Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Repórter do Blog conversa com "Novos Talentos"

154 1

ftalentoss

Nesta semana, tivemos o prazer de bater um longo papo com essa turma aí de cima: 12 estudantes de vários cursos de Jornalismo de Fortaleza. A conversa girou sobre nossa trajetória e rotina de trabalho e, principalmente, a experiência de fazer um Blog voltado para política e atualidades. Ficamos felizes com esse contato, pois aprendemos bastante.

Ficamos mais felizes ainda de saber que essa turma, a 13ª do Programa Novos Talentos, do Sistema O POVO de Comunicação, mostrou amor pelo Jornalismo. Como dissemos na conversa… há um tempo pra tudo… E esse grupinho está com vontade de plantar profissionalmente.

(Foto – Ana Aranha)

Líder do prefeito manda artigo explicando os porquês de RC querer PMs em sua segurança

267 15

Com o título “Pontuações sobre segurança, eis artigo do vereador Evaldo Lima (PCdoB), líder do prefeito Roberto Cláudio na Câmara Municipal de Fortaleza. Ele aborda a polêmica sobre a cessão de policiais militares na segurança do prefeito. Ele explica os porquês de RC optar por PMs e não não pela guarda Municipal. Confira:

Há alguns dias temos ouvido argumentos e críticas totalmente infundadas e fictícias sobre a proposta de convênio entre a Prefeitura e Governo do Estado que vai permitir, entre outras ações, auxiliar na segurança do Prefeito Roberto Cláudio. Ao contrário do que pode pensar alguns colegas parlamentares, a segurança do prefeito não é privilégio, é uma prerrogativa da função. Vamos aos dados concretos:

– O número de PMs que serão utilizados na segurança do prefeito serão 12, divididos em dois turnos;
– Esses PMs sairão do quadro da Casa Militar do Governo do Estado; o Governo do Estado, por meio da Casa Militar, e a Prefeitura de Fortaleza vão fazer um convênio para permitir a cessão desses policiais;
– A gratificação dos policiais será paga pela Prefeitura de Fortaleza;
– O convênio já está em estudo na Procuradoria Geral do Estado (PGE) e valerá também para a capacitação e treinamento da Guarda Municipal e Defesa Civil.
– Apesar da Guarda Municipal ter o direito a utilizar armas letais (por Fortaleza ter mais de 200 mil habitantes), a Instituição nunca recebeu treinamento para portar armas de fogo e nem treinamento para segurança de autoridades;
– Esse modelo de convênio não é novidade, inclusive já é utilizado em estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Além dessa nova organização descrita, a gestão do Prefeito Roberto Cláudio possui diversas ações concretas para a questão da segurança da cidade. Foi criada a Secretaria Municipal de Segurança e Cidadania e vamos realizar concurso público para colocar mais 1.000 Guardas Municipais nas ruas de Fortaleza. Há também o trabalho da Coordenadoria de Políticas Públicas para Juventude, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria de Esporte e Lazer e outras secretarias, cada uma em sua área, fomentando e despertando nas crianças e jovens fortalezenses o real sentido da cidadania, para assim construirmos uma Fortaleza cada vez mais cidadã e segura para todos.

* Evaldo Lima,

Líder do Prefeito Roberto Cláudio na Câmara Municipal.

Saudade de Chico Anísio – Viúva jogará pétalas de rosas sobre a Serra de Maranguape

439 1

malga

Malga di Paula, viúva de Chico Anísio, estará neste domingo, a partir das 10 horas, decolando de helicópteo do Marina Park Hotel com destino à cidade de Maranguape (Região Metropolitana de Fortaleza). Na terra natal de Chico, ela jogará pétalas de rosas sobre a Serra de Maranguape, onde foi depositada parte das cinzas do humorista cearense.

Em seguidas, ela aterrissará no município para assistir a uma missa que marca o primeiro aniversário da mote de Chico Anísio.

Na segunda-feira, a partir das 19 hora, no Palácio d Abolição, Malga di Paula receberá a Medalha da Abolição que foi concedida pelo governo do Ceará a Chico Anísio.Nessa mesma cerimônia, receberão igual medalha a jornalista e professora Adísia Sá, a empresário Yolanda Queiroz e o empresário Ivens Dias Branco.

Ronda do Quarteirão – Tragado por velhos costumes do passado

Eis artigo da professora Glaurícia Mota, coordenadora do Laboratório de Direitos Humanos e Cidadania da Uece. Intitulado “Um Novo modelo de política de segurança pública”, faz críticas ao programa Ronda do Quarteirão. Anunciando como avanço, acabou tragado pro velhos costumes da polícia tradicional.

Por que o volume de investimentos feitos na área da segurança pública no Governo Cid Gomes não consegue reduzir os índices de violência no Estado? Pelo simples fato de que não basta apenas investir em mais armamento, viaturas e equipamentos, reformas e construção de prédios. Há que se gestar um novo modelo de política de segurança pública, em que a atuação das polícias seja mais preventiva que repressiva, que faça uso inteligente de novas tecnologias como ferramentas e estratégias de investigação científica, considerando que o modelo tradicional das polícias se mostrou obsoleto para a redução dos índices de criminalidade e violência no Estado brasileiro, principalmente da violência letal.

A criação do Ronda do Quarteirão ou da “polícia da boa vizinhança”, antes apresentado como um novo modelo de atuação policial, uma vez que privilegiava as ações de proximidade com a comunidade e, portanto, ações mais preventivas e sociais do que repressivas, acabou sendo engolido pelo modelo tradicional de atuação da polícia militar. Um modelo que prioriza e defende mais repressão no enfrentamento da criminalidade para solucionar os problemas da segurança pública.

A história do Ronda é apenas um exemplo das dificuldades que encontram as novas políticas diante do apego das polícias estaduais à tradição e aos estreitos espaços para as inovações. As polícias tradicionais têm uma resistência incomum às mudanças, que, por si, é parte do problema a ser enfrentado pelos governantes ao tentar operacionalizá-las na área da segurança pública, levando em conta as exigências da democracia.

Pesquisas desenvolvidas na área revelam que o atual modelo das polícias brasileiras acaba permitindo a existência de interesses particulares e de grupos nas suas estruturas de poder, que são ilegalmente articulados e, em estreita colaboração com grupos criminosos, acabam por fincar raízes nas polícias. E as mudanças propostas ameaçam práticas altamente lucrativas já acomodadas na estrutura policial, e que acabam beneficiando parte das elites policiais.

No Ceará, frente ao seu tabuleiro de mudanças e sem interlocutores de peso no seio da Polícia Militar para fazer a articulação entre o novo e o velho modelo de atuação dessa polícia, o que fez o Governo Cid Gomes? Deixou o Ronda ser tragado pelo velho modelo e este “tornou-se polícia nas ruas” como anunciava a manchete de um jornal local. Ao agir assim, o Governo fez uma “nova escolha”, uma escolha política pelo modelo tradicional, militarizado e repressivo que tem como referência estratégias de guerra de combate do inimigo no espaço público.

Hoje, no Ceará, o modelo que simboliza essa escolha se chama Raio – Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas. Percebam, houve uma troca na escolha: do Ronda do Quarteirão pelo Raio. Qual o impacto dessa escolha na redução dos índices de criminalidade e violência?

* Glaucíria Mota

glaumota@pq.cnpq.br
Coordenadora do Laboratório de Direitos Humanos e Cidadania da Uece.

Cid Gomes considera "natural" que Eunício articule para disputar o Governo em 2014

87 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=moTUU2Ge4_4[/youtube]

O governador Cid Gomes considera cedo para se falar em disputa governamental 2014. Foi o que ele deixou claro, numa rápida coletiva quando do lançamento do livro “Antes dos Coronéis”, do jornalista J. Ciro Saraiva, lançado na Assembleia Legislativa. Cid falou sobre estiagem, sobre o livro de Ciro Saraiva e, claro, sobre eleições do próximo ano.

Indagado se teria gente apressada em falar sobre sucessão – caso do senador Eunício Oliveira, Cid Gomes considerou natural esse tipo de articulação e avisou: o tema só entrara e sua agenda a partir de maio do próximo ano.

PT fará reunião já de olho em 2014

A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores vai reunir, nos próximos dias 5 e 6, em Fortaleza, todos os prefeitos e vereadores da legenda. Hora de começar a pensar em 2014, quando o PT espera, no mínimo, ter um nome disputando cargo majoritário.

O nome para a disputa, mais precisamente o Senado, já está nas ruas: o líder do PT na Câmara, José Nobre Guimarães que, sobre o assunto, tem evitado falar e sempre repetido a frase de que só se deve pensar em 2014 no ano de 20140

José Guimarães tem nome lembrado por várias correntes petistas.

 

Fique atento à portaria sobre crianças no show dos 20 anos do Siriguella

“A juíza Alda Maria Holanda Leite, coordenadora das Varas da Infância e da Juventude de Fortaleza, baixou portaria disciplinando o ingresso de crianças e adolescentes no evento “Aniversário do Siriguella 20 anos”. O show, promovido pela empresa Siriguella Promoções e Eventos Ltda., acontecerá neste sábado (23/03), no Marina Park Hotel.

Na portaria, assinada nesta sexta-feira (23/03), a magistrada determina que jovens com até 16 anos incompletos só poderão entrar no evento acompanhados dos pais, de responsável legal (tutor ou guardião), apresentando cópia do documento que comprove a tutela ou guarda; ou acompanhado de avós, irmãos e tios, desde que comprovem o parentesco. A juíza determina também a fiscalização, pelos agentes de proteção do Juizado, “sobre qualquer forma de negligência, exploração, inclusive laboral, de violência, discriminação, maus tratos e mau exercício do poder familiar, praticados contra crianças e adolescentes”.

Os agentes poderão ter acesso a todos os setores e espaços do complexo estrutural erguido para o evento e, caso haja tentativa de impedimento ou embaraço, o transgressor deverá ser conduzido para a delegacia plantonista, para que sejam adotados os procedimentos legais. O diretor do Departamento de Agentes de Proteção (DAP) deverá adotar as providências necessárias para o fiel cumprimento da portaria.

 

Fazer e fazer bem feito

168 1

cid obras

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Érico Firmo:

Parte da vidraça do recém-reformado Castelão desabou e a desculpa oficial foi a de que “alguém provavelmente esbarrou”. À parte a especulação vaga, espera-se que estrutura colocada em local de fluxo de pessoas seja a prova de empurrões. Todavia, seria apenas um detalhe a não merecer maior reflexão, não fossem as recentes polêmicas envolvendo obras do Estado que mal haviam sido concluídas.

No mês passado, incomodado com o desabamento da marquise do Hospital Regional Norte, em Sobral, o governador Cid Gomes (PSB) afirmou que ficava praticamente triste porque, segundo ele, “vai parecer que as coisas que eu faço são mal feitas, e não são. São muito bem feitas”.

O governador costuma repetir que gosta de realizar obras de qualidade. Por isso, muitas vezes prefere pagar mais caro, para ter o retorno no resultado final. O raciocínio é absolutamente legítimo. Nem o caso do hospital nem o do Castelão é suficiente para dizer que tais obras são duas porcarias, o que seria uma mentira.

Nos empreendimentos de tal magnitude é até natural que haja problemas pontuais, desde que não comprometam o todo. No entanto, já houve episódios bem mais relevantes, capazes de por em xeque, sim, a qualidade do trabalho realizado pelo Estado. E com prejuízos para o contribuinte, inclusive.

Na época em que Cid se insurgiu – com toda razão do mundo, a propósito – contra o Ministério dos Transportes, pela situação calamitosa das rodovias federais, o deputado estadual Heitor Férrer (PDT) mostrou que a CE-168, entre Itapipoca e Itapajé estava em condições também imprestáveis. Fazia apenas dois meses que o governador participara da entrega da rodovia recuperada, cujos custos passaram de R$ 20 milhões. A empreiteira responsável apontou que houve erro no projeto, formulado por outra empresa. Teria sido desconsiderado o “detalhe” de se tratar de obra em serra.

No começo de 2012, o Estado autorizou a reforma da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) de Itaitinga, para reforçar a segurança, depois de três grandes fugas no intervalo de sete meses. Detalhe: o local havia sido inaugurado menos de três anos antes.

Em março do mesmo ano, veio abaixo a primeira etapa da reforma do canal do rio Granjeiro, no Crato. Os trabalhos para recuperar os estragos decorrentes da chuva do ano anterior haviam custado R$ 2,5 milhões. Cada caso tem sua explicação, mais ou menos convincente. Em conjunto, expõem que a qualidade do que é entregue talvez não esteja compatível com o que os subordinados do governador levam aos seus ouvidos.

Secretário da Segurança credita à gestão Luizianne Lins aumento da violência

297 24

coronelbezerra

“O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o coronel Francisco Bezerra reagiu com insatisfação ao ser abordado pelo O POVO para falar sobre o volume de assassinatos ocorridos na Região Metropolitana de Fortaleza. Na manhã da última quarta-feira, durante a inauguração de uma casa de detenção, em Itaitinga, Bezerra afirmou que o assunto era “requentado todos os dias” pela imprensa e justificou que o problema não cabe somente à Polícia.

“Isso não é só um problema de Polícia. Isso é um problema de toda a sociedade. Eu sugiro, nesse momento, que vocês vejam que tipo de equipamento a Prefeitura de Fortaleza, nos últimos oito anos, colocou à disposição dos jovens e adolescentes”, criticou o secretário, que prosseguiu: “Isso requer investimento na área da educação, assistência ao jovem, criação de emprego e na área da punição efetiva de quem comete o crime”, concluiu, sugerindo alterações na Lei da Maioridade Penal, fixada em 18 anos.

Secretário municipal da Juventude durante o governo da ex-prefeita Luizianne Lins, Afonso Sousa reagiu às declarações do coronel. Ele defendeu que o governo petista foi um dos que mais investiu em políticas para a juventude nos últimos anos e classificou a avaliação de Bezerra como “equivocada”.

“Ele está tão equivocado, que a área em que mais subiu o índice de criminalidade foi justamente onde houve investimentos. Isso deixa claro que é um problema de Polícia, relacionado ao tráfico de drogas. Se a questão fosse meramente municipal, áreas da Região Metropolitana não seriam afetadas”, disse Afonso, citando a criminalidade em bairros como a Barra do Ceará, onde foi instalado o Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca).

Dentre os investimentos feitos pelo governo de Luizianne, Afonso citou a criação de uma Coordenadoria da Juventude, do Conselho Municipal da Juventude e de um fundo municipal para os jovens. “É muito chato uma figura pública atribuir seus índices negativos a terceiros para desviar o foco do debate.

Não estou dizendo que não faltam políticas públicas para jovens. Existe, de fato, um histórico de carência neste sentido. Mas o governo Luizianne iniciou um trabalho para mudar esse quadro que a atual gestão deve continuar”, afirmou.”

(O POVO)

Moradores de conjunto habitacional sob suspeita têm tv a cabo e câmeras de segurança

habitaf

“Para ganhar uma habitação no programa Minha Casa, Minha Vida é preciso atender a vários critérios – entre eles, ter renda familiar de até R$ 1.600,00. Abordados pelo O POVO na tarde de ontem, no entanto, dois moradores do conjunto São Bernardo, que pediram para não ter a identidade revelada, afirmaram que nem todos aparentam se encaixar nesse perfil financeiro. Um deles apontou o fio no qual deverá ser instalada uma câmera de segurança para um dos moradores. O portão do condomínio é eletrônico – o que gerou aos moradores uma taxa extra. “O pessoal pensa que aqui todo mundo ganha cinco, seis salários”, reclamou um morador. Esse conjunto está sob investigação da Fundação Habitafor sob suspeita de favorecimento político.

Em cima dos blocos, O POVO verificou várias antenas de televisão por assinatura. Na garagem, veículos em bom estado – alguns populares, outros nem tanto. Um morador disse “ouvir conversa” de que alguns dos vizinhos eram funcionários ou parentes de servidores da Habitafor. Por outro lado, uma senhora que também pediu para não aparecer na reportagem, desmentiu o que chamou de “boatos”. “Aqui tem todo tipo de gente, e muita gente que quer é fazer confusão”, minimizou. O POVO tentou contato com a síndica do conjunto, mas o porteiro afirmou que ela não estava em casa no momento. Até o fechamento desta edição, não houve retorno.”

(O POVO)

Fundação Habitafor levanta suspeitas sobre influência política em projeto habitacional

160 1

“A Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) concluiu o relatório de investigação interna que lança suspeita sobre a situação de beneficiários do programa Minha Casa, Minha Vida, na Capital. De acordo com o documento, ao qual O POVO teve acesso, 29 das 80 famílias contempladas por apartamentos no conjunto São Bernardo, no bairro Serrinha, possuíam vínculo direto ou indireto com a Habitafor ou com outros órgãos da Prefeitura. Segundo a atual gestão, alguns moradores sequer teriam cadastro no Programa.

O relatório foi encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF) e à Procuradoria Geral de Justiça do Ceará, que deverão aprofundar a apuração. O procurador federal Alexandre Meireles disse ter solicitado mais documentos à Habitafor para avaliar se há indícios concretos de irregularidade. Só depois, o MPF avaliará se encaminha, ou não, o caso à Justiça. O conjunto São Bernardo foi entregue no fim de 2012, na gestão da ex-prefeita Luizianne Lins (PT). De acordo com a atual presidente da Habitafor, Eliana Gomes (PCdoB), a lista de 29 beneficiários questionados inclui 13 pessoas filiadas ao PT. “Isso, por si só, não é irregular. O que colocamos é: o Minha Casa, Minha Vida é um grande programa, com mais de 92 mil pessoas cadastradas. Se há irregularidade, quem vai dizer são os órgãos de investigação”, afirmou Eliana.

Procurado pelo O POVO, o ex-presidente da Habitafor, Roberto Gomes, disse ter segurança de que todas as famílias beneficiadas tinham cadastro regular e só foram aprovadas após avaliação da Caixa Econômica Federal, uma das operadoras do Minha Casa, Minha Vida. Segundo Gomes, a Caixa faz uma espécie de “pente-fino”, com análises bancárias e cartoriais daqueles que pleiteiam uma casa pelo programa. Questionado sobre o fato de vários dos moradores haverem tido vínculo direto ou indireto com o PT e com a gestão anterior, o ex-titular da Habitafor rebateu: “Não há nenhum critério de exclusão ou de inclusão no programa por você ser filiado a partido, da mesma forma como você não pode excluir a pessoa por ela ser funcionária ou ter parente funcionário da Prefeitura.”, argumentou.

O POVO procurou a Caixa Econômica Federal para verificar a suposta ausência de cadastro e para questionar o porquê de possíveis falhas no sistema de cadastro. Entretanto, a assessoria de imprensa do banco, em Brasília, informou não ter conseguido levantar os dados a tempo do fechamento desta página. A assessoria informou que hoje deverá esclarecer as questões.”

(O POVO)

Corrente "Mensagem ao Partido" lançará Paulo Teixeira para presidente nacional do PT

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RoezZAsM7fk[/youtube]

A corrente petista “Mensagem ao Partido” vai se reunir nesta sexta-feira e sábado, em Brasília, para discutir o processo de eleição direta na legenda. O deputado estadual Artur Bruno viajou para o encontro e adiantou: nessa ocasião, o deputado federal Paulo Teixeira (SP) será lançado como candidato a presidente nacional do PT por essa ala da legenda que congrega nomes de peso como a ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins.

Epa! Magistrados cearenses terão auxílio-alimentação mensal de R$ 837,00

125 1

“O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aprovou, nesta quinta-feira, resolução que institui auxílio-alimentação para os magistrados. A medida está em conformidade com a Resolução nº 133, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre a simetria constitucional entre a carreira da Magistratura e a do Ministério Público.

O benefício, no valor de R$ 837,00, está previsto na Consolidação Orçamentária do TJCE para o exercício financeiro de 2013 e deverá ser implementado a partir do dia 1º de março. O valor é inferior ao pago pela maioria dos tribunais do país. Os magistrados em férias ou licença, em afastamento não remunerado ou à disposição de outro cargo não têm direito ao auxílio. Aqueles afastados das funções judicantes por decisão proferida em processo administrativo ou em disponibilidade remunerada também não poderão receber a vantagem.

O auxílio-alimentação possui natureza indenizatória, não integra a base de cálculo para incidência de contribuição previdenciária e não é considerado rendimento tributável. O benefício também não se incorpora ao subsídio, proventos ou à pensão. A atualização do valor mensal do auxílio-alimentação será feita anualmente pelo presidente do TJCE, tendo por base a variação acumulada de índices oficiais, valores adotados em outros órgãos públicos e a disponibilidade orçamentária e financeira do Tribunal.”

(TJ-CE)

 

J. Ciro Saraiva lança livro na Assembleia

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=BHwIB0GlWSc[/youtube]

O jornalista J. Ciro Saraiva lançou, nesta noite de quinta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa, o livro “Ates dos Coronéis”. A solenidade contou com a presença do governador Cid Gomes, do ex-governador Gonzaga Mota e teve à frente Zezinho Albuquerque (PSB), presidente do legislativo estadual. Dois ex-presidentes do Poder também prestigiaram o ato: Antõnio Câmara e Antônio dos Santos.

A apresentação do livro ficou a cargo do deputado federal Mauro Benevides. Da Câmara dos Deputados, compareceram Danilo Forte (PMDB) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB), enquanto Alípio Rodrigues conferiu a solenidade em nome da Câmara Municipal. Empresários como Carlos Guálter e representantes de universidades como Wladimir Spinelli, também prestigiaram o evento.

Da Assembleia Legislativa, só o deputado estadual Heitor Férrer. Ciro Saraiva, em conversa com o Blog, avisou: já prepara um terceiro livro, que abordará a Era Tasso Jereissati e Ciro Gomes. Da área de imprensa, jornalistas como Inês Aparecida, Pedro Gomes de Matos, Júlio Sonsol, Marco Aurélio Cabral, Arnaldo Santos e Denísio Pinheiro, enquanto da área do Direito marcou presença o ex-presidente nacional da OAB, Ernando Uchoa Lima.

MP quer anular decreto que dá nome de pessoas vivas a prédios públicos

O promotor de Justiça da Comarca de Irauçuba, Francisco Lucídio de Queiroz Júnior, expediu uma recomendação ao prefeito dessa cidade para que promova a imediata anulação dos decretos que atribuíram nomes de pessoas vivas a bens públicos. O documento também visa evitar que sejam encaminhados projetos de lei à Câmara de Vereadores local, que alterem a denominação de bens públicos com nomes de pessoas vivas, estabelecida através de lei municipal.

O prefeito deve ainda, segundo a recomendação, abster-se de homenagear pessoas vivas, solicitando, na oportunidade, que as providências adotadas em razão da recomendação, sejam comunicadas ao promotor de Justiça, no prazo de 30 dias úteis, a contar da do recebimento da presente, bem como outras informações que entender necessárias, facultando-lhe a juntada de documentos. Segundo o promotor de Justiça, o parágrafo 1º, do artigo 37, da Constituição Federal proíbe a promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos, através da utilização de nomes, símbolos ou imagens em obras, serviços, programas de órgãos públicos.

A lei federal nº 6.454/77 determina que é proibido, em todo território nacional, atribuir nome de pessoa viva bem público, de qualquer natureza, pertencente à União ou às pessoas jurídicas da administração indireta, estendendo-se tal vedação aos estados e municípios que recebem subvenções dos cofres públicos federai, segundo consta do artigo 3º da lei.
Ademais, o artigo 20, inciso V, da Constituição do Estado do Ceará aduz que “é vedado ao Estado e aos municípios atribuir nome de pessoa viva a avenida, praça, rua, logradouro, ponte, reservatório de água, viaduto, praça de esporte, biblioteca, hospital, maternidade, edifício público, auditórios, cidades e salas de aula”.

(MP-CE)

Comércio que desburocratização na relação com o governo estadual

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=oF89OjJu-CI[/youtube]

A Câmara Setorial do Comércio e Serviços, organismo ligado ao Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico, fez reunião durante boa parte desta quinta-feira, na sede da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas.

O cicerone do encontro foi o presidente da FCDL, Honório Pinheiro, que, para o Blog, fez um balanço dos assuntos discutidos. Entre os pontos, desburocratização na relação do comércio com o Estado e com o consumidor.

Fortaleza ganhará casa de ressocialização de presos

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=XApYQYh5NoI[/youtube]

Fortaleza vai ganhar uma casa de ressocialização de presos com apoio da iniciativa privada.

A juíza Luciana Souza, da 2º Vara de Execuções Penais,  dá os detalhes para o Blog, acrescentando que o projeto terá 30 vagas inicialmente e envolverá a Fundação Deusmar Queiroz, Associação dos Magistrados do Ceará, Defensoria Pública Geral do Estado e Ministério Público estadual.

A inauguração está marcada para o próximo dia 3, na avenida Dom Manuel, 738.

Violência contra mulher na Região do Cariri é tema de audiência pública

Atendendo a um requerimento do deputado Antonio Carlos (PT), a Comissão de Direitos Humanos promoverá audiência pública nesta sexta-feira, na Urca, a partir as 10 horas, para para debater o Enfrentamento da Violência Contra a Mulher. Além d parlamentares dessa comissão, também estarão presentes membros da Câmara Municipal do Crato e de Nova Olinda. No início da tarde desta sexta, Antonio Carlos visitará também as delegacias de mulheres do Crato e de Juazeiro e Penitenciária Estadual Feminina (PEF) da região. O objetivo da visita é conhecer e analisar qual a situação em que vivem as mulheres detentas.

São mais de 4 mil mulheres assassinadas todos os anos no Brasil segundo o Mapa da Violência, elaborado pelo Instituto Sangari. Mais de 70% dos casos dos crimes são cometidos por alguma pessoa que ela conhece, familiares, parceiro ou ex-parceiro. Ainda segundo dados divulgados na imprensa, entre 2010 e 2012, a quantidade de mulheres assassinadas no Ceará saltou de 171 para 197. Somente na região do Cariri, apenas durante o ano passado, 18 mulheres foram brutalmente assassinadas, dados publicados. Ainda segundo dados divulgados, 200 mulheres foram assassinadas na região do Cariri nos últimos dez anos.

Duplicação do Anel Viário já está com 12% executada

340 1

anelviario

As obras de duplicação do Anel Viário estão com 12,24% executadas. A informação é do engenheiro do Departamento Estadual de Rodovias (DER), Paulo Loiola, acrescentando que esse percentual corresponde aos serviços de terraplenagem, e de obras de artes correntes e especiais. Atualmente, as ações cobrem aproximadamente 18 quilômetros nos trechos: Tabapuá-BR-020/222, BR-020/222-Rotatória da CE-060 (Ceasa). A reforma deverá permitir melhorias de tráfego, principalmente para o Distrito Industrial de Maracanaú, Maranguape e Ceasa,

Segundo o engenheiro Paulo Loiola, dois viadutos e três pontes foram concluídos: viaduto Nova Metrópole, viaduto da BR-020-BR222, as pontes sobre os rios Siqueira, Gavião e Coaçu. Isso totaliza 50% das obras de artes especiais prontas e outras 30% estão em execução. Já a nova pista será de pavimento de concreto, mais resistente e com maior durabilidade. A existente possui 11 metros de largura. Ao fim das obras, sua medida horizontal será, na verdade, triplicada. Serão 16,5 metros de um lado e 16,5 metros do outro, totalizando 33 metros. A extensão inclui canteiro central, ciclovias laterais, retornos, acostamentos e nova sinalização.

(Com DER)