Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Sem ficar vermelho

Durante comício na Praça do Ferreira, realizado pelo candidato à Prefeitura de Fortaleza, pelo PT, Elmano de Freitas, e com a presença do ministro Gilberto Carvalho, Carlos Mesquita (PMDB) se fez presente. Convidado a subir ao palco, preferiu recusar o convite, afirmando que era apenas “plateia”. Assistiu a todos os discursos, junto à militância do partido, bem de frente para o palco. Ao final do evento, ainda tentou cumprimentar a prefeita Luizianne Lins (PT), mas não conseguiu chegar até ela.

Carlos Mesquita pertence a partido que compõe chapa majoritária de oposição, encabeçada pelo Roberto Cláudio (PSB). Em entrevista à Rádio O POVO/CBN, o vice-presidente do PMDB, Gaudêncio Lucena, candidato a vice-prefeito de Roberto Cláudio, afirmou que vereadores que apoiam chapas de outros partidos terão seus casos analisados logo após as eleições.

Gaudêncio afirmou ser “lamentável” que candidatos apoiem a candidatura de Elmano por causa das “benesses” da atual gestão petista.

(Foto – Paulo MOska)

TV Cidade, TV Jangadeiro e TV Verdes Mares promovem debates com “prefeituráveis”

88 2

A TV Cidade promoverá, nesta segunda-feira, debate com os candidatos a prefeito de Fortaleza. O horário: 23h15min,

Já a TV Jangadeiro fará seu debate com os postulantes à Prefeietura, nesta terça-feira, a partir das 21 horas.

A TV Verdes Mares marcou seu debate com os candidatos a prefeito para depois da novela “Gabriela”. Na quinta-feira, às 23 horas.

DETALHE – Na TV Verdes, só participarão os cinco candidatos bem posicionados nas pesquisas. Ou seja, Roberto Cláudio (PSB), Elmano de Freitas (PT), Moroni Torgan (DEM), Heitor Férrer (PDT) e Renato Roseno (PSOL). Os demais serão entrevistados no CE TV -2 ª edição.

Fortalezense está órfão de novos projetos e novas provocações?

81 4

Com o título “Uma campanha para Fortaleza esquecer”, eis artigo do jornalista Magela Lima, editor-executivo do Núcleo de Cultura e Entretenimento do O POVO. Magela aborda a mesmice das propostas dos candidatos a prefeito de Fortaleza e diz que o eleitorado ficou “órfão de novos projetos e novas provocações”. Confira:

No próximo domingo, o futuro político de Fortaleza começa a se definir. Sim, teremos um segundo turno. Com isso, dois, dos 10 candidatos aí colocados a prefeito, seguem na disputa. Outubro será intenso. Até o dia 28, a movimentação será grande. Rivais de agora, acreditem, serão parceiros de longa data na definição de apoios que esse novo momento das eleições coloca. Talvez aí, as propostas ganhem mais consistência e cheguem mais próximo da realidade da Cidade.

É impressionante. A campanha entra na sua fase decisiva,
os caciques dos partidos cada vez mais exibem as veias de seus pescoços, mas nenhum candidato chegou a provocar Fortaleza. E isso não é privilégio daqueles que têm chance de “ganhar”.

A esquina da Rui Barbosa com a Antônio Sales, por exemplo, ponto de encontro acalorado em eleições passadas, ficou alheia a esse pleito. A tradicional Avenida da Universidade, então, nem de longe lembrou agora seu passado militante. A Cidade, é fato, não se envolveu com esse processo, além daquilo que a propaganda oficial obriga.

Os candidatos, em sua quase maioria, não conseguiram apresentar algo que os particularizasse. As propostas são praticamente as mesmas: escola em tempo integral, corredores exclusivos de ônibus, postos de saúde abertos nos três turnos, construção de casas populares, bases de apoio para jovens em situação de dependência química… Fica difícil escolher quando todos dizem a mesma coisa. E o pior é quando dizem não por convicção ou histórico de atuação na área, mas, sim, por demandas apresentadas por pesquisas. Em quem confiar?

Definitivamente, a campanha eleitoral de 2012 não deixará lembranças boas para Fortaleza. A partir de 1º de janeiro, claro, teremos um novo prefeito, mas quem ganhar terá ganhado por qualquer outro motivo, menos pelo fato de ter apresentado algo novo para a Cidade. Continuamos órfãos de novos projetos, de novas provocações. Nossos políticos seguem amarrados a ideias caducas, sempre repedidas e raramente implementadas. A julgar por hoje, daqui a quatro anos, a situação será um tanto mais complicada.

Magela Lima

magela@opovo.com.br

Editor executivo do Núcleo de Cultura e Entretenimento do O POVO.

Ex-BBB vem para a campanha de Renato Roseno

377 3

O PSOL traz nesta quarta-feira a Fortaleza o deputado federal Jean Willy (RJ). Ele vem reforçará a campanha do candidato Renato Roseno, atendendo a uma convocação da coordenação de campanha.

Jean atual militante naa defesa dos direitos do movimento LGBT.

DETALHE – Jean já foi um dos ganhadores do reality Big Brother Brasil, da Rede Globo.

Deputado ressuscita o caso do jatinho da sogra para dar resposta ao governador

86 7

Em entrevista ao O POVO desta segunda-feira e aqui veiculada, o governador Cid Gomes (PSB) afirmou que não aceitou Elmano de Freitas como candidato a prefeito de Fortaleza, porque a prefeita Luizianne Lins (PT) radicalizou. Cid também disse que quem manda na Prefeitura são cinco pessoas: Catanho (Waldemir, ex-secretário), o Elmano, a mulher de um, a mulher do outro, e a prefeita. Esse grupinho que resolve tudo, ele que manda. Secretário é só faz de conta na Prefeitura”.

Sobre essa crítica, o deputado federal Eudes Xavier (PT), em contato com o Blog nesta segunda-feria, pediu para dar uma resposta ao governador:

“Essa declaração de Cid Gomes é totalmente desqualificada, sobretudo vindo de um governador que, até recentemente, tinha como marca de governo inclusão da sogra nas viagens oficiais, com direito a jatinho e hotel pagos pelo bolso do contribuinte.”

Cid Gomes: “Existem cinco pessoas que mandam hoje na Prefeitura”

169 7

“A prefeita Luizianne Lins (PT) “radicalizou” na escolha de Elmano de Freitas como candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, afirma o governador Cid Gomes (PSB). Tecendo severas críticas à administração municipal, Cid diz que o PSB deixou de apoiar o candidato por conta do “vínculo direto” dele com a atual gestão petista.

“Existem cinco pessoas que mandam hoje na Prefeitura: o Catanho (Waldemir, ex-secretário), o Elmano, a mulher de um, a mulher do outro, e a prefeita. Esse grupinho que resolve tudo, ele que manda. Secretário é só faz de conta na Prefeitura”, diz o governador. Segundo Cid, o PSB tentou articular com o PT uma candidatura que representasse alternativas de mudança ao modelo atual, que estaria “em desgaste com a população”.

“Se fosse alguém que não tivesse vínculo direto com essa administração, a gente poderia até dizer pros fortalezenses: ‘a candidatura é do PT, do mesmo partido da prefeita, mas é uma candidatura que vai abrir, que vai ter humildade, que vai discutir os problemas, e não ficar dando desculpas’, mas infelizmente isso não aconteceu. A Luizianne radicalizou e colocou uma das pessoas do núcleo duro dela”, disse Cid Gomes.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, no início de setembro, o governador chegou a dizer que Elmano era “um candidato sem viabilidade, para perder”.

Apoio

Na manhã de ontem, o governador participou de adesivaço do candidato do PSB, Roberto Cláudio, na Praia do Futuro. Segundo Cid, a campanha do correligionário deverá intensificar suas ações nessa semana – a última antes do encontro dos fortalezenses com as urnas. “Vai intensificar (a campanha). Nos últimos dias, as pessoas começam, obviamente, a se preocupar mais com as eleições”, diz.

Apostando no entusiasmo da militância e na resposta positiva adquirida nas últimas pesquisas de opinião, Roberto Cláudio garante que deverá ampliar a presença da campanha nas ruas, focando na divulgação de propostas para a cidade. “Vamos aproveitar esse entusiasmo da militância, essa energia positiva, e aumentar a presença na rua. Aproveitar o momento para divulgar nos quatro cantos da cidade que nós temos propostas para mudar Fortaleza”, afirma.

Segundo o candidato do PSB, a reta final de sua campanha deverá ser focada em saúde, educação e mobilidade urbana. “Foram os três temas que motivaram o nosso plano de governo, nossas propostas para a cidade”, afirma.”

(O POVO)

UFC – Jesualdo Farias e Henri Campos assumem novo mandato nesta 3ª feira

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MYZEN6636Y0&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=2&feature=plcp[/youtube]

O reitor Jesualdo Farias e o seu vice, Henry Campos, tomam posse às 11 horas desta terça-feira, em Brasília, em novo mandato. O ato ocorrerá na sede do Ministério da Educação, som comando do ministro Aloízio Mercadante. O vice-reitor Henry Campos faz um balanço da atual gestão e adianta planos futuros.

Renato Roseno define como “jogo de cena” encontro Cid-Luizianne

“O candidato do Psol à Prefeitura de Fortaleza, Renato Roseno, classificou como “jogo de cena” a reunião entre a prefeita Luizianne Lins (PT) e o governador Cid Gomes (PSB) sobre as desapropriações na Via Expressa. O encontro não resultou em acordo sobre a responsabilidade pela intervenção.

“Demonstra que esse alinhamento foi meramente de interesse eleitoral”, disse ele, criticando o período em que Cid e Luizianne estiveram à frente do mesmo projeto. Roseno tem feito duras críticas ao modo como são conduzidas as desapropriações para a Copa do Mundo de 2014.

Ele também criticou a forma como são feitas as pesquisas de intenção de voto. Um dos problemas que os levantamentos têm, segundo ele, é a capacidade de influenciar o eleitor a adotar a estratégia do chamado “voto útil”. No último sábado, 29, o candidato participou do “Encontrinho do Sol”, evento organizado pelo Psol e direcionado especialmente às crianças.”

(O POVO)

 

Cid Gomes fica neutro na disputa em Iguatu

67 1

Quem esteve de passagem por Iguatu (Centro-Sul), nesse domingo, foi o governador Cid Gomes (PSB). Ele aterrissou ali para cumprir agenda nos municípios de Várzea Alegre, Lavras da Mangabeira e Orós. Numa entrevista o portal Iguatu.net, o governador falou sobre a disputa em Iguatu e disse que não participa da campanha.

“ Eu tive aqui o apoio das duas correntes políticas na última eleição e, mesmo tendo um representante do meu partido (PSB) na disputa, eu tenho comigo, no meu juízo, que não seria uma postura correta tomar uma posição. Então, em Iguatu eu vou esperar o resultado das eleições e continuar trabalhando em parceria com o próximo prefeito”, avisou.

Veja a entrevista na íntegra:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=g0CVUe7N7Pc[/youtube]

Reitor do IFCE tenta liberar em Brasília emenda de bancada

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=JcruBw9Hb38&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=3&feature=plcp[/youtube]

O reitor do Instituto Federal de Ensino Tecnológico do Ceará (IFCE), Cláudio Ricardo, está em Brasília. Ele busca a liberação de emenda de bancada no valor de R$ 25,5 milhões. Essa verba será dividida entre o IFCE, UFC e Unilab e o objetivo do IFCE é aplicar cerca de R$ 8,5 milhões desse total na construção da nova diretoria da Instituição.

Cláudio Ricardo aproveita para conferir, nesta terça-feira, a posse de Jesualdo Farias em mais um mandato como reitor da Universidade Federal do Ceará.

Serasa inicia feira on-line para consumidor quitar dívidas

A Serasa Experian inicia, nesta segunda-feira, o feirão limpa nome on-line em todo o Brasil. O serviço, que objetiva reduzir a alta inadimplência usando como suporte a internet, funciona assim: o devedor receberá uma carta de negativação com uma senha. Com o código e o próprio CPF, ele entra no site e tem acesso a todas as suas dívidas com companhias que estiverem usando no sistema.

Se aceitar as condições de renegociação, poderá imprimir o boleto pela página e pagar no banco. Se não, deverá procurar a empresa e fazer uma contraproposta -ainda não é possível fazer isso on-line.

Hoje, o devedor recebe, na carta de negativação, em geral, o número de telefone do callcenter da empresa com a qual tem pendências e liga para tentar regularizar o seu pagamento. Inicialmente, quatro empresas -bancos e lojas de varejo- participam do serviço, mas a ideia é chegar a casa dos milhares de empresas, afirma Ricardo Loureiro, presidente da Serasa Experian. No feirão on-line, as companhias poderão oferecer condições diferenciadas para o pagamento.”

* Da Folha, leia mais aqui.

TCE, SSPDS e MPE articulam ação contra uso de transporte escolar nas eleições

87 1

Será nesta segunda-feira, às 10 horas, na sede do Tribunal de Contas do Estado, a reunião das cúpulas do TCE, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social e do Procuradoria Regional Eleitoral, Márcio Torres, para acertar a fiscalização do uso dos veículos do Estado nas eleições. Principalmente ônibus escolares.

O encontro foi convocado pelo presidente do TCE, Valdomiro Távora. A ordem é coibir essa prática absurda de uso do transporte escolar em período de eleição.

 

Setor leiteiro cearense vive tempo das vacas magras

“A Federação da Agricultura do Ceará (FAEC) está chorando, literalmente, o leite derramado. Segundo o presidente da entidade, Flávio Saboya, porque houve uma quebra de mais de 50% na produção de leite do Estado, em razão não somente da estiagem, mas principalmente porque continua faltando milho para a ração do rebanho leiteiro.

A produção diária, que estava em 1,1 milhão de litros, caiu para menos de 600 mil litros. “A situação é séria”, lamenta Saboya.

Ele afirma que as providências precisam ser aceleradas. O milho que está sendo disponibilizado chega a pouco mais de 7 mil toneladas por semana e para vários segmentos de produção, quando a necessidade mensal supera 35 mil toneladas.”

(Coluna Vertical,do O POVO)

Ocupações de terrenos em Fortaleza aumentam 47% em um ano

“Nos primeiros sete meses de 2012, foram registradas 34 ocupações irregulares em Fortaleza. Em julho, eram 28, um número 47,37% maior do que as ocupações registradas no mesmo mês de 2011. Um dos motivos apontados para o aumento das ocupações neste ano é o período eleitoral. “São duas a três ocupações por semana, justamente por conta do processo eleitoral, mas temos conseguido desocupar”, explicou Arimá Rocha, diretor da Guarda Municipal de Fortaleza e coordenador do grupo de trabalho (GT) de ocupações irregulares da Prefeitura.

Em uma ocupação no Itaperi, uma das moradoras, que preferiu manter o anonimato, desconversou sobre a presença do nome de um candidato a vereador nas paredes de alvenaria da maioria das casas, mas depois afirmou que ele sempre vai ao local, “mas não pede voto, só ajuda quem está aqui”.

Diferentes perfis

Os cenários das ocupaçãoes são parecidos: grandes terrenos demarcados com lonas, madeira e tijolos por muitos que buscam moradia, direito que não conhecem concretamente. No entanto, no interior das ocupações, as motivações e os meios utilizados são variados e alertam para a necessidade de discussão. Advogada, mestranda em Sociologia na Universidade Federal do Ceará (UFC) e pesquisadora do Laboratório de Estudos da Cidade (LEC), Marília Passos afirma que não é possível caracterizar as ocupações na Capital de forma homogênea.

Para gestores do Município, as ocupações realizadas por movimentos sociais são minoria na cidade. A maior parte é liderada por especuladores, tem envolvimento de comerciantes de depósitos de construção e até do tráfico de drogas. Na avaliação do titular da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam), Adalberto Alencar, há “um crime organizado que tem relação com as ocupações em áreas em que os fiscais não podem entrar, porque são ameaçados”.

“Os especuladores usam as pessoas que precisam para fins ilícitos”, declarou o promotor José Francisco de Oliveira Filho, da 2ª Promotoria de Meio Ambiente e Planejamento Urbano do Ministério Público. Segundo o promotor, um mesmo grupo coordena diversas ocupações na cidade.

Assessor político da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Gilberto Braga relata que o processo da ocupação até a construção de casas de alvenaria demora, no máximo, dois meses. “Isso é especulação e é usado politicamente. Podemos dizer que é essa especulação e a influência do tráfico que têm impedido que a Prefeitura retome essas áreas”, apontou.

Braga dá o exemplo de três terrenos que seriam destinados para construção de creche, escola e posto de saúde e que foram ocupados. “Com essas ocupações, quem perde é a cidade, que deixa de ter um equipamento público. Só quem ganha são aqueles que especulam, que vendem lotes da área”, complementou Arimá Rocha. Na avaliação da pesquisadora Marília Passos, porém, ainda há muita criminalização das ocupações, que, na maioria das vezes, estão buscando garantir os direitos que o Estado não garante. “É preciso compreender essa problemática como uma séria questão social e não como questão de polícia”, defendeu.”

(O POVO)

Iguatu une advocacia em apoio ao “Movimento Mais OAB Pra Você”

148 2

Em Iguatu, os candidatos à presidência da Subseccional da OAB, Mário Leal e Marco Antônio Sobreira, reuniram as lideranças da advocacia da Região Centro Sul para firmar acordo de candidatura única em prol da Classe.

A decisão histórica surge da necessidade de união e de fortalecimento da advocacia da região em torno de um projeto consolidado com o Movimento Mais OAB Pra Você, liderado pelo atual presidente da OAB-CE e candidato à reeleição Valdetário Monteiro.

O encontro reuniu grandes lideranças advocatícias do Centro Sul do Estado, como Mário Leal, Elilúcio Teixeira, Daniel Gouveia, Romualdo José de Lima, Marco Antônio Sobreira, Neuman Cavalcante, dentre outros. A chapa será encabeçada por Marco Antônio Sobreira.

PCdoB organiza carreatas simultâneas em apoio a Inácio

Seis carreatas simultâneas de candidatos a vereador foram organizadas neste domingo (30), pelo PCdoB, em apoio ao candidato do partido à Prefeitura de Fortaleza, Inácio Arruda. No último fim de semana antes da eleição do dia 7, Inácio se diz otimista para disputar o segundo turno.

“Já vimos em muitas eleições resultados que contrariaram aqueles que apareciam como favoritos nas pesquisas. É o povo que decide a eleição. E a resposta do povo a gente sente em cada atividade de campanha, como nas grandes carreatas deste domingo. Por isso, vamos firmes, junto com o povo, rumo ao segundo turno”, comentou.

(Foto – Divulgação)

Elmano diz que o PT é o partido de preferência da cidade

101 16

Com um trajeto de cerca de 50 quilômetros, que teve início na Messejana e terminou no Pirambu, o candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, percorreu 20 bairros no que chamou de “carreata da vitória”.

Para o candidato, “o PT é o partido de preferência da cidade. O PT e seus aliados formam uma aliança muito viva na cidade”. “Vamos continuar apresentando propostas concretas para o povo de Fortaleza nos últimos de campanha. Os adversários que nos atacam não têm propostas para a cidade”, assegurou.

(Foto – Divulgação)

Marcos Cals: A receptividade da população contradiz pesquisas

108 1

Para o candidato do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Marcos Cals, os institutos de pesquisa se esqueceram de passar pelos locais por onde a “Onda Azul” passou. Ao percorrer em carreata 11 bairros, neste domingo (30), o candidato tucano disse que a receptividade da população contradiz os institutos de pesquisa, que o colocam com 3% das intenções de voto.

“Isso já ocorreu comigo em 2010, na eleição ao Governo do Estado. Todos os institutos me davam, no máximo, 13% dos votos válidos, já com a margem de erro totalmente favorável a mim. Mas, quando as urnas foram abertas, eu tive 19,51% dos votos. Foi um erro muito grave. Querem repetir isso agora”, lamentou.

Os bairros percorridos neste domingo por Marcos Cals foram: Messejana, Santa Maria, Santa Filomena, Sítio São João, Conjunto Palmeiras, São Cristóvão, Barroso, João Paulo II, Parque Iracema, São Bernardo e Sítio São José.

(Foto – Divulgação)