Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Chico Lopes diz que reformas precisam vir para que se evite o pior para o País

200 3

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=sy0bxJY1KBE&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) embarcou nesta madrugada de quarta-feira para Brasília lamentando que a eleição presidencial tenha concentrado discussões no plano ético. Para ele, isso é o básico.

Segundo Lopes, no novo período de Dilma Rousseff a ordem é trabalhar pela aprovação das reformas necessárias. Se não vierem as reformas, o parlamentar diz não saber o que ocorrerá no País.

Cid Gomes derrota Eunício em Sobral e na Zona Norte

cidgomes

“Assim como ocorreu no primeiro turno, e como já era esperado por se tratar do principal reduto político do governador Cid Gomes, o município de Sobral (Zona Norte) também garantiu vantagem a Camilo Santana (PT). Ele conseguiu um total de 62,6 mil votos contra 38 mil obtidos por Eunício Oliveira (PMDB).

A soma de votos da terceira maior mesorregião do Estado, a Norte, também garantiu vantagem para Camilo Santana. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, o petista recebeu 303,1 mil votos contra 226,9 mil garantidos por Eunício.
(Blog Sobral de Prima)

André Figueiredo: PDT quer continuar ocupando pastas em Brasília e no Ceará

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=NLM8GMZm2pQ[/youtube]

O deputado federal André Figueiredo já está trabalhando para ser novamente líder da bancada. Ele pretende reunir parlamentares eleitos e reeleitos para expor seus objetivos.

Sobre a reeleição da presidente Dilma Rousseff, comemorou, mas afirma que precisa avançar e abrir mais o diálogo com o Congresso.

André não quis falar se o PDT quer manter ministérios ou assumir outros cargos, mas deixou claro que o partido está disposto a colaborar com a nova gestão dilmista. O mesmo vale para a futura equipe do governador eleito Camilo Santana (PT).

Presidência da Assembleia – Zezinho X Landim

landimm

A disputa pelo comando da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa já conta com dois nomes candidatos: Zezinho Albuquerque (Pros), atual presidente da Casa, e Wellington Landim (Pros), que coordenou a campanha vitoriosa de Camilo na Região do Cariri.

Ambos têm respaldo para a disputa e também são bons articuladores políticos. Zezinho tem a seu favor o fato de ter trabalhado para sair candidato a governador pelo Pros, mas acabou abrindo em favor de Camilo.

Restará saber o que pensa o governador eleito. Ou alguém pensa que Camilo não vai interferir no processo?

O Rei da Pipoca e a urna onde Eunício pipocou

Dois detalhes curiosos do último domingo da campanha eleitoral no Ceará:

1. Na 8ª Zona Eleitoral, seção 278, do Salão Comunitário Rosa de Souza do Nascimento (Bairro Timbaúba), em Aracati, uma curiosidade: eis o placar: Dilma 61 e Aécio, 1; Camilo, 61 e Eunício, 0; Nulos, 0, e Brancos, 2.

2. Teve gente faturando bem com a vitória de Camilo Santana (PT). Nada de político amigo. Foi seu Antônio de Sousa Araújo, pipoqueiro, que fez ponto no comitê central do petista e, com seu produto, ganhou cerca de R$ 500,00.

Prefeitura de Fortaleza construirá um novo hospital em 2015

316 5

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=XZKkyMRp27o&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=3[/youtube]

A Prefeitura de Fortaleza vai construir um novo hospital em 2015. O projeto, segundo informou, nesta quarta-feira, a secretária municipal da Saúde, Socorro Martins, aguarda a finalização de questões técnicas e aprovação de empréstimo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Senado.

A unidade está orçada em R$ 100 milhões e terá 250 leitos e terá caráter de “hospital geral”. Socorro Martins diz que esse novo hospital substituirá o Hospital Nossa Senhora da Conceição, do Conjunto Ceará, já sem condições de ser reformado.

Cid Gomes e Roberto Cláudio prestigiarão o ato de inauguração do Shopping RioMar

261 1
cidroro
O governador Cid Gomes (Pros) e o prefeito Roberto Cláudio (Pros) participarão, a partir das 12 horas desta quarta-feira, do ato de inauguração do Shopping

RioMar Fortaleza. O empreendimento, do Grupo JCPM, que tem à frente o empresário pernambucano João Carlos de Paes Mendonça, terá 201 lojas abertas ao público. Até o final do ano serão 280.

No total, o empreendimento conta com 385 operações divididas em três pisos.

João Carlos Paes Mendonça destaca que 88% das lojas (319) já estão com contratos firmados e 93% da Área Bruta Locável (ABL) foi comercializada. Serão reservadas 25 lojas para operações futuras. Esse polo de compras

 é o 12° centro de compras do Grupo JCPM e terá 56 lojas exclusivas, além de 44 quiosques. O investimento total é de R$ 850 milhões.

(Foto – Arquivo)

Enem 2104 – Aulão de revisão para alunos das escolas públicas e privadas

Cerca de mil estudantes das escolas públicas e privadas de Fortaleza participarão do “Papo Cabeça”, evento realizado pela Fanor | DeVry, nesta quinta e sexta-feira, que reunirá adolescentes para um aulão de revisão do Enem. O encontro ocorrerá no Palácio da Microempresa (Sebrae),  entre 13 horas e 18 horas, com a participação de professores da cidade que discutirão os principais temas da atualidade focando a resolução de questões.

Na lista dos professores, estão: Franzé Filgueiras (História e Geografia), Nelson Campos (Filosofia e Sociologia), Pedro Evaristo (Matemática), Idelfrânio e Aroldo Jr. (Física), Macedo (Português e Redação), Alex Oliveira (Biologia) e Assis Brito (Química).

SERVIÇO

* Mais informações no site:fanor.edu.br.

* Sebrae – Avenida Monsenhor Tabosa, nº 777 – Meireles.

José Guimarães diz que PMDB é um fardo pesado. Ele defende revisão da coalizão

287 7

jose-guimaraes_div3

“Sou da tese de que essa coalizão precisa ser revista”, afirmou, nesta terça-feira, o vice-presidente nacional do PT, deputado federal José Nobre Guimarães, durante entrevista à Rádio Cidade AM de Fortaleza. Guimarães reagiu dessa forma ao ser indagado pelos radialistas Alano Maia e Fábio Braga se a presença do PMDB se transformou num fardo pesado para o Governo Dilma Rousseff (PT). Na disputa sucessória, lembrou que muitos peemedebistas não apoiaram a reeleição da presidente.

O parlamentar não poupou: “É um fardo pesado e essa coalizão terá que ser analisada.” Ele disse que não sabia qual a fórmula a ser adotada nesse processo, mas defendeu que a base aliada de Dilma seja até menor, mas coesa e comprometida. “Temos 350 parlamentares na base e muitos votam contra o Governo. Temos que rever essa coalizão. Não sei o caminho”, reiterou Guimarães, complementando: “Chega de traição!”

Ele informou que, na próxima segunda-feira, estará seguindo para Brasília, onde terá início o debate sobre a ação da base aliada, agenda legislativa e,enfim, como atuará o novo Governo Dilma Rousseff.

Para Guimarães, um outro dado: o Congresso que foi eleito, pelo perfil, é um dos piores da história” da Casa, porque muitos parlamentares comprometidos com suas lutas, acabaram não reeleitos, enquanto outros sem projetos ganharam espaço.

Por conta disso e de tanta dificuldade de se gerir o País, num cenário de tantos partidos e pouca ideologia, Jose Guimãres é a favor de uma reforma política já. Ele afirmou não aceitar que 28 partidos atuem num Congresso apenas por atuar, enquanto são poucos aqueles que, de fato, apresentam projetos ou querem influenciar no cenário político.

Chegou a citar que nos EUA, os partidos Republicano e Democrata sempre travaram pelejas eleitorais e sempre estiveram prontos para assumir os destinos do País, o que no Brasil não ocorre.

Alô, Capitão Wagner, Gorete diz que “soberano é o povo”

292 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=jwTls0GVlLw&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A deputada federal reeleita Gorete Pereira (PR) acredita que o governador eleito Camilo Santana (PT) não terá oposição do PR na Assembleia Legislativa, pois “soberano é o povo”. Gorete assegurou que o partido estará pronto para ajudar o governador eleito do Ceará em Brasília.

Durante a campanha, o PR foi oposição a Camilo Santana por meio de Roberto Pessoa (vice de Eunício) e Capitão Wagner (deputado estadual eleito).

Cine Ceará 2014 – Cineasta argentino será homenageado

daniele

O cineasta argentino Daniel Burman será o grande homenageado durante o 24º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, que ocorrerá de 15 a 22 de novembro, no Theatro José de Alencar. O tema do festival é “O novo cinema argentino”. Produtor, roteirista e diretor, Daniel Burman é um dos nomes mais reconhecidos do novo cinema argentino e receberá o Troféu Eusélio Oliveira.

Como diretor, ele ficou conhecido por “O Abraço Partido” (2004), “As Leis de Família” (2006), “Ninho Vazio” (2008) e “Dois Irmãos” (2010). Foi produtor do recente “Tese Sobre um Homicídio” (2013), estrelado por Ricardo Darín, e coprodutor de “Diários de Motocicleta” (2004), dirigido por Walter Salles.

Pesquisador cearense falará em Pernambuco sobre a origem do homem nordestino

foto candido pinheiro médico

O médico Cândido Pinheiro, fundador do Hapvida Saúde, é o convidado, nesta quarta-feira, às 9 horas, do professor Edmundo Machado Ferraz, presidente da Academia Pernambucana de Medicina, para ministrar palestra no salão nobre da instituição, no Derby, em Recife (PE). O tema é “Origem do Homem do Nordeste”, assunto em que o pesquisador é referência.

Cândido Pinheiro, inclusive, lançou recentemente três volumes da Coleção Borges da Fonseca, de dez que foram escritos com o resgate das origens do Nordeste. O material traz um minucioso e completo estudo genealógico, realizado nos últimos 20 anos pelo autor, e traça os entroncamentos das famílias brasileiras, sobretudo do Nordeste, que perpetuam raízes mundo afora através de seus descendentes.

Com as obras, o pesquisador Cândido Pinheiro constatou que 97% da população nordestina, do período colonial e da atualidade, portam em si o sangue judeu, do negro muçulmano da África do Norte e muçulmano semita. Ao lado disto, 80% possuem o sangue indígena e apenas 2% do sangue negro subsaariano escravo. São brasileiros que constituem famílias e disseminam suas origens diversas pelo Brasil e pelo mundo.

O sofrimento dos barnabés

Com o título “Reflexão no Dia do Servidor Público”, eis artigo do advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Ele aborda tantas agruras e perseguições a essa categoria, mal paga e sem condições de trabalho na maioria das vezes. Confira:

A valorização do serviço público e do servidor, que se constituíam em sagrados princípios observados pelos governantes, foram esquecidos nos últimos anos em nome da adaptação da legislação que rege o funcionalismo público nas suas relações com o Estado.

Com efeito, a partir das inovações trazidas pelas reformas constitucionais–administrativa e previdenciária -, os governos, tanto o federal, como os estaduais e municipais, movidos por uma visão puramente empresarial da coisa pública no contexto de uma economia globalizada, perderam o referencial, não enxergando, com nitidez, a fronteira entre o certo e o errado, o legítimo e o ilegítimo, o justo e o injusto, a ponto, até, de confundir o lícito com o ilícito.

A pretexto da promoção de ajustes nas contas públicas, estes mesmos governos, passaram a criar óbices de toda ordem para aviltar salários, não recompor suas perdas, alcançando, inclusive, os aposentados e pensionistas que retornaram a contribuir para a previdência. Na esteira dessa perversa política, veio o estabelecimento de tetos e subtetos para a remuneração dos servidores, com critérios que agridem os mais elementares princípios da racionalidade, eis que desestruturam as chamadas carreiras de Estado e as carreiras jurídicas, na medida em que se adota um tratamento diferenciado entre os que a compõem, constituídas de funcionários os mais qualificados.

A propósito desta verdadeira guerra deflagrada contra os servidores públicos, o então presidente do STF, ministro Sepúlveda Pertence, assim se manifestou, quando da votação da reforma previdenciária: “O problema é que o funcionário público também tem direitos e isto está esquecido no país. Não entendo que se pretenda fazer uma reforma administrativa começando por destruir, por desmoralizar, por baixar a autoestima do servidor público”.

Não se questiona a necessidade de se fazer uma ampla e profunda reforma fiscal e tributária, face às deformidades existentes no atual sistema. Contudo, é injusto e desumano seguir debitando essa situação à conta dos agentes públicos, na realidade tão vítimas quando culpados por ela. Uma política salarial justa é a que decorre da compatibilização de seus custos financeiros com os ganhos sociais, daí porque não deve haver prevalência de um fator sobre outro.

Esta a reflexão é posta aos governantes no dia consagrado ao servidor público, à falta de motivos para comemorações pela classe.

* Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado.

Heitor diz que cobrará promessas de Camilo

261 3

heitor-ferrer

Em pronunciamento nesta terça-feira (28), na Assembleia Legislativa, o deputado Heitor Férrer (PDT) disse que cobrará do governador eleito Camilo Santana (PT) as promessas de campanha.

“Estarei cobrando diuturnamente a execução do que foi prometido. E para o cumprimento dessas metas, faço um alerta: é preciso que sejam colocados no orçamento, através de emendas, os recursos para a execução das promessas”, ressaltou Heitor, que reiterou parte do pronunciamento em sua página no Facebook.

Entre as promessas listadas pelo deputado do PDT estão: a abertura de UPAs em 26 cidades com mais de 50 mil habitantes; a construção de hospital na Região Metropolitana de Fortaleza e no Vale do Jaguaribe; a criação da Bolsa Universitária para os estudantes nos primeiros seis meses de curso nas universidades públicas; a realização de parcerias na iniciativa privada para oferecer estágio remunerado aos universitários, no semestre final de formação; a implantação do Polo Metal Mecânico, com o aço da siderúrgica do Pecém; a instalação de alarme gratuito para o comércio; a expansão do Minha Casa Minha Vida, que tem déficit de 307 mil unidades; a substituição das casas de taipa; a implantação de 20 delegacias 24 horas.

Orquestra Sinfônica da Uece dará concerto no TJA

A Orquestra Sinfônica da Uece – OSUECE, em sua “Série Concertos Sinfônicos”, fará apresentação nesta terça-feira, a partir das 19h30min, no Theatro José de Alencar. O acesso é gratuito. Sob a regência do maestro Alfredo Barros, a OSUECE interpretará a “Abertura Finlândia”, do compositor Jean Sibelius; o “Concerto para Clarineta e Orquestra”, de Carl Maria von Weber, com solo de Jônatas Gaudêncio; a “Suite Carmen No. 1” de Georges Bizet; e um tributo a Luiz Gonzaga, com arranjo do Maestro Duda.

A Reitoria e Vice-Reitoria da UECE, as Pró-Reitorias de Assuntos Estudantis(PRAE), de Extensão (PROEX), de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPGPq), assim como a Coordenação do Curso de Música da UECE, Imprensa Universitária, Fundação Eleazar de Carvalho e Fundação de Cultura e Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão – FUNCEPE, têm dado total apoio à Orquestra.

SERVIÇO

* Mais informações (85) 3101.2583.

Presidente da CNI congratula-se com Beto Studart

betototot

Robson Andrade e Beto Studart.

O presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Andrade, recebe para almoço, nesta terça-feira, em Brasília, todos os filiados e, em especial, o grupo que com ele comandará por mais quatro anos a entidade.

Robson de Andrade foi reeleito por unanimidade e abriu agenda para um abraço especial no presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Beto Studart. É que no ato de posse de Beto, mês passado, Robson se encontrava em missão no Exterior.

A solenidade de posse ocorrerá no início da noite desta terça-feira. Ali, também estão Roberto Macedo, Jorge Parente  e Fernando Cirino, estes ex-presidentes da Federação das Indústrias do Ceará. Macedo ocupará uma diretoria, enquanto Parente uma vice-presidência e Cirino vaga no Conselho da entidade.

(Foto – Divulgação)

Ceará é o terceiro estado onde Dilma obteve melhor votação. Vale uma refinaria?!

258 5

cid luizianne dilma

O governador Cid Gomes (Pros) deu a Dilma Rousseff (PT), nesse segundo turno das eleições,76,75% de votos. Foi bem mais do que no primeiro turno, que foi 68,30% de votos.

Tem mais: Dos 184 municípios cearenses, em 173 deles a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) obteve a preferência de 7 entre cada 10 eleitores.

Tem mais ainda: O Ceará foi o terceiro Estado onde a petista obteve melhor desempenho nas urnas, atrás apenas do Piauí (78,30%) e do Maranhão (78,76%) com a maior vantagem.

VAMOS NÓS – Dá pra sair a refinaria de petróleo agora, dá?

(Foto – Arquivo)

Evandro Leitão reconhece instabilidade emocional do time, mas ainda confia na classificação

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=QU-S3fbZYAw[/youtube]

O presidente do Ceará Sporting Clube, Evandro Leitão, viajou, nesta terça-feira, para o Rio de Janeiro. Ele foi acompanhar, mais precisamente na sede da CBF, o sorteio dos árbitros dessas rodadas finais do Campeonato Brasileiro da Série B.

Evandro Leitão reconhece dificuldades e certa instabilidade emocional entre os jogadores, mas ele lembra que, com vitórias, o alvinegro conseguirá seu objetivo, que é se classificar para a Série A, do Brasileirão.

Alô, Camilo Santana! No diálogo com a PM, nada de seguir exemplo cidista

204 1

Com o título “Outra alternativa”, eis artigo do jornalista Demitri Túlio. Ele aborda a disposição do governador eleito Camilo Santana (PT) de abrir diálogo com a Polícia Militar e recomenda logo que o petista não siga a prática do atual governador nessa área. Confira:

Camilo Santana precisa fazer diferente se quiser retomar o controle da Polícia Militar para o Estado. O modelo Cid Gomes de proceder nessa área, está provado, não vale como exemplo. O governador eleito do Ceará terá de adotar outra postura, demonstrar habilidade para conversa sincera com adversários e saber gerenciar um conflito que já herdou esgarçado.

Não que tenha de se submeter a emparedamentos ou coações. Não. Mas tem de enxergar que a Polícia Militar do Ceará se tornou, de 2012 pra cá, um ator político. E é sem volta.

Elegeu um vereador (capitão Wagner), depois o fez deputado estadual e levará à Câmara Federal um cabo (Sabino), que até bem pouco tempo dirigia uma associação recreativa de cabos e soldados. Entidade sem expressão política nem força de mobilização.

O grande erro do gestor Cid Gomes foi personalizar na figura de um capitão, liderança que surgiu por acaso durante um aquartelamento que se amedonhou numa greve, uma ira infantilizada e alimentada por interlocutores despreparados para lidar com a divergência.

Erro que Camilo não carece cometer. Enquanto os Ferreira Gomes elegiam um inimigo inexistente, a tropa tomava partido e mobilizava familiares e simpatizantes.

O policial militar, principalmente praças,oficiais subalternos e intermediários, passou a se olhar como trabalhador da segurança pública.Viu a possibilidade de também colocar na pauta seus direitos. Assunto sempre represado por comandos gerais subservientes e pela força da hierarquia do “cala boca se não te puno”.

E independente de liderança A ou B, a autoestima da tropa tem de ser tratada de outra maneira. A Camilo resta construir novas pontes. E aos policiais, entender que trabalhador nenhum reivindica acuando a sociedade nem se valendo de uma arma nos cós.

* Demitri Túlio,

É repórter especial do O POVO.