Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Escola de Samba Imperadores da Parquelândia homenageará "Chico da Matilde"

A Escola de Samba Imperadores da Parquelândia, em clima de 39 anos de fundação, levará para o Carnaval da avenida Domingos Olímpio o samba-enredo “Chico da Matilde – O Dragão do Mar”.

Vai mostrar, com ritmo e ginga, a história desse cearense, nascido em Canoa Quebrada, em Aracati, filho do pescador Manoel do Nascimento e da rendeira Matilde Maria, que é considerado o maior herói popular pela a libertação dos escravos no Ceará.

DETALHE – O desfile da Imperadores da Parquelândia ocorrerá dia 12, a partir das 19h40min.

 

TCE do Ceará terá Portal da Transparência

151 1

Valdomiro Távora - Vice-presidente do TCE Foto: Mauri Melo, em 22/07/2011

Ao abrir trabalhos do Tribunal de Contas do Estado neste ano, a partir das 15 horas desta terça-feira, o presidente do TCE, Valdomiro Júnior, anunciará uma novidade: um Portal da Transparência com dados da prestação de contas de todos os órgãos estaduais.

A equipe técnica do Tribunal já está elaborando toda a plataforma, que deverá ficar pronta até o fim deste mês. Ele garante que o portal vai trazer tudo sobre licitações, convênios, contratos e parcerias seguindo as exigências da Lei de Acesso á Informação.

Será mais um instrumento de vigilância à mão do contribuinte e um lenitivo para a imagem de um TCE bem chamuscado pelo chamado “Escândalo dos Banheiros”.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Mesa da Assembleia vai oficializar cassação de Carlomano Marques

102 1

“A cassação do mandato do deputado estadual Carlomano Marques (PMDB) deverá ser oficializada hoje, durante reunião da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará. No mesmo encontro, o grupo de parlamentares deve determinar a data de posse da deputada Inês Arruda (PMDB), que ocupará a vaga deixada pelo deputado cassado. Carlomano é acusado de ter sido beneficiado por um esquema de captação ilícita de votos.

A reunião da Mesa Diretora da Assembleia acontecerá após a Procuradoria da Casa receber o ofício do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) que determina a perda do mandato do deputado. Embora o documento do TRE tenha chegado à Presidência da Casa na última sexta-feira, o ofício só será encaminhado à Procuradoria da Assembleia na manhã de hoje, já que o novo procurador da AL, Paulo Iran, assumiu o cargo somente no fim da tarde de ontem. Em conversa com O POVO, ele disse que tão logo o documento chegue às suas mãos, o ofício será avaliado e os encaminhamentos possíveis serão orientados à Mesa Diretora da Casa.

Recurso

A notificação do TRE que trata da cassação do mandato de Carlomano foi publicada ontem no Diário da Justiça, quatro dias após o julgamento do caso pelo Tribunal. Com isso, a partir de hoje o deputado tem o prazo de três dias para recorrer da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em nota publicada no blog do jornalista Eliomar de Lima, Carlomano disse que sua expectativa é reverter o caso no TSE “da mesma forma como ocorreu sua cassação: em decisão por unanimidade. Estou muito melancólico, pois nunca esperei ser tratado como um bandido, como um fraudador. Querem me ‘escorraçar’ da Assembleia, aquela Casa em que entrei menino e onde já fui de tudo. Não sei por que razão querem me carimbar como ficha-suja”, desabafou.

A cassação de Carlomano Marques pelo TRE teve por base reportagem publicada no O POVO em 21 de setembro de 2010. O jornal mostrou que o então candidato à reeleição era o principal beneficiário de atendimentos médicos feitos pela irmã dele, a médica e vereadora Magaly Marques (PMDB), dentro do comitê de campanha de Carlomano, no bairro Varjota.”

(O POVO)

Bancada federal cearense aposta em gestão do potiguar Henrique Alves

169 2

andrefigueiredo

“Nordestino, deputado há 42 anos e exercendo seu 11º mandato consecutivo, o peemedebista Henrique Eduardo Alves (RN), 64, é o novo presidente da Câmara dos Deputados. Ele ocupará o cargo pelos próximos dois anos. Sua chegada ao posto consolida o PMDB no controle do Congresso, já que na semana passada Renan Calheiros (PMDB-RN) foi eleito para o comando do Senado.

Apesar das denúncias envolvendo o parlamentar, Henrique Alves foi eleito com 271 votos, contra 165 de Júlio Delgado (PSB-MG), 47 de Rose de Freitas (PMDB-ES) e 11 de Chico Alencar (PSOL-RJ). Ao todo, 497 dos 513 deputados participaram da votação. Três deputados votaram em branco. Entre parlamentares cearenses, a escolha de Henrique Alves repercute positivamente.

De acordo com o deputado federal José Guimarães, líder petista na Câmara, fazia tempo que não havia um presidente nordestino na Casa. “Ganha o Ceará e a região Nordeste”, opinou. A eleição de Alves, explica Guimarães, pode se refletir na consolidação de projetos estruturantes no Ceará, nos pleitos fundamentais da economia cearense, na participação da bancada na discussão e votação do orçamento em 2013, bem como no debate sobre os royalties.

Líder do PDT na Casa, o deputado André Figueiredo reforça que Henrique Alves já se comprometeu, em reunião com a bancada cearense, a destacar pontos importantes para o Ceará, que são uniformes ao estado dele, o Rio Grande do Norte. Para ele, a questão dos royalties e a partilha de participação dos estados são temas extremamente importantes para estados do Norte e Nordeste.

Na avaliação de Raimundo Gomes de Matos (PSDB), Henrique Alves tem capacidade de resgatar a credibilidade que a Câmara precisa. Matos destacou, no discurso pós-eleição do novo presidente, a intenção de atender às demandas de sindicatos, entidades de classe, prefeitos, vereadores, consolidando a Câmara como casa do povo. “Não resta dúvida de que a eleição dele, tirando a presidência do eixo Sul e Centro-Oeste, fortalece a região Nordeste. E espera-se que ele dê realmente espaço para os grandes debates regionais”.

(O POVO/Foto – Paulo MOska)

MP investiga ligação entre associações comunitárias e vereadores de Fortaleza

171 1

“Associações comunitárias acusadas de possuírem ligações com vereadores de Fortaleza já são alvo de investigação sigilosa da Justiça e do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), afirma o promotor de Justiça Ricardo Rocha, do Ministério Público Estadual. Entre as entidades sob a mira da Justiça, figuram associações apontadas por reportagem do O POVO do último domingo. Na ocasião, o jornal mostrou que associações ligadas a vereadores – várias delas presididas por parentes dos parlamentares – receberam grandes repasses de verbas públicas da Prefeitura de Fortaleza, por meio da liberação de Emendas Parlamentares e o firmamento de convênios com a gestão municipal.

Entre os objetos dos convênios, estão repasses de R$ 218 mil para o Grupo Solivida, fundado pelo vereador Eulógio Neto (PSC), para a realização do “8º arraiá do cumpade Eulógio” e o bloco de Pré-Carnaval “Elógico que eu vou”. Financiadas por verbas públicas, essas associações também estariam sendo utilizadas para a autopromoção dos vereadores em seus redutos eleitorais. Na reportagem, O POVOrelatou diversos casos de uso das entidades, que vão desde a compra de ambulâncias para comunidades carentes até a distribuição de alimentos e materiais de higiene.

Investigação

Segundo o promotor Ricardo Rocha, prestações de contas de todas as entidades agraciadas por emendas parlamentares são analisadas sigilosamente pelo MP e o TCM. A investigação parte de denúncia de que a liberação de emendas teria sido negociada pela Prefeitura como forma de comprar o apoio de vereadores da base aliada da gestão Luizianne Lins (PT). “Na medida em que pedimos por todas as emendas parlamentares agraciadas pela Prefeitura, poderemos fazer análise geral das irregularidades”, afirma Ricardo Rocha.

Um dos principais envolvidos na acusação, já tendoprestado depoimento ao MP, é o atual vice-presidente da Casa, Adail Júnior (PV). Segundo a investigação, a associação Casa do Povo, que seria ligada a ele, recebeu R$ 1,2 milhão através desse tipo de negociação. Adail nega ligação com a associação, dizendo que apenas realizou os repasses pela “importância” do trabalho da instituição.”

(O POVO)

Ceará receberá R$ 11 milhões para ações contra o "crack"

“O Estado do Ceará foi o 12º estado a aderir ao programa “Crack, é possível vencer”, do Ministério da Saúde, onde receberá R$ 111,7 milhões. A proposta é aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas, além de ampliar ações de prevenção.

Com a adesão, o Estado poderá criar nos próximos dois anos mais de 217 leitos para atendimento aos usuários de drogas, em especial o crack. As vagas serão possíveis por meio da abertura de 48 leitos em enfermarias especializadas; qualificação de seis Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS) que passam a atender 24 horas; duas novas Unidades de Acolhimento (sendo uma destinada ao público adulto e uma ao infantil); e parceria com Comunidades Terapêuticas para abertura de 120 vagas nesses espaços. Além disso, Fortaleza vai receber três novos Consultórios na Rua. Para as ações serão investidos R$ 79,6 milhões.

O Ministério da Saúde anunciou a ampliação para mais 120 vagas em comunidades terapêuticas este ano. Os recursos estão garantidos.”

Sobral ganhará sala de cinema 3D nesta quarta-feira

A cidade de Sobral (Zona Norte) ganhará, a partir desta quarta-feira, uma sala de cinema 3D. Será a primeira do interior cearense. A sessão de pré-estreia contará com a exibição de “As Aventuras de Pi” para convidados. A sala vai integrar o Cine Renato Aragão, que fica no Pinheiro Supermercado, na Avenida John Sanford, 1800.

A iniciativa de implantar essa primeira sala de cinema 3D longe da Grande Fortaleza é do empresário Honório Pinheiro, controlador de Pinheiro Supermercados. Ele estará no ato dando boas vindas às autoridades. Já confirmaram presença o prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT), e o secretário de Cultura do Ceará, Francisco Pinheiro.

A estreia do equipamento cultural para o grande público será na quinta-feira, a partir das 15 horas.

SERVIÇO

As Aventuras de Pi. Classificação indicativa: 10 anos

6 de fevereiro (para convidados) – 19 horas
7 de fevereiro (aberta ao público) – 15 horas
Cine Renato Aragão – Avenida John Sanford, 1800 – Junco – Sobral

Mais informações: (88) 3614 – 2251.

Presidente do TJ/CE recebe visita do ex-governador Lúcio Alcântara

143 3

lucioalcatara

Luiz Gerardo se disse honrado com a visita de Lúcio.

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Luiz Gerardo Brígido, recebeu, nesta segunda-feira, em seu gabinete de trabalho, o ex-governador e ex-senador Lúcio Alcântara.

Lúcio, que preside o Partido da República (PR) no Estado, desejou sucesso ao novo gestor que também é seu amigo de longa datas.

(Foto – Divulgação)

Efeito IDGS – MPE vai entrar com ação contra dois ex-secretários de Luizianne

160 2

O promotor de justiça do Estado, Ricardo Rocha, vai entrar com uma ação civil pública contras dois ex-secretários de Saúde da Prefeitura de Fortaleza: Odorico Monteiro e Alexandre Mont’Alverne. O motivo seria o repasse de R$ 116 milhões, sem licitação, para o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Apoio à Gestão em Saúde (IDGS). A transferência de recursos teria ocorrido durante as gestões da ex-prefeita Luizianne Lins (PT).

A ação – que também terá como alvo os sócios do IDGS, irá se basear em uma investigação da inspetoria do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Segundo Ricardo, não havia “qualquer razão” para a dispensa de licitação. Além da devolução de todo o dinheiro, o promotor pede multa no valor de duas vezes os recursos destinados ao instituto, perda dos cargos públicos, dos direitos políticos e da capacidade de contratar com o poder público.

(Canal Política – POVO Online)

DETALHE – Atualmente, Odorico Monteiro é o secretário nacional de Gestão e Participação Popular do Ministério da Saúde, enquanto Alex Mont’Alverne é o coordenador de Urgência e Emergência da Secretária de Saúde do Estado;

Prefeito RC lançará Plano de Contingência para Prevenção e Controle da Dengue

117 4

robertoclaudios

O prefeito Roberto Cláudio (PSB), tendo ao lado a secretária municipal da Saúde, Socorro Martins, lançará, a partir das 10 horas desta terça-feira, no Paço Municipal, o Plano de Contingência para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue. O objetivo é definir as ações de prevenção e de controle da dengue a serem adotadas em 2013 para enfrentar a doença em Fortaleza.

O Plano vai contemplar ações de vigilância epidemiológica, controle vetorial, educação e mobilização em saúde e assistência à saúde. Contará com a participação de outras secretarias como Educação, Meio Ambiente, Defesa Civil, Infraestrutura, Cidadania e de Conservação e Serviços Públicos.

Haverá apelos para a participação da sociedade, empresas privadas e outros segmentos.

Ex-ministro falará sobre politicas sociais do Brasil em aula magna na Faculdade FB

130 1

patruss

O ex-ministro Patrus Ananias dará aula magna, às 19 horas desta terça-feira, no Teatro Nadyr Saboya, da Faculdade Farias Brito. Ele falará sobre o tema “Políticas Públicas na Perspectiva do Desenvolvimento Social no Brasil”. A solenidade será marcada pela acolhida aos alunos que ingressam no primeiro semestre dos cursos de Administração, Ciência da Computação, Direito e Marketing.

Na palestra, Patrus apresentará as políticas sociais que fizeram o Brasil melhorar nos indicadores que integram assistência social e segurança alimentar e nutricional. Na lista, programas Fome Zero e Bolsa Família. Também discorrerá sobre os desafios para as próximas gestões.

Diretor-geral do IPECE rebate comparação de dados sobre a violência entre Fortaleza e SP

308 10

atalibaa

Com o título “O que está por trás da Criminalidade em Fortaleza”, é o título do artigo que o diretor-geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE), Flávio Ataliba, mandou para o Blog. Ele aproveita discussões expostas neste espaço sobre  a onda de violência que aumentou na Capital e Região Metropolitana para fomentar reflexões. Ele define como “simplória” a comparação de dados sobre a criminalidade de Fortaleza com São Paulo, por exemplo. Confira:

Nos últimos dias, parte da imprensa cearense tem destacado os dados recentes de criminalidade em Fortaleza. As análises comparam a situação da segurança pública na nossa cidade com São Paulo, que com população bem maior, tem apresentado número de homicídios inferiores a nossa capital. O argumento levantado é que a gravidade da situação tem sido em grande parte, atribuída à ineficiência da política de segurança pública do Estado, com destaque ao Programa Ronda do Quarteirão.

Entretanto, essa comparação de forma simplória entre as duas cidades, levando-se em conta apenas o tamanho da população, pode levar a conclusões equivocadas do problema. Ela seria oportuna se as duas cidades tivessem as mesmas características em termos de perfil demográfico, geográfico, social e econômico, o que não é o caso, evidentemente.

Segundo dados recentes divulgados no livro “Perfil Socioeconômico de Fortaleza” publicado pelo IPECE, nossa cidade apresenta um conjunto de indicadores preocupantes, tomando como base o ano de 2010.Segundo esse documento, Fortaleza é a capital brasileira com maior densidade demográfica com 7.700 hab/Km2; apresenta a 2ª maior desigualdade de renda do Brasil e a 5ª do mundo;tem a mais baixa renda salarial média do país e a maior informalidade entre as maiores capitais.Ademais, nossa capital tema menor proporção da população com empregos formais;a 2ª maior taxa de analfabetos entre as grandes capitais; a menor remuneração média de pessoas empregadas formalmente;a 3ª maior proporção de pessoas na classe baixa e o menor PIB per capita entre as grandes cidades.

Isso sem falar no péssimo sistema educacional, que colocou Fortaleza no segundo pior desempenho da alfabetização do Estado, além do 5º pior sistema de saúde do país.Por outro lado, São Paulo, além de ter indicadores bem melhores que os nossos, tem um PIB per capita 3,5 vezes maior do que o do Ceará, o que é um indicativo da capacidade financeira que esse Estado tem para investir em política de segurança para os seus cidadãos, com muito mais condições.

Assim, com uma exorbitante desigualdade, associada à baixíssima renda e elevada pobreza, Fortaleza dispõe dos ingredientes básicos para potencializar os índices de criminalidade, contribuindo assim para o agravamento permanente do problema. Portanto, a comparação correta deveria ser feita com cidades semelhantes a Fortaleza, como Recife e Salvador. Infelizmente, não temos dados recentes confiáveis que se possa fazer essa checagem.

Entretanto, segundo informações do Sistema Nacional de Estatística e Segurança Pública e Justiça Criminal (SINESPJC), do Ministério da Justiça, o número de homicídios dolosos por 100 mil habitantes em 2011 no Ceará foi de 30,7, valor esse inferior ao verificado na Bahia, 31,1 e Pernambuco, 36,7, colocando-nos em destaque na região Nordeste nesse ano. Ademais, quando comparado ao ano de 2010, o Ceará teve uma redução de quase 2%.

Esses números de certa forma fragilizam os argumentos que atribuem exclusivamente a responsabilidade do problema à ineficiência da política pública estadual de segurança, bem como simplificam um quadro bastante complexo.Na verdade, essas ações são reféns do quadro social atualmente presente em Fortaleza, o qual foi agravado, nos últimos anos, pelo crescimento desordenado da cidade, pela falta de planejamento urbano aliado ao grande adensamento populacional verificado e a falta de investimentos públicos mais efetivos nos bairros mais críticos.

É evidente que isso não retira a responsabilidade do sistema policial do Estado e que a melhoria na eficiência das políticas deva sempre ser buscada, especialmente no que se refere à coordenação das ações relativas ao sistema jurídico, investigativo e prisional.

* Flávio Ataliba,

Diretor-geral do IPECE.

Ouvidora Geral do Município denuncia perseguição

400 12

lilianearaujo

Da Ouvidora Geral do Município de Fortaleza, Liliane Araújo, este Blog recebeu , nesta segunda-feira, a seguinte nota, em tom de queixa:

Caro Eliomar de Lima,

Gostaria de usar seu espaço tão bem conceito na área de comunicação para denunciar algo muito desagradável e que vem ocorrendo na Ouvidoria Geral do município de Fortaleza.

No dia 20 de junho de 2012, fui sabatinada e referendada pela Câmara Municipal de Fortaleza para assumir a Ouvidoria Geral do Município, cargo este que, de acordo com artigo 90 da Lei Orgânica de Fortaleza, tem um mandato de DOIS ANOS e status de SECRETÁRIO. Venho trabalhando normalmente (embora sem nenhuma estrutura, pois até o veículo da OGM que entrega os processos foi retirado) e, até agora, absolutamente ninguém da atual gestão me procurou ou me recebeu para tratar de assuntos de interesse do município e da população.

Bem, além de todos esses constrangimentos que venho passando, hoje fui receber o meu salário e não havia crédito nenhum no Banco. Liguei para a Secretaria de Administração e me informaram que, possivelmente, eu havia sido tirada de folha. Sendo eu a Ouvidora Geral do Município, legalmente assim constituída e em pleno exercício de minhas funções, não posso recorrer a mim mesma, porque outra pessoa nessa mesma situação, com certeza recorreria à Ouvidoria Geral.

Não sei se esses fatos acima relatados se dão por alguma “atecnia” da gestão ou por eu carregar uma estrela vermelha no peito. Embora na Ouvidoria, sempre tenho zelado pela neutralidade partidária, porque acho que é assim que deve ser. Pergunte a qualquer usuário desta cidade, que já foi recebido por mim e não me conhece de outro lugar, se ele sabe que sou petista. Estou para cumprir o meu mandato com respeito à população, neutralidade e compromisso com o serviço público. É assim que sempre pautei a minha vida pública e não mudarei por nada.

Abraço,

* Liliane Araújo
Ouvidora Geral do Município.

DETALHE – Liliana é dirigente estadual do PT e votou a favor da manutenção da aliança do seu partido com o PSB.

DETALHE 2 – A atual gestão tenta, via Câmara Municipal, rever essa nomeação.

Guerra silenciosa – Fortaleza e RMF registram 17 homicídios no fim de semana

428 2

violenciia

“Durante o último fim de semana, foram registrados 17 homicídios em Fortaleza e na Região Metropolitana (RMF). Segundo boletins da Coordenadoria Integrada de Segurança (Ciops), domingo, 3, foi o dia com o maior número de assassinatos, com 10 registros. No sábado, 2, houve sete ocorrências do gênero.

Os homicídios foram registrados nos bairros Granja Lisboa, Autran Nunes, Conjunto José Walter, Messejana, Serrinha, Conjunto Esperança, Acarapé, Presidente Kennedy, Jardim União II, Floresta e Genibaú. Na Região Metropolitana, os crimes ocorreram nos municípios de Eusébio e Maranguape.

Dois crimes foram praticados com a utilização de faca e os outros com arma de fogo. Além dos assassinatos, 13 revólveres foram apreendidas na Capital.”

(POVO Online)

Um flash da mídia política

macarioo

Macário, Rangel e o também jornalista Pedro Gomes de Matos.

O jornalista Macário Batista, colunista do O Estado, será reconduzido, nesta terça-feira, à função de presidente do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa. Para participar do pleito e integrar chapa, desembarcou, nesta tarde de segunda-feira, o jornalista Rangel Cavalcante, um dos mais bem informados sobre os bastidores da política de Brasília.

(Foto – Paulo MOska)

Por uma Polícia Civil prestigiada

333 21

Com o título “Vamos mudar a Polícia, eis artigo da escrivã Ana Paula Cavalcante. O conteúdo, em alto nível, é para fomentar boas reflexões e debate sobre o setor de segurança e a situação da Polícia Civil do Estado. Confira:

Já se vão quase 13 (treze) anos como escrivã de Polícia Civil e, até hoje, ainda vejo nos olhos de uma boa parte dos meus irmãos um lampejo de esperança por dias melhores. Há também quem não acredite nisso. Infelizmente, o calejar do tempo e desilusões dos anos são implacáveis… Alguns dos chamados “antigões”, costumam dizer: “SE CONFORME, A POLÍCIA CIVIL É ASSIM. ISSO AQUI NUNCA VAI MUDAR “.

E aí me pergunto: POR QUE NÃO MUDA ???

Vivemos uma crise de violência nunca antes experimentada em nosso Estado e não há dúvidas de que isso está diretamente ligado ao sucateamento da Polícia Civil, órgão constitucionalmente encarregado de levar adiante as investigações de crimes das mais diversas espécies e modalidades. É com profundo pesar que digo que a nossa realidade hoje são pilhas e pilhas de inquéritos se acumulando, muitos deles enviados à Justiça com autoria desconhecida por não dispormos de efetivo para investigar… E aí, entramos num círculo vicioso: COMETIMENTO DO CRIME –> FALTA DE INVESTIGAÇÃO –>> IMPUNIDADE —>> AUTOR VOLTA A DELINQUIR NA CERTEZA DE NÃO SER IDENTIFICADO –>> A VIOLÊNCIA CRESCE.

Queremos ser mais do que meros registradores de BOs e “babás” de presos e, para isso, medidas se fazem urgentes, como a imediata convocação do restante dos inspetores do concurso de 2002, dos cerca de 80 (oitenta) escrivães remanescentes do concurso de 2006 (que em breve expirará), bem como das duas turmas do concurso em andamento para inspetores. Medidas apenas paliativas, mas que nos dariam um “balão de oxigênio” para respirar por algum tempo, sobretudo diante do desafio descomunal que enfrentaremos ao receber turistas dos mais diversos Estados e nacionalidades, durante os eventos de magnitude mundial que em breve sediaremos.

Hoje contamos na ativa com pouco mais de 1.600 policiais civis (escrivães, inspetores e técnicos e operadores em telecomunicações) para dar conta de uma demanda gigantesca e que não para de crescer. Apenas a título de comparação, no Estado de Pernambuco, que tem uma população similar à nossa, contam-se em torno de 6.000 PCs. Ou seja, a situação está beirando o caos e só nós mesmos sabemos do esforço descomunal que fazemos para que as coisas ainda continuem funcionando.

E o pior é ver o tamanho do sentimento de desestímulo e abatimento de toda a classe… aliás, não de toda. Os policiais civis delegados durante essa gestão saltaram de R$4.100,00, para, em 2014 (com a última parcela do seu escalonamento e o aumento linear), chegarem a aproximadamente R$14.800,00, iniciais.

Aplaudo o esforço do governo em reconhecer o valor do trabalho dos policiais civis delegados que, pela sua importância, de fato merecem sim ser valorizados. Mas há muita coisa que não consigo entender. Não entendo o porquê do tratamento desigual em relação ao restante da categoria, eis que também temos nível superior e somos todos integrantes do grupo de Atividade de Polícia Judiciária. Não entendo por que como escrivã em 2006 o meu salário correspondia a 40% do subsídio de um delegado e agora está em torno de 20%. Não entendo ainda como é possível que 11% do efetivo, abocanhe praticamente 40% do bolo destinado à Polícia Civil (refiro-me à atividade fim).

A frieza dos números assusta, porém não se pode desconsiderar todos esses fatores quando se pretende analisar a situação caótica por que passa a Segurança Pública do nosso Estado. Uma Polícia Civil fraca e desestimulada se reflete não só nos policiais, mas também e, principalmente, na população, que fica exposta à ação cada vez mais ousada dos marginais. Essa é uma equação que precisa ser refeita, sob pena do caos se instalar de vez no nosso Estado.

Sei que o governador Cid Gomes é um homem sério, verdadeiramente compromissado com a coisa pública, tenho certeza, cumprirá a sua promessa de campanha quando disse que, ao final de seu mandato, teríamos orgulho de ser policiais civis. Gostaria muito de um dia encontrá-lo e, olhando nos seus olhos, pedir para ter um cuidado especial com a minha classe, que hoje está esquecida e abandonada.

Aos meus irmãos, digo apenas: NÓS VAMOS SIM CONSEGUIR MUDAR, ACREDITEM E SE UNAM !!!

Uma categoria de nível superior deve agir com tal. Então, sejamos acima de tudo PROFISSIONAIS CUMPRIDORES FIÉIS DAS NOSSAS FUNÇÕES… e tenho certeza que viveremos o dia em que poderemos todos caminhar de cabeça erguida, sabedores do reconhecimento do nosso valor por parte da sociedade que cuidamos com tanto esforço, carinho e comprometimento.

* Ana Paula Lima Cavalcante

Escrivã.

Pista de embarque e desembarque do aeroporto de Fortaleza ganha semáforo para pedestres

448 2

pedestreee

O Aeroporto Internacional Pinto Martins conta agora com um semáforo para pedestres instalado na pista de embarque e desembarque de passageiros. Mesmo com faixa alertando, avaliou que seria necessário a medida para evitar acidentes. O que se vê, porém, é que muita gente ainda está desatenta quanto a essa medida. Há dos agentes da Etufor dando plantão para orientar, mas não orientam.

Entre alguns passageiros, há quem questione a providência. A justificativa é de que a cidade deve ser das pessoas e não só dos carros.

(Foto – Paulo MOska)

AJE Fortaleza empossará nova coordenação

Nesta segunda-feira, às 19h30min, no auditório da Fiec, a Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE Fortaleza) empossará sua nova coordenação – gestão 2013. Tomarão posse Marcus Vinicius Caldas Saraiva, como coordenador geral da entidade, e Ivo Machado, como presidente do Conselho Consultivo. Durante a posse, serão apresentados os projetos desenvolvidos pela AJE Fortaleza e conquistas alcançadas em 2012, como o trabalho em conjunto com as empresas no combate ao consumo de drogas no ambiente de trabalho e a parceria com a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc) para inserir jovens oriundos da rede pública no mercado de trabalho.

O governador Cid Ferreira Gomes foi listado para receber dos jovens empresários a comenda de Jovem Mentalidade Empreendedora. A assessora especial de Políticas Públicas sobre Drogas e ex- procuradora geral de Justiça do Estado do Ceará, Socorro França, será homenageada na qualidade de Jovem Mentalidade Empreendedora Social. Com o título de Associado Benemérito, será agraciada a coordenadora de Responsabilidade Social do Sistema Fiec, Wânia Dummar, viúva de Demócrito Dummar, que presidiu o Jornal O POVO.