Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Qual é mesmo o produto que está em falta no Brasil?

Com o título “Qual produto está fazendo mais falta”, eis artigo de Régis Eric Maia Barros, médico psiquiatra e doutor em Saúde Mental – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da UNSP). Ele faz uma indagação e dar a resposta ao longo do seu texto. Confira:

Em meio à crise de abastecimento, nos preocupamos, sobretudo com a falta de gasolina e dos alimentos. Ficamos apavorados e com receio de faltar os insumos básicos para a segurança e a saúde. Ao final, todos são prejudicados. Todos recebem as consequências diretas. Os prejuízos são incontáveis. E o mais angustiante é saber que demorará dias para retornar ao equilíbrio e, talvez, nem tenha mais esse equilíbrio.

Diante de tudo, pensei qual seria o produto que mais fez e faz falta na atualidade brasileira. A resposta é simples e objetiva: ética. Tudo o que está acontecendo provém disso, do nosso empobrecimento ético enquanto povo e nação. Antes de faltar os insumos, produtos e serviços básicos, vem faltando ética. Ela, que é fundamental e estruturante na história de um povo e país, já está minguando por aqui há tempos.

Seria tão fácil se somente uma pessoa ou um pequeno grupo respondesse pelo descalabro nosso. Mas, infelizmente, todos nós somos criadores e criaturas do caos. Como bem dito por Freud, “qual a sua responsabilidade na desordem da qual você se queixa?”. Queixamos a falta de ética nas esferas superiores, mas, inoportunamente, muitos que reclamam, também, cometem os seus deslizes éticos. Um funcionamento social de “se dá bem” e de “dá um jeitinho”. De forma escondida, muitos escorregam e replicam a lógica pouco ética das esferas superiores. Por isso, Niklas Luhmann questionava: “Por que o indivíduo seria honesto no escuro?”. A resposta é: por que ele tem dentro de si conceitos éticos arraigados. Então, pergunto-vos: se ninguém olhasse nossos atos, nós atuaríamos do mesmo jeito de quando estamos vigiados? Ou seja, o certo e o errado são produtos da sua construção ética ou, simplesmente, você é freado pelo medo de repreensão? O resultado disso poderá refletir, por exemplo, na crise atual da qual reclamamos.

Nas filas dos postos de combustíveis, havia pessoas, aproveitando o caos, vendendo água mineral a R$ 10. Havia postos com combustível que, ao se aproveitar da escassez, vendiam o litro de gasolina a quase R$ 10. Havia pessoas furando a fila e por aí vai. Como dito coloquialmente, “o buraco é mais embaixo”. Esse momento sofrido representa a nossa histórica pobreza ética e, lamentavelmente, isso está incrustado em nós, povo brasileiro. Portanto, na falta de ética, todo o resto será supérfluo. Ou mudamos ou sucumbiremos. Cabe-nos escolher.

*Regis Eric Maia Barros

regisbarros@usp.br
Médico psiquiatra; mestre e doutor em Saúde Mental -Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).

Eletropaulo – Controle acionário vai a leilão nesta segunda-feira; Enel pode ganhar o comando

O controle acionário da Eletropaulo Metropolitana de São Paulo (Eletropaulo) será leiloado hoje (04), a partir das 16 horas, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Os acionistas decidirão se aceitam a oferta de compra da companhia feita pela Enel Brasil Investimentos Sudeste S.A., que foi de R$ 45,22 por ação.

A Eletropaulo é a maior distribuidora de energia em faturamento. Atende a cidade de São Paulo e 23 cidades da região metropolitana paulista. A Enel, caso consolide a compra da Eletropaulo, passa a ser a maior distribuidora de energia do país, ultrapassando a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Não será permitida a elevação de preço por parte das ofertantes, feita em 29 de maio. A Neoenergia registrou na ocasião uma oferta menor, de R$ 39,53 por ação.

O Conselho de Administração da Eletropaulo divulgou um informe recomendando aos acionistas que aceitem a oferta mais alta.

No documento, o Conselho de Administração da Eletropaulo ressalta que entre as condições para a transação é a compra de menos 50% das ações, o que rende R$ 3,71 bilhões. Se a compra for por 100% (total) das ações com o controle total da Eletropaulo, o valor estimado pode chegar a R$ 7,6 bilhões.

(Agencia Brasil)

Chico Lopes lança pré-candidatura de deputado federal em clima junino

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) manda vídeo para o Blog convidando amigos e seu eleitorado para o lançamento de sua pré-candidatura. A data está definida: dia 7, quinta-feira, a partir das 19 horas, no Kukukaya (Avenida Pontes Veira, no bairro Joaquim Távora).

Como o mês é de festa junina, alguém duvida que Chico, o conhecido pé-de-valsa, dispensará um bom arrastado das alpargatas?

Chuvas deste ano no Ceará ficaram em torno da média, diz Funceme

A avaliação das precipitações da quadra chuvosa – fevereiro a maio – do Ceará em 2018 aponta que as chuvas no Estado ficaram na categoria em torno da média para o período, a qual corresponde ao intervalo 505,6 a 695,8 milímetros. Com uma média para este quadrimestre de 2018 ficando 581,4 mm (-3,2%), o mês mais chuvoso foi abril, com 211,1 milímetros (+12,3%), seguido de fevereiro com
187,9 mm (+58,4%) e março, 120,8 mm (-40,6%). Maio, que tem a menor normal climatológica mensal da quadra chuvosa, registrou 61,5 milímetros (-32,1%). As informações foram divulgadas nesta segunda-feira, em coletiva, pela Funceme.

Durante o período de fevereiro a maio, o Litoral Norte foi a macrorregião mais beneficiada com as precipitações: 885,3 mm, o que representa um desvio positivo de 13,8%. Considerando os observados, logo depois vem o Litoral de Fortaleza com 780,9 mm (-2%); o Maciço de Baturité, com 705,7 mm (+3%); Ibiapaba, que registrou 680,2 (+1,2%); e o Cariri, com 669,3 mm (+8,6%).

As menores médias da quadra chuvosa aconteceram no Litoral do Pecém, que registrou 633,8 mm (-6,3%); a macrorregião Jaguaribana, com 603,8 mm (+4,1%); e, por fim, o Sertão Central e Inhamuns, com 463,7 mm (-6,7%).

Comparação com anos anteriores

Com um desvio percentual de -3,2%, durante os meses de fevereiro a maio, o Ceará, em 2018, apresentou o melhor cenário desde 2011, quando registrou 659 milímetros (+9,7%) para o mesmo período. Nos últimos 10 anos, os períodos de fevereiro a maio menos chuvosos correspondem a 2012 (-49,6%), 2010 (-49,7%) e 2013 (-39,3%). É importante salientar que o Estado enfrentou quadras
chuvosas abaixo da média de 2012 a 2016. Em 2017, as chuvas ficaram na categoria em torno da
média, assim como em 2018, porém, este ano registrou-se observado um pouco maior.

*Mais informações no site da Funceme.

Anuário do Ceará 2018/19 será lançado na abertura do Festival Vida & Arte

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta segunda-feira:

A Festival Vida & Arte, que acontecerá de 21 a 24 deste mês, no Centro de Eventos, abrirá seu segundo dia de programação para estudantes da escola pública. Tudo de graça e com boas surpresas.

Outra. O lançamento do Anuário do Ceará 2018/19 ocorrerá na abertura do Festival Vida &Arte. Ou seja, dia 21, às 20 horas, no Centro de Eventos.

Carlus Campos assina as artes da publicação.

Ceará tem 6,34 milhões de eleitores aptos a votar neste ano

Saiu a lista com o número oficial de eleitores aptos a votar nas eleições de outubro próximo no País. Foi divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Os 26 estados e o Distrito Federal somam um total de 146.785.039.

O Ceará com 6.342.684 eleitores é o oitavo maior colégio eleitoral do País, enquanto Fortaleza é a cidade cearense com mais eleitores (1.774.989). Já Granjeiro (Região do Cariri) é a que tem menos eleitores (5.154).

Confira os 10 municípios cearenses com mais eleitores

Fortaleza – 1.774.989
Caucaia – 209.000
Juazeiro do Norte – 169.046
Maracanaú – 151.284
Sobral – 137.494
Itapipoca – 83.568
Crato – 83.137
Maranguape – 73.319
Iguatu – 63.560
Quixeramobim – 56.524

Confira os 5 municípios cearenses com pouco mais de 5 mil eleitores 

Granjeiro – 5.154
Guaramiranga – 5.162
Potiretama – 5.403
Ererê – 5.413
Baixio – 5.425

Quo vadis, Ceará?

274 1

Cercado por quatro seguranças nas arquibancadas do estádio Castelão, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, assistiu sozinho a mais uma derrota do Alvinegro, agora por 1 a 0 diante do Cruzeiro, ontem. Com o resultado, o time cearense terminou a 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro na lanterna.

A derrota agrava a crise no Porangabuçu. O Ceará chegou a dez jogos sem vitórias (oito no Brasileirão e dois na Copa do Nordeste). É a terceira derrota seguida do técnico Jorginho no comando do Vovô – ele foi contratado no lugar de Marcelo Chamusca, que deixou o clube após acúmulo de reveses.

Jorginho, só lembrando, já deixou o comando alvinegro.

(O POVO/Foto – Facebook)

Cid Gomes avisa: Só sairá candidato ao Senado

469 1

Cid, Maria Célia, Zezinho e Moara Albuquerque.

Presente na missa que comemorou os 50 anos do governador Camilo Santana (PT), nesse domingo, no Santuário da Assunção, em Fortaleza, o ex-ministro Cid Gomes (PDT) descartou disputar qualquer outro cargo que não o de senador na disputa deste ano. A declaração ocorre após boatos apontarem possível candidatura do ex-ministro para a Câmara dos Deputados. A ideia seria abrir vaga do Senado na chapa da base para outros partidos aliados.

“Só há uma hipótese de eu ser candidato, seria ao Senado. Fora disso não tem nenhum fundamento, disse Cid. Sobre uma possível desistência dele de disputar vaga ao Senado, o ex-ministro preferiu não comentar. “Essas definições devem ficar só para o final de julho, nas convenções”.

Lideranças presentes no evento foram enfáticas na defesa da candidatura de Cid ao Senado. “Nós precisamos que ele (Cid) seja candidato, porque o Brasil não precisa mudar só na Presidência, mas também no Congresso”, disse Ciro Gomes (PDT).

“O PDT quer o Cid como candidato, porque ele é um dos maiores nomes da política brasileira, é um governador que marcou história aqui no Ceará, que tem grande capacidade de realização e também uma extraordinária liderança política na Capital e no Interior”, disse o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Questionado sobre como deve ser chapa majoritária da base, Cid defendeu que a base lance apenas um candidato ao Senado. Esta posição deixaria Eunício Oliveira “livre” para disputar a outra vaga pelo MDB.

(O POVO – Repórter Carlos Mazza/Foto – Paulo MOska))

VAMOS NÓS – Com isso, o senador Eunício Oliveira acaba candidato avulso, tendo apoio do governador Camilo Santana (PT) e não comprometendo o discurso do presidenciável Ciro Gomes, que bate no MDB do senador cearense.

General Theóphilo chama de “maluca” a coligação que apoia a reeleição de Camilo Santana

1270 3

O general de quatro estrelas Guilherme Cals Theophilo de Oliveira passou para a reserva no último 31 de março, depois de 45 anos no Exército. Seu último posto foi o Comando de Logística, com orçamento de R$ 3 bilhões para compras de suprimentos no Brasil e no exterior.

“De sapatos a foguetes de última geração”, como ele próprio diz. Saiu com 63 anos, a vida organizada, um bom casamento, três filhos, uma neta de dois anos, Alice, e, por último mas não menos importante, uma moto Harley Davidson de 1.800 cilindradas, comprada há um ano por R$ 80 mil. Tinha tudo para aproveitar a vida, como se diz, mas virou político: é o candidato do PSDB (e do PROS) ao governo do Ceará.

O bunker do general tem sido, desde 21 de abril, o 12.º andar da torre empresarial do shopping Iguatemi, em Fortaleza, ao lado do Parque Estadual do Cocó, o quarto maior da América Latina. É a sede do poderoso grupo empresarial do senador tucano Tasso Jereissati, três vezes governador do Estado, e agora responsável pela escolha do quatro estrelas para tentar derrotar o até aqui franco favorito à reeleição, o governador Camilo Santana, do PT – apoiado pela “oligarquia Ferreira Gomes” (Cid e Ciro), como a chama o general, e por uma coligação de mais 20 partidos.

O primeiro a oferecer uma candidatura política para o chefe militar foi o prefeito tucano de Manaus, Arthur Virgilio. Convidou-o para disputar a Câmara Federal nos tempos em que era Comandante Militar da Amazônia, entre 2014 e 2016. Não rolou. Mas em março, quando passou para a reserva, Virgílio acionou Tasso Jereissati. Algumas conversas depois, o general cearense era candidato a governador.

“O meu PSDB é o do senador Tasso Jereissati, um homem honesto, de transparência, de integridade, de responsabilidade, com exemplos consolidados de gestor público”, esclarece o avô de Alice na mesa de mármore oval com vista espraiada para a vegetação exuberante do Cocó. “Quem mais apostaria na novidade de um general sem experiência nessa classe política?”

O piloto da Harley contou ao Estado algumas frases que disse ao senador Jereissati: “Não vou fazer conchavo político com ninguém”; “não aceito pressão, se eleito for”; “os cargos serão preenchidos pela meritocracia”.

São ideias que tem divulgado em entrevistas frequentes, principalmente para as rádios do interior cearense (184 municípios), em que também se declara “totalmente contra” a intervenção militar na área de segurança em curso no Rio de Janeiro. “Foi uma decisão política, para impedir que se votasse a reforma da Previdência”, diz. De 0 a 10, sua nota para o presidente Michel Temer é 5.

O general trabalha, também, com Marcos Holanda, ex-presidente do Banco do Nordeste, na elaboração do programa de governo. “Não sou político, estou político”, diz, definindo-se como “de centro”. “Eu sou estrategista, eu não sou politiqueiro”.

Seu adversário é o governador do Estado. “O Camilo perdeu a autoridade, falta gestão”, diz, com críticas genéricas e pontuais a todas as áreas do governo. “Essa coligação maluca de 21 partidos, e a política do ‘é dando que se recebe’, não vão chegar a um resultado bom”, afirma. Na eleição presidencial, o general admira o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), como colega, mas vai de Geraldo Alckmin (PSDB), não sabendo explicar porque a candidatura não deslanchou.

“Ainda não estudei isso a fundo”, disse o neotucano. Nascido em Fortaleza, onde a família tem raízes históricas – os Cals e os Theophilo – o general é filho do general de brigada Manuel Theophilo Gaspar de Oliveira Neto, já falecido, ativo participante do golpe militar de 64.

“Foi preso três vezes”, lembra o filho, ele próprio um entusiasta do que chama de “contrarrevolução democrática de 64”, que apoiou até o final do governo do conterrâneo Castelo Branco. “O erro do Exército foi permanecer no poder”, disse, declarando-se contra a tortura e outras práticas de exceção. Fã declarado de Castelo, lembrou-se de uma frase que atribuiu a ele: “O militar não pode ter medo de ideias novas”. César Cals, ministro no governo João Figueiredo e governador do Ceará, já falecido, é tio do agora candidato.

Currículo

Seu currículo militar inclui – além dos comandos e de 300 saltos de paraquedas – curso de antiguerrilha na Colômbia, com operações reais; atuação pela ONU nas conversações de paz da Nicarágua (“cercaram o meu carro, começaram a balançar”); curso em Genebra, Suíça, pelo órgão da ONU para desarmamento e pesquisa, em 1996; viagens ao Haiti como comandante de Logística, entre elas a do ano passado, responsável pelo repatriamento de todo o material.

Como comandante militar da Amazônia, implantou o megaprojeto Amazônia Conectada – a distribuição de 7.800 quilômetros de cabos subfluviais de fibras óticas, ao longo das calhas dos rios Negro, Solimões, Madeira, Purus e Juruá, atingindo 52 municípios. Coordenou, também, a criação do Pró-Amazônia, um projeto de apoio aos institutos de pesquisa interessados na região.

O general nada, corre no parque Cocó, cavalga a Harley, diverte-se com Alice, mantém o porte atlético em 1,71 de altura em 76 quilos. Vê-se de cara que 45 anos de disciplina militar definem uma personalidade – e que não está sendo muito fácil adaptar-se ao “estar político”. Mas ele tem se esforçado. “Eu entrei para acabar com essa mesmice que há anos nós estamos vendo no Estado”, afirma.

(O Estadão)

Jorginho não é mais técnico do Ceará. Lisca pode ser a solução

369 1

Jorginho não é mais o técnico do Ceará. O anúncio da saída do treinador foi feito pelo clube na madrugada desta segunda-feira, 4, em que Jorginho alegou fatores pessoais ao pedir o desligamento do clube. E para o seu lugar a diretoria do Ceará já tem um novo nome: Lisca é o favorito para assumir o comando técnico alvinegro.

A diretoria do Ceará mantém sigilo, mas o anúncio oficial de Lisca pode acontecer ainda nesta segunda-feira, 4.


O perfil motivador, o “milagre” que conseguiu em 2015 escapando do rebaixamento à Série C e a boa relação que tem com a diretoria alvinegra são alguns pontos que pesam a seu favor.

Jorginho esteve no comando técnico do Ceará por apenas 15 dias. Nesse período, foram três jogos, com três derrotas, para Grêmio (1 a 0), Chapecoense (2 a 0) e Cruzeiro (1 a 0). O time não marcou nenhum gol e sofreu cinco sob seu comando.

“Apesar do tempo muito curto de trabalho, posso dizer que tive a honra de trabalhar no Ceará Sporting Club. A decisão foi minha. Nesta segunda-feira, vou ao CT me despedir dos atletas e funcionários, que tão bem me acolheram desde a minha chegada. Desejo e espero que o clube possa reencontrar o caminho das vitórias. Pelo grupo de trabalho, pela dedicação da diretoria, e, claro, por essa torcida maravilhosa. Certamente é o maior patrimônio do Ceará, com uma média de público e participação nos jogos impressionantes. Agradeço também, de coração, ao povo cearense, sempre hospitaleiro e cordial”, disse o treinador.

(Com O POVO Online)

Instituto Centec inscreve até esta segunda-feira para cursos técnicos e tecnológicos

As inscrições para o vestibular e processo seletivo do Instituto Centec vão somente até esta segunda-feira, 4 de junho. Quem quiser fazer um cursos técnicos ou superior tecnológico gratuito nas cidades de São Gonçalo do Amarante, Quixeramobim, Juazeiro do Norte, Crato ou Barbalha não pode perder esta oportunidade. As inscrições devem ser feitas em www.centec.org.br e a prova acontecerá no dia 17 de junho próximo, das 9 às 13 horas. O início do semestre letivo está previsto para o dia 6 de agosto.

Para mais informações, o interessado deve manter contato com a Faculdade de Tecnologia Centec (Fatec) ou Centro Vocacional Técnico (CVTEC)​ ​do seu interesse​ ​(endereço​s​ e contatos seguem abaixo).

O Centec oferece cursos de qualificação profissional, técnicos e tecnológicos gratuitos por meio de parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), do Governo do Estado do Ceará.

​SERVIÇO

O quê: Vestibular e processo seletivo 2018.2 do Centec
Prova: 17 de junho, de 9h às 13h
Início das aulas: 6 de agosto

FATEC SERTÃO CENTRAL
Endereço: Av. Geraldo Bizarria de Carvalhos s/n, Km2 – Distrito Industrial – Quixeramobim
Contatos: (88) 3441-1320 / fatec_sertaocentral@centec.org.br

FATEC CARIRI
Endereço: Rua Amália Xavier s/n, Triângulo – Juazeiro do Norte
Contatos: (88) 3566-4051 / fatec_cariri@centec.org.br

CVTEC BARBALHA
Endereço: Av. José Bernadino Cavalcante Leite, s/nº – Km 4 – Buriti, Barbalha
Contatos: (88) 3532- 3111 / cvtec_barbalha@centec.org.br

CVTEC CRATO
Endereço: Rua Padre Cícero, nº1260 – São Miguel, Crato
Contatos: (88) 3521-4690 / cvtec_crato@centec.org.br

CVTEC SÃO GONÇALO DO AMARANTE
Endereço: Rua Estrada da Liberdade, s/nº – Liberdade, São Gonçalo do Amarante
Contatos: (85) 3315-4503 / cvtec_saogoncalo@centec.org.br

TV O POVO estreia programa na terça-feira sobre a Região Metropolitana de Fortaleza

Uma série de quatro programas, na TY O POVO, avalia as principais prioridades da Região Metropolitana de Fortaleza. A estreia acontece na terça-feira (5), com apresentação do jornalista Nazareno Albuquerque.

Na estreia, o “Conexão RMF – Um debate necessário” recebe o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), que neste mês deverá estar lançando o Parlamento Metropolitano, além do empresário André Barbosa.

(Foto: Divulgação)

OAB-CE apresenta nova sede da entidade

O secretário-geral-adjunto e corregedor da OAB-CE, Fábio Timbó, apresentou em vídeo a nova sede da entidade, no bairro Edson Queiroz, que já se encontra disponível para ocupação.

Fábio Timbó foi o responsável pela execução das obras de reforma e melhoria da nova sede que chega com bom atraso, já que até festa de entrega houve quando da gestão do hoje conselheiro do CNJ, Valdetário Monteiro.

Ceará é apontado como “zebra” em sites de apostas online

Apesar de jogar em casa, o Ceará é apontado como “zebra” em sites de apostas online, diante do confronto com o Cruzeiro, na noite deste domingo (3), a partir das 19 horas, no Castelão, pela nona rodada do Brasileirão. O Vozão possui apenas 20% da preferência dos apostadores, diante de 45,6% do Cruzeiro e 34,3% de empate. O árbitro é o carioca Rodrigo Carvalhães de Miranda, que conduziu apenas uma partida do Ceará, em 2013, quando a equipe cearense perdeu de 3 a 0 para o Paraná.

A equipe do treinador Jorginho busca a primeira vitória na competição, enquanto o time mineiro, que vem de duas vitórias consecutivas, entrará no G4 em caso de mais uma vitória. Se perder, o Ceará assume a lanterna do Brasileirão.

(Foto: Arquivo)

A persistência dos efeitos da seca

Editorial do O POVO deste domingo (3) atenta para a necessidade de se encontrar saídas contra as seca, que não sejam apenas esperar que a natureza resolva o problema da falta de água. Confira:

Dividida em três partes, a última publicada na edição de ontem, uma primorosa reportagem dos repórteres Cláudio Ribeiro (texto) e Julio Caesar (foto), “A peleja das águas”, mostrou uma nova face do Sertão. Os campos estão um pouco mais verdes e os açudes ostentam tímidas, porém esperançosas, lâminas de água, depois que a estiagem deu uma pequena trégua.

De 2012 a 2017 (seis anos) as chuvas ficaram muito abaixo da média para recarregar açudes, impossibilitando também safras comerciais e mesmo uma pequena colheita, com a qual o agricultor pudesse prover a sua família. Mesmo com a melhora, 2018 é considerado o sétimo ano de seca em muitas cidades do interior cearense, devido às graves consequências de tanto tempo de fracos períodos chuvosos.

Um dos casos relatados pelos repórteres mostra que a cidade de Pedra Branca (92 km de Fortaleza) foi obriga a adotar medidas de emergência nos três últimos anos. Uma dessas providências foi, literalmente, fechar as torneiras, que estão sem transportar água encanada desde 2015. A população viveu os três últimos anos à base de carros-pipa, e deveria voltar a ter o fornecimento nas torneiras no fim de maio. No entanto, as autoridades foram surpreendidas por outro problema: a greve dos caminhoneiros. Com tanto tempo sem funcionar, seriam necessários reparos no sistema, mas as peças ficaram parada nos bloqueios dos grevistas – e o serviço precisou ser adiado.

Em Tauá (347 km de Fortaleza) a irregularidade das chuvas fez alastrar-se, de modo incomum, uma larva que provoca um mal chamado de “papada inchada” pelo sertanejos, atingindo ovinos, caprinos e bovinos. Transmitida pelo verme Haemonchus contortus, a doença leva à morte do animal. O secretário municipal da Agricultura, Argentino Tomaz Filho, afirma que pelo menos 10% do rebanho foi dizimado pela doença.

De uma forma ou de outra, verifica-se que as consequências danosas persistem, mesmo quando encerra-se o ciclo da seca. Isso confirma a urgência de se encontrar saídas que não sejam apenas esperar que a natureza resolva o problema da falta de água.

50, com disposição de 30 para trabalhar – diz Camilo

586 2

O governador Camilo Santana agradeceu neste domingo (3) a presença das mais variadas correntes políticas no Ceará, em missa dos seus 50 anos de idade, no Santuário de Nossa Senhora da Assunção, no bairro Vila Velha.

Apesar de destacar que está com 50 anos, mas “com disposição de 30 para trabalhar”, Camilo usou mesmo a experiência de cinco décadas para desconversar sobre alianças políticas no Estado, diante das presenças de Ciro Gomes e Eunício Oliveira, adversários desde a eleição do próprio Camilo, há quatro anos.

Camilo reúne opositores em comemoração aos seus 50 anos

5983 7

O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, e o senador Eunício Oliveira (MDB-CE), voltaram a estar juntos pelo mesmo propósito, neste domingo (3), no Santuário de Nossa Senhora da Assunção, no bairro Vila Velha.

Não, nada a ver com as eleições deste ano. Mas, sim, pelos 50 anos do governador Camilo Santana (PT), que reúne nesta manhã familiares, políticos, empresários, amigos e cidadãos comuns. Além de Ciro e Eunício, também se encontram presentes o ex-governador Cid Gomes, o prefeito Roberto Cláudio, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, e o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque.

O filho de Camilo, Pedro, fez leitura em homenagem ao pai e emocionou os presentes à missa, que reúne secretários estaduais como Artur Bruno (Sema) e Fabiano Piúba (Secult) e municipais com lpídi Nogueira (Direitos Humanos e Desenvolvimento Social), dirigentes de órgãos públicos e movimentos sociais como quilombolas, indígenas e ciganos.

O ato foi uma ideia de Eudoro e Hermengarda, pais de Camilo, que queriam comemorar junto a setores populares. O irmão de Camilo, Tiago Santana, com sua mulher, veio dos EUA, onde mora, e prestigia a missa.

Os deputados federais Chico Lopes (PCdoB), Leônidas Cristino (PDT), André Figueiredo (PDT), José Guimarães (PT), Antonio Balhmann (PDT) e Odorico Monteiro entre alguns parlamentares que bateram o ponto no ato. Entre estaduais Rachel Marques (PT), Leonardo Araújo (MDB), Carlos Felipe(PCdoB) e Walter Cavalcante, que tem militância política na Vila Velha.

(Fotos: Paulo MOska)

Artur Bruno será homenageado com a medalha Chico Mendes

O secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, será agraciado com a medalha Chico Mendes, dia 19, em sessão solene da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, durante a abertura da II Conferência da Caatinga. A homenagem a Bruno é motivada pelos Planos Estaduais e Políticas de Resíduos Sólidos, Florestamento e Reflorestamento e Mudanças Climáticas.

A medalha Chico Mendes consta na Lei Estadual nº 11.564/89, de autoria do então deputado João Alfredo, que determina que a comenda homenageie personalidades e/ou instituições que lutam na defesa da ecologia.

(Foto: Arquivo)