Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Assaltada agência do BB de Morada Nova

80 1

A agência do Banco do Brasil da cidade de Morada Nova (Vale Jaguaribano) foi assaltada por volta de uma hora da madrugada desta segunda-feira. Cerca de dez homens armados  com fuzis, usando roupas camufladas, com a ajuda de pelo menos três carros, estavam envolvidos na ação. Eles explodiram a Caixa-forte  do banco usando dinamite.

A Polícia fechou o cerco na área, mas, até agora, nada de pistas. Houve troca de tiros com os policiais.  Não se sabe ainda a quantia que foi roubada do Banco do Brasil de Morada Nova, mas sabe-se que os bandidos levaram dois sacos com dinheiro. O caso deixou moradores da cidade em clima de pânico.

Eunício está preparado para disputar o Governo em 2014, diz vice-prefeito

104 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Pb7DtKEAeS8[/youtube

O vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena, seguiu nesta madrugada de segunda-feira para Brasília. Na agenda dele, encontro com o presidente regional do PMDB, senador Eunício Oliveira, para traçar agenda de mais quatro encontros do partido no Interior, com encerramento da série em Fortaleza.

Gaudêncio Lucena garantiu que Eunício Oliveira é o nome do partido para disputar o Governo em 2014. “Eunício está à disposição”, afirmou o vice-prefeito de Fortaleza, destacando que o senador peemedebista está preparado para sair candidato.

O vice-prefeito aproveitou para fazer um rápido balanço sobre a gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Prefeito de Milhã atropela e mata agricultor

“O prefeito de Milhã (a 301,1 km de Fortaleza), Otacílio José Pinheiro Macedo, atropelou e matou, na manhã de ontem, um agricultor na estrada que liga a sede do município ao distrito de Carnaubinha.

A vítima, identificada pela polícia como Cícero Eudásio de Brito (32 anos), seguiria com sua moto pela contramão quando o veículo foi ao encontro do carro de Otacílio, que prestou atendimento à vítima, levando-a ao hospital do município. O prefeito foi liberado após se apresentar à delegacia de Senador Pompeu.

A força dos acontecimentos

115 4

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (16):

Milhares de pessoas nas ruas de Fortaleza movidas por uma única pauta: a insegurança pública. Sem UNE, sem CUT, sem a esquerda e sem os gabinetes de políticos, o movimento abrigou milhares de adesões espontâneas. Um ato civil, pacífico e ordeiro. A mais pura manifestação da cidadania cobrando o que lhe é de direito.

Nascido do incômodo de muitos, o ato germinou e cresceu divorciado da política tradicional. O movimento não tinha pais (porém, tinha mães). Tal característica deixou a esquerda desnorteada e a direita irresoluta. Ou vice-versa, como queiram.

Abrigo de nove entre dez partidos políticos, o poder trocou os pés pelas mãos, balbuciou algumas palavras desconexas e cambaleou em sua chocante incapacidade de oferecer as respostas que os manifestantes tanto pedem.

É evidente que sobrou também para a imprensa. Mal acostumadas com as primaveras, que são sempre tão parcas nos trópicos, parte das redações de nosso Ceará não soube o que fazer. Muitos de nossos jornalistas costumam retorcer a boca para o que não vem da política tradicional da esquerda militante.

Parte de nossa imprensa só ouviu, lá longe, os cães latirem, mas não perceberam a caravana da cidadania a passar célere e indignada, com suas mãos espalmadas pintadas do vermelho de sangue. Deram de ombros. No que diz respeito ao papel da imprensa, a pior das opções.

Assim como a nossa política, parte da imprensa não sabe lidar com o que surge espontaneamente na sociedade. Não havia sindicatos, não havia associações, não havia entidade de classe. Não havia financiamento público. A mobilização era exclusiva da cidadania privada a favor dos que os americanos do norte se acostumaram a denominar de “direitos civis”.

Direitos civis, direitos coletivos e direitos individuais. Não era um “Fora Sicrano” ou “Fora Beltrano”, palavras de ordem clássicas de quase todas as mobilizações organizadas no Brasil. Foi um ato que teve o Hino Nacional como trilha sonora.

Foi um ato em que as pessoas estavam preocupadas em colocar o copinho plástico de água em seu devido lugar: no lixo. Um ato movido pela gentileza. Sim, gentileza, coisa raríssima em nosso cotidiano tramado pela violência simbólica e objetiva.

Mas, voltando à imprensa, qual o seu papel em relação a movimentos como o da mão espalmada? Simples: cobrir. Abrir espaços em suas páginas para expor ao distinto público o que está acontecendo. Render-se às contingências da pauta oficial não é o caminho. Lamentavelmente, houve quem escolhesse tal opção.

A partir de um momento em que a articulação ganha corpo e representatividade no âmbito da sociedade, abriga-se dentro da lei e representa anseios justos, cabe à imprensa oferecer visibilidade aos acontecimentos e, se for o caso, até conceder apoio editorial.

Cabe à imprensa se engajar em causas pela cidadania, pelos direitos civis, individuais e coletivos. Ao longo da história da imprensa, tem sido esse comportamento a motivação maior de sua existência.

O pior dos mundos se dá quando, na ânsia de agradar ao poder que controla o tesouro, promove-se uma cobertura que rebaixa os acontecimentos, que os trata como algo banal, buscando sugar a força dos acontecimentos.

Cid Gomes terá audiência com a presidente da Petrobras nesta 2ª feira

O governador Cid Gomes confirmou que embarcará nesta segunda-feira para o Rio de Janeiro. Na agenda dele, audiência com a presidente da Petrobras, Graça Foster. O assunto é a busca de parceiro internacional que travará, mais uma vez, a partir de julho, na Coreia do Sul. Isso para que o sonho mais do que acalentando há décadas pelo cearense possa sair do papel: a refinaria premium II.

Bom lembrar que esse negócio da refinaria é coisa da época do Governo Virgílio Távora. De lá para cá, só serviu para eleger muita gente.

North Shopping oferece minicurso sobre cultivo de hortas

Neste mês dedicado ao meio ambiente, o North Shopping promoverá neste domingo um minicurso para conscientizar os clientes sobre a importância de se preservar a natureza.. Haverá o “Cultivo de hortas com garrafas pet” em dois horários: das 16 às 17 horas e das 17h30min às 18h30min, na Praça de Eventos – 1º piso. A inscrição será feita na hora, por ordem de chegada e é gratuita.

Serão disponibilizadas 50 vagas em cada turno e poderão participar pessoas a partir de 16 anos. O minicurso visa divulgar e estimular o cultivo de pequenos espaços com o intuito de melhorar a qualidade de alimentação das pessoas. “A horta pode ser, também, terapêutico pois muitas pessoas conseguem se ocupar cuidando destes espaços dentro de casa”, comenta o palestrante José Diones Araújo – mestrando em Fitotecnia na UFC. Ao final, todos os participantes receberão uma hortaliça plantada na garrafa pet.

BNB, Governo e Fetraece fecham acordo para renegociar dívidas rurais

“O Banco do Nordeste, o Governo do Ceará e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetraece) assinam, na próxima segunda-feira (17), acordos visando financiamentos de empreendimentos rurais e renegociação de crédito, no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar Pronaf). A cerimônia ocorrerá às 9h30min, no Palácio da Abolição, em Fortaleza (CE).

O primeiro acordo será assinado pelo governador Cid Gomes, pelo secretário do Desenvolvimento Agrário (SDA), José Nelson Martins de Sousa, e pelo superintendente do Banco do Nordeste no Ceará, João Robério Pereira de Messias. O objetivo é financiar agentes produtivos, contemplados pelo Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – PDRS (Projeto São José III), criado pelo Governo do Ceará, em parceria com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

No total, serão destinados recursos da ordem de R$ 24 milhões para implantação dos projetos, bem como sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário, com a finalidade de contribuir para o desenvolvimento sustentável desses empreendimentos cearenses.”

(Site do BNB)

Grupo Chocalho promove II Festival Intercolegial de Poesia Estudantil

140 2

O Grupo Chocalho de Cultura estará promovendo o II Festival Intercolegial de Poesia Estudantil. A diretoria da entidade mandou para o Blog o regulamento, com todos os detalhes. Confira:

1- OBJETIVOS

1.1- Levar para as Escolas Públicas e Privadas do Estado do Ceará um Projeto de Leitura e Escrita;

1.2- Colaborar no processo de permanência e sucesso dos estudantes na Escola;

1.3- Descobrir e dar oportunidade de surgimento de novos talentos, através da Poesia;

1.4- Incentivar e publicar a produção literária dos estudantes;

1.5- Formar leitores conscientes e críticos;

1.6- Popularizar e desenvolver no meio estudantil o gosto pela poesia.

2- PÚBLICO ALVO:

2.1- Estudantes regularmente matriculados e com frequência NORMAL nas Escolas Públicas e Particulares
do Estado do Ceará;

3- DAS INSCRIÇÕES

3.1.- Cada estudante poderá se inscrever, GRATUITAMENTE, sob pseudônimo, com até 03 (três) POEMAS INÉDITOS em 05 (cinco) vias digitadas, acompanhadas por CD.
Os originais não serão devolvidos;

3.2- Os estudantes poderão se inscrever, COM ATÉ 03 ( TRÊS ) TRABALHOS, nos seguintes níveis:

** Fundamental. I ( até o 5º ano )

** Fundamental II ( 6º até o 9º ano )

** Ensino Médio, ( 1º ao 3º ano );

3.3.- As inscrições poderão ser feitas até às 18 horas do dia 25 de junho de 2013 na SECRETARIA DE SUA ESCOLA ou no GRUPO CHOCALHO dia 28 de junho de 2013, na Casa de Juvenal Galeno – Rua General Sampaio, 1128 – Centro – Fortaleza – Ceará, CEP 60.020-030. Nesse caso, a data impressa no envelope, pelos correios, será o comprovante do cumprimento do prazo. Trabalhos, fora do prazo serão desclassificados. Os poemas, além de de escritos em papel ofício, deverão estar gravados em CD, ser assinados por pseudônimo e em outro envelope separado deve conter os dados do Autor, como: Nome Completo, Endereço Completo, E-mail, telefones, nome da Escola com Declaração confirmando que o aluno está REGULARMENTE MATRICULADO E COM FREQUÊNCIA NORMAL.

4 – DA SELEÇÃO E PRÊMIO

4.1- A Comissão Julgadora selecionará os 100 ( CEM ) melhores poemas, que farão parte do livro-prêmio II ANTOLOGIA DE POESIA ESTUDANTIL;

4.2- Entre os 100 ( CEM ) poemas, serão selecionados 18 ( DEZOITO ) poemas: 06 ( SEIS ) do Ensino Fundamental I ; 06 ( SEIS ) do Ensino Fundamental II e 06 (SEIS ) do Ensino Médio, para a GRANDE final que se realizará no dia 25 de julho de 2013 ( DIA DO ESCRITOR ), em local a ser definido pela COORDENAÇÃO DO FESTIVAL. Nesse mesmo dia será lançado o LIVRO-PRÊMIO. Os 03 ( três ) primeiros colocados em cada nível receberão prêmios ( TROFÉUS, LIVROS, PRÊMIOS DOS PATROCINADORES, ALÉM DE DIPLOMAS);

4.3- Todos os inscritos receberão DIPLOMA DE PARTICIPAÇÃO.

5- A COMISSÃO JULGADORA

5.1- A COMISSÃO JULGADORA será formada por pessoas de destaque em nossa vida literária ;

6. – OS CASOS OMISSOS SERÃO RESOLVIDOS PELA COORDENAÇÃO DO FESTIVAL.

Cid entrega a UPA do Conjunto José Walter

144 1

cidddol

 

O governador Cid Gomes (PSB) inaugurou, neste sábado, a Unidade de Pronto-Atendimento do Conjunto José Walter. O ato foi dos mais concorridos. Entre os presentes, o vice-governador Domingos Filho, o prefeito Roberto Cláudio, secretários como Camilo Santana (Cidades) e Arruda Bastos (Saúde), o ex-ministro Ciro Gomes e o secretário nacional de Gestão e Participação Popular do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro.

A UPA do Conjunto José Walter passa a integrar o plano de reforço da área da saúde da Copa das Confederações.

(Foto – Cláudio Barata)

Após ação contra deputado Osmar Baquit, MP recebe críticas

73 2

O Ministério Público Estadual foi alvo de duras críticas de parlamentares cearenses nesta semana. O afastamento de 22 gestores da Prefeitura de Quixadá no último dia 5, em decorrência da Operação Miragem, deflagrada pelo MPE e Polícia Civil, gerou reação. O deputado federal Danilo Forte (PMDB) foi à tribuna para defender a gestão do prefeito de Quixadá, João da Sapataria (PRB), e criticou a ação do MP, que ele classificou como “estardalhaço”. Na Assembleia Legislativa, o MPE virou alvo após denúncia contra o deputado estadual Osmar Baquit (PSD) por suposto envolvimento em ataques a emissoras de rádio, também em Quixadá.

Em relação ao prefeito, segundo Forte, o pedido de afastamento se deu “sem acusação formal, por medida cautelar”. Para ele, isso desestabiliza administrações e descontinua a prestação de serviços públicos. “Inverteu-se o paradigma. Agora todos são culpados até prova em contrário”.

O peemedebista dotou discurso semelhante ao de defesa da PEC 37, que busca tirar do Ministério Público o poder de investigação criminal. “Sou a favor de que as investigações sejam feitas pelos agentes competentes, qualificados para tal. Não podem juntar as duas ações. Quem investiga não pode fazer parte da ação judicial”.

O promotor de Justiça de Quixadá, André Clark, afirmou que o deputado desconhece as provas analisadas pelo MPE, que geraram a ação de pedido de afastamento. Segundo ele, já foi constatada fraude no caráter competitivo de licitações, o que está sendo investigado agora é se há outras irregularidades ou envolvidos.

Denúncia da PGJ

Na Assembleia, foi o deputado Perboyre Diógenes (PMDB) quem saiu em defesa de Baquit. O deputado do PSD foi denunciado, na última quarta, por suposta participação em ataques a emissoras de rádio. A denúncia partiu da Procuradoria Geral de Justiça e será julgada pelo Tribunal de Justiça (TJCE).

Na avaliação de Perboyre, houve exagero e “irresponsabilidade” do MP. Em seu pronunciamento, Diógenes se afirmou a favor da PEC 37 e disse que o MPE invadiu a competência das polícias Civil e Federal e que só participa de ações para “aparecer na televisão”.

O POVO tentou contato com Osmar Baquit, mas ele não atendeu às ligações. A reportagem tentou obter mais informações sobre a denúncia contra Osmar Baquit, mas a assessoria de comunicação da PGJ afirmou que não tinha informação sobre a denúncia. Já a assessoria de comunicação do TJCE informou que só teria como buscar informações sobre o caso se tivesse o número do processo.

(O POVO)

Cid não dá detalhes sobre milícias

126 6

Três dias antes do protesto por mais segurança na Capital, o Executivo lançou nota em que pedia para os manifestantes não levarem crianças para o ato, por suposto risco de haver ações violentas de “grupos partidários e marginais de uma milícia” que teriam se infiltrado no movimento. O “Fortaleza Apavorada” ocorreu de forma pacífica.

Durante cerimônia de posse da desembargadora Iracema do Vale à frente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), nessa sexta-feira (14), o governador Cid Gomes disse não ter detalhes sobre as “informações” que o Palácio da Abolição teria recebido a respeito de possíveis milícias infiltradas na manifestação “Fortaleza Apavorada”, na última quinta-feira (13).

O POVO – Que “milícia” o governo diz que se infiltraria no “Fortaleza Apavorada”?

Cid Gomes – O que houve foi notícia de que teriam pessoas infiltradas. O governo teve a preocupação de alertar.

OP – A nota falava em partido infiltrado. Quais?

Cid – A informação é que partidos se infiltrariam. Alertamos, pedimos acompanhamento. A notícia é que teriam. Não tenho detalhe.

OP – Não é vago acionar Ministério Público com base nessas informações?

Cid – Não era provável que tivesse movimentos políticos infiltrados ali? A nota cumpriu com o objetivo, que era respeitar o movimento e que acontecesse em paz. Talvez se nós não tivéssemos soltado a nota, movimentos políticos teriam se infiltrado, movimentos militares teriam se infiltrado.

OP – Que peso esse tema terá na eleição de 2014?

Cid – Não tô preocupado com isso, sinceramente.

OP – Não está preocupado por estar muito confiante?

Cid – Não, não, não. Veja bem. Eu (pausa) não acho razoável que seja misturada política com segurança.

(O POVO)

Segurança para todos

87 4

Sendo três mil pessoas (como avaliou a Polícia Militar) ou 10 mil (como registrou a organização do ato), sem sombra de dúvida, o movimento Fortaleza Apavorada atingiu o seu objetivo, ao promover mobilização bastante representativa do descontentamento da população com a precariedade da segurança pública no Ceará.

Não é sempre que um movimento, surgido há tão pouco tempo nas redes sociais, consegue reunir número tão expressivo de pessoas para uma passeata reivindicatória, como se viu na quinta-feira. É sintomático que um grupo de mulheres de classe média “apavoradas” com a violência que lhes bate à porta – e agindo fora das organizações políticas tradicionais (partidos, sindicatos ou ONGs) -, tenha alcançado tal feito: o movimento conseguiu extravasar o mal-estar generalizado que hoje atinge a todos, ricos e pobres.

E isso, mesmo após o “alerta” do Governo do Estado de que poderia haver uma “milícia” infiltrada no movimento, um ataque direto à organização do evento, com o intuito de desestabilizar seus integrantes. No entanto, o que se viu foi uma manifestação pacífica, com a participação de jovens, velhos, crianças e famílias inteiras.

O caso mostra que a situação da segurança pública em Fortaleza chegou a uma situação insustentável, exigindo resposta rápida das autoridades. A cidade tem hoje um dos mais altos índices de assassinatos do País: são 65 homicídios por 100 mil habitantes; São Paulo (a maior cidade da América Latina) registra 13 homicídios por 100 mil habitantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera “tolerável” a taxa de 10 homicídios por 100 mil habitantes. Acima disso, classifica a situação como “epidêmica”.

Isso sem contar os assaltos, que se tornaram rotina para quem ousa sair às ruas (a qualquer hora do dia ou da noite) ou mesmo para aqueles que estão em casa ou no trabalho. Ninguém, em nenhum lugar, se sente seguro.

Normalmente, a classe média consegue se se proteger, pagando por serviços, nas áreas em que o estado é ineficiente, como é o caso da educação e da saúde. Na segurança, como se vê, muros altos, cercas elétricas, carros blindados e segurança privada estão se mostrando inócuos. Seria promissor, portanto, se todos percebessem que, em segurança pública (e na maioria de outros casos) ou ela existe igualmente para todos ou ninguém se sentirá tranquilo.

(O POVO / Editorial)

Cid Gomes inaugura UPA do José Walter

144 1

O governador Cid Gomes e o secretário Arruda Bastos inauguram na manhã deste sábado (15) a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Conjunto José Walter. O equipamento funcionará 24 horas, inclusive domingos e feriados, e servirá para o fortalecimento do atendimento à saúde para a Copa das Confederações.

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), a nova UPA recebeu investimentos de R$ 5 milhões, sendo que R$ 1,2 milhão foram utilizados na aquisição de equipamentos.

Primeira-dama lançará documento sobre situação da infância em Fortaleza

232 1

carolbezer

O gabinete da primeira-dama Carol Bezerra vai lançar segunda-feira, às 8h30min, no Paço Municipal, o documento “Perfil Municipal de Fortaleza – Infância em Fortaleza: Aspectos Socioeconômicos a partir dos dados Censo 2010”. O estudo foi feito pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), em parceria com o gabinete da primeira-dama. Segundo Carol Bezerra, serão divulgados indicadores referentes às crianças e adolescentes de zero a 14 anos. O perfil vai fornecer subsídios para o município desenvolver políticas públicas e vai orientar estudos sobre a realidade de Fortaleza.

Na ocasião, serão divulgadas ainda as diretrizes para elaboração do Plano Municipal pela Primeira Infância em Fortaleza que tem como objetivo atender a uma necessidade do município de organizar e racionalizar os programas, projetos e ações voltados para o desenvolvimento da Primeira Infância.

O evento contará com as presenças da promotora de Justiça e coordenadora do Centro Operacional de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOPIJ), Antônia Lima Sousa, da superintendente do Instituto da Infância (Ifan), Luzia Laffittte, e do diretor-geral do Ipece, Flávio Ataliba.

(Com Site da Prefeitura)

Jornalista lança livro sobre Campanha Cultura de Paz em Maracanaú

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=TZxf4mIPGpA[/youtube]

A jornalista Elza Ferreira vai lançar às 19 horas desta sexta-feira, no Museu de Arte Contemporânea da UFC (Campus do Benfica), o livro “Comunicação Pública e Cidadania: Um estudo de caso sobre a campanha Cultura de Paz em Maracanaú”.

Ex-assessora de comunicação na gestão Roberto Pessoa (PR), Elza Ferreira chegou de Brasília e conversou com o Blog sobre esse seu primeiro trabalho.

Copa das Confederações – Decon terá guichê no Aeroporto de Fortaleza

O que a Copa das Confederações não faz…

O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor do Ceará (Decon) vai inaugurar um guichê de atendimento no Aeroporto Internacional Pinto Martins na próxima segunda-feira, a partir das 17 horas. Segundo a secretária-executiva do órgão, Ann Celly Sampaio Cavalcante, hora de receber denúncias de turistas no que se refere a problemas nas relações de consumo (extravio de bagagem, overbooking, problemas com hotéis, etc).

Detalhe: o guichê vai funcionar durante 24 horas nos meses de junho, julho e agosto. Para os meses seguintes, será avaliada a necessidade do horário de funcionamento de acordo com a demanda. O consumidor, para ser atendido, deve apresentar RG, CPF e documentação referente à denúncia.

SERVIÇO

* Telefone do Decon – 0800.2758001.