Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Clima de Pré-campanha – General Theophilo divulga caminhada que fez na terra dos Ferreira Gomes

O PSDB do Ceará divulga, em suas redes sociais, a recente caminhada que o general Theophilo fez pelo Beco do Cotovelo, tradicional via da cidade de Sobral (Zona Norte), terra dos Ferreira Gomes.

Em clima de pré-campanha, Theophilo, tendo ao lado o senador Tasso Jereissati, iniciou o que o PSDB chama de publicização de suas propostas e, principalmente, contato de perto com o eleitorado para se tornar conhecido.

Presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros no Ceará quer ser deputado federal

Francisco Moura, que atua no Sinditaxi Ceará, está se afastando, nesta quarta-feira, não só dessa entidade como também da presidência da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) no Ceará.

Ele vai tentará cadeia de deputado federal pelo PRTB.

Antes, filia mais um sindicato à Central, no caso o de trabalhadores rurais de Nova Olinda (Região do Cariri).

(Foto – Divulgação)

Em clima de pré-campanha, RC e Camilo lançam pacote de obras na periferia de Fortaleza

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) e o governador Camilo Santana (PT) vão estar juntinhos novamente, a partir das 18 horas desta quarta-feira, lançando um pacote de obras na Regional IV. A informação é da assessoria de imprensa do Paço Municipal, adiantando que os dois assinarão a ordem de serviço que autoriza a requalificação de praças e a implantação de areninhas, mini areninhas, brinquedopraças e equipamentos de ginástica em oito bairros: Vila Peri, Serrinha, Parangaba, Itaoca, Dendê, Itaperi, Vila União e Aeroporto.

Essas obras integram o programa Juntos por Fortaleza e inclui também um mutirão de serviços gratuitos no bairro Parangaba relacionados à cidadania (emissão de documentos: RG e CPF. Cadastro de Microempreendedor Individual, Bolsa Família, Cartão do Idoso, Bilhete Único e Cartão Gratuidade Pessoa Com Deficiência), qualidade de vida (corte de cabelo, manicure, pintura de gesso, oficina de e.v.a. e zumba) e prevenção em saúde (vacinação, operação quintal limpo, distribuição de preservativos, aferição de pressão e nutrição). Também estão previstas, até o dia 21 próximo melhorias como limpeza, reforço na iluminação e serviço de recuperação asfáltica).

PRAÇAS:

As três praças que terão suas Ordens de Serviços autorizadas para início das requalificações são:

* Praça Estudante Jucá- Bairro Serrinha

* Praça 1º de janeiro- Bairro Parangaba

*Praça das Nações- Itaperi

BRINQUEDOPRAÇAS E EQUIPAMENTOS DE GINÁSTICA:

O Programa Juntos por Fortaleza nos Bairros instalará Brinquedopraças na:

* Brinquedopraça – Praça Jovem Jesus, na Parangaba.

* Brinquedopraça – Praça da Cruz Grande- Serrinha.

* Brinquedopraça- Praça 1º de janeiro- Bairro Parangaba.

ARENINHAS E MINI ARENINHAS

As Areninhas e Mini Areninhas que integram o pacote de benefícios serão instaladas nos seguintes endereços:

* Areninha – Campo do Vila Betânia- Rua Casemiro de Abreu- Parangaba

* Areninha – Campo do Itaoca- Travessa Peru X Rua Álvares Cabral

*Areninha- Campo do Serrinha- Rua Pedro Ramalho- Serrinha

* Mini Areninha – Rua Sol X Rua Mercúrio- Aeroporto

* Mini Areninha – Rua José Vieira X Rua Joaquim Pinto- Vila União.

Após greve, batata inglesa registra queda de 57,78 nos preços da Ceasa

A batata inglesa registrou, nesta quarta-feira, uma redução de R$5,2 em relação ao último mês (57,78%). Apenas o couve-flor teve aumento de R$0,50, comercializado hoje a R$3,50. Todas as demais hortaliças têm redução de pelo menos 8% nos preços. A informação é da assessoria de imprensa da Ceasa, que atingiu 100% de sua operação após o fim da greve dos caminhoneiros. A expectativa confirma a antecipação da previsão inicial de retorno da capacidade total de 10 dias após a suspensão dos protestos. O grande volume de frutas e hortaliças registram queda nos preços.

“É a garantia de que o consumidor das Ceasa de Maracanaú, Barbalha e Tianguá irão adquirir alimentos de qualidade com bom preço”, comemora o analista de mercado da Ceará Odálio Girão. O aumento do volume de produtos que chegam para abastecer o mercado favorecem o efeito de preços mais atraentes para o consumidor.

De acordo com Girão, os produtos cearenses com maior queda de preços são o milho verde a R$0,50 a unidade e o feijão a R$5,00. A oferta de ambos representa uma redução de 16,67% quando comparada ao mês de maio.

Entre as frutas a retomada do abastecimento atenuou o abacaxi (12,5%), acerola (10%), maracujá (26,67%), melão japonês (10%), morango (14,29%) e o sapoti (16,67%).

(Foto – Divulgação)

Ex-ministro da Educação prestigia em Fortaleza lançamento de livro sobre a Reforma do Ensino Médio

O ex-ministro da Educação, José Henrique Paim, vai estar em Fortaleza nesta sexta-feira. Ele participará, a partir das 18h30min, na Livraria Cultura, do lançamento do livro “Os Desafios do ensino médio”.

A publicação, da Editora FGV, conta com artigos do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e do ex-titular da Seduc, Idilvan Alencar, pré-candidato a deputado federal pelo PDT.

No ato, haverá debate sobre a Reforma do Ensino Médio.

SERVIÇO

*Livraria Cultura – Avenida Dom Luís, 100 – Loja 8 – Bairro Aldeota.

(Foto – Divulgação)

Procuradoria Geral do Estado sinaliza com concurso público

A Procuradoria Geral do Estado quer lançar, ainda neste mês, edital de um novo concurso público. A informação é do titular da PGE, Juvêncio Viana, adiantando que o órgão deve oferecer 10 vagas de procurador para aliviar carências. Ele não deu mais detalhes.

Para concorrer é necessário possuir bacharelado em direito, com registro na ordem dos advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial do cargo é de R$ 16.720,00.

Dia dos Namorados deve movimentar R$ 148 milhões

Pesquisa sobre o Potencial de Consumo do Fortalezense para o Dia dos Namorados, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), da Fecomércio do Ceará, aponta: os fortalezenses estão dispostos a comemorar o Dia dos Namorados, a quarta data mais importante para o comércio. De acordo com as projeções, os apaixonados deverão movimentar R$ 148 milhões no comércio local com a compra de presentes, valor 2,0% acima do estimado para a mesma época no ano passado. A informação é do site da Fecomércio

As prioridades para presentes neste ano são artigos de vestuário, itens de perfumaria, relógios e joias e calçados. Além das compras no comércio, a data promete animar o setor de serviços, já que 41,5% dos consumidores também pretendem comemorar a data.

Itens mais procurados

A preferência dos consumidores mostra-se concentrada em seis produtos principais que, juntos, respondem por 86,1% da intenção de compra, com preponderância dos bens de uso pessoal:

a) Os artigos de vestuário: citados por 28,7% dos entrevistados, é a franca preferência das consumidoras (38,9%), do grupo com idade até 20 anos (31,1%) e com renda familiar entre três e seis salários mínimos (31,7%);

b) Os itens de perfumaria: com 17,0% de intenção de compra, tem entre os compradores em potencial os consumidores do sexo masculino (17,1%), do grupo com idade acima dos 36 anos (21,1%) e renda familiar entre três e seis salários mínimos (20,6%);

c) Os relógios e joias: com 14,3% da intenção de compra, terá demanda mais intensa dos consumidores do sexo feminino (15,3%), do estrato com idade até 20 anos (15,2%) e renda familiar acima de seis salários mínimos (17,6%);

d) Calçados e bolsas: com 11,4% de intenção de compra, tem predomínio da demanda pelos consumidores do sexo masculino (16,1%), com idade entre 21 e 35 anos (14,1%) e do grupo com renda familiar acima se seis salários mínimos (16,8%);

e) Bombons, chocolates e trufas: com 8,1% de intenção de compra, são preferidos pelos consumidores do sexo masculino (11,3%), com entre 21 e 35 anos (14,0%) e com renda familiar acima de seis salários mínimos (13,1%);

f) Os aparelhos de telefonia celular: com 6,6% de intenção de compra, são preferidos pelos consumidores do sexo masculino (8,3%), com idade de até 20 anos (7,4%) e renda familiar de até três salários mínimos (7,3%).

Os consumidores pretendem pagar suas compras preferencialmente à vista (56,9% das respostas) e com o cartão de crédito (42,4%). O consumidor está consciente do seu poder de barganha e estará em busca de promoções (44,8% de citação) e fará pesquisa de preços (37,5%), mas a beleza das vitrines e a qualidade do atendimento podem fazer diferença na decisão de compra (ambos com 20,1% de citação).

A pesquisa também revela que 41,5% dos consumidores pretendem comemorar o evento, sendo que 43,2% comemorarão em restaurantes e 28,0% ficarão em casa ou na casa de parentes. Outra: com cada vez menos tempo disponível, o consumidor irá privilegiar a comodidade em suas compras, preferindo o sábado (30,3%) e a sexta-feira (8,4%) como os dias mais prováveis para realizar a compra dos presentes.

PT lançará pré-candidatura de Lula em Minas. Camilo vai?

O PT vai lançar a pré-candidatura de Lula a presidente na próxima sexta-feira, durante ato em Contagem (MG). A informação é do senador José Pimentel, adiantando que o evento contará com a participação de toda a bancada federal petista, de parlamentares estaduais e de dirigentes petistas

Pimentel adianta que os cinco governadores da legenda estão sendo convocados para o ato. Camilo Santana vai? Eis a dúvida.

A convocação para esse encontro pró-Lula soa como uma espécie de teste de fidelidade.

(Foto – Heinrich Aikawa/Instituto Lula)

Fiec é contra tabela do frete mínimo proposta por Temer

A Federação das Indústrias do Ceará mandou nota para o Blog, nesta quarta-feira, posicionando-se contra a tabela de frete mínimo que o governo Temer quer criar, via Medida Provisória. Confira:

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) se manifesta contra a Medida Provisória nº 832/2018, que instituiu a Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas e resultou na edição da Resolução ANTT nº 5820/2018, que estabeleceu uma tabela de fretes no modal rodoviário. Em um momento tão delicado como o enfrentado pela economia do Brasil, o tabelamento de preços de frete é uma atitude lamentável e só gera insegurança jurídica para o setor produtivo nacional.

A política proposta pela MP 832 é uma clara afronta ao art. 170 da Constituição Federal, que trata da livre-iniciativa, e ao artigo 36 da Lei nº 12.529/11 – Lei da Concorrência, impedindo a livre negociação entre as partes. A Resolução da ANTT apresenta uma série de distorções na metodologia de cálculo do frete, que são extremamente danosas para a região nordeste. Cita-se como exemplo a exigência da cobrança em dobro nos casos em que não existe carga de retorno. Os fluxos logísticos da região nordeste diferem das outras regiões e impedem que o contratante fique responsável pela garantia da carga de retorno. Ademais, não há clareza sobre como isso será fiscalizado, dando margem à abusos por parte dos caminhoneiros.

Por fim, cumpre destacar que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE e o próprio Ministério da Fazenda já possuem posicionamentos contrários ao tabelamento de fretes, que geram aumento de preços ao consumidor e elevam os custos em praticamente toda a economia. A consequência imediata da manutenção dessa política é a perda da já prejudicada competitividade do setor produtivo, que utiliza deste modal. Portanto, é de suma importância para a retomada das atividades econômicas que essa Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas seja imediatamente revista pelo Governo Federal.

Fortaleza – CE, 06 de junho de 2018

*Sistema FIEC

O caso da aliança informal entre o PDT e o MDB no Ceará

Com o título “A polêmica real e a polêmica vazia”, eis artigo do jornalista Guálter George, que pode ser conferido também no O POVO desta quarta-feira. Ele analisa a composição política feita entre o PDT de Cid Gomes e o MDB do senador Eunício Oliveira. Confira:

Conclusão rápida: não houve e dificilmente haverá rompimento. Eunício Oliveira (MDB) continua tão aliável quanto antes do grupo político que funciona no Ceará em torno da liderança do governador Camilo Santana (PT) e do seu antecessor Cid Gomes (PDT), um de olho na reeleição e o outro potencialmente candidato a uma vaga de senador pelo Ceará em 2018. O que está na mesa é, de verdade, apenas um cálculo eleitoral sobre a conveniência de abrir espaço no palanque ao representante de um partido que, formalmente acolhido, pode representar um incômodo para Ciro Gomes, um quarto interessado de peso nas conversas devido à sua campanha à Presidência da República, que mantém emedebistas entre os alvos prediletos.

O mais que se disser, ou não disser, da movimentação nos últimos dias em torno da montagem do palanque majoritário governista será apenas jogo de cena. Camilo permanece interessado no apoio de Eunício, que continuará trabalhando para superar dificuldades expressas por Cid Gomes, que manterá seu esforço de conseguir um arranjo político local que não arranhe os planos presidenciais do irmão Ciro. A soma de tudo será uma aliança entre eles, formal ou informal, sustentada ou não por detalhes legais. Não há mistério na história, ou, pelo menos, não deveria.

É pura filigrana política discutir se a aliança se dará em torno de um só palanque, porque o importante da questão reside no interesse real que moverá os atores políticos envolvidos. A tese de uma candidatura apenas ao Senado pela coligação liderada por Camilo, por exemplo, tem tudo a ver com os interesses de Eunício, já que serão duas vagas em disputa. Portanto, optar por esse caminho será coisa de aliado, ao contrário do que o barulho tenta fazer crer.

*Guálter George,

Editor de Política do O POVO.

Prefeito sanciona lei que beneficia taxistas “rendeiros”

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) sancionou, na manhã desta quarta-feira, no entorno da Arena Castelão, a lei que criou as 3.100 novas vagas de táxi que deverão beneficiar os conhecidos rendeiros (motoristas que trabalham para donos das vagas de táxi). Ele atende a uma reivindicação antiga dos que trabalhavam nesse tipo de condição.

Durante o ato, muitos rendeiros se emocionaram. Alguns dos seus familiares chegaram a abraçar o prefeito como forma de agradecimento, pois, a partir daquele momento, deixariam de pagar “aluguel” pelo vaga.

Que esse tipo de expansão de vagas prossiga. E não fique só neste ano, que é de eleições.

(Foto – Leitor do Blog)

PT de Fortaleza vai passar para controle de aliado de Luizianne Lins

519 1

O PT de Fortaleza vai mudar de comando a partir do próximo dia 22. Na data, o atual presidente da legenda, o vereador Acrísio Sena, passará a presidência para o ex-vereador Deodato Ramalho, que integra a ala da ex-prefeita e deputada federal Luizianne Lins.

A mudança faz parte de um acordo entre as alas petistas que, para evitar rachas, após troca de acusações de fraudes e interferências externas, resolveram dividir o mandato. Acrísio cumpriu um ano e Deodato concluirá o restante do mandato, mais um ano, portanto.

A chegada de Deodato ao comando petista dá um upgrade principalmente em Luizianne, no momento em que se afunila o processo de definições sobre a sucessão estadual. Ela apoia a reeleição do governador, como sempre tem dito, mas avisa que a direção nacional indicou que o PT deve manter a vaga de senador nos Estados onde já ocupa essa posição É o caso do Ceará, onde José Pimentel, por sinal, avisa que está disposto a postular a reeleição ao Senado.

Luizianne também defende que Lula seja candidato a presidente da República, mesmo na cadeia, enquanto Camilo tem sempre sinalizado que o apoio a Ciro deveria ser acertado para que o PT, aguardando Lula, não sofresse mais desgaste ou esvaziamento político.

DETALHE – Luizianne, por sinal, já foi recebida, na Residência Oficial, pelo governador Camilo Santana, mas pouco se sabe do resultado da conversa.

(Foto – PT)

A Política da gambiarra e as eleições 2018

Confira a Coluna Política, assinada nesta quarta-feira, no O POVO, pelo jornalista Henrique Araújo. Principalmente o tópico “A política da gambiarra e as eleições”.

Aliança política também é feita de gambiarra. É o que se vê agora, por exemplo. Eunício Oliveira (MDB) diz que sim, Ciro Gomes (PDT) diz que não e Cid (PDT) fala que talvez, quem sabe, na frente a gente conversa etc.

A cizânia, claro, é eleição. Cabe um emedebista na chapa de Cid e Ciro? O ex-governador tem sugerido que a presença do presidente do Senado é tóxica à candidatura presidencial do irmão, hoje prioridade para o grupo no Estado.

De fato. Cid tem razão. Estrategicamente, é disparatada qualquer hipótese de coligação com um partido que apoiou o que Ciro vem trovejando aos quatro ventos como “golpe”, ou seja, o impeachment de Dilma Rousseff. E Ciro tem sido até desinteligente nesse ponto, reiterando esse discurso num momento em que até o PT já deixou de lado a narrativa golpista e Lula costura dobradinhas em estados do Nordeste com parlamentares da legenda que deram sustentação crucial à derrubada da petista.

Para Ciro, todavia, é interessante manter certo escrúpulo, como a dar a entender que ele, sim, é homem de esquerda, o que o ajuda a vender-se como oposição a Michel Temer (MDB) e a estabelecer conexões com siglas como PSB e PCdoB. É inteligente como tática eleitoral.

E aí vem Eunício melar os planos ciristas. Que fazer, então? O grupo dos Ferreira Gomes acha que encontrou uma saída ideal: que tal se, oficialmente, afirmarmos que não há aliança com o MDB, mas, extraoficialmente, abrirmos espaço para que o governador Camilo Santana (PT) se encarregue de jogar sozinho a água no moinho eunicista?

Também parece uma estratégia inteligente. Apenas parece. Para dar certo, depende de uma combinação de variáveis que incluem o PT, a oposição e, último caso, os eleitores. Num estado majoritariamente lulista como o Ceará, a quem caberá carregar o ônus de pedir votos para Eunício?

(Foto – Iana Soares)

Cearense entra com ação popular para barrar mudança no estatuto da Caixa que flexibiliza nomeações

O governo federal quer alterar o estatuto da Caixa Econômica Federal para ter condições de promover nomeação de diretores da Instituição que não sejam funcionários de carreira da Instituição.

Para barrar essa medida, o advogado cearense Deodato Ramalho, ex-vereador que, dai 22 próximo, assumirá como presidente do PT de Fortaleza, entrou com uma ação popular para “impedirmos essa ação temerista e nociva contra a Caixa”.

Deodato, em nota enviada para o Blog, comentou: “Fico aqui matutando sobre o histérico e infundado discurso contra o aparelhamento do estado pelo PT”

Ele deu entrada na ação popular junto ao Tribunal Regional Federal, da 5ª Rergião.

.

Escritora cearense integra júri internacional

A escritora Socorro Acioli, de “A cabeça do santo” e “Diga Astrasgud”, foi anunciada recentemente como integrante da edição 2019 do júri do NSK Neustadt Prize, dos Estado Unidos, uma das premiações mais importantes voltadas ao universo da literatura infantil. A lista de nove votantes é formada, além de Socorro, por autores dos Estados Unidos, Irlanda, Canadá e México.

“É um prêmio de muito prestígio, e estar nesse júri foi uma experiência incrível para mim. Recebi o livro dos autores finalistas e tive a oportunidade de conhecer uma gama de escritores que eu não conhecia”, reconhece Socorro, que já foi publicada nos Estados Unidos, na França e no Reino Unido.

Seu primeiro romance, A cabeça do santo, foi finalista do Los Angeles Times Book Prize, além de ter sido selecionado como um dos 50 melhores livros de 2017 pela Biblioteca Pública de Nova York. “Sempre que acontece algo assim, um trabalho fora do Brasil, me sinto com a missão e responsabilidade de não ser só pessoa física, mas de representar o meu país e, principalmente, a minha língua”, conta ela, que está preparando um novo romance.

Os finalistas do NSK Neustadt Prize devem ser divulgados ainda durante este mês, e o vencedor será revelado em outubro. O prêmio, que existe desde 2003 e tem caráter bienal, já foi laureado a oito escritores.

Socorro Acioli participa do Festival Vida&Arte, em Fortaleza, relançando seu último livro, Diga Astrasgud (Editora Dummar). O evento está marcado para o domingo, 24, a partir das 15 horas, no Café Lúcia Dummar, no Centro de Eventos do Ceará.

(O POVO – Repórter Jáder Santana)

Pimentel quer reeleição ao Senado e reage contra “acordão”

96 2

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO desta quarta-feira (6):

Em contato com este colunista, o senador José Pimentel (PT) avisa: está à disposição para disputar a reeleição.

Ele reage diante da possibilidade de um acordo entre o governador Camilo Santana (PT), os Ferreira Gomes e o MDB do senador Eunício Oliveira. “Eu já estou há 24 anos no parlamento e continuo à disposição do nosso partido”, afirma o senador.

Indagado se teria espaço para viabilizar esse objetivo, reage: “Isso é uma discussão daqueles que controlam a política no estado do Ceará. Se eu dependesse deles, não seria nem eleito a síndico de prédio porque a minha primeira campanha, em 1994, quando fui eleito deputado federal, o meu partido apoiou na convenção o nome de Mário Mamede para ser vice de Tasso Jereissati. Isso não é novidade”.

Perguntado se teria votos para o embate, devolve: “Vamos trabalhar”!

Pimentel integra a ala no PT da deputada federal Luizianne Lins que já informou ter a direção nacional da sigla definido que, onde o PT tiver senador, brigará para manter essa vaga.

Camilo vai ter trabalho com sua ceia larga.

Combate ao crime organizado depende de “olhar rebelde”, diz Ciro

Durante a abertura do Seminário Internacional Sobre Segurança Pública, na noite de ontem, na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) criticou o que chamou de “olhar tradicional” nas políticas nacionais para a área porque não tem surtido o efeito esperado. E defendeu um “olhar rebelde”, que fuja do padrão, para um melhor combate ao crime organizado no País.

Ciro criticou políticas de segurança imediatistas, que não projetam resultados a longo prazo, e um discurso que considera simplista, vindo de parcela da classe política. “O povo está com medo e medo não é um bom conselheiro”. A fala veio após o senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmar que o pré-candidato tucano ao Governo do Ceará, general Guilherme Theophilo, tem “autoridade” para enfrentar a crise na Segurança. Na palestra, Ciro citou dados do Atlas da Violência 2018, divulgado ontem pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O documento mostra um aumento do número de assassinatos de negros e pardos no País.

O ex-ministro destacou a situação socioeconômica desses jovens e a vulnerabilidade desse público. E deu como exemplo de política pública o programa Ceará Pacífico, do Governo do Estado. “O convencional não está resolvendo o problema (da insegurança). Precisamos pensar fora da caixa tradicional”, disse. Em crítica ao presidente Michel Temer, o pré-candidato afirmou que a Emenda 95, que limita gastos, também influi na falta de segurança, pois faltam investimentos em tecnologias que poderiam contribuir em ações como, por exemplo, a defesa das fronteiras.

Ele ainda criticou ações como a intervenção do Exército no Rio de Janeiro que, segundo Ciro, ocupa “as favelas com tanques e fuzis, fazendo as forças armadas apontarem suas armas para os nacionais brasileiros”. Para Ciro, isso representa o mau uso das Forças Armadas no combate à violência urbana.

Apesar de criticar a intervenção federal, Ciro defendeu projetos conjuntos entre União, estados e municípios, fazendo valer o que foi acordado no Pacto Federativo, que segundo o pré-candidato, “vem sendo dilacerado” por falta de planejamento. Para o pedetista, no enfrentamento ao crime, é preciso “mais tecnologia e investigação” e não tão somente “aparato”.

O Seminário Internacional de Segurança Pública segue até sexta-feira, 8, na Assembleia, com palestras, debates e conferências que buscam desenvolver proposições de medidas e ações referentes a política de segurança pública.

(O POVO)

Oposição sai na frente na elaboração do programa de governo

A 45 dias do início das convenções partidárias, as legendas articulam-se não só para definir alianças e nomes para a disputa ao Palácio da Abolição. Os programas de governo, documentos que reúnem as propostas dos concorrentes, já começaram a ser discutidos, mas por enquanto somente pela oposição do Estado, que tem organizado reuniões, plenárias e rodas de conversa para definir ações prioritárias.

O governador Camilo Santana (PT), segundo assessoria de imprensa, não está realizando “nenhuma ação relativa à campanha eleitoral”. O entendimento é de que o debate sobre a situação cearense e sobre as áreas que precisam de investimento já está sendo feito dentro do Governo.

Enquanto isso, a oposição se movimenta. Apadrinhado do senador tucano Tasso Jereissati, o pré-candidato General Guilherme Theophilo (PSDB) tem tido um ritmo dinâmico de reuniões temáticas desde o início de maio. A atividade tem sido coordenada pelo economista e ex-presidente do Banco do Nordeste (BNB), Marcos Holanda, segundo ele, de forma voluntária.

Os encontros ocorrem com a presença de representantes de diversos setores sociais, como a academia, sindicatos e empresários, além, é claro, do próprio Theophilo. “Para organizar um plano de governo, nós temos que partir de uma lógica de diretrizes básicas”, explica Holanda.

As diretrizes escolhidas foram segurança, saúde, educação, geração de emprego, desenvolvimento rural e a inserção do Ceará no mercado global. “A mais importante, sem dúvida, é a segurança”, diz.

O plano ainda não está fechado, mas, de acordo com Holanda, isso deve ser feito ao longo deste mês. “É importante que seja um plano factível e não um conjunto de intenções e de desejos que não são verdadeiros em termos de compromisso. A ideia é que seja um plano objetivo, conciso, mas factível”, sintetiza.

Ailton Lopes, pré-candidato do Psol ao Governo do Estado, informou que as discussões da legenda para a formação do plano são realizadas desde abril. “No dia 8 de abril, fizemos nossa primeira plenária em Limoeiro do Norte, no Vale do Jaguaribe. Depois, já fomos a Juazeiro do Norte, Tauá, Caucaia, Sobral e no próximo dia 16 será em Crateús”, afirma.

Além dos encontros nos municípios do interior do Estado, as legendas da coligação (Psol e PCB) têm realizado, junto com movimentos sociais, rodas de conversa para debater as ideias do plano. O documento também não está escrito ainda, mas deve ser lançado no dia 14 de julho e tem como base o plano de governo de 2014, quando Ailton se candidatou ao cargo pela primeira vez.

Segundo Ailton, as prioridades do programa são, na prática, uma inversão das prioridades do atual governo. A mudança do sistema energético, com o investimento em energia solar, e o debate de políticas sociais no combate à insegurança e na garantia de direitos são as diretrizes principais.

Embora ainda não tenha anunciado o nome do seu pré-candidato ao Governo do Estado, o partido Novo também tem se reunido para produzir o plano de governo. Jerônimo Ivo, presidente da sigla no Ceará, disse que já foram realizados dois fóruns, de segurança e saúde, desde março, e que este mês haverá mais um, sobre educação.

Os encontros reúnem especialistas nos assuntos, além de filiados e simpatizantes do partido, para discutir os temas, “identificar os erros e acertos, além das soluções para enfrentar os problemas do Estado”, explica Ivo. Uma equipe do partido está sendo formada para escrever o plano, que será lançado junto com o nome do pré-candidato. Segundo Ivo, o partido já escolheu a pessoa, mas ainda está esperando sua resposta. “Só teremos candidato se ele aceitar”, conclui.

DATAOs pré-candidatos têm até o dia 15 de agosto para pedir o registro da candidatura à Justiça Eleitoral. Entre os documentos necessários, está ao menos um esboço do plano de governo, que reúna as suas propostas.

Pré-Candidatos

Camilo Santana (PT) – Através da assessoria de imprensa, informou que não está tratando de assuntos da campanha eleitoral. O programa de governo será desenvolvido no “momento certo”.

General Guilherme Theophilo (PSDB) – Tem participado de reuniões temáticas ao lado do economista Marcos Holanda para desenvolver o plano de governo. Estimativa é que documento seja concluído ao longo do mês.

Ailton Lopes (Psol) – Tem participado de plenárias e rodas de conversa no interior do Estado e em Fortaleza para discutir propostas para o plano de governo. Meta é apresentá-lo no dia 14 de julho. Partido NovoAinda não tem um pré-candidato definido, mas tem realizado fóruns de discussão com especialistas para debater soluções para os problemas do Estado.

(O POVO – Letícia Alves)