Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Uece é a melhor universidade pública estadual do Norte/Nordeste e Centro-Oeste

Saiu o Ranking Universitário Folha (RUF) 2019. Nele, uma boa-nova para a Universidade Estadual do Ceará.

No levantamento, ficou na 10ª colocação entre as universidades estaduais do Brasil e na 12ª entre as mais jovens do país. A Uece ainda ocupa o 1º lugar no Norte, Nordeste e Centro-Oeste entre as instituições federais de ensino superior que possuem menos de 50 anos de fundação.

De acordo com avaliação do RUF, a Uece encontra-se entre as 100 melhores universidades do País. Comparado ao ranking de 2018, a universidade cearense subiu duas posições, passando da 57ª para a 55ª colocação geral.

No aspecto “Internacionalização”, também merece destaque, pois subiu do 87º para o 48º lugar geral. Em “Ensino”, a Uece passou da 92ª para 85ª posição.

O levantamento da Folha avaliou ainda 18 cursos da Uece – Administração de Empresas, Biologia, Ciências Contábeis, Computação, Educação Física, Enfermagem, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química e Serviço Social.

No ranking dos cursos no Ceará, Medicina Veterinária, Nutrição e Serviço Social ocupam, mais uma vez, a 1ª colocação entre os melhores do estado.

(Foto – Arquivo)

Novo Plano Diretor – Mensagem cria Conselho Gestor já está na Câmara Municipal

Já tramitando, na Câmara Municipal de Fortaleza, uma mensagem do prefeito Roberto Cláudio (PDT) criando o Conselho Gestor que promoverá audiências públicas nos bairros da Capital sobre a revisão do Plano Diretor.

A informação é do vereador Dr. Porto (PRTB), adiantando que esse Conselho Gestor terá um total de 30 membros.

“Na composição, vão ser 15 representantes da Prefeitura e da área técnica e mais 15 representantes entidades da sociedade civil”, explica o vereador.

Segundo Dr. Porto, a previsão é de que essa mensagem seja aprovada ainda neste mês.

(Foto – CMFor)

Governadores pressionam em Brasília pela manutenção do Fundeb; Camilo Santana integra o bloco

O governador Camilo Santana (PT) vai participar, nesta terça-feira, ao lado dos demais governadores do País, de reunião sobre o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), o fundo que financia a modernização e valorização da educação no País e que tem prazo de vigência se encerrando em 2020. O encontro será com a relatora da comissão especial sobre o Fundeb, deputada Professora Dorinha (DEM-TO). O deputado federal Idilvan Alencar (PDT), vice dessa comissão, também participa do encontro.

Segundo Idilvan Alencar, a ordem é pressionar o governo Jair Bolsonaro para que o Fundeb vire um fundo permanente na área da educação. Ele afirma que todos os municípios praticamente dependem dos recursos desse fundo para bancar o setor.

A deputada federal Professora Dorinha (DEM-TO) informou nessa segunda-feira ao site Congresso em Foco que tão logo tenha recebido todas as sugestões ao seu relatório sobre o Fundeb vai marcar uma reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para encaminhar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

O texto da deputada do DEM na comissão especial aumenta a participação da União no Fundeb dos atuais 10% para 40% gradativamente até 2030. O tema preocupa o governo federal e há temor de a economia vinda com a reforma da Previdência seja anulada. O índice defendido pelo Ministério da Educação é de 15%.

Ciro diz que uma reaproximação com o PSDB de Tasso não é provável, mas seria um “reencontro”

“Não é provável que haja desdobramento eleitoral mas, se houver, algum dia, não será nada mais do que um reencontro”, disse, nesta terça-feira, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ao ser indagado sobre troca de elogios com o senador Tasso Jereissati.

Desde a disputa eleitoral de 2010. quando o ex-presidente Lula optou por apoiar Eunício Oliveira (MDB) e José Pimentel (PT) para o Senado que os dois estavam afastados politicamente.

Ciro lembrou ter boa relação com Tasso, mas reiterou ser improvável a reaproximação. O cenário atual do País colocou o PSDB apoiando as reformas do governo Jair Bolsonaro, enquanto o PDT faz oposição.

Ciro e Tasso se reencontraram outra vez nessa segunda-feira, quando de um debate, na Assembleia Legislativa, sobre os 30 anos da Carta Estadual. Na época da promulgação da Carta, o tucano era o governador do Estado.

Sobre a disputa de 2022, ele reiterou que continua firme e trabalhando para sedimentar seu nome à Presidência da República. Vai passar os próximos 12 dias viajando pelo Brasil, em ritmo de palestras.

Nesta tarde de terça-feira, Ciro ainda terá compromissos em Brasília. Divulga um diagnóstico sobre a gestão Bolsonaro, dentro do chamado Observatório Trabalhista do PDT e, na parte da tarde, participará de audiência pública na Comissão Especial da Câmara que trata sobre endividamento dos brasileiros.

O ex-ministro expôs, na última campanha presidencial, uma proposta para recuperar a dívida dos brasileiros e é isso o que vai abordar nesse encontro, atendendo a um convite do deputado federal Idilvan Alencar, membro da comissão.

(Foto – Divulgação)

 

R$ 3,9 milhões – Ceará quer liberar recurso de emenda para construção de moradias de pescadores

Os deputados federais José Airton Cirilo (PT) e Domingos Neto (PSD) tentam nesta terça-feira (8), em Brasília, a liberação de R$ 3,9 milhões de emenda parlamentar para a construção de mil moradias para pescadores e aquicultores.

Os dois parlamentares estarão acompanhados do secretário executivo de Pesca da Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), Antônio Nei de Sousa.

A busca terá início pelo Ministério da Agricultura, quando o secretário executivo do Ceará apresentará os projetos voltados para a construção das habitações.

“Esse projeto das casas dos pescadores, marisqueiras e trabalhadores marítimos é muito importante para os povos do mar, por isso estamos apoiando essa iniciativa”, comentou o deputado José Airton Cirilo.

(Foto: Arquivo)

Camilo é o entrevistado nesta noite na GloboNews

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), é o entrevistado do programa Roberto D’Avila, na GloboNews, na noite desta segunda-feira (7), a partir das 23 horas.

Camilo irá falar sobre segurança pública, índices da educação, economia, além do atual cenário político.

Há pouco, o governador do Ceará postou em sua página no Facebook as imagens do estúdio da GloboNews.

(Foto: Reprodução Facebook)

Colégio Santo Inácio terá data de aniversário comemorada com sessão da Assembleia Legislativa

102 1

O diretor do Foro da Justiça Federal no Ceará, juiz Alcides Saldanha, e a deputada estadual Patrícia Aguiar estão entre os homenageados da sessão solene em comemoração aos 59 anos do Colégio Santo Inácio.

A sessão está marcada para o próximo dia 21, na Assembleia Legislativa, e ocorrerá às 9 horas, porque haverá uma marcha dos atuais alunos do estabelecimento até a sede do poder Legislativo, situado a cerca de 500 metros da escola.

Esse evento festivo atende a um requerimento do deputado Evandro Leitão (PDT), também ex-aluno.

(Foto – ALCE)

Artigo – “STF: Um ponto fora da curva”

80 2

Com o título “STF: Um ponto fora da curva”, eis artigo de Irapuan Diniz de Aguiar, advogado e professor. Ele lamenta decisão do Supremo que permite corrupto delatado defender-se em processos por último.Confira:

Ao decidir, por maioria, anular sentenças condenatórias dos corruptos, sem previsão legal, porquanto inexiste qualquer dispositivo na legislação penal ou processual penal que a tanto autorize, determinando, assim, do nada, que o corrupto delatado defenda-se por último, o Supremo Tribunal Federal concorreu para criar condições da instalação de um verdadeiro caos no judiciário em termos de segurança pública, porquanto sinalizou com o claro risco para que criminosos comuns e violentos assassinos, assaltantes, estupradores, traficantes de drogas e de armas e contrabandistas sejam beneficiados em processos condenatórios de quadrilhas, em que, sempre que um ou mais bandidos confessem e incriminem os outros.

Busca, agora, o STF, aplicar à malfadada decisão o instituto da preclusão (não pedido oportuno de direito), prequestionamento (pedido de recursos em todas as instâncias) e prova do dano pela condenação. Acontece que a preclusão e o prequestionamento somente valem para o réu ter acesso a recursos e nunca para o exercício do seu direito constitucional de ampla defesa. A consequência desta despropositada sentença em favor dos corruptos, sem, como se disse, nenhuma base legal, foi a de criar um enorme problema no capítulo da segurança pública, representado pelas referidas anulações dos processos e a possibilidade da soltura de milhares de delinquentes violentos em todo o território nacional. Este o drama por que passa a mais alta Corte de Justiça do país na busca de encontrar um mecanismo que permita apenas aos corruptos usufruir da aberrante decisão proferida. O “jeitinho brasileiro” merece a reprovação da sociedade.

Ora, é falaciosa a tese de ofensa ao princípio constitucional do contraditório e da ampla defesa do delatado, já que este direito resta plenamente assegurado na instrução processual, independentemente de sua intimação para falar nos autos. Dessa forma, não comporta a alegação segundo a qual, sob tal fundamento, a defesa seja prejudicada. Se, ‘falar por último’ já se constituía, simplesmente, uma técnica processual da autoridade policial ou judicial e não numa exigência legal, a arguição da supressão de direito se dissolve diante do avanço tecnológico hoje existente, em que, acusados e acusadores, têm acesso em tempo real, online, de tudo o que os autos contêm podendo, a qualquer tempo, se assim desejarem, peticionar, contraditar ou se manifestar, em qualquer fase da tramitação do processo, sobre fatos novos dos quais, eventualmente, não venham a ter conhecimento. A forma, por conseguinte, não há de se sobrepor ao conteúdo até porque, como enfatizado, não houve cerceamento do exercício da ampla defesa.

O temor do ‘efeito cascata’ da decisão alcançando dezenas de casos já julgados da operação ‘lava-jato’ beneficiando corruptos em prejuízo da sociedade é visível. Passando uma régua sobre o tema, o ministro Dias Toffoli,visando minimizar os efeitos propõe que só sejam revistas sentenças em que os réus acusados questionaram ainda na primeira instância o formato de apresentação de considerações finais nos processos e em situações em que fique demonstrado que houve prejuízo com essa negativa.

Cumpre, frente a esta proposta, questionar: como fica o princípio da isonomia em relação àqueles que não questionaram mas se situam nas mesmas condições?

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado e professor.

(Foto – Agência Brasil)

30 anos da Constituição – Tasso e Ciro participam em debate na Assembleia Legislativa

77 1

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), ambos ex-governadores do Ceará, participaram há pouco de debate na Assembleia Legislativa, em comemoração aos 30 anos da Constituição Estadual. A mediação é do presidente do Legislativo do Ceará, deputado José Sarto (PDT).

Ciro Gomes criticou a política econômica nacional, comprometida por uma perversa taxa de juros dos bancos. O ex-ministro lembrou que, enquanto há banco que cobra 34% de taxa de juros no Exterior, no Brasil a mesma instituição financeira eleva a taxa para mais de 200% ao ano.

“Aí falou o candidato a presidente”, disse Tasso, arrancando risos e aplausos da plateia. O senador tucano afirmou que concorda com alguns pontos levantados por Ciro e descorda de outros, mas destacou a visão do ex-ministro sobre a reforma da Previdência, diante da necessidade de revisão do cálculo da aposentadoria.

Ciro lembrou que o Japão levou 110 anos para uma população acima de 70 anos, enquanto o Brasil alcançou esse segmento em apenas 30 anos.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antonio Henrique, acompanhou o debate entre os ex-governadores do Ceará.

(Fotos: Reprodução/Divulgação)

Em Pacatuba, PDT dos Ferreira Gomes e o PSD de Domingos Filho vão travar luta pelo poder em 2020

O PDT vai ter candidato a prefeito na cidade de Pacatuba (Região Metropolitana de Fortaleza. O nome já está definido e será Renato Célio, filho do falecido prefeito Célio Rodrigues.

Segundo o presidente regional do PDT, deputado federal André Figueiredo, reeleito para essa função em convenção no fim de semana, Renato tem todas as condições de disputar. “Vou disputar e vou ganhar”, reforçou o pré-candidato.

O adversário é o prefeito Carlomano Marques, ex-deputado estadual que trocou recentemente o MDB pelo PSD, partido que integra, com seu presidente estadual, Domingos Filho, a base aliada do governador Camilo Santana (PT).

(Foto – Paulo MOska)

Faculdade Vale do Jaguaribe comemora 20 anos

FVJ comemora 20 anos com entrega de título Honoris Causa a Dom Adelio Giuseppe Tomasin e ao professor José Rosa Abreu Vale

A Faculdade do Vale do Jaguaribe vai comemorar seus 20 anos de atividades na próxima quinta-feira. O ponto alto da festa será a entrega do título de Doutor Honoris Causa a Dom Adélio Giuseppe Tomasin, bispo emérito de Quixadá, e ao ex-secretário da Educação do Ceará, José Rosa Abreu Vale. A cerimônia ocorrerá a partir das 9 horas, no Campus da FVJ, em Aracati (Litoral Leste).

Ao final da tarde de quinta-feira, a partir das 18 horas, será inaugurada a Linha do Tempo – FVJ 20 anos, com uma nova iluminação em sua recepção e homenagem aos seus colaboradores mais antigos.

José Rosa ao lado da escritora Giselda Medeiros.

A Faculdade

Com quinze cursos de graduação e outras dezenas de pós-graduação, a FVJ irradia sua expertise através de seus polos de pós-graduação no Ceará e no Rio Grande do Norte. A sede conta com um campus com modernas instalações, em uma área de cinco hectares às margens do encontro da CE-040 com a BR-116. Atende a mais de dois mil jovens, diariamente, oriundos de cerca de 10 municípios circunvizinhos.

Academicamente, a instituição obteve conceito 4 no MEC e suas revistas científicas estampam Qualis B2. Seu Núcleo de Práticas Jurídicas e seus Laboratórios de Enfermagem têm conceito máximo (Nota 5) no Ministério da Educação. Brinquedoteca, Clínica Escola e trail
ler para ações itinerantes permitem que projetos de extensão beneficiem cerca de meio milhão de pessoas em sua área de atuação ao ano, refletindo sua forte vocação e compromisso social, a exemplo do projeto da Escolinha de Futebol Jaguar Esporte Clube em Aracati e Fortim.

Homenageados

*Dom Adelio Giuseppe Tomasin é natural de Montegaldella, Itália. Veio pela primeira vez ao Ceará em 1962. Bispo-emérito da Diocese de Quixadá, é idealizador e fundador da Faculdade Católica Rainha do Sertão. Hoje preside a Fundação Quixadaense de Fomento, mantenedora do Remanso da Paz – Casa de Acolhida São João Calábria, que abriga, em regime semiaberto quarenta idosos, com atividades diversas, diariamente.

*José Rosa Abreu Vale é cearense, sócio da Momentum Consultoria, membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz – Seção Ceará e do Conselho ChildFund Brasil. Formado em Filosofia, mestre em Teologia, ocupou o cargo de Secretário da Educação do Ceará entre 1989 e 1991 e da Secretaria do Trabalho do Ceará de 1995 a 1998. Autor de vários livros, entre os mais recentes: “Nas Pegadas da Juventude” e “Por uma Escola Viva”. Tem, ainda, Pós em Sociologia do Desenvolvimento, Pós-Graduação em Educação pela Universidade de Estrasburgo, França e Pós em Comunicação Social pela Universidade Internacional de Estudos Sociais, em Roma/Itália.

(Fotos – Arquivo)

Aeroporto de Fortaleza ganha novas obras do cartunista Mino

O cartunista Mino, que já conta com murais no Aeroporto Internacional Pinto Martins, ganhou mais espaços para novas obras. Ele vai ocupar agora a área de check-in do terminal com 12 telas desenhadas exclusivamente para a Fraport, gestora, relacionando a aviação com a cultura nordestina.

Todos os trabalhos, segundo a assessoria de imprensa da Fraport, complementam as obras já existentes, que têm como tema “Ceará, terra da luz” e que estão fixadas próximas à Praça de Alimentação. O objetivo é homenagear a terra da luz, que recebe diariamente milhares de turistas.

“Fizemos questão de que fosse o Mino a dar continuidade ao trabalho que já tinha desenvolvido. Nas telas já existentes, também feitas por ele, é retratada especialmente a história da região e, agora, complementamos com os principais aspectos culturais. É um prazer contar com tal contribuição”, explica Andreea Pal, presidente da Fraport Brasil.

(Foto – Divulgação)

Porto do Pecém realiza o primeiro embarque de manganês

Uma operação inédita foi realizada em terminal portuário cearense no fim de semana: o primeiro embarque de manganês. Saiu do Porto do Pecém, situado em São Gonçalo do Amarante, após cinco dias de preparação e logística.

A carga, de 55 mil toneladas de manganês, deixou o Estado dentro do navio African Raptor, procedente do porto sul-africano de Durba e que estava ali atracado desde a manhã da última segunda-feira. O manganês foi extraído pela empresa Zeus Mineração Ltda, do município cearense de Pentecoste.

“Nos inspiramos numa operação realizada em St. John’s, no Canadá. Entramos em contato com o porto de lá e conseguimos adquirir um equipamento semelhante ao que eles usam. E hoje, enfim, estamos fazendo o uso desse equipamento pela primeira vez sem haver a necessidade de colocar essa carga no chão. Ou seja, uma operação ecologicamente correta”, informou Waldir Sampaio, diretor-executivo de Operações do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

O equipamento utilizado pela primeira vez no Pecém é chamado de “baia graneleira” (Bulkbraz). Possui alta eficiência operacional pois proporciona carregamentos rápidos de navios graneleiros. O primeiro embarque desse tipo de minério está sendo considerado um marco na história das operações do porto cearense.

Do Porto do Pecém o navio seguiu viagem para os portos de Bahodopi (Indonésia) e Tiasin (China), onde o minério será descarregado. O manganês (Mn), nome dado a um metal branco cinzento, é dotado de qualidades importantes à utilização na indústria siderúrgica.

DETALHE – No dia 25 de outubro um novo carregamento de manganês será exportado pelo terminal portuário cearense que faz parte do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

(Foto – Divulgação)

Artigo – “O Trabalho X O Capital”

160 2

Com o título “O Trabalho X O Capital” eis artigo de Eudes Xavier, ex-deputado federal pelo PT do Ceará. Ele aborda o Capitalismo nestes tempos digitais. Confira:

É preciso estudar e compreender algumas estratégias capitalistas para mudar para que tudo permaneça como está. Afinal, “a burguesia não pode existir sem revolucionar permanentemente os instrumentos de produção, portanto as relações de produção, portanto as relações sociais todas.” O redesenho e precarização que presenciamos nas relações de trabalho e emprego decorrem de profundas mudanças nos instrumentos de produção (através do uso intensivo da computação e tecnologia da informação) em andamento. Há, inclusive, um forte esforço no sentido de despersonificar e despersonalizar o capitalista enquanto patrão, escondendo, disfarçando e dissimulando as estruturas de comando, controle e gerenciamento: o “funcionamento” da empresa, na medida do possível, não dependeria de um local físico (a fábrica substituída pelo “home office” ou “vehicle office”…), nem de gerentes (os capatazes substituídos pelos algoritmos e dispositivos (“smart devices”))…

Os capitalistas (infelizmente para eles) ainda não conseguiram prescindir da força de trabalho dos seus empregados, nem mesmo daqueles promovidos a “empresários de si mesmos”: a solução que vislumbram é reduzir ao máximo a remuneração aos seus “colaboradores” numa perseguição mais que secular por reduzir custos e aumentar a taxa de retorno do capital. A estes mesmos colaboradores acenam com o sucesso do empreendedorismo, estimulam a liberdade de “fazerem o próprio horário” e a trabalharem a partir de suas próprias casa. Dessa forma tentam reduzir ainda mais seus gastos com aluguéis e outros insumos (“smartphones”, veículos…), transferindo-os para seus “colaboradores” (alguns encantados com as maravilhosas promessas das sereias).

Outro esforço dos capitalistas é no sentido de determinar ou pelo menos influenciar fortemente o funcionamento e os rumos do mercado (enquanto alardeiam aos incautos uma, tão ideal quanto falsa, primazia das suas (nada) livres forças). Não contentes com a influência sobre os consumidores através da máquina publicitária, lançam mão de diversos mecanismos para reduzir a utilidade dos próprios produtos ao longo do tempo, combinando a deterioração dos materiais empregados com a incompatibilidade intencionalmente pensada entre encaixes, peças, componentes e sistemas operacionais das sucessivas versões dos produtos. Trata-se da estratégia da obsolescência
programada.

Além do controle da vida útil dos produtos através a obsolescência programada, pretende-se a obtenção de parte da mais-valia circulante pós-venda mediante a abordagem de “produtos como serviços”: além da venda de recipientes com conteúdo (botijões de gás, galões de água…), “fideliza-se” os consumidores vinculando-os exclusivamente ao fornecedor; ao invés de vender e entregar um produto, estabelece-se um contrato de manutenção e reposição de insumos com exclusividade… Na área de Tecnologia da Informação tem-se como
exemplos o “outsourcing” de equipamentos, o aluguel de serviços de impressão e armazenamento “em nuvem”, e o caso clássico de “software” como serviço. Estes são esforços efetivos em favor da perseguida taxa de retorno sempre crescente.

Sobre Bitcoin e demais criptomoedas, percebe-se que os grandes capitalistas se preparam para prescindir de moedas nacionais na intermediação das transações entre si e, portanto, o Estado Burguês mais se restringe à função de muro segregacionista entre capitalismo e barbárie.

O Bitcoin é uma experiência. O que realmente interessa aos grandes conglomerados é a tecnologia (de cartórios intervalidativos) por trás das criptomoedas que os possibilitará prescindir das moedas emitidas por estados nacionais, eximindo-os de (todas?) tributações nas transações entre eles.

As moedas nacionais ainda perdurarão (por algum tempo) como meio para (uma parte das) pessoas físicas (vez que outra parte, em crescimento acelerado, está cada vez mais excluída do sistema).

O Estado Burguês é cada vez mais muro e menos ponte.

*Eudes Xavier

Ex-deputado federal  pelo PT do Ceará.

(Foto – ALCE)

Tudo pronto para a Semana Municipal de Prevenção e Redução de Desastres

A Defesa Civil de Fortaleza abriu, nesta manhã de segunda-feira, a Semana Municipal de Prevenção e Redução de Desastres. A ceimõnia de abertura ocorreu no North Shopping Jóquei com exposição de materiais e equipamentos utilizados pelo órgão. A programação vai se estender até o dia 13 com palestras, homenagens e simulado – também haverá programação aberta ao público.

O ponto alto será na quarta-feira, das 10h30min às 11 horas, também no North Shopping Jóquei, quando o coordenador da Defesa Civil de Fortaleza, Luciano Agnelo, falará sobre o trabalho desenvolvido na capital cearense. Haverá, ainda, oficina de pinturas para as crianças e doação de mudas, além de apresentação da Banda Integração da Guarda Municipal de Fortaleza.

Uma homenagem à Campanha Mão Solidária, no dia 11 de outubro, consta na agenda, além da terceira edição do III Passeio Ciclístico da Defesa Civil de Fortaleza. A concentração será a partir das 6 horas, na sede do órgão, ponto de partida e chegada do passeio. De lá os ciclistas sairão para um percurso de 15km, com parada programada na Vila do Mar.

 

SERVIÇO

*III Passeio Ciclístico da Defesa Civil de Fortaleza – inscrições abertas ao público através do link: https://tinyurl.com/y5qfgtse .

*Os participantes doarão 1kg de alimento não perecível, a ser entregue durante a distribuição dos kits, nos dias 9 e 10 de outubro, na sede da Defesa Civil de Fortaleza (Rua Guilherme Rocha, 1342, Centro).

Samuel Dias foi bem assediado na convenção do PDT

147 3

Samuel Dias e boas conversas com o líder do governo na Câmara, Ésio Feitosa.

Quem acabou ganhando loas e muitos abraços durante a convenção estadual do PDT, no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, sábado último, em Fortaleza, foi o secretário municipal de Governo, Samuel Dias.

Ali, chegou cedo e foi bastante assediado por vereadores e até membros de partidos aliados ao prefeito Roberto Cláudio.

Samuel Dias, dentro do seu estilo meio discreto, nada quis comentar sobre as eleições 2020. Preferia falar só das obras do pacote recentemente lançado pelo prefeito.

Vice-governadora recebe embaixador de Luxemburgo

84 1

A vice-governadora Izolda Cela recebeu, nesta manhã de segunda-feira, no Palácio da Abolição, a visita do embaixador de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger. Com ela, estavam o secretário de Relações Internacionais do Estado, Cesar Ribeiro, o secretário do Desenvolvimento Econômico Trabalho, Maia Junior, além do adido econômico na embaixada de Luxemburgo, Felipe Diniz.

Durante o encontro, Izolda expôs os “bons índices da educação no Ceará, do clima, tradições locais, economia e gestão”, informou sua assessoria de imprensa.

O objetivo do embaixador de Luxemburgo foi não só visita de cortesia, mas para tratar também de parcerias econômicas.

DETALHE – Camilo Santana cumpre agenda no Rio de Janeiro, como já informamos em postagem do Blog.

(Foto – Divulgação)

Camilo dá entrevista à GloboNews nesta segunda-feira

O governador Camilo Santana (PT) encontra-se no Rio de Janeiro.

Ali, grava para o programa do jornalista Roberto D’Ávila, da GloboNews, que deverá ir ao ar no fim da noite desta segunda-feira.

Será sabatinado, por exemplo, sobre vários assuntos que chamaram a atenção do País nos últimos meses como o desempenho do estado na área da educação e os recentes ataques criminosos.

Claro que não faltará também a relação que Camilo, como chefe de um executivo estadual e filiado ao PT, mantém com o governo de Jair Bolsonaro.

(Foto – Fábio Lima)

Artigo – “É só assinar aqui”

Com o título “É só assinar aqui”, eis artigo de Antonio Mourão Cavalcante, médico, professor universitário e antropólogo. Ele aborda empréstimo consignado. Será mesmo um empréstimo para salvar o servidor público  na hora de um aperto?. Confira:

O empréstimo consignado é uma operação de crédito muito cabulosa. Aparentemente a intenção é das melhores. Significa que o empregado ou algum outro tipo de servidor público pode apelar para o recurso, sem ter o vexame de apresentar uma porção de papéis e garantias. A operação é asséptica. Basta “assinar aqui” e pronto! A grana é liberada.

Posteriormente, como o barnabé autorizou a operação, haverá um religioso e indolor (indolor?!) desconto mensal no boleto. Contente por haver obtido uma grana tão generosa e de forma “quase” graciosa, o inditoso servidor mal sabe no que se meteu. Serão meses de sacrifício para saldar aquela dívida. Sem apelação. A parcela vem descontada lá de cima. Sem qualquer chance de atrasar ou “esquecer” o pagamento.

O pressuposto que move a engrenagem é que o salário é curto, muito curto e sempre aparecem as surpresas. Como não apelar para um crédito tão fácil? É só assinar…

Os defensores dessa modalidade de crédito propagam que se trata de uma ajuda prática e funcional para os momentos de aperto. É só assinar.

Para os aposentados, muitas situações beiram a tragédia. Claro que a aposentadoria é curta. Muito curta. E, para quem não sabe, a velhice é cheia de imprevistos: remédios, exames, transporte diferenciado e – mais importante! – a responsabilidade de socorrer familiares que se auto proclamam, muito necessitados.

E tome empréstimo: para pagar a moto do filho mais jovem, um puxadinho para receber a filha com a filhinha que foi abandonada pelo marido, o genro que está desempregado. Para não citar episódios ainda mais dolorosos: a grana do traficante que o filho ficou devendo e já jurado de morte. Tudo vem para cima do pobre coitado. As pressões e as ameaças são enormes. Sobra o consignado de boca aberta, esperando a presa cair…

Resumo dessa reflexão: somente a instituição financeira lucra com essa história. O risco da operação é zero. O governo, obsequiosamente, desconta e repassa os suados tostões que deveriam alojar-se no bolso do mísero aposentado. Esse negócio de consignado, mesmo sabendo que “vai quem quer” – ninguém os obriga – parece uma argumentação muito cínica. Longe de ajudar os aposentados, aprofunda a dependência, a exploração e a extorsão. O idoso não consegue impor sua vontade. É frágil e acuado. O consignado não foi inventado para ajudar o necessitado, mas para tomar – com muita ganância – os derradeiros trocados do pobre assalariado.

*Antonio Mourão Cavalcante,

Médico, antropólogo e professor universitário.

(Foto – Arquivo)

Shopping Benfica vai comemorar aniversário com bolo de 20 andares

O Shopping Benfica vai encerrar, na próxima quinta-feira, às 18 horas, a segunda edição do Reality Sabor do Bolo. O evento premiará o campeão com R$ 3 mil, insumos Dona Maria para investir na profissão e oficinas profissionalizantes no Instituto Gastronômico das Américas.

O Reality envolve profissionais da gastronomia que elaboram o bolo que, dia 30 deste mês de outubro, deverá ser distribuído entre a clientela desse polo e compras em clima de 20 anos de fundação.

Um júri – no grupo Matu Macedo e jornalistas como este repórter do Blog, escolherá o melhor sabor do bolo a ser confeccionado. O bolo terá 20 andares e será montado na Praça da Alimentação.

(Foto – Divulgação)