Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Prefeitura lança seleção pública para formar cadastro de reserva na área do professorado

O Instituto Municipal de Desenvolvimento de Recursos Humanos (Imparh) lançou, em seu site, seleção pública para formação de cadastro de reserva para professores substitutos da rede municipal de ensino de Fortaleza. As inscrições já podem ser feitas, exclusivamente, pela internet. O prazo vai até o próximo dia 25, no Canal de Concursos e Seleções do Portal da Prefeitura, informa a assessoria de comunicação do Paço Municipal.

Os interessados em participar da seleção devem possuir licenciatura em pedagogia ou licenciatura que habilite para ensino nas seguintes disciplinas: língua portuguesa, libras, língua inglesa, língua espanhola, matemática, ciências, geografia, história, artes, educação física e ensino religioso.

Os candidatos aprovados na seleção serão lotados no período da manhã, tarde e/ou noite, nas Escolas Municipais localizadas nos seis Distritos de Educação, obedecendo-se rigorosamente à ordem crescente de classificação final, por área e distrito de sua opção.

Processo

O processo seletivo será realizado em uma única etapa, que constará da aplicação de prova objetiva, com 40 questões, de caráter eliminatório e classificatório. A data prevista para aplicação da prova objetiva é 16 de dezembro, sendo no período da manhã para os candidatos das áreas específicas, e no período da tarde para os candidatos da pedagogia.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o Canal de Concursos e Seleções do Portal da Prefeitura, preencher o formulário eletrônico e pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 110.

SERVIÇO

*Diretoria de Concursos e Seleções (Dices) – Avenida João Pessoa, 5609 – Damas
*Mais Informações – 3433.2987.

Que tal um voto de confiança no presidente eleito?

Com o título “Que tal um voto de confiança no presidente eleito?”, eis artigo deGustavo Brígido Bezerra Cardoso, presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB-Ceará. “Torço por um bom governo. Boa sorte ao presidente. Mas saiba que as instituições manter-se-ão vigilantes”, diz o articulista. Confira:

Após turbulento período eleitoral, marcado pelo acirramento entre os dois pedaços em que o Brasil foi dividido, tem-se o desfecho com a vitória de Jair Bolsonaro. O Brasil adota a forma de governo republicana e o sistema de governo presidencialista, em razão dos quais o presidente eleito acumula as funções de chefe de Estado e de governo, com competências constitucionalmente estabelecidas no artigo 84 do texto vigente.

Ao longo da campanha, as duas chapas dominantes teceram discursos tendentes à substituição do texto constitucional de 1988, porém tergiversaram ao longo do segundo turno. No primeiro discurso (“live”) após a proclamação do resultado, Jair Bolsonaro já se rendeu ao texto da própria Constituição anteriormente ameaçada, ao lado do texto bíblico.

O Estado brasileiro se apresenta como Estado laico, embora de tradição religiosa evocada dos períodos colonial e monárquico. Veremos, nos próximos anos, constantes abordagens religiosas de temas eminentemente laicos: resta saber se ultrapassará dos limites da razoabilidade tradicionalmente aceita na realidade política brasileira.

Ao longo dos últimos 30 anos, desde a promulgação da Constituição atual, no contexto da redemocratização, o Brasil perfilou a consolidação das instituições em detrimento das trocas de governo: o Poder Judiciário, as funções essenciais à Justiça (Ministério Público, Advocacia Pública, Defensoria Pública e Advocacia Privada), a Polícia Federal, os Tribunais de Contas, bem como os próprios órgãos do Poder Legislativo.

Esse cenário me leva a conjecturar que os discursos exagerados de campanha serão ajustados à rotina da gestão administrativa, de modo que eventuais temores extremistas não passarão de temores. As instituições devem sobrepor-se aos interesses pessoais, bem como aos projetos de governo. Os brasileiros temos que compreender que o presidente eleito representa todo o povo, em razão do qual o poder deve ser exercido, sob a tônica da soberania popular.

As oposições devem manter-se vigilantes, na mesma medida em que devem pautar suas críticas em torno do Brasil, e não das máculas e feridas decorrentes do processo eleitoral. Torço por um bom governo. Boa sorte ao presidente. Mas saiba que as instituições manter-se-ão vigilantes.

*Gustavo Brígido Bezerra Cardoso

Presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB-Ceará

gustavobrigido@uol.com.br

Senai/CE e agência alemã fecham parceria na área de energias renováveis

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quinta-feira:

O Senai do Ceará vai estar elaborando projeto na área de energias renováveis com a agência alemã de Cooperação Internacional (GIZ). O objetivo é desenvolver capacitações e treinamentos no Nordeste.

O diretor regional do Senai, Paulo André Holanda, informa que já foi consentido o aval para avançar o projeto em 2019.

Na última terça-feira, uma comitiva alemã conheceu o Centro de Exame de Certificação de Profissionais do Setor Solar Fotovoltaico do Senai/CE, que realizou a entrega do certificado de montador de sistemas fotovoltaicos ao primeiro candidato a concluir o processo de reconhecimento de competências.

(Foto – TV Jaguar)

Vereadores de Fortaleza repercutem denúncia e saem em defesa de Julierme Sena

519 2

Vereadores da oposição e da base aliada do governo, comentam matéria veiculada pelo Jornal Diário do Nordeste, na última terça-feira (30), que cita o vereador Julierme Sena (PROS), como responsável pela indicação do chefe de Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Canindé, acusado de extorsão.

Segundo o jornal, um policial rodoviário federal estaria extorquindo e ameaçando agentes, exigindo metas de autuações. Na reportagem, o jornal citou que o policial investigado doou R$ 1 mil para a campanha do vereador Julierme Sena, em 2016. O vereador foi questionado se a doação tem ligação com a indicação do policial para o cargo de chefia.

Durante o tempo da liderança de oposição, o vereador Marcio Martins (PROS) afirmou que defende a devida apuração da conduta do policial rodoviário, mas classificou a matéria como tendenciosa, ao incluir o nome do vereador Julierme Sena. “O que não acho justo, é trazer nome do vereador, porque o seu irmão é superintende da PRF”, frisou.

O líder e vice-líder do governo, vereadores Ésio Feitosa (PPL) e Dr Porto (PRTB), respectivamente, também fizeram apartes em apoio ao vereador Julierme. Para Ésio, “o jornal foi induzido ao erro” e espera que, ao final do processo, o veículo dê o mesmo espaço para esclarecer todos os fatos.

Já o vereador Dr. Porto afirmou conhecer a conduta e a seriedade do inspetor Marcos Sena e do vereador Julierme e acredita que houve um equívoco na abordagem da matéria.

(Foto – CMFor)

PT fará a plenária da resistência para fechar estratégias de luta contra Bolsonaro

245 2

O PT do Ceará vai realizar uma plenária nesta quinta-feira, às 18h30min, na sede estadual (Benfica). O objetivo, segundo o presidente da legenda no Estado, deputado Moisés Braz, é organizar “coletivos para defender os movimentos sociais como o MST e o MTST e as pessoas que pensam ou são diferentes de Bolsonaro: os negros, os indígenas, o povo LGBTI.”

“Claro que não gostamos de perder, mas reconhecemos que ele, Bolsonaro, foi eleito, escolhido pela maioria. Temos que garantir as instituições democráticas e vamos juntos e juntas defender a soberania, os direitos sociais e a democracia”, diz o presidente do PT Ceará.

O deputado federal reeleito José Guimarães, que estava a frente da Campanha Haddad no Ceará, participará da plenária, intitulada “Resistência”. ele assegura que o PT fará oposição “sistemática às propostas do presidente eleito, Jair Bolsonaro.”

Guimarães até ironiza: “Por incrível que pareça, o novo presidente é ainda pior do que Temer”.

(Foto – Rodrigo Carvalho)

Dá certo universidade saindo do MEC e passando para a Ciência e Tecnologia?

237 1

Da Coluna Política do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quinta-feira, eis o tópico “Possibilidades e interrogações”. Confira:

Colocar ensino superior na Ciência e Tecnologia não é necessariamente ruim. Pode fazer sentido. Afinal, universidade não deve ser apenas ensino – deve ser, sobretudo, produção de conhecimento. Pesquisa. Ocorre que a transferência para a C&T não garante nada.

No Ceará mesmo, a Uece está subordinada à Secretaria da Ciência e Tecnologia há bastante tempo e isso não tem evitado muitos percalços que a universidade atravessa, nem deu a ela o protagonismo científico que seria desejável. Determinante, para isso, como em tudo mais, serão os nomes escolhidos e a decisão política. Nesse sentido, o astronauta Marcos Pontes, escolhido para a função, não parece ter o estofo intelectual para conduzir o pensamento científico brasileiro.

Vantagem seria liberar o Ministério da Educação para cuidar do ensino básico, a prioridade absoluta do setor público, que hoje fica espremida entre as atribuições do MEC. Nisso o Ceará é caso exemplar. O MEC, em tese, poderia priorizar a articulação e o apoio técnico a estados e municípios, sem obrigação de gerir a intrincada rede de universidades. Mas, no desenho proposto, a educação incorpora Cultura e Esportes. Terá mais coisa ainda para tratar.

Na teoria, porque não se sabe, sobretudo, o peso dado à cultura no novo governo. Como disse no início, a disposição política de fortalecer e destinar recursos ao setor é mais importante que qualquer organograma.

—————————————————————————————————————————————————————–

VAMOS NÓS – Cid Gome, quando governador, chegou a defender a federalização da Uece.

Horário de Verão mexe com programação da Rádio O POVO/CBN

A partir desta segunda-feira, dia 5, haverá mudanças na programação da Rádio O POVO CBN.

Por conta do horário de verão, que se iniciará na madrugada de sábado para domingo e vai até o dia 17 de fevereiro do ano que vem, todas as atrações começam uma hora mais cedo.

O programa “Povo no Rádio”, por exemplo, agora vai ao ar a partir das 8 horas. Já o “Debates do Povo” começa às 10 horas. Outra atração de sucesso, “O POVO Economia”, com Neila Fontenele, será transmitido a partir de 13 horas.

Então, fique ligado: novos horários, mas a qualidade de conteúdo de sempre.

*Mais sobre Horário de Verão e impactos no Ceará aqui.

(Foto – Paulo MOska)

Show pirotécnico vai comemorar os 49 anos da estátua do Padre Cícero

Nesta quinta-feira, haverá festão em Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

Hora de comemorar este 1º de novembro, que é o Dia do Romeiro e os 49 anos de inauguração da estátua do Padre Cícero. Na programação, show pirotécnico aos pés do monumento, na colina do Horto, a partir das 20h30min. Terá duração de cinco minutos e poderá ser visto de vários pontos do Cariri.

História

O projeto inicial da estátua previa que a estátua teria 7 metros de altura. Porém foi redimensionada e construída com 27 metros de altura. Foi esculpida por Armando Lacerda em 1969, sendo inaugurada em 1° de novembro do mesmo ano pelo então prefeito Mauro Sampaio.

O engenheiro responsável foi Rômulo Ayres Montenegro. Trata-se de um dos pontos mais visitados do município, pois, a partir da estátua, é possível avistar a cidade e a Chapada do Araripe.

(Foto  Arquivo)

Camilo embarca na próxima semana em busca de novos parceiros na Europa

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira:

No embalo dos hubs aéreo, portuário e tecnológico, o governador Camilo Santana (PT) embarca, na próxima semana, para a Europa.

Em Rotterdam, Holanda, ele falará para uma plateia de mais 200 empresários que mostram interesse em investir no Brasil. E o Ceará, que fez o dever de casa fiscal, é a bola da vez. Após consolidar o hub aéreo, que conta agora com 50 voos internacionais diretos saindo de Fortaleza semanalmente, e o hub tecnológico, com a Angola Cables, o fechamento da parceria com o Porto da Rotterdam, um dos maiores do mundo, abriu novas oportunidades comerciais.

Nessa ida à Europa, além da apresentação das potencialidades do Ceará, consta no roteiro rodada de negócios com empresários locais e internacionais. É a grande oportunidade de o Ceará alavancar o crescimento e impulsionar a geração de empregos no Estado.

Camilo aposta num segundo governo ainda melhor que o primeiro, que o levou à maior votação do Brasil, com quase 80% de aprovação.

(Foto – Fabio Lima)

Cid Gomes: “O PT tem é que botar o rabo entre as pernas!’

1202 6

Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes, resolveu também reforçar mais ainda suas críticas ao PT.

Entrevista pela Rádio Gaúcha nessa quarta-feira, soltou o verbo: “O PT tem é que botar o rabo entre as pernas. Pedir desculpa. Pedir perdão ao povo brasileiro. Isso, se quiser continuar partido e não como uma seita.”

Reitera assim a cobrança por mea culpa do partido, que fez durante ato pró-Haddad, no começo da campanha de segundo turno, quando estava colado ao governador Camilo Santana. E dentro de um auditório lotado de pedetistas e, principalmente, petistas.

(Foto – Tatiana Fortes)

No Ceará, a questão hídrica exige pressa por solução

Com o título “Questão hídrica exige pressa”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira:

A preocupação com o possível agravamento da questão hídrica, em decorrência de uma eventual eclosão do fenômeno El Niño (ainda não totalmente confirmada, mas, se adensando no horizonte da previsibilidade) mobiliza o governo estadual para pôr em andamento o projeto da usina de dessalinização da água do mar para suplementar o abastecimento de Fortaleza e faz crescer as pressões sobre o Governo Federal para que conclua as obras da Transposição do Rio São Francisco, o quanto antes.

Um sétimo ano consecutivo de seca é um pesadelo que todo nordestino – sobretudo o cearense – quer exorcizar de todas as maneiras, face o acúmulo de sofrimento físico e mental, penúria e desestruturação econômica e social registrado nos últimos seis anos. E tudo poderia ser bem mitigado se as obras da Transposição do Rio São Francisco fossem concluídas, no Ceará. São apenas 4% restantes do Eixo Norte, que tem 96% das obras já finalizados.

Não se nadou tanto, para morrer na praia. Esse emperramento não tem justificativa, sob qualquer ângulo: sobretudo ante a possibilidade de uma nova seca. Os poderes centrais precisam ter noção do que significa para a população esse descompasso.

Cabe ao Governo Estadual mobilizar o conjunto da sociedade para exigir a solução do impasse. Convoque-se a bancada federal multipartidária para que atue, antes de tudo, como representante do povo cearense. Essa é uma causa que está acima das fronteiras partidárias. O governador Camilo Santana, por sua parte, faz bem em anunciar iniciativas destinadas a fortalecer o esquema de abastecimento da população de Fortaleza para o caso de uma situação crítica. Acaba de pedir ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) um esforço para acelerar a apreciação do edital da primeira usina de dessalinização da Região Metropolitana de Fortaleza, com vistas à sua licitação. O prazo formal é de 60 dias, mas poderia ser menor se houver um esforço para isso, a fim de dar maior segurança hídrica à Capital, no caso de uma emergência.

Aproveitar a água do mar, dessalinizando-a, é uma tecnologia já bastante desenvolvida por alguns países. No Brasil, não é inédita: basta ver o exemplo do arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco, onde usinas de pequeno porte já respondem por 40% do abastecimento de água. A de Fortaleza será a maior do País. O investimento previsto é da ordem de R$ 600 milhões. Seu custo operacional é alto – em torno de US$ 1 por metro cúbico de água – mas permite aumentar em 12% a oferta da matriz hídrica do Estado, numa situação emergencial, beneficiando aproximadamente 720 mil pessoas, o equivalente a 27% da população da Capital. Por isso deve ser encorajada.

(Editorial do O POVO)

PDT de Ciro quer liderar bloco de oposição a Bolsonaro com pelo menos 70 deputados

O PDT do ex-candidatos Ciro Gomes estreitou ainda mais as articulações com PSB e PCdoB para compor bloco único de oposição no Congresso sem a participação do PT. Segunda colocada nas eleições presidenciais, com 45% dos votos, a sigla lulista tem a maior bancada da Câmara: 52 assentos.

Deputado federal reeleito e presidente estadual da legenda brizolista no Ceará, André Figueiredo afirmou que a intenção é criar uma frente de 70 parlamentares: 29 do PDT, 32 do PSB e nove do PCdoB. “Nós respeitamos os resultados das urnas, mas queremos um modelo de oposição diferenciado”, disse o deputado em entrevista ao O POVO.

Figueiredo se refere à declaração recente do também deputado federal José Guimarães (PT), que, em conversa com O POVO, afirmou que “as urnas delegaram a Fernando Haddad o papel de líder” da oposição.

Essa função, todavia, vem sendo contestada por siglas de centro-esquerda. O pedetista afirma que o objetivo dos três partidos é constituir um núcleo sólido na Câmara e Senado que possa se contrapor à agenda do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), cujo carro-chefe é a reforma da Previdência e o projeto “Escola sem Partido”.

Questionado se essa nova oposição encabeçada pelo PDT teria espaço também para o PSDB, Figueiredo afirmou que, “dentro da perspectiva de atuação conjunta, é pouco provável que o PSDB esteja conosco”. O deputado, porém, não descarta a participação de outras agremiações: “A depender da pauta, (PSDB) poderá ser um parceiro, como o PT será e eventualmente algum outro, como PV e PPS”.

Colega de bancada de Figueiredo na Câmara, o deputado mineiro Júlio Delgado (PSB-MG) informou que, embora a conversa com PDT e PCdoB “seja ainda embrionária”, as três siglas estão tentando encontrar “pontos de convergência” para robustecer a oposição a Bolsonaro.

“Esse bloco não pretende fazer uma oposição sistêmica, reivindicando um terceiro turno”, respondeu o parlamentar ao O POVO. “É uma frente em torno de assuntos que convergem para uma pauta na qual não há espaço para terceiro turno ou caixa 2 de WhatsApp”, afirmou, numa crítica indireta ao PT.

A suposta compra de disparo de informações pelo WhatsApp foi denunciada pelo jornal Folha de S. Paulo na semana que antecedeu o segundo turno das eleições entre Bolsonaro e Fernando Haddad, do PT. “Essa não é uma pauta para a gente”, acrescentou Delgado, para quem o PT, passada a votação, ainda permanece com “pretensões hegemônicas”.

Em entrevista à Rádio O POVO/CBN nessa quarta-feira, o ex-presidenciável Ciro Gomes voltou a acusar o PT de cometer fraude eleitoral.

“Tentei avisar um milhão de vezes da irresponsabilidade da cúpula do PT ao conduzir esse processo de disputa”, falou o ex-ministro. “O PT abusou da fraude em todos os caminhos. Foi o partido que encaminhou essa fraude, que deu no Bolsonaro.”

Pelas redes sociais, a presidente da sigla, deputada federal eleita Gleisi Hoffmann, lamentou que “Ciro Gomes esteja tão irritado com seu resultado eleitoral insatisfatório”. A petista prosseguiu: “Mas entendemos suas dores e somos solidários. O que importa é a unidade contra o fascismo e o ataque aos direitos do povo. Nisso estaremos juntos!”.

Perguntado sobre a tarefa de Ciro à frente desse bloco de oposição, Figueiredo falou que o ex-candidato, terceiro colocado na disputa presidencial, “sai fortalecido nesse processo”.

“O Ciro tem um papel de mostrar um contraponto que vem do governo Bolsonaro e apontar caminhos que possam ser diferentes”, completou. “Ele vai mostrar aos brasileiros que não votaram nele que há uma saída para esse Brasil dividido entre petismo e antipetismo.”

(O POVO – Repórter Henrique Araújo)

Camilo confere aula inaugural para formação de mais uma turma de policiais militares

Nesta quinta-feira, às 9 horas, o governador Camilo Santana participará da aula inaugural do curso de formação profissional para a carreira de oficiais da Polícia Militar do Ceará. O evento acontece na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE).

Esta é a segunda turma de candidatos aprovados no concurso de 2013 e será composta por 250 alunos. Na primeira turma de aprovados, 183 tenentes foram nomeados. O Curso de Formação profissional é a terceira etapa do certame e inclui ainda avaliação psicológica, teste de capacidade física e investigação social, todos de caráter eliminatório.

(Foto – Divulgação)

Eleições da UVC – Atual diretoria já tem candidato

Os bastidores da União dos Vereadores do Ceará (UVC) começam a se agitar, pois vem aí a sucessão na presidência da entidade. O pleito ocorrerá em abril de 2019, mas os nomes já são colocados.

É o caso de Guto Mota, vereador de Tejuçuoca, atual diretor-executivo financeiro da UVC e filho do ex-prefeito desse município, João Mota. Ele conta com o apoio da diretoria e do atual presidente da entidade, César Veras, que é vereador de Camocim.

(Foto – Divulgação)

Prefeitura de Caucaia firma acordo com TJCE para facilitar pagamento de débitos fiscais e judiciais

A Prefeitura de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) firmou, nesta quarta-feira, com o Tribunal de Justiça do Estado, um convênio de cooperação que permitirá a emissão conjunta de débitos fiscais e judiciais. Com o acordo, a Procuradoria-Geral do Município dará quitação das dívidas fiscais e municipais de contribuintes após a comprovação do pagamento das custas processuais, que ocorrerá de forma mais rápida.

O prefeito Naumi Amorim (PMB) ressaltou que a medida vai dar celeridade ao trabalho.“Com certeza é uma iniciativa que vai agilizar as cobranças e resultar em menos trabalho ao ente público. A importância maior é que estamos dando as mãos para trabalharmos ainda mais a fim de facilitar a vida das pessoas”, disse.

“O acordo implica favoravelmente no andamento das ações judicial e no desenlace delas com brevidade. No final das contas, o grande beneficiado será o jurisdicionado, que terá a oportunidade de, recolhendo as custas do processo no momento que se firma os acordos, o processo possa, naquele mesmo ato, ser arquivado sem delongas”, acentuou o presidente do Tribunal, desembargador Gladyson Pontes.

IPTU e ISS

À Secretaria de Finanças de Caucaia caberá a emissão dos documentos de arrecadação, que será feita por meio de webservice fornecido pelo TJCE. Entre os impostos envolvidos estão o IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), o ISS (Imposto sobre Serviços), além das custas processuais (no caso de parcelamento), entre outros.

Para Robson Halley, procurador-geral do município, o convênio é muito importante para a população. “Tratamos sobre a facilitação para o munícipe que se dirige à finanças para adimplir seu débito e já resolve tudo em um único ato. Essa é a principal colaboração, além da união e cooperação entre o Executivo e o Judiciário, que é muito importante para toda a sociedade”, disse.

Presentes também ao ato, realizado no Palácio da Justiça, o diretor do Fórum de Caucaia, juiz Neuter Marques Dantas Neto, o secretário de Finanças do Tribunal, José Joaquim Neto Cisne e os assessores especiais do prefeito de Caucaia, Pedro Alves e José Gonçalves Feitosa.

MP do Ceará consegue a condenação de dois integrantes de uma facção criminosa

A 1ª Promotoria de Justiça do Júri de Fortaleza obteve, nesta quarta-feira à noite, a condenação de Brenno Richard Alves Feitosa e Duart Alexandre Cordeiro da Silva a 20 e 22 anos de prisão, respectivamente, pela morte de José Marciano dos Santos Castro e roubo, ocorridos no dia 7 de outubro de 2017. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público do Estado.

Os dois são integrantes de uma facção criminosa e o homicídio aconteceu durante perseguição policial na Barra do Ceará, logo após ao assalto a um casal de idosos. Prevaleceu a tese do Ministério Público de homicídio duplamente qualificado (dolo eventual), roubo e corrupção de menores; pois haviam dois adolescentes no veículo utilizado pelos réus no acidente.

Segundo o promotor de justiça Marcus Renan Palácio “o mais significativo neste julgamento consistiu no fato de os jurados haverem acolhido a tese do dolo eventual, na medida em que os réus, durante a perseguição policial, desenvolveram velocidade estimada em 160 km por hora, assumindo, assim, o risco de produzirem, como de fato produziram, o resultado morte do inditoso ciclista”, disse.

O caso faz parte do Projeto Tempo de Justiça, que busca dar celeridade aos processos judiciais de crimes contra a vida ocorridos em Fortaleza, cuja autoria já é conhecida. Do fato à decisão judicial, passaram-se um ano e 24 dias. O MPCE apresentou a denúncia à Justiça no dia 27 de outubro de 2017.

(Foto – Mauri Melo)