Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Ex-dirigente da CUT/CE faz contraponto a artigo do presidente da FIEC

164 6

O petista João Aglaylson, ex-dirigente da CUT estadual e do Sindicato dos Metalúrgicos do Ceará, manda artigo para o Blog pedindo um contraponto ao artigo do presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, veiculado neste Blog. Confira:

Tem um dito popular antigo que diz: quem não te conhece que te compre. Talvez esse dito – acho eu -, pelo seu conteúdo, tenha origem em épocas de escravidão. Ainda bem que superamos esse período histórico. O fato é que lendo o artigo publicado pelo empresário Roberto Macedo hoje fiquei a pensar como as pessoas escrevem ou discursam bem, muito embora suas práticas não correspondam seja no trabalho, na família ou, no caso que interessa, no mundo empresarial.

Todos sabemos quem é Roberto Macedo, filho do empresário e ex-senador pela Arena na época da ditadura militar, José Dias de Macêdo. Ao comentar as manifestações de junho e reclamar que os governos (na verdade reclama do governo do PT) não têm dado ouvidos às “vozes da rua”, o empresário talvez não esteja a par das diversas propostas apresentadas pela presidente Dilma. Cito algumas: classificar como hediondo o crime de corrupção, lançamento do programa Mais Saúde, garantia de 75% dos royalltes do pré-sal para a educação e 25% para a saúde, realização de um plebiscito para a reforma política. Essa última, infelizmente, sofreu uma primeira derrota no Congresso Nacional.

O sr. Roberto Macêdo sabe que essas propostas farão o Brasil dar um salto de qualidade na política. Mas não é isso que ele entende como avançar na democracia. Avançar na democracia, na visão tacanha de setores do empresariado brasileiro, é diminuir direitos trabalhistas, diminuir impostos, reduzir investimentos governamentais em políticas públicas. Até hoje esses setores não aceitam que um ex-metalúrgico tenha se tornado o maior presidente da história brasileira.

E, por falar em metalúrgico, trabalhei em uma das empresas do sr. Roberto Macedo, a CEMEC, e, na própria pele, senti que a democracia não era o forte na condução dos seus negócios. Muito pelo contrário. Não havia o mínimo de respeito à organização sindical e seus trabalhadores eram submetidos a longas jornadas de trabalho. Ele, por fim, acabou fechando a empresa e jogando vários pais e mães de família no desemprego. E não foi por falta de incentivo fiscal do Governo Federal nem por falta de mercado.

Realmente, só quem não conhece as práticas de senhores saudosistas de época sombrias da nossa história se deixa enganar por linhas bem escritas.

João Aglaylson
Ex-dirigente da CUT Ceará e do Sindicato dos Metalúrgicos

MP quer Prefeitura de Fortaleza regulamentando Estatuto da Cidade

“O Ministério Público do Estado do Ceará, através do Núcleo de Atuação Especial de Controle, Fiscalização e Acompanhamento de Políticas do Trânsito (Naetran), recomendou ao prefeito municipal de Fortaleza, Roberto Cláudio, a regulamentação do Estatuto da Cidade. O documento foi assinado pelos promotores de Justiça Antônio Gilvan de Abreu Melo, José Aurélio da Silva e Edilson Santana Gonçalves.

O pedido trata sobre o encaminhamento do Projeto de Lei à Câmara Municipal de Fortaleza para regulamentar os artigos 36 e 37 da Lei 10.257, de 10 de julho de 2001 – Estatuto da Cidade, definindo os empreendimentos e atividades privados ou públicos em área urbana que dependerão da elaboração de Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança (EIV) para obter licenças para construção, ampliação ou funcionamento a cargo do Poder Público Municipal. A Prefeitura tem o prazo de 15 dias para dar uma resposta sobre o assunto.

(Site do MP-CE)

Assembleia Legislativa arquiva pedidos de plebiscito para Acquario e Ponte Estaiada

171 7

“Os projetos de Decreto Legislativo propostos pelos deputados Heitor Ferrer (PDT) e Eliane Novais (PSB) que pediam, respectivamente, a realização de plebiscito sobre a construção do Acquário Ceará e da Ponte Estaiada foram arquivados pelo presidente da Assembleia Legislativa, José Albuquerque (PSB) no início da sessão desta quarta-feira, 10.

O presidente da Casa alegou que os projetos não foram apresentados em conformidade com o que prevê a Constituição Estadual a qual define que a solicitação de plebiscito seja encaminhadas já com a coleta de assinatura de deputados feita, para que seja dada entrada e encaminhada para apreciação das comissões.

Heitor Férrer questionou a decisão de José Albuquerque e alegou que o projeto não tinha as assinaturas coletadas por ter sido apresentado em plataforma virtual, o que impossibilitou a assinatura dos deputados.

Deputada aponta equívoco
A deputada Eliane Novais disse que o presidente da Assembleia cometeu um equívoco ao arquivar os projetos, pois a Casa já havia recebido o material antes. “Se houvesse impedimento, a Casa não teria recebido”, destacou a deputada. Eliane afirmou que tanto ela como Heitor Ferrer já estão colhendo as assinaturas para novamente viabilizar a realização do projeto.

Segundo a deputada, que até o início da tarde havia conseguido cinco assinaturas, existe uma orientação nos bastidores para que os deputados da base aliada não assinem a proposta. “Estamos numa crise no parlamento e no Ceará e querem jogar as coisas debaixo do tapete”, criticou.

Eliane destaca que o projeto é um apelo da sociedade e que a mesma Lei Complementar Estadual que impede a realização de plebiscito sem a assinatura de um terço dos deputados, concede o direito de as organizações representativas da sociedade solicitarem à Assembleia que convoque o plebiscito. Portanto, a deputada alega que, ainda que não aprove a proposta na Casa, viabilizará o projeto por meio da iniciativa popular.

“A Ponte Estaiada é uma obra que não começou ainda. Já foi provado que ela não atende a questão da mobilidade”, ressaltou Eliane, que também criticou a falta de prioridades dos governos municipal e estadual para realizar investimentos.”

(O POVO Online)

 

Livro aborda campanhas eleitorais – Da Era Tasso à Geração Ferreira Gomes

A professora Rejane Vasconcelos, do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará, lançará nesta quinta-feira, às 18 horas, o livro “Campanhas eleitorais e comunicação midiática”, das Edições UFC. No auditório Luiz Gonzaga, do Centro de Humanidades – II.

O livro é resultado de artigos que a pesquisadora escreveu nos últimos dois anos sobre campanhas eleitorais – da Era Tasso até a atual gestão de Cid Gomes.

Entre os artigos, há uma análise sobre entrevista dada pelo ex-ministro Ciro Gomes quando ele era candidato a presidente da República, em 2002.

SERVIÇO

* Auditório Luiz Gonzaga – Departamento de Ciências Sociais – CH II, em frente a Reitoria.

Dilma anuncia R$ 3 bilhões para municípios em discurso num misto de vaias e aplausos

dilmmmaaaaaa

“A presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje (10), na Marcha dos Prefeitos, repasse emergencial de R$ 3 bilhões aos municípios, cuja primeira parcela estará disponível a partir de agosto, e a segunda, a partir de abril de 2014. Também haverá facilidades para o Programa Minha Casa, Minha Vida em municípios com menos de 50 mil habitantes, a serem executadas pelo Caixa Econômica Federal e pelo Banco do Brasil.

De acordo com Dilma, o repasse emergencial será desvinculado e dirigido para o custeio de serviços públicos. A presidenta fez os anúncios acompanhada de 25 ministros, do vice-presidente Michel Temer e dos presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Pouco antes de Dilma finalizar seu discurso, os prefeitos começaram a cobrar que ela mencionasse o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), cujo aumento entre 1% e 2% era uma das principais reivindicações da marcha – o que não ocorreu. Ao terminar a fala sem anunciar qualquer aumento, houve um misto de vaias e aplausos à presidenta.

Depois da saída de Dilma, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CMN), Paulo Ziulkosky, conversou com os prefeitos e condenou as vaias à presidenta. “Também não era o que eu queria [R$ 3 bilhões], mas, se não fosse assim, não viria nada”, disse.”

(Agência Brasil)

PF prende mexicano com cocaína

Um homem de 27 anos e de nacionalidade mexicana encontra-se preso na sede da Superintendência da Polícia Federal do Ceará. Ele tentou embarcar, nessa noite de terça-feira, pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins, em um voo com destino a Guadalajara, México, levando dois quilos de cocaína.

A droga foi descoberta durante fiscalização de rotina dos policiais federais e estava na bagagem do mexicano, em um fundo falso de sua mala. O preso foi encaminhado ao sistema prisional e responderá por tráfico internacional de entorpecentes.

 

Ex-diretor da Academia de Segurança Pública falará em evento petista

cesarbarreira

O professor César Barreira, fundador e coordenador do Laboratório de Estudos da Violência da Universidade Federal do Ceará (UFC) e ex-diretor da Academia de Segurança Pública do Estado, dará palestra sábado, a partir das 8h30min, na Casa Vermelha. Ele abordará o tema “Violência, Medo e Segurança Pública”.

A apresentação, seguida de debate, integra o programa “Café com Ideias” que, mensalmente, apresenta e discute questões de interesse público, sempre articuladas pela visão de especialistas e pesquisadores da área.

A Casa Vermelha é um espaço político e cultural mantido por vários movimentos da sociedade civil, que dialogam com o mandato do vereador Guilherme Sampaio (PT). A entrada é gratuita.

SERVIÇO

* Informações: 3181 9747 e 8516 4143

Tudo pronto para a V Conferência Municipal de Cultura

magela

Com palestra de Eduardo Nivón Bolán, professor do Departamento de Antropologia da Universidade Autônoma do México, e fala do secretário municipal da Cultura, Magela Lima, será aberta nesta quinta-feira, a partir das 20h30min, no Mercado dos Pinhões, a V Conferência Municipal de Cultura. Às 19 horas, os convidados serão recepcionados ao som de Carlinhos Patriolino, Tarcísio Sardinha e Marcio Resende. Eduardo Nivón Bolán, ministrará a palestra “Política Cultural: Problemas e Oportunidades”. O cantor Messias Holanda encerra o primeiro dia de plenárias que serão abertas ao público.

Na sexta-feira, a programação terá início às 8 horas, no Condomínio Espiritual Uirapurú, com o credenciamento seguido da Plenária de Abertura com a aprovação do regimento, às 9 horas. Às 10h30min, haverá Plenária de Nivelamento, que será composta por quatro eixos: o Eixo I discutirá a “Implementação do Sistema Nacional de Cultura”, com Diana Célia Gomes, do Instituto Anima; o Eixo II abordará “Produção Simbólica e Diversidade Cultural”, com Pedro Domingues, do Ministério da Cultura; o Eixo III debaterá “Cidadania e Direitos Culturais”, com o ator e advogado, Roberto Reial; e o Eixo IV tratará sobre “Cultura e Desenvolvimento”, com Luciana Guilherme ,do Ministério da Cultura.

Às 12h30min, haverá intervalo para almoço, que será animado pela Orquestra da Vila Velha. No turno da tarde, ocorrerão mini-plenárias das 14 às 17 horas, com um breve intervalo das 16h às 16h15min. As atividades do último dia de Conferência acontecem no sábado (13), a partir das 9 horas, com as mini-plenárias. Às 10h30min, haverá a “Plenária de Priorização e Aprovação das Propostas ”. Como na sexta-feira, o almoço será às 12h30min e contará com apresentação do Grupo Fanfarra. À tarde, a partir das 14 horas, ocorrerá a eleição dos Delegados. O encerramento será às 17 horas, com apresentação de DJ. Todas as atividades da plenária municipal exigem inscrição prévia.

SERVIÇO

* Mercado dos Pinhões – Praça Visconde de Pelotas, entre as ruas Nogueira Acioli e Gonçalves Lêdo – Centro.

* Condomínio Espiritual Uirapurú (CEU) – Avenida Alberto Craveiro, 222 – Castelão. Todas as atividades da plenária municipal exigem inscrição prévia.

(Com Site da Prefeitura)

Eleitores não aceitam mais que eleitos se apropriem dos mandatos

253 1

Com o título “O novo jogo da política”, eis artigo do presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, que pode ser lido nas páginas do O POVO desta quara-feira. Ele aborda as manifestações de protesto nas ruas e a crise de representatividade política por que passa o Brasil. Confira:

Acabo de chegar de viagem à Alemanha, onde ouvi, no último dia dois, em Leipzig, uma palestra do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para representantes dos diversos países participantes do 42º WorldSkills, uma competição internacional que pontua as capacidades técnicas de jovens integrantes de instituições de educação e formação profissional.

Esperava novidades, pelo fato de, ao sair do Brasil, o país encontrar-se sacudido por protestos que expressavam a insatisfação, principalmente da juventude, com o nosso sistema político, porém, o discurso de Lula resumiu-se a um relato do que ele considera serem os seus feitos quando presidente. Do mesmo modo, eu não tinha visto respostas à altura do clamor das ruas no pronunciamento que assisti da presidente Dilma Rousseff pouco antes de viajar.

Tenho pensado no significado dessas expressões de cidadania proclamadas nas ruas, por dizerem muitas coisas que precisam ser ouvidas e respondidas por todos que são responsáveis pelos destinos do País. Impulsionados pelas facilidades das comunicações online e mesmo não havendo lideranças visíveis, pela própria natureza deste fenômeno novo, os manifestantes têm em comum um ponto que não pode deixar de ser considerado: o fato de que as pessoas não se sentem representadas pela maioria dos ocupantes dos espaços de poder no atual sistema político.

Estes manifestantes demonstraram que querem opinar, não aceitando mais que os eleitos se apropriem dos mandatos, como se fossem seus e não de quem os elege. Não importa no momento a discussão do se o melhor é plebiscito ou referendo; o que parece mais urgente é encontrarem-se novos mecanismos institucionais capazes de atender a vontade da sociedade de influenciar as decisões do poder público. Para isso, precisamos corrigir os desvios da democracia representativa que estão chocando a população brasileira.

O aperfeiçoamento do nosso sistema político requer a compreensão efetiva das mudanças ocorridas ultimamente na sociedade e das facilidades tecnológicas de captação, transmissão e apuração de ideias e desejos dos cidadãos em geral e dos eleitores em particular. Isso é plenamente possível, sem ferir a essência do Estado Democrático de Direito, pois, afinal, o Brasil está precisando é de mais democracia e não de menos, tanto que as ocorrências de vandalismo, observadas nas manifestações, não chegaram a prevalecer, embora as notícias sobre elas tenham sido exageradas.

Os políticos brasileiros precisam entender e atender a voz das ruas. Já não é mais possível tolerar a insensibilidade da maioria deles em relação às expectativas das pessoas que querem viver em um país desenvolvido e com valores de justiça e moralidade. As cartas estão dadas. A pergunta é se os responsáveis por todos os poderes da república se distanciaram tanto do compromisso público ao ponto de não perceberem qual é o novo jogo ou se terão a sensibilidade de rever profundamente seus posicionamentos e condutas.

* Roberto Macêdo

roberto@pmacedo.com.br
Empresário.

Porto do Mucuripe – Movimento de cargas cresceu 12% no primeiro semestre

pauloandree

Saiu o relatório sobre a movimentação de cargas no Porto de Fortaleza durante o primeiro semestre deste ano. Segundo dados, houve crescimento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. Ao todo, segundo o presidente da Companhia Docas do Ceará, Paulo André Holanda, foram movimentadas 2.390.325 toneladas de carga – 262.305 toneladas a mais que em 2012. Os derivados de petróleo continuam liderando a pauta, no sentido de importação. Contudo, o principal destaque da temporada foi a movimentação de arroz em contêiner, por cabotagem, que sozinha cresceu 55% no período em análise. A movimentação de contêiner como um todo cresceu 37% no período, registrando 41.021 TEUS.

Todas as categorias cresceram no acumulado do semestre: carga geral aumentou 22,76%, granel líquido cresceu 11,15% e granel sólido incrementou 7,66% em relação ao primeiro semestre de 2012. No volume total em toneladas, a maior movimentação foi de granel líquido (54%), seguida por granel sólido (26%) e carga geral (20%). “Somos um porto majoritariamente importador e quase tudo que se movimentou no Porto de Fortaleza foi para o consumo da própria cidade”, destacou Mário Jorge, diretor de Infraestrutura e Gestão Portuária da Companhia Docas do Ceará (CDC).

Na pauta de exportação os destaques são as frutas, sendo a banana e a manga os itens de maior movimentação. “Os Portos do Ceará têm tradição e liderança na exportação de frutas, que são produzidas não só nos perímetros irrigados do nosso Estado, mas também vêm de caminhão para exportar pelo Porto de Fortaleza frutas produzidas na Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Piauí. Temos vantagem competitiva pela proximidade com a Europa”, ressaltou Mário Jorge.

Itens mais movimentados em cada categoria

Carga geral
Arroz, sal, banana, farinha de trigo, geradores de energia eólica, tambor de freio, produtos químicos, bobina de papel, manga e papel.

Granel Líquido
Gasolina, diesel, petróleo cru, gás liquefeito de petróleo, querosene de aviação, óleo combustível, asfalto, óleo de palma, lubrificante e álcool.

Granel sólido
Trigo, coque de petróleo, milho, enxofre, superfosfato e sulfato.

Porto Freire reabre espaço Cultural

A Porto Freire Engenharia vai reinaugurar, a partir das 19 horas desta quinta-feira, seu espaço cultural, no Condomínio Parque Del Sol (Cidade dos Funcionários).

Abrirá a exposição “Monstra Postermassa”, desenvolvida pelo Coletiva Monstra e exclusivamente para a reinauguração desse espaço. Reúne obras de sete artistas em serigrafia, com direito a sortear 70 exemplares para o público, e se estenderá até 12 de setembro.

O Espaço Cultural Porto Freire também retomará seus cursos gratuitos na área das artes para a população. O primeiro, a ter início domingo que vem, é de fanzine e as inscrições estão abertas no site www.portofreire.com.br, com mais informações pelo fone 3299 6610.

Copa das Confederações – Entidades da área de eventos e turismo avaliarão resultados

domingos neto

Nesta quarta-feira, durante almoço no Romanos Hotel, o Sindicato das Empresas Organizadoras de Eventos e Afins do Estado e a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, regional do Ceará, avaliarão resultados da Copa das Confederações para o turismo.

O encontro terá a presença do secretário municipal extraordinário da Copa, Domingos Neto, que apresentará dados computados pela pasta em várias áreas.

Domingos Neto apresentará um panorama do que foi desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza para atender aos turistas e torcedores durante os dias de jogos. Entre os destaques, o São João da Praia de Iracema.

SERVIÇO

* Romanos Hotel – Rua Padre Pedro de Alencar – Messejana.

Heitor Férrer que suspender decreto legislativo que libera viagens de Cid ao Exterior

heitorrrferrer

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, para cobrar explicações do governador Cid Gomes sobre sua viagem ao Exterior, quando passou 12 dias ausente do País.

Cid Gomes, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que iria manter contatos na Itália e na Coreia do Sul. Contatos com fornecedores de trens para o Metrofor e, em território coreano, reuniões com possíveis parceiros para a futura refinaria de petróleo. A Coréia, no entanto, saiu da agenda do governador.

Em dado momento, Heitor Férrer chegou a dizer que nas redes sociais corriam muitos boato sobre a viagem de Cid Gomes. Alguns até divulgando que Cid teria aproveitado a viagem par férias, tendo usado jatinho do Grupo Grendene, no que Ely Aguiar (PSDC), em aparte, lamentou essa colocação de Heitor, certo de que o Palácio da Abolição saberia reagir.

O pedetista informou que pedirá a suspensão de decreto legislativo da Casa que garante ao governador Cid Gomes viajar para o Exterior, do período de fevereiro a dezembro deste ano, sem precisar da autorização do Poder Legislativo.

ATUALIZAÇÃO (14h32min) – “O governo fez a promiscuidade do público com o privado”. A denúncia é do deputado Heitor Férrer (PDT), nesta quarta-feira (10), ao comentar a relação do governador Cid Gomes com o empresário Alexandre Grendene. Segundo o deputado, os dois teriam ido à Croácia (sul da Europa), o que estaria fora do roteiro do governador.

Férrer descreveu, inclusive, informações divulgadas sobre a permanência de Cid na Europa “acompanhado do empresário Alexandre Grendene”, solicitando explicações. Para ele,  “aquilo que não é feito com transparência, de maneira correta, gera boatos. Boatos, por exemplo, de que o governador Cid Gomes teria utilizado um avião na Europa de um empresário que tem negócios com o Estado, o senhor Alexandre Grendene, e teria ido para um Iate no Mediterrâneo. Gera o boato de que o Governador estaria na Croácia, na ilha de Trogir com alguns convidados do Alexandre Grendene e com outras autoridades estaduais. E isso é muito ruim para o gestor.”

“Vivemos um momento novo, em que a sociedade foi às ruas protestar contras as políticas velhas, e infelizmente o governador saiu no momento crucial, histórico para o País, se ausentou como quem tivesse dando pouca importância ao evento”, afirmou o pedetista que disse ser urgente o esclarecimento das informações veiculadas na última semana que “o governador estaria numa ilha do Mediterrâneo, o governador estaria na Croácia dentro de um iate de um grande empresário que o convidou  e que tem negócios com o Ceará”.

Heitor, ao final, cobrou da Assembleia a necessidade da obtenção de  todas as informações completas da viagem do Governador. “Entendo que os deputados irão apoiar nosso requerimento que solicita uma série de informações sobre essa viagem. Em viagens oficiais, o Governador deve satisfação ao Legislativo. Defendemos o interesse público, a transparência, eficiência e moralidade pública”, afirmou.

As Centrais Sindicais vivem um dilema freudiano?

freudd

Freud e o “Ser ou não ser governo”.

A passeata pela paralisação nacional puxada pelas centrais sindicais terá concentração a partir das 9 horas desta quinta-feira, na Praça do Ferreira. No roteiro, haverá parada no Paço Municipal pelo transporte público de qualidade. O alvo será o prefeito Roberto Cláudio (PSB).

Por falar em centrais sindicais, ontem, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, um senhor, que embarcava na hora do protesto para São Paulo, desafiou sindicalistas:

“Vocês apoiaram por 10 anos o governo do PT e agora fazem protesto… É dose!” – disse, num bate-boca com o presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo, presente na manifestação.

O senhor, depois de pegar passagem no box da Casablanca Turismo, continuou cobrando coerência das centrais sindicais e do PT, no que acabou embarcando sob vaias e sendo chamado de “tucano”.

Funcaju é tema de audiência pública

padrece

Deputado José Linhares (PP) falando durante o audiência pública.

A Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, sob comando do deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB), reuniu em Brasilia políticos e empresários da área da cajucultura nordestina. O objetivo foi discutir o Fundo de Financiamentos para a Agroindústria do Caju no Nordeste (Funcaju). O projeto, da época do então senador Luiz Pontes, teve aprovação nesta semana via substitutivo do senador Eunício Oliveira e foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff.

Também participara dessa audiência pública, pesquisadores e técnicos da área do caju, além do deputado estadual Manuel Duca (PSD), um dos incentivadores na época da criação da lei. Duquinha é atualmente presidente da Subcomissão do Caju da Assembleia Legislativa.

mudcaa

Na reunião, diretores da Federação da Agricultura do Ceará e Manuel Duca.

O Funcaju, segundo o presidente do Sindicato dos Produtores de Caju do Estado, Paulo de Tarso Meyer, deverá beneficiar a cajucultura do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, os maiores produtores da região. Em termos práticas, o fundo só entrará em vigor na próxima safra. Ou seja, 2014.

(Fotos – Macário Batista)

Cid Gomes precisa tornar mais transparentes seus diários de bordo

Com o título “Passo negligenciado”, eis tópico da Coluna Política do O POVO desta quarta-feira, assinada pelo jornalista Érico Firmo:

Na época da polêmica viagem na qual levou a sogra para a Europa, o governador Cid Gomes foi à Assembleia Legislativa se explicar e propôs: “Quero aproveitar que estou nesta Casa para levantar a ideia de desenvolvermos regras claras a serem seguidas neste tipo de procedimento, já que hoje não há qualquer regulamentação a respeito”. Ficou nas palavras. Caso a regulamentação tivesse saído, o governador talvez tivesse sido poupado do recente episódio da ida que não foi à Coreia do Sul. Afinal, boa parte da polêmica teria sido provavelmente evitada com absoluta transparência sobre o roteiro a ser cumprido e se explicasse direitinho as motivações. Salvo se as informações revelassem ainda mais caroços no angu.

Copa das Confederações virou bola murcha para setor de imóveis de Fortaleza

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=mIL1Mgk6rJY&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A Copa das Confederações para o setor imobiliário de Fortaleza foi só decepção.

Segundo o diretor do Conselho Regional de Corretores de Imóveis, Armando Cavalcante, negócios de venda e aluguel foram fracos e a expectativa é de que, neste mês de julho, haja reaquecimento.

Ato em Brasília quer garantir 10% das receitas correntes da União para a saúde

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HWjCcGd7zqU&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Cerca de 100 entidades da área de saúde e da sociedade civil, tendo a participação dos secretários estaduais e municipais da Saúde do País, realizarão nesta quarta-feira, em Brasília, um ato em defesa de mais recursos para o setor.

Na ocasião, será apresentada a minuta de um projeto de iniciativa popular puxado por entidades médicas, OAB e CNBB que quer garantir 10% da receita corrente bruta da União para a saúde. Na prática, isso dará mais R$ 43 bilhões para o setor.

O secretário da Saúde do Ceará, Arruda Bastos, embarcou para o ato nesta madrugada e falou para o Blog sobre essa mobilização.

Câmara aprova anistia a policias e bombeiros grevistas. Grupo do Ceará é beneficiado

mpppp

Capitão Wagner, Pimentel e Eudes Xavier.

“A Câmara dos Deputados aprovou nessa noite de terça-feira, por votação simbólica, a ampliação da anistia a policiais militares e bombeiros que participaram de movimentos reivindicatórios e greves por melhores salários e condições de trabalho. A anistia compreende os fatos ocorridos entre 1997 e 2011.

De acordo com o texto, serão beneficiados os policiais e bombeiros dos estados de Alagoas, da Bahia, do Ceará, de Goiás, do Maranhão, de Mato Grosso, Minas Gerais, da Paraíba, do Piauí, de Pernambuco, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Norte, de Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e do Tocantins, além do Distrito Federal.

O texto, que agora seguirá para análise e votação do Senado, atualiza lei de 2011 que já havia concedido anistia a policiais militares e bombeiros de diversos estados. O projeto não estava previsto na pauta, mas foi incluído por acordo entre os líderes.”

(Agência Brasil)

DETALHE – O vereador Capitão Wagner (PR) acompanhou a votação e comemorou ao lado de outras lideranças de PMs do País. O projeto foi de autoria do senador José Pimentel (PT) e teve o trabalho de articulação política na Câmara tocado também pelo cearense Eudes Xavier (PT).

(Foto – DF Express)