Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Ciro questiona no Facebook a independência do seu ex-líder político Tasso Jereissati

238 2

cirorr

O secretário de Saúde do Ceará, Ciro Gomes (Pros), publicou, na terça-feira, 2, em sua página no Facebook, texto em que faz referência a afirmações do candidato ao Senado e ex-aliado político Tasso Jereissati(PSDB) sobre sua independência política. Junto ao texto, há vídeo de propaganda eleitoral do adversário de Tasso, Mauro Filho (Pros).

“Independência aliado a Fernando Henrique Cardoso (ex-presidente do Brasil pelo PSDB) e Aécio (Neves, atual candidato a presidente), enquanto toda a agenda do Ceará estadeando entregue por Dilma?”, diz o texto. A referência é, dentre outras, à afirmação de Tasso, durante debate com candidatos ao Senado, na TV O POVO. Questionado pela candidata Raquel Dias (PSTU) sobre sua fortuna e se se declarava independente por ser “chefe de si mesmo”, Tasso respondeu: “Por esse patrimônio que eu me considero mais independente ainda”.

No texto na página de Ciro, estão elencadas obras como a transposição do Rio São Francisco, a transnordestina e o Eixão das Águas, como referência a ações do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Durante o debate, Tasso também fez críticas à gestão do PT que, para ele, está “levando o País à bancarrota”.

Aliança rompida

Padrinho de Ciro desde o início de sua carreira política, o então governador Tasso alçou o jovem Ferreira Gomes à presidência da Assembleia. Dois anos depois, em 1988, trabalhou ativamente para eleger Ciro prefeito de Fortaleza e, em 1990, governador do Ceará. A dobradinha de apoio se repetiu em 1994, quando o Tasso foi eleito para o segundo mandato com apoio de Ciro.

Em 2002, Tasso chegou a ir contra o próprio partido para apoiar Ciro (no PPS) à Presidência da República. Em 2006, repetiu a postura e apoiou Cid Gomes (no PSB) ao governo do Ceará, contra o seu correligionário Lúcio Alcântara.

A aliança cedeu quando Tasso acabou isolado na disputa pelo Senado em 2010. Na época, o ex-governador rompeu com Cid e Ciro Gomes, após eles cederem a pressões do PT Nacional e apoiarem José Pimentel ao cargo. Apesar do rompimento, Tasso e Ciro têm mantido postura de não trocarem críticas publicamente.

Nas eleições de 2014, Tasso disputa novamente o Senado contra o deputado estadual Mauro Filho (Pros) apoiado por Ciro e Cid. A pesquisa O POVO/Datafolha, publicada nesta quarta-feira, mostra queTasso lidera a corrida ao Senado com 54% das intenções de voto, contra 20% de Mauro.

(POVO Online)

Tasso lamenta “prisão” de comerciantes do Pirambu

147 1

eleições 2014 psdb 0903 tasso

Grades, estabelecimentos escuros, clientes assustados e comerciantes desconfiados. Esse é o quadro do comércio no Pirambu, encontrado nesta quarta-feira (3) pelo candidato do PSDB ao Senado, Tasso Jereissati, durante caminhada pelo bairro.

“O que estamos comprovando durante esta caminhada é que o comércio está funcionando como uma prisão de segurança máxima. Isso é um verdadeiro absurdo. Isto é inaceitável”, lamentou o candidato.

Ao lado do candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, Tasso se encontra esta noite nos municípios de Santa Quitéria e Varjota, com a realização de comícios. Nesta quinta-feira (4), os dois candidatos estarão Solonópole, Milhã e Mombaça.

(Foto: divulgação)

Ibope: Eunício 42% e Camilo 34%

O Ibope divulgou na noite desta quarta-feira (3) a pesquisa de intenções de voto ao governo do Ceará. Eunício Oliveira (PMDB) lidera com 42%, seguido por Camilo Santana (PT) com 34%, Eliane Novais (PSB) com 4% e Ailton Lopes (Psol) com 2%. Brancos e nulos somam 8% e não sabem ou não responderam somam 10%.

Em um eventual segundo turno, Eunício Oliveira somaria 47%, contra 37% de Camilo Santana. O candidato Ailton Lopes, com 35%, possui o maior índice de rejeição, seguido por Eliane Novais (34%), Camilo Santana (20%) e Eunício Oliveira (15%). Eleitores que votariam em qualquer um dos candidatos somam 10%, enquanto 19% não souberam responder ou não quiseram responder.

A pesquisa ouviu 1.204 entrevistados, entre o sábado (30) e essa terça-feira (2). A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de confiabilidade.

Documentário “Pessoal do Ceará” em debate no Dragão

nirtonvenacio

Com o objetivo de discutir a produção fonográfica no Ceará, o Laboratório de Produção -Curso Técnico em Produção de Eventos Culturais promoverá nesta quinta-feira, a partir das 19 horas, no Centro Dragão do Mar, a mesa-redonda “A Cena Musical no Ceará”. O encontro reunirá profissionais de destaque no cenário cultural, que têm, em comum, pesquisas em torno da música produzida no Ceará.

Na ocasião, o cineasta cearense, roteirista e diretor de cinema Nirton Venâncio falará sobre seu primeiro longa-metragem “Pessoal do Ceará – Lado A Lado B”, documentário que aborda a música cearense dos anos de 1960 até as novas gerações de cantores, compositores e bandas. “Foram cinco anos de pesquisa, além da vida inteira ouvindo discos da música cearense, assistindo shows e em contatos com muitos cantores da história da música cearense contemporânea. O filme está com 40% de imagens captadas de entrevistas, até agora com recursos próprios, através das produtoras de Fortaleza Clan de Cinema e AArte Cinema. A previsão de finalização é começo de 2015”, destaca Nirton Venâncio.

Quem também vai participar do encontro é o mestrando em Políticas Públicas e Sociedade, Rubens Garcia, que, na oportunidade, analisará o contexto musical da cena cultural do blues na cidade de Fortaleza, destacando a compreensão de que os fenômenos musicais estão relacionados à construção de práticas, significações e representações sociais no contexto urbano.

SERVIÇO

As vagas são limitadas e as inscrições devem ser realizadas através do e-mail contato@laboratoriodeproducao.com, enviando nome completo e mensagem “Inscrição A Cena Musical no Ceará”.

Cantor Beto Barbosa volta às paradas da Globo

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=evDB3NH5p-0[/youtube]

O cantor Beto Barbosa está de volta e com toda carga na Globo. Neste domingo, ele é atração no programa Esquenta, de Regina Cazé. Tem mais: Beto Barbosa, o Rei da Lambada, vai ter participação no quadro Dança dos famosos, do Domingão do Faustão.

Nesta quarta-feira, Beto Barbosa conversou com o Blog sobre tantas novidades em sua carreira.

Procon de Fortaleza agenda para o Mutirão de Combate ao Superendividamento

O Procon de Fortaleza está realizando o agendamento de consumidores que participarão, nesta semana, do Mutirão de Combate ao Superendividamento. O objetivo é auxiliar nas negociações entre fornecedor e consumidor inadimplente, possibilitando a liquidação do débito com juros menores e melhores condições de pagamento. Até sexta-feira, os consumidores que quiserem participar da campanha deverão se cadastrar na sede do órgão. O consumidor precisa levar cópias da documentação pessoal e do comprovante de endereço e ainda de faturas ou de contratos que comprovem a transação com a empresa.

O Mutirão acontecerá nos próximos dia 11, data em que se comemoram 24 anos do Código de Defesa do Consumidor (CDC), e 10 de outubro. As audiências de conciliação devem envolver dívidas com operadoras de crédito, cartão de lojas, bancos, telecomunicações, concessionárias de água e esgoto e de energia elétrica ou ainda qualquer tipo de pendência financeira que se adeque às relações de consumo.

SERVIÇO

Procon Fortaleza, Rua Major Facundo, 869, Centro.

Horário – Das 8 às 14 horas.

Deputado questiona proposta de Camilo sobre passagem única metropolitana

joaojaimee

Com o título “Um mar de promessas inexequíveis”, eis artigo do deputado estadual João Jaime (DEM), questionando a promessa do candidato a governador pelo PT, Camilo Santana, de garantir passagem única na Região Metropolitana. Confira:

Em campanhas eleitorais, infelizmente, é comum ouvirmos promessas inexequíveis, muitas delas no âmbito do Executivo.

Assistindo ao Horário Eleitoral Gratuito na noite de segunda-feira, chamou minha atenção o programa do candidato ao Governo do Estado pelo PT, Camilo Santana, que promete passagem única na Região Metropolitana de Fortaleza. Ou seja, você apanha um ônibus em Beberibe, em Caucaia ou em Pacatuba e tem direito a circular por três horas pagando somente uma passagem. Isso é possível. Porém, ele precisa deixar claro quem vai pagar essa conta, porque nós sabemos que não existe nada de graça. Não há como você pegar um permissionário, um concessionário e submeter a ele um subsidio seja de qualquer serviço prestado que ele esteja fazendo.

É importante esclarecer, neste caso, para que isso aconteça, o governo do Estado terá que subsidiar por cada passageiro um recurso correspondente à defasagem entre a tarifa cobrada e a tarifa realmente paga, ou então vai ter que aumentar a passagem de Fortaleza para diminuir a da Região Metropolitana.

Essa promessa me cheira a uma proposta eleitoreira do candidato do governo que está há oito anos no poder e nunca fez nada para integrar o sistema metropolitano, que é de sua gerência.

Recentemente acompanhamos uma medida demagógica que foi a aprovação na Câmara Municipal da regulamentação dos estacionamentos de Fortaleza. Medida essa, que divide em fração o estacionamento. A primeira hora você paga inteira e depois da primeira hora você passa a pagar fracionado. Porém, o que aconteceu na prática foi que os donos aumentaram em 50% o valor do estacionamento. Ou seja, mesmo sendo fracionado, na primeira hora você já paga pela segunda.

No mesmo sentido, a proposta do candidato do PT, Camilo Santana, cheira a pegadinha.

* João Jaime,

Deputado estadual – DEM.

Marina Silva e a incoerência da Nova Política

321 9

Com o título “Marina e a cédula de R$ 3,00”, o economista José Nilton Mariano Saraiva analisa a candidata a presidente da República pelo PSB, Marina Silva, e, principalmente, sua postura nos debates e entrevistas. Confira:

O eufemismo “falha processual na editoração” serviu de mote para que a candidata Marina Silva tentasse justificar modificações apressadas no seu programa de governo, recém-saído do forno. Só que, sabe-se agora, a “verdade verdadeira” é que tal decisão foi resultado do “puxão de orelhas” que um dos seus influentes apoiadores, o pastor Silas Malafaia, lhe aplicou, ao exigir, com prazo definido, que se retratasse publicamente no tocante à questão da comunidade LGBTs, modificando o que fora divulgado: “Aguardo até segunda-feira uma posição de Marina. Se isso não acontecer, na terça será a mais dura fala que já dei até hoje sobre um presidenciável.” (Coluna Elio Gaspari – O Velho na novidade de Marina). E assim, às pressas, e sem se importar com a (falta de) coerência, tudo foi refeito “vapt-vupt”, de sexta-feira para o sábado, de modo a que os ânimos serenassem.

A reflexão é só para demonstrar que inexistem “coerência” e “firmeza” na tal “nova” política da candidata Marina Silva, porquanto os métodos não diferem um milímetro dos aplicados na “velha” e tradicional política do “é dando que se recebe”. Afinal, a simples perspectiva de perder os votos das lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transgêneros e transexuais (LGBTs), foi determinante para que logo logo à tona emergisse a “velha” política da conveniência e da oportunidade. Afinal, que “nova” política é essa que obriga a candidata a tentar, sem sucesso, equilibrar-se no fio de navalha, com receio de desagradar alguns (poucos) prováveis eleitores? E se alguém imagina que se trata de uma questão menor e sem importância, é bom que tire o cavalo da chuva, porque se houve tal “abertura” numa questão pontual, uma pergunta básica se impõe: como Marina Silva negociará com o “banco de reserva” do Congresso, quando as grandes questões da República forem postas, porquanto já disse e repetiu “ad nauseam” que não aceitará conversar com os adeptos da “velha” política?

Já na questão tida como a mais relevante – a economia, não é preciso se ser nenhum “expert” para constatar que uma possível vitória da ex-verde Marina Silva significará um imediato retorno ao modelo econômico vigente à época do governo FHC, com tudo de deletério que representou aquele sombrio período (os juros chegaram a 45%, lembram). É que o seu principal ideólogo-formulador é o economista Eduardo Giannetti, ligado historicamente ao PSDB, que tem repetido para quem quiser ouvir que o projeto econômico de Marina é basicamente o mesmo que o projeto de Aécio Neves. Lá, dito está, com todas as letras, que haverá um radical corte de gastos na área social, que a política do salário mínimo não mais contemplará ganhos reais, que a exploração do pré-sal não terá a relevância que tem hoje, que a redução do papel do Estado na economia será implementada de pronto (e aí, como conseqüência, medidas recessivas, desemprego e recessão) e por aí vai.

Alfim, o que se pode aferir do exposto no programa da candidata Marina Silva, é que a “nova” política anunciada por ela é tão verdadeira quanto uma nota de três reais (R$ 3,00). Valerá a pena pagar pra ver? Não se trata de um risco tão desnecessário quanto inoportuno ?

Post Scriptum:

A propósito: merece um prêmio aquele que tenha ouvido da candidata Marina Silva “respostas objetivas” sobre o que lhe é perguntado nos debates ou entrevistas nos telejornais. É um “enchimento de linguiça” sem fim.

* José Nilton Mariano Saraiva,

Aposentado do BNB – Economista UFC. 

Edson Silva: Rejeição é contra o PT e não contra Dilma

194 4

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=TuZ6__v7I7M[/youtube]

A candidata à presidência da República pelo PSB, Marina Silva, não assusta apoiadores da reeleição da presidente Dilma Rousseff .

É o que deixa claro o deputado federal Edson Silva (Pros), observando que Dilma tem muito o que mostrar e que a rejeição que se verifica não é contra a presidente, mas contra o PT.

Inácio trabalha aprovação do Bolsa-Formação para agentes de trânsito

166 1

inacioarruda

O senador Inácio Arruda (PCdoB) trabalhou pela aprovação do Projeto de Lei da Câmara nº 92, de 2013, que inclui os agentes de trânsito entre os beneficiários do projeto Bolsa-Formação. Essa bolsa se destina à qualificação profissional de policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e carcerários e peritos.

“Essa é uma medida mais do que justa, pois se trata de matéria relativa à segurança pública”, destacou o senador, observando que, durante seus trabalhos de fiscalização, os agentes de trânsito se deparam com sequestros relâmpagos, portes ilegais de armas, veículos roubados e outras ações criminosas, e devem estar preparados para enfrentar todo tipo de situação.

A matéria agora vai à sanção presidencial.

OAB do Ceará lança campanha pela valorização do advogado público

193 1

A Comissão Estadual do Advogado Público da OAB-CE vai lançar nesta quinta-feira, às 14 horas, a campanha “Justiça seja Feita; Hora do Diálogo é Essa”. O objetivo é trabalhar pela valorização dos advogados públicos, para que estes profissionais tenham o direito a uma remuneração e honorários sucumbenciais (quem perde ação tem que pagar a outra parte) mais justos.

Os advogados públicos possuem as mesmas atribuições dos procuradores de estado, mas os procuradores têm o direito a uma remuneração e honorários sucumbenciais dignos. “Os advogados dos Estados foram preteridos na constituição cidadã de 88”, lamenta Tânia Coutinho, presidente da Comissão.

A reforma do novo Código do Processo Civil (CPC), já foi aprovado pela Câmara dos Deputados e está tramitando no Senado Federal. O novo código prevê claramente o direito dos honorários sucumbenciais aos advogados públicos.

CIC ouvirá propostas de Mauro Filho

maurofilho1

O candidato ao Senado pelo Pros, Mauro Filho, é o convidado do ciclo de debates que o Centro Industrial do Ceará (CIC) vem realizando com os candidatos ao Governo do Estado e ao Senado.

Mauro Filho falará às 18h30min, no auditório do quinto andar da sede da Fiec, para o setor empresarial sobre a sua decisão de se candidatar ao Senado e as propostas da campanha. O candidato atende a convite do presidente do CIC, José Dias de Vasconcelos.

Legislação eleitoral proíbe renovação de contrato de professor temporário. E agora?

181 1

Do professor Airton de Farias, recebemos a seguinte nota, em tom de alerta no que diz respeito à rede estadual de ensino. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Há uma grave crise pairando sobre a escola pública cearense. Em virtude da legislação proibir contratações devido às eleições, os contratos de vários professores temporários não foram renovados. Em decorrência, uma grande quantidade de escolas perdeu seus professores e alunos estão sem aulas.

Na Escola Adauto Bezerra, por exemplo, um dos colégios que mais aprova mo ENEM, são 16 carências em aberto. Num mês, mais de 300 aulas não dadas. Há dias que turmas têm apenas uma aula e alunos voltam para casa. É o caos. A escola, num ato de compromisso, fez um mutirão: professores coordenadores, bolsistas, laboratório e até o núcleo gestor estão entrando em sala para não deixar tantos alunos sem aula. Mas é isso é paliativo.

Essa falta de professores acontece em inúmeras outras escolas do Estado.

Atenciosamente, 

* Airton de Farias,

Professor e Historiador. 

Datafolha/O POVO – Peemedebista diz que crescimento de Camilo já era esperado

117 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=1xcxRc5ICG0[/youtube]

Para o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB), o crescimento de Camilo Santana, candidato do PT ao Governo, na disputa eleitoral já era esperado.

Camilo Santana registrou 21%, com Eunício Oliveira, postulante peemedebista registrando 41%, de acordo com a pesquisa Datafolha/O POVO.

Aníbal Gomes não tem dúvidas: a disputa governamental no Estado vai ser por demais disputada.

Presidente da FCDL otimista com vendas do comércio nestes tempos de B-R-O-BRO

143 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=ntlHWeTXTCs[/youtube]

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Honório Pinheiro, será ungido presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) no dia 2 de outubro. A novidade? Chapa única, pois o opositor, Sérgio Medeiros (RS), desistiu do pleito.

Honório, em conversa com o Blog, aproveitou para falar sobre as expectativas do comércio nestes tempos de B-R-O-BRO. Ele está otimista.

 

Simpósio Internacional de Biotecnologia abrirá espaços para o bionegócio

O bionegócio terá destaque durante o XVI Simpósio Internacional de Biotecnologia – IBS 2014, que acontecerá no Centro de Eventos, de 14 a 19 próximos.

É que o evento, em sua primeira edição no Brasil, realizará, pela primeira vez, o Biobusiness Forum- Biobusiness Meeting and Startup Demo Day, que tem como objetivo promover o intercâmbio e a transferência de tecnologia entre pesquisadores, startups incubadas e investidores do setor. As inscrições dos interessados já estão abertas e podem ser feitas através do site do evento.

O IBS 2014 é promovido pela Universidade Federal do Ceará e IUPAC, com o apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Confederação Nacional da Agricultura (CNA), ADECE e Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC).

Vice-prefeito: Invasão de fazenda de Eunício foi coisa do PT

gaudenciooo

Essa é do vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena, sobre invasão do MST a uma fazenda do candidato a governador Eunício Oliveira (PMDB), em Goiás:

– Isso foi coisa do PT! 

Para Gaudêncio, houve uma orquestração para prejudicar a campanha de Eunício no Ceará.

Com 20 mil hectares, a Fazenda Santa Mônica fica em Goiás, numa região entre os municípios de Abadiânia, Alexânia e Corumbá (120 km de Goiânia).

Propriedades terão que aderir ao Cadastro Ambiental Rural

flaviosaboya

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

Os cerca de 340 mil propriedades rurais do Ceará vão ter que aderir ao Cadastro Ambiental Rural. Trata-se, de acordo com o presidente da Federação da Agricultura do Ceará, Flávio Saboya, de uma exigência que chegou com o Novo Código Florestal, aprovado em meio a muitas polêmicas pelo Congresso Nacional.

O assunto já é tema de várias reuniões de trabalho que envolvem o Ministério do Meio Ambiente e a Confederação Nacional da Agricultura (CNA). São muitas as dúvidas acerca dos procedimentos, que virão pelo sistema informatizado, segundo Saboya. A ordem é atualizar propriedades do campo e, principalmente, suas delimitações com áreas hídricas, áreas de preservação ambiental e, enfim, tudo o que diga respeito a ecossistema.

O governo federal estipulou para os Estados dois anos de trabalho. Flávio Saboya acha pouco pela complexidade da tarefa. Ambientalistas, no entanto, comemoram o início, na prática, dessa medida, que promete amenizar o cenário desordenado do meio rural.