Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Trabalhadores encerram greve e duplicação da Avenida Alberto Craveiro é retomada

A obra de duplicação da avenida Alberto Craveiro, que integra o pacote da Copa das Confederações e Copa do Mundo, foi retomada nesta manhã de terça-feira. Estava paralisada desde o fim da semana passada porque os trabalhadores reivindicam acordo salarial e aumento da cesta básica, entre alguns benefícios.

Sob a mediação do prefeito Roberto Cláudio e do secretário da Copa-Fortaleza, Domingos Neto, empresários da construção pesada e o sindicato que representa os trabalhadores resolveram o impasse.

De acordo com o secretário Domingos Filho, eles aceitaram boa parte da pauta de negociação, principalmente o reajuste de 11% no salário.

Sindiágua alerta sobre mensagem do Governo com brechas para privatização da Cagece

314 4

Chegou à Assembleia Legislativa nesta segunda-feira uma mensagem do governo estadual alterando a lei que criou a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). A mensagem tramitará em regime de urgência e deverá ser votada nesta terça-feira.

Em nota, o Sindiagua alerta: a matéria abre uma “brecha legal” para uma possível privatização da companhia no futuro.

NOTA

Carta à sociedade e aos parlamentares cearenses

Em seus 30 anos de existência, o Sindiagua tem pautado sua atuação na defesa firme dos trabalhadores do setor de saneamento, na luta pela universalização do acesso à água e esgoto e na defesa da qualidade do serviço público de saneamento em nosso Estado. Estas bandeiras e valores fizeram com que o sindicato fosse uma das principais organizações a se insurgirem contra a privatização da água no período mais agudo do neoliberalismo, impendido diversas tentativas de venda da Cagece no passado.

Em respeito a essa rica história de lutas, a direção do Sindiagua vem novamente à público se manifestar contra uma nova tentativa de abertura dos serviços de tratamento e distribuição de água e de coleta de esgoto à iniciativa privada. Está tramitando na Assembleia Legislativa do Ceará, em regime de urgência (com votação prevista para esta terça-feira, 23 de abril), um projeto de lei (no 7.471) do Governo do Estado que visa alterar dispositivos da lei de criação da Cagece. O objetivo, segundo o Governo do Estado, é expandir a atuação territorial e econômica da companhia, inclusive para outras áreas como de resíduos sólidos, drenagem e geração de energia.

O Sindiagua é favorável à ampliação da atuação da Cagece. Porém, os artigos 1º e 3º do referido projeto abrem caminho para uma futura privatização da companhia, ao permitirem que a Cagece possa “coligar-se, associar-se ou consorciar-se a empresas privadas”, bem como “constituir parcerias e empreendimentos, no âmbito do seu objeto social, sem prazo determinado”.

Lembramos que países da América latina e da Europa que, no passado, privatizaram o setor de saneamento, estão voltando atrás – diante do aumento exorbitante das tarifas (600% na Bolívia), das constantes demissões de trabalhadores e da queda da qualidade do serviço. Na Itália, 95% dos eleitores votaram contra a privatização da água em um referendo realizado em 2011.

Defendemos, portanto, que os serviços de abastecimento d’água e esgotamento sanitário permaneçam como está hoje, ou seja, executados por empresa pública, no caso a Cagece, garantindo maiores investimentos do Estado ao setor.
Diante dos fatos relatados, da forma unilateral e antidemocrática como o projeto de lei do Governo do Estado chegou à Assembleia Legislativa – sem amplo diálogo com os trabalhadores e a sociedade – e tendo em vista a importância do saneamento para a saúde, meio ambiente e qualidade de vida da população cearense, solicitamos dos(as) deputados(as) estaduais que este projeto seja retirado de pauta até que haja uma ampla e democrática discussão com a sociedade civil e com a categoria dos trabalhadores e trabalhadoras do saneamento, em uma audiência pública, já requerida pelo Sindiagua, através do mandato da deputada estadual Eliane Novais.

Convocamos toda a sociedade, parlamentares e os movimentos sociais e sindicais a apoiarem nossa luta em defesa de um saneamento público e ambiental de qualidade, acessível a todos os cearenses. A água não é mercadoria. Água é um direito humano e um bem público essencial à vida e, por isso, não pode jamais cair nas mãos de grupos econômicos privados. Privatização da água não!

Direção do Sindiagua
22 DE ABRIL DE 2013

MP dos Portos – Ministro espera aprovação da matéria para 4ª feira

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dO6Zs15XcGg[/youtube]

A Medida Provisória de Modernização dos Portos deve ser aprovada em comissão especial nesta quarta-feira. A previsão é do secretário nacional dos Portos, ministro Leônidas Cristino. Ele confirma que o setor portuário deverá receber investimentos da ordem de R$ 54 bilhões.

Leônidas Cristino, sobre política, evitou falar de 2014 e sua possibilidade de sair candidato à sucessão do governador Cid Gomes.

Ceará tem carência de 122 juízes

“A situação de falta de juízes no município de Icó (a 358 quilômetros de Fortaleza), conforme mostrado ontem pelo O POVO, não é um caso isolado. O problema se verifica em praticamente todo o Estado, sendo que alguns municípios estão há meses sem magistrados em suas comarcas. De acordo com a Associação Cearense de Magistrados (ACM), atualmente há carência de 122 juízes no Ceará.

O Estado está dividido em nove zonas judiciais, cada uma com número diferente de comarcas. Em todas há déficit de juízes. Segundo o presidente da ACM, Ricardo Barreto, a situação mais delicada no momento se encontra na 9ª Zona, de Crateús, onde 22 das 28 vagas estão ociosas. “Existe uma forte preocupação com Crateús e suas comarcas adjacentes, tendo em vista o grande vazio de juízes na região e a complexidade própria daquela área do Estado”, afirma Barreto.

Outro quadro grave está no Centro-Sul. Na 2ª Zona, de Iguatu, há 25 cargos de juízes, mas somente sete estão preenchidos. Em Sobral, no norte do Estado – área da 7ª Zona – são 36 cargos, dos quais 14 estão vagos. Neste cenário, magistrados passam a responder por mais de uma comarca ao mesmo tempo, gerando aumento de tempo na resolução dos processos. “Assim o cidadão não vê o processo avançar e perde a confiança na Justiça”, afirma o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – secção Ceará (OAB-CE), Valdetário Monteiro.

Segundo ele, a falta de juízes implica diretamente na morosidade da Justiça e isso, em determinados municípios, acaba motivando os cidadãos a se utilizarem de meios violentos para “fazer Justiça”. Nessa situação, diz Valdetário, os advogados também são prejudicados, pois se veem atados em sua tarefa de intermediação. “Acaba sendo um dano à sociedade, à advocacia e à Justiça”, pontua.

O problema da falta de juízes no Interior se agravou nos últimos quatro anos, quando a estrutura do Judiciário na Capital foi ampliada. Nesse processo, magistrados que estavam nas comarcas do Interior foram chamados para as varas de Fortaleza, gerando desfalque nos demais municípios. Na última quinta-feira, 18, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) homologou o concurso para juiz substituto. Foram aprovados 38 candidatos, para 25 vagas, com formação de cadastro de reserva.”

(O POVO)

Roberto Pessoa se diz intimidado pela Secretaria da Fazenda

roberto pessoa

“O ex-prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa (PR) diz estar sendo alvo de tentativa de intimidação por parte do governo estadual, via Secretaria da Fazenda (Sefaz), após afirmar que Cid e Ciro Gomes (PSB) o estariam espionando. Pessoa é dono da Emape, empresa do setor avícola. A justificativa apresentada por Pessoa para a possível intimidação, se baseia no fato de que no dia 5 de abril, a unidade da empresa em Tianguá recebeu da Sefaz termo de monitoramento fiscal relativo a 2013. O documento foi expedido em 2 de abril, dois dias antes de o deputado federal Eudes Xavier (PT-CE) denunciar na Câmara dos Deputados que Cid e Ciro teriam contratado empresa para espionar Pessoa, mas só foi entregue um dia depois da denúncia.

O monitoramento da Sefaz está previsto em lei e pode ser aplicado a todas as empresas atuantes no Ceará. Pessoa diz, contudo, que a Emape não tem pendências tributárias. “Minhas empresas nunca foram fiscalizadas dessa maneira. Sei que qualquer empresário está sujeito à fiscalização. O que estranho é a cronologia dos fatos.”

Sefaz refuta

A assessoria de imprensa da Sefaz informou ao O POVO que “a partir de critérios técnicos previamente definidos pela Secretaria da Fazenda foram selecionados 4.429 contribuintes para serem monitorados no exercício de 2013 e encaminhados para as unidades executoras responsáveis”. Conforme a Sefaz, o planejamento do monitoramento é feito anualmente, e neste ano, foi encaminhado para as unidades executoras em 18 de fevereiro. Em 13 de março, a Célula de Execução da Administração Tributária em Tianguá emitiu o procedimento de monitoramento da Emape. Em 2 de abril, foi emitido o termo para informar a Emape sobre o monitoramento. A assessoria da Sefaz acrescenta ainda, que: “as empresas do Grupo EMAPE possuem 4 estabelecimentos Ativos, 5 Baixados a Pedido e 9 Excluídos, porém apenas um deles foi selecionado para o Monitoramento, com critérios absolutamente técnicos.”

(O POVO)

MP dos Portos deve passar em comissão especial nesta 3ª feira, prevê Guimarães

O líder do PT na Câmara dos Deputados, José Nobre Guimarães, afirmou, nesta segunda-feira, que a MP dos Portos, que promete investimentos em modernização do setor portuário na ordem de R$ 54 bilhões nos próximos quatro anos, vai ser votada nesta terça-feira. Isso, na comissão especial que trata do assunto. Guimarães preside essa comissão.

“Nós vamos estabelecer critérios para operacionalização dos portos. Vamos votar uma lei para tornar o setor competitivo e moderno”, destacou José Guimarães.

O parlamentar prevê que, até o fim de maio, essa matéria estará totalmente aprovada.

Barracas da Praia do Futuro – Procurador bate duro na Prefeitura

211 5

alessander

O procurador da República Alessander Sales criticou, na manhã desta segunda-feira, a atual gestão municipal em coletiva de imprensa sobre a ação que será julgada na terça-feira, relativa à possível demolição de 153 barracas localizadas na Praia do Futuro, em Fortaleza. A ação foi julgada em primeira instância, em 2011, e o juiz decidiu pela derrubada das barracas. A entrevista foi realizada no auditório do Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE).

Segundo Alessander Sales, a atual gestão municipal criou um grupo de trabalho “para estudar a realocação das barracas” na Praia do Futuro. “Nos causa espanto que a nova gestão cogite organizar um espaço onde não são permitidas edificações. Isso é ilegal. O Município vai cometer uma ilegalidade se organizar a orla porque ali é área de praia. Acho temerária a atuação administrativa da nova gestão”, apontou.

Ainda de acordo com o procurador, qualquer atitude nesse sentido a ser tomada pela Prefeitura desobedeceria as legislações federal e municipal e iria de encontro à postura municipal – que, ao lado do MPF e da União, move a Ação Civil Pública pedindo a retirada das barracas. Por isso, se o Município mantiver a proposta de organizar a orla sem remover barracas, afirma o procurador, a situação pode gerar análise por parte do MPF.

Além disso, afirmou Sales, poderia dar ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região a “falsa impressão” de que é possível organizar as barracas da Praia do Futuro. “O TRF5 pode decidir de forma incorreta por estar mal informado”, indicou o procurador.

Sérgio Novais torce por Eduardo Campos em 2014 e bate na gestão de Fortaleza

131 1

O ex-presidente estadual do PSB, Sérgio Novais, garantiu, nesta segunda-feira, que há um clima favorável à candidatura de Eduardo Campos a presidente da República. O objetivo é fechar um programa do partido para o Brasil.

Sérgio Novais, que viajou para São Paulo, em clima de check-up médico, também avaliou os 100 primeiros dias da gestão do prefeito Roberto Cláudio (PSB). Para Novais, que apoiou Elmano de Freitas, o candidato petista à Prefeitura, Roberto Cláudio ainda não mostrou sua marca.

Secretários de Cultura das Capitais discutem desenvolvimento sustentável

o secretário de Cultura de Fortaleza, Magela Lima, participa, nesta segunda-feira, em Brasília, da reunião do Fórum dos Secretários e Dirigentes de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas. O evento antecede a realização do II Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável – Desafio dos novos governantes locais (II EMDS), que ocorrerá de terça a quinta-feira, no Centro de Eventos Brasil 21, também em Brasília.

A pauta da reunião do Fórum dos Secretários e Dirigentes de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas inclui a apresentação do histórico do fórum, a situação atual da diretoria e a participação de representantes do Ministério da Cultura. Um primeiro encontro com novos dirigentes culturais, que, no encontro sobre desenvolvimento sustentável, avaliarão uma série de estratégias de projetos e negócios nessa área.

Ministério Público programa mais um ato contra a PEC 37

75 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SILc24zp_hM[/youtube]

O Ministério Público de todo o País vai realizar, na próxima quarta-feira, em Brasília, mais uma grande mobilização contra a aprovação da PEC 37, emenda que limita o poder de investigação de promotores e procuradores de justiça.

O Ceará vai participar do ato com grupo de procuradores estaduais e federais. O procurador da República no Estado, Márcio Torres, adianta detalhes dessa mobilização nacional.

Desemprego é também violência

violenciaa

Na Grande Fortaleza, hoje, segundo dados oficiais, há cerca de 150 mil desempregados. Eis um dado que, para especialistas, pesa, e muito, no ingrediente gerador de tanta violência.

Resta saber como estão as políticas públicas lançadas para amenizar esse quadro. No plano da prevenção, o Programa Ronda do Quarteirão, do Governo do Estado, por exemplo, fracassou, pelo que expõem várias reportagens sobre o tema.

Professores vão paralisar atividades pelos 100% dos royalties para a educação

novo cartaz 23, 24 e 25

Escolas do Estado e do  Município prometem paralisar as atividades nesta terça-feira. A luta é pelo projeto de iniciativa popular que garante 100% do pré-sal para o setor, além de reivindicações locais. A mobilização é de caráter nacional, com caravanas de professores fazendo ato também em Brasília junto ao Congresso Nacional.

Em Fortaleza, segundo a presidente do Sindiute, Gardênia Baima, haverá paralisação, com ato público em frente a sede da Secretaria Municipal da Educação.

Na quarta-feira, os docentes vão à Câmara Municipal pela manhã divulgar a campanha pela Escola Pública. Já na quinta-feira, às 14 horas, o Sindiute vai se unir ao Sindicato Apeoc numa grande passeata até a Praça do Ferreira.

Ciro inclui Izolda Cela na lista dos "governamentáveis"

izoldacela

Não é papo furado.

O ex-ministro Ciro Gomes, perguntado sobre nomes para disputar o Governo em 2014, fez questão de lembrar a secretária estadual da Educação, Izolda Cela.

Na última semana, em ato com prefeitos, a secretária da Educação estava como representante do governador Cid Gomes (PSB) que, segundo sua assessoria, estava com virose.

Abaixo o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA)

130 4

Com o título “Maioridade Penal”, eis artigo do advogado Edson Guimarães, que questiona o Estatuto da Criança e do Adolescente. Para ele, um manto que acoberta crimes de menores usados por grupos organizados. Confira:

Muito se tem falado sobre a mudança na maioridade penal em nosso País. Tudo em função do alto índice de crimes praticados por menores que se acobertam do manto que lhes proporciona o Estatuto da Criança e Adolescente – o famigerado ECA, para delinquir quase impunemente.

Desde intermediários de traficantes de drogas no transporte do produto ilícito a autores de homicídios em nome de seus lideres no crime, passando por assaltos, estupros e outras modalidades criminosas, os “menores” protegem-se sob o escudo do ECA. Em todos os recantos do Brasil, tem-se noticia de delitos praticados por menores e não é raro ter-se conhecimento de adolescentes e até crianças em cujos currículos já constam inúmeros crimes de morte. Tudo, em sua maioria, em nome do trafico e com outorga de seus lideres.

Tais delinquentes juvenis sequer são presos, quando pegos pela autoridade policial, sendo “apreendidos” e submetidos a medidas corretivas ou correcionais – como queiram denominar, isso se tiverem idade superior a 12 anos e inferior a 18 anos, uma vez que, se menores de 12 anos, sequer podem ser apreendidos por mais hediondo que seja o delito praticado.

O estatuto específico visa proteger o menor, enquanto cidadão, dando-lhe garantias que assegurem a dignidade humana e o possibilite uma vida social igualitária, formando um adulto responsável e cidadão. Quis o legislador, ao manter a limitação da maioridade penal prevista no Código Penal Brasileiro, evitar que menores fossem submetidos a abusos praticados por autoridades policiais arbitrárias, o menor infrator, aquele que pratica um ato infracional isolado e não o menor delinquente, contumaz na pratica delituosa, muitas vezes comandante de facções criminosas.

É preciso que se entenda que o Código Penal data de 1940, portanto com setenta e três anos de vigência, editado em uma época em que a sociedade brasileira vivia costumes outros, em que a comunicação não se fazia tão célere a ponto de tornar o mundo menor e trazer informações de toda ordem as pessoas de todas as idades. Uma época em que o respeito principalmente à família e aos semelhantes era a tônica da convivência social.

Infelizmente tais valores aos poucos estão se esvaindo, a família já não tem o mesmo conceito de antigamente, o respeito ao próximo esta cada vez mais distante dos conceitos sociais e a vida se acha banalizada. Os menores já não são tão puros e castos, esses mesmos menores recebem do estado, autorização para aos dezesseis anos escolherem seus mandatários e representantes, se faz imperioso que esse mesmo estado entenda que o menor que traça o destino da nação deve responder pelos seus atos na mesma proporção. Portanto que se decida com a urgência que as circunstancias exigem seja revista a maioridade penal no Brasil.

* Edson Guimarães – Advogado Especialista em Direito Eleitoral.

PSB cearense vai pedir à direção nacional que convoque Eduardo Campos sobre 2014

cid gomess

O governador Cid Gomes vai presidir reunião do PSB nesta segunda-feira. Às 19 horas, na sede partidária. Hora de discutir conjuntura estadual e principalmente nacional.

O partido deverá pedir oficialmente à cúpula nacional que marque uma reunião com o objetivo de ouvir o governador e presidente nacional da legenda, Eduardo Campos, se ele sera ou não candidato a presidente da República.

Cid e o seu irmão, Ciro Gomes, já disseram que apoiarão a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Enquanto isso, a história de que ambos podem deixar o partido continua rendendo na mídia local e também nacional.

Taxistas cobram direito a bandeirada intermunicipal

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=e7frBs1KVNg[/youtube]

Uma comissão do Sindicato dos Taxistas do Estado teve audiência com o governador Cid Gomes. No encontro, ficou acertada discussão com Detran e cooperativas de transporte alternativo sobre a possibilidade de os táxis também fazerem corridas com passageiros ao Interior. U novo encontro foi agendado com Cid para o dia 7 de maio.

Sobre essa questão quem conversou com o Blog foi o presidente do Sinditáxi,. Vicente de Paulo Oliveira.

 

Vereadora quer debate sobre Feira de Messejana

74 1

toinharocha

Por iniciativa da vereadora Toinha Rocha (PSOL), a Câmara Municipal realizará nesta segunda-feira, às 17 horas, na Escola Municipal Angélica Gurgel, uma audiência pública para debater a situação da Feira de Messejana.

“Ela é considerada uma das maiores feiras do Estado. Tem de tudo. Há uma diversidade de produtos, marcas e um colorido que atrai àqueles que a visitam. A proximidade com o Mercado de Messejana aumenta o fluxo de pessoas na feira. E, na praça onde se localiza o movimento comercial ao redor é intenso, pois é literalmente cercada de pontos comerciais”, diz Toinha.

A Feira de Messejana acontece diariamente, mas o fluxo de comerciantes e transeuntes aumenta consideravelmente aos domingos, o que necessita um debate para um melhor ordenamento, observa a vereadora Toinha Rocha.

Vitória da cidadania é…

303 1

murooll2

Finalmente, os protestos dos moradores do entorno do Colégio Profissionalizante Joaquim Nogueira (Bairro Parquelândia), do Estado, feitos neste Blog foram ouvidos. A direção da escola está demolindo muro e colocando grades, pondo fim a uma reivindicação de cerca de um ano.

Com isso, vem o melhor: os moradores terão de volta a calçada e, assim, ninguém correrá mais o risco de dividir a rua com os carros.

De parabéns, a Regional III, através da titular Fátima Canuto.

(Foto – Paulo MOska)