Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Novo secretário estadual da Cultura assume nesta 2ª feira

“Ex-Coordenador de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC, o jornalista Paulo de Tarso Bernardes Mamede será empossado nesta segunda-feira (16) Secretário da Cultura do Estado do Ceará. A solenidade ocorrerá a partir das 16 horas no Edifício São Luiz, na Praça do Ferreira (Rua Major Facundo, 500, Centro).

Paulo Mamede foi convidado pelo então Reitor da UFC René Barreira, em 2003, a coordenar o Marketing Institucional da Universidade, incorporado à Coordenadoria de Comunicação Social em 2007.

Neste segundo momento, durante a gestão do Reitor Ícaro Moreira, assumiu a titularidade do setor, onde se destacou como um dos responsáveis pela reestruturação da rádio Universitária FM e pela criação de produtos jornalísticos como a revista Universidade Pública, o Jornal da UFC, o programa de rádio Jornal da Educação e o programa UFC TV.”

(Site da UFC)

VAMOS NÓS– Paulo Mamede assume uma semana depois. Tomara que a Secult não vá nessa velocidade.

Revista IstoÉ cita líder do PDT no caso do escândalo com verbas do Pro-Jovem. Ele rebate

Reportagem da revista IstoÉ traz detalhes do escândalo envolvendo o Ministério do Trabalho e o Instituto Mundial de Desenvolvimento e Cidadania (IMDC), uma Organização Social de Interesse Público de Minas Gerais que teria movimentado mais de R$ 640 milhões em recursos públicos, via Pro-Jovem. O caso é investigado pela Polícia Federal.

Segundo a revista, no Ceará, a atuação de Deivson Oliveira Vidal, que comanda o IMDC, é atribuída no Ceará ao líder do PDT na Câmara, André Figueiredo. Ele teria responsável, de acordo com a matéria, pela escolha do Instituto para um convênio entre a organização e a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará. Semana passada, André foi instado sobre o caso, na última semana, mas ainda não se pronunciou.

No Ceará, diz a matéria “a atuação de Vidal é atribuí­da ao líder do PDT na Câmara, André Figueiredo. Ele teria sido o responsável pela escolha do IMDC para o convênio de R$ 7,6 milhões entre a secretaria do Trabalho do Ceará e o instituto”.

* Confira a matéria aqui.

Outro lado

Nesta segunda-feira, procurado, O líder do PDT André Figueiredo garante não conhecer essa entidade e que ela venceu uma licitação nacional realizada pelo Ministério do Trabalho. Vê maldade ao incluir seu nome e o nome do ex-secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado, Evandro Leitão.

Ciro Gomes terá apoio informal de peso

anamariacalcante

A médica pediatra Anamaria Cavalcante, que foi secretária da Saúde do Governo Ciro Gomes, está colaborando com a gestão do ex-ministro nessa área. Mas informalmente. Não quer ter cargos, pois dedica-se hoje à academia.

Anamaria Cavalcante é nome dos mais competentes e conhece, como ninguém, a problemática da saúde. Essa é a opinião corrente em matéria de gestão da saúde.

Vale lembrar também que ela teve passagem marcante na Escola de Saúde Pública e na Sociedade Brasileira de Pediatria, onde focou sempre a luta contra a mortalidade infantil.

Cine Ceará – Deu espanhol na final

holleva

A 23ª edição do Cine Ceará fez jus ao nome de festival ibero-americano ao dedicar grande parte das sessões deste ano ao cinema contemporâneo português e ao consagrar sábado, em sua noite de premiação, realizada no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura de Fortaleza – o longa-metragem espanhol “Emak Bakia”, do diretor Oskar Alegria.

O documentário de Alegria, que narra a busca de uma casa na costa basca, na qual o lendário artista norte-americano Man Ray fez seu primeiro filme de vanguarda em 1926 (“Leave Me Alone”), levou o principal prêmio da noite, o Troféu Mucuripe de melhor filme, além de US$ 10 mil.

Alegria, que esteve em Fortaleza durante a semana para apresentar o filme, mas precisou deixar o país para participar de outro festival, foi representado no palco pela coordenadora geral do Cine Ceará, Margarita Hernández, que falou ao telefone com o vencedor e leu uma mensagem dele ao público.

* Boa parte dos participantes do Cine Ceará já deixou Fortaleza. A maioria falando maravilhas do evento.

(Foto – Divulgação)

Cientista que não acredita na tese do aquecimento global dá palestra em Fortaleza

174 1

Luiz-Carlos-Molion

O professor Luiz Carlos Molion, PhD em Meteorologia e em Proteção Ambiental, dará palestra nesta segunda-feira, a partir das 19 horas, na Unifor, sobre o tema “Mudanças Climáticas: Mitos, Verdades e Perspectivas”.

Molion é conhecido como o cientista que não se curva aos ambientalistas radicais, porque discorda da tese de que o homem e suas emissões na atmosfera são capazes de causar o aquecimento global.

É dele a frase “Essa história de aquecimento global não passa de uma propaganda enganosa ditada pelos interesses econômicos dos países desenvolvidos”.

Defensores públicos do Ceará promovem a Semana do Mediador Comunitário

Tem início às 9 horas desta segunda-feira, no auditório da Defensoria Pública do Estado, a Semana do Mediador Comunitário. O encontro vai até sexta-feira a, com palestras e atividades sendo concluídas às 17 horas.

Haverá oferta de uma série de cursos. Entre eles, o Curso de Mediação Familiar/Comunitária, adianta a Associação dos Defensores Públicos do Ceará (ADPEC), sob comando de Sandra Sá.

 

Código de Defesa do Contribuinte traz o DNA do deputado estadual Heitor Férrer

heitor-ferrer

“A proposta do Código Estadual do Contribuinte, em tramitação na Assembleia, tem o DNA do deputado Heitor Férrer (PDT). Em 2005, o pedetista apresentou um projeto de lei instituindo normas gerais aplicáveis na relação tributária aos direitos e garantias constitucionais do contribuinte no âmbito da administração fazendária do Estado.

A matéria, porém, foi rejeitada e, agora, retorna à cena encaminhada pelo Governo do Estado. Ainda em 2005, o parlamentar, em sua justificativa, defendia a criação de um ordenamento jurídico que “ponha limites ao Estado no seu poder de tributar os cidadãos”.

Para ele, a criação de um colegiado representará a defesa dos interesses da sociedade, que terá a possibilidade de exercer “o controle social do uso do dinheiro público”.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Prefeito RC e Ciro Gomes fazem reunião para acertar parcerias na Saúde

179 4

prefeito-roberto-claudio

O prefeito Roberto Cláudio (PSB) terá reunião de trabalho, a partir das 10 horas desta segunda-feira, em seu gabinete, com o novo secretario de Saúde do Ceará, Ciro Gomes. Também participarão do encontro a secretária de Saúde de Fortaleza, Socorro Martins, e técnicos das duas secretarias.

Na pauta, as ações conjuntas entre os dois níveis de governo para garantir melhorias no atendimento na área da saúde, assegurando à população qualidade na rede primaria (postos de saúde) e na rede secundaria (hospitais).

Bom lembrar que o prefeito RC está reformando 60 dos 92 postos e deu ordem de serviço para construir 25 novos postos. Ciro prometeu acabar com o piscinão do HGF em 90 dias.

Na Corrida Pague Menos, controlador do grupo conclui percurso e faz aviãozinho

463 1

deusmarr

Esbanjava saúde, nesse domingo, durante a Corrida Pague Menos, o controlador do grupo, Deusmar Queiroz. Ele concluiu o percurso, ao longo da avenida Beira Mar, que reuniu mais de cinco mil participantes.

Deusmar chegou com direito a fazer aviãozinho. De fato, pode vibrar, pois o Grupo Pague Menos vai fechar este ano com quase 700 filiais no País e com faturamento lá nas alturas.

(Foto – Mauri Melo)

Ceará baixa ingresso para ter 20 mil torcedores contra o Oeste

magnatta

Magnata em alta.

“Os ingressos promocionais oferecidos pela diretoria do Ceará na partida contra o ABC, no último sábado, 14, resultaram em quase oito mil pagantes acompanhando a goleada do Alvinegro. Para o jogo contra o Oeste, amanhã, a diretoria decidiu repetir a promoção. O público esperado é de 20 mil pessoas no Castelão. Os bilhetes estarão à disposição dos torcedores, a partir das 10 horas de hoje, em duas lojas oficiais do clube, localizadas nas avenidas Barão de Studart e Oliveira Paiva. O valor do ingresso da arquibancada superior será de R$ 20 e o do setor especial, R$ 40. O setor premium terá o preço de R$ 60.

O presidente do clube, Evandro Leitão, falou sobre a expectativa de público para a partida. “Estou colocando o ingresso a R$ 20 e quero 20 mil torcedores no Castelão na terça-feira”, disse o dirigente, após o jogo contra o ABC. Com 29 pontos, o Ceará é o 12º colocado e pode terminar a 23ª rodada em 10º, caso vença amanhã e o Figueirense não conquiste os três pontos contra a Chapecoense.

Magnata goleador

Com três gols e uma assistência na partida contra o ABC, Magno Alves foi o destaque do Ceará em mais uma partida na Série B. De quebra, o atacante soma agora 26 gols no ano e chega ao topo da artilharia no Brasil.

Magno Alves, que atuou 45 vezes em 2013, tem média de um gol a cada dois jogos. Atualmente, divide a artilharia do ano com o atacante William, da Ponte Preta, também tem 26 gols. Magnata falou sobre a boa fase e elogiou o elenco alvinegro. “Estou ajudando e isso me deixa muito feliz, mas nada estaria acontecendo se não fosse o apoio dos meus companheiros. Todos nós trabalhamos muito pelos resultados e, graças a Deus, estou conseguindo ajudar com gols”, disse o jogador em entrevista para o site oficial do clube cearense.”

(O POVO)

Sérgio e Eliane Novais aguardam Campos para definir rumos do PSB

Vereadores de Fortaleza

“A reunião entre o governador e presidente do PSB no Ceará, Cid Gomes, com o governador de Pernambuco e presidente nacional do partido, Eduardo Campos, há uma semana, não foi o suficiente para abrandar o desentendimento entre os irmãos Novais e os Ferreira Gomes na seção estadual do partido. Pelo contrário, a posição de Cid diante da possível candidatura de Campos à presidência da República em 2014, piorou a situação, segundo o membro da Executiva Nacional do PSB, Sérgio Novais, que aguarda reunião com Campos para definir o futuro dentro da sigla.

Os irmãos Sérgio e Eliane Novais encabeçam o que se define como a “ala histórica” do PSB no Ceará e declaram apoio à candidatura de Campos. Em contrapartida, Cid tenta manter a aliança do PSB com o PT no Estado e estabelecer palanque para a reeleição de Dilma Rousseff (PT). “A candidatura de Campos no partido é um fato consumado. Já tivemos problemas em outros locais, mas no Ceará é onde está o imbróglio”, disse Sérgio.

Para ele, é incompatível que Cid insista em manter a relação com Dilma diante da quase certa candidatura de Eduardo Campos. O ex-presidente do partido no Estado criticou a afirmação de Cid de que tentará restabelecer a relação entre Dilma e Campos. “Está posto um grande mal-estar, uma desconfiança mútua. Estamos em situação delicada”, ressaltou Novais, que esteve reunido com a cúpula do partido, em Brasília, na última sexta-feira, mas ainda aguarda reunião com Campos para esta semana.

Mudanças

Apesar de Eliane e Sérgio já terem sinalizado para a possibilidade de saírem do partido e filiarem-se ao Rede, partido de Marina Silva, em fase de criação, ainda há a expectativa para eles de que seja Cid o membro a buscar outra filiação. “Por que eles não criam uma legenda para eles se é tão fácil criar uma no Brasil?”, disse Sérgio contra os irmãos Cid e Ciro Gomes.

Cid já manifestou que não pretende deixar o partido e é incisivo ao afirmar que manterá o apoio a Dilma. Nos bastidores, há articulações de Cid para reacomodar lideranças do PSB e de legendas como PRB e PMDB para outras siglas, com o objetivo de garantir um bloco de aliados, caso deixe o PSB em 2014. Ao site G1, após o encontro com Cid, Campos afirmou que diferenças de posições são normais em todos os partidos e que a opinião de Cid Gomes em apoiar a aliança com o PT não afeta a união do PSB. Mesmo assim, para ser forte em estabelecer um palanque seja para Dilma, seja para Campos, a sigla no Ceará ainda precisa estruturar bem as relações internas.”

( O POVO)

“Pior acordo ainda é melhor que a maior briga”, avisa Eunício

161 2

eunício trem bala

Em entrevista ao programa Trem Bala, na TV O POVO, na sexta-feira (13), o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) falou dos bastidores da sucessão do governador Cid Gomes. Apesar de afirmar que somente se decidirá sobre candidatura ao Palácio da Abolição, em abril do próximo ano, Eunício mandou um recado para os que tentam desarticular o seu trabalho de um dia governar o Ceará: O pior acordo ainda é melhor que a maior briga.

O senador disse ainda que não admite ser vice em uma chapa governista e que não teria problema, caso confirme sua candidatura, em enfrentar os nomes já postos como pré-candidatos governistas.

A entrevista do senador teria sido a gota d’água para que o vice-governador Domingos Filho deixasse o PMDB. O anúncio oficial teria sido formalizado nesse sábado (14).

(com informações da coluna Alan Neto)

Cid Gomes sugere que MPF dirija esforços para o combate ao tráfico de drogas

132 8

cig gomes

O governador Cid Gomes disse neste domingo (15), via Facebook, que o Ministério Público Federal (MPF) “cumpriria um grande papel para os cearenses se dirigisse parte dos seus esforços na identificação e denúncia dos responsáveis pelo tráfico de drogas, que são os grandes responsáveis pela criminalidade”.

A sugestão seria uma resposta do governador ao procurador da República no Ceará, Oscar Costa Filho, que na sexta-feira (13) criticou o secretário da Saúde do Estado (Sesa), Ciro Gomes, após o secretário ter se recusado a comparecer a uma audiência pública que discutiria o tratamento à base de equipamentos de eletrochoque pelo Sistema de Saúde do Estado. Para o procurador, “estilo” de Ciro Gomes (PSB) pode se tornar “o maior problema de saúde pública” do Ceará.

Cid Gomes destacou que mais de 200 pessoas opinaram sobre a sua sugestão e ainda colocou um link com várias matérias da atuação do MPF no combate ao tráfico de drogas.

A cereja da desmoralização

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (15):

Uma dupla levou uma viatura (descaracterizada) da Secretaria de Segurança do Ceará. Dentro do carro, uma pistola de uso privativo da polícia. Um policial foi rendido e entregou o carro.

É a cereja no bolo da desmoralização de uma política de segurança que não deu certo. O caso ocorreu na tarde de sexta-feira na Parquelândia. O incrível é que uma gangue atua tranquilamente por lá há bastante tempo sem ser perturbada pela Polícia. Só em agosto ocorreram 37 ocorrências iguais a esta.

A influência nacional do Ceará e vice-versa

109 1

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (14), pelo jornalista Érico Firmo:

Conforme a jornalista Hébely Rebouças informou no O POVO de ontem, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, disse que a definição do rumo do partido no Ceará nas eleições de 2014 caberá à presidente Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula. As circunstâncias federais sempre têm seu peso nas definições locais – em alguns lugares mais que outros, em variação relacionada também à conjuntura. Justamente devido às peculiaridades do momento, o peso do Estado na sucessão presidencial de 2014 tem particular relevo. Sobretudo por alguns dos personagens envolvidos. Primeiro, o governador Cid Gomes (PSB). Por derivação do irmão Ciro Gomes, ele já tem relevância própria nesse jogo de poder. Mas ganha peso extra pelo papel desempenhado dentro do PSB.

A provável candidatura presidencial de Eduardo Campos incomoda o PT não só pelo potencial eleitoral do governador pernambucano. O que mais preocupa os petistas é o fato de a força eleitoral de Campos se concentrar justamente onde Lula e Dilma obtiveram maiores votações em 2006 e 2010, respectivamente: o Nordeste. Essa é a medida do estrago que pode causar na candidatura da presidente à reeleição. Cid, por sua vez, é hoje o principal obstáculo dentro do PSB à confirmação do dirigente nacional do partido como candidato contra Dilma. Como escrevi em maio, o governador cearense é hoje mais útil ao Governo Federal que qualquer petista. Isso justifica em parte o peso estratégico do Estado para as definições nacionais.

Fator adicional é a presença de Eunício Oliveira na lista de pré-candidatos que mais disposição demonstram para a disputa. Líder do PMDB no Senado, tem trânsito livre na alta cúpula da sigla e foi incluído na lista de prioridades da legenda para as eleições do ano que vem. Além disso, controla a maior quantidade de delegados na convenção do PMDB que tem a palavra final sobre a posição nas eleições. O Ceará tem o terceiro maior número de votos, mas nos estados que ficam à frente as forças são divididas entre vários caciques, enquanto Eunício mantém o controle quase absoluto sobre os peemedebistas cearenses. Ontem, em entrevista à rádio O POVO/CBN, o senador disse considerar “quase impossível” que PMDB e PT não estejam no mesmo palanque no PT do Ceará.

Há ainda José Guimarães, líder do PT na Câmara, e o senador José Pimentel, líder do governo Dilma no Congresso Nacional. O segundo não entrou diretamente nas articulações para 2014, mas o primeiro vem sendo saudado como candidato a senador. A presença do deputado na chapa majoritária é hoje o ponto de honra para os petistas em relação aos arranjos eleitorais. O resto será mesmo determinado pelas circunstâncias a partir de Brasília. Isso ocorre em função de o Ceará ser determinante, também, para as duas mais estratégicas alianças do PT federal.

PMs tentam ocupar Palácio

Policiais militares que perderam o direito de exercer a função tentaram ocupar o Palácio da Abolição na noite dessa sexta-feira (13). Eles decidiram sair do local após acordo com a Casa Militar.

Integrantes do movimento informaram que um grupo de aprovados no último concurso de 2008 conseguiu ingressar na PM por meio de liminares, mas perdeu o direito após o Governo do Estado recorrer. “Estamos reivindicando a reintegração de 632 pessoas”, explica Pedro Jorge Castro, um dos aprovados.

Homens do Batalhão de Choque impediram a ocupação do Palácio. O tenente Diogo Moura, da Casa Militar, informou que uma comissão de cinco aprovados vai se reunir na manhã desta segunda-feira (16) com o chefe da Casa Militar, coronel Joel Brasil.

(O POVO)

Luizianne chama governo Cid de "fracassado"

98 10

luizianne lins

Durante o lançamento das candidaturas de Guilherme Sampaio e Elmano de Freitas à presidência do PT estadual e do PT de Fortaleza, respectivamente, na noite dessa sexta-feira (13), na sede estadual do partido, no bairro Benfica, em Fortaleza, a ex-prefeita e presidente estadual petista, Luizianne Lins, defendeu o rompimento do partido com o Governo Cid Gomes. “É um governo completamente fracassado, que tem provocado muito vexame ao povo do Ceará. Eu acho que o governador poderia ser mais trabalhador e menos extravagante, está todo muito sentindo muito isso. Por mim o PT já estava fora desse governo”, argumentou ela.

Luiziane disse esperar que o partido lance candidato próprio ao Governo do Estado em 2014, e que as candidaturas de Elmano e de Guilherme representa isso. “Já que o PSB E PMDB tem seu candidato acho que é legítimo o PT ter seu candidato”, disse a presidente estadual do PT, observando que, dessa forma, a presidente Dilma Rousseff, provável candidata do partido à reeleição no próximo ano, contaria com três palanques no Ceará. “Teremos três candidatos a governador pedindo votos para a presidente Dilma. Essa é certamente uma estratégia de fortalecer a candidatura dela”.

O POVO tentou contato com a assessoria de imprensa do Governo, mas as ligações não foram atendidas.

Cenário

Luizianne evitou fazer análise sobre as mudanças recentemente feitas na equipe de secretários pelo governador Cid Gomes, alegando que seu foco principal no momento é o processo interno de disputa pelo comando do PT, em Fortaleza e no Ceará. Mais do que os cargos, a campanha petista colocará em discussão duas teses: a de manutenção da aliança com o governador e seu grupo em 2014 e a de lançamento de candidatura própria, que Luizianne defende junto com apoiadores e aliados.

Com a reforma na equipe que Cid efetivou na última segunda-feira, dois deputados petistas que integravam o secretariado estadual – Camilo Santana, das Cidades, e Francisco Pinheiro, da Cultura, voltaram para Assembleia Legislativa. Ambos defensores da tese de que o PT deve priorizar a continuação no arco de alianças liderado por Cid e que governa o Ceará desde 2007.

Antigo desafeto de Luizianne, o novo secretário estadual de Saúde, Ciro Gomes (irmão do governador) tem criticado a gestão da ex-prefeita dizendo que Fortaleza sofreu um descaso na área nos últimos dez anos. A petista administrou a cidade entre 2005 e 2012.

(O POVO / Foto: Tatiana Fortes)

Unicef destaca Programa Agentes de Saúde criado no primeiro governo Tasso

304 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=mbwmDTG89MM&feature=player_embedded[/youtube]

O Programa Agentes Comunitários de Saúde é destaque no site do Unicef, que divulgou, nesta sexta-feira, o relatório mundial sobre a redução de mortalidade. Na sua home page a instituição reconhece o êxito do Programa criado no Ceará no primeiro governo Tasso Jereissati. Em um texto, o Unicef afirma que “o programa agentes comunitários de saúde no Brasil , que começou no estado do Ceará, em 1988 – tem sido um dos fatores mais importantes na redução da mortalidade em crianças menores de 5 anos em todo o país . Através de visitas às famílias em que são ensinados sobre a importância da amamentação, da higiene e vacinação , os trabalhadores de saúde têm sido fundamentais para reduzir a mortalidade infantil causada por pneumonia , diarréia , desnutrição, sarampo e outras doenças evitáveis.”

Além do texto, é apresentado um vídeo que mostra o trabalho de uma agende comunitária de saúde na preferia de Fortaleza. Na peça, a profissional faz um histórico do trabalho dos agentes comunitários e obtém depoimentos de pessoas, que relatam a precariedade do Estado com altas taxas de mortalidade infantil antes do início do Programa, no final da década de 80.

DETALHE – Foi no primeiro governo Tasso que o Ceará começou a controlar a taxa de mortalidade infantil, com o Programa Agentes Comunitários. Anos depois, no primeiro governo FHC, foi ampliado para todo o Brasil com o Programa Saúde da Família. O Ceará tem sido apontado como o estado campeão brasileiro em redução da mortalidade infantil.

PSB não cidista pede a Eduardo Campos reunião para tratar sobre os Ferreira Gomes

109 1

Sobre a pré-candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à presidência da República pelo PSB, a deputada estadual Eliane Novais, aliada do pernambucano, manda nota para o Blog explicando os porquês dessa disposição de Campos em meio à postura contrária do governador e presidente estadual do PSB, Cid Gomes. Confira:

Nobre jornalista Eliomar de Lima,

Acredito não ser novidade que o Partido Socialista Brasileiro (PSB) está elaborando uma plataforma política para apresentar ao País e, especificamente, ao Nordeste. A Fundação João Mangabeira vem, ao longo dos anos, promovendo intensos debates e seminários locais e nacionais que tem buscado abordar os principais gargalos que limitam a adoção de políticas públicas estruturantes no Brasil.

No nosso Estado, infelizmente, observamos que a maioria do PSB cearense está contra o pensamento majoritário do partido. O governador Cid, presidente estadual do PSB do Ceará, e o ex-deputado e secretário da Saúde, Ciro Gomes, dizem que não são de quinta coluna e que não gostam de “trairagem”, mas, em diversos momentos, demonstram uma posição de sabotagem interna à candidatura própria do PSB para a presidência da república. Acreditamos que não é possível conviver com essa contradição cearense. Divergir é bem diferente de fazer ataques para desqualificar uma candidatura de Eduardo Campos. Entre as várias declarações polêmicas, Ciro já disse que Eduardo Campos não possui proposta para o País. Já disse ainda que o presidente nacional do PSB não tem estrada, não conhece o Brasil e não tem nenhuma visão. Já disse que o PSB está numa posição esquizofrênica. Já o Governador Cid, ao fazer previsões eleitorais em uma entrevista ao jornal Valor econômico, projetou, de forma antecipada, que a candidatura de Eduardo Campos terminaria em quinto lugar numa disputa eleitoral para a presidência da república. Uma declaração que, no nosso entendimento, demonstra menosprezo não apenas por Eduardo, mas também pelo próprio partido socialista.

Diante disso, somos da opinião de que essa questão no estado do Ceará precisa ser resolvida. Para nosso grupo, é difícil o PSB conviver com essa contradição e, por isso, estamos solicitando uma audiência com presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, para também debatermos essa conjuntura local e nacional. Eduardo Campos tem mais de 20 anos de filiação ao PSB. Começou sua vida política como militante estudantil, na universidade. Acompanhou toda a riquíssima trajetória política de seu avô, o saudoso Miguel Arraes, um cearense e uma grande referência da esquerda no Brasil. A trajetória política de Eduardo Campos como parlamentar e governador o credenciam e reafirmam a bagagem para alçar vôos maiores na política.

Aproveito o espaço para anunciar que, além da audiência com o presidente do PSB, Eduardo Campos, nós vamos solicitar também ao presidente da Assembleia Legislativa e dirigente estadual do PSB, Zezinho Albuquerque, um encontro com os deputados cearenses da legenda para que ele possa nos apresentar um relato desta reunião ocorrida na última segunda-feira, em Recife, com o Governador Cid Gomes e com o Governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos.

Finalizo reafirmando nossa posição de defesa de uma candidatura própria do PSB para a presidência da república. Acreditamos que, desta forma, a população brasileira poderá ter alternativas de projetos progressistas e de esquerda para conduzir os rumos do País.

* Eliane Novais,
Deputada Estadual PSB/CE.