Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

10ª Mostra Brasileira do Teatro Transcendental está baixando cortina

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=o-JCKFo_eSA&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

A 10ª Mostra Brasileira de Teatro Transcendental  será encerrada neste de fim de semana. Quem adianta a programação desses últimos dias é Luís Eduardo Girão, dirigente da ONG Estação da Luz, promotora do evento.

Dilma sanciona LDO e atende reivindicação da bancada do Nordeste

A presidente Dilma Rousseff sancionou, nesta sexta-feira, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e acatou pleito da bancada federal nordestina que assegura a capitalização do Banco do Nordeste. Ou seja, garante R$ 4 bilhões a mais para compor o patrimônio social do banco.

O efeito dessa medida é fundamental, pois permitirá ao BNB financiar grande projetos que eram barrados por conta do limites estabelecido por regras de mercado.

“Com essa medida, ganha o Nordeste, ganha o setor produtivo, ganha o setor industrial e de serviços. Esses segmentos são responsáveis pela geração de emprego e renda na região” , destaca o coordenador da bancada nordestina, o deputado federal petista José Guimarães.

Padre Haroldo e o pecado de muitas pesquisas

64 3

Com o título “Pesquisas eleitorais, este filme eu já vi!”, eis artigo que o padre Haroldo Coelho, militante do PSOL, manda para o Blog. Ele comenta as últimas pesquisas de intenção de voto em Fortaleza e lembra de equívocos cometidos por institutos de pesquisa. Confira:

As forças do capital mais uma vez brincam com os eleitores. As pretensas pesquisas colocam os candidatos do poder municipal e estadual numa posição bem elevada, mas o povo de Fortaleza está consciente e, certamente, não se deixará impressionar e manipular por esses expedientes que são usados pelos que pretendem – com a força do dinheiro – enfiar pela goela a baixo o voto para seus candidatos. Senhores endinheirados, lembrem-se das eleições de 1985, quando as tais pesquisas mostravam a brava mulher Maria Luíza em situação bem desfavorável, mas os fortalezenses responderam à altura, derrotando o esquema das elites de então.

Neste 7 de outubro, fortaleza repetirá o grito que ecoará no Brasil que romperá as amarras do clientelismo e da política de campanário?!!! É bom lembrar a célebre advertência de Dom Aloísio Lorscheider: “quem gasta milhões nas eleições, roubou ou vai roubar”.

Nas minhas andanças e nos meus contatos, nos mais variados setores de Fortaleza, as pesquisas contradizem o que as pessoas estão conscientemente opinando sobre as eleições.

Na História recente do Brasil, registram-se grandes equívocos praticados por institutos de pesquisas visando a contemplar interesses da classe dominante. O resultado de uma pesquisa só é valido quando é acompanhado de um processo objetivo e que corresponda ao sentimento do cidadão.

* Padre Haroldo Coelho

Professor e Sociólogo

cristojo2@hotmail.com

Detento tenta fugir no dia do aniversário e acaba “entalado” num buraco

“Um detento da cadeia pública de Guaraciaba do Norte, a 320 quilômetros da capital, tentou fugir por um buraco e acabou entalado na manhã desta sexta-feira (31).

Segundo a Polícia Militar, uma viatura foi acionada para ir ao local por volta de 5h30, quando Francisco Paulo Rodrigues Bezerra, que completa 19 anos nesta sexta, estava imobilizado e apenas com a cabeça e os dois braços do lado de fora da cadeia.

De acordo com o soldado Alan Jones, que acompanhou o caso, é a terceira vez que o detento pratica atos desse tipo. “Na outras duas, ele obteve êxito, mas foi recapturado”, explica o soldado.

Para tirá-lo da situação, a polícia teve de quebrar parte do muro. Francisco Paulo responde por crime de roubo e deve ser processado também por degradação do patrimônio público. De acordo com a polícia, A reforma da cela já foi providenciada.”

(POVO Online)

Ministro autoriza retomada da obra da Transposição no Ceará

Nesta tarde de sexta-feira, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, assinou a ordem de serviço para retomada das obras do TrechomV, do projeto da transposição das águas do rio São Francisco. Esse trecho passa pelo Ceará, mais precisamente em Mauriti (Cariri). Estava parado desde que a Construtora Delta, que era responsável pela etapa, acabou envolvida no Escândalo do Cachoeira.

Agora a obra será tocada pela Serveng Engenharia, que já responde por obras como os futuros terminais de passageiros de Natal e Fortaleza, por exemplo.

(Foto – Divulgação)

O Blog e os 12 “apóstolos” do Jornalismo

105 6

O mais bonito é o repórter do Blog.

Nesta manhã de sexta-feira, conversamos sobre nossa vida de jornalista e algumas experiências com esse grupo de estudantes de Jornalismo de várias faculdades de Fortaleza. É a turma de nº 12 do projeto “Novos Talentos”, do Grupo de Comunicação O POVO.

Foi um momento prazeroso, no qual aproveitamos para renovar conceitos e abordar várias questões da profissão, mas, também, de esferas além desse flanco.

Aprendemos bastante.

(Foto – Paulo Moska)

Tasso no Paço da Luizianne?

110 6

Eis artigo do geógrafo e empresário Paulo Porto intitulado “Tasso no Paço da Luizianne”. Está no O POVO desta sexta-feira. No texto, loas à Era Tasso Jereissati e um encontro cercado de simbologias entre o tucano e a prefeita Luizianne Lins. Em clima de Paço Municipal. Confira:

Pessoalmente, poucas vezes tive com Tasso Jereissati e muito menos tenho vocação para bajulador. Mas confesso a minha enorme admiração por seu primeiro governo e seu excepcional mandato de senador, não renovado por uma dessas injustiças que entram para a história. Talvez, tivesse ele a oportunidade de ter lido o genial geógrafo Milton Santos, não teria subestimado a classe média.

Como governador mostrou que é possível mudar enfrentando todas as resistências, quando se tem convicção, conhecimento, ótima equipe e um bom planejamento.

As gestões inovadoras nas áreas da saúde pública – agentes de saúde – e na Secretaria da Fazenda – rigoroso ajuste fiscal – passaram a ser referências para o País.

A revolução na burocracia da administração estadual foi a base para a necessária atração dos investimentos privados para o nosso Estado. Como empresário, pensou um Estado fomentador e não produtor.

Avesso à frivolidade, suas ações de governo foram conectadas com uma postura pessoal austera e de atos simbólicos que o governo de um Estado miserável exige: dirigiu o seu próprio carro, dispensou seguranças pessoais, morou na própria casa e doou seu salário de governador.

Seu mandato de senador foi impecável.

Novamente formando uma excepcional equipe, Tasso formulou políticas públicas e debateu com a independência dos que construíram uma referência na vida pública.

E agora, em um acontecimento cercado de simbologia, Tasso Jereissati, o empresário, dirigindo seu próprio carro, adentra ao Paço Municipal para uma visita à prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que o recebe com carinho e respeito que o ato exige.

Ela, que estudou Hanna Arendt – antes tarde, sabe que, apesar de ambos loiros, não ficamos iguais na admiração dos diferentes.

Paulo Porto Lima

pauloportolima@me.com

Geógrafo e empresário.

Instituto Queiroz Jereissati seleciona alunos para bolsas de estudo

O Instituto Queiroz Jereissati (IQJ) inscreve, até o próximo dia 6, candidatos a vinte bolsas de estudo destinadas a alunos da rede pública de ensino que estejam cursando o 9.º ano do ensino fundamental, em 2012, tenham, no máximo, 15 anos em 31 de dezembro deste ano e pertençam a famílias com renda per capita familiar de até um salário mínimo.

A bolsa abrange os três anos do ensino médio em escola privada de qualidade, curso de inglês, fardamento, material didático e escolar, vale-transporte e alimentação e orientação pedagógica.

Podem se inscrever, prioritariamente, alunos das escolas públicas localizadas em Fortaleza com melhor desempenho no Ideb. O número máximo de inscritos será de mil candidatos.

SERVIÇO

Mais informações – (85) 3252.1885.

BNB – Escolha de Dilma deixou mesmo a política em segundo plano?

67 4

Com o título “Coragem ou desprestígio’, eis artigo da jornalista Kamila Fernandes que pode ser conferido no O POVO desta sexta-feira. Ela aborda a nomeação do catarinense Ary Joel para presidente do BNB, o que continua gerando polêmica entre políticos nordestinos qeu se sentiriam desprestigiados por não ter um nome da região à frente do banco. Kamila destaca a coragem de Dilma em ir contra essa tese. Confira:

Poucos gestores públicos do Brasil foram tão corajosos como tem sido Dilma Rousseff à frente da Presidência da República. Ao contrário da tradição política em voga, na qual o gestor faz inúmeras concessões de cargos e poder para manter os aliados próximos, Dilma cobra eficiência e postura ética, ejá puniu quem se envolveu com suspeitas de desvio de dinheiro público.

O caso do BNB é o mais emblemático até aqui. Alvo de inúmeras denúncias de irregularidades na concessão de empréstimos, o banco passa por uma reestruturação radical com a entrada do catarinense Ary Joel Lanzarin na Presidência. Funcionário de carreira do Banco do Brasil, Lanzarin não tem qualquer vínculo com o Nordeste nem com políticos da Região. Pelo contrário, é um ilustre desconhecido que chega com a missão de resgatar a credibilidade da instituição. Decisão que Dilma toma mesmo que isso signifique que seus aliados Cid Gomes (PSB) e José Guimarães (PT) percam a prerrogativa de indicar alguém para o cargo, privilégio garantido a políticos do Nordeste (e cearenses, em especial) desde que o banco foi criado, na década de 1950.

A escolha de Dilma deixou a política em segundo plano, o que não significa que ela vá perder apoios e ter sua base reduzida. O capital político que a presidente conseguiu acumular até aqui, com uma aprovação popular altíssima pelos seus atos moralizadores, permite que ela se arrisque e tome as decisões certas, sem medo de cara feia.

Contudo, esse tipo de atitude também só é possível diante de uma certa falta de prestígio dos personagens políticos em jogo – no caso, Cid Gomes. O governador não conseguiu manter seu poder frente ao banco e não tem conseguido boas notícias em relação a demandas novas e antigas. A refinaria da Petrobras foi adiada, o Estado não entrou no pacotão de infraestrutura rodoviária e ferroviária anunciado pela presidente, grandes obras que garantiriam um enorme salto econômico, como a transposição do rio São Francisco e a ferrovia Transnordestina, estão paradas, sem qualquer pressão aparente do Governo Federal para que sejam retomadas. O maior problema é que o Ceará inteiro perde com isso – tomara que a escolha do novo presidente do BNB também não signifique perdas para o Estado.

Kamila Fernandes

kamila.fernandes@gmail.com
Editora adjunta do Núcleo de Negócios do O POVO.

DETALHE – Ary Joel toma posse dia 6 próximo, às 10 horas, em ato na sede do BNB. Com a presença do ministro Guido Mantega (Fazenda).

DEM aposta que Moroni, mesmo acossado por máquinas, chega lá

65 5

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=umNXc7IBLT8&feature=plcp[/youtube]

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo DEM, Moroni Torgan, continua lideranças pesquisas eleitorais, mesmo aguçado pelos postulantes das máquinas pesadas do PSB e PT. Na cúpula do DEM, o clima continua sendo de otimismo e de que Moroni manterá margem para chegar ao segundo turno.

Especialista aborda Governança Corporativa para o IBEF-Ceará

98 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xzWNSheC0uc&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

A superintendente-geral do Instituto Brasileira de Governança Corporativa (IBGC), Heloísa Bedicks, deu palestra nesta sexta-feira, durante café da manhã com debate, no auditório da Fa7.  Ela falou sobe “Sucessão Familiar” para membros do Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças (IBEF), do Ceará. Para o Blog, Heloísa Bedicks comentou o momento atual do setor empresarial e sucessões.

Hospital das Clínicas realiza milésimo transplante renal

“O Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará, registrou, na madrugada desta sexta-feria, seu milésimo procedimento através do Serviço de Transplante Renal. Neste mês, a equipe comemora 36 anos de criação Centro de Pesquisas em Doenças Hepato-Renais do Ceará (CEPHRECE), que possibilitou o desenvolvimento dos transplantes nessas áreas em nosso Estado. A nefrologista e chefe do Serviço de Transplante Renal do HUWC, Paula Camurça Fernandes, ressalta a importância da marca de mil transplantes, uma conquista de toda a equipe do HUWC. “Nossa missão é levar esperança aos portadores de insuficiência renal crônica, reintegrar o indivíduo à sociedade, através da realização do transplante renal, que fornecerá melhor qualidade de vida àqueles que recebem um rim”, afirma.

O HUWC é referência nacional na área de transplantes. Conforme o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), em 2011 o hospital realizou 258 transplantes, sendo 94 renais, 126 hepáticos, 19 de medula óssea, 18 de córnea e um de pâncreas, superando assim os 208 procedimentos realizados em 2010. Até o final deste ano, as expectativas são positivas.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Ceará, atualmente, é o 4° colocado em número de transplantes de órgãos no País, ficando atrás apenas de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Em 2011, a Secretaria da Saúde do Estado registrou 1.295 transplantes de órgãos e tecidos. A meta para 2012 é superar 1.800.”

(Site da UFC)

Ex-Comandante dos Bombeiros do Ceará fala para gestores de Defesa Civil

Coronéis Duarte Frota, Humberto Viana e Sérgio Delamônica (MT)

Atendendo a um convite do Conselho Nacional de Gestores Estaduais de Proteção e Defesa Civil (CONGEPDEC), que é presidido pelo Coronel Roberto Rocha do Amazonas, o ex-Comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, Coronel Duarte Frota, deu palestra, nesta semana, sobre o tema “Oportunidades e desafios do Sistema Nacional de Defesa Civil” durante a II Reunião Deliberativa dos Gestores Estaduais de Defesa Civil dos Estados Brasileiros, Distrito Federal e Membros Fundadores realizada no Rio de Janeiro.

Foi no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, tendo como anfitrião o secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante Geral dessa Corporação, Coronel Sérgio Simões. O evento teve a participaçao também do secretário nacional de Defesa Civil, Humberto Viana. Atualmente o Coronel Duarte Frota é diretor de Tecnologia do Instituto Nacional de Corpo de Bombeiros Militares do Brasil e nome dos mais requisitados no País para conferências sobre prevenção a desastres e ações de defesa civil.

(Foto – Divulgação)

Saída de João Paulo Cunha do cenário político-eleitoral foi uma exigência ética

Com o título “STF: balizas mais rigorosas para exercício da função pública”, eis o Editorial do O POVO desta sexta-feira. Analisa consequências da condenação do ex-presidente da Câmara dos Deputado, João Paulo Paulo (PT/SP) no processo do Mensalão e define como “exigência ética” sua saída do cenário eleitoral . Confira:

A condenação do ex-presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha (PT-SP), pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por corrupção passiva e peculato (desvio de dinheiro por funcionário público), é o primeiro resultado do julgamento do mensalão. A repercussão política da condenação é incontornável e certamente exigirá posições mais clarificadas por parte do Partido dos Trabalhadores (PT) no que diz respeito à situação partidária do condenado.

A própria forma de reinterpretar dispositivos do Direito Processual, sobretudo em relação às provas (tal como o que dispõe que cabe à acusação, e não ao réu, o ônus da prova), bem como a exigência do chamado ato de ofício para configurar a corrupção passiva de agente do Estado – tudo isso (e muito mais) passou por uma inovação hermenêutica por parte da alta Corte e, certamente, alimentará o debate jurídico nos próximos meses.

Os agentes do Estado – inclusive os representantes do povo – parecem estar sendo encaminhados para uma situação de monitoramento menos leniente do exercício de suas funções, com ênfase na probidade, na transparência e na publicidade de seus atos. Isso faz parte do processo de consolidação do Estado Democrático de Direito.

Desde esse ponto de vista, todos sairão aprendendo, visto que, praticamente, nenhuma das forças políticas principais do Brasil esteve livre de graves problemas éticos, nas últimas décadas de retomada das balizas democráticas no País. Além disso, cresceu a percepção de que na outra ponta da corrupção está o corruptor, por isso, o problema transcende a circunscrição pública e alcança também o domínio privado.

O fato é que as agremiações políticas, ao invés de esperar apenas pelas instâncias fiscalizadoras do Estado para coibir procedimentos atentatórios à probidade da função pública, deveriam por si mesmas estabelecer triagens mais rigorosas para o acesso às suas fileiras.

No caso do deputado João Paulo, a desistência da candidatura à Prefeitura de Osasco (SP), antes de ser uma imposição legal, é uma exigência ética. Da mesma forma, será necessária uma posição mais clarividente da Câmara dos Deputados para dar consequência política ao ato jurídico do STF.

TRE indefere dois candidatos a prefeito e um a vice

O Tribunal Regional Eleitoral, em sessão, nessa noite de quinta-feira, não indeferiu somente as candidaturas de José Juvêncio (PRB) a prefeito de Moraújo, e de Anôõnio Correa Araújo ((PPS) postulante a prefeito de Carnaubal, que podem recorrer da decisão.

Também decidiu pelo indeferimento da candidatura à reeleição do atual vice-prefeito de Maranguape, Afonso Torquato Cordeiro Neto. Ele foi enquadrado na Lei da Ficha Lima.

 

Presidente da CUFA diz que Governo e Prefeitura estão omissos no combate ao “crack”

79 3

O presidente nacional da Central Única de Favelas (Cufa), o cearense Preto Zezé, está definindo como “epidemia” a onda de “crack” que se registra em Fortaleza. Para ele, resultado principalmente da falta de políticas públicas no enfrentamento desse “gravíssimo problema”, por parte do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza.

Sem se apegar a dados estatísticos sobre casos, Preto Zezé lamenta que faltem clínicas públicas para atender às vítimas dessa droga que vem rondando as escolas principalmente. Há casos de crianças de oito anos dependentes, o que precisa ser ponto não só de reflexões, mas de reação. O governo federal, recentemente, anunciou uma estratégia contra o “crack”.

Na prática, até agora, nada. Para Preto Zezé, o “crack” precisa ser combatido suprapartidariamente.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Elmano promove domingo sua primeira carreata de campanha

105 9

Turbinado por pesquisas que o colocam em segundo lugar na preferência do eleitorado de Fortaleza – num empate técnico com Roberto Cláudio (PSB), o petista Elmano de Freitas anuncia: promoverá neste domingo a sua primeira carreata.

A concentração ocorrerá a partir das 8 horas, na avenida Presidente Costa e Silva (Perimetral), nas proximidades da sede da Chesf. “Vamos fazer uma grande carreata para mostrar força”, avisa a coordenação de campanha de Elmano.

(Foto – Divulgação)

Pesquisas – Crescimento de Roberto Cláudio e Elmano de Freitas será contínuo?

56 2

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta sexta-feira:

Com a divulgação hoje da pesquisa O POVO/Datafolha e dos números do Ibope, veiculados ontem pela TV Verdes Mares, já é possível projetar a evolução dos candidatos a prefeito de Fortaleza, diferentemente do que ocorria no Vox Populi. O Datafolha traz o cenário mais recente e, portanto, mais consolidado. A pesquisa foi feita anteontem e ontem, enquanto o Vox Populi foi a campo entre sábado e segunda-feira. E o Ibope, entre segunda e quarta-feira.

Mesmo com as diferentes de metodologia, amostra e data, as variações entre os números de cada competidor em um instituto e outro estão todas dentro da margem de erro, considerada a oscilação para mais ou para menos. Como último a ir a campo, o Datafolha sinaliza o cenário mais cristalizado de crescimento dos candidatos das duas máquinas governistas e o distanciamento em relação ao bloco de trás. Efeito óbvio do início do Horário Eleitoral. Esse primeiro e considerável impacto era previsível.

A questão é saber se será contínuo – o que nada garante – e em que intensidade. Nessa questão está a resposta para a pergunta crucial dessa campanha: os ex-aliados PT e PSB irão ao segundo turno?