Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

RC adia reunião com equipe para dia 30

160 2

O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio, vai reunir seu futuro secretariado no dia 30. O encontro deveria ocorrer nesta quarta-feira, mas o adiamento se registrou, atendendo a pedido de alguns membros da equipe, confirmou, nesta terça-feira, a assessoria do futuro gestor. O local ainda não foi definido.

RC quer ouvir de cada um dos futuros secretários as primeiras impressões sobre a área de sua competência e que projetos prioritários deverão ser tocados logo no começo da gestão.

Hora do Adeus – Prefeita deve entregar reforma da Praça da Lagoinha

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), vai entregar, na próxima quinta-feira, quinta-feira, a reforma da Praça da Lagoinha (Centro).

A informação é da secretária da Regional Centro, Luciana Castelo Branco, acrescentando que o projeto todo custou cerca de R$ 600 mil.

Agora, é torcer para que, entregue ao público, não volte a ser invadida por ambulantes.

Hotéis de Fortaelza com quase 100% de ocupação

A taxa de ocupação no setor hoteleiro de Fortaleza alcança 98% no momento, segundo o diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), Eliseu Barros.

Ele credita não somente ao período das férias, mas a movimentação em torno de festas de Réveillon como a do Marina Park Hotel que, neste ano, com Chiclete com Banana sendo atração, homenageará a China.

Há também expectativas de que a confirmação do Réveillon da Praia de Iracema, bancado pelo Governo do Estado, reforce essa movimentação.

Humorista que vira vereador promete luta contra as drogas

151 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gi5_uV2X6Wo[/youtube]

Do palco de shows para o plenário da Câmara Municipal de Fortaleza. Eis a vida, a partir de janeiro próximo, do ator e humorista Paulo Diógenes, que conquistou mandato de vereador apregoando luta contras as drogas. Paulo Diógenes promete, na Câmara Municipal, trabalhar na área, certo de que virá uma ação organizada da parte do prefeito eleito Roberto Claudio (PSB) para esse segmento.

Luizianne Lins – Rainha morta, rainha posta

175 2

Com o título “Um filme já visto e repetido”, eis artigo do jornalista e cordelista Ossian Lima. Ele estreia no Blog abordando a situação política da prefeita Luizianne Lins (PT) e certo clima de traição. Confira:

Sabe-se que a prefeita Luizianne Lins está se sentindo traída por vários políticos, o que, na verdade, não é simplesmente uma sensação, mas uma constatação que ela pôde fazer já a partir da campanha eleitoral deste ano. Vários deles, que se diziam luiziannistas desde criancinhas, procuram, de alguma forma justificar a mudança de lado. Recorrem sobretudo ao argumento da sobrevivência política, recorrendo a frases do tipo “vereador precisa de prefeito”.

Estamos nos referindo a gente que, em outubro, se deu bem nas urnas com um forte apoio da Prefeita, mas não mostra nenhum constrangimento ao ficar agora em campo a ela oposto. É um pessoal que não esquece a sempre repetida frase atribuída ao ex-vereador Sandoval Bastos: “Não tenho culpa se os governos mudam. Eu sou Governo, portanto estou sendo apenas coerente”. Portanto, essa incrível capacidade que torna muitos políticos brasileiros autênticos camaleões (que vão se adaptando com desenvoltura às mutações no ambiente), está, de novo na moda, neste final de ano e de mandatos nos municípios brasileiros.

De fato, a Prefeita pode estar com o sentimento de traição política, mas naturalmente não deve estar surpresa com este dinamismo que tão fortemente domina as práticas políticas num país ainda assistencialista e fisiológico. Para ela e para nós, tudo isso não se constitui propriamente em novidade. Ela própria, logo que alcançou a sua primeira eleição para a Prefeitura, assistiu ao adesismo de diversas figurinhas da política fortalezense que juravam fidelidade absoluta ao então prefeito Juraci Magalhães. O resto da história todo mundo sabe, desnecessário se tornando que entremos em detalhes…

* Ossian Lima,

Jornalista e cordelista.

Detran sob nova direção a partir de janeiro

Eis aí o sobralense Igor Ximenes Ponte, atual procurador jurídico do Detran, que, a partir de janeiro, assumirá como superintendente do órgão.

Ele substituirá um outro sobralense, no caso João Pupo, que será o titular da futura Secretaria da Conservação e Serviços Públicos do prefeito eleito Roberto Claudio.

Igor já chegou a assumir interinamente o comando do Detran, por ocasião da licença de Pupo quando da campanha de reeleição do governador Cid Gomes (PSB).

 

Neste Natal, a lembrança de dom Aloísio Lorscheider

Com o título “O nosso eterno dom Aloísio”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira, véspera de Natal. Resgata um homem que, acima de tudo, soube ser igreja. Confira:

Este mês de dezembro marca a passagem dos cinco anos da morte em Porto Alegre (RS) de dom Aloísio Lorscheider, o cardeal gaúcho que o Ceará adotou. Após vários anos lutando dignamente contra problemas de saúde, ele nos deixou aos 83 anos, já em retiro no Rio Grande do Sul, seu estado de nascimento. É bom ressaltar que esse recolhimento se deu por escolha própria, pois não faltaram apelos para que vivesse seus últimos dias no Ceará, junto ao povo que até hoje lhe é grato pelos ensinamentos e exemplos de vida.

O destino lhe reservou a data de 23 de dezembro para a passagem final, dois dias antes da celebração natalina, como a nos fazer mais uma vez refletir sobre a importância dos ensinamentos deixados pelo homenageado de amanhã, Jesus Cristo, que a cada dia parecem ficar mais distantes.

Dom Aloísio foi um fiel seguidor desses ensinamentos, tanto na palavra como na ação. Em Fortaleza, onde esteve à frente da Arquidiocese de 1973 a 1995, foi verdadeiramente um cardeal para além da defesa das causas religiosas.

Dele, até hoje, as lembranças só dignificam sua biografia, voltada para a defesa dos mais pobres e dos menos favorecidos de nossa sociedade. Assim, manteve voz ativa na luta contra a ditadura militar, abriu espaço para a causa dos índios, esteve ao lado dos presidiários mesmo em circunstâncias nas quais sofreu risco de morte. Enfim, tratou-se de um homem verdadeiro em todos os momentos de sua trajetória. Para muitos, dom Aloísio era a voz dos que não tinham espaço para expressá-la em meio às barreiras impostas pelos poderosos.

Em vista disso, se fez mediador por diversas vezes entre os mais necessitados e esses donos do poder, em situações nas quais eram poucos os que poderiam e teriam a magnitude necessária para assumir esse papel.

A prova dessa assertiva é que chegou a ser votado para ser papa, fato que encarou humildemente até o final da sua vida. Por tudo, o Ceará continua ainda hoje reconhecendo nele a figura de uma pessoa ímpar, que nos deixou fisicamente, mas que permanece viva através de sua obra.

Marina Silva pede apoio a Heitor para criar novo partido no Ceará

337 13

Marina apoiou a Heitor em Fortaleza.

A ex-senadora Maria Silva (PT) pediu ao deputado estadual Heitor Férrer (PDT) que lhe ajudasse a montar no Ceará o seu partido.

Provisoriamente, com nome Partido da Sustentabilidade.

Não se sabe qual a resposta de Heitor que, na disputa pela Prefeitura de Fortaleza, contou com o apoio de Marina em seu palanque.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Catedral – Missa do Galo às 20 horas

151 1

“Igrejas cristãs celebram, hoje e amanhã, o nascimento de Jesus Cristo em missas e cultos. Para muitas famílias, é tradição agradecer e louvar antes da reunião ao redor da mesa para a ceia natalina, na noite de hoje ou celebrar o Natal no ambiente religioso. Na Catedral Metropolitana de Fortaleza, a tradicional Missa do Galo começa às 20 horas.

Segundo o pároco da Catedral, Clairton Alexandrino, o Natal celebra a lembrança da primeira vinda de Jesus Cristo à terra e a perspectiva de retorno daquele que é salvador para os católicos. A Missa do Galo, cita o padre, lembra o animal que anuncia, no começo da manhã, o nascimento de um novo dia e a chegada do menino Jesus. Tradicionalmente, deveria ser celebrada na madrugada de hoje para amanhã.

“Infelizmente foi colocada para as 20 horas porque a violência assusta as pessoas e o povo tem medo de sair de casa”, lamenta o padre. A celebração, que promete lotar a catedral, será presidida pelo arcebispo de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, e deve emocionar com cortejo de crianças com o menino Jesus a caminho do presépio no altar.

Já na Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, nas Dunas, haverá apresentação de um presépio. Pelo terceiro ano, sete atores contarão a história do nascimento de Jesus. Camelos cenográficos e um bebê de quatro meses participarão do espetáculo, que terá as músicas natalinas entoadas por coral.

Espetáculo evangélico

Na Igreja Batista Manancial, no bairro Dionísio Torres, um musical será encenado comemorando o nascimento de Jesus. O espetáculo “Para morrer nasceu Jesus” será apresentado amanhã, a partir das 19h30min, na igreja.”

(O POVO)

Estação de Tratamento de Água Oeste será inaugurada nesta segunda-feira

143 1

O governador Cid Gomes inaugura nesta segunda-feira (24) a primeira etapa da nova Estação de Tratamento de Água Oeste (ETA Oeste), localizada em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. O evento acontece às 9 horas, na própria Estação. A inauguração da ETA Oeste representa uma melhoria no abastecimento de bairros de Fortaleza e Caucaia que atualmente passam por problemas de distribuição de água. Cerca de 220 mil pessoas, em 16 localidades, poderão a partir de agora contar com um maior aporte hídrico devido ao funcionamento da nova estrutura.

A obra da ETA Oeste é dividida em duas etapas, sendo executadas através da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado e Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Nesta primeira etapa, a estação irá operar com uma capacidade de 700 litros de água por segundo, podendo chegar até um total de 1.500 l/s. O total do investimento nas duas fases é de R$ 171.430.593,96

Após a conclusão das etapas, a Estação de Tratamento de Água Oeste significará maior segurança hídrica para toda a população da Capital, Caucaia, Maracanaú e Eusébio, pelos próximos 30 anos.

(Cagece)

Sete mortes e 32 acidentes são registrados nas estradas do Ceará

Os acidentes registrados nas estradas do Ceará somam 32 ocorrências desde o sábado (22) até a manhã deste domingo (23). De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), foram 20 acidentes nas rodovias estaduais, com 14 pessoas feridas e seis mortes. Já nas rodovias federais, foram 12 acidentes com cinco feridos e uma morte, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na tarde desse sábado, pai e filho morreram após capotamento em Paracuru, no km 5 da CE-341. Após perder o controle do carro e sair da pista, o condutor de 36 anos morreu no local. O filho, de um ano e seis meses, foi levado ao hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. O acidente aconteceu por volta das 11h40min.

(O POVO Online)

Cearense tido como maior estelionatário do Brasil morre em tentativa de fuga

Durante uma tentativa de fuga do Hospital Monte Sinai, em Garanhuns, no agreste pernambucano, o cearense Hamilton Rodrigo Araújo Freitas de Andrade, 36, conhecido como o “rei do golpe”, morreu nesse sábado (22) ao pular do segundo andar do prédio.

Segundo a Polícia, o cearense estava sob custódia em um dos leitos do hospital e aproveitou o descuido de um policial para saltar sobre um colchão que estava no térreo. De acordo ainda com a Polícia, o estelionatário teria errado o alvo. O comparsa de Hamilton Rodrigo, que havia colocado o colchão, foi detido. O excesso de peso do cearense, cerca de 200 quilos, foi um agravante na queda livre.

O cearense respondia a processos nos estados do Ceará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás e Minas Gerais, todos pela prática de estelionato, diante da realização de cursos de capacitação profissional, sem as devidas licenças ou qualificações.

Em um vídeo gravado em Fortaleza, antes da sua prisão (junho de 2011), no bairro Aldeota, o estelionatário disse estar incomodado com o título de “rei dos golpes”. “Se isso fosse verdade, eu estaria rico”, alegou no vídeo, disponível no You Tube. Na mesma gravação, Hamilton Rodrigo negou que fosse estelionatário e sugeriu que a Polícia deveria centrar investigações nos políticos em Brasília.

(com agências)

“Técnico” e “Político”

124 3

Da coluna Concidadania, no O POVO deste domingo (23), pelo jornalista Valdemar Menezes:

A apresentação do secretariado que comandará a futura gestão municipal de Fortaleza tem sido saudada efusivamente pelo seu caráter “técnico”. Geralmente, usa-se o termo como sinônimo de “apolítico”. Isso seduz a classe média que vem sendo incitada a criminalizar a política.

Na ditadura, esse discurso prevaleceu. Mas, a tecnocracia não impediu que o fisiologismo tivesse largo curso.

“Técnico” também está longe de ser sinônimo de isenção, quando se trata de administração pública. Às vezes, o quadro “técnico” é o que melhor serve para mascarar os interesses reais que comandam, por trás do biombo, uma administração pública.

O significado de “eficiência” – outra palavra evocadora de “técnico” – não deixa também de levar à indagação: “eficiência a serviço de quem?” Isso ganha relevo quando se tenta casar meio ambiente com “ações urbanísticas” dentro da mesma pasta, o que vai exigir atenções redobradas da sociedade.

O capital político de Dilma e as incertezas de 2013

102 2

Da coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (23), pelo jornalista Luiz Henrique Campos:

Os últimos números sobre a avaliação da presidente Dilma Rousseff, indicando que surfa em altíssima popularidade junto à sociedade, revelam aspectos interessantes em relação ao perfil traçado, ainda na campanha, para a gestora do País. Um ponto, e talvez o principal a ser destacado, é que grande parte dessa aceitação se deve ao bom momento da economia, com pleno emprego e, por consequência, geração de renda para as classes menos favorecidas. Outro fator é que se a então chefe da Casa Civil do ex-presidente Lula, antes tida como a gerentona que garantiria ao País a entrada em outro patamar de desenvolvimento, não conseguiu ainda dar mostras concretas dessa característica, ela agora assume papel mais voltado à área social, graças ao aprofundamento de programas voltados a esse foco.

Mas se a política e a economia se complementam no contexto geral de atendimento das demandas da sociedade, é impossível traçar um quadro para 2013 no Brasil, sem ter em perspectiva as vulnerabilidades a que o atual governo está exposto, principalmente diante às ameaças externas. Nesse sentido, as projeções econômicas apontam que a crise na Zona do Euro seja estabilizada em 2013. Mas isso não é garantia de que os países atingidos pelo mau momento na Europa voltem imediatamente à rota do crescimento econômico vigoroso em virtude dos elevados níveis de endividamento e pelos programas de ajuste fiscal em curso e, principalmente, pelo risco financeiro ainda presente nas economias mais fragilizadas como Grécia, Espanha, Irlanda, Itália e Portugal, que contemplam elevados índices de desemprego.

Como reflexo disso, no caso do Brasil, não teremos apenas desafios para 2013 e 2014, mas sim para os próximos 30 anos. Por isso mesmo, destaque-se ser de curto prazo a necessidade de retornar o mais rápido possível ao equilíbrio das contas fiscais e à realização de investimentos em áreas estratégicas. É consenso, ainda, que, para termos crescimento vigoroso e sustentável, o governo terá de melhorar a qualidade dos seus gastos correntes, criar condições para o aumento de produtividade, aprimorar os marcos regulatórios, promover uma reforma tributária, investir na educação e na qualificação de mão de obra e criar condições para a efetiva eliminação de gargalos de infraestrutura. Tudo isso, todavia, não é tarefa fácil de ser executada.

A disputa em torno dos royalties do petróleo é um exemplo típico do quanto a economia é influenciada pelo jogo político e de como o vento muda rápido na esfera dos interesses políticos. Prova disso é a indefinição sobre as reformas estruturais que a sociedade anseia há anos para permitir ao Brasil avançar no seu crescimento. O ano que se inicia, além disso, antecede a 2014, quando se sabe que é praticamente morto em termos de decisões. O panorama político, portanto, apesar da popularidade hoje em alta da presidente, não é garantia de um 2013 tranquilo, caso surjam turbulências na economia, reservando muito mais incertezas do que garantias para a presidente Dilma e o Brasil.

Joana: “A visão dos negócios é dele”

1153 1

Da coluna Vertical S/A, no O POVO deste domingo (23), pelo jornalista Jocélio Leal:

A presidente da Calila Participações, Joana Queiroz Jereissati, garante: a sede da nova empresa a surgir da fusão da Norsa, Renosa e Guararapes, integrantes do Sistema Coca-Cola Brasil, ficará mesmo em Fortaleza. Na manhã em que o contrato foi assinado, ela conversou com Vertical S/A. O faturamento combinado das três companhias é hoje de cerca de R$ 6 bilhões. Sobre o papel do pai, o ex-senador Tasso Jereissati, ela afirmou: “A visão dos negócios é dele”.

Vertical S/A – Quando a ideia da fusão começou a ser formatada?

Joana Jereissati – Demos nosso primeiro passo na direção da consolidação do Nordeste em 1998, portanto quase 15 anos atrás. Desde lá, a Calila vem trabalhando para ser este grande consolidador da região. Neste período, a Refrescos Cearenses que atuava apenas no estado do Ceará se transformou em Norsa, com atuação no Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia e Piauí. Com este novo passo, a atuação desta nova empresa abrangerá a operação em todos os estados da região Nordeste do Brasil, assim como Mato Grosso e partes do Tocantins e de Goiás. Serão 15 mil funcionários diretos em 13 fábricas e 23 centros de distribuição

VSA – Existe a possibilidade de a sede sair do Ceará?

Joana – Em virtude da diversidade geográfica da nova empresa, vamos buscar atuar de forma descentralizada, o que resultaria em centros administrativos e operacionais em todas as principais localidades em que operamos. A sede, entretanto, ficará localizada em Fortaleza.

VSA – Qual o peso dos acionistas na nova empresa?

Joana – A nova empresa tem como acionistas controladores Grupo Renosa (família Mello) e Calila Participações (Jereissati). A Coca-Cola permanece como nossa sócia minoritária.

VSA – O nome da nova empresa já está definido?

Joana – Ainda estamos trabalhando no nome.

VSA – Qual será a posição da nova empresa no ranking Coca-Cola?

Joana – Se aprovada – ainda estamos no aguardo do ok final do Cade (o órgão antitruste do Brasil) – essa combinação de territórios criará o segundo maior fabricante de Coca-Cola do Brasil e 10º do mundo em volume.

VSA – Haverá demissões? E mudanças no time?

Joana – A complementaridade da localização geográfica das fábricas, escritórios comerciais e centros de distribuição minimiza o risco de cortes significantes. Nossos esforços estarão concentrados em reter talentos e não em reduzir pessoal. Importante dizer que o grande driver desta nova empresa será o crescimento e não as sinergias.

VSA – Qual o seu papel e o do seu pai (o ex-senador Tasso Jereissati) nas decisões da empresa hoje?

Joana – O senador nos dá sua visão aguçada de futuro nos rumos da Calila. Nosso guia. Além disso, teve participação ativa e decisiva nesta última etapa da negociação para a fusão da Norsa e, hoje, está bastante envolvido na expansão da JCC (Jereissati Centros Comerciais, que controla os shoppings centers do grupo). Meu papel está mais próximo às operações de cada uma das empresas que compõem os investimentos atuais da Calila – JCC, Norsa, Sistema Jangadeiro, NET e IQJ (Instituto Queiroz Jereissati)- atuando junto a suas diretorias através dos Conselhos e Comitês administrativos.