Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Mauro Albuquerque alertou em 2016 ao MPCE sobre corrupção de agentes prisionais

Com o título “Em 2016, Mauro Albuquerque alertou ao MPCE sobre a corrupção de agentes prisionais”, eis a Coluna Segurança, do jornalista Thiago Paiva, no O POVO desta segunda-feira;

Titular da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), Mauro Albuquerque conhece as falhas do sistema prisional cearense bem mais do se imaginava. Partiram do secretário, ainda em 2016, as informações sobre os indícios de corrupção por parte de agentes penitenciários do Estado que resultaram em pelo menos quatro operações deflagradas pelo Ministério Público do Ceará (MPCE).

Masmorras Abertas, Mecenas, Correria e Ligações Clandestinas. Todas culminaram na descoberta de crimes cometidos por servidores, incluindo diretores das unidades, membros da cúpula da extinta Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus). E todas as operações tiveram como origem as informações repassadas pelo próprio secretário, à época coordenador da Força de Intervenção Penitenciária Integrada (Fipi), do Ministério da Justiça.

“O Mauro nos apresentou severos indícios da existência de corrupção espalhada em diversas unidades, seja pela quantidade de celulares achados na época, seja por outros aspectos. Ele alertou para a problemática. Baseado nisso, instauramos procedimentos de investigação criminal que redundaram no afastamento de diretores e gestores da Sejus”, declarou o promotor Nelson Gesteira, em entrevista à coluna.

Membro do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc) e da Promotoria de Justiça de Corregedoria de Presídios e Penas Alternativas, Gesteira destaca que, em decorrência das operações, há suspeitos presos, condenados, afastados ou demitidos. “Todos por comprovados atos de corrupção, como a prática permissiva da entrada de celular e drogas nas unidades. Três agentes foram presos em flagrante, fruto das ações desencadeadas em 2016”, ressalta.

É sabido que o grupo coordenado por Mauro foi enviado ao Ceará, naquela ocasião, para auxiliar na retomada dos presídios cearenses que haviam “quebrado” em razão da greve dos agentes penitenciários. A paralisação de 17 horas deixou 14 presos mortos e causou uma instabilidade no sistema que durou quatro meses.

Entretanto, além de gerir a intervenção, Mauro participou da comissão que investigou a origem das rebeliões, suas causas e efeitos. Um relatório foi produzido e apresentado ao governador Camilo Santana (PT). O documento desencadeou ações civis e criminais pelo MPCE. Processos que ainda tramitam, tendo entre os acusados membros do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário (Sindasp-CE).

Gesteira lembra que os dirigentes foram considerados os “causadores da grande rebelião”. Em entrevista ao O POVO, publicada ontem, 27, o presidente do Sindasp-CE, Valdemiro Barbosa, afirmou que a greve foi legal. Ele atribuiu o impacto negativo da paralisação à “fragilidade da gestão” da época. Barbosa defendeu que “pode haver corrupção” entre os agentes, mas apenas “casos pontuais”.

Em março de 2018, na operação Mecenas, drogas, celulares e documentos foram apreendidos na CPPL 5. Um agente penitenciário foi afastado. No mês seguinte, na Masmorras Abertas, foram afastados sete servidores públicos, entre agentes, diretores e coordenadores da Sejus. Em maio, na Correria, um agente penitenciário foi preso. E em setembro, na Ligações Clandestinas, documentos, celulares e drogas foram apreendidos na CPPL 7.

Na manhã do último dia 8, os promotores voltaram a se reunir com Mauro Albuquerque, agora secretário. Desta vez, apresentaram um relato verbal sobre as operações realizadas pelo MPCE e solicitaram a manutenção do acesso à base de dados da SAP, o Sistema Penitenciário (Sispen), para dar seguimento às apurações e deflagrar novas operações.

A preocupação do grupo aumentou após a apreensão de 2.300 celulares nas unidades desde o último dia 2. A quantidade absurda de aparelhos recolhidos acendeu o alerta entre os promotores e o secretário. “Isso demonstra que ainda se encontram presentes alguns atos que merecem a nossa atenção. Indica que não conseguimos afastar ou chegar a todos, que ainda tem mais coisa para ser feita”, disse Gesteira.

Segundo o promotor, Mauro Albuquerque concordou em auxiliar no combate à corrupção e se disponibilizou para, mais uma vez, ele próprio, fazer novas denúncias. “Precisamos da ajuda dele para ter acesso às informações que nos levarão a elucidar outras suspeitas que temos. Conversamos, até para ele ter a sensibilidade de manter algumas pessoas em pontos-chave da secretaria”, completou.

O resultado das operações do MPCE demonstra o tamanho do desafio posto para Mauro Albuquerque, uma vez superada a atual crise. O novo modelo de gestão, que alterou a conduta e os procedimentos adotados na custódia dos presos, depende fundamentalmente da idoneidade dos agentes prisionais. E nesse mar de problemas a serem solucionados, é bom saber que o secretário não estará navegando em águas desconhecidas.

(Foto – Divulgação)

Editorial do O POVO – “Mariana, Brumadinho e o País das tragédias anunciadas”

Com o título “Mariana, Brumadinho e o País das tragédias anunciadas”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira:

Até quando? A palavra se impõe diante do registro de mais uma tragédia no Brasil que determina prejuízos ambientais de dimensão incalculável e perdas humanas no campo do irreparável. O dramático episódio que agora faz o País chorar em torno de Brumadinho, em Minas Gerais, choca, com especialidade, até dói, ao se perceber que estamos diante de um quadro absolutamente previsível e que poderia ser evitado, houvesse um pouco mais de responsabilidade e compromisso da parte dos envolvidos, tanto os da área pública como aqueles que operam pelo setor privado.

Há apenas três anos vivíamos o mesmo cenário, na mesma região, pelos mesmos motivos, praticamente, fruto de um quadro muito evidente de negligência e omissão que se repete. Portanto, reforçamos, o que acontece em Minas, a partir do rompimento de uma barragem administrada por uma empresa de mineração de grande porte, como a Vale do Rio Doce, insere-se na categoria do inaceitável e exige uma exemplar identificação e punição dos responsáveis, inclusive quando se percebe que o prejuízo calculado em termos de perda de vidas apresenta-se expressivamente maior. Mais gente morreu em Brumadinho, lembre-se.

Nenhuma indenização material que agora seja determinada conseguirá repor as perdas na dimensão em que elas estão apresentadas, no aspecto ambiental ou humano. Qualquer coisa que se faça nesse sentido terá um foco muito mais preventivo, estará olhando para o futuro, assumindo uma faceta de caráter essencialmente pedagógico e não de uma busca de reparar erros que, nesse caso, já terão deixado seus efeitos nefastos marcados na vida de milhares de pessoas.

Através de seus vários instrumentos, nos planos diversos em que se estrutura, no parlamento, no executivo e no Judiciário, o Estado precisa dar as respostas que situem-se no tamanho do problema colocado diante dele, que pareça exemplar e que tenha a capacidade simbólica de indicar, de maneira a mais clara, que nossa capacidade de conviver com tragédias de tal envergadura chegou ao seu limite. O prejuízo do País estende-se aos aspectos mais variados, embora a prioridade nesse momento deva ser total aos gestos de solidariedade com aqueles que tiveram suas vidas afetadas pela morte de parentes, a ameaça aos empregos ou com a perda de suas moradias.

A urgência que precisa mobilizar a todos é humana e deve ser mantida à distância de qualquer tipo de influência outra que nos faça desviar a discussão para o ódio político ou a diferença ideológica. Por favor, esta é uma situação que precisa de todos os cidadãos unidos, cada um de nós oferecendo o que tiver de melhor para reduzir o sofrimento de quem é vítima real e direta de mais uma das tantas tragédias anunciadas que desafiam o Brasil, um governo após o outro.

(Editorial do O POVO)

Por falta de recursos, ONG retorna atividades com atendimento reduzido

A Organização Não Governamental (ONG) Existir, que realiza atividades extracurriculares com crianças e adolescentes com Síndrome de Down, no bairro Bela Vista, inicia os exercícios educacionais de inclusão de 2019 com apenas dois dias na semana – quarta-feira e quinta-feira -, diante da falta de recursos.

As crianças e adolescentes assistidos participam de brincadeiras e recebem lembrancinhas doadas pelos padrinhos. A direção afirma que tenta minimizar o preconceito e as diferenças sociais, aproximando a sociedade civil do projeto.

“Estamos de portas abertas para quem deseja nos conhecer”, disse João Manoel, que é pai de uma criança Down e presidente da organização.

Outra bandeira da instituição é a inclusão educacional e social. “Sempre defendi a inclusão, sobretudo a liberdade igualitária para todos, mas vejo muita resistência. Para tanto, necessitamos do apoio profissional, governamental e familiar”, completou Manoel.

A ONG Existir conta com o apoio voluntário de uma assistente social, uma terapeuta ocupacional, uma fonoaudióloga, uma pedagoga e uma psicopedagoga.

(Foto: Divulgação)

Pode isso, Arnaldo?

180 1

Da Coluna Guálter George, no O POVO deste domingo (27):

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque, se licencia do mandato e assume a Secretaria das Cidades apenas depois de passar a presidência da Assembleia para o sucessor, em fevereiro próximo. Mas, diariamente conversa com Paulo Henrique Lustosa, que continua secretário e, já está decidido, permanecerá na equipe, à frente de uma das fortes coordenadorias que integram a pasta, uma das mais capilares e estruturadas da máquina estadual.

As articulações para Mesa Diretora da Assembleia seguem firmes, agora sob o comando de José Sarto (já definido como candidato de consenso dos governistas à presidência). A novidade das últimas horas é que o PP garantiu uma das vagas e já definiu que o deputado Leonardo Pinheiro irá ocupá-la, resultado direto do expressivo crescimento da bancada entre eleição e posse, depois de fechadas as urnas. Pode isso, Arnaldo?

Pode. Na verdade, calcula-se que o PP terá seis representantes quando os trabalhos da nova legislatura começarem no dia 1º. O próximo a anunciar filiação ao partido, cuja executiva estadual é presidida pelo deputado federal eleito AJ Albuquerque, deverá ser Nelinho, deputado estadual eleito pelo PSDB. Antes dele, o Apóstolo Luiz Henrique já migrara do Patriota. Além disso, a licença de Zezinho, pai de AJ, dará lugar ao suplente pepista Lucílvio Girão.

Todos contra o crime – Camilo destaca união dos estados e das tropas federais

241 3

O governador Camilo Santana destacou neste sábado (26), por meio do Facebook, os resultados da operação contra-ataque, realizada entre o fim da tarde dessa sexta-feira (25) e a madrugada deste sábado (26), que mobilizou cerca de 5,7 mil agentes de segurança.

Mais de 40 pessoas foram presas ou apreendidas, além de 11 armas de fogo e 4,36 quilos de drogas.

“Parabenizo a todos que fazem as forças de segurança do Ceará, tropas federais e estados parceiros por todo o empenho durante a megaoperação de combate ao crime, realizada ontem e hoje. Foram dezenas de prisões e redução significativa nos índices de criminalidade. Minha determinação é para que essas ações sejam cada vez mais intensificadas no Ceará. Todos juntos contra o crime”, disse.

Mercado de Caucaia – Obras de reforma devem concluídas dentro de 50 dias

O prefeito Naumi Amorim, de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), inspecionou as obras de reforma do Mercado Municipal Juaci Sampaio Pontes, situado no Centro. Na ocasião, ele conversou com permissionários, clientes e visitantes do espaço.

O equipamento está com 75% do projeto executado e o investimento global é de R$ 1,4 milhão. Prevê melhorias na segurança da coberta, que está sendo totalmente modificada, além de reforma nas quatro fachadas laterais do prédio. A intervenção deve durar mais 50 dias.

O Mercado é composto de seis galpões. Os dois centrais foram reformados na primeira etapa da obra, em 2017. Nesta segunda etapa, os quatro galpões restantes, dois do lado esquerdo e mais dois do lado direito, estão sendo trabalhados.

Para isso, toda estrutura metálica de aço danificada dos galpões I e II foi demolida e já está concluída a reforma. Nos dois galpões com obras concluídas, os técnicos estão dando suporte a pequenas manutenções hidráulicas.

Nos galpões V e VI, já foi concluída a demolição das vigas de aço e estão sendo preparados os apoios para a nova estrutura metálica da coberta. Ainda nesta semana, a Prefeitura providenciará os apoios da nova coberta.

Toda a cobertura é revestida com estrutura metálica. A fachada terá engenharia ventilada. O prazo para conclusão será de 55 dias.

(Foto – Divulgação)

UFC oferece vagas para professor em Fortaleza

Estão reabertas as inscrições para seleção de professor substituto do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) da Universidade Federal do Ceará, em Fortaleza. As inscrições seguirão nos dias 28 e 29 deste mês de janeiro, de forma presencial ou por procuração, na sede do órgao (Avenida. da Abolição, 3207, Meireles).

A vaga é para o setor de estudo Oceanografia Física, com regime de trabalho de 40 horas semanais. É exigido o título de mestre.

Outras informações sobre inscrições, remuneração e cronograma do processo seletivo estão detalhadas no Edital n° 198/2018, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (https://bit.ly/2Hud0Nd).

Outros certames

Já a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Ceará lançou o Edital nº 14/2019 (https://bit.ly/2WkZvTq), de seleção de professor substituto em Fortaleza. São ofertadas três vagas.

Uma delas é para o Departamento de Biologia, no setor de estudo Zoologia, com regime de trabalho de 20 horas semanais. As inscrições ocorrem nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º, 4 e 5 de fevereiro. Exige-se, inicialmente, título de doutor. Em caso de inexistência de candidatos, as inscrições são automaticamente reabertas, exigindo-se menor titulação, em datas posteriores, já previstas no edital.

Outra vaga é para o Departamento de História, no setor de estudo História Geral, com regime de 40 horas semanais. Nesse caso, as inscrições ocorrem nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro. Também é exigido, inicialmente, título de doutor, com reabertura de inscrições em novas datas se não houver candidatos.

Há, ainda, uma vaga para o Departamento de Odontologia Restauradora, no setor de estudo Materiais Dentários, Dentística Clínica e Clínica Integrada, com regime de 40 horas. As inscrições devem ser feitas nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º, 4 e 5 de fevereiro, para candidatos com título de doutor e de mestre. Como ocorre com as outras vagas, em caso de inexistência de candidatos, as inscrições serão reabertas a candidatos com diploma de graduação.

As inscrições devem ser feitas no endereço dos respectivos departamentos. Os documentos exigidos e demais detalhes do processo seletivo podem ser vistos no Edital nº 14/2019, disponível no site da PROGEP (https://bit.ly/2WkZvTq).

(Foto – Evilázio Bezerra)

PT do Ceará faz encontro neste sábado. A ordem é ofensiva contra o governo Bolsonaro

José Guimarães deve ser o líder das minorias na Câmara.

Neste sábado, às 9 horas, no Hotel Amuarama (Bairro de Fátima), o Partido dos Trabalhadores fará reunião com membros do seu diretório estadual.

O objetivo é discutir a organização da campanha Lula Livre no Ceará, a Frente em Defesa dos Direitos do Povo e contra os retrocessos do governo Bolsonaro.

Na prática, a agenda será a definição de novos atos em favor de Lula e, no plano parlamentar, postura contrária às reformas propostas pelo atual governo. O alvo prioritário é a derrubada de matérias que digam respeito à reforma da Previdência.

(Foto – Arquivo)

Confira o plantão do TJ do Ceará para este fim de semana

Magistrados da Capital e de comarcas do Interior atenderão, em regime de plantão, neste fim de semana. No Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o atendimento será feito pelos desembargadores Francisco de Assis Filgueira Mendes e Francisco Lincoln Araújo e Silva. Os magistrados atenderão, respectivamente, neste sábado (26) e domingo (27), das 12 às 18 horas, no Palácio da Justiça (Bairro Cambeba), em Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

No Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 19ª e 20ª Varas Cíveis, da 20ª Unidade do Juizado Especial Criminal e do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 12h às 18h. Os pedidos de natureza cível, no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos citados plantonistas.

Interior

No Interior, o atendimento acontecerá das 8h às 14h nos fóruns das comarcas de Juazeiro do Norte (Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher), Crato (2ª Vara Cível), Iguatu (3ª Vara), Aurora (Vara Única), Cedro (Vara Única), Senador Pompeu (Vara Única), Itapiúna (Vara Única), Russas (1ª Vara), Fortim (Vara Única), Maracanaú (1ª Vara Criminal), Aquiraz (JECC), Caucaia (Vara Única da Infância e da Juventude), Santana do Acaraú (Vara Única), Sobral (3ª Vara Cível), Granja (2ª Vara), Tianguá (3ª Vara), Carnaubal (Vara Única), Tamboril (Vara Única), Parambu (Vara Única) e Canindé (1ª Vara).

SSPDS deflagra operação saturação em Fortaleza. Na ação, mais de mil agentes

221 1

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deflagrou a Operação Contra-ataque. A ofensiva, a maior já realizada no Ceará, segundo a assessoria de imprensa do órgão, tem como objetivo realizar saturação em pontos sensíveis de Fortaleza e Região Metropolitana apontados pelos setores de inteligência policial.

As vinculadas da SSPDS – Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) e Perícia Forense do Ceará (Pefoce) –, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e órgãos municipais e federais parceiros – Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Autarquia Municipal de Fortaleza (AMC), Agência de Fiscalização do Fortaleza (Agefis) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) – participam da iniciativa atuando em conjunto.

Milhares de agentes de segurança, trânsito e fiscalização, centenas de viaturas, três aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS e um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) atuam de forma integrada no combate à criminalidade, realizando cercos, ações de saturação, cumprimento de mandados, barreiras de fiscalização.

Os agentes penitenciários agem na busca de foragidos e conferindo a localização de apenados que usam tornozeleiras eletrônicas. Mais detalhes da Operação Contra-ataque serão divulgados, neste sábado (26).

(Foto – SSPDS)

Tasso, Eduardo Girão e Capitão Wagner garantem apoio a Camilo no enfrentamento à violência

490 2

O governador Camilo Santana postou há pouco, em sua página no Facebook, o apoio dos senadores Tasso Jereissati e Eduardo Girão, além do deputado federal Capitão Wagner, no enfrentamento à violência no Ceará, que desde o início do ano registra ataques a ônibus, transportes escolares, carros-pipa, estações de energia elétrica, viadutos, entre outros equipamentos públicos e particulares.

“Recebi há pouco, na sede do Governo, os senadores Tasso Jereissati e Luís Eduardo Girão, e o deputado Wagner Souza. Conversamos sobre as ações de enfrentamento ao crime que o Ceará tem feito e sobre a importância do envolvimento do Governo Federal nessa luta. Agradeço aos parlamentares pela disposição demonstrada em ajudar o nosso Estado”, disse Camilo.

(Foto: Facebook)

Neste ultimo fim de semana das férias, sete das 11 praias de Fortaleza estão boas para o banho

Neste último fim de semana das férias escolares e da alta estação do turismo, sete das onze praias de Fortaleza monitoradas pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) estão próprias para banho. É o que informa o boletim semanal de balneabilidade divulgado, nesta sexta-feira (25),  pela assessoria de imprensa do órgão.

A lista está disponível no site e no aplicativo da autarquia, ajudando cearenses e turistas na escolha da praia para o lazer e a prática de esportes.

Praias

Na Zona Centro, estão próprias as praias localizadas entre a Volta da Jurema e a foz do Riacho Maceió, e entre a obra do Aquário e o espigão da rua João Cordeiro.

Na Zona Leste, estão próprias todas as praias da extensão da Praia do Futuro, com exceção do trecho localizado entre os postos 1 e 2 do Corpo de Bombeiros.

Na Zona Oeste, os dois trechos compreendidos entre a avenida Philomeno Gomes e a rua Lagoa do Abaeté está aprovados.

(Foto – Arquivo)

Heitor Férrer ameaça ação popular se Cagece reajustar tarifa acima da inflação

273 1

A Cagece vai reajustar a tarifa de água e esgoto, com a perspectiva de que a majoração fique em 15%.

Para o deputado estadual Heitor Férrer, um absurdo contra a classe trabalhadora que, no seu reajuste salarial, sempre sai perdendo.

Heitor ocupou suas redes sociais e abordou o assunto, fazendo um levantamento dos últimos aumentos da conta de água do cearense. Ele ameaça entrar com ação popular se a Cagece majorar a tarifa  como deseja.

Justiça do Trabalho manda parque aquático indenizar funcionária vítima de assédio sexual

O Complexo Turístico Beach Park, parque aquático situado em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), foi condenado na primeira e na segunda instâncias da Justiça do Trabalho do Ceará a pagar uma indenização de R$ 30 mil a uma funcionária vítima de assédio sexual. A decisão é da Segunda Turma do TRT, que confirma sentença da Vara do Trabalho do Eusébio e foi publicada no dia 21 de janeiro, informa a assessoria de imprensa desse tribunal.

Na ação trabalhista, a trabalhadora narra que recebia propostas e “cantadas”, sempre em forma de “duplo sentido”, de seu coordenador. O superior visitava com frequência o quiosque em que ela trabalhava como vendedora e fazia convites para sair, para jantar e oferecia caronas após o expediente, sempre com insinuações de cunho sexual. Em umas das vezes, segundo a funcionária, ele teria mostrado fotos de mulheres seminuas, e perguntado se ela teria fotos semelhantes para ele ver.

O relato da funcionária do parque foi confirmado por uma das testemunhas que também teria sido vítima do assediador. “O superior hierárquico, tanto da autora como da segunda testemunha, adotava o mesmo modus operandi, ou seja, utilizava de sua condição hierarquicamente superior para expor suas subordinadas a situações constrangedoras, violadoras de sua liberdade sexual”, escreve na sentença a juíza do trabalho Kaline Lewinter.

Diante da situação constrangedora, as duas funcionárias procuraram a assistente social do Beach Park. Após um mês sem retorno da empresa, elas resolveram entrar em contato com sindicato da categoria, que também não tomou nenhuma providência. Ainda sofrendo assédios, dirigiram-se à gerência de Recursos Humanos do parque, que chegou a realizar uma reunião com os envolvidos. No entanto, no dia seguinte, a funcionária foi informada pela gerência que nada poderia fazer para ajudá-la, pois o acusado era muito antigo na empresa. Quatro meses depois, a trabalhadora foi surpreendida com uma demissão sem justa causa.

O gerente comercial e superior hierárquico do assediador confirma que o parque tinha conhecimento das denúncias, e omitiu-se na apuração e punição do responsável. Na sentença, a magistrada de primeiro grau considerou grave o fato de a empresa não ter anexado ao processo cópia do procedimento interno para apurar a denúncia de assédio. Ela considerou que tal omissão ratifica a conduta do Beach Park em não punir o agressor.

“Conforme se pode depreender, sobressai indubitável a insensibilidade e indiferença por parte da empresa demandada diante da situação vivenciada pela obreira”, afirma o relator do processo na Segunda Turma do TRT/CE, desembargador Francisco José Gomes da Silva. Em seu voto, o magistrado explica que o assédio sexual caracteriza-se por atitudes inoportunas, que abalam a autoestima do empregado pela sua repetição, traduzindo-se em situações de constrangimento. “No caso, todo o cenário emergente dos autos revela que a reclamante, efetivamente, sofrera humilhações capazes de abalar sua honra subjetiva e objetiva”, conclui.

Da decisão, cabe recurso.

Primeira captação no Hospital Regional de Quixeramobim garante cinco órgãos para transplante

Profissionais da saúde e da segurança se mobilizaram para fazer a primeira captação de órgãos no Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim. Graças ao sim de uma família que perdeu um ente querido, foram doados dois rins, um fígado e duas córneas de uma paciente de 44 anos que teve diagnóstico de morte encefálica.

A captação, realizada nessa quinta-feira, envolveu pelo menos 10 profissionais no hospital em Quixeramobim, dois pilotos da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e quatro profissionais da Central de Transplantes. Quando se fechou o diagnóstico de morte encefálica e a família autorizou a doação, a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do HRSC notificou a Central de Transplantes e a operação de captação foi articulada. O fígado captado já foi transplantado e os outros órgãos foram ofertados para transplante.

“Criamos uma força tarefa no hospital, onde participaram cirurgiões, clínicos, neurologistas, enfermagem, serviço social e fisioterapia, para que essa captação múltipla tivesse êxito. Mas nada disso seria possível se não fosse a decisão da família, que em um momento de dor fez esse ato nobre”, destaca o diretor de processos assistenciais do HRSC, Cristiano Rabelo.

Também foi a primeira vez que a aeronave de modelo alemão H135, em operação há cerca de dois meses para o Governo do Ceará, atuou nessa finalidade, segundo o major Sílvio Assunção, da Ciopaer.

(Foto – Divulgação)

PSL apregoa o resgate da política real no Ceará

210 2

Com o titulo “O resgate da política real no Ceará”, eis artigo de Heitor Freire, presidente estadual do PSL e deputado federal eleito. Ele critica a falta de oposição no Estado. Confira:

A política real envolve a administração da divergência com justiça, sinceridade e diálogo, visando o bem comum para acomodar os diferentes interesses da população, representada pelos políticos, que precisam ser independentes para dever satisfação apenas ao seu eleitorado.

No Ceará, presenciamos o ápice da política teatral. Chegamos ao ponto de praticamente não haver oposição, e, sem o mínimo de oposição, não há política real. O Governo do Estado e a Prefeitura são duas faces da mesma moeda e dominam a maioria na Câmara dos Vereadores e na Assembleia Legislativa, através da nada saudável e custosa aliança com quase todos os partidos. São sempre os mesmos grupos se alternando no poder através de disputas internas com desavenças e pazes teatrais, impedindo a renovação e alimentando o socialismo com foco no Estado como senhor absoluto da vida de todos. Modelo conveniente para os que estão no comando do Estado e lá pretendem ficar a qualquer custo.

A prova cabal de como funciona essa agenda, cuja manutenção do poder está acima do povo na lista de prioridades, é a tão enaltecida “saúde fiscal” do Ceará. Conquistada com uma implacável e elevada tributação realizada por uma Secretaria da Fazenda com tecnologia de ponta que sufoca o empreendedor e espolia a herança alheia.

Reflita: Eficácia plena na arrecadação e incompetência máxima na segurança pública. Não tem justificativa. Para quem conhece os métodos do socialismo, isso não é surpresa. É o clássico interesse no aumento do Estado para, consequentemente, aumentar o poder utilizando a burocracia, os impostos e a falta de segurança como mecanismo de controle social. Alguma semelhança com o caso cearense? A pessoa preocupada em sobreviver, apenas agradece a Deus por cada novo dia viva. Diante disso, uma eventual organização que se oponha contra os altos impostos, a burocracia e a insegurança se torna algo cada vez mais difícil.

Em 2018 tivemos uma renovação inusitada. Conseguimos eleger políticos dispostos a resgatar a política real, assumindo riscos para fazer uma oposição verdadeira em defesa do povo cearense, há anos sujeito aos interesses das mesmas oligarquias. A era do reinado deles está passando. Agora existe uma oposição independente com total suporte do governo federal.

Chegou a hora de resgatar a política real no Ceará.

*Heitor Freire

heitorfreire@hotmail.com

Deputado federal eleito e presidente PSL Ceará.

(Foto – PSL)

Fortaleza é sede do Festival de Cinema em Ação

Neste sábado e domingo, o público que passar pelo Espigão do Náutico, na Avenida Beira Mar, das 17 às 23 horas, conferirá o I Festival Cinema em Ação. Trata-se de um projeto cultural com exibição de filmes e apresentações teatrais para todas as idades, além de oficinas de audiovisual e de maquiagens para atores. Toda programação será gratuita e a iniciativa é do Ministério da Cultura.

A estrutura abrigará uma super tela de 12 X 8m, espaço com cadeiras, banheiros, limpeza e segurança. A cada dia, serão seis exibições cinematográficas e, a cada intervalo, um espetáculo formado por 14 atores performáticos, para interagir com o público.

Em paralelo, haverá a realização de oficina de audiovisual, que resultará em um curta metragem “A Mulher e o poder” a ser exibido na super tela, com apresentação dos jovens artistas das oficinas nos dias 26 e 27 de janeiro. Outra oficina disponível será a de maquiagem para atores. As inscrições para as duas atividades poderão ser feitas no próprio local, um pouco antes do treinamento, e também no site do evento.

À frente do evento, estão os produtores Rosana Almeida e Olívio Rafael, que também realizaram em Fortaleza o Sacode Verão, em janeiro de 2018. “Além da tradição do cinema cearense, levamos em consideração também o potencial turístico e cultural da cidade”, ressalta Olívio Rafael. Em fevereiro, o evento, realizado através da Lei Rouanet de Incentivos Fiscais e patrocínio do Atacadão, chegará a Imperatriz, no Maranhão.

Secretaria das Cidades abre licitação para regularização fundiária de 3.624 famílias

A partir da próxima segunda-feira (28), começa o processo de contratação de serviço técnico para Regularização Fundiária Urbana de 3.624 imóveis, localizados na cidade de Fortaleza, no âmbito do Projeto Pró-Moradia. O serviço, a ser tocado pela Secretaria das Cidades, incluirá as etapas e atividades de levantamento físico e cadastro multifinalitários georreferenciados, trabalho de mobilização e sensibilização comunitária, coleta e elaboração de documentos e banco de dados georreferenciados.

O processo licitatório, de acordo com a assessoria de imprensa da secretaria, vai ser realizado na modalidade Pregão Eletrônico, e o acolhimento das propostas deverá ser iniciado no dia 28 de janeiro próximo. A data de abertura das propostas e de início da sessão de disputa de preços deverá ocorrer no dia 07 de fevereiro deste ano.

SERVIÇO

*O edital está disponível gratuitamente nos sítios www.portalcompras.ce.gov.br e www.comprasnet.gov.br.

*O certame será realizado por meio do sistema COMPRASNET, no endereço eletrônico www.comprasnet.gov.br, pelo pregoeiro Carlos Alberto Coelho Leitão, telefone (85) 3459-6517. Nº DA LICITAÇÃO NO COMPRASNET 17912018.

Bolsonaro e um péssimo cartão de visitas em Davos

228 1

Com o título “Um péssimo cartão de visitas”, eis artigo de Ítalo Coriolano, jornalista do O POVO. Ele comenta a imagem deixada por Bolsonaro em Davos. Nem coletiva, ele concedeu à imprensa. Confira:

A estreia do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no exterior não poderia ser pior: dos 45 minutos a que tinha direito em seu discurso na abertura do Fórum Econômico Mundial, só falou seis. Para deixar tudo ainda mais constrangedor, insistiu nas frases vazias repetidas mil vezes durante a campanha eleitoral e que pouco interessam a investidores e autoridades internacionais. Afirma que seu governo não terá “viés ideológico”, mas não perdeu a oportunidade de criticar a esquerda. Caso não lembre, o País mantém relações comerciais com governos “vermelhos”, como é o caso da China, maior comprador de produtos brasileiros. Vai romper com o País por pura picuinha? Impossível! Vai ter, sim, que dialogar com a potência comunista. Para isso, a ficha de que as eleições já acabaram ainda precisa cair.

O que o mundo esperava de Bolsonaro eram ideias concretas para tirar o Brasil da crise econômica, dentro do modelo liberal defendido pelo ex-parlamentar. Queriam algo novo. Não veio nada. O que transpareceu para o público foi uma pessoa insegura e despreparada para o cargo que ocupa.

E quando se imaginava que seria possível extrair do chefe do Executivo algo mais palpável sobre seus planos para o País, a entrevista coletiva para diversos órgãos de imprensa do planeta é cancelada, 40 minutos antes de ela acontecer, num grave desrespeito aos profissionais da área e a quem consome seus conteúdos.

Tiago Pereira Gonçalves, assessor da Presidência da República, chegou a afirmar que o cancelamento da entrevista coletiva foi devido à “abordagem antiprofissional da imprensa”. Mas o que seria “abordagem antiprofissional”? Fazer perguntas que eventualmente incomodem Bolsonaro? Aprofundar questões? A imagem que tudo isso transmite é a de que a “boa imprensa” é somente aquela que não incomoda, que não toca em assuntos delicados, que não confronta informações, subserviente, sem autonomia. Nesta quarta-feira, Bolsonaro concedeu entrevista apenas à Rede Record, cujo dono, Bispo Edir Macêdo, declarou apoio ao militar reformado durante a disputa presidencial.

Caso não consiga entender e respeitar o trabalho dos jornalistas, o presidente criará embates que não ajudarão em nada na difícil tarefa de governar o Brasil pelos próximos quatro anos. Para o mundo, no caso específico da não-coletiva em Davos, fica a impressão de um sujeito arredio, antipático, grosso, intolerante às diferenças. Que belo cartão de visitas, heim?! Poderia aprender um pouco com seu vice, general Mourão, que aliás vem dando um show de performance na relação com a imprensa durante o exercício da Presidência.

A expectativa agora é de que a experiência de Bolsonaro em Davos sirva ao menos como um choque de realidade. O Brasil e o mundo não precisam mais de um candidato, mas de um presidente, de um estadista que consiga atrair investimentos, que consiga fazer as reformas necessárias, que diminua as desigualdades sociais, que resgate a nossa autoestima, que deixe de desperdiçar energia com temas inócuos, que atue para além das redes sociais, que haja com maturidade.

*Ítalo Coriolano

italocoriolano@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.