara a Sobral, em 1962, após casar em SP com o advogado e professor José Euclides Ferreira Gomes Jr., integrante de importante clã de políticos. Dessa vivência passou a preparar os filhos para estudar muito, incentivando-os no ingresso na política, “Tenho alegria em vê-los na política de forma íntegra, dignificando mais o nome do pai e seguindo sua máxima que era ‘a melhor política é trabalhar pelo povo com simplicidade, eficiência e probidade’”. Professora por amor e profissão, desenvolveu trabalho em colégios e escolas, e foi secretária de Educação de Sobral e delegada regional de ensino, manifestando crença na importância de todos exercerem pela educação a vida em plenitude.

Mantinha trabalho social permanente, e orgulhava-se de ter trazido para Sobral o Fundo Cristão para as Crianças, organização formada por grupos para apoiar crianças e adolescentes em situação de pobreza e vulnerabilidade social, além de entregar-se de corpo e alma ao Projeto Trevo de 4 Folhas, voltado para assistir aos necessitados. Era mulher forte, mas serena. Corajosa, não via problemas sem solução. Sabia amar, saciar a sede na fonte familiar e conjugar o verbo da benquerença. Charmosa, revelava simplicidade e leveza. Exercitava bem seu testemunho de mãe admirável e do bom conselho, elegendo para os filhos a valorização da família como meta e riqueza. Tinha o azul como cor e os bons livros sempre ocupavam suas horas, não aderindo a leitura digital. “Prefiro o cheiro e a textura do papel, assim como segurar com minhas mãos o livro escolhido”, revelava.

Recebeu muitos títulos, mas emocionou-se ao ser homenageada no Dia Internacional da Mulher, em 2014, pela Associação de Líderes e Lojistas Femininas, Alfe, presidida por Fátima Duarte. Tecendo e retecendo entre todos a alegria de viver, dona Mazé agora grava em nós a força da esperança, enquanto alcança a alvorada divina pela sua produção de bondade, empenhando-se naquela busca de ser feliz e fazer o outro feliz. Saudades!

Tem cearense chegando à gestão da Dataprev em Brasília

Em artigo enviado ao Blog, o professor Ivan de Oliveira ressalta o trabalho do cearense Roberto Carneiro, à frente da Unidade de Atendimento da Dataprev, que deverá assumir cargo em Brasília. Confira:

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) é uma entidade pública brasileira, vinculada ao Ministério da Previdência Social, possuindo personalidade jurídica de direito privado, patrimônio próprio e autonomia administrativa e financeira. Seu capital social é distribuído entre a União Federal, com 51%, e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com os restantes 49%.

Esta empresa pública já contribuiu muito para a inclusão digital no país e ajudou bastante no desenvolvimento de soluções governamentais baseada em Software Livre nos últimos anos.

O uso de Software Livre (SL) está entre as prioridades do governo brasileiro desde 2003 e a Dataprev tem se destacado na adoção, implementação, desenvolvimento e compartilhamento de sistemas que apoiam a prestação de serviços à população.

Esta empresa pública consolidou seu engajamento na comunidade software livre há mais de dez anos, quando começou a utilizar código aberto. Cita-se a criação da Unidade de Desenvolvimento de Software Livre (UDSL) e já desenvolveu soluções, tais como: Configurador Automático e Coletor de Informações Computacionais (Cacic), Controlador Centralizado do Ambiente de Rede (Cocar), Sistema de Gerenciamento do Atendimento (SGA Livre) e o Sistema de Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social (Siprev) que é utilizado atualmente por centenas de entes federativos, inclusive, tem empresa cearense especializada (3it Consultoria) na implantação deste sistema de informação nas prefeituras.

A Dataprev foi a primeira empresa de governo a disponibilizar um software no Portal de Software Público (CACIC) e hoje é uma das principais fornecedoras de soluções livres para o governo brasileiro.

Em todas as edições das Oficinas para Inclusão Digital e Participação Social (OID) promovidas pelo governo federal, eles estiveram presentes socializando suas experiências, modelos de desenvolvimentos, soluções tecnológicas e mostrando sua capacidade gerencial/tecnológica na gestão da Base de Dados Sociais Brasileira, especialmente a do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A sua administração central está localizada no Distrito Federal e possui unidades em todos os estados da Federação. A empresa possui três Centros de Processamento de Dados nas cidades de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro e administra uma rede com mais de 1.300 pontos no território brasileiro.

Um das cinco unidades de desenvolvimento de software fica no nosso estado e é conhecida como “Unidade de Desenvolvimento Ceará (UDCE)”. Além da presença também da “Unidade de Atendimento Ceará (UACE)” no nosso estado.

É exatamente desta unidade que trabalha o competentíssimo cearense Roberto Carneiro, Gerente Unidade de Atendimento na UACE, que poderá assumir um papel importante na Dataprev em Brasília e renova a esperança de ampliar a ação da empresa para seus projetos de inclusão digital.

Desejo uma boa sorte ao cearense Roberto Carneiro com realizações que favoreçam de fato a população com a prestação de serviços e lute para que a empresa continue se destacado na adoção, implementação, desenvolvimento e compartilhamento de sistemas baseados em Software Livre para os demais órgãos das administrações municipais, estaduais e federal.

Fortaleza volta a amanhecer com chuva

foto funceme 150222

Pelo segundo dia consecutivo, Fortaleza despertou com chuva. Nesse sábado (21), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu 50 milímetros na Capital, o que causou vários pontos de alagamentos. De acordo ainda com a Funceme, a chuva deverá retornar a Fortaleza, ainda neste domingo (22), no fim da tarde e à noite. O fim de semana de precipitações colaborou para baixar a temperatura em Fortaleza, em até 4°C. A máxima para este domingo está prevista para 28°C.

Neste momento, segundo a Funceme, chove com pouca intensidade no litoral do Estado, no Centro-Sul e no Vale do Jaguaribe.

Luizianne Lins é entrevistada na TV Câmara

520 1

luizianne-lins-eliomar

A deputada federal e ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), é a entrevistada do programa “Palavra Aberta”, da TV Câmara, que irá ao ar às 8 horas da segunda-feira (23).

Na entrevista, Luizianne fala de seus planos dentro do Congresso Nacional e defende uma maior participação das mulheres no parlamento e na política institucional.

“Nós ainda estamos muito longe da equidade de gênero na participação no parlamento. Nós somos 51 (deputadas) de 513 parlamentares. E nós somos a maioria da população. Portanto, ainda temos muito o que correr para encontrar a igualdade de gênero”, disse a deputada cearense.

O programa será reprisado ao meio-dia e às 17h.

Ceará Pacífico: reunião integra várias áreas e especialistas em segurança do País

190 6

O Ceará Pacífico realizou neste sábado (21), no Palácio da Abolição, a segunda reunião do ano do projeto, que tem como objetivo planejar a segurança do Estado com base na integração intersecretarial e em experiências nacionais exitosas.

“Envolvemos todas as entidades da sociedade civil na discussão e vamos apresentar as ações focadas nos locais mais críticos do Ceará. É fundamental integrarmos as diversas áreas do Governo e vamos juntar, ainda, exemplos exitosos do Brasil para traçarmos o plano estratégico para o estado”, afirmou o governador Camilo Santana. O primeiro encontro do Ceará Pacífico foi realizado no dia 18 de janeiro.

Participaram da reunião, além do governador Camilo Santana, a vice-governadora Izolda Cela e de 12 secretários estaduais e comandantes dos órgãos de segurança, o presidente do Iplanfor e coordenador do Plano de Governo, Eudoro Santana; o professor César Barreira, do Laboratório de Estudos da Violência da UFC; Renato Sérgio Lima e Samira Bueno, do Fórum Brasileiro de Segurança; Luís Flávio Sapori, coordenador do Centro de Estudos e Pesquisa em Segurança Pública da PUC Minas e José Luiz Raton, idealizador do programa Pacto Pela Vida, entre outros especialistas.

“A solução para a violência não vem de maneira rápida e imediata, mas precisa de planejamento estratégico e o Governo tem um projeto para traçar ações concretas e objetivas”, afirmou Luís Flávio Sapori, coordenador do Centro de Estudos e Pesquisa em Segurança Pública da PUC Minas.

A reunião começou com uma apresentação feita pela secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira, sobre os dados dos últimos anos no Ceará.

Ceará Pacífico

O programa fez parte da elaboração do Plano de Governo, que conta ainda com o Ceará Sustentável, de Oportunidades, o Democrático, o Acolhedor, o do Conhecimento e o Saudável. O Ceará Pacífico vai atuar, principalmente, no combate à violência, um dos maiores desafios no Brasil, e vai integrar ações de saúde, segurança, esporte e cultura. O projeto engloba, ainda, a atuação das entidades de classe, Poder Judiciário e sociedade.

(Governo do Ceará)

CPI para o Acquario

Em artigo no O POVO deste sábado (21), o médico, antropólogo e professor universitário Antonio Mourão Cavalcante questiona a paralisação das obras do Acquario, que já consumiu R$ 125 milhões. Confira:

A participação do leitor faz a intenção da obra. O Quinze que li agora, não tem nada a ver com O Quinze quando o li na adolescência. O romance relata a grande seca do quinze… 1915. Nem vou dizer que o Ceará é o mesmo… Entretanto, lendo os jornais de agora, quando uma nova seca se anuncia: 2015, cem anos depois… parece que ainda somos os mesmos na falta de sensibilidade social.

É que mais uma vez, o Acquario – concepção megalomaníaca de um governo atônito – entra em cena. As manchetes são inquietantes. Enquanto O POVO (14.2.15) diz: “30 açudes no Ceará estão com menos de 1% da capacidade”, no outro dia, o mesmo informativo destaca sobre o tal Acquario: “Governo já gastou mais de R$ 125 milhões na obra.”

Seguinte: a obra foi paralisada pelo novo (!?) secretário estadual de Turismo. Parece que não gosta da empresa ganhadora da licitação. Que existem problemas de concepção na obra. Tipo, simplesmente não foi previsto qualquer área para o estacionamento na obra, tendo o tamanho e o porte que possui e outros pepinos!

Os moradores da vizinhança asseguram que desde o fim do ano passado não se vê operários na referida obra. Não tendo grana, não tem construção. Mas, por que não tem dinheiro? Por que essa empresa não é mais parceira amiga?

De minha parte, desde o início, registrei meu protesto a gritante incongruência: como é que um estado pobre, sem recursos, elege como prioridade a construção de um acquario para estrangeiro ver, quando nosso povo, sobretudo no Interior sofre de tanta privação dágua, se os carros pipas chupam as últimas gotas lamacentas para abastecer distantes municípios, se carecemos de tantas outras prioridades: falta de médicos e medicamentos nos postos de saúde e hospitais, escolas e universidades sem professores, polícia desarticulada, obras de mobilidade social paradas? Como aceitar esse insulto?

Os deputados de oposição, aqueles que proclamam ter chegado ao Legislativo para fiscalizar os atos do Executivo, têm nesse assunto do Acquario a excelente oportunidade de constituir uma CPI. A população do Ceará olha seus deputados, esperando que eles saibam agir com firmeza e coragem.

O fim de uma história estranha desde o começo

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (21), pelo jornalista Érico Firmo:

A falta do mínimo de afinidade do deputado estadual David Durand (PRB) com a secretaria que dirigiu por um mês e meio é apenas uma das estranhezas em sua efêmera passagem pela administração Camilo Santana (PT).

A própria adesão do PRB à aliança que elegeu o atual governador foi esquisita e surpreendente. Durante grande parte da pré-campanha, ainda em 2013, a legenda ligada à Igreja Universal se colocava como principal aliada do senador Eunício Oliveira (PMDB), que se preparava para concorrer ao Palácio da Abolição. Em diversos momentos, o PRB assumiu posturas de oposição ao então governador Cid Gomes (Pros). Eis que, no mês das convenções, a sigla mudou de lado e aderiu à chapa articulada pelo Pros. Àquela altura, nem se sabia quem seria o candidato governista. Muito menos que seria do PT.

Quando Camilo montou o governo, a escolha de Durand para secretário do Esporte atendeu a um alinhamento nacional – o partido ocupa o Ministério dos Esportes – e o fatiamento de espaços políticos na gestão. Ele próprio admitia a falta de intimidade com o assunto, em entrevista ao O POVO no começo de janeiro (leia acessando o link: http://bit.ly/op028). E, já no mês passado, circulavam informações – e desmentidos – de que deixaria o cargo.

O PRB deixa o governo e sai atirando. Não anunciou o rompimento nem a ida para a oposição. Mas evidenciou o péssimo clima. A reforma administrativa de Camilo provoca estrago político. Os desdobramentos eleitorais para 2016 sugerem que o PRB tende a fazer o caminho inverso de 2014 e voltar para a oposição à qual ensaiou aderir.

Sinpol/CE cobra reestruturação da carreira de inspetores e escrivães

824 32

foto sinpol 150221 carta compromisso

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpol/CE) inicia este mês campanha para a reestruturação da carreira de inspetores e escrivães. Segundo o presidente da categoria, Gustavo Simplício, a proposta é uma promessa de campanha do governador Camilo Santana.

“Participamos do Plano de Governo, só falta o governador concretizar a nossa reestruturação salarial de nível superior, que está no mesmo parágrafo da Media do Nordeste da PMCE, dentro do Plano de Governo de Camilo”, comentou Simplício.

“A reestruturação da carreira de inspetores e escrivães, que com o advento da Lei 14.112/08 passou que para o ingresso na carreira tem que se ter o nível superior, foi feito o primeiro concurso de nível superior em 2012 e até hoje recebemos um dos piores salários do Brasil”, ressaltou o sindicalista.