Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Tudo pronto para o Festival de Orquídeas de Fortaleza

Vem aí o VI FestOrquídeas, o Festival de Orquídeas de Fortaleza, que reunirá cultivadores e apreciadores da natureza nos dias 23, 24 e 25 deste mês. O evento é promovido pela Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO), entidade com 35 anos de existência, e tem como objetivo disseminar o cultivo de orquídeas – uma das atividades de lazer mais difundidas no mundo inteiro, além de alertar o público para a necessidade de preservação dos ambientes que abrigam esse patrimônio natural.

Pela primeira vez, o evento será realizado na Casa de José de Alencar, equipamento cultural mantido pela Universidade Federal do Ceará e tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O local foi escolhido para aproximar ainda mais os participantes da natureza. A visitação à exposição e a participação nas demais atividades são gratuitas, mas a organização pede que os participantes doem 1 kg de alimento não perecível ou uma lata de leite em pó. O total arrecadado será destinado ao Instituto Cristo Rei, orfanato que abriga 60 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Programação

Sexta–feira (23)

· 8 horas às 12 horas – Recebimento das plantas

· 12 horas às 14 horas – Julgamento

· 14 horas às 18 horas – Visitação

Sábado (24)

· 8 horas às 18 horas – Visitação

· 10 horas – Palestra seguida de oficina: “O cultivo de orquídeas” (Hugo Leite Albuquerque, da Associação Paraibana de Orquidófilos-APO)

· 15 horas – Oficina de cultivo de orquídeas (Italo Gurgel, da Associação Cearense de Orquidófilos-ACEO)

· 16 horas – Palestra: “Orquídeas do Nordeste” (Dr. Roberto Guerra, da Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte-SORN)

Domingo (25)

· 8 horas às 17 horas – Visitação

· 10 horas – Oficina de cultivo de orquídeas (Gerson Paiva, da SORN e do Círculo Potiguar de Orquidofilia-CPO)

· 17 horas às 18 horas – Retirada das plantas

SERVIÇO

Casa de José de Alencar, localizado na Avenida Washington Soares, nº 6055.

Deputada do PR promete apoio ao prefeito eleito Roberto Cláudio

108 3

“Tudo o que eu puder fazer em Brasília, para carrear verbas para Fortaleza, eu farei!”, avisa a deputada federal Gorete Pereira. Ela é do Partido da República, que tem como presidente estadual o ex-governador Lúcio Alcântara.

Lúcio é oposição ao prefeito eleito Roberto Cláudio (PSB), porque não tolera os Ferreira Gomes.

Ele foi apoiador de primeira hora do petista Elmano de Freitas, candidato derrotado a prefeito que, até agora, não apresentou provas da denúncia que fez sobre compra de votos pró-RC.

Ministério Público requer terreno do governo estadual no Cambeba

“O procurador-geral de Justiça, Ricardo Machado, após trato com algumas Secretarias de Estado, protocolou um ofício solicitando ao governador Cid Gomes, a disponibilização da área (terreno) contígua ao imóvel cedido à Procuradoria-Geral de Justiça no Cambeba, a fim de que possa ser construído prédio para sediar o primeiro grau do Ministério Público cearense, congregando todas as unidades com ofícios na Capital.

Segundo o documento, a ausência de espaço físico adequado e digno que venha abrigar as Promotorias de Justiça da Capital e os demais órgãos de execução é histórica, impondo ao órgão ministerial a única alternativa possível, qual seja, o aluguel de imóveis.

Em busca de área adequada ao superveniente redimensionamento estrutural, uma equipe integrada por membros e servidores do Ministério Público do Ceará reuniu-se com a Coordenadoria de Recursos Logísticos e de Patrimônio, por intermédio da Procuradoria do Patrimônio e Meio Ambiente (Propama), tendo sido solicitado à Procuradoria Geral de Justiça a apresentação do programa de necessidades, contendo as especificações de áreas construídas e de estacionamento.”

(MP-CE)

 

Gaudêncio Lucena não quer ser vice de decoração

90 2

O vice-prefeito eleito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena (PMDB), retorna, nesta quinta-feira, dos EUA, onde passou temporada com a família após o fechamento das urnas.

Mas ele já avisou:  não quer ser um vice de decoração. Ou seja, quer ter atuação administrativa. Há quem diga que Gaudêncio estaria apostando politicamente em voos mais altos no futuro.

Sejus promove concerto natalino com coral de internos do sistema penitecniário

151 1

Na próxima terça-feira, a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) promoverá o I Concerto de Natal Justiça & Cidadania, a partir das 18h30min, no Theatro José de Alencar. Na ocasião, segundo a titular da Sejus, Mariana Lobo, haverá a apresentação do Coral Vozes da Liberdade, formado por 40 internos do sistema penitenciário cearense, e da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

“O projeto é uma forma de auxiliar no resgate da autoestima do encarcerado, de promover a cultura e, principalmente, de apresentar à sociedade o potencial de inclusão social da pessoa presa”, diz a secretária. No repertório, clássicos natalinos como Noite Feliz e Bom Natal e músicas que exaltam valores familiares.

SERVIÇO

* A apresentação é gratuita e os 800 lugares do TJA são abertos ao público.

(Foto – Paulo MOska)

Por um Réveillon acima de brigas políticas

68 3

Com o título “Garantias para o Réveillon – Prudência e responsabilidade”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira. Para Fortaleza, uma iniciativa importante, pois aquece o turismo e gera emprego e renda. 

A possível suspensão da festa do Réveillon foi admitida pela prefeita Luizianne Lins, caso o futuro prefeito Roberto Cláudio e o governo do Estado não deem garantias para a realização do evento, já que a conta será paga pela próxima administração. As precauções da prefeita são compreensíveis, mas seria lamentável se Fortaleza perdesse um evento festivo de grande aceitação popular e que já é destaque no calendário nacional.

Desde que foi iniciado pela atual administração, sete anos atrás, o Réveillon nunca deixou de encontrar resistência de toda ordem, enquanto crescia em prestígio popular, pelo congraçamento democrático resultante do acesso de todas as faixas sociais a uma festa da maior qualidade, do ponto de vista cultural e recreativo, com repercussões muito positivas na área do turismo.

Uma visão simplista sempre viu a festa como desperdício de recursos públicos numa cidade marcada por carências sociais. No entanto, o lazer e a recreação fazem parte daquele elenco de necessidades que contemplam a alma, satisfazendo uma dimensão humana tão importante quanto à satisfação das carências materiais. O lazer e a recreação entraram para a categoria dos direitos sociais, fazendo parte de legislações contemporâneas, até como componente de uma política pública de saúde mental.

Mas, há outro aspecto: o fato de se ter tornado um evento de referência nacional transformou-o em fator atrativo para a indústria do turismo, motivando a vinda de visitantes. Com isso, traz recursos para a economia local, o que possibilita, por sua vez, a geração de receitas para os cofres públicos que as aplicam em benefício da coletividade. Ou seja: o Réveillon desenvolve a vocação turística de Fortaleza, fortalecendo uma alternativa econômica sintonizada com as vertentes contemporâneas do desenvolvimento.

Como os preparativos do evento se darão no momento mesmo de transição administrativa (que, aliás, está sendo feita dentro dos estritos prazos oficiais, segundo frisou a governante em entrevista à imprensa) é natural e prudente que Luizianne condicione a realização do evento a garantias prévias da futura administração para efetuar a contratação das despesas requeridas e que serão pagas pelo novo prefeito.

Antonio Carlos diz que PT continua juntando provas para questionar vitória de RC

199 8

O deputado estadual Antônio Carlos (PT) informou, em entrevista à Rádio Verdes Mares AM, que seu partido continua juntando provas para embasar uma representação questionando a vitória do prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB).

“Estamos juntando provas, ouvindo pessoas que dizem ter recebido propostas”, disse o parlamentar, que atuou como coordenador-geral da campanha derrotado do petista Elmano de Freitas.

Antonio Carlos garante que houve abuso do poder econômico por parte da campanha de Roberto Cláudio, com apoio da máquina e da força do Governo do Estado.

Prefeito reeleito de Crateús quer investir em maior diálogo com população

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=fvDTyRS9Uks&feature=plcp[/youtube]

O prefeito reeleito de Crateús, Carlos Felipe (PCodB), promete, em sua nova gestão, reforçar principalmente o diálogo com a população.

Paralelo a essa meta, ACarlos Felipe diz que vai procurar equilibrar as finanças, que sofrem problemas por causa da queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Um “poste” vira polêmica na política de Sobral

79 3

O prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT) está vivendo uma polêmica administrativa. Prometeu acabar com a fiação aérea que enfeia a cidade e prejudica a beleza do Centro Histórico. Começou a implantar um novo sistema de luminárias que, para alguns, virou uma “marmota”.

Segundo moradores das imediações da Praça da Várzea, local em que um poste já está instalado, o equipamento perde para uma lamparina no quesito iluminação.

(Com Blog Sobral de Prima)

Assessoria da Bienal informa que Notinha Legal e CardLivro já operam sem problemas

Da Comissão Organizadora da X Bienal Internacional do Livro do Ceará, este Blog recebeu resposta a uma queixa de professores que reclamaram da pouca operacionalidade do programa Notinha Legal e CardLivro, da Secult, que garante créditos para compra de livros para alunos e docentes. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

A Comissão de Organização da X Bienal Internacional do Livro do Ceará esclarece que os convênios firmados junto às secretarias da Cultura (Secult) e de Educação do Estado do Ceará (Seduc) já estão funcionando normalmente, possibilitando aos alunos da rede pública de ensino realizar compras de livros durante a Bienal. O programa Notinha Legal, da Secult, beneficia os alunos da rede municipal com um crédito de R$ 25,00 (vinte e cinco reais). Já o CardLivro, programa da Seduc, beneficia os alunos e professores da rede estadual, com R$ 50,00 (cinquenta reais) e R$ 100,00 (cem reais), respectivamente. Ao todo, a parceria Secult/Seduc irá viabilizar 23 mil créditos. A Secult ressalta ainda que, atualmente, o valor da Notinha Legal da Bienal do Livro do Ceará é o maior do Brasil em programas do gênero, tendo tido um acréscimo de R$ 15,00 (quinze reais) desde a última edição da Bienal, em 2010.

A Comissão esclarece ainda que alguns problemas de ordem burocrática impediram que o programa CardLivro estivesse normalizado durante os primeiros dias do evento, mas que nenhum aluno ou professor foi prejudicado, uma vez que todos foram orientados a deixar, no estande da Seduc, a lista dos livros desejados, com seus respectivos preços. A Secretaria se responsabilizará pela compra e entrega posteriormente em cada escola.

* Assessoria de Imprensa da Bienal do Livro. 

TCM convoca prefeitos eleitos e reeleitos para repassar orientações

“Todos os prefeitos eleitos e reeleitos do Ceará já estão recebendo um comunicado, em tom de convocação, do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A ordem é reunir esses gestores durante seminário marcado para as 9 horas da próxima segunda-feira, no auditório do tribunal.

Segundo o presidente do TCM, Manoel Veras, o encontro será um primeiro contato com objetivo de repassar orientações sobre prestação de contas. Haverá a entrega de uma nova cartilha orientando sobre projetos, convênios e legislação. “Esse seminário é uma ação preventiva. Todos conhecerão nossas atividades e as penalidades em casos de improbidade administrativa”, acentua Veras.

O esforço do TCM é voltado para a prevenção. Ou seja, alertar que verba pública não pode se misturar com verba privada.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

29% do território de Fortaleza é de área verde. Só.

Edson Queiroz é o bairro com maior área verde de Fortaleza. São 9,2877 quilômetros quadrados (km²) de vegetação que dão ao bairro belas paisagens e um silêncio quebrado esporadicamente pela passagem de carros. Proporcionalmente ao próprio território, é o Pedras que tem maior percentual de vegetação (72,58%). Os dois estão na regional com mais verde: a VI, com 48,9% da área. Em toda a cidade, são 91,97 km² de vegetação, entre áreas públicas e particulares. Isso significa que 29,15% do território fortalezense é coberto de verde. Os dados, que não incluem os bairros da Regional V, fazem parte do Mapeamento das Áreas Verdes do Município de Fortaleza, elaborado pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) a pedido da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam). O documento foi apresentado ontem.

De acordo com a coordenadora do mapeamento, professora Maria Lúcia Brito, os números da Regional V ainda não foram completamente contabilizados. Mesmo assim, ela avalia como “considerável” a cobertura vegetal de Fortaleza. “O percentual que a gente encontrou é excelente pra uma área urbana. O que acontece é que há uma má distribuição das áreas verdes”, considera.

Como o mapeamento é o primeiro estudo detalhado sobre o tema feito na Capital, não há como afirmar se há crescimento ou encolhimento do verde. O ambientalista João Saraiva, porém, pondera que basta observar o crescimento sem planejamento e a ocupação da cidade para perceber uma perda de vegetação. “Esse nível (de 29,15% de cobertura) já está num processo de colapso. Para padrões internacionais, são índices bastante preocupantes”, diz, lembrando que o percentual considera também as áreas privadas.

(Com O POVO)

Bancada do PT na Câmara fecha em torno de Acrísio para presidente da Casa

91 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iwEQOztHmR8&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=14&feature=plcp[/youtube]

A bancada do PT em Fortaleza está unida em torno do nome de Acrísio Sena como candidato a presidente da Câmara Municipal. Acrísio é o presidente da Casa e foi reeleito. A bancada é formada por quatro vereadores, entre eles Guilherme Sampaio, que anuncia essa decisão.

Terceirizados da saúde municipal ameaçam greve geral

112 6

Funcionários contratados pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Apoio a Gestão em Saúde (IDGS), organização que presta serviços de saúde para a Prefeitura de Fortaleza, ameaçam greve geral. A categoria fará assembleia nesta sexta-feira, a partir das 17 horas, na sede do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindsaúde).

O movimento envolve cerca de cinco mil terceirizados, que reclama atraso salarial. Nessa quarta-feira, os terceirizados realizam ato no Paço Municipal, o que resultou no pagamento do mês de outubro dos lotados no Instituto Dr. José Frota (IJF) receberam o salário relativo a outubro deste ano. Porém, os outros funcionários do IDGS ainda não receberam os vencimentos. Também nesta sexta-feira, às 9h30min, haverá audiência pública na Procuradoria Regional do Trabalho.

Cagece manda nota para Blog em resposta a queixas do Sindiágua

100 2

Sobre a nota enviada pelo Sindiágua, intitulada “Em defesa da Cagece por uma política pública de qualidade”, veiculada neste Blog, a Cagece esclarece as seguintes questões levantadas:

1) O Governo do Estado do Ceará, neste ano de 2012, autorizou a realização de concurso público para a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), contendo 630 vagas, sendo 315 para contratação imediata e 315 para cadastro de reserva técnica. Já nesta segunda-feira (19), será encaminhado o edital do mesmo para a Secretaria das Cidades e a Cagece vem trabalhando para que a realização do concurso aconteça dentro da maior brevidade possível.

2) Sobre a falta d´água que afeta alguns bairros de Fortaleza, a Cagece informa que possui cerca de R$ 200 milhões investidos em obras que irão impactar positivamente o abastecimento de água de toda a Capital. Estas intervenções irão ampliar a capacidade de distribuição do sistema de água, como também aumentar o aporte hídrico para Fortaleza. É o caso das obras de construção das linhas de reforço do Vila Brasil, Potira e Antônio Bezerra (estas duas últimas já concluídas e em operação), do Macrossistema de Água (que está assentando cerca de 200 km de tubulação de água), da obra de reforço no abastecimento de Messejana e entorno (que irá beneficiar 14 bairros) e da ETA Oeste (uma nova estação de água que irá dar ainda mais segurança hídrica para a população e beneficiar principalmente as regiões norte e oeste de Fortaleza).

3) Em relação às denúncias veiculadas na mídia durante esta semana, a Cagece informa que determinou nesta quarta-feira (14) a abertura de auditoria interna, como também enviará ofício para o Tribunal de Contas do Estado para que seja realizada uma auditoria no contrato. Além disso, irá procurar o Ministério Público de São Paulo para prestar informações sobre o contrato e nos colocar a disposição para demais esclarecimentos. Acrescenta-se ao fato, que o sr. Antonio Alves Filho renunciou ao cargo de diretor comercial da empresa.

4) Por fim, vale destacar que a Cagece é a segunda maior empresa de saneamento do norte/nordeste, reconhecida nacionalmente pela sua expertise e convidada frequentemente para prestar consultoria para várias empresas do setor. A qualidade do trabalho desenvolvido também é reconhecida por meio de premiações recebidas pela companhia, como o Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento, que será recebido pela Cagece no final do mês. Esta é a 5ª vez que a companhia recebe esta premiação, que é considerada o Oscar do setor de saneamento.

* Assessoria de Imprensa da Cagece.

Setor turístico teme cancelamento de pacotes se Réveillon não sair

“O setor turístico cearense não quer nem ouvir falar de cancelamento do Réveillon de Fortaleza. Lideranças de alguns dos 54 segmentos que compõem a cadeia turística no Estado dizem que, se isso acontecer, será uma grande perda para a economia de Fortaleza. Uma fonte ligada à Prefeitura de Fortaleza afirma que o Município já tem orçamento equivalente ao último evento, orçado em R$ 5 milhões – sendo aproximadamente R$ 2 milhões para a estrutura e R$ 696,5 mil para os fogos.

Ainda assim, na metade do mês de novembro, ainda não há edital para contratação das empresas que executarão a queima de fogos, e montarão a estrutura física do evento. Segundo fontes, os processos aguardam apenas a liberação da prefeita Luizianne Lins. No caso da estrutura do evento, licitada por meio de tomada de preços, há um prazo legal de 30 dias entre lançamento do edital e escolha da empresa que executará o serviço. Caso haja contestação do resultado, ainda é adicionado o tempo do processo judicial.

Os fogos são contratados por meio de pregão eletrônico. Neste caso, o tempo para realização é menor, de 10 dias. Já os artistas são contratados de forma direta, por dispensa de licitação, o que leva também 10 dias. Augusto Mesquita, vice-presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-CE), não acredita que o Réveillon não vá acontecer. “A Prefeita deveria fazer a melhor festa pois foi ela que consolidou o evento. Caso aconteça, será uma perda política muito grande para ela e para o partido”.

Mesquita teme que a repercussão nacional das declarações resulte em cancelamento de reservas e queda nas vendas do setor de bares e restaurantes. Na região de influência da festa de Réveillon existem 1.500 estabelecimentos de venda de alimentação fora de casa.

Retrocesso

Régis Medeiros, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH-CE), diz que seria um retrocesso o cancelamento do Réveillon. “Há turistas estrangeiros que fizeram reservas com um ano de antecedência. Criar uma fama demanda tempo e destruí-la é rápido. A festa já é um patrimônio da Cidade. Torço para que o bom senso prevaleça”, diz Medeiros.

O presidente do Fortaleza Convention & Visitors Bureau, Colombo Cialdini, entende a posição da Prefeita. “Sou a favor da festa. Mas é um compromisso do novo prefeito, que tem que estar sintonizado com a administração anterior. Torcemos para que as equipes de transição cheguem a um acordo sobre o valor da festa para que os 54 setores do turismo não sofram com a falta de diálogo”.

(O POVO)

Feriadão começa com 21 acidentes nas rodovias cearenses. Nenhum óbito

Nas últimas 24 horas, eis o balanço do número de acidentes registrados nas rodovias federais e estaduais do Ceará nese começo de feriadão:

Nas BRs, foram sete acidentes, sendo cinco com feridos e um motorista preso por embriaguez no volante, de acordo com o plantão da polícia Rodoviária Federal. Nenhum óbito.

Nas CEs, segundo a Polícia Rodoviária Estadual, foram anotados 14 acidentes, sendo 12 na Capital e dois na Região Metropolitana de Fortaleza. Foram registrados quatro feridos e um motorista preso por embriaguez. Também nenhum óbito.

Sindiágua manda nota para Blog em defesa da Cagece

132 5

Com o título “Em defesa da Cagece e por uma política de saneamento público de qualidade”, eis nota que o Sindiágua, o sindicato dos servidores dessa estatal, manda para o Blog. A categoria fala sobre suposto envolvimento da Cagece em fraudes investigada pelo Ministério Público de São Paulo. Confira:

Nós, trabalhadores da área do saneamento no Estado do Ceará, vimos a público repudiar a forma como o Governo do Estado vem tratando o serviço de abastecimento de água e esgoto, prejudicando a população, bem como os trabalhadores e a própria imagem da Cagece.

1) A imprensa local tem denunciado a situação crítica em que vivem moradores de várias cidades do interior e de diversos bairros de Fortaleza que enfrentam grave escassez no fornecimento de água. São milhares de pessoas que têm tido sistematicamente negado o direito essencial de acesso à água. Em Fortaleza, o problema chega ao cúmulo de atingir hospitais, como no caso do Frotinha de Antonio Bezerra, comprometendo o atendimento à saúde da população, num claro desrespeito à dignidade humana. As obras físicas que podem solucionar o problema acontecem tardiamente e lentamente e, enquanto isso, não há nenhuma medida de contingência eficiente que amenize o sofrimento da população. Os baixos índices de saneamento têm afetado também nossas lagoas, praias e o Rio Cocó, que se encontram poluídos por falta de uma rede de esgoto eficiente.

2) Além do descaso com o saneamento no Estado, há também um claro descompromisso do Governo do Estado com a própria Cagece. A realização do concurso público da Companhia, reivindicação permanente da categoria e do Sindiagua, vem sendo ignorada pelo Governo do Estado, sofrendo sucessivos atrasos e indefinições. O último concurso da Cagece foi realizado há 11 anos. Enquanto isso, o Governo vem mantendo uma política de terceirização ilegal, que causa prejuízo à Cagece e deixa os serviços de saneamento nas mãos de um rodízio de profissionais que trabalham com condições de trabalho precarizadas, colocando em risco a qualidade da nossa água, o serviço de esgotamento e a saúde da população.

3) Como se não bastassem todos os problemas relativos à política de saneamento no Estado, agora vemos o nome da Cagece envolvido em escândalo de corrupção e fraudes em licitações que vieram a público a partir da operação Águas Claras, desencandeada pelo Ministério Público de São Paulo. Nunca, em toda a história da Companhia, se viu o nome da Cagece envolvido em um escândalo de desvio de verbas desta dimensão, o que demonstra que a empresa e os recursos públicos estão sendo usados para fins que não são o saneamento

Diante do exposto, o Sindiagua e os trabalhadores do serviço de abastecimento de água e esgoto do Estado vêm a público cobrar do Governo do Estado:

1) A realização imediata de um concurso público de qualidade, que abra uma quantidade de vagas suficiente para ampliar o quadro de trabalhadores da Cagece de forma a levar água e esgoto a toda a população cearense, sem, no entanto, prejudicar o quadro de terceirizados com demissões;
2) Um plano de contingência para que a Cagece possa minimizar os riscos da falta d’água, enquanto as obras estruturais não são concluídas;
3) Maior velocidade nas obras de ampliação do sistema de abastecimento de água;
4) O afastamento imediato dos nomes da diretoria da Cagece envolvidos nas investigações da operação Águas Claras, a fim de preservar a imagem e os trabalhadores da Companhia deste vexame institucional.

Erradicar a miséria, melhorar a qualidade de vida da população e construir cidades socialmente justas passa pelo saneamento. Respeito ao trabalhador e ao saneamento público ambiental de qualidade já!

* SINDIAGUA
Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará.