Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Tom Barros ganha homenagem da Grande Loja Maçônica do Ceará

926 1

tombarro

Eis o querido jornalista e radialista Tom Barros (Sistema Verdes Mares), que recebeu certificado da Comenda Dragão do Mar, durante os festejos do 14º aniversário da Loja Maçônica Dragão do Mar 122. A sessão magna ocorreu no Templo da Verdade da Grande Loja Maçônica do Estado (GLMECE).

Tom Barros recebeu a comenda das mãos de Iatagan Costa, presidente do Núcleo de Estudos e Divulgação do Rito Schröder – Ceará e membr da Grande Comissão de Legislação e Justiça da GLMECE.

(Foto – Divulgação)

Justiça fará mutirão de processos de interdição nesta 2ª feira

“A 10ª Vara de Família do Fórum Clóvis Beviláqua agendou 80 perícias médicas em pacientes com processos de interdição. Os exames serão realizados nesta segunda-feira, das 7h30min às 17 horas, no Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto, bairro Messejana, em Fortaleza.

Ao todo, 15 médicos da unidade hospitalar participarão da força-tarefa. A iniciativa é da juíza Valeska Alves Alencar Rolim, titular da Vara. A magistrada procurou apoio junto ao Governo do Estado para que o ente público providenciasse a realização dos exames.

De acordo com a juíza, as perícias médicas agilizarão os processos de interdição, facilitando a obtenção de benefícios, inclusive previdenciários. Os pacientes que faltarem na segunda-feira poderão ser examinados no decorrer da semana (7 a 10 de maio), das 10 às 13 horas. Nesse período, dois médicos estarão à disposição.”

(TJ-CE)

"Bancada da Bala" – Ferreira Aragão reclama das limitações para legislar

629 3

ferreiraaragao

“Uma rápida pesquisa nos relatórios da Assembleia Legislativa ou da Câmara Municipal de Fortaleza revela que, nos últimos dois anos, os parlamentares mais ligados à questão da violência no Ceará não produziram leis eficientes na redução da criminalidade, que mexam na estrutura do setor de segurança pública do Estado. Os projetos de lei aprovados resumem-se a criação de datas comemorativas, campanhas ou nomes de equipamentos públicos – muitos deles sem qualquer relação com o tema (ver infográfico na página 20).

Um dos campeões em proposições do tipo é o deputado estadual e apresentador de programa policial Ferreira Aragão (PDT), autor de leis como o Dia do Ouvinte de Rádio, Dia do Combate ao Tráfico de Pessoas e do projeto que formaliza campanha de conscientização sobre prejuízos do crack para grávidas.

Assim como quase todos os colegas de parlamento, Aragão reclama das limitações para legislar e se diz impedido de propor saídas mais consistentes para o problema. “O deputado deveria ter mais elasticidade legislativa. Como é mais difícil aprovar um projeto de lei, você tem que criar alternativas, medidas paliativas. Um projeto que você pode aprovar e que eu considero positivo são as campanhas”, defendeu o deputado.

Projetos de indicação

Pelas regras do jogo, o Legislativo não pode aprovar medidas que criem despesa extra para o Executivo. Por causa desse entrave, os parlamentares costumam apelar para os “projetos de indicação” – que não passam de sugestões ao Executivo, sem obrigatoriedade de cumprimento. O Estado, por sua vez, quase nunca acata o que é proposto.

Criação de juizados, compra de equipamentos de fiscalização, construção de delegacias especializadas e de novas unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros são exemplos de mudanças sugeridas ao Governo em forma de projeto de indicação sem que, no entanto, tenham sido acolhidas. “O Governo poderia ser mais habilidoso e sensível em relação ao que a Assembleia aprova. A Casa homologa tudo que o Executivo manda. Quando o Governo aprovar alguma coisa que sai da Assembleia, pode comprar fogos”, alfinetou o deputado estadual e apresentador de programa policial Ely Aguiar (PSDC).

Por meio de nota enviada ao O POVO pela Procuradoria-Geral do Estado, o Governo Cid Gomes (PSB) negou que esteja de olhos fechados para as indicações da Assembleia e afirmou que todos os projetos “estão em análise”. A nota pondera que algumas sugestões “fogem à responsabilidade do Poder Executivo” e que muitos “geram despesas e exigem um planejamento de médio e longo prazo para a capacidade de execução”.”

(O POVO)

Bancada da Bala – Ely Aguiar diz que crítica é violência é alerta

elyaguiarr

“Questionado sobre suposta ineficiência no acompanhamento permanente dos problemas relacionados à violência, o deputado estadual Ely Aguiar (PSDC) disse que a crítica dessas entidades “é construtiva” e deve ser tratada como “alerta”, mas ele atentou para a necessidade de algumas instituições procurarem mais o parlamento. “A Casa existe para isso. No meu primeiro mandato, formamos uma comissão para visitar os presos e fazer um relatório do sistema carcerário. Fizemos um relatório ao Governo sobre o problema da superlotação. Quando o caso caiu no Ministério Público, o Executivo começou a tomar providências”, exemplificou, demonstrando que é possível fazer mais.

Em seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Fortaleza, o vereador Márcio Cruz – que também é presidente do Sindicato dos Guardas Municipais da Capital – ponderou que alguns constrangimentos acabam inibindo a possibilidade de visitas mais frequentes dos parlamentares às ruas.

“Quando, por algum motivo, a Prefeitura ou o Governo não acatam o que a sociedade quer, a gente acaba não voltando ao local, porque a gente é xingado, é cobrado. O pessoal diz: ‘olha ali, aquele vereador vem e não faz nada’. O usuário às vezes não entende que a gente não tem o poder de executar”, justificou.

Apesar disso, ele reconheceu que a fiscalização parlamentar deve ser intensificada. “Acho que a Câmara, como um todo, pode dar uma contribuição maior nesse aspecto da segurança”, afirmou.”

(O POVO)

"Bancada da Bala" na Assembleia mostra ineficiência na luta contra o crime

“O medo de ser assaltado e o receio de se tornar a próxima vítima de um homicídio levam milhares de eleitores a, a cada dois anos, depositarem na urna a esperança por dias mais tranquilos. Não à toa, no Ceará e a na maior parte do País, milhares de votos vão parar em policiais, delegados e apresentadores de TV que se identificam com o debate sobre a violência. Donos de um nicho político disputado, eles sobrevivem do tema. Entretanto – e talvez por isso – a contribuição efetiva no combate a essa chaga costuma ser questionável.

No cenário cearense, três vereadores, três deputados estaduais e um federal formam a chamada “bancada da bala”, que recebeu quase 300 mil votos nas eleições de 2010 e 2012. No último pleito, o capitão da Polícia Militar Wagner de Sousa (PR) tornou-se o vereador mais bem votado da história de Fortaleza, com 43,6 mil votos. No Rio de Janeiro, o secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, é personagem cortejado pelos partidos para uma possível candidatura a governador.

Com o discurso voltado para os feitos e mal feitos do Estado na luta contra o crime, esse grupo ganha cada vez mais peso político. O problema é que vários fatores comprometem a qualidade e o efeito do debate.

Um deles é a inevitável “contaminação política” das discussões, tanto por parte de aliados quanto de opositores. No Ceará, a violência é ponto nevrálgico do Governo Cid Gomes (PSB), aspecto que interfere no tratamento dado pelo Legislativo ao tema. “Esse assunto desestabiliza o Executivo. Como a base de apoio dele é muito grande, muita coisa deixa de ser questionada”, criticou o deputado estadual de oposição Heitor Férrer (PDT).

O pedetista é autor de um requerimento de audiência pública para discutir o aumento da criminalidade, rejeitado, este ano, pela Comissão de Defesa Social da Assembleia. Perguntado sobre a negativa, o presidente da Comissão, deputado Delegado Cavalcante (PDT), alega possível motivação política do pedido do colega. “Ali não era uma coisa técnica, era partidária”, justificou.

Outro fator considerado negativo é o atrelamento dos debates e decisões a crimes de forte comoção social, bastante divulgados pela mídia. “Como a população está muito preocupada, quer soluções imediatas. Então aparecem alguns políticos propondo saídas mirabolantes. Para nós, sociólogos, o apelo social no debate complica a situação”, afirmou o coordenador do Laboratório de Estudos da Violência da Universidade Federal do Ceará, César Barreira, que é ex-diretor da Academia Estadual de Segurança Pública do Governo Cid.”

(O POVO)

B.O. duro

269 3

Da coluna Vertical, no O POVO deste sábado (4):

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado ainda não havia divulgado, até a noite dessa sexta-feira (3), as estatísticas de homicídios relativa ao mês de… março.

Após concluir mandato, Cid Gomes quer trabalhar no BID

954 2

cid aniversário 50

Ao terminar o mandato, no próximo ano, o governador Cid Gomes (PSB) pretende dar uma pausa na vida política para se dedicar mais à família e “descansar” nos Estados Unidos, trabalhando no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Ele fez a projeção durante ato ecumênico realizado na noite dessa sexta-feira (3), no Santuário Nossa Senhora da Assunção, no bairro Vila Velha, em comemoração ao seu aniversário de 50 anos, completos no último dia 27 de abril.

Ao afirmar que quer trabalhar no BID, Cid destacou que o banco “ajuda muito hoje o Estado do Ceará” na construção de estradas e creches, por meio de financiamentos. “É nele que quero atuar por um ou dois anos”, disse.

O ato ecumênico contou com a participação da família do governador, de vários parlamentares da Câmara Municipal e da Assembleia Legislativa, bem como de prefeitos como o de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), de Sobral, Clodoveu Arruda, e de Canindé, Celso Crisóstomo, ambos do PT, entre outras autoridades.

Balanço

Durante o discurso, o governador fez um balanço de sua trajetória de vida. “É um momento de profunda reflexão, de olhar para trás e para a frente. Não devo passar dos 75 anos. Acho que já vivi dois terços da vida”, brincou. Lembrou quando sonhava ser prefeito, aos 16 anos, idade que hoje tem seu filho Rodrigo, que também acompanhava o ato ecumênico. Governar Sobral, segundo Cid, fazia parte do sonho de um mundo menos desigual e mais justo.

“Tive a graça de ir além do meu sonho, consegui ser governador do Estado por dois mandatos e tudo o que eu queria era terminar como em Sobral, com 94% de aprovação”, disse. Em seguida, admitiu que governar um estado é uma atividade “bem” mais complexa. “Mas tenho muita fé e quero até o último dia de minha vida trabalhar por aquilo que sempre sonhei”, afirmou.

(O POVO)

Direito de escolha no consignado para servidores estaduais

Da coluna Vertical, no O POVO deste sábado (4):

O secretário do Planejamento e Gestão do Estado, Eduardo Diogo, marcou para a próxima segunda-feira (6), em seu gabinete, reunião com representantes dos bancos que operam com empréstimos consignados no âmbito do serviço público estadual.

Com eles, vai definir regras para o programa “Módulo Compra de Dívidas”, que permitirá ao servidor negociar sua dívida consignada, via online, por meio do site da Seplag, com os dois bancos que operam com o Estado: o Bradesco, que tem a folha de pagamento; e a Caixa, que tem a conta única.

O servidor, por exemplo, fará seu pedido de empréstimo no site e aos bancos caberá tentar atrair o cliente com política de juros e parcelamentos. “Queremos implantar o sistema ao longo deste mês”, adianta o secretário.

Tentativa de férias de três meses em Juazeiro do Norte vira piada nacional

O caso dos vereadores da terra do “Padim  Ciço”, que queriam três meses de recesso, acabou virando piada nacional. Na Coluna Radarm, daVeja Online, eis o que se diz, com o título “Apenas meia mamata”:

“Os vereadores de Juazeiros do Norte tiveram de voltar atrás e acabaram com a mamata (Leia mais em: Férias de três meses). Depois de o Ministério Público manifestar o óbvio – que a medida seria inconstitucional – a turma desistiu de implementar férias de três meses para si próprios. Assim, na Câmara, terão de continuar convivendo com “apenas” dois recessos, no meio e no final de cada ano, que totalizam um mês e meio de descanso. Nada muito diferente do Congresso Nacional, diga-se de passagem.”

VAMOS NÓS – Bem feito!

Porto 24 H – Ministro dá incerta no Mucuripe e encontra projeto operando sem problemas

portto

Paulo Andre, presidente da CDC, ministro Leônidas, diretor José Arnaldo e assessores.
O secretário nacional dos Portos,  ministro Leônidas Cristino, fez uma visita surpresa, nesta noite de sexta-feira, no Porto do Mucuripe. Foi acompanhar a implantação do projeto “Porto 24 Horas”, que mobilizará, a partir de segunda-feira, vários órgãos federais na prestação de serviços rápidos e com objetivo de desburocratizar e acelerar o processo de liberação de cargas e descargas.
Leônidas Cristino encontrou o porto operando na normalidade e todos os órgãos envolvidos funcionando, dentro de um teste final para o início das operações. Ganhou pontos o presidente da Companhia Docas do Ceará (CDC), Paulo André Holanda.
(Foto  – Cláudio Barata)

TRE-CE elegerá presidente e vice na 2ª feira

“O Tribunal Regional Eleitoral elegerá segunda-feira, às 17 horas, o seu presidente e vice-presidente. A desembargadora Maria Iracema Martins do Vale e o desembargador Antônio Abelardo Benevides foram indicados para o comando do TRE pelo Tribunal de Justiça no dia 19 de abril. Na ocasião, o TJ também indicou os desembargadores Francisco de Assis Filgueira Mendes e Maria Nailde Pinheiro Nogueira como membros suplentes da Corte do TRE.

No último dia 26 de abril, a desembargadora Iracema do Vale e o desembargador Abelardo Benevides assumiram interinamente a Presidência e a Vice-Presidência do TRE. Na sessão desta segunda-feira, os nomes dos dois desembargadores deverão ser confirmados para o comando TRE. Eles tomarão posse, na primeira quinzena de junho, em solenidade a ser realizada no Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, em data ainda a ser confirmada.”

(TRE-CE)

Empresa de informática lança campanha em favor dos atingidos pela seca

O Grupo Ibyte promove uma campanha de arrecadação de alimentos em favor das vítimas da seca. A mobilização se estenderá até 12 de maio e os interessados poderão doar alimentos não perecíveis em todas as lojas da rede no Nordeste.

Só no Ceará, são 177 municípios que se encontram em estado de emergência, segundo a Defesa Civil que, ao final da campanha, receberá todos os alimentos para que a distribuição seja realizada.

Doações nas lojas Ibyte:

* Fortaleza: Avenida Rui Barbosa, 2456; Avenida 13 de Maio, 477

Avenida Dom Luís, 100; Shopping Iguatemi; Shopping Via Sul; North Shopping;

Shopping Benfica; Loja Centro Rua Liberato Barroso nº323/Rua Barão do Rio Branco nº 1054.

* Juazeiro do Norte – CE, Shopping Cariri

* Teresina – PI , Avenida Dom Severino, 1460

* Natal – RN, Shopping Midway Mall

* São Luis – MA , Shopping da Ilha e Shopping Rio Anil

* Recife – PE, Shopping Recife

Mais informações – (85) 4020-500.

Trompetista jazzista é atração no Theatro José de Alencar

trompetee

Orquestra Sinfônica da Uece (OSUECE), sob a regência do maestro Alfredo Barros, apresentará na Série Concertos de Câmara o trompetista cearense Hugo D’Leon. Mestre em trompete jazz pela Universidade de Rovigo (Itália), ele se apresentará, a partir das 16 horas deste domingo, no Foyer do Theatro José de Alencar.

Nascido em Fortaleza, Hugo D’Leon entrou aos 11 anos de idade na banda de música Dona Luíza Távora, do Colégio Piamarta, permanecendo por quase dez anos. Em 2006 iniciou o estudo do trompete no Conservatório de música Luca Marenzio, em Brescia, na Itália, onde em setembro de 2009 se graduou em trompete clássico. Em 2009 iniciou o mestrado em trompete jazz com os maestros Marco Tamburini (artista Selmer), Ruud Breuls (Consertgebouw Big Band, Metropole Orquestra- Holanda) e Jan Oosthof (Metropole Orquestra) concluindo em março de 2013.

Durante esse mesmo período participou de masterclass e aulas particulares com alguns dos principais trompetistas do cenário jazzistico mundial como, Avishai Cohen, Terrel Stafford, Davi Douglas, Jeremy Pelt, Brandon Lee, Bob Findley, Kyle Gregory, Steven Bernsstein, Adam Rapa (artista Monette). Em 2010 venceu o prestigioso concurso italiano Prêmio das Artes (categoria jazz). 

SERVIÇO

* Theatro José de Alencar – Centro

* Entrada gratuita.

Financial Times destaca Arena Castelão

335 5

O jornal Financial Times trouxe matéria, nesta semana, destacando Fortaleza e a Arena Castelão. O título da matéria é “Fortaleza, primeira cidade a fazer gol para o Brasil na Copa”. Confira a matéria traduzida e, ao final, link para o original(com acesso pago).

Quando o grande “templo do futebol”, o estádio do Maracanã no Rio, reabriu no fim de semana, somente duas de suas entradas estavam completas, faltavam alguns assentos e a área ao redor relembrava um canteiro de obras. Mas com a Presidente Dilma Rousseff presente entre a multidão e o jogo de abertura entre dois times liderados pelos ex-artilheiros Ronaldo e Bebeto, o lar espiritual do futebol brasileiro esteve sob os holofotes. Próximo ano ele sediará a final da Copa do Mundo pela primeira vez desde 1950.

Há mais de 2 mil km ao norte, porém, talvez a cidade costeira de Fortaleza, menor e mais pobre, mereça mais atenção.
Ao contrário do Maracanã que, apesar da prestigiada abertura, ainda está inacabado e com obras em atraso, Fortaleza é a primeira das 12 cidades que sediarão os jogos da Copa a estar com a reconstrução do seu estádio completa. Além disso, tudo foi feito sem custos adicionais (aditivos) e no tempo recorde de cerca de 20 meses – muito antes do início da Copa das Confederação que é um ensaio para a Copa do Mundo e que começa no próximo mês.

“Normalmente um estádio com 60 mil assentos leva cerca de 32 meses para ser construído”, declarou Ronald Werner, o arquiteto da Vigliecca & Associates de SP que projetou a obra. O atraente estádio de Fortaleza, a Arena Castelão, pode abrir precedentes para outras obras públicas relacionadas ao esporte, à medida em que o governo se prepara para sediar a olimpíadas dois anos após a copa do mundo. Pode também servir de exemplo de como administrar grandes projetos em geral – o governo luta para implementar um programa de R$ 985 bi ($492 bi) para superar a
sucateada infraestrutura do país.

Ao tempo em que o governo está investindo R$7,1 bi nos estádios para a Copa, essa enorme soma não evitou atrasos e custos extra-orçamento. Das seis cidades que sediam a Copa das Confederações, três não cumpriram o prazo limite de 31 de dezembro estabelecido pela FIFA nem a extensão desse prazo para 15 de abril. Incluem-se aí Rio de Janeiro, Brasília e Recife. Jerome Velcke, secretário geral da FIFA, avisou mês passado que não poderá existir o mesmo tipo de atraso para a Copa do Mundo, que contará com quatro vezes mais partidas e terá cerca de 3 milhões de expectadores, incluindo 500 mil estrangeiros. “A data final para entrega dos estádios para a copa do mundo FIFA é dezembro de 2013. Não haverá concessões”, disse ele.

A princípio, Fortaleza também esperava atrasos. Além da lentidão no processo de licitação, o estádio só foi entregue à construtora em abril de 2011, menos de dois anos da data limite para entrega, afirma Sr. Werner. Porém, a partir da entrega o governo, arquitetos e a construtora Galvão Engenharia resolveram acelerar a obra. Eles simplificaram o projeto, construindo em etapas independentes de forma a não ter uma parte da obra esperando a conclusão de outra. Havia também no local da obra um departamento representando vários órgãos de governo que diminuía a semanas decisões que poderiam levar meses.

A uma certa altura o projeto foi ameaçado por greves, mas a construtora e governo chegaram rapidamente a um acordo sobre aumento com os sindicatos de trabalhadores. A um custo de R$519 milhões, para cerca de 64 mil assentos, o projeto ficou dentro do orçamento previsto e com o menor custo por assento do que o Maracanã que está custando R$ 808 milhões, para pouco menos de 80 mil assentos, ou Brasília – 1 bi para 72 mil assentos. “Fomos o mais barato e não tivemos nenhum custo adicional ou fora do planejado,” declarou Ferruccio Feitosa, o Secretário da Copa no Estado do Ceará cuja capital é Fortaleza.

Visto de cima, o estádio Castelão de Fortaleza lembra uma anêmona-do-mar gigante com uma enorme praça em um de seus lados. Ao contrário de Brasília, que não possui grandes times relacionados a seu estádio, o futuro é promissor para o Castelão que possui três grandes clubes utilizando-se dele. Paul McCartney se apresentará lá na próxima semana, criando a expectativa para outras fontes de recursos (com o uso do estádio).

* Link da matéria aqui.

 

Pegou MAUC!

257 1

oleo

 

O Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará vai abrir espaços para mais uma exposição. No período de 14 a 28 deste mês, com trabalhos de Francisco Wagner Atelier de Arte.

O texto do convite, no entanto, nos instiga a uma brincadeira: Onde está o erro?

Fortaleza já se prepara para o Ox Event MMA

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jwi8cwqmopc[/youtube]

Fortaleza será sede, em agosto próximo, no Ginásio Paulo Sarasate, de certame internacional do Ox Event MMA. A peleja trará a Fortaleza nomes de peso de várias categorias da modalidade. O organizador do certame, o francês Olivier Franscheschi, dá detalhes.

Entre as principais lutas, a revanche entre os cearenses Willamy Chiqueirim X Andrezinho Nogueira.

Entre os competidores, participarão Júnior Killer e o gigante Bob Sapp, este que fez luta lendária com Rodrigo Minotauro. Aliás, Júnior Killer visitou a redação do O POVO e gravou vídeo para o Blog Clube da Luta e não dispensou brincar com o repórter deste Blog.

lutta

Ex-presidente da OAB diz que redução da maioridade penal é uma "falsa discussão"

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iCm8VVLA47A[/youtube]

O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, Hélio Leitão, classifica como “falsa discussão” a polêmica que setores da sociedade brasileira travam em torno do tema redução da maioridade penal.

O debate veio à tona de novo em razão de muitos crimes bárbaros envolvendo adolescentes. Hélio Leitão diz que mudanças nesse item exigiriam uma nova Constituição.