Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Espaço O POVO de Cultura & Arte inaugura novo projeto com Paula Tesser

PAULA-TESSER-4-crédito-Nicolas-Gondim-2500x1667

Com o show Valha, de Paula Tesser, o Espaço O POVO de Cultura & Arte retoma suas atividades neste ano. Tesser inaugura, a partir das 19 horas do próximo dia 26, o novo programa “Corda & Voz”, que se propõe a abrir espaço para integrantes da cena musical de Fortaleza. A curadoria é do jornalista Marcos Sampaio.

O “Corda & Voz” terá apresentações mensais até o fim deste ano, sendo que, neste show, Paula Tesser fará um passeio pela sua trajetória musical iniciada com o lançamento de “Retrato do vento”, em 2004, até “Valha”, disco lançado em 2014 e que traz composições de Fausto Nilo, Valdo Aderaldo, Dustan Gallas, entre outros artistas . Entrada franca.

Rede Cuca oferece oficinas para instrumentos musicais e música folclórica brasileira

Continuam abertas as inscrições na REDE CUCA para as oficinas de instrumentos musicais e música folclórica brasileira. São gratuitas e podem participam pessoas de qualquer idade e músicos que queiram ter um maior conhecimento teórico e prático.

A inscrição é presencial, mas pode ser feita no local, com 30 minutos de antecedência.

SERVIÇO

* Para mais informações – (85) 8956.5238.

Praia do Icaraí – Avanço do mar está sob controle, mas, até quando?

451 1

icarai

O leitor Carlos Albuquerque manda foto expondo o que a Prefeitura de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) fez para aliviar o avanço do mar, que já ameaçava condomínios da praia do Icaraí. É um paliativo, pois o que os moradores da área querem, segundo o leitor, é um projeto definitivo de implantação de espigões.

A Prefeitura de Caucaia continua aguardando que o Ministério da Integração Nacional resolva liberar cerca de R$ 100 milhões para essa intervenção.

Resta saber o que farão os nossos parlamentares federais e, em especial, aqueles que aparecem para pedir voto ao caucaiense.

Obras do Acquario Ceará são paralisadas pelo Governo do Estado

O Governo do Ceará determinou a paralisação do contrato com a empresa International Concept Management – ICM responsável pelas obras do Acquario Ceará. A interrupção foi publicada no Diário Oficial do Estado, ordenada pelo novo secretário de Turismo, ex-chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho. O contrato com a ICM já havia sido questionado pelo Ministério Público do Estado do Ceará, em 2013, quando foram apontados indícios de improbidade.

De acordo com a publicação do DOE, “o fornecimento de todos os bens, serviços e materiais para os equipamentos e a construção do Acquario Ceará” estão paralisados por determinação do secretário de Turismo. Pela publicação, do dia 13 de fevereiro, a paralisação deveria acontecer desde 6 de fevereiro “até ulterior deliberação”.

Conforme a determinação, o motivo é uma “análise de requerimentos feitos pela contratada”. Na publicação, não são dados detalhes dos requerimentos.

A assessoria de comunicação do Governo do Estado disse ao O POVO Online que aguarda retorno do secretário Arialdo Pinho às atividades para repassar mais informações.

MPE

Em 2013, o Ministério Público apontou indícios de improbidade em dispensa de licitação para construção do Acquario Ceará e cobrou da Setur respostas sobre os contratos que já custavam mais de R$ 50 milhões na época. Em setembro de 2014, o MP também recomendou ao então secretário do Turismo, Bismarck Maia que parese as obras do Acquario até quetivesse aprovado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Urbanismo de Fortaleza (Seuma) o Relatório de Impacto no Sistema de Trânsito.

(O POVO Online)

Reforma Política – Maioria dos membros da comissão é contra reeleições

goretepereiraa

“Dos 34 deputados titulares integrantes da recém-instalada comissão especial sobre a reforma política, pelo menos 23 são favoráveis ao fim da reeleição do presidente da República, dos governadores e dos prefeitos. A maioria (22) também é favorável à coincidência da data das eleições, conforme enquete realizada pela Agência Câmara, que mostra a tendência anterior ao início dos debates da comissão. Responderam ao questionário 28 dos 34 membros titulares.

O fim da reeleição e a coincidência das eleições municipais com as eleições estaduais e federal a partir de 2018 estão previstos na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 352/13, que será a base do início dos debates da comissão especial. “Acredito que o fim da reeleição é um ponto de convergência de quase todos os parlamentares”, opina o deputado Victor Mendes (PV-MA).

O deputado Henrique Fontana (PT-RS), que foi relator da reforma política na legislatura passada, destaca que só é a favor do fim da reeleição se forem instituídos mandatos mais longos, de cinco anos. Sobre a coincidência das eleições, Fontana observa que é a favor de que todos os pleitos sejam realizados no mesmo ano, mas não no mesmo dia. “Por exemplo, as eleições municipais poderiam ocorrer no início de agosto, e no início de outubro poderia haver a eleição presidencial”, afirma.”

* Confira o resultado completo da enquete aqui.

(Agência Câmara)

* NO CEARÁ, quem integra essa comissão de reforma política é a deputada federal Gorete Pereira (PR). Sobre financiamento público de campanha, por exemplo, elá já avisou ser contra. “Com esse escândalo na Petrobras, não há clima para discutirmos o assunto!”, diz.

Advogado questiona projeto de Elmano que quer direitos trabalhistas para terceirizados

200 3

Com o título “A Constituição Federal de 1988, a Legislação Trabalhista, a Lei Estadual e o Princípio da Hierarquia Constitucional”, eis artigo do advogado Frederico Cortez. Ele rebate projeto de autoria do petista Elmano de Freitas, que quer o Estado assumindo responsabilidades trabalhistas dos terceirizados, no caso de quebra de contrato.

Em tempos de período eleitoral brotam das propagandas políticas inúmeros temas que norteiam a sociedade, ao ponto de deixar confuso o eleitor quanto ao real trabalho de um membro do parlamento, seja na seara municipal, estadual ou federal.

Nesse cenário, passada as eleições é chegada a hora da produção legislativa e fazer cumprir o que prometeu ou, então, passar a “produzir” e mostrar a que veio, honrando o voto de cada eleitor que recebeu para o exercício do mandato político.

Cediço é por todos que grande parte, GRANDE MESMO, dos eleitores carece de um conhecimento mais aprofundado acerca da Constituição Federal e demais leis infraconstitucionais, dentre elas a Legislação Trabalhista vigente em nosso país.

De outra face, há candidatos e políticos (e assessores) que são desconhecedores das formalidades legais no que pese à produção legislativa, tais como projeto de Leis, mormente em relação à competência privativa de cada ente federativo ( União, Estados, Distrito Federal e Munícípios).

Diante da ausência de um conhecimento jurídico profícuo acerca dos requisitos legais, alguns projetos de leis nascem sob o manto da INCONSTITUCIONALIDADE FORMAL, ou seja, na forma em que o Projeto de Lei foi elaborado há vícios dos requisitos legais de admissibilidade, à exemplo da competência privativa para legislar sobre determinada matéria.

Não é missão impossível visualizar inúmeros Projetos de Leis que esbarram na Constituição Federal de 1988, mais precisamente em seu artigo 22, I, o qual versa sobre a competência privativa da União legislar sobre direito do trabalho.

Verdade é que, mesmo assim, existem PL que adquirem o corpo de Lei, sendo esta ladeada pela inconstitucionalidade formal na sua competência para legislar em matéria privativa pertencente a outro ente federativo, e que ao serem questionados junto ao STF acabam por serem declarados inconstitucionais, tornando, assim, toda a produção legislativa inócua.

No Ceará, recentemente, o atual deputado estadual (PT) Elmano Freitas apresentou na Assembleia Legislativa do Ceará o seu primeiro projeto de Lei que visa a direitos trabalhistas dos obreiros terceirizados do Estado do Ceará, com a criação de uma conta corrente exclusiva para o depósito de valores inerentes aos direitos trabalhistas dos terceirizados.

Nesse sentido, louvável é a atenção do Excelentíssimo Senhor Deputado Estadual Dr. Elmano Freitas no que pese ao garantismo dos direitos dos trabalhadores terceirizados junto ao Estado do Ceará.

Entretanto, há diversos mecanismos jurídicos que protegem o direito de tal classe de servidor celetista, como o convênio do Poder Judiciário e Banco Central do Brasil, via BACENJUD, que penhora valores encontrados em conta bancária para garantir o pagamento de condenações trabalhistas, os quais encontram amparo legal para tal proteção.

O Supremo Tribunal Federal (STF) já se posicionou sobre a questão da competência privativa da União em legislar sobre matéria trabalhista.

Seguem julgados norteadores:

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. LEI 11.562/2000 DO ESTADO DE SANTA CATARINA. MERCADO DE TRABALHO. DISCRIMINAÇÃO CONTRA A MULHER. COMPETÊNCIA DA UNIÃO PARA LEGISLAR SOBRE DIREITO DO TRABALHO. AÇÃO DIRETA JULGADA PROCEDENTE. A lei 11.562/2000, não obstante o louvável conteúdo material de combate à discriminação contra a mulher no mercado de trabalho, incide em inconstitucionalidade formal, por invadir a competência da União para legislar sobre direito do trabalho. Ação direta julgada procedente.

(STF – ADI: 2487 SC , Relator: Min. JOAQUIM BARBOSA, Data de Julgamento: 30/08/2007, Tribunal Pleno, Data de Publicação: DJe-055 DIVULG 27-03-2008 PUBLIC 28-03-2008 EMENT VOL-02312-02 PP-00196) ( destaque-se) “(…) a presente ação direta objetiva ver declarada a inconstitucionalidade do § 5º do art. 28 da Constituição do Estado do Rio Grande do Norte, que estabelece data-limite para o pagamento dos vencimentos ‘dos servidores públicos estaduais e municipais, da administração direta, indireta, autárquica, fundacional, de empresa pública e de sociedade de economia mista’, corrigindo-se monetariamente os seus valores se pagos em atraso. Sobre o tema, a jurisprudência desta Corte firmou entendimento no sentido de que a fixação, pelas Constituições dos Estados, de data para o pagamento dos vencimentos dos servidores estaduais e a previsão de correção monetária em caso de atraso não afrontam a CF. (…) No entanto, como bem apontado no acórdão que julgou a medida liminar, a Constituição do Rio Grande do Norte estende a obrigação aos servidores municipais e aos empregados celetistas de empresas públicas e sociedades de economia mista. Nesse ponto, a discussão transfere-se para a preservação de dois importantes valores constitucionais: a autonomia municipal e a competência da União para legislar em matéria de direito do trabalho. Especificamente quanto à imposição aos servidores municipais, caracteriza-se disposição de flagrante violação à autonomia administrativa e financeira municipal, disposta nos arts. 29; 30, I; e 34, VII, c, da CF. Relativamente aos empregados celetistas de empresas públicas e sociedades de economia mista, estabelece a Constituição, no seu art. 137, § 1º, II, a sujeição dos seus regimes jurídicos ao direito do trabalho, cuja competência para legislar é privativa da União (art. 22, I, da CF). Assim, a redação do art. 28, § 5º, da Constituição estadual, ao prever obrigações relativas aos vencimentos dos servidores das sociedades estatais, matéria de âmbito trabalhista, extrapola sua competência legislativa.” (ADI 144, voto do rel. min. Gilmar Mendes, julgamento em 19-2-2014, Plenário, DJE de 3-4-2014.) ( destacamos) “O Plenário julgou procedente pedido formulado em ação direta para confirmar medida cautelar e declarar a inconstitucionalidade do art. 40 do ADCT da Constituição do Estado de Minas Gerais (…). O Tribunal consignou que as empresas em questão estariam sujeitas a regime trabalhista, razão pela qual o constituinte estadual não poderia tratar de temática relativa a direito do trabalho no âmbito de empresas públicas e de sociedades de economia mista.” (ADI 318, rel. min. Gilmar Mendes, julgamento em 19-2-2014, Plenário, Informativo 736). (grifamos)

Posto isto, conforme foi apresentado previamente a informação sobre o objeto do projeto de Lei do Deputado Estadual Elmano de Freitas, neste rico espaço democrático, mormente à “criação de uma conta corrente exclusiva para o depósito do valor referente aos direitos trabalhistas dos contratados” 1, tal PL revela-se eivado de inconstitucionalidade formal por violar a competência privativa da União em legislar no âmbito do Direito do Trabalho, consoante a exegese do art. 22, I da CF/88, e que a Constituição Estadual deve ser norteada, também, pelo princípio da hierarquia em face da Carta Magna.

Em arremate, deixo claro que essa opinião jurídica é totalmente dissociada de conotação política ou crítica pessoal ao Excelentíssimo Senhor Deputado Estadual Dr. Elmano Freitas, o qual nutro um profundo respeito e admiração pela sua luta incansável no que tange aos direitos dos trabalhadores cearenses.

* Frederico Cortez,

Advogado.

Prefeito Raimundão tenta derrubar na Justiça decisão que suspendeu empréstimo de R$ 22 milhões

raimundao

O prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo (PMDB), está tentando derrubar a decisão do juiz da 1ª Vara Cível de Juazeiro do Norte, José Acelino Jácome de Carvalho, que determinou a suspensão do projeto, aprovado na Câmara Municipal, que garantiu para o município um empréstimo de R$ 22 milhões.

Dias antes do Carnaval, a Procuradoria do município, por determinação de Raimundão, deu entradas em novo Recurso de Agravo de Instrumento – de número 062036-33.2015.8.06.0000, para derrubar a decisão. O processo consta no site do Tribunal de Justiça do Estado, mas ainda não foi julgado.

Em dois anos de governo, Raimundão, segundo consta no Diário Oficial do Município, fez uma confissão de dívida no valor de R$ 17 milhões que deixou de repassar à Previjuno – Previdência do Município, entre os anos de 2013 e 2014, com o parcelamento da dívida em 60 meses. Há o temor de que, nos próximos dois anos que ainda tem pela frente, essa dívida possa dobrar e o prefeito entregar o governo municipal com no mínimo R$ 34 milhões em dívida só com a Previjuno.

(Com Blog Flávio PintoNews)

Campanha da Fraternidade – Arcebispo lançará ação durante coletiva nesta quinta-feira

domjosenatonio

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio de Aparecido Tose, lançará nesta quinta-feira, às 15 horas, a Campanha da Fraternidade 2015. O ato ocorrerá durante entrevista coletiva no Centro Pastoral Maria Mãe da Igreja.

A Campanha da Fraternidade deste ano tem como tema “Fraternidade, Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir”.

Nesta quarta-feira, o Papa Francisco fará pronunciamento endereçado ao Brasil, destacando mais uma campanha e pedindo o engajamento de todos.

Assembleia Legislativa e o corte de gastos

foto zezinho albuquerque 150201

Zezinho Albuquerque (Pros), o presidente reeleito da Casa.

A Assembleia Legislativa ainda não informou sobre plano de corte de despesas ou extinção de departamentos. A tesoura já está sendo adotada nos Poderes Executivo, que cortou 25% na maioria das secretarias, com mesmo remédio seguido pelo Judiciário.

A Câmara Municipal de Fortaleza também cortou despesas e extinguiu, na gestão Salmito Filho (Pros), departamentos que só serviam para acomodar apadrinhados.

Falta, portanto, o legislativo estadual entrar nesse tempo de vacas magras e cortar possíveis tetas gordas.

Refinaria Cancelada – Para Chico Lopes, o sonho não acabou

271 5

chico lopes

Da Coluna POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quarta-feira:

A Câmara dos Deputados está agendando várias comissões de trabalho cujos temas impactam na economia local. O deputado federal Chico Lopes (PC do B-CE) conta que, na próxima segunda-feira, começarão as atividades para avaliar o aumento proposto para as contas de energia, além da batalha para reverter a decisão de abortar o projeto da Refinaria Premium II.

No caso da energia, ele reconhece que há uma equação para o cálculo da revisão tarifária, mas garante que o tema é político e não ficará apenas na esfera econômica, nem na análise técnica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O reajuste proposto para as residências é de 19,5%; para a indústria, chega a 40%. Ou seja: impacta na inflação e no nível de geração de emprego.

 

Fortaleza com 18 semáforos com problema. Agentes da AMC se eximem da culpa

148 1

Agentes da AMC estão reunidos, neste momento, em frente a sede da autarquia. A categoria faz protesto contra a Prefeitura de Fortaleza.

Há 18 semáforos apagados em vários cruzamentos da cidade e não há agentes de trânsito suficiente para cobrir essa situação, enquanto não ocorre o reparo, que é feieto por uma empresa terceirizada.

Nesta manhã de quarta-feira, há só 39 agentes trabalhando. O total de agentes chega  cerca de 300 incluindo o pessoal da burocracia.

Fuga em massa da Delegacia de Capturas e a Polícia não sabe quantos fugiram ao certo

146 1

Uma fuga em massa foi registrada, por volta das 3 horas da madrugada desta quarta-feira da Delegacia de Capturas e Polinter, situadas no Centro de Fortaleza. A informação é da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que não precisou o número dos foragidos. Divulga que é entre 15 e 18 presos.

A fuga ocorreu após os presos serrarem as grades. Ainda segundo a SSPDS. A Polícia Civil vai investigar como os presos tiveram acesso às serras. Até agora, nada de lista dos foragidos.

VAMOS NÓS – Como é que uma Delegacia não sabe quantos presos estão sob seu controle?

Por que delegados continuam fora das carreiras jurídicas no Ceará?

272 5

Com om título “Resgate de um direito”, eis artigo do advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Ele bate na tecla de que delegados foram excluídos no quadro das carreiras jurídicas. Ele fala de um erro cometido pela gestão de Cid Gomes. Confira:

Tão logo foi promulgada a CF/88, 404 deputados e senadores Constituintes redigiram e firmaram um documento intitulado “Carta aos Governadores dos Estados” em que expressavam, de forma peremptória, que o art. 241 inserido no texto da Carta Constitucional brasileira, foi elaborado com o objetivo de, corrigindo uma disparidade de tratamento, reparar uma injustiça que se impunha à categoria dos delegados de polícia, atribuindo-lhes a mesma retribuição pecuniária das demais carreiras jurídicas.

Este dispositivo, resultante de amplo acordo de lideranças, consagrou aos delegados de polícia uma isonomia qualificada, subordinada, unicamente, ao exercício da função, embora adequada à regra geral do § 1º, do art. 39, no que diz respeito ao princípio ali estabelecido, tratando-se, como tal, de norma que encerrava eficácia plena de aplicação imediata.

Ao receber este importante e esclarecedor documento, o então governador Tasso Jereissati, já em 1989, editou a lei nº 11.535, de 10/04/89, conferindo o mesmo tratamento remuneratório às carreiras jurídicas estaduais – delegados de polícia, defensores públicos e procuradores do Estado – conforme se vê do contido no anexo IV deste diploma legal.

Com o advento, no entanto, da EC 19/98 (Reforma Administrativa), o citado art. 241 da CF/88, por um lamentável equívoco, por todos reconhecidos posteriormente, foi suprimido do texto da Carta Magna. É que, ao proibir a equiparação de cargos para fins de concessão de isonomia no serviço público, a supressão acabou por alcançar a situação específica das carreiras jurídicas, nelas incluídas os delegados de polícia.

De lá a esta parte, tem sido ingente o esforço da classe por sua reinserção no texto constitucional. Várias PECs tramitam na Câmara Federal nesse sentido. Recentemente, por meio da Lei Federal nº 12.830/2013, o Congresso Nacional reafirmou o que já havia sido proclamado no art. 241 da CF/88 ao reconhecer o cargo de delegado de polícia como integrante das carreiras jurídicas dispondo expressamente no seu art. 2º que “as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais exercidas pelo delegado de policia são de natureza jurídica e exclusivas de Estado”.

Em função disso, muitos Estados, de iniciativa própria, têm promovido à correção do grave equívoco mercê da sensibilidade dos governantes e do trabalho dos delegados de polícia, por suas entidades, visando o restabelecimento desse inquestionável direito.

No Ceará, o então governador Cid Gomes encaminhou à Assembleia Legislativa uma PEC para a reinserção dos delegados nas carreiras jurídicas estaduais carecendo, todavia, de correções porquanto o texto limita-se, tão somente, em afirmar o óbvio, ou seja, de que a atribuição de polícia judiciária é uma “atividade” jurídica. Ora “atividade jurídica” é inerente a qualquer operador. Nessa trilha e no mesmo sentido, editou uma lei concedendo aos delegados de polícia, de forma gradual, de 2012 a 2014, o mesmo tratamento salarial deferido aos defensores públicos. Um obstáculo, contudo, se antepôs ao propósito governamental, qual seja o problema do teto remuneratório.

Urge que se supere tal impasse que, não apenas impede que a lei alcance seu objetivo como, ainda, vem causando graves ofensas ao princípio da hierarquia e disciplina em que se fundamenta a carreira policial.

* Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado.

No Carnaval, o descaso da AMC

196 1

semaforo

Durante todo o Carnaval, semáforos da avenida Bezerra de Menezes com rua José Barcelos – bem pertinho da sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), permaneceram apagados.

Foram muitas as reclamações, mas, pelo visto, a turma da área resolveu brincar o Carnaval. Ainda bem que não se registrou acidente nessa área que, em dias normais, é um senhor fluxo de trânsito.

(Foto – Paulo MOsKa)

Prefeito Roberto Cláudio inicia visitas por cidades europeias em busca de intercâmbio

168 6

prefito robertoclaudio

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), amanhece, nesta quarta-feira, na Europa, mais precisamente em Barcelona, na Espanha. Ele embarcou noite passada em voo da TAP em ritmo de busca por cooperação técnica e visita a projetos exitosos, segundo a assessoria de imprensa do Paço Municipal.

Roberto Cláudio cumprirá agenda até o próximo dia 25 não somente em Barcelona, mas também em Paris (França) e Londres (Inglaterra). Nesse giro, ele será recebido em audiência pelos prefeitos dessa cidades europeias.

Na comitiva do prefeito, a primeira-dama Carol Bezerra, as secretárias Patrícia Macedo (Assuntos Internacionais) e Águeda Muniz (Meio Ambiente e Urbanismo), o chefe de gabinete, Francisco Queiroz, e Moacir Maia, assessor de imprensa.

Carnaval 2015 – Balanço parcial aponta 91 mortes violentas no Ceará

Das 18 horas da sexta-feira (13) às 18 horas dessa terça-feira (17), o Ceará registrou 91 mortes violentas durante o período de Carnaval, entre homicídios e acidentes de trânsito.

Segundo os dados da Coordenadoria Integrada de Operações Policiais (Ciops), 38 pessoas foram assassinadas na Região Metropolitana, sendo 22 somente em Fortaleza. Outras 28 foram vítimas de homicídio no Interior.

O trânsito registrou 25 vítimas em acidentes fatais, sendo quatro em Fortaleza, cinco nos demais municípios da Região Metropolitana e 16 no Interior.

O balanço final deverá ser divulgado nas próximas horas pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

PRF fecha a terça-feira de Carnaval com quase 700 multas aplicadas nas rodovias do Ceará

“A Polícia Rodoviária Federal do Ceará (PRF) aplicou 680 multas nas rodovias que cortam o Ceará, de sexta-feira, 13, até terça-feira, 17 – somente com o radar pistola. O equipamento é usado para flagrar os motoristas em excesso de velocidade. O órgão possui cinco deles.

Ainda segundo a PRF, os números podem aumentar e o resultado final será apresentado na tarde desta quinta-feira, 19. A Multa por excesso de velocidade varia de R$ 85 a R$ 574 e nos casos de ultrapassagens proibidas pode chegar a R$ 1.915.

O radar portátil é utilizado em pontos críticos das rodovias BR-222 e BR-116. Quase metade das mortes nas estradas é ocasionada por colisões frontais, explicou a PRF. ”

(O POVO Online)

Renascer encerra com público de 12 mil pessoas

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=tQ6re8NRB2c[/youtube]

Terminou nesta noite de terça-feira, no Ginásio Paulo Sarasate, o Renascer, o retiro de Carnaval promovido pela Comunidade Shalom. Cerca de 12 mil pessoas circularam pelo encontro desde o último dia 15, segundo a organização.

Neste último dia, houve pregação de Moisés Azevedo, fundador do Shalom, e seminários de Vida no Espírito Santo. Uma missa encerrou o Renascer, que teve como tema “A Felicidade é aqui!”