Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Vai um cafezinho, desembargador?

931 5

caffo

Moradores do bairro Papicu torcem para que o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Luiz Gerardo Brígido, venha tomar café todos os dias em uma padaria situada na confluência das avenidas Sebastião de Abreu com Padre Antonio Tomás.

Motivo: os seguranças do desembargador evitaram um assalto a um morador ontem.

A população da área articula, para este domingo, uma manifestação no local, lembrando que durante toda a campanha eleitoral passada, a Polícia Rodoviária Estadual passava noite e dia lá.

Ali pertinho, ficava o Comitê do então candidato a prefeito, Roberto Cláudio (PSB).

Aceji promoverá encontro em Maranguape

175 4

Jornalistas, radialistas, blogueiros e comunicadores estarão reunidos no próximo dia 3, na cidade de Maranguape, durante o Encontro de Comunicadores da Região Metropolitana de Fortaleza. A promoção é da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (Aceji), com apoio da Prefeitura de Maranguape. O presidente da Aceji, jornalista João Ferreira, e o prefeito Átila Câmara esperam reunir cerca de 400 comunicadores no evento.

O tema do encontro será “O Papel do Comunicador na Reversão de Ações Políticas Impopulares nos Municípios”. Na programação, palestras, oficinas de jornalismo e atividades voltadas para a qualificação profissional da categoria e o debate da problemática local e regional. Autoridades e lideranças da comunidade, além de grandes nomes da comunicação no Ceará, estão sendo convidadas para o encontro, que ocupará o auditório da Câmara Municipal.

SERVIÇO

* A Aceji disponibilizará ônibus especial, saindo de sua sede – Avenida Dom Manoel, 423 – Centro, às 8 horas do dia 3.

* Os participantes deverão fazer inscrição na Aceji com antecedência – (85) 3231.5531/8540.9588.

Você acredita que uma canetada ou um grito pode mudar o mundo?

Com o título “O X da questão”, eis artigo do geógrafo Paulo Porto. Ele aborda, de forma direta, como gestores complicam a execução de projetos políticos ou econômicos por não terem o mínimo: preparo. Confira:

Alguns filósofos pós-modernos colocam como uma das principais características da modernidade a proximidade, cada vez maior, entre as ações e suas consequências.

Diante desse cenário, não fica difícil imaginar que o despreparo ou as manipulações no campo político ou econômico já não duram um mandato ou uma gestão. O alto índice de mortalidade das empresas e a efemeridade do poder político nos confirmam a tese.

Ainda há quem acredite que uma canetada ou um grito pode mudar o mundo.

Postergação em decisões políticas, econômicas ou empresariais passaram a ser mortais.

O pequeno exemplo do adiamento do ajuste do preço dos combustíveis – para segurar a inflação – deixou irrecuperáveis prejuízos à nossa gloriosa Petrobras, aos seus fornecedores e aos seus incrédulos acionistas. Sua capacidade de investir e gerar excedentes chegou à profundidade do pré-sal.
Quem se nega a enxergar a realidade contrata consultores especialistas em provar que a soma de dois mais dois pode não ser quatro.
Muitos acreditam e ainda convencem os desinformados. As empresas X e seu genial criador mostraram que não há limite para o poder de manipulação com os ignorantes e ambiciosos.

Infelizmente, ainda não inventaram outra roda.

Pessoas físicas, jurídicas, municípios, estados e União que gastam o que não têm, ou gastam mal, não esperarão o inferno para pagar a conta. Pagarão aqui na Terra com insolvência e ostracismo. Deixarão para seus seguidores inflação, fome e desemprego.

Para superarmos as crises de forma sustentável, deveremos descartar os marqueteiros e os mágicos que são especialistas em manipulação e ouvir mais o professor de matemática, o de história e a simplicidade das boas técnicas.

* Paulo Porto Lima

pauloportolima@me.com

Geógrafo.

Cid Gomes cumpre agenda no Cariri

cid gomess

O governador Cid Gomes (PSB) está, nesta sexta-feira, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri). Com ele, o ex-reitor da Unilab, professor Paulo Speller, hoje técnico da equipe do Ministério da Educação.

A pauta inclui, entre alguns assuntos, a possibilidade de apoio do governo estadual na implantação do Campus da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

Cid Gomes não descarta dar uma passadinha na Exposição Agropecuária do Crato. Ele não foi à solenidade de abertura por estar com febre, segundo sua assessoria.

Chapa 1 vence eleições no Sindijorce

189 2

A Chapa de situação, tendo à frente Samira Castro, venceu as eleições do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará. A apuração foi concluída nas primeiras horas desta madrugada de sexta-feira. Samira obteve 197 votos, enquanto a Chapa 2, encabeçada pela jornalista Mozarly Almeida, registrou 160 votos.

O Ceará obteve o segundo melhor quorum, só perdendo para as eleições do sindicato dos jornalistas de São Paulo. A posse ocorrerá às 19 horas do próximo dia 30.

Torcida agora é para que a atual gestão, que obteve a reeleição, amadureça com os erros.

Um alerta para fortalezense que vai participar da Jornada Mundial da Juventude

Este alerta está no site da Prefeitura de Fortaleza:

A Secretaria de Saúde do Município (SMS) faz um alerta para fortalezenses que vão participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio,  em relação aos cuidados preventivos que precisam ser observados antes da viagem. A assessora técnica de imunização da SMS, Vanessa Soldatelli, ressalta que as pessoas precisam ir aos postos de saúde para receberem as vacinas: “quem for para JMJ deve receber três vacinas: influenza, tríplice viral e hepatite B. A Jornada é na próxima semana, mas ainda dá tempo.

As vacinas estão disponíveis nos 92 postos de saúde de Fortaleza e é muito importante que as pessoas viagem imunizadas para que elas possam aproveitar, com segurança, tudo o que a JMJ vai oferecer”, explica. Além da vacina, Vanessa Soldatelli aconselha que as pessoas levem na bagagem itens como álcool gel e lenços descartáveis para a devida assepsia
durante o passeio.

Projeto Metrofor – Nova etapa terá propostas abertas na próxima semana

Secretário Adail Fontenele

Secretário Adail Fontenele

“Esta é a maior licitação do momento no Brasil”, afirmava, ontem, em clima de inauguração de duas estações do Metrofor, o secretário de Infraestrutura do Estado, Adahil Fontenele, referindo-se ao processo licitatório da Linha Leste desse projeto, com previsão de abertura das propostas para a próxima semana. O valor total é de R$ 2,49 bilhões e reúne na disputa cinco consórcios nacionais e internacionais.

Nessa nova fase do Metrofor, Adahil informou que o trecho sairá do Centro com destino ao Fórum Clóvis Beviláqua, mas será dada ênfase à etapa que chegará até próximo do Hospital Geral de Fortaleza, menos complexa. “Se não houver recursos, o governador dará a ordem de serviço em setembro”, disse Adahil.

Essa etapa do Metrofor tem previsão de seis anos. É torcer para que tenha melhor sorte do que a atual, que demorou só 14 aninhos para ficar pronta.

(Coluna Vertical, do O POVO)

TJ do Ceará limita concessão de habeas corpus em plantões

luisgerardobrigido

Luiz Gerardo Brígido preside o TJ/CE.

“Em nome da tão exigida transparência do Poder Judiciário, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará aprovou, no fim da tarde dessa quinta-feira, a sugestão do desembargador Washington Araújo de modificar as regras dos plantões nos fóruns e tribunais do Estado. Pela proposta, o juiz fica proibido de conceder habeas corpus por excesso de prazo, em fins de semana e feriados. O Órgão também entendeu que um balanço das atividades do plantão deve ser publicado na Internet.

O excesso de prazo é um dos fatores que levam o juiz a conceder a liberdade do preso, e ocorre quando o prazo legal de investigação é excedido e o acusado fica mais tempo encarcerado provisoriamente do que deveria. Pela decisão do Órgão do TJ-CE, só poderá deliberar sobre a situação o juiz que já acompanha o caso, e em dias de expediente normal. No último dia 7, em Fortaleza, causou polêmica a liberação de seis acusados de tráfico de drogas por um magistrado plantonista.

A proposta do desembargador Washington Araújo também determina a divulgação no site do TJ-CE de todas as atividades, estatísticas e informações sobre processos julgados e decisões tomadas em cada plantão, como forma de dar mais transparência ao trabalho. A decisão do Órgão Especial será levada ao presidente do Tribunal, Luiz Gerardo Brígido, para que sejam expedidos os atos necessários à implantação das novidades.

Repercussão

O presidente da Associação Cearense dos Magistrados (ACM), Ricardo Barreto, avaliou a proposta com simpatia e reforçou que decisões de habeas corpus relacionadas a processos anteriores ao plantão já não são recomendáveis. “O magistrado que esta de plantão só deve resolver situações que acontecem no próprio plantão. O contrário não é razoável, principalmente quando se trata da liberação de acusados de crimes graves”, afirmou Barreto, que ainda não havia tido acesso ao teor da decisão do TJ-CE.

Questionado se as novidades poderão causar mal estar em alguns setores da classe, o presidente da ACM disse que os magistrados compreendem a necessidade de definir regras dos plantões e que “não há como se opor a uma medida que torna ainda mais transparente esse processo”.”

(O POVO)

O POVO vence Prêmio de Jornalismo do BNB em duas categorias

emersonnn

Emerson Maranhão, Sara Maia e Cláudio Ribeiro.

O POVO venceu o prêmio Banco do Nordeste (BNB) de Jornalismo em Desenvolvimento Regional – edição 2012, com a grande reportagem Expedição Cocó: Mil Dias na Floresta.

Os dois cadernos especiais, escritos pelos repórteres Demitri Túlio, Cláudio Ribeiro, Ana Mary C. Cavalcante e Émerson Maranhão, venceram na modalidade Regional de Mídia Impressa Texto. Também participaram da produção dos cadernos Expedição Cocó, os jornalistas Erick Guimarães, Fátima Sudário, Luciana Pimenta/Pedro Turano (infografistas) e Amaurício Cortez/Gil Dicelli (projeto gráfico editorial).

A repórter-fotográfica do O POVO, Sara Maia, foi a vencedora na categoria Mídia Impressa – Foto, com as imagens do caderno especial Planeta Seca.

VAMOS NÓS – Parabéns a essa turma competente!!

Nossos pêsames para o jornalista Flávio Pinto

Nossos pêsames ao jornalista Fávio Pinto, ex-companheiro nosso no O POVO. Nesta quinta-feira, morreu sua mãe, dona Raimunda Pinto (89), que nos conhecia do bairro Parquelândia desde a infância. Foi vítima de complicações do diabetes.

O velório ocorreu na Funerária Ethernus, enquanto o enterro, após missa de corpo presente, se registrou no fim da tarde, no Cemitério Parque da Paz. Aos demais familiares, a certeza de que dona Raimunda soube ser mãe, esposa e amiga de muitos na conhecida Rua Teofinho (hoje Crateús).

Um curso para deixar odontólogo de boca aberta

Já está em Fortaleza o odontólogo e conferencista internacional Oswaldo Scopin. Ele veio ministrar o curso “Lentes de Contato e Laminados Cerâmicos – atingindo a excelência”, que acontece nesta sexta-feira, no Hotel Gran Marquise.

Voltado para odontólogos de todo o Brasil, o curso vai explorar a novidade que já é tendência em outros mercados, a das lentes de contato para dentes. A técnica visa corrigir imperfeições por um método minimamente invasivo.

 

Odorico comandará reunião num contraponto à ofensiva contra o Programa Mais Médicos

238 1

odorico

O secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro, comandará, nesta sexta-feira,  partir das 9 horas, no Centro de Eventos, uma mobilização com prefeitos e secretários de saúde do Ceará em torno do Programa Mais Médicos. O objetivo, segundo Odorico, é esclarecer as prefeituras sobre o funcionamento do programa e estimular a sua participação.

O Programa Mais Médicos integra um amplo pacto do governo federal que promete melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde e levar mais médicos para as regiões mais carentes destes profissionais.

Esse programa, no entanto, vem recebendo críticas do setor médico, que vem realizando manifestações em todo o País. Odorico, que também é político, busca assim uma ofensiva contra essa oposição.

(Foto – Paulo MOsKa)

Em uma década, homicídios no Ceará cresceram 114,8%

“Os homicídios no Ceará cresceram 114,8% em uma década. É o que mostrou o Mapa da Violência 2013: Homicídio e Juventude no Brasil, publicado nesta quinta-feira, 18, pelo Centro de Estudos Latino-Americanos (Cebela), com dados do Subsistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

Entre 2001 e 2011, 20.977 cearenses foram vítimas de assassinatos. Em 2001, 1.298 mortes foram registradas no Estado. Em 2011, o número subiu para 2.788, o maior contabilizado entre os 10 anos da pesquisa. Os dados não levam em consideração os dados de 2012, considerado o ano mais violento do Ceará.

Já em Fortaleza, os assassinatos cresceram 119,5% em uma década. Foram 9.676 homicídios, sendo 609 em 2001 e 1.337 em 2011.”

(O POVO Online)

 

Dilma chama deputado José Guimarães de "senador"

164 2

dimmaasf

Em seu discurso durante a solenidade de formatura dos alunos do Pronatec, nesta tarde de quinta-feira, no Centro de Eventos, a presidenta Dilma Rousseff voltou a fazer certa confusão de nomes.

Depois de ter se esquecido, pela manha, no ato de inauguração das duas estações do Metrofor, do nome do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), Dilma chamou o líder do PT na Câmara, José Nobre Guimarães, de “senador”.

Resta saber se foi de propósito e mandou um recado para o PT cearense, ou se o confundiu com o senador José Pimentel, também petista.

Dilma descarta que sua relação com Lula esteja desgastada

245 1

pronatec

“A presidente Dilma Rousseff participou, na tarde desta quinta-feira, 18, da formatura de estudantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no Centro de Eventos. Dilma aproveitou o discurso para sair em defesa dos programas de assistência do governo. Apesar dos boatos de que a relação entre Dilma e Lula esteja desgastada, a presidente citou, como exemplo aos jovens formandos, a ocasião em que Lula afirmou ter tido apenas dois diplomas da vida: um do Senai e outro de presidente.

A presidente ressaltou a luta do governo para melhorar a vida de pessoas que vivem na miséria. “Sair da extrema pobreza é só o começo”, disse Dilma. Ela disse que, desde 2011, existe o programa Brasil sem Miséria, mas o destaque para o Bolsa Família se justifica por ser um compromisso desde o governo Lula. “Somente quem não conhece o Bolsa Família é capaz de criticar o programa”, defendeu Dilma.

“O Bolsa Família continuará sendo pago enquanto exista um brasileiro ou uma brasileira precisando dele”, afirmou Dilma. A petista destacou que só existem dois caminhos para a saída do Bolsa Família: educação e emprego. Em relação à educação, Dilma elogiou Cid Gomes pela iniciativa do programa Educação na Idade Certa.

O governador do Ceará novamente teceu elogios a Dilma e afirmou que poucos governantes fizeram tanto pelo estado quanto Dilma e disse que já foram enviados cerca de dois bilhões de reais de ajuda do Governo Federal ao Ceará.

Coletiva

Durante coletiva de imprensa, a presidente falou sobre o fim das investigações da Polícia Federal aos boatos sobre o fim do benefício que levaram centenas de brasileiros à Caixa Econômica Federal. Dilma assumiu que houve mudanças na Caixa capazes de gerar o boato, mas reafirmou o fato de que a PF concluiu que não houve crime na situação.

Durante discurso, a presidente ressaltou a importância da formatura na vida de uma pessoa e afirmou que o objetivo do governo é de, cada vez mais, qualificar o trabalho dos brasileiros. “A conquista do emprego é um dos principais desafios nossos”, disse Dilma. A presidente destacou a parceria com Cid Gomes, prefeitos e o Sistema S, que conta com 11 instituições de apoio ao aperfeiçoamento profissional, dentre elas, Senai, Sesi e Senac.

Dilma se disse feliz pelo fato de cerca de 70% dos participantes do Pronatec serem mulheres e por 64% delas terem entre 16 e 29 anos, referindo-se à história recente do País quando poucas mulheres conquistavam uma profissão.”

(O POVO Online/Foto – Cláudio Barata)

Ideli Salvati admite que não haverá redução de ministérios

141 2

“A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse hoje (18) que não consegue “vislumbrar nenhuma modificação na estrutura de governo feita pela presidenta Dilma Rousseff”. Ideli referia-se a entrevista dada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN) ao jornal Folha de S.Paulo, publicada na edição desta quinta-feira, na qual ele afirma que há um consenso sobre o número “exagerado” de ministérios no governo.

Para Henrique Alves, a presidenta deveria reduzir de 39 para 25 o número de pastas em seu governo. “Com a vontade de enxugar a máquina, de fazê-la mais objetiva, em torno de 25 ministérios, [a equipe] seria do tamanho do Brasil”, disse o deputado ao jornal. A ministra disse que quer avaliar melhor as declarações de Alves. “Quero perguntar para o PMDB no que consiste essa proposta, até porque eles [peemedebistas] ocupam seis ministérios.”

Ideli Salvatti participou nesta quinta-feira do Bom Dia, Ministro, programa produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.”

(Agência Brasil)

Lula garante para Fernando Morais e Lira Neto que não vai voltar em 2014

liraneto

Eis duas notas da coluna de Monica Bergamo, na Folha de São Paulo desta quinta-feira. Sobre o ex-presidente Lula e uma conversa que ele travou com os escritores Fernando Morais e Lira Neto, este último companheiro do O POVO. Confira:

“Não, o ex-presidente Lula não será candidato a presidente em 2014. Foi o que ele garantiu aos escritores Fernando Morais e Lira Neto, anteontem, ao recebê-los para almoço em seu instituto.

Lira Neto, que lançará o segundo livro da série sobre Getúlio Vargas, pediu a Lula que fingisse que ele, Neto, era Samuel Wainer. Em 1949, o jornalista fez histórica entrevista em que perguntou a Vargas se ele tinha planos de morar no Rio, então capital do país. “Voltarei como um líder de massas”, respondeu o então ex-presidente, eleito um ano depois. “E o senhor, tem planos de voltar a morar em Brasília?”, perguntou Lira Neto. Lula, depois de uma gargalhada, disse: “Não”.”