Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Ceará tem a terceira gasolina mais cara do País

Com a escalada do preço do barril de petróleo no mercado internacional, a gasolina continua subindo no Brasil, impactando fortemente o consumidor no Ceará, que já tem o terceiro litro mais caro entre os estados. Os postos cearenses estão vendendo o produto por um valor médio de R$ 4,56, atrás apenas do Acre (R$ 4,88) e Rio de Janeiro (R$ 4,72). O valor mais barato é vendido em Santa Catarina (R$ 3,89).

Nas últimas quatro semanas, o preço médio do produto no Ceará saltou 5%, saindo de R$ 4,35 para R$ 4,56. No entanto, o consumidor pode encontrar o litro da gasolina a valores que variam de R$ 4,24 a R$ 4,70, uma diferença de 10,8%. Os dados são do último levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no período de 6 a 12 de maio.

A gasolina mais em conta, de R$ 4,24, está sendo comercializada por um posto localizado em Canindé, município do sertão do Ceará. Já o produto mais salgado é vendido por um estabelecimento que funciona na cidade de Juazeiro do Norte, na região do Cariri.

Em Canindé, dois postos vendem o litro da gasolina a R$ 4,24, ambos de bandeira branca. Um fica situado na avenida São Francisco, no bairro Boa Vista. O outro funciona na Rua Joaquim Magalhães, no Centro da cidade. Quanto à gasolina mais cara, de R$ 4,70 em Juazeiro do Norte, o posto é de bandeira Petrobras e está localizado na avenida Padre Cicero, no bairro Salesiano.

Em Fortaleza, o impacto no bolso do consumidor também é grande. Assim como o Ceará, o atual preço médio da gasolina na Capital é de R$ 4,56. O valor, porém, pode ser encontrado de R$ 4,29 a R$ 4,59, uma variação de 7,2%. Na Cidade, vários estabelecimentos, de diferentes bandeiras, praticam o preço máximo. Ficam espalhados por diversos bairros, como Aldeota, Meireles, Mondubim, Fátima, Barra do Ceará, Mucuripe e Jacarecanga.

A capital cearense aparece também com o terceiro combustível mais caro no Brasil entre as capitais, atrás do Rio Branco (R$ 4,87) e Rio de Janeiro (R$ 4,68). Já o valor médio mais barato está na capital São Luís (R$ 3,78).

Na avaliação de Manuel Novais, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sindipostos-CE), a alta do valor da gasolina é “péssima”, mas não depende dos postos de combustível. Ele destaca que há uma série de implicações e custos que devem ser esclarecidos à população, em termos de dificuldades na logística e carga tributária.

A alta tem impactado nas contas dos estabelecimentos. O gestor observa uma queda de 15% a 20% nas vendas de janeiro até maio nos postos do Estado. “As vendas estão caindo, os clientes estão insatisfeitos e os postos também”. Sobre o cenário futuro, Manuel diz que é de incerteza.

(O POVO – Cristina Fontenele e Raone Saraiva)

Os tatuzões contra a nova licitação do Metrofor

Da Coluna Jocélio Leal, no O POVO deste domingo (13):

Há dois tatuzões a cavar contra o Governo do Estado ante a rescisão do contrato anterior para as obras da Linha Leste do Metrofor: as conclusões do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público de Contas do Estado (MPC). Ambos se manifestaram a favor das argumentações das empresas do contrato antigo – Acciona e Marquise. Mas nova licitação já está em andamento.

O TCU alertou para a possibilidade de vir a determinar a anulação da rescisão. Já o MPC apresentara parecer no qual considerou improcedente o questionamento do Estado contra a entrada da Marquise no consórcio com a espanhola Accciona. Como O POVO já noticiou na sexta-feira, apenas um consórcio se apresentou pela retomada da obra, sob nova licitação: Ferreira Guedes e outra espanhola, a Sacyr. A posição da Justiça estadual tem sido favorável ao Governo. Vem derrubando os pedidos de empreiteiras contrárias ao processo.

A Camargo Corrêa pedia a suspensão da concorrência para revisão do projeto básico, alegando estar defasado e apontando suspeições sobre a empresa autora do projeto, a MWH. A empresa fora citada em acordo de leniência da Camargo como cúmplice em tentativa de fraude na licitação de 2013. A Queiroz Galvão também teve pedido negado no TJCE. Em tempo: o metrô já deveria estar a funcionar neste ano. Mas não tem nem 3% feitos.

UFC inscreve para concurso público de professor efetivo em Fortaleza e Sobral

A Universidade Federal do Ceará já inscreve para concurso público de professor efetivo do Centro de Tecnologia, Centro de Ciências, Instituto de Cultura e Arte (ICA), em Fortaleza, e para o Curso de Medicina no Campus da UFC em Sobral. As inscrições vão se estender até 29 de maio.

De acordo com o Edital nº 102/2018 (https://bit.ly/2K4R6gg), as vagas são para os cargos e setores de estudo abaixo:

Centro de Tecnologia – Departamento de Engenharia Elétrica (DEE). Setor de estudo: “Instalações Elétricas Residenciais, Prediais e Industriais” (1 vaga). Cargo: professor adjunto-A. Contato: Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra – bloco 705 – CEP: 60455-760 – Fortaleza-CE. Fones: (85) 3366 9580 e 3366 9581 – e-mail: paulopp@dee.ufc.br e msergio@dee.ufc.br – site: www.dee.ufc.br.

Centro de Ciências – Departamento de Física. Setores de estudo: “Física Teórica – Propriedades Optoeletrônicas e de Transporte de Materiais Bidimensionais” e “Física do Petróleo” (1 vaga cada). Nos dois casos, o cargo é de professor adjunto-A. Contato: Av. Mister Hull, s/n – Campus do Pici – bloco 922 – 1º andar – CEP: 60440-900 – Fortaleza-CE. Fone: (85) 3366 9903 – e-mail: secretaria@fisica.ufc.br – site: www.fisica.ufc.br.

Instituto de Cultura e Arte – Curso de Publicidade e Propaganda. Setor de estudo: “Produção e Criação Audiovisual em Publicidade” (1 vaga). Cargo: professor assistente-A. Contato: Av. Mister Hull, s/n – Campus do Pici – bloco ao lado do Restaurante Universitário – CEP: 60440-554 – Fortaleza-CE. Fone: (85) 3366 9223 – e-mail: ica@ufc.br – site: www.ica.ufc.br.

Campus da UFC em Sobral – Curso de Medicina. Setor de estudo: “Endocrinologia / Semiologia Médica / Internato” (1 vaga). Cargo: professor auxiliar. Contato: Av. Comandante Maurocélio Rocha Ponte, 100, Bairro Derby – CEP: 62042-280 – Sobral-CE. Fones: (88) 3695 4701 e 3695 4703 – e-mail: famedsobral@ufc.br – site: www.medsobral.ufc.br.

Titulação, taxas, jornada e remuneração

De acordo com o Edital nº 102/2018, para o cargo de adjunto-A, no regime de 40 horas, com dedicação exclusiva, o candidato deve ter título de doutor. A taxa de inscrição é no valor de R$ 239,00 e a remuneração, de R$ 9.585,67.

Para assistente-A, o candidato deve ter título de mestre, e o aprovado cumprirá jornada de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. A taxa é R$ 165,00 e a remuneração será de R$ 6.627,43.

No caso do auxiliar, exige-se diploma de graduação, e o selecionado terá regime de trabalho de 20 horas semanais. A taxa de inscrição custa R$ 55,00 e a remuneração será de 2.236,30.

SERVIÇO

*Mais informações sobre o processo seletivo podem ser acessadas no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (https://bit.ly/2K4R6gg).

*Divisão de Concursos e Provimento da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas – (85) 3366 7407.

(Foto – Evilázio Bezerra)

General Theophilo emprega discurso da segurança pública em homenagem às mães

Para o pré-candidato do PSDB ao Governo do Ceará, General Theophilo, a campanha já está nas ruas. Melhor, já está nos lares. Com o discurso da segurança pública, o pré-candidato tucano desejou neste domingo (13), por meio de sua página no Facebook, “o melhor presente que cada mãe cearense merece ganhar é a certeza e a tranquilidade de que seus filhos e sua família não correm perigo quando saem de casa”.

“Temos que cuidar pra que isso aconteça logo. A vida das pessoas não pode esperar, cuidar disso é mais que urgente”, completou o tucano.

DETALHE – Neste domingo, a partir das 22 horas, na TV União, o programa Contexto Geral entrevista o General Theophilo.

Assaltantes capotam carro em avenida de Fortaleza após colisão com outro veículo

Um acidente grave na avenida Raul Barbosa deixou dois feridos por volta das 6 horas da manhã deste domingo, 13. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o carro que causou a colisão, de modelo Honda Fit e cor prata, era dirigido por assaltantes que haviam realizado roubo a uma residência no bairro São João do Tauape, em Fortaleza. O veículo capotou e bateu com outro carro, de modelo Ford Fiesta azul. Os criminosos fugiram a pé e deixaram os bens roubados no local.

O acidente ocorreu próximo à a descida do viaduto da avenida, após o condutor do Honda Fit perder o controle do veículo na descida, sentido Aerolândia, vindo do bairro Dionísio Torres. O carro invadiu o meio-fio, capotou, e bateu no Ford Fiesta, que seguia no sentido contrário, na outra faixa da avenida.

As duas vítimas, que estavam no Ford Fiesta, foram socorridas por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Uma delas ficou em estado grave por ficar presa nas ferragens e ter ingerido muito sangue enquanto aguardava socorro. Nenhum dos suspeitos pelo ocorrido foi preso até o momento.

(O POVO Online)

Eunício garante R$ 1 milhão em emenda para Casa do Estudante

292 2

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), anunciou a liberação de R$ 1 milhão para a Casa do Estudante, em Fortaleza. Beneficiado pela moradia, quando estudante universitário, Eunício destaca que a verba complementa o trabalho do deputado estadual Danniel Oliveira (MDB), que também teria destinado emendas para a Casa do Estudante.

Ceará registra chuva em 50 municípios neste sábado

Apesar de média intensidade, o Ceará registrou chuvas, neste sábado (12), em 50 municípios, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A maior precipitação, de 48 milímetros, ocorreu em Beberibe, no Litoral Leste do Estado, a 79 quilômetros de Fortaleza.

Outros municípios com chuvas de média intensidade foram Maranguape (28 mm), Icapuí (25,6 mm), Camocim (25,1 mm), Sobral (24,5 mm), São Gonçalo do Amarante (23,4 mm), Pentecoste (23 mm), Limoeiro (23 mm), Trairi (22 mm) e Horizonte (21 mm).

Em Fortaleza, apesar dos fortes ventos registrados na noite dessa sexta-feira (11), a maior precipitação ocorreu no bairro Água Fria, com oito milímetros, seguido do bairro Messejana, com 2,6 milímetros, e Castelão, com 1,2 milímetro.

Para este domingo (13), Dia das Mães, a Funceme prevê possibilidade de chuva em Fortaleza somente na madrugada, com céu parcialmente nubrado no decorrer do dia.

(Foto: Arquivo)

Cariri recebe centro de tratamento a usuários de drogas

A população de 19 municípios da região do Cariri passou a contar com um equipamento fundamental para orientação, acolhimento e encaminhamento de usuários de drogas e seus familiares para a rede assistencial (SUS e SUAS), além de capacitar atores da temática, fomentar pesquisas e promover ações de prevenção. Nesta sexta-feira, 11, a vice-governadora do Estado, Izolda Cela; e o secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Will Almeida, inauguraram o Centro de Referência sobre Drogas (CRD) Cariri.

“O CRD Cariri é um irradiador da SPD em toda a região, oferecendo caminhos a quem precisa para a superação das drogas”, disse Izolda Cela durante discurso na solenidade de inauguração. A vice-governadora lembrou o papel do Estado de acolher e encaminhar as pessoas que necessitam de ajuda para as estruturas de atendimento disponíveis, dotadas de profissionais qualificados.

O equipamento fica localizado no Centro Multifuncional de Serviços do Cariri, no Centro de Juazeiro do Norte; e proporcionará a interiorização da ações da SPD de uma forma ainda mais efetiva. O CRD Cariri operará nos mesmos moldes do CRD de Fortaleza, que fica situado na sede da Secretaria, no bairro Jacarecanga. Trata-se da primeira unidade governamental do tipo, voltada à temática de dependência química, a funcionar fora da capital cearense, oferecendo serviços totalmente gratuitos e sem a necessidade de agendamento. O atendimento ocorrerá de segunda a sexta-feira, no horário das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

“Hoje é um dia de grande alegria para toda a equipe da SPD. Uma meta traçada foi cumprida. O CRD Cariri é uma realidade e torna-se, desde já, a porta de entrada a todo cidadão da região para que obtenha o apoio necessário para a solução dos problemas relacionados à dependência química”, destacou o secretário Will Almeida ao falar durante a concorrida solenidade. “O nosso objetivo é resgatar o máximo de pessoas dessa situação de vulnerabilidade”, apontou o gestor, enaltecendo a parceria com a administração municipal de Juazeiro do Norte.

O CRD Cariri conta com estrutura que inclui recepção, auditório, sala de atendimento individual e sala de gerência. A operacionalização foi possível graças a parceria firmada entre a SPD e a Prefeitura de Juazeiro do Norte, que viabilizou a disponibilização de recursos humanos. Os funcionários municipais que atuarão no Centro de Referência, incluindo psicólogo, assistente social e enfermeiro, além de motorista, recepcionista, auxiliar administrativo e auxiliar de serviços gerais, passaram por treinamento especial para atuarem junto ao público que enfrenta problemas relacionados ao uso abusivo de álcool e outras drogas.

(Governo do Ceará)

O sinal do que pode ser uma boa notícia

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (12), pelo jornalista Érico Firmo:

A redução do índice de homicídios é a primeira boa notícia na segurança pública em muito, muito tempo. Discreta e isolada, mas ainda boa notícia. A queda é de 2,6% no índice de assassinatos. Quase nada diante do descalabro que vivemos. O referencial de comparação é abril de 2017, mês de indicadores horripilantes. Porém, a melhora precisava começar de algum lugar. E finalmente ela veio. Foram 13 meses seguidos de aumento nos homicídios do Estado. Ainda que seja pequena, a melhora é boa notícia. Traz a esperança de que possa ser o início de um processo. Fortaleza, que puxou a alta dos homicídios, tem queda já pelo segundo mês. E até expressiva, de 14,9%. A questão é: vai continuar?

A resposta é: provavelmente. Em abril, o Ceará teve 368 assassinatos. Média superior a 12 por dia. Lembra da chacina do Curió e São Miguel? Até janeiro deste ano, era a maior da história do Ceará. Pois, estatisticamente, é como se tivesse havido uma chacina como aquela todo dia durante o último mês, e ainda mais uma morte. É terrível.

Mas, a comparação é feita em relação ao mesmo período do ano anterior. E o ano passado é o referencial mais sombrio possível. Em maio de 2017, foram 471 homicídios. Em junho, 474. Julho, 475. Agosto, 460. Setembro, 461. Outubro, 516 – quanto se atingiu o pior resultado da história. Então, a chance de haver um ciclo de queda pelos próximos meses é muito grande. Abril passou longe de ser algo que se possa considerar positivo. Todavia, para haver aumento de homicídios em relação ao ano passado, a quantidade de crimes precisará crescer muito em relação ao que existe hoje.

Com tudo isso, a notícia, depois de mais de um ano, da redução de homicídios é alentadora. Sozinha, significa pouco. Todavia, traz a expectativa de que inicie ciclo de melhoria. Não será fácil nem rápido. Mas, se sustentada ao longo de um ou dois anos, quem sabe devolverá o Ceará a patamar civilizado em relação à violência. No longo prazo.

A possibilidade é concreta, mas ainda é só possibilidade. Por ora, é fato isolado. Ainda assim, teria de haver um primeiro mês da sequência que se espera longa. Que seja este.

Redução de homicídios é importante porque significa menos vidas perdidas e ponto. Porém, é inegável que o resultado, se persistir, pode ser alívio e tanto para o governador Camilo Santana (PT). Conforme apontei, a perspectiva de haver novas melhoras (afinal de contas, o referencial de comparação é extremamente negativo) é bastante provável ao menos até outubro. É justamente o mês da eleição, na qual o governador tem na segurança pública o calcanhar de Aquiles.

Não que a melhora dos indicadores – e esta é da casa dos 2% – vá resolver o problema político da segurança. Atenua. Porém, já houve sequência de quase dois anos inteiros, de 2015 a 2016, de redução da criminalidade nas estatísticas. E o medo é mecanismo que atua de forma sorrateira no psicológico. Enraiza-se e se torna difícil de remover. Um episódio – e têm sido muitos e dramáticos – é o bastante para deixar as pessoas assustadas.

Jericoacoara assegura oito novas subestações de distribuição de energia elétrica

A Vila de Jericoacoara, no município de Jijoca de Jericoacoara, no Litoral Oeste do Ceará, a 287 quilômetros de Fortaleza, garantiu oito novas subestações de distribuição de energia elétrica para os próximos 20 anos. Atualmente, a vila conta com nove subestações.

A ampliação foi acertada nesta semana, após reunião do prefeito Lindbergh Martins com o executivo Sérgio Araújo, responsável pelo licenciamento ambiental da Enel (Ente Nazionale per l’Energia Elettrica), ao atender parceria entre a Prefeitura Municipal de Jijoca de Jericoacoara, o Governo do Estado e a Enel.

“É uma grande conquista, pois a demanda há muito tempo era bem maior que a oferta. Desde a época em que energia era gerada por motor. E agora vai significar um marco, tanto para o conforto dos nativos como para os negócios do turismo”, ressaltou Lindbergh Martins.

(Foto: Arquivo)

63% de aprovação – Camilo e o efeito segurança

2684 6

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (12):

Abril registrou a maior aprovação de Camilo Santana à frente do governo em mais de três anos de gestão.

Segundo pesquisas internas a que a coluna teve acesso, a aprovação do Governo é de 63% contra 27% de desaprovação. O restante, para completar os 100%, é de quem não se manifestou.

Entre ótimo, bom e regular, a gestão chega a 78%. O ruim/péssimo é de 17%. Outro dado chama a atenção: enquanto a segurança pública é a área mais reclamada pela população, com 55%, é também a área onde as pessoas reconhecem que Camilo mais tem trabalhado para tentar resolver o problema. Ou seja, a coisa anda ruim, mas o Abolição não passa a imagem de comodismo.

Investimentos em estradas e educação vêm na sequência, com boa avaliação.

As pesquisas têm animado o governador, que não baixa a guarda. Ele tem mantido agenda de trabalho e de entrega de obras pelo Estado de domingo a domingo.

Eleições 2018 – Oposição discute estratégias ao Palácio da Abolição

O senador Tasso Jereissati e o pré-candidato a governador, General Guilherme Theophilo (PSDB), coordenaram nesta sexta-feira (11) uma reunião com representantes de partidos de oposição. O encontro, que contou com lideranças do PSDB, PROS, Solidariedade e Partido Verde (PV), foi realizado no escritório do senador e discutiu estratégias da pré-campanha de oposição.

Ao final da reunião, Tasso Jereissati destacou a “sintonia entre aquilo que o General apresentou como suas ideias e as aspirações que as oposições representam”, assegurando que durante a próxima semana haverá novos encontros para a discussão das coligações proporcionais.

“Teremos novos encontros para discutir os aspectos das coligações partidárias e, em seguida, definir a nossa candidatura ao Governo. Uma candidatura de todos os partidos de oposição”, disse o Senador.

Participaram da reunião, ainda, os deputados federais Danilo Forte (PSDB), Raimundo Matos (PSDB) e Genecias Noronha (SD), o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PSDB), os deputados estaduais Capitão Wagner (PROS) e Carlos Matos (PSDB), os vereadores Plácido Filho (PSDB) e Célio Studart (PV) e os dirigentes do PSDB cearense, Francini Guedes e Fernando Façanha.

(Foto: Divulgação)

E por falar em retorno social de investimentos…

Com o título “Retorno social do investimento”, eis artigo de Haroldo Rodrigues Júnior, sócio e fundador da Investidora de Impacto in3citi. Ele comenta tema do momento que, sem dúvidas, precisa ser replicado nestes tempos de negócios politicamente ajustados ao custo social. Confira:

As nossas ações diárias criam e destroem valores; elas transformam o mundo ao nosso redor. Impactos são criados. Porém, podem ir muito além daquilo que pode ser capturado em termos financeiros, até porque, em grande parte, é esse o único valor que é mensurado e contabilizado. Como resultado, valores que podem ser comprados e vendidos adquirem maior significado e muitas outras dimensões importantes ficam de fora. Decisões tomadas com foco no impacto financeiro são frágeis, é essa a trajetória dos investimentos no Brasil.

Portanto, é imperioso a definição de valor para as mudanças causadas por um investimento. Empresas com propósito, como as empresas B, redefinem o significado do sucesso empresarial por meio do valor social sobre o investimento financeiro.

O Retorno Social do Investimento – SROI, mensura e contabiliza este conceito de valor muito mais amplo, pois busca reduzir a desigualdade e a degradação ambiental e melhorar o bem-estar ao incorporar custos e benefícios sociais, ambientais e econômicos.

O SROI mede mudanças que são relevantes às pessoas ou às que experimentam essas mudanças ou que contribuem para elas.

O SROI conta a história de como as mudanças estão sendo criadas ao medir os resultados sociais, ambientais e econômicos e utiliza valores monetários para representá-los. Isso permite que uma proporção entre custos e benefícios seja calculada. Por exemplo, a proporção 3:1 indica que um investimento de R,00 resulta em R,00 de valor social.

Assim, pergunte-se: qual o retorno social dos investimentos na coleta seletiva e reciclagem de resíduos sólidos no seu território? Quais os indicadores de mudanças pactuados com você? Percebem-se mudanças na valorização do seu ambiente urbano? Houve desobstrução das redes de macro e microdrenagem? Houve inclusão social? É essa a grande transformação que os investimentos sociais geram na sociedade, é esse o propósito das empresas que têm os negócios de impacto em seu DNA.

*Haroldo Rodrigues Jr.

haroldo@in3citi.com

Sócio Fundador da Investidora de Impacto in3citi.

MPF obtém decisão que permite ressarcimento de R$ 97 milhões em multas aplicadas pela AMC

2422 1

A Justiça Federal do Ceará determinou que a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) apresente documentos que demonstrem os nomes de todos os cidadãos e valores pagos por eles em razão de multas aplicadas indevidamente nos anos de 2003 e 2004. As multas foram anuladas a pedido do Ministério Público Federal do Estado. Somadas, representaram arrecadação de R$ 97 milhões. Na decisão, de março deste ano, há também determinação para que a autarquia repasse aproximadamente R$ 4,9 milhões devidos ao Fundo de Segurança e Educação no Trânsito (Funset). O valor corresponde a 5% do que foi arrecadado com a aplicação de multas que foram anuladas após o questionamento feito em ação civil pública por improbidade administrativa movida pelo MPF.

A apresentação dos nomes dos cidadãos e do valor das multas, como destaca o procurador da República Oscar Costa Filho, vai permitir que as pessoas possam pedir administrativamente ou judicialmente o ressarcimento. A informação é da assessoria de imprensa do MPF do Ceará.

O MPF ingressou, em 2005, com ação de improbidade administrativa em função de irregularidades cometidas pela AMC em 2003 e 2004. Além aplicar multas indevidamente, a autarquia deixou de fazer repasses obrigatórios ao Funset. “A fiscalização do trânsito é extremamente necessária, e as estatísticas demonstram que os acidentes estão diminuindo, mas não podemos fazer isso desrespeitando os direitos constitucionalmente garantidos”, ressalta Costa Filho.

O cumprimento da sentença judicial foi debatido em audiência pública realizada nesta sexta-feira, 11 de maio, entre o procurador e representantes da AMC. Durante a audiência, o superintendente da AMC, Francisco Arcelino Araújo Lima, sinalizou com a intenção de buscar o parcelamento dos R$ 4,8 milhões que a instituição deve ao Funset.

Nomes de agentes

O procurador da República e os representantes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania conversaram ainda sobre o andamento de dois outros procedimentos que tramitam no Ministério Público Federal. Eles acordaram um prazo de 30 dias para a divulgação de nomes e matrículas de agentes de trânsito no site do órgão municipal na internet. A publicização das informações está prevista em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Resolução Contran nº 709) e o cumprimento da norma no Ceará vem sendo acompanhado por Costa Filho. Em 45 dias, será disponibilizado levantamento com o quantitativo de multas aplicadas por agente.

(Foto – Jarbas Oliveira)

O PT de José Pimentel não desistiu da vaga de senador

454 2

José Pimentel (PT) não desistiu do desejo de postular reeleição ao Senado, o que já chegou aos ouvidos do governador Camilo Santana. Principalmente depois que Cid Gomes (PDT) virou alvo de denúncias da JBS.

Algumas alas do PT, inclusive, vão se reunir nesta noite de sexta-feira, na sede do partido, para tratar de eleições, tendo um ponto de pauta que considera fundamental: lutar pela vaga de senador que ocupa no momento.

(Foto – Agência Senado)

Presidente do Instituto Cearense de Endocrinologia ganhará a Medalha Boticário Ferreira

O médico endocrinologista Renan Montenegro, fundador e presidente do Instituto Cearense de Endocrinologia (ICE), instituição ligada ao Hospital Universitário Walter Cantídio da UFC, é o mais novo agraciado com a Medalha Boticário Ferreira. A solenidade de entrega da comenda ocorrerá no próximo dia 16, às 19 horas, no plenário da Câmara Municipal de Fortaleza. O requerimento é de autoria do vereador Luís Gadelha.

Renan Magalhães Montenegro é graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), com Residência Médica em Endocrinologia e Metabologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Tem Doutorado em Farmacologia também pela UFC e atua em pesquisa, principalmente nos seguintes temas: Neuroendocrinologia, em especial Acromegalia e Tumores Neuroendócrinos e Distúrbios da Tireoide.

É professor da UFC e médico do ambulatório de Endocrinologia do Hospital Universitário.

O Céu de Maio – Tá bonito pra chover

296 3

Com o título “O céu de maio”, eis artigo da jornalista Domitila Andrade, que pode ser conferido também no O POVO desta sexta-feira. Ela revisita sua infância, seu torrão e os carinhos de mãe em clima chuvoso, do jeitinho que está se vendo no Interior cearense. Confira:

Quando descia a Chapada do Apodi, vindo do Tomé em direção a sede de Limoeiro do Norte, a imensidão sertaneja era de falhar o ar do pulmões. Era um mergulho e as cores iam se misturando. O alaranjado dos paredões de rocha, o verde esmaecido da caatinga, e o céu. Fecho os olhos e revejo aquele firmamento: lilases, azuis, vermelhos, rosas… Se não há como o luar daquelas paragens, para mim é o lusco-fusco que me enamora.

Trazendo um sertão dentro do peito, moro em Fortaleza há 13 anos e ainda tenho fixação naquele céu, que não se replica com facilidade nas bandas de cá. O céu daqui é feito de outras tintas, acho. Lindas, mas o mar empresta tons outros para a abóbada. Anos atrás, tomava um café em um recanto simples do José Bonifácio e fui tomada pelo meu céu. Me senti descendo de novo a Chapada, quase senti o cheiro da tapioca de minha mãe. Era maio. Desde então, anseio por todos os maios e os céus sertanejos que vêm visitar Fortaleza.

Sei que não reparo sozinha. Tanto que dá o quinto mês e as timelines se enchem do firmamento nuançado. Mais que o entardecer da Praia de Iracema, em maio toda Cidade é cenário. Subindo e descendo os viadutos de dentro dos carros na BR; das janelas do Benfica; refletido pelas faces espelhadas dos prédios do Meireles; dividindo espaço com o Castelão. De gente conhecida ou desconhecida, nativos da Capital, ou das minha brenhas que vieram fazer a vida aqui, vejo as fotografias e agradeço. É feito um acalanto.

Este ano, maio já vai contando onze dias e anda branco. Toda noite, a Cidade toma banho, e os dias seguem pálidos. Vinha sentindo o coração amiudar da possibilidade de não reencontrar meu pedaço de sertão na paleta do céu. Mas me atinei: e se este ano, em meio a trégua de seca, os céus fizeram o caminho inverso? E se o céu carregadinho de chuva daqui foi passear pela caatinga também? Assim, fiz as pazes com o céu e com maio. É esperança derradeira e é também prece. Agora, anseio por junho.

*Domitila Andrade

domitila@opovo.com.br

Jornalista do O POVO