Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Pesquisa Ibope aponta vitória de Eunício. No primeiro turno

81 3

foto pesquisa ibope 140505

A pesquisa Ibope/Diário do Nordeste aponta, nesta segunda-feira, a vitória do peemedebista Eunício Oliveira, no primeiro turno, em quatro cenários com candidaturas do Pros, além de Nicolle Barbosa (PSB) e Ailton Lopes (Psol).

O melhor cenário para o Pros na disputa à sucessão de Cid Gomes é quando a pesquisa inclui o deputado estadual Mauro Filho, que aparece com 8% das intenções de voto, diante de 43% de Eunício.

A pesquisa ouviu 1.008 eleitores, entre os dias 27 e 30 de abril. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, do PR, que se diz pré-candidato ao Governo do Ceará, não foi incluído na pesquisa.

Queda de Dilma faz PT pensar em palanques unitários

94 1

As quedas sucessivas nas pesquisas de intenção de voto da presidente Dilma Rousseff acenderam a “luz amarela” nos estrategistas de campanha da pré-candidata. O sentimento, agora, é tentar nos Estados um palanque unitário para a pré-candidata. O que não está fácil.

No Ceará, por exemplo, o Pros deverá ter candidatura própria ou apoiar um candidato petista, mas não contará com o PMDB, do pré-candidato ao Governo, Eunício Oliveira, quando inclusive o partido já entregou os cargos ao governador Cid Gomes.

“Onde isso não for possível, ter uma coordenação que permita, ao mesmo tempo, a campanha do nosso candidato majoritário no Estado conviver sem sectarismo com as candidaturas [de outros partidos] que apoiam Dilma, mas estão em confronto com a nossa candidatura”, comentou o presidente nacional do PT, Rui Falcão.

(com agências)

Prefeito Veveu Arruda e deputado Ivo Gomes participam de fórum internacional

A troca de experiências tecnológicas e a análise do futuro da internet marcam a abertura do LACNIC 21, neste domingo (4), em Cancun, no México, no evento que reúne representantes de governos, representantes de setores acadêmicos e mais de 400 profissionais na área da Tecnologia da Informação (T.I.). O evento segue até a sexta-feira (9).

O prefeito de Sobral, Veveu Arruda, é um dos convidados a expor projetos na área de T.I., além do desenvolvimento na Educação com suporte da Microsoft, patrocinadora do evento. O prefeito se encontra acompanhado do deputado estadual Ivo Gomes e do arquiteto Campelo Costa.

Cid Gomes e a violência do voto

148 6

Em artigo no O POVO deste domingo (4), o sociólogo Márcio Kleber Morais cobra um maior trabalho das forças de segurança do Estado para conter os índices de violência. Confira:

A situação da segurança pública nunca foi tão delicada no Ceará. Os índices de homicídio são considerados epidêmicos e boa parte deles tem ligação direta com o narcotráfico, que vem crescendo por causa da “política de guerra” adotada que mais parece fermento para a situação. Que tipo de trabalho as forças de segurança estão realizando para resolver isso? Pelo visto, nenhum. Isso, porque o narcotráfico está cada vez mais aparelhando verdadeiros Estados paralelos e nas áreas dos traficantes a polícia não entra (não só por medo…).

Desde a greve da polícia, o Ronda vive uma “greve branca” sem precedentes na história brasileira. Quem teve a oportunidade de interagir com esses policiais desde então, viu que sua falta de ação se explica, principalmente pela omissão. Um colega que precisou acioná-los me confidenciou o que um dos policiais lhe sugeriu fazer por conta da sua omissão: “Chama a imprensa e diz que isso aqui (o Ronda) não presta!”. Isso nos elucida uma questão importante: o governador já não tem poder sobre suas tropas.

Isso traz consequências seríssimas aos cidadãos: se o Estado não cumpre o seu papel, outros assumem seu lugar. Não à toa, o número de linchamentos vem aumentando, as pessoas começam a fazer justiça com as próprias mãos por terem a compreensão de que o Estado não a fará. Da mesma forma, o narcotráfico assume o seu lugar em muitas áreas. Tudo isso me leva a crer que o Estado já não detém o Monopólio da Violência Legítima, isto é, no Ceará, outros entes que não apenas o “Poder oficial” estão se tornando aptos a exercer o papel de polícia.

A conjuntura política estadual complica mais a situação: o governador pertence a uma oligarquia tradicional do estado e briga para fazer sucessor em 2014 por causa do pífio legado que deixará. Cid se gaba por ter contratado boa parte dos policiais que estão na ativa, mas esquece de citar sua falta de gerência sobre eles. Fecha os olhos para o fato de que a disciplina militar desagrada boa parte dos novos policiais (há caso de processo militar contra soldado que se esqueceu de prestar continência ao superior).

Além disso, apesar de ter ciência de que parte significativa da violência provém do narcotráfico (ele próprio destacou isso no programa Roda Viva da TV Cultura), não propõe políticas sérias sobre isso, como, por exemplo, a regulamentação do uso da maconha (que representa mais de 2/3 dos negócios do tráfico), que provavelmente reduziria o lucro dos traficantes e a violência proveniente dele.

O problema dessas medidas é que são polêmicas e gerarão desgaste a Cid, assim, para garantir sucessor, o governador decidiu tirar a responsabilidade de seus ombros e “militar” por uma demanda que lhe renda popularidade: a redução da maioridade penal, mesmo sabendo que as prisões são chamadas “faculdades do crime” e que os atos infracionais de adolescentes representam apenas cerca de 10% do total de crimes.

A sucessão do Ceará

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (4):

O PMDB fez as malas e deixou Cid Gomes. Para o partido, foi bom enquanto durou. Afinal, por um lado, lucrou com os benefícios das capitanias ocupadas durante longos sete anos e quatro meses. Por outro, não carregou na bagagem de despedida os desgastes que marcam a gestão estadual. Estes pertencem ao Governo.

O próximo passo do PMDB é exercitar um discurso de oposição. Não será fácil. Eunício Oliveira terá que balbuciar suas primeiras palavras de crítica ao Governo e ao governador que serviu. Se não o fizer, será visto pelo eleitorado como um candidato etéreo, sem rosto, sem posição. Um nada.

(…) Embora tudo se espere do PMDB, é improvável um recuo de Eunício. O senador já avançou muito em seu intuito. Além disso, encabeça as pesquisas de opinião, tem estrutura partidária, tempo de televisão e, é claro, indiscutível suporte financeiro para a campanha.

(…) E a candidatura governista? A falta de uma decisão mais planejada e amadurecida, a difícil fórmula para unir a base, a existência de vários nomes dentro do Pros e a divisão de preferências internas entre os irmãos Gomes embaralha e traumatiza o processo no Palácio da Abolição.

(…) Ivo Gomes trabalha abertamente para Izolda Cela, sua companheira de trabalho na educação de Sobral e do Estado e, ainda por cima, esposa de Veveu Arruda, o petista-cidista a quem o deputado Ivo pretende suceder em Sobral como prefeito em 2016.

Ciro Gomes dispõe de três opções. Pela ordem de preferência: Leônidas Cristino, Mauro Filho e Zezinho Albuquerque. São três velhos amigos de geração política e administrativa. Ciro, é claro, trabalhará para emplacar um companheiro de sua confiança.

Mas, é o governador Cid Gomes quem tem mais motivos para fazer um sucessor que não destrua ou se aproprie de seu legado. Esfinge, introspectiva, a cabeça do governador é a mais difícil de ser lida. Porém, com base na sequência de acontecimentos, não seria arriscado afirmar que Cid pode bandear-se para o lado de Domingos Filho.

Ary Sherlock comemora 60 anos de carreira com espetáculo gratuito em Viçosa e Sobral

foto ary sherlock

O ator cearense Ary Sherlock, 84, apresenta na noite deste domingo (4), a partir das 19h30min, o espetáculo Ary Sherlock In Concert – Coisas, Palavras e Canções. A apresentação marca os 60 anos de carreira do ator e acontece no Teatro Dom Pedro II, em Viçosa do Ceará, a 348 quilômetros de Fortaleza, com entrada gratuita. Nesta segunda-feira (5), o cearense volta a se apresentar no mesmo horário, no Teatro São José, em Sobral, sua cidade natal, também com entrada franca.

Apesar da paixão pelo teatro, Ary Sherlock também atua na televisão e no cinema, quando recentemente interpretou o padre Cícero, no filme Cine Holliúdi, de Halder Gomes.

No espetáculo Ary Sherlock In Concert – Coisas, Palavras e Canções, o cearense apresenta poemas de sua autoria, quando ressalta coisas do sertão, coisas da cidade, coisas do cangaço, coisas de Francisco (São Francisco), coisas do verso e reverso, coisas do riso, coisas da lembrança.

A carreira solo do PMDB

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (3), pelo jornalista Érico Firmo:

O PMDB mandou no Ceará a partir de meados dos anos 80, com a filiação de Gonzaga Mota, até o fim daquela década, quando Tasso Jereissati e o então prefeito da Capital, Ciro Gomes, deixaram a sigla para não terem de apoiar Ulysses Guimarães. A partir dali, teve início uma década e meia de hegemonia peemedebista na Capital, sob o controle de Juraci Magalhães, mas de pouca relevância no Interior. No fim dos anos 90, Eunício Oliveira (PMDB) articulou a tomada do controle do partido de Mauro Benevides e deu início a um novo momento.

Primeiro, com apoio de Juraci. Depois, os dois caciques romperam, o ex-prefeito se desfiliou e o partido – já uma força secundária no Estado, que fazia uma cômoda oposição que pouco incomodava – tornou-se irrelevante também em Fortaleza. Foi o fundo do poço, mas dali começou a se reerguer como sócio de uma das mais ambiciosas e bem arquitetadas empreitadas políticas que o Ceará já conheceu. Como coadjuvante, o partido passou a ocupar a luxuosa antessala do projeto de poder que – sobretudo nos primeiros quatro anos – menos teve opositores na história democrática do Estado.

Foi absolutamente estratégico para o projeto dos Ferreira Gomes, em particular em 2012, quando o grupo rompeu com o PT para conquistar a Prefeitura de Fortaleza. Todavia, a vizinhança com o núcleo central do poder não mais satisfaz o partido, que, após quase uma década e meia, deseja voltar a ter protagonismo.

Isso já aconteceu com o próprio grupo dos Ferreira Gomes em relação ao PSDB. Desde que Ciro Gomes deixou o partido e construiu trajetória com mais autonomia em relação a Tasso Jereissati, sempre permaneceu como poderosíssima força política, influência e espaços generosos. Mas sempre como coadjuvante. Em 2006, decidiram que era hora de buscar o controle.

Isso é natural das grandes coalizões. Forças secundárias podem até se conformar em fazer figuração, mas os principais parceiros do poder uma hora haverão de ambicionar o controle da situação. Cheguei a tratar do assunto em fevereiro de 2012 (leia em http://bit.ly/1nbmER0). Como escrevi, fazer coligação significa ceder – “na política – como, aliás, em quase tudo mais – unir-se significa fazer concessões em nome dos benefícios que se irá extrair da parceria”. Em geral, parcerias são feitas entre forças que, sozinhas, teriam mais dificuldades em vencer as eleições. Então, pesa o pragmatismo: “Melhor dividir o poder que fazer oposição isoladamente”, escrevi na mesma coluna citada acima. E acrescentava: “Assim como se deu com Cid em relação a Lúcio (Alcântara), também PT e PMDB – cedo ou tarde – desejarão assumir o controle da situação”.

Com o PMDB fora do governo, o partido não apenas ficará livre para negociar com opositores. Essas conversas já vêm ocorrendo faz tempo, embora devam se intensificar. Além disso, será possível perceber com um pouco mais de clareza o discurso da candidatura peemedebista, uma absoluta incógnita até agora.

Helicóptero cai em Aquiraz

Um helicóptero caiu na manhã deste sábado (3), na Praia do Presídio, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave era ocupada por seis pessoas, sendo dois adolescentes. De acordo ainda com o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido.

A aeronave caiu a poucos metros da praia, dentro do mar, o que possibilitou a rápida retirada dos ocupantes. O Blog apurou que um dos ocupantes seria o vice-prefeito de Aquiraz, Marcos Callou, o Marquinhos (PMDB).

Eunício inicia elaboração do programa de gestão

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (3):

O PMDB estadual vai montar, a partir da próxima semana, o estafe da campanha do pré-candidato a governador Eunício Oliveira, mais precisamente no que diz respeito ao item elaboração de programa de gestão. A informação é do secretário-geral do partido, João Melo, que entregou nessa sexta-feira (2) o cargo de titular da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado.

Ele adianta que coordenará esse grupo que, inicialmente, será formado pelos peemedebistas que deixaram também seus cargos. Ou seja, César Pinheiro (ex-titular da Secretaria de Recursos Hídricos), Bruno Menezes (ex-presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente) e Aloísio Carvalho (ex-secretário-executivo dos Esportes). Essa equipe terá a missão de convocar lideranças de entidades da sociedade civil – de vários segmentos, para elaborar esse programa.

Na prática, Eunício já quer seu bloco técnico na rua.

Cid Gomes agradece trabalho dos secretários peemedebistas

78 1

foto cid f gomes

Em nota enviada ao Blog, por meio de sua assessoria de imprensa, o governador Cid Gomes agradeceu o empenho dos secretários peemedebistas, “excelentes parceiros para a construção de um Estado com mais oportunidades e mais qualidade de vida para todos os cearenses”. Confira:

O Governo do Estado do Ceará agradece o trabalho desenvolvido por João Melo, à frente da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado; por César Pinheiro, à frente da Secretaria dos Recursos Hídricos; por Bruno Sarmento de Menezes, à frente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente; e por Aloízio Carvalho, como secretário-executivo do Esporte. Durante esse tempo, eles foram excelentes parceiros para a construção de um Estado com mais oportunidades e mais qualidade de vida para todos os cearenses.

Cid Ferreira Gomes, governador do Estado do Ceará

PR tenta barrar divulgação de pesquisa eleitoral

O Partido da República (PR) entrou com representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), na tarde desta sexta-feira (2), para barrar a divulgação da pesquisa Ibope, na segunda-feira (5), pelo Sistema Verdes Mares.

De acordo com a representação, o Ibope não teria incluído o nome do ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), que seria pré-candidato ao Governo do Estado. Segundo ainda a representação, Roberto Pessoa seria bastante citado pela mídia como pré-candidato.

Vamos nós – O Blog apurou que a pesquisa incluiria, sim, o nome do ex-prefeito na disputa ao Governo, em um cenário com prováveis candidatos do PROS, além de Eunício Oliveira (PMDB) e Nicolle Barbosa (PSB). A pesquisa também traria os índices à disputa ao Senado, diante das candidaturas Tasso Jereissati (PSDB), José Guimarães (PT), Luizianne Lins (PT), Inácio Arruda (PCdoB) e Geovana Cartaxo (PSB/Rede no Ceará).

Uece promove ciclo de debates sobre Violência Doméstica e Familiar

O Núcleo de Apoio a Pessoas em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Navi), da Universidade Estadual do Ceará, promoverá, de 5 a 7 próximos, o II Diálogos sobre a Violência Doméstica e Familiar, tendo como tema “Religião e Gênero”. O encontro acontecerá no Auditório Paulo Petrola, no prédio da reitoria (Campus do Itaperi ). Podem participar alunos, pesquisadores e professores da Uece, bem como representantes de organizações religiosas e da sociedade civil.

Na segunda-feira, a abertura será às 17 horas, credenciamento dos participantes, apresentação musical e fala da  professora, psicóloga e advogada Marinina Gruska Benevides, doutora em Sociologia e coordenadora do Navi/Uece. Nesse primeiro dia, palestras e mesas redondas tratarão de temas como “Ética e moralidade nas relações de gênero”, “Os quatros sexos nas comunidades tradicionais de terreiro”, e “A mulher na dimensão espírita.”

No segundo dia, os temas que serviram para os diálogos entre os participantes são os seguintes: “Exortação de Santo Agostinho para mulheres: reflexões sobre Religião e Gênero”; “A mulher nas religiões monoteístas e nas religiões comunitárias”; e “A ação da Pastoral Familiar para a Promoção da Igualdade de Gênero.” No dia 7, os assuntos em pauta são: “Pentecostalismo e perspectivas de promoção da igualdade de gênero”; “A indumentária de ‘militar de Cristo’: as neoconvertidas da Assembléia de Deus”; e “Decifrando o sagrado feminino”

O evento conta com a parceria dos Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas da Uece, do Observatório da Violência contra a Mulher (OBSERVEM), Mestrado Acadêmico em História e Culturas (MAHIS) e do Curso de Ciências Sociais.

SERVIÇO

* Acesse no site do evento a programação completa, com a relação de palestrantes e painelistas convidados.

* As inscrições podem ser feitas no link: is.gd/NHUv0B. Os organizadores solicitam aos participantes a doação de 1kg de alimentos não perecível (exceto sal) para serem entregues a uma instituição filantrópica.

OAB/CE promove encontro sobre Direitos Humanos e Cidadania

47 1

jarxdosnn

A Ordem dos Advogados do Brasi, regional do Ceará, vai promover, de 7 a 9 próximos, uma conferência estadual que terá como tema “Direitos Humanos – Uma nova cidadania”.

A coordenação do evento, que ocorrerá no auditório da Assembleia Legislativa, é do secretário-geral da OAB, Jardson Cruz.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.oabce.org.br

Instituto Centec ganhará homenagem durante a PEC Nordeste

O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) será agraciado com a Medalha Professor Prisco Bezerra. A homenagem ocorrerá durante a solenidade de abertura do XVIII Seminário Nordestino de Pecuária (PEC Nordeste), o que ocorrerá a partir das 9 horas do próximo dia 6, no Centro de Eventos.

Na ocasião, haverá o​​ lançamento de três novos cursos de especialização nas áreas de Apicultura; Bovinocultura de Leite; e Saúde e Segurança Alimentar que acontecerão na Fatec Sertão Central ​, em Quixeramobim​. O curso de Apicultura possuirá uma turma em Fortaleza e outra em Quixeramobim.

No stand do Instituto Centec, haverá ainda a degustação queijos condimentados, queijos coalho, geleias, doce de leite, mel de abelha, castanha e cajuína, todos estes produtos processados pelo estabelecimento nos CVT Icó, CVT Barreira e Fatec Sertão Central.

Nessa lei de Nilto, apenas saudade. O legado vira eternidade

77 1

niltomaciel

Com o título “Nilto Maciel: quando se tornou imortal”, eis a bela homenagem que o também escritor Raymundo Netto fez, em seu Blog, para o amigo que teve o corpo sepultado nesta manhã de sexta-feira, no Cemitério Parque da Paz. Mas, claro, o legado será eterno.Confira:

“Ora, deixemos esses passados mortos e vivamos o presente. Uliyana chegaria dentro de alguns minutos e eu a pensar em escritores medíocres. Entreguei-me, de olhos fechados, a fantasiar suas feições. Por que teria me procurado? Informou-me, por telefone, ter percorrido quase toda Fortaleza: da estátua de Iracema à feirinha de artesanato da Beira-mar, do centro cultural Dragão do Mar aos caranguejos da praia do Futuro. E por quais vias você me descobriu, ó czarina de meus delírios pós-soviéticos? Ofereceu-se para vir ao Monte Castelo, onde moro. Pode ser agora? Pode ser a qualquer hora. Passadas cinco páginas de Tchekhov, um táxi branco e reluzente deixou diante de minha mansão a mais estonteante das raparigas russas de todas as eras. Joguei o contista sobre o diário e corri a abraçá-la. Trazia livrinho dentro da bolsa vermelha: O senhor pode me dar autógrafo? Percebi logo tratar-se de exemplar da edição russa de Carnavalha.”(…)

Era assim a vida animada e fantástica de Nilto Maciel, na sua casa no Monte Castelo, onde residia sozinho, balançando na cadeira em frente à TV, lendo as centenas de livros que lhe chegavam pelo correio, ou debruçado num computador a alimentar famintos blogs e a escrever todotempo o tempotodo.
Por vezes, já pela noitinha, após a sua sopa e remédios — éramos vizinhos—, ligava apenas para saber se podia desligar seu computador moderno, cheio de mensagens alienígenas, ou se eu achava que daria tempo de retirar dele um valioso pendrive sem o risco de perder a sua irreparável “obra completa”.
Deitado num travesseiros de sonhos, ou de ficções, acordava com a cabeça pintada de contos, crônicas, romances, ou mesmo daquelas piadinhas infames ou irônicas que os amigos se acostumaram a ouvir em suas ligações, nas quais com a voz disfarçada, meio gutural, dizia:
— Meu amigo… estavam agora mesmo falando mal de você… Sabe quem foi?
— Não, Nilto… (Sempre) Não, Nilto… Fala logo… O que foi?
E ele ria uma gargalhada quase que dramática, divertindo-se, e comentava causos que nunca sabíamos se eram verdades ou mentiras. Com ele, sempre era assim, nunca se podia ter a completa certeza. Hoje, durante a triste nova da tarde, tive essa mesma impressão: Será essa apenas mais uma marmota do Nilto Maciel? Verdade ou mentira?
Havia lá suas coisas, seus livros cuidadosamente separados nas prateleiras, sua cadeira de balanço, seus óculos, o fone e os controles da TV ao lado dela. O computador ligado, assim como a luz da sala, provavelmente ele ainda trabalhava, notívago que era. No sofá, a toalha com o brasão do Fortaleza e uma calça, deixada sempre a postos, para o caso de aparecer visita. No quarto, uma coleção de dvds, uma surpresa para as filhas, num deles um adesivo remetia à sua querida “Tusa”. Desabei com isso.
Na cozinha, ao trancar a janela, pude ouvir o eco ainda fresco de sua voz: “Netto, quer uma coca-cola, quer? Eu pego a sua coca-cola… Ou quer alguma coisa mais forte?”
Ao lado, na poltrona, a mala feita, separada com antecedência para ir ao Encontro de Literatura Fantástica, em Sobral, onde abriria o evento. No jardim, livros envelopados que ele nunca lerá, de amigos que ele sempre divulgou em seu blog, dentre eles Enéas Athanázio, Geraldo Jesuíno e Francisco Miguel Moura. Pensei muito num fantasma que me atormenta. Lembrei das vezes que conversamos sobre isso. Como ele nunca reconheceu esse fantasma, nunca me levou a sério. “Era a vida, Nettó.”
Hoje, assisti à saída silenciosa de Nilto de sua casa, deixando para sempre os seus livros colecionados durante a vida de literatura e os seus arquivos de uma obra completa que nós também não conheceremos. O vi carregado e imaginei que, ao invés de homens simples do IML, eram aqueles seus admiradores leais, carregando-o nos braços para um pomposo carro à espera da glória da imortalidade (leia-se não esquecimento) almejada por todo persistente escritor. Acenei timidamente, da sala de visitas, entendendo ser aquela a última vez que nos encontraríamos ali. Lamentei, claro, todos os momentos perdidos, mas prefiro agora pensar no que fizemos e rimos juntos.
Vai-se Nilto Maciel, que nos últimos anos de sua vida esforçou-se para não ser esquecido, publicando um livro atrás do outro, inclusive fortuna crítica e memórias. Vai, mas não vai de todo, deixa aqui a sua voz, os seus pensamentos mais ousados, as fantasias, a sua arte, a transgressão e a loucura de viver “sem fronteiras” a sua paixão literária.
Nilto, vai com Deus, irmãozinho. Fica a sua falta, mas a lembrança nos brilha mais.
* Raymundo Netto,
escritor e amigo.

PSDB do Ceará iniciará inserções partidárias. Problemas na segurança entre alvos

pontesluiz

O PSDB do Ceará inicia, na próxima segunda-feira , as suas inserções partidárias nas emissoras de rádio e televisão. As veiculações ocorrerão agora em maio e em junho, conforme determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Segundo o presidente estadual tucano, Luiz Pontes, o conteúdo das inserções fomentará debate sobre temas regionais e nacionais.

As inserções também destacarão experiências exitosas dos governos mudancistas e, claro, não pouparão críticas a setores da gestão Cid Gomes como a segurança pública. “Infelizmente, hoje, a realidade é outra. Convivemos com uma crise sem precedentes e somos um dos estados mais violentos do mundo”, acentua Pontes.

Já teve peemedebista entregando o cargo

70 1

aloisiocar

Aloísio Carvalho entregou, nesta manhã de sexta-feira, o cargo de secretário-executivo da pasta dos Esportes. Foi pessoalmente ao Palácio da Abolição e, após conversa com membros da Chefia de Gabinete do governador Cid Gome,s, deixou a carta com pedido de demissão. Feito isso, seguiu para o Cemitério Parque da Paz, onde assistiu ao enterro de um parente.

Aloísio não quis avaliar como rompimento o fato de peemedebistas ocupantes de cargos na gestão Cid Gomes estarem pedindo exoneração. “A medida é para deixar o governador mais à vontade nesse período de discussões sobre sucessão!”, explicou para o Blog.

Além de Aloísio, entregaram os cargos Bruno Menezes (Conpam), César Pinheiro (Secretaria de Recursos Hídricos) e João Alves Melo (Controladoria e Ouvidoria Geral).

Procurador-geral de Justiça falará sobre suposto esquema de venda de liminares

foto ricardo machado mpce

O procurador-geral de Justiça do Estado, Ricardo Machado, dará entrevista coletiva, a partir das 15 horas desta sexta-feira. Ele falará sobre a reunião mantida, em Brasília, nesta semana, com membros do Conselho Nacional de Justiça. Machado tratou, pessoalmente, da denúncia de suposto envolvimento de membros do MPCE em irregularidades na concessão de liminares. “Nós temos uma preocupação extrema em mostrar e dar celeridade à apuração do caso”, afirmou Machado.

Ricardo Machado havia solicitado, no dia 23 de abril, ao presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa, e ao corregedor nacional de Justiça, Francisco Falcão Neto, cópia das informações que apontam para a suposta participação de membros do Ministério Público, bem como de advogados, servidores e magistrados do primeiro grau em eventuais irregularidades nas concessões de liminares, em habeas corpus, a fim de que fossem adotadas as providências devidas.

BNB prorroga inscrições para apoio a projetos de combate à desertificação

“O Banco do Nordeste prorrogou as inscrições para edital de apoio a projetos de combate à desertificação e de convivência com o semiárido. O prazo final para recebimento dos projetos é 30 de maio. No entanto, os interessados devem solicitar as senhas de acesso até 16 de maio no endereço eletrônico https://www.bnb.gov.br/fundeci por meio do Sistema de Gerenciamento de Convênios, mesmo Sistema em que devem ser apresentadas as propostas.

Ao todo, estão sendo disponibilizados R$ 3 milhões em recursos não reembolsáveis, oriundos do Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundeci). A divulgação da pré-seleção ocorrerá no dia 31 de julho deste ano. Os temas e linhas de pesquisa do edital contribuem para o desenvolvimento do semiárido brasileiro e para a mitigação de riscos de operações de crédito realizadas nessa região prioritária para as aplicações do Banco.

Os projetos devem ser aplicáveis à porção semiárida da área de atuação do Banco (regiões Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo) e devem enquadrar-se em pelo menos uma das linhas especificadas (conservação, recuperação, monitoramento e mitigação da desertificação do semiárido; e convivência com o semiárido).”

(Site do BNB)